As comentadas


Bom dia , Terça-feira, 26/07/2016








Enquete



Reflita

Blog

Política

15
Jun
Força-tarefa da Lava Jato diz ter 'elementos concretos' para denunciar Lula
Postado por: Dulce Santana / 07:45h

A força-tarefa da Operação Lava Jato avalia que já possui "elementos concretos" para denunciar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em pelo menos três das seis frentes de investigação. A espera agora é pela remessa definitiva dos documentos comprobatórios chegarem em Curitiba, como determinou o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com O Globo, as denúncias são sobre o tríplex do Guarujá, a reforma no sítio de Atibaia e o aluguel de contêineres para transportar o acervo de Lula, pagos pela OAS. Foram enviados para Curitiba três petições, três inquéritos e dez ações cautelares, todos sob sigilo. As investigações contra Lula estão paralisadas desde 28 de março, quando Moro determinou o envio das ações ao STF, após aparecerem interceptações do petista conversando com a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Na gravação, Dilma avisa a Lula que lhe enviará um termo de posse para ser usado, se necessário. Os áudios não poderão ser incluídos na lista de provas, já que Teori os anulou. Além das três suspeitas, os investigadores apuram ainda se o Instituto Lula e a empresa LILS Palestras, de propriedade do ex-presidente, foram usados para recebimento de vantagem indevida de empreiteiras em troca de contratos na Petrobras.

Comente agora
14
Jun
Dilma é notificada para depor na Lava Jato
Postado por: Anacley Souza / 22:23h

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) foi notificada nesta terça-feira (14) para depor na Lava Jato. Ela foi incluída como testemunha de defesa de Marcelo Odebrecht, presidente da construtora que leva o sobrenome do empresário. No ofício, o juiz Sérgio Moro diz que ela pode vir até a Justiça Federal, falar por vídeo conferência ou até responder às perguntas por escrito - Dilma tem cinco dias para informar qual a sua preferência. A ação investiga o que a Lava Jato chama de Departamento de Pagamento de Propinas, que funcionaria dentro da Odebrecht. As investigações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que estavam no Supremo Tribunal Federal, foram enviadas ontem (13) para Moro. Agora, três inquéritos envolvendo Lula estão nas mãos do juiz encarregado da Lava Jato. Um deles apura se o sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, pertence ao ex-presidente e se as obras feitas no local por empreiteiras foram legais. O outro investiga se empresas pagaram valores ilegais ao ex-presidente por meio de contrato de palestras nunca realizadas. Já o terceiro é sobre o triplex no Guarujá, litoral paulista - a força tarefa quer saber se Lula ocultou patrimônio e qual o motivo real da reforma bancada pela empreiteira OAS no imóvel. O Supremo Tribunal Federal também decidiu anular o uso do áudio de uma conversa entre Lula e Dilma Rousseff, que foi feita após a determinação de Sérgio Moro de encerrar os grampos. No áudio, Dilma comunica que está enviando o termo de posse para que ele usasse, caso necessário, já que o cargo de ministro daria foro privilegiado ao ex-presidente.

Comente agora
14
Jun
Por 11 votos a 9, Conselho de ètica vota a favor da cassação de Cunha; Tia Eron votou pela cassação
Postado por: Anacley Souza / 21:17h

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (14), por 11 votos a 9, parecer do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) que pedia a cassação do mandato do presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os dois votos decisivos foram da deputada Tia Eron (PRB-BA), que não tinha antecipado a sua posição, e de Wladimir Costa (SD-PA), que havia dado indicações de que votaria contra a cassação. Antes da votação, ele chegou a dizer que não havia como contestar a defesa de Cunha e afirmou que o presidente afastado não havia mentido. O processo seguirá agora para o plenário da Câmara. Qualquer punição só poderá ser aprovada em definitivo com o voto de ao menos 257 dos 512 deputados (Cunha está com o mandato suspenso e não pode participar de sessões na Casa). Veja os votos:

SIM: 11 votos
Betinho Gomes (PSDB-PE)
Júlio Delgado (PSB-MG)
Leo de Brito (PT-AC)
Marcos Rogério (DEM-RO), relator do processo
Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS)
Paulo Azi (DEM-BA)
Sandro Alex (PPS-PR)
Tia Eron (PRB-BA) - não tinha antecipado o voto
Valmir Prascidelli (PT-SP)
Zé Geraldo (PT-BA)
Wladimir Costa (SD-PA) - a expectativa era que ele votasse não

NÃO: 9 votos
Alberto Filho (PMDB-MA)
André Fufuca (PP-MA)
João Bacelar (PR-BA)
Laerte Bessa (PR-DF)
Mauro Lopes (PMDB-MG)
Nelson Meurer (PP-PR)
Sérgio Moraes (PTB-RS)
Washington Reis (PMDB-RJ)
Wellington Roberto (PR-PB)

Comente agora
14
Jun
Conselho de Ética aprova parecer para cassação de Cunha com 11 votos favoráveis
Postado por: Anacley Souza / 17:56h

O Conselho de Ética aprovou nesta quarta-feira (14), por 11 a 9, parecer do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) pela cassação do mandato do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A decisão ocorre uma semana após ser divulgada notícia de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão de Cunha. O peemedebista é acusado, no processo por quebra de decoro parlamentar, de manter contas secretas no exterior e de ter mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras no ano passado. Ele nega e afirma ser o beneficiário de fundos geridos por trustes (entidades jurídicas formadas para administrar bens e recursos). Com a aprovação do relatório de Marcos Rogério, abre-se prazo de cinco dias úteis, a partir da publicação no Diário Oficial, para a defesa de Cunha recorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que poderá opinar apenas sobre aspectos formais do relatório e não sobre o mérito. Em seguida, o processo segue para o plenário da Câmara. Qualquer punição só poderá ser aprovada em definitivo com o voto de ao menos 257 dos 513 deputados. O relatório de Marcos Rogério, que foi aprovado pela maioria, diz que trustes e offshores foram usados pelo presidente afastado da Câmara para “ocultar" patrimônio mantido fora do país e para receber propina de contratos da Petrobras. No parecer, o deputado diz que Cunha constituiu trustes no exterior para viabilizar a "prática de crimes". (G1)

Comente agora
14
Jun
'Nenhum dos senhores manda nessa nega aqui', diz Tia Eron em sessão da Câmara
Postado por: Anacley Souza / 17:53h

A deputada baiana Tia Eron (PRB) marcou presença na sessão da Câmara que irá votar a cassação do mandato do presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nesta terça-feira (14). A parlamentar se disse surpresa com o fato de ter sido procurada pelos colegas, diferente do que ocorreu na semana passada, quando ela não compareceu ao plenário. "A semana passada, diferentemente de hoje, me surpreende os senhores não me procurarem, nem sequer citarem meu nome. Entenderam que de fato não mandam nessa 'nega' aqui, nenhum dos senhores manda", afirmou. Tia Eron falou ainda que estava Casa assistindo a sessão pela TV. Segundo ela, o motivo de não ter comparecido ao salão foi para poder olhar nos olhos dos membros do Conselho. "Os olhos refletem muito mais do que a boca não tem coragem de dizer. Para ouvir determinados colegas eu ficava até de pé. Eu não fui abduzida", relatou. Tia Eron ainda criticou os colegas que fizeram piada com o fato de ela não ter aparecido na sessão. "Estamos aqui como julgadores, e como tais a primeira função que esse Conselho precisa ter é a capacidade de olhar para dentro de si, e se a perdermos, esse Conselho precisa ser ressignificado", disse em tom de desabafo. Ela completou a fala dizendo que foi chamada porque alguém precisa resolver o problema que os homens da Câmara não foram capazes solucionar. "Por isso chamam: 'Cadê Tia Eron?' Pra resolver o problema que os homens aqui não conseguiram resolver. Tia Eron vai resolver, já que é pra resolver, já que é pra decidir. Eu vou resolver", finalizou. (Globo)

Comente agora
14
Jun
STF abre inquérito para investigar Renan, Jucá, Raupp e Jader Barbalho
Postado por: Débora Ayane / 16:58h

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nesta terça-feira (14) a abertura de um novo inquérito para investigar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e os senadores Romero Jucá (PMDB-RR), Valdir Raupp (PMDB-RO) e Jader Barbalho (PMDB-PA).Os quatro serão investigados por suspeita de desvios na construção da hidrelétrica de Belo Monte. Pelo mesmo motivo, já havia sido aberto no fim de maio um inquérito sobre o senador Edison Lobão (PMDB-MA).Todos são suspeitos pela prática de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, por suposto recebimento de propina em contratos da obra. O caso de Belo Monte está sob relatoria do ministro Luiz Edson Fachin e tramita fora dos processos relativos à Operação Lava Jato.A investigação das suspeitas de pagamento de propina na construção da hidrelétrica de Belo Monte foi autorizada por Fachin com base na delação premiada de Luiz Carlos Martins, funcionário da empreiteira Camargo Corrêa, dentro da Operação Lava Jato.Embora o relator dos processos da Lava Jato no STF seja o ministro Teori Zavascki, o tribunal sorteou um novo ministro porque a denúncia de Martins não se trata de um desdobramento do esquema de corrupção que atuava na Petrobras.

Comente agora
14
Jun
Relator rejeita voto em separado que abranda pena de Cunha: ‘admite quebra de decoro’
Postado por: Débora Ayane / 16:37h

O relator do processo contra o deputado federal Eduard Cunha (PMDB-RJ) no Conselho de Ética, Marcos Rogério (DEM-RO) rejeitou o conteúdo do voto em separado apresentado pelo baiano João Carlos Bacelar (PR-BA). No pedido, Jonga Bacelar pedia um abrandamento da pena de Cunha, que seria suspenso por três meses ao invés de cassado conforme recomenda o voto original de Rogério. “Analisei o voto em separado de João Carlos Bacelar e as ponderações feitas por cada um de vocês do Conselho de Ética, mas especialmente no tocante do voto em separado não há como concordar com os argumentos ali apresentados. No próprio voto em separado, ele admite a quebra de decoro parlamentar face ao deputado”, afirmou o relator. Segundo ele, a discordância do voto refere-se apenas à sanção e não ao mérito dos alvos das representações em desfavor com Cunha. “A mentira e opção deliberada do parlamentar restariam sem sombra de dúvidas. O trust não passa de um laranja sofisticado para esconder dinheiro no exterior”, citou Rogério.

Comente agora
14
Jun
Prefeito de Nazaré sofre representação ao Ministério Público
Postado por: Redação Voz da Bahia / 16:23h

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (14/06), determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o prefeito de Nazaré, Milton Rabelo de Almeida Júnior, para apuração de suposta prática de improbidade administrativa em razão da irrazoabilidade dos gastos com locação de veículos no exercício de 2014. O relator do processo, conselheiro Fernando Vita, também multou o gestor em R$20 mil. A denúncia foi formulada por um cidadão e questionou a regularidade da contratação da empresa Romildo Santos & Cia Ltda., que teve por objeto a locação de veículos no exercício financeiro de 2014, quando o município possuia frota própria de 45 veículos, número este que, no seu entendimento, seria suficiente ao atendimento de suas atividades. Além disso, indicou elevados dispêndios com a contratação do serviço de locação de veículos, que atingiram, quando somados os contratos celebrados com as empresas Romildo Santos & Cia e Itacaisam Construções Serviços e Transportes, o montante de R$ 1.574.165,97. A relatoria concluiu que o gasto exacerbado com locação de veículos constitui uma prática reiterada do prefeito de Nazaré, que já foi advertido no parecer prévio relativo às contas de 2013 sobre a irrazoabilidade de tais gastos. Da mesma forma, o gestor não conseguiu demonstrar a razoabilidade das despesas realizadas 2014, em ofensa aos princípios constitucionais da economicidade e razoabilidade. Cabe recurso da decisão.

Comente agora
14
Jun
Comissão do Impeachment começa a ouvir segunda testemunha de defesa de Dilma
Postado por: Débora Ayane / 16:13h

A Comissão Processante do Impeachment retomou os trabalhos de hoje (14) com a oitiva do ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar, que fala como testemunha de defesa da presidenta afastada, Dilma Rousseff. A oitiva de Nassar começou após intervalo de cerca de meia hora para almoço dos senadores. Pela manhã, a comissão ouviu o ex-secretário de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Gilson Alceu Bittencourt. Ainda hoje, a comissão tomará o depoimento do ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Luciano Coutinho. Os três são as primeiras das 40 testemunhas arroladas pelo advogado de defesa de Dilma, José Eduardo Cardozo.

Publicidade

Comente agora
14
Jun
Conselho de Ética começa a decidir futuro político de Eduardo Cunha
Postado por: Débora Ayane / 15:33h

Com a presença de 21 parlamentares, começou agora a reunião do Conselho de Ética da Câmara que deve votar nesta terça-feira (14) o parecer do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) pela cassação do presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por quebra de decoro parlamentar. A maior expectativa com o desfecho do caso, que já se arrasta há oito meses, é a presença da deputada Tia Eron (PRB-BA) na sala de sessão. Tia Eron, que substituiu no conselho o primeiro relator do caso, Fausto Pinato (PRB-SP), ainda não se manifestou publicamente e evitou falar com jornalistas antes do início da sessão. A parlamentar pode decidir o futuro do representado caso permaneça na reunião. Pela contabilidade do colegiado, Cunha tem dez votos a favor e nove contra. Eron pode engrossar o apoio ao peemedebista ou empatar o placar, passando para o presidente do conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), favorável ao afastamento, a decisão sobre o placar final. Antes da votação, Araújo anunciou o recebimento de um documento do Banco Central informando que a instituição decidiu multar Eduardo Cunha em R$ 1 milhão e sua mulher, Cláudia Cruz, em R$ 130 mil. Eles foram multados por não terem declarado contas mantidas em outros países. Como o processo entrou na reta final, embora alguns parlamentares defendam a inclusão de novos fatos revelados nos últimos dias esses dados não devem ser incluídos no texto. Entretanto, adversários de Cunha apostam que a divulgação dessa medida e dos fatos podem “ajudar a convencer” parlamentares que compõem o colegiado. A votação ainda não começou efetivamente porque parlamentares estão se revezando na apresentação de questões de ordem que tratam, principalmente, da possibilidade de incluir ou não esses novos fatos.

Comente agora
14
Jun
Serra é um dos políticos que receberam contribuições da OAS, sugere Pinheiro em delação
Postado por: Débora Ayane / 14:08h

O senador e chanceler José Serra (PSBD-SP) foi mencionado na delação do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, como um dos cem políticos que receberam contribuições para campanhas eleitorais. As informações são da coluna Mônica Bergamo, segundo a qual Serra também pode ser citado na delação da Odebrecht. Isso porque o tucano já aparecia na lista de mais de 200 políticos que foi obtida em operação de busca e apreensão feita na casa de um dos executivos da empreiteira. Serra não foi encontrado para comentar o caso.

Publicidade

Comente agora
14
Jun
Temer visita Parque Olímpico no Rio e se reúne com presidente do COI
Postado por: Débora Ayane / 13:53h

O presidente em exercício, Michel Temer, visita nesta terça feira (14) instalações do Parque Olímpico, na Zona Oeste do Rio. Em sua primeira viagem oficial no cargo, Temer encontrou pessoalmente o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.Durante a visita, Temer afirmou que sentiu "entusiasmo ao visualizar as obras feitas no Parque Olímpico em beneficio do Rio de Janeiro e do Brasil". "Cinco bilhões de pessoas acompanharão os jogos com os olhos voltados para o País", disse o presidente em exercício.Temer disse ainda que não tem "objeção" à presença de Dilma nos Jogos. "Isto é da organização da Olimpíada. Não é de hoje que falo em pacificar o país. O que nós não podemos ter é brasileiros disputando com brasileiros, aliás isto foge a tradição sentimental do nosso povo. As olimpíadas revelarão precisamente esta possibilidade de reunificação do pensamento nacional. Para mim tanto faz (a presença de Dilma). Não tenho nenhuma objeção", afirmou.O presidente do COI, por sua vez, afirmou que não é o comitê que convidar as autoridades do país para a cerimônia de abertura. Ele classificou o processo de impeachment como uma questão "doméstica" do processo democrático e disse não caberia a ele opinar sobre o assunto. "Estes Jogos Olímpicos não são sobre política, não são uma questão de divisão, são para unificar os brasileiros", afirmou.Temer e Bach já haviam se falado pelo telefone e o presidente do COI se disse satisfeito por ver realizadas algumas das ações que foram conversadas à distância.

Comente agora
14
Jun
Geddel é expulso da prefeitura de Salvador sob gritos de 'golpista'
Postado por: Redação Voz da Bahia / 12:13h

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, foi hostilizado nesta segunda-feira (13) por manifestantes de Salvador. De acordo com um vídeo publicado pelo perfil do Mídia Ninja no Twitter, o ministro de Michel Temer e presidente do PMDB na Bahia foi expulso da prefeitura sob gritos de 'Golpista!'. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, também estava no veículo, que deixou o Palácio Thomé de Souza após uma reunião com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Geddel e Barros não aparecem nas imagens, apenas carros pretos saindo do prédio onde funciona o gabinete do prefeito. (BN)

Comente agora
14
Jun
Rebaixado por Temer, assessor de Dilma pede demissão da Casa Civil
Postado por: Dulce Santana / 11:43h

Nomeado para um cargo com menor remuneração, o ex-assessor presidencial Giles Azevedo, integrante do gabinete da presidente afastada Dilma Rousseff, pediu exoneração da subchefia de políticas governamentais da Casa Civil. A informação é do governo interino, que tirou o efeito nesta terça-feira (14) de nomeação que havia sido publicada no "Diário Oficial da União" na segunda-feira (13). O braço direito da petista, cujo cargo havia sido extinto no mês passado, havia sido designado para a nova função com o objetivo da administração peemedebista liberar postos com maiores remunerações para nomeações de sua confiança. Segundo a reportagem apurou, foi a própria equipe da petista que havia negociado com a Casa Civil a realocação de Giles para um novo cargo, evitando que ele ficasse em uma espécie de limbo jurídico com a extinção do antigo posto. O salário de Giles no governo anterior era de R$ 18.572,45. No novo, ele receberia em média R$ 11.235, valor pago a um funcionário de confiança classificado como DAS-5. Nas próximas semanas, a Casa Civil pretende realocar os principais integrantes do gabinete pessoal da presidente afastada para postos com menores remunerações. A medida deve afetar Jorge Rodrigo Messias, o "Bessias", e Sandra Chagas Brandão, o "Google do Planalto".

Comente agora
14
Jun
Pedido de caixa 2 de Marina foi feito para evitar associação com empreiteiras, afirma Pinheiro
Postado por: Redação Voz da Bahia / 10:46h

Um dos sócios do grupo OAS, o empresário Leo Pinheiro afirmou em depoimento de delação premiada que o pedido de representantes de Marina Silva para uma contribuição em caixa dois para sua campanha presidencial, em 2010 ocorreu porque ela não queria aparecer associada a empreiteiras. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta terça-feira (14), após o conteúdo da delação relacionado à Marina ter vindo à tona neste fim de semana, no jornal O Globo. Em resposta, a fundadora do Rede Sustentabilidade negou ter recebido doações em caixa dois. "Nunca usei um real em minhas campanhas que não tivesse sido regularmente declarado", disse. De acordo com a delação de Pinheiro, o pedido foi feito pelo sócio da Natura, Guilherme Leal, então vice da ex-senadora na sua chapa, e acompanhada pelo coordenador da campanha do PV, Alfredo Sirkis. Ambos negaram as contribuições ilícitas.

Comente agora
14
Jun
Tia Eron se isola em casa e não fala com deputados antes de votação
Postado por: Dulce Santana / 10:27h

A deputada baiana Tia Eron (PRB-BA), que terá o voto decisivo no processo de cassação do presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), está isolada em casa, em brasília, sem contato com outros deputados desde a semana passada. De acordo com o jornal O Globo, Tia Eron está sofrendo vários tipos de pressão e ataques tanto de parlamentares quando de eleitores. Deputados do PRB avisaram que não aceitariam pagar pelo desgaste de um voto pró-Cunha. Já nas redes sociais, a deputada já recebeu diversas ameaças. Em uma mensagem publicada por Tia Eron no Facebook explicando o seu sumiço da sessão do Conselho na semana passada, mais de 55 mil pessoas pedem que a baiana não vote para absolver um 'corrupto' e pedindo que ela 'tome vergonha na cara'. "Tia Eron, sabia que quem vota a favor de corrupto faz pacto com o Satanás!? E que quando morre vai direto pro inferno levar chicotada do capeta com banho de óleo fervente!? Além disso, não se elege mais nem pra síndica de prédio!!", escreveu um internauta. Depois que a reunião foi suspensa, Tia Eron pediu que a imprensa, que a assediou após o caso, desse paz para que ela analise o voto em separado do deputado José Carlos Bacelar (PRB-BA), que propões apenas um afastamento temporário para Cunha, ao invés de um definitivo. Após não comparecer na votação, a deputada disse que está a postos para cumprir com as suas obrigações parlamentares. "Estou convicta da grande expectativa que há em nosso País, referente a esta Representação, e não me furtarei a cumprir com meu dever", disse.

Comente agora
14
Jun
Conselho de Ética se reúne nesta terça para votar relatório que pede cassação de Cunha
Postado por: Dulce Santana / 09:20h

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados volta a se reunir na tarde desta terça-feira (14) para votar o relatório que pede a cassação do presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A análise do texto preparado pelo relator, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), estava prevista para acontecer na semana passada, mas foi adiada para esta semana, de acordo com o G1, em uma tentativa de adversários de Cunha para ganhar tempo e tentar conquistar votos pela cassação. Parlamentares favoráveis à derrota de Cunha consideram pedir aditamento da representação com fatos revelados na última semana, como a abertura de ação penal contra a mulher de Cunha, Cláudia Cruz, sob suspeita de crimes relacionados à manutenção de uma conta na Suíça, e a denúncia contra Cunha apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) na última sexta-feira (10). Caberá ao relator decidir sobre o aditamento e até pedir tempo para analisar a solicitação. Caso seja aprovado, será reaberta a instrução do processo e concedido prazo de cinco sessões para defesa de Cunha.

Comente agora
14
Jun
Funcionários da Emasa ocupam Câmara Municipal de Itabuna em protesto
Postado por: Dulce Santana / 08:53h

A iniciativa privada se tornou responsável pela manutenção da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), em Itabuna, por um período de 35 anos, conforme anunciado pelo prefeito Claudevane Leite na semana passada. A concessão gerou revolta dos funcionários, que ocuparam nesta segunda-feira (13), a sala de Comissões Técnicas da Câmara de Vereadores do município. Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, o projeto do Executivo, ue propõe a transformação da Emasa numa autarquia responsável por iluminação pública e coleta de lixo, seria lido nesta terça (14). Em seguida, deverá ser encaminhada proposta da concessão propriamente dita. Para serem aprovadas tais mudanças, é necessária a autorização do Legislativo. Ainda de acordo com a publicação, os manifestantes pretendem impedir a leitura do projeto, por entender que, ceder o patrimônio da Emasa não é a solução para a crise hídrica enfrentada há meses na cidade. Além disso, temem a perda dos empregos e o aumento exorbitante da tarifa da água. A Polícia Militar esteve no local para acompanhar a manifestação e não registrou nenhuma ocorrência por se tratar de um protesto pacífico.

Comente agora
14
Jun
'Pedalada' em 2015 deve causar novo problema para Dilma no TCU
Postado por: Redação Voz da Bahia / 08:27h

As contas de 2015 da presidente afastada Dilma Rousseff poderão ser rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) pela maneira como ela resolveu as chamadas pedaladas fiscais, uma das razões que levaram à rejeição das contas do governo em 2014. Não havia dinheiro previsto em orçamento para pagar cerca de R$ 40 bilhões dessas contas, pendentes desde 2014, segundo informa o Ministério Público do órgão. A petista então criou medidas provisórias (MP) que possibilitaram que as despesas fossem quitadas, no entanto tal manobra é considerada irregular para os procuradores. A solução, para eles, seria que Dilma tivesse enviado projeto de lei ao Congresso já que a MP só pode ser usada para fazer despesas em caso de emergência. Na quarta-feira (14) terá início o julgamento anual das contas da gestão de 2015 pelo TCU, ato determinado pela Constituição, segundo a Folha de S. Paulo. As alegações são semelhantes às que levaram ao mesmo pedido em 2014. O relator da contas, ministro José Múcio, dará prazo de 30 dias para a presidente responder a quase duas dezenas de indícios de irregularidades indicadas, repetindo o ocorrido com as contas de 2014.

Comente agora
14
Jun
STF envia para Moro investigações contra Lula sobre sítio e tríplex
Postado por: Dulce Santana / 08:01h

O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu encaminhar ontem todas as investigações envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos ligados ao esquema de corrupção na Petrobras na primeira instância. No mesmo despacho, ele também determinou a anulação dos áudios interceptados por Moro envolvendo a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). A petista foi captada em uma conversa com o ex-presidente, na qual o avisa sobre o envio do termo de posse de Lula na Casa Civil, o que foi visto como uma interferência direta de Dilma para evitar uma eventual prisão do aliado pela Lava Jato. Entre as investigações que voltarão para Moro, estão as que apuram se Lula é ou não dono de um sítio em Atibaia e de um triplex no Guarujá, ambos situados em São Paulo. Os inquéritos que envolvem Lula e Dilma diretamente permanecem no Supremo, porque a presidente afastada ainda detém foro privilegiado. Sobre as escutas, Teori afirma que o juiz de Curitiba usurpou a competência do STF ao autorizar e divulgar gravações de pessoas que detinham foro privilegiado.

Comente agora
14
Jun
MPF pede que Cunha perca direitos políticos e pague R$ 270 milhões em multas
Postado por: Dulce Santana / 07:30h

O deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) virou alvo de nova ação por corrupção na Petrobras -desta vez, na Justiça Federal do Paraná. Cunha é acusado de improbidade administrativa pela força-tarefa da Operação Lava Jato, que ingressou com uma ação civil pública nesta segunda-feira (13). Os procuradores pedem, além de uma indenização de US$ 10 milhões, a suspensão dos direitos políticos do deputado por dez anos. Em ações de improbidade, mesmo quem tem foro privilegiado, como o deputado, responde ao processo na primeira instância. O caso, porém, não deve cair nas mãos do juiz Sergio Moro, que é responsável apenas pelos processos criminais da Lava Jato. Os procuradores afirmam que Cunha é um "beneficiário direto do esquema de corrupção instalado na diretoria Internacional da Petrobras". Segundo a força-tarefa, o parlamentar recebeu US$ 1,5 milhão para viabilizar a compra, pela Petrobras, de um bloco para exploração de petróleo na costa do Benin, na África, em 2011. O episódio é o mesmo que gerou a denúncia contra a mulher do deputado, a jornalista Cláudia Cruz, por lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Os valores teriam sido distribuídos para três contas no exterior, em nome de duas trusts e uma offshore. O beneficiário final, porém, era Cunha, de acordo com a investigação. O deputado não declarou as contas à Receita Federal. Segundo os procuradores, Cunha tanto quis ocultar a titularidade que pediu que toda a correspondência bancária fosse encaminhada a um endereço nos Estados Unidos, "sob alegação de que o serviço postal em seu país de origem 'não seria confiável'". A compra do bloco pela Petrobras foi fechada por US$ 34,5 milhões, dos quais US$ 10 milhões -quase um terço- teriam sido repassados como propina. A empresa nunca encontrou petróleo no local. Para os procuradores, Cunha "desvirtuou a finalidade da função parlamentar para atender interesses espúrios particulares". Eles ainda pedem a devolução de US$ 5,7 milhões, que é o valor total movimentado nas contas, a indisponibilidade de bens do deputado e o pagamento de danos morais coletivos.

Comente agora
14
Jun
Valtinho anuncia sua pré-candidatura a prefeito do município de Varzedo
Postado por: Débora Ayane / 00:33h

Filiado no Partido Progressista (PP), Valter Lago, conhecido Valtinho anunciou sua pré-candidatura a prefeito de Varzedo. Valtinho declarou admirar muito o prefeito Radaman Barreto (PT) pelo seu trabalho na cidade e disse que este foi muito humilde em o ter escolhido para enfrentar as próximas eleições, “ele poderia ter lançado um candidato do próprio partido dele, mas foi quase uma aclamação do grupo e muitas lideranças da região foram ouvidas e todos quase unanimemente optaram pelo nosso nome”, disse. Como Radaman abriu mão de lançar um candidato de seu grupo, fica em suas mãos a decisão do vice de Valtinho, que declarou aberto a conversas com qualquer partido, hoje há três pré-candidatos na cidade, mas Valtinho diz que acredita que possa fazer um bom trabalho, “meu plano de governo é ouvir a sociedade em geral, para que o povo se pronuncie em relação ao que eles almejam para Varzedo, não pode ser um projeto de governo a partir de minha visão e baseado nisso sei das necessidades da cidade na área da educação, social e saúde. Acredito que dentre esses candidatos, apesar de que sou filho da terra, tenho uma história política muito bonita que começou com meu pai, seis vezes vereador e depois o primeiro prefeito, depois fui também prefeito e minha mãe prefeita, então juntando todos esses fatores e hoje com mais idade, mais experiência, responsabilidade, preparo e amor por aquele povo, me dá uma condição de fazer um bom trabalho na próxima administração”, articulou. No sábado (11), houve um evento em Varzedo com a presença de autoridades do PP, não somente para apoiar a pré-candidatura de Valtinho mas para presentear o município com benefício, 11,5 mil metros de tubulação para a distribuição de água, “eles vieram para esse momento importante em Varzedo, levar água para as comunidades da zona rural de Fortaleza, talvez o Murungu, Pindobau. Foi importante porque precisamos ter ouvidos para ouvir, cabeça para pensar e saber o que os nossos políticos estão fazendo, o por que estão realizando, para dá-los credibilidade no futuro”, concluiu.

  1. Redação Voz da Bahia
Comente agora
13
Jun
Sobre possível vice-prefeito na chapa de Humberto Leite, Chico cita o nome do presidente da ACESAJ
Postado por: Débora Ayane / 23:58h

O município de Santo Antônio de Jesus se vê diante de várias especulações políticas envolvendo ambos os grupos que se apresentam como pré-candidatos para as próximas eleições. Nas redes sociais, se falam de várias pessoas apontadas como eventuais vices e sobre essas discussões o líder do prefeito na Câmara Municipal, o vereador Francisco Damasceno, conhecido como ‘Chico de Dega’ (DEM), falou em entrevista a Andaiá FM e respondeu se já há alguma definição. Nesta sexta-feira (10), Chico disse que o processo eleitoral ainda está começando, nesta pré-campanha eleitoral ainda não foi discutido que se fará porque será obedecido os critérios do TER (Tribunal Regional Eleitoral) que determina os 45 dias para entrar no trato, “a discussão de nomes para vice que comporá com o prefeito Humberto Leite dependerá muito da população, acontecerá naturalmente, o próprio eleitor identificará o melhor para compor a chapa. Ainda estamos analisando diversos nomes no cenário político”, proferiu. Dentre os nomes, Dega não se pôs a apontar nomes, mas frisou que do PMDB que é aliado ao DEM, correram-se muitas conversas e pode surgir deste partido um pré-candidato à vice, “buscaremos a soma, pretendemos valorizar os partidos que vem nos somar e colocar no tabuleiro da discussão buscará também dentro da classe empresarial que é um sonho muito grande de ver um empresário compor uma chapa majoritária”, disse salientando já ter citado, dentre diversos, o nome de Genival Deolino, presidente da ACESAJ (Associação Comercial). Sobre as postagens diárias dos cabos eleitorais de Humberto, de fotos do prefeito com várias pessoas indicando-as como o vice, o líder do prefeito alegou que essa atitude ajuda no processo de escolha, “eu acho viável, leva a imagem até a população conhecer aquele nome dentro do grupo e vemos se aquele nome avançou no meio dos eleitores, isso é importante. Acho que isso não cria instabilidade se não partir do prefeito, mas se um cidadão postar não podemos barrar, vamos aguardar os acontecimentos, tenho certeza que teremos um vice ideal”, concluiu.

  1. Redação Voz da Bahia
Comente agora
13
Jun
Após moradores do Alto apontar a falta de Luiz, ele retruca: “estive na Rua do vereador Cristiano que estava acuado pela lama”
Postado por: Anacley Souza / 23:25h

Depois que assumiu a Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus, a população do bairro Alto Santo Antônio sinaliza que vem sentido a falta do vereador Luiz Almeida, mais conhecido como Luiz do Alto, "ele está sumido". Após essas reclamações dos moradores do bairro, Luiz que reside no local há mais de duas décadas, diz que existe um equívoco, já que segundo declarou em entrevista a uma emissora de rádio, tomou seu café da manhã em um estabelecimento local, “tomamos café no Bar da Marta e estive na Rua do Vereador Cristiano Sena que estava acuado pela lama”, disse alfinetando petista afirmando que vêm trazidos recursos para a infraestrutura da localidade, “eu sou do PP (Partido Progressista) e tenho trazido recursos para o Alto Santo Antônio visitei até onde a obra parou por falta de repasse”, informou fazendo a alusão que cerca de R$ 700 mil reais foram destinados para melhorias na localidade. Ainda de acordo o presidente, será preciso articular com algum deputado federal para que obra seja retomada, “acredito que será preciso eu ir a Brasília para que liberem a segunda parcela”, colocou. Luís informou ainda que apenas duas ruas que carecem de calçamento e que para a conclusão da pavimentação é preciso que o Governo disponibilize o repasse, “até o momento a Caixa Econômica não liberou a segunda parcela destinada a conclusão da obra. Já entrei em contato para que uma reunião entre a agência para conversarmos sobre a liberação do recurso”, completou afirmando que irá cobrar do prefeito Humberto Leite repasses que foram devolvidos pela administração, “ele deve ter gasto uns R$ 200 mil na compra das ambulâncias e o restante dará para concluirmos o calçamento destas duas Ruas” salientou. Em relação a sua mudança do bairro, Luiz disse que além de continuar residindo na localidade, detém um escritório para atender o público local, “atendemos a todos indistintamente. Sou o vereador do povo, com um único objetivo”, concluiu.

  1. Redação: Voz da Bahia
Um comentário
13
Jun
Feira: MP-BA denuncia ex-prefeito por contrato irregular com cooperativa de saúde
Postado por: Redação Voz da Bahia / 23:11h

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ofereceu denúncia contra o ex-prefeito de Feira de Santana, Portão do Sertão, Tarcízio Suzart Pimenta Júnior, e contra o médico Paulo César Queiroz Rocha. O promotor de Justiça Tiago Almeida Quadros acusa os dois, em ação penal pública proposta na última terça-feira (7), de cometerem crime em contrato emergencial firmado com a então CooperSaúde, atualmente RedeSaúde, para prestação de serviços por profissionais de saúde no Hospital da Mulher, em 2011. Segundo o BN, O MP-BA argumenta que a cooperativa médica, de propriedade de Rocha, foi contratada com dispensa ilícita de processo licitatório, e por preço superior ao de mercado. Conforme o promotor, ao assumir a contratação, o então gestor contratou os serviços pelo valor total de R$ 3,3 milhões, aproximadamente. Na denúncia, o órgão ainda afirma que a atual RedeSaúde não atende os requisitos legais de cooperativa, “representando verdadeira empresa de intermediação irregular de mão de obra”.

Comente agora
13
Jun
Fux analisará pedido da PGR para investigar Romário, Jutahy e Maia
Postado por: Redação Voz da Bahia / 19:54h

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi designado, por sorteio, para analisar um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) para investigar o senador Romário (PSB-RJ) e os deputados federais Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Jutahy Júnior (PSDB-BA). A informação, divulgada em reportagem do último final de semana da revista "Época", foi confirmada pela TV Globo. De acordo com a publicação, o ponto de partida para o Ministério Público solicitar a investigação dos três políticos foi a troca de mensagens entre o presidente licenciado do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e o ex-presidente da construtora OAS Léo Pinheiro. Com base nas mensagens telefônicas, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, quer autorização do Supremo para investigar Romário, Maia e Jutahy por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A revista afirma que o nome de Romário apareceu na troca de mensagens entre Marcelo Odebrecht e seu subordinado Benedicto Barbosa da Silva Júnior, descobertas no ano passado, quando o empreiteiro foi preso pela Operação Lava Jato. Benedicto também chegou a ser preso. A Polícia Federal encontrou com o funcionário da Odebrecht planilhas com o controle de valores distribuídos a mais de 200 políticos. Segundo a revista, o ex-jogador da Seleção teria recebido doação ilegal da construtora Odebrecht para sua campanha ao Senado em 2014. Ainda de acordo com a reportagem, a construtora teria doado R$ 100 mil ao parlamentar não declarados à Justiça.

Comente agora
13
Jun
Força-tarefa da Lava Jato propõe ação de improbidade contra Cunha
Postado por: Redação Voz da Bahia / 19:33h

A força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná protocolou ação civil pública de improbidade administrativa contra o presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo o Ministério Público Federal (MPF), ele foi beneficiário direto do esquema de corrupção instalado na Diretoria Internacional da Petrobras. A força-tarefa pede a suspensão dos direitos políticos de Cunha por dez anos e a perda do enriquecimento ilícito de US$ 5.762.679,66. Segundo o MPF, embora Cunha tenha prerrogativa de foro por ser deputado federal, o processo e o julgamento de atos de improbidade tramitam em primeira instância. Além de Cunha, são requeridos na ação a mulher dele, Cláudia Cordeiro Cruz, o ex-diretor da estatal Jorge Luiz Zelada, o operador João Henriques e o empresário Idalécio Oliveira – os quatro viraram réus em ação criminal da Lava Jato na sexta-feira (10). Os investigadores sustentam que Cunha usou o mandato de deputado para manter esquema de corrupção e obter vantagens ilícitas. “Desvirtuando a finalidade da função parlamentar para atender interesses espúrios particulares, comprometendo a imagem da Câmara dos Deputados”, diz o MPF. A ação trata de atos considerados ilícitos na aquisição pela Petrobras de 50% dos direitos de exploração de um campo de petróleo em Benin, na África.

Comente agora
13
Jun
Vereador troca soco com manifestante no trajeto entre Câmara e Palácio Thomé de Souza
Postado por: Redação Voz da Bahia / 19:25h

O vereador Henrique Carballal (PV) acabou chegando “às vias de fato” com um manifestante que protestava à frente da Câmara de Salvador no começo da noite desta segunda-feira (13). Um dos manifestantes que bradava contra a votação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) foi cuspido e, na sequência, foi interpelado por Carballal que desferiu um soco no homem. Em contato com o Bahia Notícias, o verde explicou que foi agredido por um grupo de pessoas incitadas pelo vereador Hilton Coelho (PSOL). "Vou entrar com uma representação contra o vereador Hilton Coelho por incitar a violência contra outro vereador", reclamou Carballal. A confusão foi contida por policiais militares, que impediram novas agressões entre os manifestantes e o vereador – que foi atingido por água por populares. (BN)

Comente agora
13
Jun
Giles Azevedo é nomeado assessor da Casa Civil e continua na equipe de Dilma
Postado por: Anacley Souza / 17:23h

A edição desta segunda-feira (13) do Diário Oficial da União traz a nomeação de Giles Azevedo para o cargo de assessor especial da subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República. Giles assessora a presidenta afastada Dima Rousseff desde que ela era ministra de Minas Energia. De acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência, a nomeação foi um ajuste e Giles continuará integrando a equipe de Dilma. De acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência, a nomeação publicada nesta segunda-feira ocorreu porque o cargo de natureza especial ocupado por Giles foi extinto, e o assessor continuará trabalhando com Dilma Rousseff até que haja a conclusão do processo de impeachment. No dia 12 de maio, data da notificação do afastamento da presidenta Dilma Rousseff, Giles foi nomeado secretário executivo do gabinete pessoal da Presidenta da República. Durante o período em que Dilma esteve na Presidência, Giles ocupou os cargos de chefe de gabinete e de assessor especial.

Comente agora
13
Jun
Após Temer cancelar viagens, Dilma fará giro pelo Nordeste
Postado por: Anacley Souza / 15:07h

A presidente afastada, Dilma Rousseff, fará uma série de viagens nesta semana pelo Nordeste para continuar a defesa de seu mandato. Ainda não há definição se Dilma vai de avião comercial ou fretado ou se tentará recorrer da decisão do governo em exercício de Michel Temer, que restringiu o uso de aeronaves da Força Área Brasileira (FAB) apenas para trajetos entre Brasília e Porto Alegre, onde Dilma tem residência oficial. Na quarta-feira, 15, Dilma estará em João Pessoa (PB) para uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa na Paraíba. Na quinta, 16, a petista vai a Salvador (BA) para cerimônia de Condecoração de título de cidadã baiana pela Assembleia Legislativa em Salvador. E na sexta, 17, Dilma vai a Pernambuco para um ato público em defesa da democracia no Recife (PE). Ainda não há definição se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará de algum dos atos com sua sucessora. Na sexta-feira passada, Lula participou na Avenida Paulista, em São Paulo, da primeira manifestação de caráter nacional contra o governo Temer, organizado pelas frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, que aconteceu em pelo menos 24 Estados e no Distrito Federal. Nesta semana, Temer desistiu de uma viagem que faria para Arapiraca (AL) e Floresta (PE) na terça, 14, para concentrar os esforços nesta semana para poder levar pessoalmente ao Congresso a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que estabelece um teto para o gasto público. A ideia é levar a proposta na quarta-feira. Temer também tenta costurar um acordo para a renegociação da dívida dos Estados e pretende reunir governadores para o anúncio ainda esta semana. As duas medidas, entretanto, precisam ser finalizadas pela equipe econômica liderada por Henrique Meirelles. (Estadão Conteúdo)

Comente agora
13
Jun
Presidente da Câmara de Feira arquiva pedido de cassação do prefeito José Ronaldo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 13:01h

O presidente da Câmara de Feira de Santana, vereador Ronny Miranda (PHS), arquivou o pedido de cassação do prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) na manhã desta segunda-feira (13). Na última quarta-feira (8), o presidente do Partido da Causa Operária (PCO), Clovis Pedreira, através do advogado Hércules Oliveira, ingressou no gabinete da presidência da Câmara com um pedido de cassação do mandato do prefeito José Ronaldo (DEM). De acordo com Hércules, Ronaldo descumpriu o artigo 19 da Lei orgânica do município. A lei estabelece que os atos municipais devem ser publicados no Diário Oficial Eletrônico e também em jornal impresso de circulação local, o que segundo Hércules não vem sendo cumprido. Ronny argumentou que compete à Câmara receber e apurar denúncias e não representação como ocorreu. Ele acrescentou que fez um parecer informando que não poderia dar continuidade com o processo da maneira que foi feito. O presidente da Casa falou ainda que caso a parte interessada faça alterações poderá receber e novamente colocar em discussão na Câmara o pedido. O vereador do partido progressista, Edvaldo Lima (PP), questionou o arquivamento do pedido de cassação, pois os demais vereadores não receberam copia do processo. (Danillo Freitas - Acorda Cidade)

Comente agora
13
Jun
Após crítica ao governo, Luislinda Valois é nomeada secretária de Temer
Postado por: Anacley Souza / 11:58h

A primeira juíza negra do Brasil, Luislinda Valois (PSDB), foi nomeada secretária especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial no Ministério da Justiça e Cidadania do governo do presidente em exercício Michel Temer (PMDB). A informação foi divulgada na edição desta segunda-feira (13), do Diário Oficial da União (DOU). A magistrada vai assumir o cargo cerca de um mês após ter criticado a ausência de negros e mulheres na gestão de Temer pelo Facebook. "Mais uma vez temos no Brasil homens brancos comandando todos os segmentos da nossa sociedade. Negros/ índios/ mulheres etc. continuam sendo bons eleitores e excelentes contribuintes. Aos negros, acredito, não interessa o segundo patamar do governo. Somos competentes e por isso exigimos ministros negros e ministras negras", diz o texto. Nesta segunda também foram oficializadas as nomeações do ex-assessor da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), Giles de Azevedo, para o cargo de assessor especial da Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República; e Erivaldo Oliveira da Silva para presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), entidade ligada ao Ministério da Cultura (MinC).

Um comentário
13
Jun
Lava Jato e nova lei de campanha secam financiamento eleitoral
Postado por: Anacley Souza / 08:26h

A campanha eleitoral de 2016 deve ser marcada pela escassez de recursos, graças à combinação de fatores como a crise econômica, a proibição de doações de empresas e o impacto da Operação Lava Jato. Para políticos e marqueteiros, a previsão de cortes drásticos de custos representa o colapso de um modelo de "mercado" que cresceu sem parar nas últimas três décadas. Nas eleições municipais de 2012, quase 80% dos gastos foram financiados por empresas, que também eram responsáveis por doações significativas aos partidos em anos não eleitorais. Essa fonte secou antes mesmo da proibição do financiamento empresarial, determinada pelo Supremo Tribunal Federal e acolhida pelo Congresso no fim do ano passado. O PT, por exemplo, recebeu em 2015 uma única contribuição empresarial, de 1 milhão de reais, valor baixo se comparado aos 65 milhões registrados quatro anos antes. Sem o financiamento empresarial, a fonte de recursos dos candidatos passou a ser o Fundo Partidário, que não cobre o nível de gastos observado nas eleições passadas. Em 2016, as legendas receberão, somadas, 819 milhões de reais em recursos públicos. Isso equivale a apenas 15% dos quase 5,5 bilhões (em valores corrigidos pela inflação) que foram gastos nas campanhas de 2012. Além do fundo, as duas únicas alternativas legais de recursos são o autofinanciamento, que tende a beneficiar os candidatos mais ricos, e as doações dos próprios eleitores. Há quatro anos, as pessoas físicas bancaram menos de 20% dos custos das campanhas. A mudança nas regras das campanhas políticas também afugentou estrelas do mercado publicitário e abriu espaço para uma nova geração de marqueteiros, dispostos a trabalhar mais e receber menos. Profissionais de renome como Nelson Biondi, Duda Mendonça e Luís Gonzalez optaram por ficar fora do pleito municipal deste ano. Biondi afirmou que pretende se resguardar para a campanha presidencial de 2018, quando espera que as leis em vigor agora sejam modificadas. "Culturalmente é difícil haver doação de pessoa física. Essa nova regra é um teste. Não acredito que ela seguirá valendo em 2018." (Estadão Conteúdo)

Comente agora
13
Jun
Marina Silva rebate declaração de delator e nega caixa dois em campanha
Postado por: Anacley Souza / 08:11h

A delação premiada do ex-presidente da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, pode comprometer a porta-voz do partido Rede Sustentabilidade, a ex-senadora Marina Silva, e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. Segundo Lauro Jardim, em sua coluna publicada ontem no jornal O Globo, Pinheiro garantiu aos procuradores da operação Lava-Jato que vai falar sobre um suposto caixa dois que teria beneficiado a campanha da então candidata à presidência, em 2010. De acordo com as informações apuradas pelo jornalista, o pedido do dinheiro foi feito por um dos donos da Natura, Guilherme Leal, candidato a vice-presidente de Marina naquela eleição, e pago fora da contabilidade oficial apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Léo Pinheiro também afirma que passou recursos para o caixa dois das campanhas de Eduardo Paes. Em notas, Guilherme Leal, Marina Silva e Eduardo Paes negam recebimentos de caixa dois. No comunicado, a ex-senadora ainda afirma dar “todo apoio à Lava Jato” e defende que as investigações prossigam sem embaraços. (EBC)

Comente agora
13
Jun
Ex-prefeito de S. A. de Jesus aparece na lista dos inelegíveis divulgada pelo TCU
Postado por: Redação Voz da Bahia / 01:08h

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou na última sexta-feira (10) a lista de 6,7 mil responsáveis com contas julgadas irregulares. Na lista consta o nome do Ex-prefeito de Santo Antônio de Jesus Álvaro Veloso Bessa que no ano de 2012, mesmo inelegível se candidatou a prefeito Partido dos Trabalhadores no município. Com base nas informações, a Justiça Eleitoral poderá barrar a candidatura de quem estiver na lista nas eleições municipais de outubro, porque os eventuais candidatos são considerados inelegíveis. Os nomes foram entregues ontem (9) pelo presidente do TCU, Aroldo Cedraz, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes. A relação abrange as decisões tomadas a partir de outubro de 2008 até a data da eleição. O eventual candidato só conseguirá participar do pleito se conseguir uma liminar na Justiça. De acordo com a Lei de Inelegibilidades (LC 64/1990), conhecida como Lei da Ficha Limpa, quem exerceu cargo ou função pública, teve as contas de sua gestão rejeitadas e não há mais como recorrer da decisão não pode se candidatar a cargo eletivo nas eleições que ocorrerem nos oito anos seguintes após a data da decisão final. A lista dos responsáveis considerados inelegíveis pode ser acessada no site do TCU. (Agência Brasil)

Veja a copia abaixo:

Comente agora
12
Jun
Temer quer manter em proposta de reforma idade mínima de 65 anos para aposentadoria
Postado por: Débora Ayane / 17:49h

O presidente interino Michel Temer (PMDB) quer manter na proposta de reforma da Previdência Social que será encaminha ao Congresso Nacional a idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e mulheres. O posicionamento do peemedebista, entretanto, vai contra ao que prega as centrais sindicais. O limite também valerá para os servidores públicos, cujo sistema poderá ser unificado ao dos trabalhadores da iniciativa privada. Segundo o Correio Braziliense, o governo tem admitido a possibilidade de recuar na proposta do Ministério da Fazenda de desvincular os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) do salário mínimo. Na avaliação de auxiliares de Temer, a controversa proposta pode trava o andamento da reforma previdenciária. Neste sábado (12), representantes das centrais sindicais almoçaram com o presidente para discutir a reformulação nas regras da aposentadoria e ações de combate ao desemprego. O encontro não contou com a presença da Central Única dos Trabalhados (CUT), entidade ligada ao PT, que não reconhece a legitimidade do governo interino. Temer afirmou que não fará nada contra os trabalhadores e pediu diálogo e compreensão. “Temos que fazer mudanças por meio do diálogo. Vamos nos entendendo. Não podemos ir da cordialidade para a falta de cordialidade”, afirmou Temer.

Comente agora
12
Jun
Secretária responde a vereador e aponta que casa é de Humberto Leite: “Uberdan quer é uma instabilidade política”
Postado por: Débora Ayane / 13:58h

Todo início de semana é esperado um novo discurso do vereador Uberdan Cardoso (PT) na Tribuna da Câmara devido às diversas denúncias e questionamentos polêmicos que este tem trazido após fiscalizar os gastos da prefeitura de Santo Antônio de Jesus. O edil já abordou diversas questões, como o gasto de mais R$ 4 milhões de reais com a reforma da Praça Padre Mateus, e, além disso, ele sinalizou e questionou a construção da mansão do gestor e as vendas antecipadas do camarote do São João sem uma prévia licitação.

"A mansão é do prefeito?", questiona Uberdan: "Diante dessas revelações, a secretária de administração Dra. Luciene Pinto, através de entrevista a Andaiá FM, comentou que alguns edis extrapolam e fogem do seu devido papel, “vejo que o vereador tem projeto de leis que é responsabilidade do executivo está sendo proposto na Câmara sem qualquer responsabilidade e isso realmente é preocupante porque vejo vereadores desviando do seu papel”, rebateu. Luciene, voltando-se a Uberdan, emitiu suas opiniões e conselhos, em seu conceito o vereador deve ter cuidado com o que faz, “a gente precisa ter cautela nas ações e nos posicionamentos, vocês precisam ter mais responsabilidades quando usa o microfone da Câmara, nenhuma de suas denúncias foi à frente. Eu o respeito da mesma forma que o senhor me respeita agora o senhor sabe como eu trabalho à frente de uma administração pública e tenho que trabalhar com muito respeito pelo bem da cidade”, citou. Dentre as questões trazidas pelo edil, em relação se à mansão de que seria de Humberto Leite , na qual ele questiona, Luciene afirmou que Uberdan tem forçado essa situação seguindo para o âmbito político, “o prefeito quem deve responder essa questão, mas Uberdan mesmo respondeu quando disse que a conta de água e luz é no nome da primeira dama, pelo amor de Deus, o senhor é um professor? Se as contas estão em meu nome é claro que a casa é minha. O que o senhor quer é transportar isso para uma instabilidade política, porque não está conseguindo derrubar o prefeito nas urnas, aí tenta nessas situações de desespero, mas isso o povo de Santo Antônio de Jesus não quer saber”, afirmou.

Falta de licitação apontado pelo vereador: Sobre as denúncias da falta de licitação para construção do Camarote no São João, Dra. Luciene defendeu que carta convite é uma modalidade licitatória e já foi utilizada na gestão anterior, “essa modalidade segue pelo valor, serviços R$ 80 mil reais e de engenharia R$ 150 mil reais, saiu no valor estimado de R$ 149 mil reais, todos os nossos procedimentos licitatórios estão sendo seguidos e é orientada pela Procuradoria Geral do Município, essa modalidade já é feita desde 2010, nós copiamos a mesma forma e o mesmo procedimento que era feito na gestão passada quanto à contratação do camarote”, concluiu.

  1. Redação e Foto: Voz da Bahia
Um comentário
12
Jun
Lava Jato e nova lei 'secam' financiamento eleitoral
Postado por: Débora Ayane / 13:32h

A campanha eleitoral de 2016 deve ser marcada pela penúria de recursos, graças à combinação de fatores como a crise econômica, a proibição de doações de empresas e o impacto da Operação Lava Jato. Para político e marqueteiros, a previsão de cortes drásticos de custos representa o colapso de um modelo de "mercado" que cresceu sem parar nas últimas três décadas. Nas eleições municipais de 2012, quase 80% dos gastos foram financiados por empresas. Elas eram também responsáveis por doações significativas aos partidos em anos não eleitorais, mas essa fonte secou mesmo antes da proibição do financiamento empresarial, determinada pelo Supremo Tribunal Federal e acolhida pelo Congresso no fim do ano passado. O PT, por exemplo, recebeu em 2015 uma única contribuição empresarial, de R$ 1 milhão - valor irrisório se comparado aos R$ 65 milhões registrados quatro anos antes. Sem o financiamento empresarial, a "tábua de salvação" dos candidatos passou a ser o Fundo Partidário. O problema é que, mesmo "turbinado" com forte injeção de recursos públicos nos últimos dois anos, o fundo será insuficiente para bancar o nível de gastos observado nas eleições passadas. Em 2016, as legendas receberão, somados, R$ 819 milhões em recursos públicos. Isso equivale a apenas 15% dos quase R$ 5,5 bilhões - em valores corrigidos pela inflação - que foram gastos nas campanhas de 2012. Além disso, nem todo o Fundo Partidário pode ser aplicado nas eleições, já que parte do dinheiro banca despesas permanentes e cotidianas das siglas, como aluguéis, funcionários, viagens de dirigentes e cursos de formação política, entre outros gastos.

Comente agora
12
Jun
Benito Gama critica desemprego no Brasil
Postado por: Débora Ayane / 08:55h

O deputado federal (PTB-BA), Benito Gama, membro da delegação brasileira, que participou da Conferência Internacional da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em Genebra (Suíça) chamou a atenção para os dados do desemprego no Brasil. “Cerca de 11,4 milhões de brasileiros estão sem emprego. Consequência negativa de um desgoverno [da presidente afastada, Dilma Rousseff] e, infelizmente, hoje, um dos maiores desafios do nosso país”, criticou o parlamentar. De acordo com o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil alcança uma taxa de 11,2% desempregados. Já a média mundial de desemprego, segundo a OIT, é de cerca de 6%. “Todos os debates estão sendo construídos visando melhorias para os trabalhadores brasileiros”, disse ao explicar que o Ministro do Trbaho no Brasil, Ronaldo Nogueira está empenhado na inversão desta taxa no setor. A Organização realiza o encontro anualmente e conta com a presença de governos, sindicatos e empresários de todo o mundo. Os trabalhos foram encerrados na sexta-feira (10).(Política Livre)

Comente agora
11
Jun
Presidente do PMDB de SAJ envia recado: “Entrar em uma campanha onde não se pontua nem em uma pesquisa, só irá gerar desgaste”
Postado por: Anacley Souza / 19:56h

Ainda sem o nome definido para lançar na roda dos pré-candidatos a prefeitura de Santo Antônio de Jesus, o PMDB falou a respeito da recente pesquisa de pretensão eleitoral onde o pré-candidato Rogério Andrade assumiu a liderança da corrida a prefeitura de Santo Antônio de Jesus. Para o presidente do PMDB do município, Geraldo Reis, conhecido Geo, três possíveis candidatos já se destacaram no diretório e a pesquisa reflete apenas naqueles concorrentes que despontaram a frente de suas campanhas, “se você fizer uma pesquisa e perguntar qual o candidato do PMDB, 90% da população não saberá responder”, esclareceu. Reis informou ainda que já esteve em reunião com os pré-candidatos a vereadores e lideranças do partido para decidir se formará uma chapa ou apoiará algum pretendente, “já temos duas ou três candidaturas lançadas há mais de um ano e estas já estão letradas e bem conhecidas da população”, disse em entrevista a uma emissora de rádio. Geo ainda falou que para a realidade do momento político da cidade a campanha já nasceu polarizada mostrando apenas dois nomes em ênfase, Rogerio Andrade (PSD) e Humberto Leite (DEM) que estão lutando com as armas que tem, “eles tem uma maior estrutura de pré-campanha, um usa a maquina estadual e o outro com a do município e os seus apoiadores o que é muito natural”, colocou. Reis finalizou ressaltando que irá analisar qual o rumo tomar, “nossa recomendação é que ninguém de nosso partido embarque em nenhuma aventura. Entrar em uma campanha onde não se pontua nem em uma pesquisa, só irá gerar desgaste”, concluiu.

  1. Redação: Voz da Bahia
9 comentários
11
Jun
Em evento de lançamento do São João de SAJ, Leite critica a oposição: “No dia da festa são os primeiros a chegar”. Assista
Postado por: Dulce Santana / 19:18h

Na noite de quinta-feira (09) aconteceu o lançamento oficial do São João de Santo Antônio de Jesus no espaço do restaurante Prazer da Carne. Foi convidado a fazer parte da mesa do prefeito Humberto Leite (DEM), anfitrião da festa, os empresários: Jairo Ruy, Roupa Nova e João Luiz, Tecfogel; um dos organizadores do evento junino, Tiago Pitari; a secretária de Cultura, Gilsonilda Correia; Carlos Machado, o conhecido Coque (pré-candidato a prefeito pelo PMDB) e o vereador Dr. Francisco Freire (PRP). Humberto Leite em seu discurso (ver vídeo abaixo), disse que o São João está bem, “graças a Deus está tudo bem, só não está bem na imaginação daqueles que nos fazem oposição em Santo Antônio de Jesus”, ressaltou. O prefeito apontou que os equipamentos para festa em breve estarão todos instalados, “e no dia 22 começará o grande São João com o Padre Alessandro cantando para todos nós da região”, alegou.

Prefeito cumprimenta Chileno: Leite apontou que foi muito bom reencontrar Ernesto Aravena, conhecido Chileno, “não via há muito tempo e está aqui no evento, ele vai sair com outros olhos com relação a nossa administração”, despontou.

Humberto e seu encontro com Padre Nelson na estrada: Leite ainda revelou a alegria de rever o Padre Nelson Franca, pároco da Igreja Matriz, “encontrei ontem na estrada e ele me dizia que a festa está maravilhosa, melhor que dos anos anteriores, isto palavras dele, então eu fico feliz, quando o Padre está alegre e contente é sinal que os fieis também estão felizes e contentes”, garantiu.

Tiago Pitari; Humberto Leite e a secretária Gilsonilda Correia

Críticas à oposição: O prefeito afirmou que São João é sinônimo de Santo Antônio de Jesus, “não por acaso que se transformou no melhor da Bahia, pela força do povo, esse povo maravilhoso de Santo Antônio de Jesus que gosta de festa, isso se transmite por toda Salvador, você veja que 80% do nosso pessoal que vem brincar o São João aqui é de Salvador, então a gente nunca poderia pensar em nenhum momento de deixar de fazer está festa maravilhosa, todos que quiserem criticar que critiquem, contanto que no dia vão está com a gente também, no dia da festa são os primeiros a chegar para pegar os melhores locais”, criticou.

Prefeito se dirige a Pitari: Em seu discurso, Humberto se referiu a Tiago Pitari, um dos responsáveis contratados para organização da festa, “meu querido povo, já, já, Pitari vai mostrar a grandiosidade da nossa festa”, concluiu.

Assista abaixo o discurso de Humberto Leite na abertura oficial do São João:

10 comentários
11
Jun
Dilma critica Cunha: "De direita, conservador e sem princípios éticos sólidos"
Postado por: Débora Ayane / 18:01h

A presidente Dilma Rousseff concedeu entrevista à jornalista Mariana Godoy veiculada na noite da última sexta-feira (10) pela RedeTV! e comentou o atual panorama político desde o seu afastamento no processo de impeachment. Além do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, Dilma criticou também o presidente interino, Michel Temer, e reconheceu que seu "maior erro foi ter feito uma aliança com quem não devia". Ela voltou a dizer que o processo de impeachment que tramita no Senado é "um golpe de estado", já que não houve crime de responsabilidade. "A lei [de impeachment] é inadequada para o momento atual. O processo de impeachment está previsto na Constituição, mas com crime de responsabilidade. É um absurdo eu ter sido afastada sem análise do mérito. Absurdo o presidente interino e provisório ter desmantelado o governo", disse. Questionada como fará para obter votos contra o impeachment no Senado, a presidente afastada apenas disse que estava "dialogando, dialogando, dialogando", mas não respondeu com quais senadores ela estaria em conversas. Dilma também criticou Cunha por ser "de direita, conservador e sem princípios éticos". "Que ele responda na Justiça pelas contas na Suíça e por ter negado que ele tinha contas na Suíça", disse.(Metro1)

Comente agora
11
Jun
Alckmin critica proposta de plebiscito por novas eleições e defende fechamento da EBC
Postado por: Débora Ayane / 16:19h

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, defendeu que o PSDB se aproxime do povo para combater a fama de elitista, imposta pelos adversários, segundo ele. "Governo moderno é o que interage", afirmou a uma plateia de pré-candidatos a prefeituras, em curso de preparação para as eleições organizado pelo diretório fluminense do PSDB. Em seu discurso, Alckmin aproveitou para atacar o governo petista e pediu reforma administrativa, com a redução do número de estatais. "Tem que fechar a EBC. É a TV do Lula. Não tem a menor justificativa. Não tem audiência. E todo dia cria custo", opinou. Ele também criticou a proposta da presidente afastada, Dilma Rousseff, de promover um plebiscito por novas eleições. "É inconstitucional. Eu sou contra", disse Alckmin. Durante o encontro, os pré-candidatos a prefeituras do Rio pelo PSDB usavam adesivos em suas roupas com a frase "Oposição a favor do Brasil". Segundo Alckmin, o partido liberou para o presidente interino, Michel Temer (PMDB), os "bons quadros que o governo federal precisou", mas não tem a obrigação de fazer parte do governo. "O PSDB tem responsabilidade com o povo. Não precisa, para votar a favor de medidas de reforma, medidas de interesse público, fazer parte do governo. Temos que deixar o presidente à vontade para montar a sua equipe", afirmou. Alckmin defendeu a promoção de reformas política, judiciária e administrativa. Ele argumentou que existem no País 140 empresas estatais, "um terço delas foi criado nos 13 anos do governo do PT". Além de defender a venda da EBC, ele destacou a criação da TAV, para operar o trem-bala, projeto que nunca saiu do papel. "Lembra do trem-bala, que ia ligar Campinas (SP), São Paulo e Rio de Janeiro? Não existe trem-bala, não tem ferrovias, não tem nada, mas tem estatal, a TAV", contestou.

Comente agora
11
Jun
Janot pede que inquérito contra Lula vá para a Justiça Federal, no Paraná
Postado por: Débora Ayane / 15:56h

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que remeta inquérito contra o ex-presidente Lula para a Justiça Federal. O processo se refere ao conteúdo da delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral.Na delação, Delcídio disse que o ex-presidente Lula tentou interferir para evitar que o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Ceveró, assinasse acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato. No dia 8 de abril, Lula prestou depoimento ao Ministério Público Federal (MPF) e negou as acusações.A argumentação de Janot é que, com a cassação do mandato de Delcídio, nenhum dos denunciados no inquérito tem foro privilegiado. A decisão está nas mãos do ministro do STF, Teori Zavaski. Caso siga a recomendação de Janot, o processo envolvendo Lula vai para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba.

Compra do silêncio

No início de maio, a Procuradoria-Geral da República denunciou Lula com base na delação de Delcídio do Amaral. De acordo com a PGR, Lula atuou “na compra do silêncio” do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, a fim de evitar que ele assinasse acordo de delação premiada com a força-tarefa de investigadores da Operação Lava Jato.Os fatos motivaram a prisão, no ano passado, do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). A prisão foi embasada por uma gravação apresentada à PGR por Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor. Segundo a procuradoria, o senador ofereceu R$ 50 mil por mês para a família de Cerveró e mais um plano de fuga para que o ex-diretor deixasse o país.(Agência Brasil)

Comente agora
11
Jun
Moro chama Dilma como testemunha de Marcelo Odebrecht
Postado por: Débora Ayane / 15:40h

O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, mandou comunicar a presidente afastada Dilma Rousseff que ela foi arrolada como testemunha de defesa do empreiteiro Marcelo Bahia Odebrecht, preso desde 19 de junho de 2015 e condenado a 19 anos e quatro meses de prisão por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa no esquema de propinas montado na Petrobras. A decisão de Moro ocorre em um momento crucial da Lava Jato. Odebrecht está negociando acordo de delação premiada com a força-tarefa do Ministério Público Federal. Os investigadores estão na expectativa de que o empreiteiro poderá revelar detalhes sobre financiamento da campanha da petista em 2010 e em 2014. Desde fevereiro está preso o publicitário João Santana, marqueteiro das campanhas de Lula (2006) e Dilma. A investigação revela depósitos de US$ 7,5 milhões em favor do marqueteiro realizados pela Odebrecht em pleno período eleitoral de 2014. Os advogados de Odebrecht arrolaram Dilma nos autos da Operação Xepa, 26.ª etapa da Lava Jato. Moro mandou expedir ofício a Dilma solicitando a ela que responda se quer ser ouvida em audiência ou que lhe sejam encaminhadas perguntas por escrito, na forma do artigo 221 do Código de Processo Penal. "(Marcelo Odebrecht) Arrolou como testemunha a Exma. Sra. Presidente da República Dilma Vana Roussef.

Comente agora
11
Jun
Dilma recebe título de cidadã baiana em Salvador e participa de ato contra Temer
Postado por: Redação Voz da Bahia / 13:25h

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) chegará em Salvador na próxima quinta-feira (16), para receber o título de cidadão baiana na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Durante a tarde, a petista participará de ato contra o presidente interino Michel Temer (PMDB). "Vamos fazer um ato político para mostrar à presidente que estamos com ela e manifestar que não aceitamos nem reconhecer o governo golpista de Michel Temer", disse ao A Tarde Everaldo Anunciação, presidente estadual do PT. (BN)

Publicidade

Comente agora
11
Jun
DEM deve lançar candidato próprio em Vitória da Conquista e oficializa aliança com PSDB
Postado por: Débora Ayane / 12:18h

O Democratas deve lançar um candidato próprio às eleições municipais em Vitória da Conquista. De acordo com a coluna Raio Laser, da Tribuna da Bahia, o presidente municipal do partido e advogado Marcelo Melo encabeçará a chapa, tendo Lúcia Rocha como vice. Nesta sexta, o partido já havia oficializado uma aliança com o PSDB, segundo informações do Blog do Anderson, após encontro entre Melo e o vereador Arlindo Rebouças, cacique tucano. A frente que deve concorrer com o deputado estadual licenciado Herzem Gusmão (PMDB) pode contar ainda com o PEN, Solidariedade e PPS, segundo informações da publicação.

Comente agora
11
Jun
Temer completa um mês na Presidência neste domingo
Postado por: Débora Ayane / 11:48h

Neste domingo (12), Michel Temer completa um mês como presidente interino da República. Ele assumiu o poder após o Congresso Nacional aprovar a admissibilidade do processo deimpeachment da presidenta Dilma Rousseff e, ao longo das últimas quatro semanas, conseguiu imprimir uma agenda positiva na área econômica.No primeiro dia de trabalho, o governo anunciou a intenção de extinguir milhares de cargos públicos até o fim deste ano e, na sexta-feira (10) detalhou que vai cortar 4.307 funções e cargos comissionados em 30 dias. Em outro gesto, Temer anunciou o congelamento de nomeações para empresas estatais e fundos de pensão, até que a Câmara dos Deputados aprove projetos que limitam tais indicações a pessoas com qualificação técnica.Na economia, o presidente interino alterou e aprovou a meta fiscal para 2016, que prevê déficit primário de R$ 170,5 bilhões. Medida que havia ficado parada durante meses, a Desvinculação das Receitas da União (DRU), que permite ao governo usar livremente parte de sua arrecadação, foi aprovada em dois turnos pelos deputados e agora será analisada no Senado.Após anunciar a nova meta, Temer foi ao Congresso entregar o projeto ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Nos primeiros 30 dias, o governo Temer teve apoio de congressistas e do mercado, mais foi criticado por movimentos sociais, que não reconhecem a legitimidade da gestão e criticam a ausência de negros e de mulheres em sua equipe.

Publicidade


Comente agora
11
Jun
Limite de gastos do governo deve ser atrelado a meta para a dívida pública
Postado por: Débora Ayane / 11:45h

A fórmula que será proposta pelo Ministério da Fazenda para limitar os gastos do governo a partir de 2017 deve atrelar a duração da medida a uma meta para a dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), ou partir de uma combinação de fatores com prazo fixo em anos. A dívida fechou 2015 em quase 70% do PIB, e vem em trajetória considerada "explosiva". O objetivo do ministro Henrique Meirelles é achar uma equação que garanta que o teto de gastos dure por um período suficiente para a dívida entrar em uma "trajetória sustentável". Mas um período reduzido não será suficiente para apontar essa direção, segundo fontes da equipe econômica. A proposta inicial apresentada pela equipe econômica previa que o aumento dos gastos do governo seria limitado, de forma permanente, pela inflação do ano anterior - ou seja, não haveria mais crescimento real dos gastos. Pelos cálculos do governo, levar a dívida bruta para um patamar considerado sustentável poderá demorar mais de uma década. A estabilização da trajetória de alta da dívida não acontecerá em menos de cinco anos. As opções para a vigência do teto - medida que ainda terá de passar pelo crivo do Congresso - serão discutidas em reuniões neste fim de semana, quando Meirelles analisará simulações de trajetória da dívida que foram encomendadas à equipe técnica.

Comente agora
11
Jun
Wagner se diz tranquilo com investigação no STF
Postado por: Débora Ayane / 10:26h

O ex-ministro da Casa Civil, Jaques Wagner (PT), negou nessa sexta-feira (10), durante caminhada contra o governo Temer, no Campo Grande, que exista investigação contra ele no STF apesar de ter enviado nessa quinta-feira (9) nota justificando o ocorrido. " Não tem inquérito, não tem nem abertura. O que existe são e-mails da época de Leo Pinheiro onde ele reclama o dinheiro da obra da Via Expressa. O processo foi para mão do Teori que disse que não tinha nada a ver com a Lava Jato e pediu pra ser redistribuído. Eu não sou mais ministro e acho um equívoco, inclusive fiz uma petição ao Celso de Melo por ele dizer que tem que ir pro Paraná. Se tem que ir pro Paraná quem tinha que mandar era o Teori. Não tem nada de novo, estou muito tranquilo," afirmou, rindo. Questionado se iria para o governo Rui Costa para obter foro privilegiado, o governador afirmou que responderia o processo onde fosse. "Isso tudo é uma besteira. Não existe isso. Vou responder em qualquer lugar. Estou modesto a parte muito tranquilo," disse.(Bocão News)

Comente agora
11
Jun
Sarney é descrito por procuradores como 'chefe de todos os chefes' do PMDB
Postado por: Débora Ayane / 07:55h

O ex-presidente da República José Sarney é descrito por procuradores como o "capo de tutti capi" ou "chefe de todos os chefes" do PMDB. De acordo com a coluna Radar Online, de Veja, a descrição consta na justificativa do pedido de prisão domiciliar de Sarney feita pelo Ministério Público Federal. Os procuradores dizem que nada acontecia no esquema de propina para o partido sem que Sarney desse o aval. Sarney também motivou um pedido de prisão de autoria da Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF), juntamente com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Publicidade

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com