As comentadas


Boa noite , Terça-feira, 31/05/2016








Enquete



Reflita

Blog

Política

09
Abr
Oposição diz que denúncia sobre Caixa reforça processo de impeachment
Postado por: Anacley Souza / 15:16h

Parlamentares da oposição afirmam que a informação de que a Caixa ignorou, em 2014, recomendação do seu próprio Conselho de Administração contra as operações chamadas de “pedaladas fiscais” reforçam o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Para o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), mais grave teria sido se o banco público interrompesse o pagamento de programas sociais. Reportagem do GLOBO deste sábado, com base em atas sigilosas do Conselho de Administração da Caixa, mostra que o órgão recomendou, em 6 de junho de 2014, que o banco deixasse de pagar benefícios diante da falta de definição jurídica sobre a legalidade das operações, uma vez que o governo estava atrasando os repasses. A direção ignorou a orientação e manteve o pagamento com o argumento de que um parecer jurídico de 24 de junho daquele ano sustentava a legalidade. Este parecer, porém, só foi submetido ao Conselho em 25 de setembro. Coordenador do comitê pró-impeachment, o deputado Mendonça Filho (DEM-SE) diz que a informação reforça a gravidade das “pedaladas fiscais” e o uso pelo governo dos bancos públicos durante as eleições de 2014. Ele defendeu que o Ministério Público apure o caso. "Houve uma conexão toda do uso político da Caixa para viabilizar a reeleição da presidente. Os programas sociais foram financiados ilegalmente, o que configura crime de responsabilidade e reforça a tese do impedimento.

Comente agora
09
Abr
TSE não tem verba para fazer novas eleições para presidente
Postado por: Anacley Souza / 14:42h

Apontadas como possível solução para a atual crise política pela ex-senadora Marina Silva (Rede) e pelo senador Valdir Raupp (PMDB), novas eleições gerais não poderiam sair do papel em 2016 por falta de verba. Consultada pela equipe de reportagem de O Financista, a Secretaria de Comunicação Institucional do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) indicou que não teria recursos para realizar eleições gerais em 2016. “Estimamos que uma nova corrida eleitoral a nível nacional obrigaria o TSE a desembolsar R$ 800 milhões”, informou o órgão por telefone. O TSE disse ainda que o orçamento da Justiça Eleitoral para as eleições municipais deste ano sofreu um corte de cerca de R$ 250 milhões. Para realizá-las, o TSE pediu um crédito suplementar ao Ministério do Planejamento. “Neste contexto, pode-se afirmar que a Justiça Eleitoral não tem orçamento para organizar nova eleição presidencial em 2016", afirmou a assessoria do TSE. (O Fanancista)

Comente agora
09
Abr
Governo do DF proíbe acampamentos na Esplanada até a votação do impeachment
Postado por: Débora Ayane / 12:02h

Os acampamentos de movimentos sociais ou outros grupos que, por vezes, ocupam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, não serão permitidos no local e nos arredores até o dia da votação do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff pela Câmara dos Deputados. A medida foi determinada pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal e começou a valer a partir das 18h dessa sexta-feira (8). Segundo a secretaria, a medida é necessária para “garantir o adequado e suficiente desempenho do plano de segurança pública que será adotado para assegurar o livre direito à manifestação de grupos de diferentes matizes políticas durante o processo de votação”.A secretaria informou que o acampamento, montado na última semana próximo à Praça dos Três Poderes, por grupo em defesa do impeachment será transferido para outro local, ainda em definição, conforme acordo com os organizadores do movimento. Também não será permitida a montagem do acampamento organizado no estacionamento do Teatro Nacional pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em memória ao Massacre de Eldorado dos Carajás.

Comente agora
09
Abr
ES tem o maior número de deputados pró-impeachment, aponta levantamento
Postado por: Débora Ayane / 09:45h

Um levantamento feito pela Consultoria Bites revela que o Espírito Santo é o estado brasileiro com maior número proporcional de deputados a favor do impeachment de Dilma Rousseff. Segundo a pesquisa, 80% dos parlamentares capixabas são favoráveis ao afastamento da petista. Em seguida, aparecem Goiás, com 76,5%, e Amazonas e Santa Catarina, empatados com 75%. Na contramão destes estados, o Piauí é quem aparece na dianteira, com o maior índice de parlamentares contra o impeachment: 50%. Logo depois, aparecem Acre, com 37,5%, e Ceará, com 36,4%. Entre os indecisos, o Amapá surge em primeiro, com 75%, seguido de Alagoas, onde o índice é de 66,7%, e de Sergipe, com 50%. De acordo com a coluna de Lauro Jardim, de O Globo, o levantamento foi feito através de postagens no Twitter dos parlamentares, que revelam seus posicionamentos sobre o impeachment. Os dados são inéditos e mostram a proporção estado por estado.

Comente agora
09
Abr
Dilma exonera presidente da Codern indicado por ex-ministro peemedebista
Postado por: Débora Ayane / 08:45h

A presidente Dilma Rousseff ordenou a demissão de Emerson Fernandes Daniel Júnior, diretor-presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern). Ele foi indicado para o cargo pelo ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, peemedebista fortemente ligado ao vice-presidente Michel Temer, único integrante do partido no primeiro escalão a entregar o cargo, seguindo decisão da sigla de desembarcar do governo. Segundo a coluna Expresso, da revista Época, Hanna Yousef Emile Safieh assumiu o posto interinamente e acumulará a função com a diretoria técnico-comercial. A demissão de Edson faz parte de uma série de exonerações de aliados ou indicados pelo PMDB feita por Dilma, em resposta à saída do partido do governo. Recentemente, a presidente demitiu Vinícius Renê Lummertz Silva da presidência do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que havia sido nomeado para o cargo pelo vice-presidente Michel Temer no ano passado. Dilma exonerou também nesta sexta-feira (8) a diretora de Administração da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Fátima Pelaes, filiada ao PMDB. (BN)

Comente agora
09
Abr
Em debate de 13 horas, 39 deputados defenderam o impeachment e 21 foram contra
Postado por: Débora Ayane / 07:35h

A legalidade ou não dos argumentos contidos na denúncia do processo de impeachment dominou as discussões sobre o parecer final da comissão especial que analisa o pedido de afastamento da presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. Foram mais de 13 horas de debate, na sessão iniciada ontem (8), por volta das 15h30, e finalizado às 4h43 deste sábado (9).Ao todo 61 deputados discursam. A maioria, 39 deles, defenderam o parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO), que sugeriu o prosseguimento do processo de impeachment, praticamente o dobro dos que se posicionaram contrários (21) e um indeciso. Cada deputado membro da comissão teve 15 minutos para defender sua posição, enquanto os não membro falaram por dez minutos.No total, havia 116 deputados inscritos para discursar. Os que não falaram desistiram ou foram embora antes de serem chamados pela presidência da Comissão.Com mais de 11 horas de sessão, o presidente do colegiado, deputado Rogério Rosso (PSD-DF) tentou reduzir o tempo de fala já que o horário limite estabelecido inicialmente, 3h de sábado, já havia sido ultrapassado. A proposta, contudo, não foi bem aceita.Conforme o estabelecido pelos líderes, a ordem de inscrição dos oradores obedeceu a alternância entre favoráveis e contrários ao impeachment. No entanto, depois das 3h todos os governistas inscritos já haviam falado e a lista seguiu com discursos apenas daqueles que defendiam o impeachment. Pouco antes, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) sugeriu o encerramento da reunião, proposta que foi rechaçada pelos oposicionistas.

Comente agora
08
Abr
Dilma é eleita líder mundial mais decepcionante, diz revista
Postado por: Anacley Souza / 19:43h

A Presidente Dilma Rousseff foi eleita a líder mais decepcionante, segundo a revista americana Fortune . O ranking foi elaborado de acordo com os votos de seus leitores. No levantamento, a presidente recebeu 374 mil votos, contra 17 mil do segundo colocado, o governador do Estado do Michigan, Rick Snyder. Na lista, Dilma também ficou a frente de nomes como Joseph Blatter e Michel Platini, ambos envolvido nos escândalos envolvendo a Fifa, e de Martin Winterkorn, ex-presidente da Volkswagen. Segundo a revista, era esperado que Dilma Rousseff prosseguisse com o trabalho feito pelo antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, mas, ao invés disso, ela "se tornou conhecida pela suposta má gestão das contas públicas". A "má gestão dos fundos públicos influenciou no processo de impeachment", avalia a revista Fortune . O escândalo da Petrobras parece ser o que mais decepcionou os brasileiros, diz a revista. Mesmo sem provas concretas de seu envolvimento, o relacionamento próximo a Lula e seu cargo de chefe de conselho da estatal durante os episódios de corrupção deixaram as pessoas "céticas em relação à sua negação de participação no esquema". (O Financista)

Comente agora
08
Abr
Comissão começa a discutir parecer pelo afastamento de Dilma
Postado por: Anacley Souza / 19:12h

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o pedido impeachment da presidenta Dilma Rousseff, está discutindo neste momento o parecer do relator, Jovair Arantes (PTB-GO), favorável ao prosseguimento do processo de afastamento do cargo da presidenta. Pelos critérios da comissão, que tem 65 membros titulares, um deputado falará a favor do parecer e outro contra. Cada parlamentar tem direito a 15 minutos para defender sua posição, contra ou a favor do impeachment. O primeiro a falar foi Evair de Melo (PV-ES), que defendeu a aprovação do relatório. A seguir, falou o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), contra o parecer de Jovair Arantes. Depois, o deputado Rogério Marinho (PSD-RN), defendeu a aprovação do relatório. Neste momento, é a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), quem fala contra o impeachment. Ate o momento, não foi divulgado o número de inscritos psara discutir a matéria, mas há um acordo para que a reunião da comissão termine às 3h da madrugada de sábado, com a aprovação de um requer de encerramento das discussões. No entanto, como o acordo entre os líderes e a presidência da Câmara previa o início dos debates para as 15h de hoje e só foram iniciados às 16h20, muitos deputados defendem que os trabalhos se estendam até as 4h20. O presidente da comissão, Rogério Rosso, na abertura dos trabalhos, convidou a Advocacia-Geral da União (AGU) para acompanhar a sessão e anunciou que ao final dos debates concederá ao representante da presidenta 15 minutos para falar sobre o relatório. (Agência Brasil)                                                     

Comente agora
08
Abr
Zelador de prédio ligado à lula fala em represália
Postado por: Anacley Souza / 18:58h

O zelador do edifício cuja cobertura está relacionada à família do ex-presidente Lula, no Guarujá, fala em represália após de ser demitido. Depois de três anos de trabalho no condomínio Solaris, José Afonso Pinheiro afirma ser vítima por ter relacionado um dos tríplex do prédio ao petista. José é uma das principais testemunhas do Ministério Público Estadual e do MP Federal nas investigações sobre o relação ao imóvel. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, ele explica que foi dispensado pela administradora do condomínio sem justa causa e nenhum motivo foi apresentado. Para o zelador, a demissão está relacionada ao depoimento prestado aos promotores que investigam a família do ex-presidente. José Afonso Pinheiro revela que, dias depois da oitiva, tomou uma bronca de um funcionário da OAS, empreiteira que terminou a obra do edifício. O zelador ressalta que não se arrepende das informações que passou para a investigação e diz que está pagando por dizer a verdade. A testemunha só teme que o fato possa desestimular outras testemunhas a revelarem o que sabe.

Comente agora
08
Abr
Eleições municipais de 2016 serão diferentes
Postado por: Anacley Souza / 18:51h

Você já deve ter ouvido por aí que as eleições municipais serão diferentes em 2016. Grande parte das regras que vão regular a corrida pelas prefeituras e às câmaras pelo Brasil foi alterada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Do financiamento das campanhas aos prazos para as candidaturas e a propagandas dos candidatos, muita coisa passou pela reforma. As novidades não mudam o jogo só para os partidos e para os políticos, mas também para o eleitor. E para não se perder entre o que pode e o que não pode mais, o Metro Jornal te ajuda a entender as principais mudanças. “Será eleição inédita, com resultados impossíveis de se medir ainda, mas a redução da publicidade vai certamente trazer dificuldades para os eleitores conhecerem as propostas dos candidatos. Isso enfraquece o processo democrático”, afirmou o presidente da comissão de Direito Eleitoral da OAB-SP, Silvio Salata.

Filiação partidária: Quem quiser entrar na disputa precisa filiar-se a um partido político até 2 de abril, ou seja, seis meses antes das eleições, que serão em 2 de outubro. A regra está menos rigorosa, já que antes exigia a filiação com, pelo menos, um ano antes do pleito.

Análise: A mudança altera a chamada janela e beneficia os candidatos, que podem agora mudar de legenda correndo menos risco de perderem um eventual mandato por infidelidade partidária.

Comente agora
08
Abr
Brasil vive "clima de quanto pior melhor", diz Dilma
Postado por: Débora Ayane / 17:33h

A presidente Dilma Rousseff afirmou, nesta sexta-feira (8), que o país vive atualmente "um clima de quanto pior melhor". Na inauguração do Centro Olímpico de Esportes Aquáticos, a petista usou a organização dos Jogos Olímpicos como exemplo para o país voltar a crescer, segundo a Folha de S. Paulo. "Hoje, no Brasil, tem um certo clima que não chamo de mau humor, chamo de 'quanto pior, melhor'. Esse clima não interessa à necessária estabilidade economia e politica do país. Se somos capazes de fazer uma Olimpíada, somos capazes de fazer também o nosso país voltar a crescer", declarou Dilma. "Para isso, o elemento da convergência, o elemento do diálogo e o elemento da parceria [é necessário]. Daí digo que esse é um momento especial. Um símbolo e um exemplo para o Brasil do que é possível fazer quando pessoas de bem se unem em prol do bem do povo brasileiro", acrescentou. O centro aquático teve cerimônia de inauguração com portões fechados. Somente autoridades, atletas e 14 operários que trabalharam na obra assistiram ao evento. (N. ao Minuto)

Comente agora
08
Abr
Apenas 14 deputados foram indicados para comissão do impeachment de Temer
Postado por: Débora Ayane / 17:10h

Até o momento, segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), apenas 14 dos 66 deputados foram indicados pelos líderes partidários para a comissão que vai analisar o pedido de impeachment do vice-presidente da República, Michel Temer. De acordo com a Agência Câmara Notícias, o presidente da Câmara cumpre decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Melo, que obrigou a Casa a instalar comissão para analisar denúncia de crime de responsabilidade contra o vice-presidente Michel Temer. O presidente da Câmara já recorreu da decisão e espera que o Plenário do Supremo decida sobre o tema nos próximos dias. "Foi uma decisão absurda e atender a essa decisão compulsoriamente obrigará a aceitação dos nove pedidos pendentes com relação à presidente da República; não terá outra decisão a ser tomada, porque todas elas estão dentro dos requisitos formais: estar em gozo dos seu direitos políticos, ter firma reconhecida, os requisitos previstos na lei. Atendidos esses requisitos, eu não posso mais fazer qualquer tipo de apreciação de inépcia ou justa causa e obviamente eu sou obrigado a instalar. Não é questão de vontade, nem interpretação", afirmou.

Comente agora
08
Abr
Advogado de SAJ sobre Délcio aponta: “Eu sugeriria que o vereador viesse a ser pré-candidato a prefeito e como vice dele Joanito”
Postado por: Dulce Santana / 16:00h

O advogado e ex-vereador Dr. José Reis Filho, conhecido Zé Reis (PMDB) comentou a respeito de uma possível pré-candidatura do vereador Délcio Mascarenhas (PP) a prefeito de Santo Antônio de Jesus, “Délcio tem ideias, vontades, mas ideias e vontades não fazem a realidade. Eu sugeriria até que o vereador viesse a ser mesmo pré-candidato a prefeito e recomendaria também a Joanito Barbosa como vice dele, seria uma chapa de excelente qualidade e é mais uma opção para o povo, quanto mais opções o povo tiver para escolher, melhor é”, disse. 

  1. Zé Reis diz que Dalva pode vir a ser a vice de Rogério

Sobre Dalva Mercês o que disse Zé Reis: O advogado ainda proferiu não acreditar que Délcio venha ficar contra Rogério Andrade (PSD) e que Dalvinha deverá caminhar como a vice do deputado, “não creio que Délcio fique contra Santo Antônio de Jesus, ele não ficando por certo virá a apoiar Rogério que hoje é um pré-candidato e tenho quase certeza que Dalvinha é será a nossa pré-candidata a vice pelo grupo, com certeza será a chapa nesse próximo pleito eleitoral”, concluiu.

Um comentário
08
Abr
Delcídio do Amaral recebe alta após cirurgia no Sírio-Libanês
Postado por: Débora Ayane / 15:26h

O senador Delcídio do Amaral (sem partido - MS) recebeu alta e deixou hoje (8) o Hospital Sírio-Libanês na capital paulista. Ele ficou internado para a cirurgia, na última terça-feira, de retirada da vesícula em razão da presença de cálculos. O hospital informou que a operação transcorreu com normalidade. Em razão do problema da saúde, o Conselho de Ética do Senado teve de remarcar para o próximo dia 19 a reunião para ouvir o senador sobre a acusação de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Será a terceira tentativa do colegiado de ouvir o senador. Delcídio prestaria esclarecimentos ontem (7), mas foi amparado pelo atestado médico, em função da cirurgia.

Comente agora
08
Abr
Mutirão de glaucoma: Alan Sanches diz que falta sensibilidade do governo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 15:19h

Após denúncia de que pacientes que fizeram cirurgia de catarata durante um mutirão em novembro do ano passado, na cidade de Juazeiro, estão com dor nos olhos e alguns sem enxergar, o deputado estadual Alan Sanches (DEM), afirma que falta sensibilidade do Governo do Estado para resolver um problema grave criado pela própria gestão. Segundo Alan Sanches, o exemplo da aposentada Maria das Dores Teixeira, 74 anos, diz que não consegue enxergar direito após ter sido operada e que após ser ignorada pelo poder público e ter ida a uma clínica particular, que detectou hemorragia no olho operado e indicou uma cirurgia que tem o custo de R$ 8 mil, fica mais do que comprovado que o executivo estadual precisa não apenas se retratar e resolver os problemas das pessoas vitimadas, como explicar o que ocorreu. “Afinal, é inadmissível que pacientes se dirijam para um mutirão acreditando melhorar suas visões com simples procedimentos e saiam piores, inclusive, alguns sem enxergar e outros com risco de perder a visão”, pontuou, complementando que o executivo estadual precisa corrigir o quanto antes a complicação causada a estes pacientes. Mais além, o deputado, que é médico por formação, afirma que entrará com representação no Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) e no Ministério Público Estadual, de forma que o governo seja obrigado a num curto prazo corrigir os erros causados. “Farei ainda uma moção de repúdio contra todo esse descaso. Afinal, a população que tanto já sofre com o descaso na saúde pública, não pode ficar ainda mais insegura, mais desacreditada e prejudicada”, concluiu.

Comente agora
08
Abr
Dilma inaugura Parque Olímpico no Rio de Janeiro
Postado por: Débora Ayane / 14:40h

A presidente Dilma Rousseff participou hoje (8) da inauguração do Centro Olímpico de Esportes Aquáticos, no Parque Olímpico da Barra. Nele, serão realizados este mês os eventos-testes de natação olímpica, natação paralímpica e pólo aquático. Nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o estádio receberá as provas de natação.O estádio aquático chama a atenção por ter em sua fachada uma reprodução da obra "Celacanto Provoca Maremoto", da artista plástica Adriana Varejão. Exposto originalmente no Instituto Inhotimm, em Minas Gerais, o trabalho foi reconstituído em 66 painéis de poliéster revestidos de PVC, com 27 metros de altura cada. Além de decorar a fachada, as telas têm tratamento anti-UV para regular a temperatura da instalação, que não tem ar condicionado.A ventilação do centro olímpico conta, ainda, com 15 mil furos na estrutura das arquibancadas, calculados para orientar a entrada do ar e evitar gastos com ar condicionado. O estádio custou R$ 225,3 milhões, sendo R$ 8,2 milhões para manutenção.O primeiro evento-teste, o Troféu Maria Lenk de Natação, reunirá 365 atletas brasileiros e 55 estrangeiros de 11 países. Para os brasileiros, servirá, ainda, como seletiva para a Olimpíada. Já o Open Internacional Caixa Loterias de Natação Paralímpica, terá 212 atletas de 19 países, que também disputarão vagas para os jogos do Rio. O último evento-teste do estádio, de pólo aquático, contará com 60 atletas do Brasil, Estados Unidos, China e Canadá.

Comente agora
08
Abr
Oposição age em apoio a Michel Temer e procura unificar discurso
Postado por: Débora Ayane / 13:31h

O senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, e outras lideranças de oposição no Congresso Nacional participarão nesta sexta-feira, 8, em São Paulo, de um ato de apoio ao vice-presidente Michel Temer promovido pela Força Sindical. No evento, o deputado Paulo Pereira da Silva (SP), presidente do Solidariedade, apresentará uma carta de reivindicações. A lista de demandas dos sindicalistas inclui pautas como a garantia dos programas sociais e a manutenção da atual política de salário mínimo. "Também queremos numa reforma da Previdência que não tire direito dos trabalhadores. Avisei o Temer sobre o evento", diz o deputado, também conhecido com Paulinho da Força. Antes do ato, as principais lideranças tucanas participam de um evento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para afinar o discurso da sigla. Os senadores José Serra, Aloysio Nunes e Aécio Neves e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso participam do encontro. Com informações do Estadão Conteúdo.

Comente agora
08
Abr
Comissão do impeachment inicia discussão de relatório nesta sexta
Postado por: Débora Ayane / 13:10h

A comissão especial do impeachment inicia na tarde desta sexta-feira (8) a discussão do parecer favorável ao processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. Os trabalhos, que começam às 15h, podem se estender até o sábado (9) caso não haja acordo sobre o rito a ser seguido.Uma reunião entre líderes na manhã desta sexta tenta diminuir o tempo de fala de cada parlamentar, fixado em 15 minutos. Só a manifestação dos mais de 100 inscritos pode levar 27,5 horas.Deputados governistas são contra continuar os trabalhos da comissão durante o fim de semana e defendem que a discussão seja iniciada e interrompida na sexta, e continue na próxima segunda (11). Já deputados de oposição querem que a discussão se prolongue pelo fim de semana para não correr o risco de ferir o prazo, previsto no regimento, de cinco sessões do plenário da Câmara para a votação do parecer do relator, deputado Jovair Arantes (PTB-GO).A possibilidade do avanço das discussões foi informada pelo presidente da comissão, deputado Rogério Rosso (PSD-DF), por meio de nota. "A sessão poderá se estender até o sábado, impreterivelmente, para discussão do relatório nos termos regimentais e constitucionais", disse Rosso por meio de nota.No texto, o parlamentar afirma ainda que não será convocada nenhuma nova reunião antes de segunda. "Na manhã de segunda será possível dar continuidade à discussão, caso ainda haja lista de remanescentes, nos termos regimentais", afirma.

Comente agora
08
Abr
Sobre ‘traições’ na política, Zé Reis lembra Everaldo: “Ele dizia antes que ia beber o leite e deu queixa do prefeito na delegacia”
Postado por: Dulce Santana / 13:04h

Em entrevista a uma rádio local, o advogado e ex-vereador, José Reis Filho (PMDB), falou sobre o quadro político da cidade, das migrações de pessoas para outros partidos. “Política são acomodações, político é momentâneo. Uma hora você estar com um projeto político, outra você está com outro”, disse, fazendo menção aos políticos que migram de partidos afirmando “tomarem juízo”. O advogado deu como exemplo o Secretário de Cultura de Santo Antônio de Jesus, Dr. Everaldo Ferreira, “até pouco tempo atrás dizia que ia beber o leite pelas beiradas, deu queixa do prefeito Humberto Leite na delegacia por que tinha ameaçado ele de morte, e hoje está de cabeça no projeto, que, diga-se de passagem, em 30 dias fez uma revolução na administração. Dr. Everaldo é o secretário mais falado do que todos os outros”, declarou. Reis Filho ainda citou outros políticos da cidade, como o vereador Marcos Có, que também mudou de partido, “isso é traição? Não, é acomodação do projeto político. E sobre o vereador Marcos Muniz, conhecido Chispita, que já foi de Álvaro, de Euvaldo, depois rompeu com Álvaro, com Euvaldo e hoje está com Humberto. O importante é que não se pode deixar de pensar em Santo Antônio de Jesus, se for colocar chocalho...”, pontou.

Zé Reis revela apoio ao deputado Rogério: O projeto de Rogério Andrade (PSD) é um projeto muito interessante. Nós precisamos realmente construir não outra história, mas transformar Santo Antônio de Jesus para ela ocupar o verdadeiro lugar que ela merece na história com ‘H’ no recôncavo da Bahia, essa história descente, que com certeza terá esse projeto novo, já estar começando a ser construída aqui. A cultura que nascer do povo, frutificar do povo e crescer com o povo. E, com certeza é o que vai acontecer nessa administração, que vai ter antes de tudo planejamento, participação e transparência.

  1. Reportagem: Voz da Bahia
Um comentário
08
Abr
Ministro da Saúde vem à Bahia no dia 30 lançar campanha contra gripe H1N1
Postado por: Dulce Santana / 11:17h

Nesse ano de 2016, a Bahia já registrou 10 casos da gripe H1N1 com duas mortes. Para tentar conter o avanço da doença, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, vem ao estado no próximo dia 30 para o lançamento da campanha contra a gripe. A informação foi dada nessa sexta-feira (8) pelo secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, durante entrevista à Metrópole FM. Segundo o titular, a campanha é importante e pretende atingir até 80% da população. “Muita gente tem a crença de que se tomar a vacina vai gripar depois. Não é verdade, a vacina tem até 15 dias para surtir efeito”, ressaltou Vilas Boas. A campanha é voltada para crianças de seis meses a menores de 5 anos, idosos, trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, presos e funcionários do sistema prisional. (Bocão News)

Comente agora
08
Abr
Operação Lava Jato vai virar filme
Postado por: Dulce Santana / 07:32h

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) liberou nesta quinta-feira (7), a captação de R$ 12,5 milhões para a produção do filme "Polícia Federal: a lei é para todos", sobre a Operação Lava-Jato. De acordo com o colunista Lauro Jardim, é um valor alto para o padrão usual que costuma ser liberado via Lei do Audiovisual. Ou seja, será uma superprodução. As produtoras Raconto e New Group assinaram um acordo de cooperação com a Polícia Federal para fazer o filme, que será rodado em diversas cidades. (Bocão News)

Comente agora
08
Abr
MPF pede prisão de ministro da Saúde pelo não fornecimento de Cannabidiol
Postado por: Dulce Santana / 07:10h

O Ministério Público Federal em Marília, interior de São Paulo, pediu nesta quinta-feira (7) a prisão do ministro da Saúde, Marcelo Castro, e também do secretário da Saúde do estado, David Uip. O pedido foi por conta de o Estado e a União terem deixado de fornecer, desde o início do ano, o cannabidiol a crianças e adolescentes portadores de encefalopatia epiléptica e síndrome de lennox-gastaut em Marília. A liminar, concedida em abril de 2015, vem sendo desrespeitada desde janeiro deste ano, segundo o procurador. Por conta da interrupção do tratamento, os pacientes voltaram a apresentar crises de convulsão. O fornecimento do cannabidiol foi obtido após ações ajuizadas pelo MPF, visando a garantir o direito à saúde e à vida de nove crianças e adolescentes que realizam tratamento no município. Eles precisam do remédio, extraído da maconha, para controlar os graves ataques convulsivos, já que são resistentes à terapia padronizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para o procurador da república Jefferson aparecido Dias, autor das ações, o atraso no cumprimento da decisão liminar representa prejuízo da saúde das crianças e adolescentes que precisam do medicamento, além de ofender a dignidade da justiça. O Canabidiol não faz parte da lista definida pelo Ministério da Saúde para distribuição na rede pública de saúde brasileira. Por se tratar de medicamento importado, o processo de aquisição requer autorização de importação da Anvisa e desembaraço alfandegário por parte da Receita Federal, entre outras. Além disso, no caso deste medicamento é essencial que as autorizações individuais junto à Anvisa, que são válidas por um ano, estejam em dia. (Bocão News)

Comente agora
08
Abr
60% dos deputados afirmam que vão votar pelo impeachment, diz jornal
Postado por: Redação Voz da Bahia / 06:43h

A maioria dos deputados da Câmara afirmam que já decidiu seu voto e que ele será favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, de acordo com o jornal 'Folha de S. Paulo'. Ao todo, 60% dos deputados federais disseram que no próximo dia 17 de abril, data prevista para a votação do impedimento da presidente, vão optar pela saída da presidente, de acordo com pesquisa feita pelo Datafolha entre os dias 21 de março a 7 de abril. Contudo, apesar de ser maioria, o número não é suficiente para aprovar a saída de Dilma. Para aprovar, seriam necessários 67% dos votos favoráveis. Já os que se declararam contra o impedimento da presidente somam 21% dos votos. O cenário vai depender dos deputados indecisos, que não declararam suas intenções de voto.

Comente agora
07
Abr
Impeachment: Dilma e Lula acionam governadores
Postado por: Anacley Souza / 21:32h

A presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acionaram governadores íntimos para que eles convençam os deputados federais de seus estados a se posicionarem contra o impeachment, na votação do próximo dia 17. De acordo com a colunista do Metro Jornal Cláudio Humberto, os governadores estão autorizados a utilizar a “moeda” que for exigida pelos interlocutores, inclusive cargos. Dilma e Lula definiram essa estratégia porque temem gravações de conversas e de telefonemas. Lula, por exemplo, “tem certeza” de que continua grampeado e teme ser flagrado em conversas impróprias. Ainda de acordo com o colunista, governadores ligados ao Planalto têm sido chamados a Brasília para receberem a “missão” de reverter os votos hoje pró-impeachment. A oposição, por sua vez, já sabe que o Planalto tem liberado recursos para os governadores aliados que viabilizem a “negociação” com os deputados.

Comente agora
07
Abr
Collor sugere que Dilma tem ‘comprado’ deputados para evitar impeachment
Postado por: Anacley Souza / 20:31h

O ex-presidente e senador Fernando Collor de Melo (PTB-AL) aproveitou o discurso feito em um evento, nesta quinta-feira (7), para criticar a presidente Dilma Rousseff (PT). Em cerimônia organizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Collor sugeriu que a petista tem tentado “comprar” deputados para evitar seu impeachment. De acordo com a coluna Radar On-Line, da revista Veja, o ex-presidente – que renunciou pouco depois da abertura de seu processo de impedimento – disse que mesmo quando sabia que ia cair, não abriu o “balcão de negócios” para comprar parlamentares. Dilma tem sido acusada de negociar ministérios e cargos com diversos partidos para ganhar votos na votação de seu impeachment na Câmara dos Deputados, principalmente depois do desembarque oficial do PMDB da base aliada.

Comente agora
07
Abr
SAJ: "Não houve um aumento, mas sim um reequilíbrio financeiro do salário dos vereadores", explica secretária
Postado por: Débora Ayane / 19:17h

Dr. Luciene Oliveira, secretária de administração e planejamento de Santo Antônio de Jesus, explicou por meio de uma emissora de rádio nesta quarta-feira (06), as questões relacionadas ao aumento dos ganhos mensais de prefeito e vereadores e comentou sobre a campanha salarial dos servidores públicos. Em sua última entrevista a secretária Luciene esclareceu as alegações do vereador Uberdan Cardoso, que na última sessão da Câmara denunciou dívida do município, e em sua explicação citou a crise financeira que tem assolado o Brasil. Prefeito e vereadores de Santo Antônio de Jesus tiveram aumentos nos seus ganhos mensais e apesar dessa crise, muitos questionam qual o impacto isso gerou ao município. Segundo Luciene, não houve um aumento, mas sim um reequilíbrio financeiro do salário dos subsídios dos vereadores, “não falamos de aumento quando apenas repomos o salário da inflação”, disse. De acordo com ela, esse é um projeto de lei, oriunda da Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito, que em nada prejudicará ao município, até porque não se fala de aumento e sim de reposição.

Campanha Salarial dos Servidores Públicos: A secretária acredita que as negociações tiveram um resultado satisfatório para ambas as partes, tanto para o município quanto para o SindServ. Na assembleia a aprovação foi por unanimidade quanto a proposta feita pelo município, e conforme sua fala, foram seis reuniões em que deixou claro que o proposto era o limite que o município poderia ofertar e por conta de o índice de pessoal estar acima do potencial, não foi possível ceder o ganho real, mas apenas a reposição da inflação, “eles aceitaram e terminou tudo em paz, com unanimidade na assembleia e estamos encaminhando o projeto de lei para a Câmara para que seja aprovado e sancionado pelo prefeito”, concluiu.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
07
Abr
Organizador do 1º Encontro de Bateristas de SAJ rebate crítica do Secretário de Cultura ao deputado "não existiu isso"
Postado por: Débora Ayane / 19:04h

O secretario de Cultura e turismo do município de Santo Antônio de Jesus, o Dr. Everaldo Ferreira Júnior causou polêmica nas redes sociais ao dizer que o Deputado Rogério Andrade costuma levar fama pelo trabalho dos outros. O secretário também não deixou de criticar a presença do Deputado no 1º Encontro de Bateristas que aconteceu na cidade e respondendo às críticas de Everaldo, um dos organizadores do evento, o conhecido Novais deixou claro a situação por meio de entrevista à Rádio Andaiá FM nesta quinta-feira (07). Primeiramente ele esclareceu que não foi um festival de bateria como o secretário havia dito, e sim foi o 1º Encontro de Bateristas de Santo Antônio de Jesus, “esse evento acontece em Salvador e outras cidades e fizemos de tudo para que acontecesse aqui em nossa cidade, com certeza o primeiro de muitos”, disse. E explicando essa polêmica, Novais proferiu que a comissão do evento foi organizada por vários produtores e contou também com o apoio de parte do comércio da cidade, mas não obteve de primeira o apoio da Secretaria de Cultura, “eu não vou mentir, sempre que eu ia lá buscar o apoio deles, me davam chá de cadeira e diziam ‘ah a gente ver’. Até deixei de ir lá para não ter um vínculo político, foi um evento musical e cultural realizado pelos músicos  santoantoniense", disse. O entrevistado disse ainda que após muito tempo e tentativas o Dr. Everaldo resolveu finalmente ajudar a equipe, ele proveu os toldos, o som e o palco, mas só com isso não aconteceria o Encontro e o Deputado sempre me apoiou, já fiz workshop com Marcelo Brasil e Rogério sempre colou junto neste e em outros eventos. Estávamos dependendo do cachê de Marcelo Brasil, almoço para os bateristas que vieram de fora, gasolina, dentre outras coisas e Rogério estava sempre ali perguntando o que estávamos ainda precisando”, falou. Novais agradeceu a prefeitura pela estrutura e agradeceu a Andrade, pois segundo ele, o evento obteve a ajuda de todas as partes, “todo mundo ajudou e quem ganhou com isso foi a música e a cultura de Santo Antônio de Jesus. O evento não foi político, foi musical”. Ele acrescentou ainda que nem o secretário e nem o prefeito compareceram ao evento, “eles não foram e nem mandou um representante, então porque estão reclamando da faixa do Deputado? Rogério ajudou, a secretaria de cultura também ajudou e agradeço as duas partes. Eu vi na página onde dizia que o deputado tentou ser o pai da criança, não existe isso! Se ele não ajudasse não teria faixa e nem agradecimento. Na verdade, faltou o empenho da secretaria e prefeitura, eles poderiam sinalizar que não compareceriam, fazer as fotos e escrever ‘apoio prefeitura municipal...’”, concluiu.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
07
Abr
"Além de decorativo, Rogério Andrade costuma levar fama pelo trabalho dos outros"; crítica secretário da cultura de SAJ
Postado por: Débora Ayane / 18:13h

O Dr. Everaldo Ferreira Júnior, o novo secretario de cultura e turismo do município de Santo Antônio de Jesus, causou polêmica nas redes sociais ao dizer que o Deputado Rogério Andrade (PSD) costuma levar fama pelo trabalho dos outros. Confira abaixo a nota postada pelo secretário:

"Especialista na arte de enganar as pessoas, o deputado Rogério Andrade (PSD) acreditou que poderia passar batido com o seu mau hábito de levar crédito pelas ações realizadas por terceiros. Desta vez, ele quis exibir-se com uma faixa, que levava o seu nome, durante um evento apoiado majoritariamente pela Prefeitura de Santo Antônio de Jesus.O fato novo, diante da diminuta ajuda que Andrade teria dado, soma-se às notáveis vantagens que ele tem tirado de ações promovidas pelo governo estadual e federal. Já que goza da tutela do governador Rui Costa (PT), tem sido fácil para ele antecipar-se em imprimir autoria e prestígio, a partir de ações que o estado tem a obrigação de desenvolver.Embalado de conveniente empatia e solidariedade, o deputado Rogério Andrade omite a postura agressiva com a qual abocanhou cargos por quatro anos na gestão do ex-prefeito Euvaldo Rosa, um grande líder, e durante três anos junto ao prefeito Humberto Leite, que lhe proporcionou a maior votação na cidade.

Um comentário
07
Abr
Suplicy doa salário de secretário para se candidatar como vereador
Postado por: Débora Ayane / 18:04h

Eduardo Suplicy doou seu salário para o Fundo de Cidadania da Prefeitura de São Paulo, depois de deixar o cargo de Secretário Municipal de Direitos Humanos da prefeitura de São Paulo para se candidatar a vereador. A iniciativa foi publicada na página do político no Facebook nesta quinta-feira (7), segundo informações do Huffpost Brasil. "Na transmissão do cargo de secretário de Direitos Humanos, entreguei ao Prefeito Fernando Haddad um cheque de R$ 176.267,67, correspondente à minha remuneração líquida em 12 meses", escreveu Suplicy, que postou a imagem da conta corrente. A postagem conta com quase 30 mil curtidas e 11 mil compartilhamentos. Os internautas elogiaram a ação. "Tendo em vista a recomendação de tantas pessoas para que eu seja pré-candidato a vereador nas próxima eleições e a exigência de deixar o cargo de secretário Municipal de Direitos Humanos de São Paulo com seis meses de antecedência, solicitei hoje a minha exoneração", escreveu antes Suplicy. O cargo de secretário de Direitos Humanos foi passado para Felipe de Paula.

Comente agora
07
Abr
DEM entra com mandado no STF contra 'balcão de negócios' do governo
Postado por: Débora Ayane / 17:58h

A liderança do Democratas na Câmara dos Deputados, Pauderney Avelino (AM), e no Senado, Ronaldo Caiado (GO), entraram com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir um "balcão de negócios" do governo. Os parlamentares sustentam que a modalidade foi aberta numa tentativa de o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) impedir o processo de impeachment. "Não se pode permitir que o governo desobedeça mais esse preceito constitucional em sua tática desesperada de manter-se no poder", disse Avelino, citando a distribuição de emendas parlamentares como barganha. "Mesmo depois de ter cortado bilhões de áreas como Educação e Saúde, pretende agora liberar R$ 6 bilhões por meio de emendas direcionadas a quem defender a presidente do impeachment", acrescentou.

Comente agora
07
Abr
Teori não confirma homologação de delação da Andrade Gutierrez
Postado por: Débora Ayane / 16:32h

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), não afirmou se homologou ou não a delação premiada de executivos da Andrade Gutierrez. De acordo com o Extra, Teori destacou que os depoimentos estão em sigilo por determinação legal e, segundo o ministro, o sigilo só poderia ser revogado se for de interesse das partes, neste caso, o Ministério Público Federal (MPF) e os próprios delatores. O colunista do Globo, Merval Pereira, revelou na noite de quarta-feira (6) que o ministro havia homologado o depoimento da empreiteira. A dúvida é se ele liberará o documento oficial ou se manterá o sigilo, porque ainda haveria investigação sendo feita. "Em matéria de delação premiada, a lei estabelece que tudo tem que ser mantido em sigilo. Enquanto as partes não abrirem mão, do sigilo eu vou cumprir a lei", disse o ministro, ao chegar para a sessão da tarde desta quinta-feira no STF. Em delação premiada à Procuradoria-Geral da República, os executivos da Andrade Gutierrez afirmaram que as construtoras responsáveis pela obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte combinaram o pagamento de uma propina de R$ 150 milhões, 1% do valor que elas iriam obter pelos contratos firmados. Os recursos seriam pagos ao longo da construção da obra e seriam divididos entre PT e PMDB. Cada partido ficaria com uma cota de R$ 75 milhões. Os recursos foram repassados, segundo a delação premiada, sob forma de doações legais para campanhas de 2010, 2012 e 2014.

Comente agora
07
Abr
Dilma recebe no Planalto apoio de mulheres contra o impeachment
Postado por: Débora Ayane / 15:07h

A presidente Dilma Rousseff recebeu nesta quinta-feira (7), no Palácio do Planalto, convidadas para o "Encontro com Mulheres em Defesa da Democracia". O evento reuniu mulheres de entidades como a Marcha das Margaridas, que representa trabalhadoras da área rural, e da Central Única de Trabalhadoras (CUT).Também foram ao Planalto políticas como as ministras Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Tereza Campeo (Desenvolvimento Social), além da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ).O encontro vai na linha de atos que vêm sendo organizados no Palácio do Planalto em defesa do mandato de Dilma. Na semana passada, ela recebeu juristas e artistas e intelectuais contra o impeachment e, em seguida, se encontrou com movimentos ligados à reforma agrária.O evento desta quinta começou com gritos de "não vai ter golpe" e "no meu país eu boto fé porque ele é governado por mulher".Durante o ato, uma mulher vestindo uma camisa com a frase "impeachment já" se aproximou do salão e gerou protestos da plateia. Ela foi retirada pela segurança.Poucos minutos depois de a mulher ser expulsa do evento, o mestre de cerimônias pediu "calma" e foi vaiado pelos presentes. Em seguida, a plateia entoou o grito "Machistas não passarão".

Comente agora
07
Abr
PMDB analisa pedidos de expulsão de Pansera e Kátia Abreu
Postado por: Débora Ayane / 14:35h

O presidente da Comissão de Ética e Disciplina do PMDB, advogado Eduardo Krause, já recebeu quatro representações que pedem a expulsão da legenda dos ministros Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Kátia Abreu ( Agricultura e Pecuária).O pedido de expulsão de Kátia Abreu é do Diretório da Bahia. Já os que pedem o desligamento de Pansera vieram dos diretórios do Acre, Santa Catarina e do Espírito Santo.Os novos pedidos engrossam a lista de nomes que podem deixar a legenda por desobediência. No mês passado, a Comissão de Ética do PMDB foi instalada para analisar 11 processos que pedem a expulsão do recém-empossado ministro da Aviação Civil, deputado Mauro Lopes (MG).Krause deve indicar um ou mais relatores para dar um parecer sobre os pedidos encaminhados a ele ontem (6) pelo presidente em exercício do partido, senador Romero Jucá (RR).Segundo nota divulgada pelo PMDB, “o presidente Jucá fez questão de solicitar à Comissão de Ética o processamento com a maior rapidez possível para satisfação da base partidária e dos representados”, mas não há prazo definido para isso. O parecer ou pareceres dos relatores designados serão submetidos à votação na comissão. A palavra final será da Executiva Nacional.Outros três integrantes do PMDB permanecem no comando de ministérios, mas sem enfrentar processo na Comissão de Ética do partido. Segundo a assessoria de imprensa da legenda, contra Marcelo Castro (Saúde), Eduardo Braga ( Minas e Energia) e Helder Barbalho ( Secretaria de Portos) ainda não há nenhum pedido de expulsão.

Comente agora
07
Abr
Doleiro diz que acordo de delação com PGR já está homologado pelo STF
Postado por: Débora Ayane / 13:28h

O doleiro Leonardo Meirelles afirmou nesta quinta-feira, 7, em depoimento no Conselho de Ética da Câmara, que sua delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato já foi homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O doleiro depôs como testemunha de acusação no processo contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).No início do depoimento, a defesa de Meirelles também confirmou a informação. Ao justificar o motivo pelo qual ele não assinaria o termo de compromisso de falar a verdade na oitiva, o advogado citou que o acordo de delação já foi homologado pelo ministro do STF Teori Zavascki. Após a reclamação de deputados, o doleiro voltou atrás e decidiu assinar o termo.Meirelles faz parte do rol de testemunhas sugeridas pelo PSOL e Rede, partidos que apresentaram a representação contra o peemedebista no colegiado em outubro do ano passado, e que devem ser ouvidas na fase de instrução probatória (coleta de provas e depoimentos) do processo de Cunha. Essa fase começou em 22 de março e pode durar até 40 dias.Ontem, em mais uma ação para tentar adiar a análise do processo, que se arrasta há mais de cinco meses, a defesa de Cunha ingressou com recurso no STF para tentar impedir a oitiva de delatores arrolados como testemunhas, entre Meirelles. O Supremo, contudo, negou o pedido nesta quinta-feira.

Comente agora
07
Abr
Sobre dívidas na prefeitura de SAJ, Uberdan diz: “não fiz denúncia; o que levantei foi uma preocupação”
Postado por: Dulce Santana / 12:13h

Após as declarações das altas dívidas da prefeitura de Santo Antônio de Jesus, o vereador Uberdan Cardoso (PT), em entrevista a uma rádio local na manhã desta quinta-feira (07), disse: “eu não fiz nenhuma denúncia, por que até entendo que existe um espaço específico para as denúncias. O que eu fiz foi levantar na Câmara de vereadores, na Tribuna da Câmara e, depois na minha página pessoal de Facebook o que fez com que a imprensa me procurasse, é que eu levantei uma preocupação e, pautado na preocupação eu fiz uma indagação”, relatou. Após as críticas feitas pela Secretária de Finanças do município, Uberdan disse que “seria uma das pessoas menos indicados se fosse ao aspecto pessoal, até por que existi de minha parte uma relação efetiva, eu tenho respeito e carinho pela secretaria. Mas como estamos tratando daquilo que somos pagos para fazer, ela para gerir as finanças do município e eu para fiscalizar então aqui não vai nenhuma conotação pessoal a nenhum tipo de fala ou de postura da secretária”, disse. O vereador ainda afirmou que não houve denúncias, por que não foi diagnosticada por ele nenhuma irregularidade, “eu fiquei assombrado com o que vi, indaguei e demonstrei publicamente a minha preocupação”, pontou. Segundo informou, qualquer pessoa pode entrar no site do ETCM e detectar a declaração da prefeitura de Santo Antônio de Jesus, “não fui eu que declarei quem declarou foi à equipe da administração do nosso município”, garantiu. O vereador falou da importância do papel de estar tendo esse acesso, já que em outras vezes ele chamou a atenção de outros fatos como; a situação dos gastos absurdos com as quentinhas, as consultorias e assessórias, os super-salários e reformas administrativas. Afirmando ainda que todos seus argumentos são munidos por informações de laudos e profissionais da área que verificam para ser feitas as reflexões. Questionado quanto à fala da secretária quando ela disse que o município tem em caixa R$ 18.738.000,00 e, que o valor de R$ 29 milhões apresentado pelo vereador diminui, ele disse que essa Informação não procede. “A prefeitura em 2014 tinha como restos a pagar vinte três milhões sendo e cinquenta mil oitocentos e oitenta e cinco reais e noventa e um centavos, ou seja, quando ela prestou contas em 2015, ela tinha de 2014 vinte três milhões de restos a pagar. É bom que se diga a população, que restos a pagar são dívidas”, declarou. Cardoso apontou também que o município deve os gastos com as quentinhas, além de outros. Para Uberdan, sua maior preocupação é que com a saúde financeira do município, “já que em 2014 obteve R$ 23 milhões em dívidas, pagar R$ 9 milhões e contrai mais R$ 16 milhões de reais em dívidas, sendo que tem até dezembro deste ano para quitar os débitos e deixar as contas públicas limpas para o futuro gestor, isso é possível?”, questiona.

Comente agora
07
Abr
Construtora diz em delação que doou dinheiro de propina para campanhas de Dilma
Postado por: Dulce Santana / 11:14h

Em delação premiada, o ex-presidente da construtora Andrade Gutierrez revelou que a empresa fez doações legais para as campanhas eleitorais da presidente Dilma Rousseff (PT) usando dinheiro de propinas vindas de obras superfaturadas da Petrobras. Em 2014, a empreiteira doou R$ 20 milhões para a campanha de Dilma, detalhou Azevedo. O esquema foi sintetizado em uma planilha apresentada por ele e pelo ex-executivo Flávio Barra à Procuradoria-Geral da República, informou a Folha de S. Paulo. Mais R$ 10 milhões foram doados às campanhas de Dilma em 2010 e 2012, revelou o empresário. Não foi esclarecido se o valor foi doado ao comitê da campanha ou ao Diretório Nacional do PT. As quantias vieram da propina de contratos da empreiteira para as obras do Complexo Petroquímico do Rio, a usina nuclear de Angra 3 e a hidrelétrica de Belo Monte. Segundo Azevedo, nas doações oficiais às campanhas haviam a parte dos "compromissos com o governo" por atuar nas obras, a propina, e a parte "republicana" - a ação institucional em forma de doação. Na delação não foi citado valores doados à campanha de adversários do governo Dilma. Os delatores da construtora também falam do esquema de pagamento de propinas ao PT e PMDB em relação com as obras em estádios da Copa do Mundo 2014, como o Mané Garrincha, Macaranã e Arena Amazonas. Ao todo, 11 executivos da Andrade Gutierrez foram ouvidos durante a investigação. Todos estão soltos. A construtora também entrou em acordo com a Justiça e se comprometeu a pagar R$ 1 bilhão de indenização e mudar o seu relacionamento com o setor público do país. 

Comente agora
07
Abr
Ministério Público pede fim de transmissões de rádio de Cunha
Postado por: Dulce Santana / 10:34h

O Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF-PE) formalizou ação civil pública, com pedido de liminar, para que a Justiça determine à União a interrupção e a suspensão das transmissões da Rádio Satélite LTDA – EPP. Com sede em Recife, a rádio tem o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), como sócio-administrador desde 2006. Tal condição é vedada pela Constituição. Desde a promulgação da Constituição de 1988, deputados e senadores estão proibidos de firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público, nos termos do artigo 54. As concessões de radiodifusão estão entre as modalidades de contrato proibidas no texto constitucional. A ação civil pública pede, além da interrupção imediata das atividades da Rádio Satélite – tarefa que cabe ao Ministério das Comunicações –, que a Justiça obrigue a União a promover nova licitação para os serviços de radiodifusão concedidos à emissora de Cunha. Além disso, o MPF-PE solicita que a outorga à Rádio Satélite não seja renovada e que a empresa não seja beneficiada com novas concessões. A ação do MPF, sob responsabilidade do procurador da República Alfredo Gonzaga Falcão Jr., aponta a violação de preceitos fundamentais diversos, como direito à informação e liberdade de expressão. “São desrespeitados quando o serviço de radiodifusão não é prestado de forma adequada – situação que ocorre quando titulares de mandato eletivo figuram como sócios ou associados de pessoas jurídicas que exploram esse serviço”, diz trecho da peça judicial.

Comente agora
07
Abr
Em evento na UFBA, acadêmicos criticam pedido de impeachment
Postado por: Redação Voz da Bahia / 09:16h

Professores universitários que participaram hoje (6) do ciclo de debates Crise e Democracia, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), criticaram o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, que tramita na Câmara. Todos os participantes se posicionaram contra a saída de Dilma antes do fim de seu mandato. Apesar da defesa, os debatedores não economizaram críticas ao governo petista. “Prometeram para nós que em 2016 o Brasil seria a quinta economia do mundo, que estaríamos nadando em petróleo. Houve uma frustração enorme e uma parte da sociedade se aproveita disso para colocar seu preconceito. Se não entendermos os erros da primeira experiência do governo de esquerda no Brasil, nunca mais vamos voltar a governar esse país”, disse o professor da Universidade de São Paulo (USP) Vladimir Safatle. O professor da Universidade Federal do ABC (UFABC) e dirigente do PT, Valter Pomar, discordou de Safatle. Para Pomar, o que está sendo atacado pela direita brasileira são os avanços na área social obtidos nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma. “Não são os defeitos do PT o alvo da direita. São as qualidades do que nós fizemos. A questão é saber como derrotar a direita recuperando uma ofensiva, o caminho das mudanças.”

Um comentário
07
Abr
Maluf muda de lado e vai votar a favor do impeachment de Dilma
Postado por: Dulce Santana / 08:50h

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP anunciou, via redes sociais, que vai votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Pelo Twitter e Facebook, Maluf disse que é “contra essas negociatas que o governo está fazendo com deputados”. Até então, ele havia anunciado voto a favor do governo. Na terça-feira, dia 5, Maluf já havia dito que iria investigar se o Palácio do Planalto está oferecendo cargos para “comprar” partidos e deputados em troca de livrar a presidente Dilma do impedimento. Condenado na justiça francesa por lavagem de dinheiro e membro titular da Comissão Especial do Impeachment, o deputado falou que mudaria de voto se confirmasse as ofertas ao PP. No anúncio do seu novo voto, Maluf afirmou que sua vida pública sempre foi o oposto desse tipo de negociação. “Já ganhei e perdi muitas disputas, mas sempre de maneira democrática e transparente, pois valorizo fortemente a democracia. Amo o Brasil e principalmente amo São Paulo”, escreveu.

Faltas

De acordo com levantamento feito pela Agência Lupa, Paulo Maluf é o deputado que menos compareceu às reuniões da Comissão Especial do Impeachment: faltou 8 dos 9 encontros. Ao justificar sua ausência da última segunda, 4, quando o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, defendeu a presidente, disse que estava no plenário da Casa. A apuração feita pela Lupa, entretanto, apontou que o deputado também não estava no plenário.

Comente agora
07
Abr
Bolsonaro revolta Luana Piovani ao chamá-la de "drogada"
Postado por: Redação Voz da Bahia / 08:33h

O clima entre o deputado Jair Bolsonaro e a atriz Luana Piovani está pegando fogo. A polêmica começou quando foi publicada uma nota, no blog oficial da família Bolsonaro, afirmando que a atriz é "usuária de drogas". O poster, que já tinha provocado reboliço, ganhou mais projeção após o deputado compartilhar o conteúdo no Twitter. Revoltada com o comentário, a mulher do surfista Pedro Scooby soltou o verbo no microblog: "Eu sou a p. que eu quiser, seu otário. Você é um sem vergonha. Cada um é o que quer. Imbecil retrógrado", escreveu Luana.

Comente agora
07
Abr
Esposa de Cunha: Como gastar R$ 64 mil em 3 dias em Paris
Postado por: Redação Voz da Bahia / 07:59h

De acordo com os investigadores da Operação Lava Jato, a esposa de Eduardo Cunha gastou US$ 17.483,84 (cerca de R$ 64 mil atualizados) em três dias de janeiro de 2014, enquanto passeava por Paris. Segundo a Polícia Federal, o valor seria proveniente de corrupção e lavagem de dinheiro. De acordo com os investigadores da Operação Lava Jato, a esposa de Eduardo Cunha gastou US$ 17.483,84 (cerca de R$ 64 mil atualizados) em três dias de janeiro de 2014, enquanto passeava por Paris. Segundo a Polícia Federal, o valor seria proveniente de corrupção e lavagem de dinheiro. Para a força-tarefa da Lava Jato, os gastos de Claudia Cruz e Danielle Dytz da Cunha Doctorovich (filha de Cunha) com as marcas de renome Chanel, Dior, Balenciaga e Louis Vuitton totalizam cerca de US$ 86 mil (equivalente hoje a cerca de R$ 345 mil), entre dezembro de 2012 e julho de 2015. Levantamento divulgado pelo portal UOL revela como a esposa de Eduardo Cunha gastou todo esse dinheiro em apenas três dias de compras em lojas de grife na capital francesa. (Informação: Notícias ao Minuto Brasil)

Confira:

  1. Coco Chanel: mais ou menos R$ 28 mil
  2. Christian Dior: mais ou menos R$ 9.000
  3. Balenciaga/Gucci: mais ou menos R$ 10.000
  4. Charvet: mais ou menos R$ 15.000
Comente agora
07
Abr
Ex-presidente da Andrade Gutierrez diz que propina financiou campanha de Dilma
Postado por: Redação Voz da Bahia / 06:53h

O ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, disse em sua delação premiada que a empreiteira financiou a campanha política da presidente Dilma Rousseff em 2014 com dinheiro de propina paga para conseguir obras superfaturadas da Petrobras e do sistema elétrico. A última campanha eleitoral da presidente, há dois anos, teve doações no valor de R$ 20 milhões da empreiteira. Segundo a Folha de S. Paulo, entre 2010 e 2014, cerca de R$ 10 milhões repassados pela empreiteira têm relação com propinas para obras superfaturadas de obras públicas. Azevedo aponta que a propina que financiou as campanhas teve origem em contratos para executar as obras da hidrelétrica de Belo Monte, o Complexo Petroquímico do Rio e a usina nuclear Angra 3. As três estão entre as dez maiores do Programa de Aceleração do Crescimento.

Comente agora
06
Abr
Sobre denúncia de dívidas da prefeitura de SAJ, Chico questiona Uberdan: “Que moral tem o PT para fazer uma denúncia?"
Postado por: Débora Ayane / 23:23h

Sobre denúncia de dívida do município, o vereador Francisco Damasceno, conhecido Chico de Dega (DEM), disse que como vereador fiscal do executivo e legislativo se frustrou com as colocações do vereador Uberdan Cardoso (PT) quanto essa suposta dívida. Francisco disse compreender a intensão do edil, mas este antes de mais nada deveria notificar a parte contábil da Prefeitura e ao prefeito sobre o que descobriu, para assim ter fundamento na informação que levaria a população, “porque levar notícia desencontrada é incompetência e fere os princípios”, disse. Chico de Dega articulou que não se pode comparar a gestão da presidente Dilma com a gestão de Humberto Leite (DEM), que segundo ele sempre paga em dia os seus fornecedores e funcionários, “como a secretária Luciene comprovou, o resto a pagar do município é um valor razoável e eu posso afirmar que existe essa importância porque o Governo Federal deixou de passar os recursos devidos para a saúde, onde a prefeitura teve que habilitar os cofres públicos e por isso ainda há esse resto a pagar”, contou. Chico salientou que o prefeito seria obrigado a constar que resta um montante a pagar porque há diversos convênios no município, e se todos esses estivessem habilitados e contabilizados não tinha como dar segmento as obras do Governo Federal em Santo Antônio de Jesus, “por isso nós vereadores devemos nos fundamentar, ter um conhecimento das situações que surgem no município para levar a informação aos nossos munícipes, nós como vereadores não devemos levar informações que não é verdade”. Ainda segundo o vereador, para ele Uberdan foi usado, “isso me frustra e me deixa um pouco triste, o nobre vereador que tenho respeito foi usado, porque no domingo o Deputado pegou esse balancete e disse que apresentaria uma denúncia, uma acusação vazia e mentirosa, porque o desejo dele é ver Humberto Leite sem pagar o funcionário e ver o município devendo, mas o prefeito tem zelado por isso tem feito uma administração com o pé no chão”, argumentou. Chico de Dega deixou claro estará até o fim ao lado de Humberto Leite, "o trabalho que o prefeito tem feito para esta terra tem credenciado ele para ir forte com a eleição, o povo é sábio e vê a transformação política que o gestor tem feito", articulou e disse que infelizmente muitos não querem o bem para Santo Antônio de Jesus, se referindo a Uberdan, "como você uma denúncia dessa partindo de um companheiro do PT, que moral tem um cidadão do PT para denunciar? Que moral tem o PT neste país para fazer uma denúncia? Nosso país está quebrado com o pessoal do PT, que moral tem um vereador para chegar a Tribuna e denunciar o prefeito Humberto que vem dignamente trabalhando e cumprindo com sua obrigação?", concluiu.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
06
Abr
Secretária de administração de S. A. de Jesus rebate as denúncias de Uberdan sobre as dívidas da prefeitura
Postado por: Débora Ayane / 22:51h

No plenário da Câmara de Vereadores, na noite da segunda-feira (04), o vereador Uberdan Cardoso (PT) fez uma denúncia relatando que o município teria uma dívida de R$ 29 milhões de reais relacionada a restos a pagar. A secretária responsável pelas finanças do município, Dr. Luciene Oliveira cedeu entrevista a uma rádio local na última terça-feira (05) e rebateu as acusações apresentadas pelo vereador. A secretária de administração e planejamento de Santo Antônio de Jesus, Dr. Luciene disse que recebeu essa informação de forma inesperada, “essa situação me pegou de surpresa, estava em Salvador justamente trabalhando com a nossa contabilidade quando recebi pelo WhatsApp copias do que estavam sendo propagados pela internet e rádios locais”, disse. Segundo ela, ficou bastante surpresa com as colocações do vereador, que como edil precisa levar a população de forma responsável a verdade dos fatos, “o vereador esqueceu de esclarecer a população que quando falamos do balanço de R$ 29 milhões de restos a pagar, esquecemos que tínhamos de disponibilidade R$ 18.737 mil para suportar essas despesas que foram empenhadas, então já diminuímos esse valor”, explicou. Luciene proferiu ainda que além desse valor que estava em caixa, há também no saldo os valores provenientes dos convênios do Governo Federal e Estadual, “a gente coloca no orçamento os convênios, mas muitas vezes o recurso desses convênios não vem e a gente tem que dar baixa nestes convênios no final do próximo ano. Então acredito que por conta de toda essa crise financeira que o Brasil está enfrentando, está tendo a dificuldade desses repasses do Governo”, expôs. Segundo ela, a própria saúde vem tendo dificuldades com os atrasos desses repasses que citou, de acordo com sua fala, só na área de recursos da saúde provenientes dos convênios é totalizado R$ 6.763 mil reais só de fundos que podem ser repassados ou não, fora isso há também outros tipos de recursos que podem chegar ou não, mas que na realidade hoje o município reduziu os restos a pagar em mais R$ 742 mil do balancete, que será publicado e estará disponível para a população a partir do dia 13 de abril (o prazo que o TCM deu para publicação). “A população já verá a redução desse valor, de restos a pagar com recursos vinculados que depende exclusivamente do município, temos apenas o resto a pagar no valor de R$ 3.900 mil, não há a possibilidade de o município dar calote em ninguém, apesar de muitos estarem torcendo por isso, a saúde do município está muito boa e é muito confortável poder levar esses números para a população, poucos municípios têm condições hoje de apresentar um número tão saudável como exibimos. Quero deixar a população de Santo Antônio de Jesus tranquila, essa é a verdade dos fatos. Enviaremos uma nota de esclarecimento a vários órgãos tornando isso público, porque o que fazemos publicamos de forma correta e fidedigna para que possamos ter o respaldo da população. E digo ainda, tenham confiança na administração, ela está em boas mãos”, concluiu.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
06
Abr
Cassado em 2005, Roberto Jefferson volta à Câmara para defender impeachment
Postado por: Anacley Souza / 21:24h

Onze anos depois de ter o mandato cassado, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) voltou hoje (6) à Câmara para defender a aprovação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Delator do mensalão e condenado a mais de sete anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após o julgamento da Ação Penal 470, Jefferson prometeu “trabalhar duro” para unir o PTB a favor do afastamento de Dilma. Militante da chamada tropa de choque do ex-presidente Fernando Collor Mello, cassado em 1992, Jefferson disse hoje que Dilma não tem mais condições de se manter à frente do país. “O governo acabou politicamente e moralmente. Não há condições mais de ela [Dilma] continuar à frente do governo. Como não temos um regime parlamentarista, vamos para o impeachment”, argumentou. Conhecido por suas frases de efeito, Jefferson disse que o colega de partido Jovair Arantes (GO), relator da Comissão Especial do Impeachment, fez “um golaço de rasgar a rede” ao defender o prosseguimento do processo de afastamento. “Ele merece um troféu”, disse. Para o ex-deputado, a batalha pelo impeachment não será fácil. “É uma luta do dia a dia, tem que ser buscada, não é uma luta fácil.” Na avaliação do Roberto Jefferson, as acusações contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o fato de o deputado ser réu em ação no STF não inviabilizam o trabalho do peemedebista à frente da sessão que votará o impeachment.

Comente agora
06
Abr
Anvisa aprova primeiro imunoterápico para câncer de pulmão no Brasil
Postado por: Anacley Souza / 21:09h

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta segunda-feira (4), o primeiro medicamento imunoterápico para tratar câncer de pulmão no Brasil. O nivolumabe, cujo nome comercial é Opdivo, foi autorizado para tratar câncer de pulmão metastático ou localmente avançado e melanoma metastático. Em vez de terem como alvo direto o tumor, os medicamentos imunoterápicos potencializam a resposta imunológica do próprio paciente contra o câncer. Uma das vantagens da estratégia é que ela apresenta muito menos efeitos colaterais do que a quimioterapia, por exemplo. Segundo o oncologista Vladmir Cláudio Cordeiro de Lima, do A.C.Camargo Cancer Center, o nivolumabe, da farmacêutica Bristol-Myers Squibb, têm sido testado para vários outros tumores contra os quais demonstra ter potencial. “Ele não ataca o tumor, mas modifica o sistema imunológico, então o mecanismo é igual para todos eles”, explica o médico. Para câncer de pulmão, a droga será indicada para aqueles que, com câncer metastático ou localmente avançado, já se submeteram ao tratamento quimioterápico e não tiveram boa resposta. Em estudos, a sobrevida dos pacientes que receberam a droga dobrou em relação aos que receberam um quimioterápico. A taxa de resposta também foi maior: de 20% com o nivolumabe, contra 9,9% com o quimioterápico convencional. “A resposta ainda não é alta, mas já é muito melhor do que o que se tem com o tratamento convencional”, diz Lima. A partir da aprovação do medicamento, é feita a definição do preço pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) da Anvisa, o que pode levar cerca de três meses.

Comente agora
06
Abr
Dilma se encontra com Lula para discutir parecer da Comissão
Postado por: Anacley Souza / 19:28h

A comissão do impeachment se reuniu nesta quarta-feira (06) para ouvir o parecer favorável do relator, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO). Segundo apuração da GloboNews, a presidente Dilma Rousseff se reuniu com o ex-presidente Lula para avaliar os próximos passos. O canal revelou que os dois ouviram juntos a leitura do parecer e, agora, pensam em um discurso onde Dilma daria sua opinião sobre o avanço do processo. Depois da leitura do relatório, haverá um período de vista coletiva de dois dias, para os membros da comissão analisarem o documento.

Comente agora
06
Abr
Impeachment: o que acontece após entrega de parecer favorável?
Postado por: Débora Ayane / 18:01h

O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) entregou na tarde desta quarta-feira (6) o parecer favorável ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.Agora a comissão deverá fazer o pedido de vista conjunta para que os deputados analisem melhor o documento.O UOL publicou uma reportagem na qual explica o que irá acontecer após ter sido apresentado o relatório.

1. Pedido de vista

Depois da leitura do relatório, haverá um período de vista coletiva de dois dias, para os membros da comissão analisarem o documento.

2. Discussão

A discussão sobre o tema deve inciar na sexta-feira (8). Os 65 membros da comissão podem falar por 15 minutos. Os demais deputados têm 10 minutos para comentarem sobre o processo. A publicação explica que ainda não está definido se as discussões vão continuar durante o final de semana.

Comente agora
06
Abr
'Extremamente espantado', diz Temer sobre decisão de Marco Aurélio
Postado por: Débora Ayane / 17:49h

O vice-presidente da República Michel Temer afirmou nesta quarta-feira (6) que ficou "extremamente espantado" com a decisão do ministro Marco Aurélio Mello,do Supremo Tribunal Federal (STF), de determinar que a Câmara dê andamento a um pedido de impeachment dele.Em decisão individual, o ministro determinou que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) receba pedido de afastamento de Temer e forme uma comissão especial para analisar o caso."Eu gostaria de comentar um pouco esse caso da liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio, por quem eu tenho o maior respeito. Mas confesso que fiquei extremamente espantado no plano jurídico com a liminar que foi concedida", disse Temer.A decisão atende ao pedido de um advogado, Mariel Márley Marra, de Minas Gerais, que acionou o STF para questionar decisão de Cunha que arquivou uma denúncia que ele apresentou contra Temer, em dezembro do ano passado. O presidente da Câmara entendeu que não havia indício de crime de responsabilidade do vice-presidente.Na decisão, Marco Aurélio entende que o recebimento de uma denúncia por crime de responsabilidade pelo presidente da Câmara deve tratar apenas de aspectos formais e não analisar o mérito das acusações.

Comente agora
06
Abr
Jaques Wagner chama saída do PMDB de 'desembarque frustrado'
Postado por: Redação Voz da Bahia / 16:56h

O ministro chefe do gabinete da Presidência da República, Jaques Wagner, classificou que o rompimento do PMDB com o governo federal foi um "desembarque frustrado". “Achava que ia puxar o desembarque dos outros [partidos]. Mostrou que foi uma iniciativa precipitada e equivocada”, avaliou. A declaração foi dada no início da tarde desta quarta-feira (6), em Salvador, durante cerimônia que incorporou o navio francês Doca Multipropósito à Marinha do Brasil. A presidente Dilma Roussef também participou do evento. O posicionamento do ministro Jaques Wagner ocorreu no mesmo dia em que o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), chamou jornalistas em seu gabinete para informar que, pelo menos até a votação do impeachment na Câmara, o partido vai continuar na base aliada do governo. Wagner acredita que não haverá saída de novos partidos aliados. “O PP decidiu [ficar]. Nós estamos conversando com o PR, conversando com o PSD. Eu acho que a tendência é que haja essa consistência de permanência no governo, que eu pessoalmente acho extremamente positiva”, defende. Com saída do PMDB, Wagner acrescenta que a presidente Dilma Rousseff deve fazer uma repactuação no governo. “O PMDB abriu mão de participação no governo. Se abriu mão, ele sai de ministérios.

Comente agora
06
Abr
Relator lê o parecer na reunião da comissão do impeachment; acompanhe
Postado por: Débora Ayane / 16:38h

Acontece neste nomento a reunião da comissão especial encarregada de analisar, na Câmara dos Deputados, o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O relator do colegiado, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), vai apresentar relatório em que opina se o processo deve ou não ser aberto contra Dilma. O documento possui 197 páginas. O deputado Rogério Rosso (PSD-DF), presidente do colegiado, pediu serenidade aos parlamentares e reforçou o compromisso em buscar “solução que atendam aos anseios da população”. “Não podemos ceder a pressões que possam colocar em risco a democracia”, disse ao afirmar que os argumentos contrários e favoráveis ao impeachment terão o mesmo espaço de discussão. A expectativa é que haja pedido de vista conjunta, garantindo aos deputados duas sessões para análise do texto. O parecer apresentado pelo relator da comissão especial do impeachment da Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (PTB-GO), nesta quarta-feira (6) foi favorável à abertura do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. O G1 adianta que, no texto do parecer, Arantes diz que a denúncia, de autoria dos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Junior e Janaina Paschoal, preenche "todas as condições jurídicas e políticas" para ser aceita. "Uma vez que a Denúncia preenche todas as condições jurídicas e políticas relativas à sua admissibilidade, e que não são pertinentes as diligências, a oitiva das testemunhas e a produção de provas ao juízo preliminar desta Casa, sendo relacionadas ao juízo de mérito, vale dizer, à procedência ou improcedência da acusação, conclui o Relator pela admissibilidade jurídica e política da acusação e pela consequente autorização para a instauração, pelo Senado Federal, do processo por crime de responsabilidade", refere o relator no texto. Durante a leitura do relator, deputados discutiam ao fundo e a sessão foi interrompida pelo deputado Rogério Rosso (PSD-DF), presidente da comissão. O deputado pediu que o relator interrompa a leitura do parecer para fazer cópias do relatório e entregar aos deputados presentes na sessão. (N. ao Minuto)

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com