As comentadas


Boa tarde , Quarta-feira, 25/05/2016








Enquete



Reflita

Blog

Política

02
Mai
Sete prefeitos baianos são denunciados por crimes administrativos
Postado por: Anacley Souza / 22:11h

Sete prefeitos baianos estão na mira da Justiça por crimes administrativos. A Justiça recebeu denúncia formulada pelo Ministério Público Estadual, na última semana, contra os prefeitos de Serrinha, Candeias, Cícero Dantas, Capim Grosso, Sítio do Quinto, Medeiros Neto e de Camamu. Em Serrinha, o prefeito Osni Cardoso (PT), foi denunciado por uso indevido de verbas públicas para a realização de reformas em prédios públicos. É o mesmo caso no município de Sítio do Quinto, com o prefeito Cleigivaldo Carvalho Santa Rosa, investigado por uso indevido de verbas públicas. O gestor de Candeias, Sargento Francisco (PSD) é investigado por contratação indevida de empresas para a coleta de resíduos sólidos no total de mais de R$ 5 milhões, em 2013. De acordo com a denúncia, um decreto municipal foi montado para burlar a exigência de licitação iniciada na gestão da então prefeita Maria Angélica Maia e continuada pelo atual gestor. Segundo o promotor José Emmanuel Lemos, a Prefeitura deveria realizar licitação para a contratação de empresas, após erros constatados no primeiro processo, e seguir todo o procedimento previsto na Lei 8.666/93, o que não ocorreu.

Comente agora
02
Mai
Dilma planeja apresentar PEC para antecipar eleições
Postado por: Anacley Souza / 21:09h

A Dilma Rousseff poderá enviar nos próximos dias ao Congresso uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que estabelece novas eleições em 2 outubro. De acordo com a reportagem do jornal O Globo, os movimentos sociais estão reticentes com a ideia, mas ela é encarada como a "cartada final" pelos aliados da presidente. A proposta foi analiada por Dilma e ministros palacianos, como Jaques Wagner (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo). Embora não haja unanimidade entre os ministros, um deles defende que a renúncia seria a negação de todo o discurso de que o processo de impeachment é um golpe, adotado pela presidente até aqui. A publicação revela que existe a possibilidade de a presidente fazer, na próxima sexta, um pronunciamento, em cadeia de rádio e TV, lançando a proposta de eleição direta. Segundo informaçoes, Dilma renunciaria ao cargo e pediria a Temer que fizesse o mesmo. Sobre esta possiblidade, a reação do vice-presidente aceitar é nula. "Seria fugir da responsabilidade. Essa, sim, é uma proposta golpista", afirmou Temer à publicação. O senador Paulo Paim (PT-RS), que faz parte do grupo defensor da antecipação do pleito, lembrou duas pré-condições: que Dilma e Temer renunciem e que o Congresso seja pressionado pelas ruas. "Diria que no PT cresce o apoio, porque eu e os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Lindbergh Farias (PT-RJ) estamos apoiando.

Comente agora
02
Mai
Em vídeo, Temer chama Feliciano de ‘ velho amigo’ e diz pregar união do Brasil; confira
Postado por: Anacley Souza / 19:56h

A relação do vice-presidente Michel Temer com quadros conservadores parece estar afiada. Nesta segunda-feira (2), o deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) divulgou um vídeo em que Temer diz que tem “pregado” a pacificação nacional. Desde o ano passado, Temer tem defendido em discursos e entrevistas a "unificação" do país, apesar do atual momento de crise política. Ele tem dito também que é preciso um governo de “salvação nacional”. “Nós todos, eu e o pastor Marco Feliciano, queremos fazer uma religação dos brasileiros e, para tanto, é preciso muita oração, que estamos empenhados nesta tarefa. Por isso, quando o pastor me dá a oportunidade de dirigir-me a milhares de pessoas, quero pedir as orações pelo Brasil, suas orações para mim mesmo, e quero, mais uma vez, pregar a pacificação do país”, diz Temer no vídeo. Em outro trecho da gravação, o vice-presidente se refere a Marco Feliciano como um “companheiro e velho amigo”.

Comente agora
02
Mai
Para procurador do TCU, Dilma cometeu 'contabilidade destrutiva'
Postado por: Débora Ayane / 15:12h

Na comissão especial do impeachment no Senado, o procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) Júlio Marcelo de Oliveira acusou a presidente Dilma Rousseff de fazer "contabilidade destrutiva e fraude fiscal". Ele foi o segundo a falar na sessão desta segunda-feira (2) que reúne três nomes indicados pela oposição que defendem o afastamento da petista. O primeiro a falar foi o professor de Direito José Maurício Conti, da Universidade de São Paulo (USP). "Todo esse ambiente é resultado de contabilidade destrutiva e de fraudes fiscais. Em matéria de conta pública, criatividade é nome para fraude, é contabilidade destrutiva. Pedaladas fiscais são expressões de eufemismo, práticas gravíssimas e outras nem tão graves na vala comum, como se fossem a mesma coisa. Fatos graves que ocorreram na Nação nos últimos anos", afirmou o procurador, que foi o responsável pelos pareceres técnicos do TCU sobre as pedaladas e edição de créditos suplementares, bases do pedido de impeachment de Dilma. Oliveira explicou que o Ministério Público pediu, ainda em 2014, que o TCU fizesse uma auditoria sobre as operações de crédito com bancos públicos.

Comente agora
02
Mai
Janot pede ao STF para investigar Aécio, Cunha e Edinho na Lava Jato
Postado por: Débora Ayane / 13:22h

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) autorização para abrir quatro novos inquéritos na Lava Jato com base na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). Os pedidos foram protocolados na última sexta-feira (29), mas devem ser cadastrados no sistema do tribunal somente na tarde desta segunda (2).O procurador quer abertura de um inquérito para investigar o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG); outro para apurar denúncias contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ); um terceiro para investigar o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva (PT-SP), que atuou como tesoureiro da campanha presidencial do PT em 2014; e um quarto inquérito para apurar suspeitas contra o ex-presidente da Câmara Marco Maia (PT-RS) e o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo.Os pedidos de abertura de inquérito ainda precisam ser analisados pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo.

Comente agora
02
Mai
Oposição na AL-BA estuda medidas para impedir que Wagner assuma pasta na Bahia
Postado por: Débora Ayane / 13:12h

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) acionou sua assessoria jurídica para estudar medidas para impedir que o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, assuma uma secretaria no governo de Rui Costa, que tem sido especulada em caso de impeachment da presidente Dilma Rousseff. De acordo com a hipótese levantada, a articulação teria como objetivo garantir a Wagner foro privilegiado se ele vier a ser investigado pela Operação Lava Jato. "Se a Bahia já não vai bem com um governador do PT imagine com dois petistas tentando comandar o Estado. Aí é que o barco afunda de vez", disse o líder da bancada, deputado Sandro Régis (DEM). Para Régis, uma eventual ida de Wagner para alguma pasta se configura como uma ação preventiva para protegê-lo de uma eventual investigação da Justiça Federal conduzida pelo juiz Sérgio Moro, que coordena as ações da Lava Jato. "Mais uma vez fica provado que o PT pouco se preocupa com as prioridades de gestão e de governo, sobretudo quando se trata de proteger seus aliados”, apontou Régis.(BN)

Comente agora
02
Mai
Dilma mexe em R$ 1 bilhão do orçamento
Postado por: Débora Ayane / 13:04h

O Ministério do Planejamento publicou nesta segunda-feira (2) uma série de portarias que modificaram em R$ 1 bilhão o orçamento federal.Os principais programas que perderam orçamento foram o Farmácia Popular, o pagamento a Estados pela Atenção Básica à Saúde, o Censo Agropecuário do IBGE e os recursos para investimento nas Eletrobras. Com isso, os gastos nessas áreas terão que ser menores que o autorizado pelo Congresso.Os programas que mais tiveram o orçamento aumentado foram a compra de remédios e vacinas e o pagamento a procedimentos de média e alta complexidade de hospitais (Saúde), além de segurança para grandes eventos (Defesa).As portarias criaram os chamados créditos extraordinários no orçamento.Isso significa que a previsão de gastos para esses programas foi aumentada ou diminuída. Mas, como o governo contingenciou o orçamento porque as receitas estão abaixo do previsto, na prática o novo orçamento permite que os órgãos programem novos gastos, mas ainda não pode se transformar em pagamento.

Comente agora
02
Mai
SAJ: Secretário afirma que em relação ao São João do ano passado, ele pode economizar cerca de R$ 450 mil com banheiros químicos
Postado por: Dulce Santana / 11:55h

Na tarde de domingo (01), o Secretário de Cultura de Santo Antônio de Jesus, Everaldo Ferreira Júnior, conhecido Vevé, convocou a imprensa na sua residência para falar da sua provável saída, ou não da pasta. Na primeira parte de sua entrevista, Everaldo revelou que em todos os São Joãos realizados pela gestão do prefeito Humberto Leite não existe nenhum contrato no nome Reinaldo Melo, conhecido “Dadau” com a prefeitura para o evento. Vevé aponta que as empresas que ganharam na licitação “quaternizaram” este serviço. O secretário assinalou ainda que vai realizar a festa com a participação de todos, do próprio MP (Ministério Público), do Observatório Social, do CREA (Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia) e da segurança.

Leia segunda parte desta entrevista bombástica com a imprensa promovida pelo secretário de Cultura, Dr. Everaldo:

Imprensa: A reunião de sexta-feira que Humberto Leite disse que estava marcada chegou a ser realizada entre o senhor, ele e Dadau?

Everaldo Junior: Não aconteceu. Nós estamos aguardando para que ele possa tomar decisão como ele queira conduzir de realizar um São João de R$ 2 milhões e meio, ou ele quer fazer um São João onde diz, segundo o MP (Ministério Público) superfaturado, onde tem exageros, precisamos ter essa preocupação com os recursos públicos e com as dificuldades que o prefeito pode enfrentar no segundo semestre. Estamos vendo aí que há uma redução do repasse do Governo Federal e do Governo do Estado. Eu não quero que aconteça com Humberto o que aconteceu na última gestão dele, onde deixou de pagar os funcionários no segundo semestre. Temos essa preocupação porque como secretário, sei da responsabilidade do prefeito e da minha responsabilidade. Então, o que não quero para mim não quer para ele.

Imprensa: Qual a sua avaliação na gestão de Humberto Leite?

Everaldo Junior: Em relação à questão da minha estadia na gestão de Humberto, graças a Deus não houve indicação de vereador, não houve indicação de deputado, não houve indicação de liderança alguma. Na verdade, foi um reconhecimento da nossa capacidade, do potencial de fazer as coisas acontecerem. E eu, que antes de assumir a pasta da Cultura, eu era um pretenso candidato a prefeito, mas disse e repito, a minha vontade de ser prefeito não é maior do que a minha vontade de ajudar a minha cidade. Como Humberto me deu o prazer de participar da sua gestão, da sua equipe, tenho procurado fazer da forma mais correta possível. Enquanto ele achou que eu não deveria ser o Secretário de Saúde, e me deu essa missão, aceitei com muita tranquilidade e responsabilidade e estou fazendo por merecer continuar. Cabe a ele, decidir ou não. Reconhece-se que o nosso trabalho está correto, se está sendo produtivo. Eu sei que a população, vocês da imprensa já reconheceram, cabe ao prefeito reconhecer. Quando se trata de uma empresa púbica, não podemos escolher os melhores amigos, temos que escolher os mais competentes. Deixo o prefeito a vontade para tomar a decisão que ele bem entender.

Imprensa: Se amanhã aparecer no Diário Oficial sua exoneração, o senhor já pensou no que vai fazer?

Everaldo Junior: Não porque ainda não saiu à exoneração. Eu não gosto de antecipar os fatos. Eu confirmo e mantenho a minha presença. A única pessoa que pode me exonerar é excelentíssimo senhor prefeito e estaremos a sua disposição.

  1. "Não existe nenhuma contratação de banda para o São João"; diz Everaldo.

Imprensa: Já tem alguma banda contratada para o São João através da sua pasta?

Everaldo Júnior: Não existe nenhuma contratação de banda, nem de instrutor. Nada ainda foi licitado para o São João. Nós temos a relação de mais de 60 bandas, temos para entregar o prefeito e a quem mais interessar os valores e cachês de bandas de R$ 15 a R$ 35 mil, de R$ 35 a R$ 65 mil, de R$ 65 a R$125 mil e de R$ 125 a R$ 200 mil. Inclusive, o próprio prefeito disse que não contrataria banda nenhuma acima de R$ 200 mil reais. Pensando nisso, ele tem a prorrogativa de escolher as bandas. Para me, o que tem que ser tocado é o verdadeiro forró. Antes o que se via era as propagandas anunciando as atrações do São João nas cidades, hoje o que vemos são as bandas fazendo suas próprias propagandas. O artista tem dois valores a receber: o financeiro e o valor midiático; de cantar tocar no melhor e maior São João da Bahia que é o de Santo Antônio de Jesus.

Imprensa: Os R$ 2 milhões e meio de reais que o senhor diz que tem para o São João, são suficientes para manter a tradição do melhor São João?

Everaldo Junior: Sem sombra de dúvidas! Além de a gente ampliar a nossa área de ação. Nós conversamos com o Secretário de Salvador, da administração de ACM Neto, Guilherme Belinati, porque é muito bom conversamos com pessoas que tem os olhos de fora, e tem a experiência de ter feito o réveillon da capital, de ter feito a inovação do Carnaval. É um secretário atuante, é o cérebro de Neto hoje. Conversando com ele, adorou a ideia de nós fazermos e diria que nos espelhamos a ele no São João dos bairros. Segundo ele, é uma ideia maravilhosa. O que você puder fazer com o palco móvel, melhor ainda, com mini trios porque você poderia atingir em uma só noite, três bairros.

Imprensa: O senhor fez alguma pesquisa em relação aos anos anteriores com os gastos para o São João?

Everaldo Junior: Estrutura a gente orça em torno de R$ 1 milhão de reais, a parte de bandas no máximo em R$ 1 milhão e meio. Sabemos que houve exageros, não estou dizendo que do que foi colocado e o que deixou de ser. Mas, ano passado o orçamento de banheiros químicos foi em torno de R$ 570 mil reais. No nosso planejamento gastarão apenas R$ 120 mil reais, havendo uma economia de R$ 450 mil reais. Todos os fornecedores e bandas sabem da crise financeira que o Brasil viveu hoje, e não nos dá o direito de fazer extravagancia.

Imprensa: Nessa queda de braço, entre Everaldo e Dadau, tendo o prefeito como juiz, caso o senhor perca, vai ficar na fiscalização da festa?

Everaldo Junior: Eu desconheço o papel de Dadau nessa questão do São João. Até porque não existe nenhum contrato entre a prefeitura que é a contratante, com a empresa do Reinaldo Melo. Todas às vezes, que o São João foi feito em anos anteriores da administração de Humberto, foram feitos por representantes diferentes, onde não consta o nome do Dadau.

  1. Redação e Fotos: Voz da Bahia
2 comentários
02
Mai
Temer deve procurar Lula após o impeachment de Dilma
Postado por: Dulce Santana / 11:46h

O vice-presidente Michel Temer deve procurar o ex-presidente Lula tão logo o Senado admita o processo de impeachment de Dilma Rousseff. De acordo com a coluna Painel da Folha de S. Paulo, em conversas reservadas, Temer tem dito que a contribuição do PT “seria de extrema importância” para garantir estabilidade a um novo governo. Na avaliação do PMDB, o petista é fundamental para segurar a pressão das ruas que está dividida e com grande parcela contra o impedimento da presidente. Lula sabe que terá dificuldade para se posicionar contra a agenda econômica do vice. Afinal, Henrique Meirelles era seu nome para a Fazenda há tempos. É consenso no PT que o partido será cobrado se, no Congresso, votar contra medidas que resgatem a economia brasileira da UTI. “Não se pode mais dividir a sociedade entre nós e eles”, diz um interlocutor do vice. Em contraponto, petistas afirmam que não há sentido em apoiar o possível novo presidente. “Michel Temer não precisará do PT para garantir sua governabilidade no Congresso. Nós e eles sabemos disso. A aproximação não faria qualquer sentido”, diz um dirigente petista.

Comente agora
02
Mai
Lídice detona Câmara e afirma que no Senado o debate do impeachment é de nível
Postado por: Dulce Santana / 11:16h

Apesar de pouco mais de três semanas, a votação na Câmara Federal sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) ainda repercute. Em conversa com o Bocão News, neste domingo (1), a senadora Lídice da Mata (PSB) não poupou críticas a Câmara dos Deputados e afirmou, categoricamente, que o tema do afastamento da presidente, no Senado Federal, será conduzido de forma mais séria. “Na Câmara foi um clima de ódio e euforia que impedia a racionalidade e o deputado para o esclarecimento das questões. Eu acho que o Senado tem todas condições de manter um debate sereno e um nível mais elevado e esclarecedor. O Senado não fará espetáculo. A Câmara chocou o Brasil com seu comportamento. Você não desconstrói uma decisão da urnas com alegria ou palhaçada”, disse. “O Senado já está dando sua resposta”, completou. A socialista, aliada do governo, diz que é certo o afastamento temporário de Dilma. “No dia 11, o processo será admitido, pois o Senado precisa apenas de 50% mais um. O que se faz agora é abrir um processo que dura 180 dias para acontecer o julgamento”, informou.

Comente agora
02
Mai
Comissão do impeachment vai ouvir três nomes indicados pela oposição nesta segunda
Postado por: Dulce Santana / 10:12h

A comissão especial do impeachment no Senado vai ouvir três nomes indicados pela oposição para discutir o afastamento da presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira (2). O procurador do Tribunal de Contas da União (TCU) Júlio Marcelo de Oliveira, o juiz José Maurício Conti e o advogado Fábio Medina Osório vão falar por até duas horas cada um a partir de 10h30 de hoje. Em seguida, responderão perguntas dos senadores. Para esta terça-feira (3) estão marcados depoimentos favoráveis à presidente. Serão ouvidos pelo colegiado Geraldo Luiz Mascarenhas Prado, professor de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Ricardo Lodi Ribeiro, professor de direito da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ); e Marcello Lavenère, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Na semana passada, o colegiado ouviu os autores da acusação contra a presidente e a defesa de Dilma.

Comente agora
02
Mai
Dilma quer antecipar eleição presidencial para outubro
Postado por: Redação Voz da Bahia / 08:23h

A derradeira semana antes de o Senado analisar o pedido de impeachment não terminará sem medidas drásticas. Ainda dispondo dos poderes de presidente, que perderá caso o processo seja aberto, Dilma Rousseff deve enviar nos próximos dias ao Congresso uma proposta de emenda constitucional que estabelece novas eleições em 2 outubro. Apesar da resistência de movimentos sociais, a ideia, defendida por um grupo de senadores, é encarada como a cartada final pelo grupo da presidente. Dilma e ministros palacianos, como Jaques Wagner (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), concordaram com a ideia da eleição, mas a presidente ainda gostaria de conquistar o consenso dos movimentos sociais. Não há unanimidade entre os ministros, no entanto. Um deles defende que a renúncia seria a negação de todo o discurso de que o processo de impeachment é um golpe, adotado pela presidente até aqui. Ao bunker do vice-presidente Michel Temer, que vem se preparando para assumir o cargo por 180 dias a partir do dia 11, quando o plenário do Senado decidirá o destino de Dilma, chegou a informação de que a presidente faria, na próxima sexta, um pronunciamento, em cadeia de rádio e TV, lançando a proposta de eleição direta. Ela renunciaria ao cargo e pediria a Temer que fizesse o mesmo.

Comente agora
02
Mai
Contra reajuste zero, servidores estaduais paralisam atividades nesta quarta (4)
Postado por: Dulce Santana / 07:45h

Os servidores do estado da Bahia vão paralisar as atividades na próxima quarta-feira (4) em protesto contra o reajuste zero no salário neste ano de 2016. O governo baiano, impactado pela crise econômica, já anunciou que não terá como conceder aumento. No mesmo dia do protesto, haverá um ato em frente à Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia. No governo, a situação é delicada e a cúpula da administração estadual ressalta o fato de não ter que parcelar pagamento ou atrasar, como tem ocorrido com alguns estados da federação. Outro ponto que impede o governo de avançar no assunto em benefício ao servidor é a Lei de Responsabilidade Fiscal, que não deve ser ultrapassada. (Bocão News)

Comente agora
02
Mai
STF suspende gastos de R$ 100 milhões para publicidade da presidência
Postado por: Dulce Santana / 07:09h

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu uma liminar determinando a suspensão de crédito extra no valor de R$ 100 milhões que seriam destinados à Presidência da República para publicidade. O Solidariedade entrou com ação questionando a constitucionalidade da medida provisória, publicada pelo governo na última sexta-feira (29). Em sua decisão, o ministro disse que não entrou no mérito sobre o tipo de gasto, mas avalia que ele não se enquadra nos critérios estipulados para a Constituição para abertura de créditos extraordinários. "Nada está a indicar que essas sejam, de fato, despesas imprevisíveis e urgentes. São despesas ordinárias. Certamente, não se pode dizer que os gastos com publicidade, por mais importantes que possam parecer ao governo no quadro atual, sejam equiparáveis às despesas decorrentes de guerra, comoção interna ou calamidade pública, que compõem o parâmetro estabelecido no art. 167, § 3º, da Constituição", informa o despacho. Além dos R$ 100 milhões para publicidade, a MP publicada pelo governo prevê também R$ 80 milhões para o Ministério do Esporte. Neste caso, Gilmar Mendes rejeitou o pedido de suspensão. "Isso porque a proximidade dos Jogos Olímpicos torna a urgência qualificada", argumenta.

Comente agora
02
Mai
Sobre Dadau, Secretário de Cultura de SAJ revela: “Não existe nenhum contrato no nome dele com a prefeitura no São João”
Postado por: Dulce Santana / 00:13h

Na tarde deste domingo (01), o Secretário de Cultura de Santo Antônio de Jesus, Everaldo Ferreira Júnior, conhecido Vevé, reuniu a imprensa na sua residência para dá informações de sua ou não saída da secretaria. Segundo as informações, um dos motivos do seu possível afastamento seria a realização São João, tendo em vista que a organização da festa tinha a frente sempre Reinaldo Melo, conhecido’ Dadau. De acordo com fontes ligadas ao prefeito, Dadau não abriria mão do São João. Segundo informou Everaldo, o São João é um produto da Secretaria de Cultura, “enquanto secretário, nós temos a consciência que o São João é o maior produto, o mais comercial, mas não é o único e nem o melhor. Então, quando assumimos a Cultura, Turismo e Juventude, nós viemos com um objetivo de fazer diferente, fazer as coisas acontecerem. E estamos conseguindo esse objetivo”, disse.

Primeira parte desta entrevista bombástica do secretário de Cultura, Dr. Everaldo Ferreira Júnior a imprensa:

Imprensa: Existe uma queda de braço entre Everaldo Júnior e Dadau na administração de Humberto Leite? Quem é quem nesse governo?

Dr. Everaldo Júnior: Criou-se uma grande celeuma em relação a essa questão do São João. O São João não tem protagonista, não existe dono, é uma grande festa que foi motivada ao longo dos anos por todos nós. E olhe que esse São João já tem um tema de valorização da nossa cidade, de valorização das nossas pessoas; “Esse é o São João da nossa terra, essa é a alegria do meu povo”. E com a canção belíssima do Juliano, que eu até apelidei de “filho do forró”, que é o filho de Zé de Belém, nós temos buscado avançar nesse propósito. Quando se trata de um São João, existe uma verdadeira polêmica em relação a isso. A figura do Dadau, eu diria até criada nessa situação como uma pessoa que faz o São João, mas se você for observar nos anos anteriores quando se tem a prefeitura como contratante e as empresas que foram contratadas, não aparecem o nome de Reinaldo Melo, o Dadau, eu sei que ele tem uma grande estima pelo nosso prefeito, grande amizade, mas quando se trata de interesses públicos, dos recursos do nosso município que não tem dono. O recurso da prefeitura não é de Dr. Everaldo, não é do prefeito, não é do senhor Reinaldo Melo. Então, temos que ter o cuidado como será gasto esse dinheiro, por que nos últimos anos, como ano passado, foram gastos quase R$ 7 milhões de reais no São João. E, nós estamos buscando um São João planejado, com a participação de toda a comunidade e orçamentamos eles em R$ 2 milhões e meio de reais, com o objetivo de ter o cuidado com o recurso público, de ter economia com a estrutura, mas não em alegria, não nas escolhas das bandas, não na disponibilidade das pessoas em fazer o melhor São João. Agora, entendemos que essa é uma opção do prefeito, em fazer uma festa legal com a participação de todos, do próprio MP (Ministério Público), do Observatório Social, do CREA (Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia), que está provocando porque se deixa a formação dos camarotes de última hora, sem um planejamento. Hoje, já temos um roteiro para no dia 7 termos um pré-projeto para o CREA de como vai ser a zona do forró, a área e, temos essa preocupação também porque entendemos e precisamos cumprir esses prazos, por que estamos trabalhando com a segurança; temos em vista a criação de uma rota de fuga para evitar acidentes onde se tem multidões. Estamos de mãos dadas para que possamos fazer desse São João o mais seguro, o mais barato, no termo de não ter exageros nas contratações.

Imprensa: Como estar à relação entre Everaldo Junior e o prefeito Humberto Leite?

Everaldo Junior: Eu tenho um grande carinho pelo prefeito Humberto Leite, tenho o maior respeito por ele. Mas digo, não fui eu que me ofereci para ser secretário. Humberto e Everaldo desde outubro mantiveram um pacto de confiança e lealdade. Hoje eu exerço um cargo de confiança, ainda me sinto então como Secretário de Cultura por que não fui exonerado. Ele me nomeou, eu não pedirei para sair, até porque eu não vejo motivos para uma pessoa que tem feito um trabalho reconhecido por todos, inclusive, pela oposição, pela nossa sociedade onde temos a preocupação com os recursos públicos, que sempre tivemos, desde a época da presidência da câmara, enquanto diretor da 4° Dires, e não é diferente com a Secretaria de Cultura. Não podemos ter um orçamento de R$ 4 milhões de reais para a pasta da Cultura, gastar todo no São João, e depois, como iremos fomentar o nosso Centro Cultural? Como iremos fazer a arte funcionar em outros setores? Então temos essa preocupação porque entendemos que a valorização do artista ela tem que ser ampla, o São João é o grande produto, mas não é único. Ele é mais comercial, atrai patrocinadores, mas ele tem que fazer com o que o recurso público venha a sobrar para que se possa fazer outras atividades. Então, essa é a nossa preocupação e eu acho que a mesma do prefeito, até porque ele já reduziu o número de dias, de seis para quatro, já falou em emissoras de rádios que não vai fazer contratações absurdas acima de R$ 200 mil reais. E nós estamos aguardando porquê da mesma forma que fomos nomeados, sabemos que cargos públicos ninguém é dono. Nós não somos, nós estamos. Procuramos vocês da imprensa para dizer que continuo Secretário, continuamos enquanto o prefeito quiser. Enquanto ele disser sim, estaremos junto com ele mantendo esse pacto.

  1. Sobre Dadau, Everaldo diz: "No São João aceitaram ele como secretário interino"

Imprensa: Qual a relação do prefeito Humberto Leite com Dadau?

Everaldo Júnior: Reinaldo Melo é tão amigo do prefeito como é meu amigo. Eu não vejo relação institucional com ele. Eu até procurei enquanto secretário se haveria algum tipo de contratação da prefeitura, em momento algum se ver a assinatura de Reinaldo Melo, e se, ele se diz o fazedor do São João foi porque alguém permitiu, ou os secretários do passado aceitaram, que no período do São João ele se tornasse o Secretário de Cultura interino, ou as empresas que ganharam a licitação e quaternizaram esse serviço para ele, não existe nenhum contrato com Reinaldo Melo, o Dadau. É estranho.

Imprensa: E o senhor, Everaldo como secretário, permitiria este tipo de negócio?

Everaldo Júnior: De maneira nenhuma! Everaldo tem compromisso com o povo Santo Antônio de Jesus, Everaldo tem compromisso com as coisas corretas, claras, transparentes e, o Secretário Everaldo hoje fez desse grande evento, um evento participativo onde todas as pessoas possam participar. As pessoas que estão envolvidas, desde os taxistas, moto taxistas, ambulantes e os músicos. Os músicos estão sendo mapeados, os ambulantes estão sendo cadastrados via SEBRAE, vamos torna-los MEI (Microempreendedor Individual). Essa é a diferença da gente procurar tornar a coisa de uma forma clara, de uma forma objetiva para que possamos nos destacar de forma positiva. Se há alguma relação do Reinaldo Melo com o prefeito, é de amizade. Não existe nenhum contrato, desde a gestão do prefeito, porque não iniciamos o processo de licitatório, e as pessoas já tem o resultado falando que é Dadau que vai fazer o São João. Eu não consigo entender como é que os fatos podem acontecer antes da execução deles. Se for feito no passado, foi porque deram a ele o poder de decisão. Eu fico muito tranquilo porque a manutenção de Dr. Everaldo como secretário é do prefeito. Quando assumir, ele me deu autonomia para resolver as coisas com a participação dos órgãos públicos da cidade. Eu não posso expor um prefeito que tem tudo para ser reeleito, e eu quero ajudá-lo nessa caminhada, me propus isso enquanto nós continuarmos com esse pacto, nós estaremos juntos. Agora, para mim o que interessa é o Diário Oficial. Pedi para sair, eu não pedirei, porque sei da minha responsabilidade, sei do meu papel que estamos desempenhando da melhor forma possível, com maior cuidado, com a participação de toda a comunidade.

  1. Redação e Fotos: Voz da Bahia
Um comentário
01
Mai
Delcídio diz que foi ‘explorado para benefícios’ de Lula e filho de Cerveró
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:52h

Em suas alegações finais ao Conselho de Ética do Senado, o senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) diz que foi “explorado para benefícios de terceiros” e cita o ex-presidente Luiz Inácio do Lula da Silva e Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. No documento, protocolado na sexta-feira (29) e ao qual a Globonews teve acesso, a defesa classifica a representação de “fantasiosa”, “confusa” e “estapafúrdia” e pede a anulação do processo alegando não haver provas. A votação do parecer recomendando ou não a cassação do mandato parlamentar dele está prevista para a próxima terça-feira (3). Procurado pela reportagem, o Instituto Lula ainda não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem. A defesa de Bernando Cerveró nega a utilização de truques cênicos e afirma que a reunião em que foi realizada a gravação aconteceu nos mesmos moldes de outras reuniões entre Bernardo e Delcídio. Os advogados de Delcídio sustentam que “toda a prova que a defesa requereu que fosse trasladada do STF [Supremo Tribunal Federal] para o Conselho de Ética demonstraria que Delcídio do Amaral jamais foi o articulador disso tudo”.

Comente agora
01
Mai
Manifestantes fazem ato de apoio a Jair Bolsonaro
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:44h

Manifestantes fizeram neste domingo (1º) um ato em apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), em frente ao condomínio onde mora o parlamentar, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. O ato, promovido pelo Movimento Direita, Já, foi realizado uma semana depois de um protesto contra o parlamentar, este coordenado pelo grupo Levante Popular, no mesmo local. Bolsonaro também participou do ato deste domingo e discursou para seus apoiadores. Antes mesmo do discurso começar, manifestantes gritaram o nome do coronel Brilhante Ustra,que foi chefe do Destacamento de Operações de Informação - Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi) em São Paulo, na época da ditadura militar. O militar, falecido em 2015, já havia sido homenageado pelo próprio Bolsonaro, durante seu voto a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em 17 de abril, na Câmara dos Deputados. A menção a Ustra, primeiro militar a ser reconhecido, pela Justiça, como torturador durante a ditadura, gerou críticas a Bolsonaro e foi um dos motivos pelos quais o grupo Levante Popular fez o protesto da semana passada. No discurso de hoje, Bolsonaro voltou a exaltar o coronel Ustra, elogiou o presidente militar Emílio Garrastazu Médici (1969-1974) e criticou a presidenta Dilma. “Lula e Dilma não fizeram nada para o Brasil nos últimos 13 anos”, disse Bolsonaro. (Correio)

Comente agora
01
Mai
Sobre sua provável saída da Secretaria de Cultura de SAJ, Everaldo diz: “Ainda continuo secretário até quando o prefeito quiser”
Postado por: Dulce Santana / 17:51h

Após especulações sobre a saída da Secretaria de Cultura do Município de Santo Antônio de Jesus, em uma reunião na sua residência na tarde deste domingo (01) com a imprensa, Dr. Everaldo Ferreira Júnior, conhecido "Vevé", disse: “desde quando firmamos um pacto entre Everaldo com o prefeito Humberto Leite (DEM), pacto de confiança e lealdade, continuo como secretário de cultura, por que fomos nomeados no dia 23 de fevereiro de 2016 e até então não fui exonerado. Acredito que a gente continua como secretário até o prefeito decidir, já que é ele que delibera na sua gestão. Estamos aguardando com muita tranquilidade, pois entendemos que essa é uma opção do gestor”.

Secretário pergunta: “Como vamos ter um orçamento de apenas R$ 4 milhões na Cultura e consumirmos todo no São João?" : 

O secretário colocou que neste São João já se tem um tema de valorização da cidade, “esse é o São João da nossa terra, essa é alegria do meu povo, na festa para este ano, eu tenho cuidado com o recurso público. Vamos fazer o evento com a participação de todos: do MP (Ministério Público); do Observatório Social; do CREA (Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia) que vai nos ajudar na formatação dos camarotes, hoje já há um roteiro para a área do forró; na segurança, uma rota de fuga vai ser criada. Este São João estamos trabalhando para ser o mais seguro, o mais barato, sem exageros nos gastos públicos, sem contratações exageradas já que o próprio MP tem provocado o município que passa por inquéritos. Então, enquanto eu estiver na pasta vou ter essa preocupação. Na entrevista o secretário se preocupa a todo instante com os gastos da festa e traz novos questionamentos: “como vamos ter um orçamento de apenas R$ 4 milhões na Cultura e consumirmos todo no São João? Como iremos fazer a arte funcionar em outros setores? Isso é inadmissível. O São João é o grande produto, mais não é o único para valorizar os nossos artistas".

  1. "Não vejo motivos para minha saída"/ Fotos: Voz da Bahia

Everaldo revela que foi procurado por Humberto para ser secretário e que não vai pedir para sair:

Vevé ainda garanti que não vai pedir para sair, “Não fui que procurei Humberto para ser secretário de cultura, ele me nomeou, ainda não fui exonerado, ele que me convidou. E não vou pedir para sair, até por que não vejo motivos para minha saída, para uma pessoa que tem feito um trabalho reconhecido por todos, inclusive pelos oposicionistas, pela nossa sociedade. Ainda aguardo a decisão do prefeito se ele quer que continuemos dando qualidade a sua gestão ou não. Ainda continuo secretário enquanto o prefeito Humberto quiser", concluiu.

  1. Reportagem e Fotos: Voz da Bahia
Comente agora
01
Mai
PSC reafirma apoio a ACM Neto em pleito municipal
Postado por: Dulce Santana / 17:50h

O Partido Social Cristão (PSC) reafirmou, no último sábado (30), o apoio à reeleição do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). De acordo com a assessoria da legenda, o presidente do PSC, Pastor Everaldo, garantiu que o partido estará trabalhando em conjunto com Neto. “Venho aqui reafirmar que estaremos apoiando o prefeito ACM Neto no pleito municipal. O PSC não terá candidato próprio, mas apoiará Neto nesta caminhada. Tenho certeza que teremos sucesso”, disse Everaldo. Na administração atual, o PSC ocupa a secretaria de Relações Institucionais municipal, com o deputado federal licenciado Irmão Lázaro.

Comente agora
01
Mai
Pesquisa aponta que avaliação negativa de Temer aumentou para 62%
Postado por: Redação Voz da Bahia / 17:02h

Uma pesquisa do Instituto Vox Populi, divulgada nesse sábado (30), aponta que avaliação de um eventual governo de Michel Temer é ruim para a maioria dos entrevistados. Segundo o estudo, a avaliação negativa de Temer aumentou de 61% para 62% em comparação à pesquisa anterior, feita entre os dias 9 e 12 de abril. O percentual dos que consideram que o impeachment não é a melhor solução para o país aumentou de 58% para 66%, também em relação à pesquisa anterior. De acordo com publicação da Agência Brasil, para 32% dos entrevistados, o país vai piorar se Michel Temer assumir a presidência, 29% acham que o desemprego vai aumentar, 34% acreditam em piora nos programas sociais e 32% creem que haverá perda nos direitos trabalhistas. Em relação a desemprego, programas sociais e direitos trabalhistas, 33% acreditam que nada vai mudar se ocorrer o impeachment de Dilma, 36% acham que nada vai mudar em relação ao desemprego e aos programas sociais e 35% em relação aos direitos trabalhistas Os que acreditam em melhora em um eventual governo Temer são 29% em relação a desemprego, 19% no caso dos programas sociais e 21% nos direitos dos trabalhadores. Para os entrevistados, 25% acreditam que o Brasil estará melhor em um eventual governo do atual ex-presidente. A pesquisa também avaliou o desempenho dos deputados na sessão do dia 17 abril, quando foi aprovada a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta. Segundo o Vox Populi, 56% reprovou o comportamento dos deputados, considerando-o ruim ou péssimo. Apenas 15% consideraram bom ou ótimo.

Comente agora
01
Mai
Dilma anuncia reajuste no Bolsa Família de 9% e ataca Temer: "Vai privatizar tudo"
Postado por: Redação Voz da Bahia / 16:55h

Durante um evento do Dia do Trabalho, promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), neste domingo (1º), em São Paulo, a presidente Dilma Rousseff (PT), anunciou o que muitos chamam de "pacote de bondades". Entre os benefícios à população, está o reajuste de 9% no programa Bolsa Família – algo que era cobrado pelos movimentos sociais – a prorrogação de contratos de profissionais do Mais Médicos, além de mais de 25 mil moradias para o programa Minha Casa, Minha Vida Entidades. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o reajuste no pagamento do Bolsa Família já estava previsto no plano de governo do vice-presidente Michel Temer (PMDB), caso o impeachment seja aprovado no Senado. No entanto, Dilma resolveu se antecipar e anunciar o aumento antes. "Essa proposta não nasceu hoje, ela estava prevista desde quando nós enviamos em agosto de 2015 o orçamento para o Congresso. Essa proposta foi aprovada pelo Congresso e diante do quadro atual nós tomamos medidas que garantem um aumento na receita desse ano e nos próximos para viabilizar esse aumento do Bolsa Família", disse a presidente. Foi proposto ainda a correção de 5% na tabela do Imposto de Renda para pessoa física a partir do próximo ano. A presidente aproveitou o seu discurso e subiu o tom mais uma vez quando o assunto foi o processo de impeachment movido contra ela, criticando também as possíveis medidas que Temer (PMDB) pode implementar, se assumir a presidência. De acordo com Dilma, o vice-presidente vai privatizar "tudo o que for possível". "Qual é a primeira vítima dessa lista? O pré-sal", afirmou.

Comente agora
01
Mai
No Facebook, Aécio critica política econômica de Dilma no 1º de Maio
Postado por: Dulce Santana / 16:53h

O senador Aécio Neves criticou a política econômica do governo em sua declaração em homenagem ao dia do Trabalhador publicada no Facebook. No post, o líder do PSDB lembra que "mais de 10 milhões perderam seus empregos em razão de uma política econômica que levou o País ao fundo do poço". "É com esperança e reconhecimento que me solidarizo com cada um deles e renovo minha confiança na força dos brasileiros para reerguemos o nosso País". Na conta do twitter do PSDB também há manifestação atribuída ao senador José Serra de que "não há o que comemorar neste 1º de maio. Se tiver algo a comemorar será a possibilidade de um novo governo". O feriado é marcado desde cedo por manifestações a favor e contra o governo em vários Estados. Em São Paulo, a presidente Dilma discursou por 30 minutos em ato no Anhangabaú e voltou a afirmar que vai resistir após anunciar reajuste do Bolsa Família e correção da tabela de Imposto de Renda Pessoa Física. Com informações do Estadão Conteúdo.

Comente agora
01
Mai
Para presidente do sindicato dos bancários, terceirização é uma ameaça
Postado por: Dulce Santana / 16:32h

O presidente do sindicato dos bancários da Bahia, Augusto Vasconcellos, criticou o projeto que prevê terceirização e confirmou que os bancários irão aderir à greve geral, dia 10 de maio. De acordo ele, o projeto é uma ameaça a categoria. "Os bancos são os maiores interessados em aprovar o projeto de terceirização de autoria de um parlamentar que defende o impeachment. Se aprovado o projeto vamos ter nos bancos trabalhadores de outras empresas e isso significa redução de direitos e perdas salariais. Não vamos aceitar a isso", disse. Durante o ato em homenagem ao dia do trabalhador, neste domingo, no bairro da Barra, ele comentou ainda sobre o processo de impeachment da presidente. "O golpe no país não é um ataque a presidente Dilma e sim aos trabalhadores porque prevê flexibilização da CLT, extinção da política de salário mínimo e por isso dia 10 de maio estaremos também aderindo a mobilização", afirmou. Segundo Vasconcelos haverá uma assembleia com a categoria. "Provavelmente dia 09 vamos ter uma assembleia para definir como vamos aderir à greve geral", explicou.

Comente agora
01
Mai
SAJ: Especulações assinalam que advogada pode vir assumir a Secretaria de Cultura no lugar de Everaldo
Postado por: Dulce Santana / 16:26h

Após várias especulações sobre a suposta saída de Dr. Everaldo Junior que está a frente da secretaria de Cultura do município, neste domingo (01). O Voz da Bahia foi informado que Gilsonilda Correia Bonfim, conhecida ‘Nil’, estaria cotada para assumir a pasta da cultura. Nil é advogada e atualmente ocupa a diretoria da Secretaria de Comércio, Industrial Agricultura e Meio Ambiente. As especulações ainda não são oficiais, no entanto se houver a confirmação, está deve ser publicada no Diário Oficial da Prefeitura.

  1. Reportagem: Voz da Bahia
Comente agora
01
Mai
Após deixar o PT, senador vai assumir cargo no governo petista na Bahia
Postado por: Dulce Santana / 13:59h

Menos de um mês depois de pedir desfiliação do PT por discordâncias com a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT), o senador Walter Pinheiro (sem partido-BA) vai deixar o Senado para assumir um cargo no governo da Bahia, comandado por Rui Costa (PT). A decisão do senador assumir a secretaria de Educação da Bahia foi confirmada à reportagem pelo próprio Pinheiro. A posse no cargo, no entanto, deverá acontecer somente em maio, após a votação do processo de admissibilidade do impeachment da presidente Dilma no Senado. "Desta primeira votação, para instauração do processo, eu devo participar", disse Pinheiro, que afirma já ter uma decisão sobre o impeachment, mas não a divulgará até a votação. Pinheiro faz parte de um grupo de sete senadores que defende a aprovação de uma PEC (Proposta de Emenda a Constituição) para a realização de novas eleições para presidente em outubro, junto com as eleições municipais. Fazem parte deste grupo os senadores Paulo Paim (PT-RS), Cristóvão Buarque (PPS-DF), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Lídice da Mata (PSB-BA) e João Capiberibe (PSB-AP). "Não acho certo essa história de sai Dilma, entra [Michel] Temer. Sou a favor do impedimento do atual governo, formado pelo consórcio PT-PMDB. É mais legítimo deixar o povo escolher uma pessoa que possa unir o país", diz.

Comente agora
01
Mai
Agora é oficial, secretário de cultura de S. A. de Jesus convoca a imprensa para revelar se fica ou deixa o cargo
Postado por: Dulce Santana / 13:45h

O secretário de cultura de Santo Antônio de Jesus, Everaldo Ferreira Júnior, conhecido ‘Vevé’, convocou a imprensa para sua residência neste domingo (01) à tarde para revelar como foi a sua reunião com o prefeito Humberto Leite (DEM) e pronunciar se continua ou não a frente da secretaria. O dilema que pairou é quem encabeçaria o São João deste ano, se Everaldo ou Dadau (produtor do evento do ano passado)? A boca miúda nos bastidores da prefeitura, desponta que Vevé não queria dividir a responsabilidade da festa com Dadau que ficaria responsável pelas contratações das bandas. Na manhã da última sexta-feira (29), em entrevista Leite revelou: “a coisa esquentou. Pode acontecer, pode não acontecer à saída do secretário”. De acordo com o gestor, uma reunião seria realizada durante a tarde do mesmo dia para redefinir a situação. A decisão oficial de Everaldo daqui há algumas horas vai ser revelada a imprensa local através desta convocação.

  1. Reportagem: Voz da Bahia
Comente agora
01
Mai
Dilma deve anunciar reajuste do Bolsa Família e da tabela do IR durante ato em SP
Postado por: Redação Voz da Bahia / 13:21h

A presidente Dilma Rousseff deve anunciar hoje (1º) reajustes no benefício do programa Bolsa Família e na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física. As medidas devem ser anunciadas em evento do Dia do Trabalho, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT). Segundo a CUT, está confirmada a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no ato, que reunirá mais de 60 entidades que formam as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo. As centrais sindicais realizam o ato "em defesa da democracia, contra o golpe e contra a retirada de direitos."

Bolsa Família: A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, dará entrevista coletiva às 15h, no Palácio do Planalto, para detalhar a correção dos benefícios do programa. Para este ano, o Bolsa Família tem R$ 28,11 bilhões. O montante é superior aos R$ 26,41 bilhões gastos em 2015. Durante as discussões do Orçamento deste ano, a Comissão Mista de Orçamento tentou cortar R$ 10 bilhões do Bolsa Família, alegando que o atendimento aos atuais beneficiários não seria prejudicado, mas o governo negociou para reverter a proposta.

Comente agora
01
Mai
Wagner pode voltar à Bahia para ser secretário de Rui e ganhar foro privilegiado
Postado por: Dulce Santana / 10:34h

Os principais auxiliares da presidente Dilma Rousseff em Brasília já planejam o caminho que devem tomar em caso de impeachment, segundo o jornal O Globo. Para o ministro-chefe do gabinete pessoal da Presidência, Jaques Wagner, um novo governo federal pode representar a sua volta à Bahia para ocupar o cargo de secretário em alguma pasta da administração de Rui Costa. Ele também é cotado para assumir um cargo de direção no PT para ajudar a reestruturar o partido. De acordo com o jornalista Lauro Jardim, a manobra também é feita como uma maneira de garantir foro privilegiado ao ministro. Caso ele seja investigado pela Operação Lava Jato, o julgamento caberia ao Tribunal de Justiça da Bahia e não à Justiça Federal do Paraná, com o juiz Sergio Moro. No caso de Edinho Silva, ministro das Comunicações, a tendência é que ele retorne à Araraquara para se candidatar ao cargo de prefeito da cidade do interior paulista. Já o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, pode continuar advogado para Dilma. No entanto, caso a Comissão de Ética Pública considere essa atividade irregular, ele deverá ajudar a presidente informalmente.Os principais auxiliares da presidente Dilma Rousseff em Brasília já planejam o caminho que devem tomar em caso de impeachment, segundo o jornal O Globo.

Comente agora
01
Mai
Pesquisa: brasileiros acham senadores mais preparados para julgar impeachment
Postado por: Dulce Santana / 09:39h

Pesquisa divulgada pelo Instituto Vox Populi neste sábado (30) atesta que 33% dos brasileiros acreditam que os senadores são mais preparados que os deputados federais para avaliar o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). O levantamento encomendado pela CUT também aponta que 25% dos entrevistados acham que senadores são tão preparados quanto deputados, 22% acham que ambos não estão preparados, 7% acham os senadores menos preparados e 14% não quiseram opinar. Atualmente o processo está no Senado, que vai votar o afastamento. Caso seja aprovado, a presidente será notificada e terá que deixar o cargo por 180 dias para sua defesa. O levantamento indica ainda que para 70% das pessoas o Senado vai aprovar o impeachment e 61% pensam que a melhor alternativa para o país é a realização de novas eleições diretas para presidência. A pesquisa foi feita entre os dias 27 e 28 de abril e foram entrevistadas 1.523 pessoas em 97 municípios. O único estado que não foi pesquisado foi Roraima.

Comente agora
30
Abr
Em ato da CUT, Dilma deve anunciar reajuste do Bolsa Família e do IR
Postado por: Redação Voz da Bahia / 20:30h

A presidente Dilma Rousseff deve anunciar neste domingo (1º), durante evento do Dia do Trabalho, promovido na capital paulista pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), reajustes para beneficiários do programa Bolsa Família e na tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física, informou neste sábado (30) Andréia Sadi, da GloboNews (veja vídeo acima). Segundo o Blog do colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti, os anúncios integram uma série de medidas que o governo pretende divulgar antes de o plenário do Senado deliberar, no próximo dia 11 ou 12, sobre o afastamento por 180 dias da presidente por meio de processo de impeachment. Neste sábado, Dilma se reuniu com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, no Palácio da Alvorada, para acertar os detalhes das medidas. Segundo interlocutores do governo, o reajuste na tabela do IR será de 5% e entrará em vigor a partir de 2017. No caso do Bolsa Família, o aumento seria aplicado de imediato.

O reajuste no pagamento destinado aos beneficiários do programa já estava previsto no plano de governo desenhado pelo vice-presidente da República, Michel Temer, caso o impeachment passe no Senado. No entanto, Dilma resolveu se antecipar a ele e anunciar o aumento. Diferentemente de outros anos, quando fez pronunciamentos na TV e nas redes sociais, desta vez, Dilma só deverá se manifestar em um discurso durante o evento nem São Paulo, do qual também participará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Comente agora
30
Abr
STF abre inquérito sobre Renan e Jucá na Zelotes
Postado por: Redação Voz da Bahia / 20:22h

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia, relatora da Operação Zelotes, decidiu abrir um inquérito para investigar a suspeita de envolvimento do presidente do Senado, Renan Calheiros, e do senador Romero Jucá, ambos do PMDB, com um esquema de venda de emendas a medidas provisórias, segundo reportagem do jornal "O Globo" deste sábado. De acordo com o jornal, as investigações tiveram como ponto de partida um diário apreendido com um dos investigados na Zelotes, João Batista Gruginski, em que ele registra um encontro com outro investigado: Alexandre Paes dos Santos. Em depoimento, Gruginski disse que, nesse encontro, ouviu de Alexandre Paes dos Santos que existia uma negociaçao de 45 milhões de reais em propina para senadores favoráveis aos interesses de montadoras de veículos em uma medida provisória. Esses senadores seriam Renan Calheiros, Romero Jucá e Gim Argello, ex-senador do PTB, que foi preso este mês em outra operação, a Lava Jato, noticiou "O Globo". A assessoria de Renan afirmou que o presidente do Senado não conhece o autor da denúncia e que o próprio Alexandre Paes dos Santos afirmou se tratar de um boato que ouviu no mercado. O senador Romero Jucá negou, também por meio de sua assessoria, que tenha recebido recursos por apresentação de emendas à MPs. Os advogados de Gim Argello e Alexandre Paes dos Santos não quiseram se manifestar, segundo o G1, site de notícias das organizações Globo.

Comente agora
30
Abr
Congresso já trabalha pauta para ajudar governo de Michel Temer
Postado por: Dulce Santana / 17:42h

Mesmo sem o Senado ter votado o afastamento da presidente Dilma Rousseff, o Congresso começa a votar na próxima semana uma pauta de projetos alinhados a um eventual governo Michel Temer. Os senadores vão apreciar uma proposta para dar maior flexibilidade ao Executivo para movimentar o orçamento e a Câmara já decidiu filtrar medidas provisórias de Dilma e até a reavaliar acordos firmados pela petista que implicam impacto financeiro para os cofres públicos. Após acerto do vice com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), na quarta-feira, os senadores deverão votar na terça-feira uma proposta que amplia a DRU, que prevê a desvinculação das receitas da União, Estados e municípios. O texto é relatado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR), que deverá assumir o Ministério do Planejamento de Temer e faz parte das articulações do grupo do vice para garantir maior liberdade orçamentária para a nova equipe econômica. Outra proposta que consta da pauta do Senado é a de José Serra (PSDB-SP que fixa um teto de limite de endividamento da União. A apreciação do projeto do senador tucano vem sendo adiado por apelos da atual equipe econômica, mas Serra quer votar logo o texto - ele é cotado para assumir o Ministério das Relações Exteriores na gestão Temer. Renan, que também preside o Congresso, comprometeu-se com o vice a, tão logo ele assuma, convoque uma sessão conjunta das duas Casas Legislativas para aprovar a revisão da meta fiscal de 2016 a fim de evitar a paralisia da máquina pública federal até o fim do próximo mês.

Comente agora
30
Abr
Empreiteiro preso em 2007 diz que Lula sempre ganhou mensalinho da OAS
Postado por: Dulce Santana / 17:02h

O engenheiro Zuleido Veras foi preso em 2007 em uma operação da Polícia Federal, acusado de pagar propina em troca de contratos milionários no governo - um roteiro de corrupção muito similar ao do hoje famoso petrolão. Dono da construtora Gautama, o empreiteiro ficou doze dias na cadeia, respondeu ao processo em liberdade e, neste ano, o Supremo Tribunal Federal considerou nulas as provas contra ele. Na década de 80, antes de abrir o próprio negócio, Veras ocupou durante dez anos um cargo importante na OAS, uma das empreiteiras envolvidas no escândalo de pagamentos de suborno da Petrobras, segundo a Veja. Trabalhou ao lado de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS e hoje um dos condenados no esquema de fraudes na estatal. Nesse período, Veras testemunhou o início de um relacionamento que pode explicar muito sobre alguns eventos ainda em apuração na Operação Lava-Jato. Além dos golpes contra a Petrobras, Léo Pinheiro está sendo investigado por ter pago propina a políticos importantes, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, suspeito de ter recebido de presente da empreiteira um tríplex numa praia do Guarujá e a reforma de um sítio em Atibaia, ambos no Estado de São Paulo. Em entrevista a Veja, Zuleido Veras conta que as relações financeiras entre Lula e a OAS reveladas pela Lava-Jato não o surpreenderam: elas existiam desde que o ex-presidente ainda era apenas um político promissor. O empresário afirma que Léo Pinheiro sempre deu dinheiro a Lula para "sua sobrevivência", valores que hoje ficariam entre "30.000, 20.000, 10.000 reais", e também ajudava "por fora" nas campanhas políticas do ex-¬presidente. Em troca, os petistas estendiam a mão aos interesses da OAS. Em outra declaração polêmica, Veras diz que o petrolão foi criado no governo Lula com a missão de garantir recursos para eleger a presidente Dilma Rousseff (PT). (Bocão News)

Comente agora
30
Abr
Aprovado projeto que sugere pagamento por cartão de crédito e débito nos ônibus
Postado por: Dulce Santana / 16:34h

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade nesta semana um projeto de autoria da vereadora Kátia Alves (SD), que sugere a implantação de sistema de cobrança por cartão de crédito e débito nos ônibus, com o objetivo de reduzir o índice de assaltos a coletivos na cidade. “Com 2,6 mil roubos a ônibus registrados em Salvador no ano passado, numa média de 7,2 casos por dia, conforme tem noticiado a imprensa, é importante investir em alternativas para reduzir essa modalidade de crime, cuja recorrência tem aterrorizado a população da capital”, afirmou a edil neste sábado (30). De acordo com Kátia Alves, a proposta de indicação à prefeitura, caso posta em prática, irá oferecer mais uma opção de pagamento aos usuários de transporte público, diminuindo a circulação de dinheiro nos ônibus que rodam por Salvador. “A medida dará maior segurança a passageiros, motoristas e cobradores”, assinalou a vereadora, lembrando que o número de assaltos a coletivos permanece alto em 2016, com 568 casos registrados na capital, entre 1º de janeiro e o último domingo (24). Para ela, a implantação do Sistema de Bilhetagem Eletrônica (SalvadorCARD) não favoreceu a inibição desses crimes, uma vez que tais cartões também se tornaram alvo de criminosos, especialmente por concentrarem, em muitos casos, altos valores, equivalentes às tarifas de um mês inteiro do usuário. “É preciso encontrar alternativas para coibir os roubos a ônibus e a passageiros, que impactam negativamente a qualidade dos serviços prestados pelas empresas do sistema de transporte coletivo da cidade”, concluiu Kátia Alves.

Comente agora
30
Abr
Ciro Gomes acredita em "milagre" para barrar impeachment
Postado por: Dulce Santana / 16:00h

O ex-ministro da Fazenda, Ciro Gomes (PDT), falou à revista Fórum, no intervalo entre sua entrevista coletiva e a palestra para estudantes da PUC-SP, ocorrido na quinta-feira (28). O político, que é um crítico ao governo Dilma, mas contra o impeachment, que caracteriza como "golpe", declarou que é preciso renovar a esquerda brasileira. “Não acho razoável que o PT não faça pelo menos um mea culpa e não ceda a oportunidade a outros quadros. Não precisa ser eu, mas é preciso renovar a política brasileira”, disse Ciro Gomes. Pelo PDT, Ciro já se lançou como pré-candidato à presidência em 2018, que, mesmo distante, foi impulsionada justamente pela “ameaça” que passa a democracia do país. “Eu aceitei a convocação do meu partido para assumir uma pré-candidatura por que nós consideramos que, neste momento, a democracia brasileira está sendo violentada, está sendo ameaçada na sua sanidade. Que a gente se organize, que a gente organize movimentos de opinião, referências, de gente que tenha algo a dar para a população. E eu tenho uma experiência e não me sinto autorizado a faltar ao Brasil nem ao nosso povo nesse momento”, explicou o ex-ministro. Para o pré-candidato, a esquerda brasileira vai saber se renovar, pois seus valores são “universais e perenes”.

Comente agora
30
Abr
"Quero entrar para a história", diz Michel Temer
Postado por: Dulce Santana / 15:24h

O vice-presidente da República, Michel Temer em seu gabinete no Anexo II do Palácio do Planalto, pode estar cada dia mais próximo de um possível governo. Segundo a revista Veja, o peemedebista enfrenta uma maratona diária de reuniões com políticos, conselheiros, aliados, todos sedentos por ocupar um lugar de destaque em seu eventual governo. O grande desafio é a montagem do ministério, uma meta complicada frente à quantidade de partidos a atender e dos interesses em jogo. O vice-presidente teria dito: "Eu quero entrar para a história". Se chegar à presidência da República e conseguir encerrar o ciclo de recessão, viabilizar os investimentos privados e estimular a geração de empregos tem a chance de entrar para história brasileira. Esta deve ser sua grande aposta. Advogado, Temer confessa ter pouco conhecimento sobre economia. Tarefa que deixará a cargo de Henrique Meirelles, presidente do Banco Central no governo Lula. Em seu governo, a presidente Dilma se recusou a nomeá-lo para chefiar sua equipe econômica, e agora Mirelles deve assumir o Ministério da Fazenda caso ocorra um governo Temer. Na semana passada, Temer solicitou que ele analise um documento entregue por Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a Fiesp. Tal declaração propõe um grande corte de despesas e a venda de parte das estatais para reforçar o caixa

Comente agora
30
Abr
Ministro Jaques Wagner confirma presença em Salvador no ato de 1º de maio
Postado por: Dulce Santana / 14:47h

O ato em homenagem ao dia do trabalhador na capital baiana contará com a presença do ministro chefe de gabinete da presidência, Jaques Wagner. Conforme o presidente da CUT-BA, Cedro Silva, o ex-governador da Bahia confirmou presença no ato que visa mobilizar a “população contra o golpe”, disse. Além dele, estão confirmadas também a presença do deputado federal Afonso Florence (PT-BA), deputado estadual Rosemberg Pinto(PT), vereador Waldir Pires, dentre outras políticos. Conforme Cedro, a expectativa de público é de 50 mil pessoas no Farol da Barra. O evento deve começar as 11h e a previsão de término é as 18h. Após o ato ocorrerá uma assembleia para definir a agenda de mobilização contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Comente agora
30
Abr
Câmara do Rio de Janeiro instaura CPI para apurar obras do Jogos Olímpicos
Postado por: Dulce Santana / 14:34h

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar e apurar fatos determinados acerca do uso dos recursos, como também os incentivos e benefícios fiscais, relacionados à realização dos Jogos Olímpicos de 2016. A abertura do colegiado ocorreu na última quinta-feira (28). De acordo com a assessoria de comunicação da Casa, lideranças partidárias, seguindo o critério de proporcionalidade de representação da Câmara, já indicaram os membros. Dos cinco membros, quatros são do PMDB, partido do prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes. São eles: Thiago K.Ribeiro, Átila A. Nunes, Eduardão e Jorginho da SOS. O autor do requerimento para criação da Comissão, vereador Jefferson Moura (REDE), também integra o colegiado. Os vereadores Paulo Pinheiro (PSOL) e Célio Luparelli (DEM) serão suplentes.

Comente agora
30
Abr
Pré-candidatura de Augusto Júnior a prefeitura de Ilhéus é oficializada
Postado por: Dulce Santana / 13:42h

A pré-candidatura do soldado Augusto Junior (PPS) à prefeitura de Ilhéus nas eleições municipais deste ano foi oficializada na noite desta sexta-feira (29), na Câmara de Vereadores da cidade. "Vamos fazer Ilhéus voltar para os trilhos do desenvolvimento, com olhar especial na melhoria da prestação dos serviços públicos", disse Augusto Junior, em sua fala. Estiveram presentes no evento o deputado estadual soldado Prisco (PPS), o líder do governo na Câmara de Salvador, vereador Joceval Rodrigues (PPS), e o presidente da legenda em Ilhéus, Gildeval Bispo. (Bocão News)

Comente agora
30
Abr
Supremo quer impedir Cunha de assumir presidência da República em governo Temer
Postado por: Dulce Santana / 11:00h

Nos bastidores, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliam uma maneira de impedir o presidente da Câmara, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), de assumir a presidência em um eventual governo do vice-presidente Michel Temer (PMDB). Os ministros entendem que não há argumentos jurídicos fortes e suficientes para tirar Cunha da presidência da Câmara, mas podem barrar o peemedebista de ser vice-presidente da República. Segundo a Constituição, se for aberto processo contra um presidente da República, ele precisa ser afastado do cargo durante as investigações. O STF vai precisar decidir se essa regra também se aplica aos substitutos da presidente. Se Dilma Rousseff (PT) sofrer impeachment e Temer assumir o posto, Cunha será, na prática, o vice-presidente da República. No caso de Cunha ficar proibido de exercer o cargo, a linha sucessória prevista na Constituição seguiria sem ele. Temer seria substituído, em caso de ausência, pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e, na sequência, pelo presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski. A regra da Constituição de impedir réus de ocupar a Presidência da República não poderia ser aplicada a Renan. Embora ele responda a 11 inquéritos no STF, ainda não foi aceita nenhuma denúncia contra o senador. Portanto, ele não é réu. Das investigações abertas contas Renan, nove são na Lava-Jato e duas são sobre a suspeita de que uma empreiteira teria pagado despesas pessoais de Mônica Veloso, com quem o senador tem uma filha. Cunha é investigado na Corte em uma ação penal e três inquéritos, todos relativos à Lava-Jato.

Comente agora
30
Abr
Marcell Moraes cobra reajuste de salários da Embasa para todos servidores do estado
Postado por: Dulce Santana / 10:31h

O deputado estadual Marcell Moraes (PV) cobrou neste sábado (30) que o governo conceda o mesmo reajuste que os servidores da Embasa terão ao conjunto de servidores públicos do estado da Bahia. De acordo com o parlamentar, seria justo aplicar a mesma taxa de 10,79% a toda administração estadual. "O governador, se conceder esse ajuste pedido pela Embasa, não terá como sustentar a sua fala de 0% para os outros servidores. Porque uns merecem e outros não?", indagou. O deputado lembrou ainda que, caso o aumento aconteça, o cidadão que irá arcar com o acréscimo. "A imprensa já noticiou que a tarifa residencial social, por exemplo, passará de R$ 10,30 para R$ 11,43. O governo está penalizando o povo, mas não tira do próprio bolso. É um absurdo", disse. Vale lembrar que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) solicitou reajuste de 10,97% das tarifas de água e esgoto nos municípios onde atua (veja aqui). O pedido foi feito à Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), que divulgará a decisão no Diário Oficial do Estado. Caso seja aceito, o aumento será aplicado de forma linear nas tarifas cobradas atualmente.

Comente agora
30
Abr
Jutahy é cotado para assumir presidência da Câmara dos Deputados
Postado por: Dulce Santana / 09:36h

O deputado baiano Jutahy Magalhães Júnior (PSDB-BA) pode assumir a presidência da Câmara dos Deputados, caso o vice-presidente Michel Temer (PMDB) se torne o presidente do país. Conforme o Estado de S., o pemedebista ofertaria o cargo ao PSDB para ter apoio dos tucanos. Jutahy então seria o nome mais cotado no partido. O deputado já foi líder da bancada tucana e tem forte ligação com o senador José Serra (PSDB), que também deve integrar o possível governo de Michel Temer. O presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) deixa o comando da Casa a partir de fevereiro de 2017. (Bocão News)

Comente agora
30
Abr
Neto busca se fortalecer no interior e lança candidato em Alagoinhas
Postado por: Dulce Santana / 09:31h

Como parte da estratégia para as eleições gerais de 2018, o prefeito ACM Neto (DEM) participou, na noite desta sexta-feira (29), do lançamento da pré-candidatura do médico Joaquim Neto (DEM) à prefeitura de Alagoinhas. Segundo o site Gazeta dos Municípios, em sua fala, o gestor soteropolitano disse que o Democratas irá apresentar um projeto “revolucionário” para a cidade. “Os nossos melhores técnicos, eles vão fazer o melhor projeto de Governo que Alagoinhas já viu”, prometeu ACM Neto. “O amanhã será o coroamento dessa festa, pois acredito que o povo de Alagoinhas saberá dar o voto de credibilidade a esse cidadão de sua terra”, acrescentou. O evento contou com a participação do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, e do deputado federal Paulo Azi, ambos do DEM. A estratégia do prefeito ACM Neto, claro, é fortalece os partidos da sua base no interior do estado para a sua eventual candidatura ao governo da Bahia em 2018. Alagoinhas é um dos 10 maiores colégios eleitorais do estado. Quatro nomes devem disputar a prefeitura de Alagoinhas nas eleições municipais deste ano. Um deve ser o candidato apoiado pelo prefeito Paulo Cézar (PDT), que ainda não está definido [são cotados: Roberto Torres, presidente da Câmara, os secretários João Rabelo, Sônia Fontes, Renato Almeida, Ranyeri Miranda e Harnoldo Azi]. Outro pré-candidato é o vereador Radiovaldo Costa (Rede), que deixou o Partido dos Trabalhadores para concorrer ao Executivo Municipal. As executivas estadual e municipal do PT já definiram o candidato. Segundo o comandante estadual da legenda, Everaldo Anunciação, o deputado Joseildo Ramos foi escolhido pelos membros do partido para disputar o cargo. Embora a sigla tenha definido o parlamentar como candidato, o petista ainda não decidiu se concorrer ao pleito.

Comente agora
30
Abr
Marqueteiro do PT planejava pronunciamento de Lula na TV
Postado por: Dulce Santana / 09:00h

O conteúdo e forma mais adequados a este programa seria -e é!- uma fala de dez minutos do presidente Lula - ele fazendo o depoimento que precisa fazer e está devendo a si mesmo, ao partido e à nação." E-mails interceptados na Operação Lava Jato mostram o marqueteiro João Santana, responsável pelas campanhas à Presidência do PT, defendendo um longo pronunciamento do ex-presidente Lula sobre a crise no programa partidário do partido na TV no início deste ano. Santana foi preso em fevereiro sob suspeita de receber no exterior dinheiro desviado da Petrobras. Em mensagem em dezembro passado ao presidente do partido, Rui Falcão, Santana diz que o pronunciamento de Lula na TV seria uma grande oportunidade. "Trata-se de rede nacional, produzida e controlada pelo partido. Momento raro e único!", diz. O programa do PT foi ao ar no dia 23 de fevereiro, por coincidência, mesmo dia em que Santana e a mulher se entregaram à Polícia Federal. A fase Acarajé da Lava Jato foi deflagrada um dia antes. No horário do partido na TV, Lula acabou aparecendo por apenas um minuto. Santana diz na mensagem que não teria como dirigir o vídeo, mas poderia opinar.

Comente agora
30
Abr
Ministério da Cultura pode ser absorvido pelo o da Educação
Postado por: Dulce Santana / 08:21h

Juca Ferreiras (Cultura) é um dos ministros que está com a malas prontas para deixar o governo tão logo a presidente Dilma Rousseff (PT) seja afastada pela comissão especial do Senado que analisa o processo de impedimento da mandatária. Embora não comente o assunto, Juca está inconformado com uma especulação que vem sendo divulgada com intensidade nos últimos dias: trata-se da junção do Ministério da Cultura com o da Educação. No bojo da reforma proposta por Michel Temer, vice-presidente que assumirá a chefia do Poder Executivo assim que Dilma for afastada, há uma clara intenção de reduzir a quantidade de ministérios, ainda que a absorção de pastas não represente em si grandes economias e tampouco seja suficiente para tirar o país da crise, a ideia do peemedebista, segundo pessoas próximas a ele, é dar uma resposta a aqueles que pedem redução do tamanho da máquina pública. Neste sentido, reduzir o número de ministérios é essencial, embora não represente necessariamente um corte de gasto significativo. A ideia é antagônica à da atual gestão que criou ministérios e fundou secretarias com status ministerial com o objetivo de atender a determinados segmentos que precisavam de foco e “poder de fogo”, no entanto, não é incorreto afirmar que muito mais poderia ter sido feito nestes anos. Ou seja, o fato de uma secretária não necessariamente garante atenção e eficiência no atendimento das demandas de determinada área. Voltando ao ministério da Cultura, Michel Temer ainda não falou sobre o assunto. Juca Ferreira também não comentou oficialmente o assunto. O fato é que Marta Suplicy, a senadora que trocou o PT pelo PMDB, caso não seja eleita prefeita de São Paulo, pode ser indicada ao ministério da Cultura/Educação. Outro senador, Cristovam Buarque (PPS) também teve o nome aventado, mas já se negou a participar da eventual futura gestão de Michel Temer. (Agência Brasil)

Comente agora
29
Abr
PEC exige diploma de ensino superior para disputar eleição
Postado por: Redação Voz da Bahia / 23:06h

Tramita no Congresso Nacional uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece a exigência do diploma de ensino superior para a candidatura de cargos eletivos. Se o projeto for aprovado, apenas pessoas que concluíram a faculdade poderão concorrer às cadeiras de presidente da República, governador, senador, deputado federal, estadual ou distrital, prefeito e vereador. A PEC impediria, por exemplo, uma eventual candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Planalto em 2018. De acordo com um levantamento feito pelo Correio, quase 20% dos parlamentares brasileiros não possuem nível superior completo e, por isso, não poderiam ter sido eleitos, caso a lei já estivesse em vigor. Na Câmara, dos 513 deputados escolhidos pela população em 2014, 102 não concluíram a faculdade. Entre os senadores, 13 dos 81 não chegaram ao terceiro grau. Na esfera executiva, quatro dos 27 governadores também não são formados: Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), Marcelo Miranda (PMDB-TO), Raimundo Colombo (PSD-SC) e Wellington Dias (PT-PI). A proposta, no entanto, abre uma brecha para que políticos com um mandato já em vigor possam buscar a reeleição para o mesmo cargo. 

Comente agora
29
Abr
'Acredito na idoneidade e na honestidade da presidenta', diz Kátia Abreu no Senado
Postado por: Anacley Souza / 19:22h

A ministra da Agricultura Kátia Abreu, segunda a falar na comissão do impeachment no Senado em defesa da presidente Dilma Rousseff, alertou que a subvenção agrícola não pode ser comparada a um empréstimo. “Operação de crédito é o que o produtor assume com o banco. Não há deslocamento de dinheiro do banco para o Tesouro. O banco desloca para o produtor e o Tesouro desloca para o banco”, explicou. A ministra fez a defesa de Dilma, logo depois do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Com uma exposição focada unicamente no que ficou conhecido como pedaladas fiscais – possíveis atrasos de pagamentos aos bancos públicos – Kátia Abreu afirmou que o que foi feito pela agricultura brasileira nos últimos cinco anos, durante o governo da presidente Dilma, foi um marco para o setor. Segundo ela, a declaração não deve ser vista como crítica aos outros presidentes da República, mas explica como duas pessoas, de partidos diferentes, trabalham hoje juntas. Kátia Abreu é um dos nomes do PMDB que não deixaram o ministério de Dilma, depois que o partido anunciou ruptura na aliança, criando um impasse dentro do próprio Planalto entre a presidenta e o vice Michel Temer. “Eu apoio a presidente Dilma pela reciprocidade que ela deu à agricultura brasileira nos últimos cinco anos. Acredito na idoneidade e na honestidade da presidenta”, afirmou. Segundo ela, do saldo de R$ 10,4 bilhões que o Banco do Brasil tinha a receber do Tesouro, 60% foi aplicado no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e 40% destinado a médios e grandes produtores.

Comente agora
29
Abr
'Estamos com ele': A cidade do Líbano que torce para que Temer vire presidente
Postado por: Anacley Souza / 19:04h

Enquanto no Brasil o vice-presidente Michel Temer (PMDB) enfrenta desconfiança de parte da população – 60% querem sua renúncia, afirma o Datafolha – na pequena cidade de Btaaboura, no norte do Líbano, "sua aprovação é de 100%", ao menos segundo as contas do prefeito da cidade. "Nós acompanhamos de perto pela televisão e sabemos da rejeição e acusações que ele enfrenta no Brasil. Mas estamos ao lado dele até o fim. Se Deus quiser, o próximo presidente da República do Brasil será Michel Temer", diz à BBC Brasil o advogado Bassam Barbar, prefeito da localidade de 700 habitantes. A explicação para tanta torcida é que o peemedebista tem raízes na pacata cidade. Sua família imigrou para o Brasil em 1924 – ele nasceria em Tietê (SP) 16 anos depois. Temer visitou Btaaboura em 1997, quando era presidente da Câmara dos Deputados, e em 2011, já como vice de Dilma Rousseff, hoje alvo de um pedido de impeachment. Foi recebido com festa: virou nome de uma rua na entrada da cidade e ganhou uma placa. Com a possibilidade de que assuma o Palácio do Planalto, uma praça está em construção para uma nova homenagem – cerca de US$ 100 mil (cerca de R$ 350 mil) foram gastos no projeto. O prefeito rebate as críticas de que seria melhor aplicar a verba em melhorias para a localidade, que tem poucos recursos.

Comente agora
29
Abr
Áudio pornô vaza em comissão do impeachment no Senado
Postado por: Anacley Souza / 17:33h

Durante o pronunciamento do senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB), na comissão no Senado Federal que analisa o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff nesta quinta-feira, 28, um áudio misterioso vazou do celular de algum presente na sessão. A comissão recebeu os juristas Miguel Reale Jr. e Janaina Paschoal, dois dos autores do pedido de afastamento. E apesar do foco total nos discursos realizados pela dupla, um momento, digamos, constrangedor, roubou a cena durante a maratona de debates. Durante o pronunciamento do senador que analisava a defesa do pedido, feita minutos antes por Janaina, um áudio misterioso vazou. Espantado, o parlamentar pediu para que os segundos perdidos com o surgimento do áudio fossem compensados: "Peço que desconte do meu tempo o choro do bebê". Mas apesar da fala de Cássio, visivelmente se percebe que o áudio se trata de um gemido, apontado por muitos como um daqueles conteúdos espalhados em redes sociais e no WhatsApp disfarçados em links encurtados.

Comente agora
29
Abr
Dilma classifica acusação no impeachment como "ridícula"
Postado por: Débora Ayane / 17:04h

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta sexta-feira (29) uma Medida Provisória que permite a prorrogação da permanência de profissionais brasileiros formados no exterior e estrangeiros no Programa Mais Médicos. Em pronunciamento, Dilma atacou o processo de impeachment que tramita no Senado e desconstruiu os argumentos da acusação. Para a presidente, a tese defendida pelos autores da denúncia é "ridícula". "Qualquer um que proponha fazer ajuste fiscal reduzindo direitos da população está propondo um grande retrocesso. Muito pior ainda se ousar eliminar a vinculação obrigatória nos gastos em saúde previstos na emenda 29 da Constituição. Além de rasgar nossa lei maior, fere os direitos básicos do povo brasileiro", garantiu Dilma. "Este processo em curso se trata de uma eleição indireta coberta com o manto do impeachment."

Comente agora
29
Abr
Ao fazer comparações com sua gestão, prefeito de SAJ declara: “O EUA é a mesma coisa que o Brasil, lixo na rua e mendigo”
Postado por: Dulce Santana / 12:51h

Em entrevista à Rádio FM na manhã desta sexta-feira (29), o prefeito Humberto Leite (DEM), falou sobre diversos assuntos, dentre eles, a inauguração da Cidade Nova 2, “todo mundo quer crucificar a prefeitura, mas no dia da inauguração vocês vão estar lá vendo é o governador da Bahia”, declarou. Segundo ele, a obra é de responsabilidade do governo do estado, “eles que vão marcar a data da inauguração. Se dependesse do prefeito Humberto Leite, já teríamos entregue a população essas casas”, disse. O gestor alegou que após a transferência dos serviços de financiamento para o Banco do Brasil, houve um atraso no andamento das atividades. Questionando sobre os andamentos das unidades de saúde da cidade, principalmente o Zilda Arns, o prefeito disse que isso acontece em todos os lugares do Brasil, inclusive no mundo, “tenho um amigo que mora nos Estados Unidos e ele me disse que lá é quase a mesma coisa do Brasil: lixo na rua, mendigo e gente pedindo esmolas, então tirou até meu complexo. A medida que vai acontecendo os problemas, a gente procura solucionar”, pontou. Ele ainda ressaltou na entrevista, que as unidades de saúde estão funcionando normalmente.

  1. Redação: Voz da Bahia
Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com