Voz


PodCast



Enquete





Blog

Comportamento

Prevenir o bullying é um ato de conhecimento

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 21/07 11:02h
Prevenir o bullying é um ato de conhecimento

O bullying é um dos maiores problemas que afetam crianças e adolescentes.  É nas escolas onde isso é mais frequente. Em Salvador, pelo menos 40% dos estudantes já sofreram agressão física ou verbal no ambiente escolar, de acordo com estudo realizado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, Ministério da Educação (MEC) e Organização dos Estados Interamericanos (OEI), em 2015. Ontem, no Dia do Amigo, psicólogos e educadores se debruçam sobre esse problema.  Uma espécie de ação discriminatória, vexatória, que constrange e ameaça aqueles que são considerados mais fracos, o bullying é normalmente feito em grupos. “Para que as ações de combate sejam mais eficazes, é preciso trazer a discussão e reflexão para a comunidade acadêmica, sociedade e desenvolver ações pedagógicas que visam a conscientização, inclusão e respeito às diferenças”, pontuou a psicóloga Camila Miranda.  

Comente agora

Sua enxaqueca pode estar sendo provocada pelo consumo excessivo de comidas prontas

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 21/07 10:18h
Sua enxaqueca pode estar sendo provocada pelo consumo excessivo de comidas prontas

Enxaquecas são dores de cabeça constantes e fortes que causam muito desconforto e até impossibilitam que as pessoas exerçam suas atividades normalmente. Apesar de as causas ainda não serem definidas, existem gatilhos que favorecem a enxaqueca, e a alimentação rica em produtos industrializados é um deles.

Comida industrializada: De acordo com a nutricionista funcional Raíssa Fernandes, da clínica Patrícia Davidson Haiat, a maioria dos produtos industrializados contém grande quantidade de sódio ou açúcar e de aditivos como glutamato monossódico, que é o componente responsável por realçar o sabor da comida e está associado ao vício em alimentos industrializados.

Comente agora

Comercial da Audi recebe críticas ao 'comparar' mulher a carros usados

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 20/07 10:32h
Comercial da Audi recebe críticas ao 'comparar' mulher a carros usados

Um comercial da Audi que compara mulheres a carros usados está causando revolta na China. O anúncio começa com um casal jovem que acabou de se casar, quando a mãe do noivo de repente interrompe a cerimônia para "examinar" a noiva.  Depois de verificar o nariz e as orelhas da noiva, e abrir a boca dela para verificar os dentes, a mãe fica satisfeita e dá seu "ok" aos noivos. Ela aponta apenas um defeito no peito da noiva, e aí a cena muda para um carro da Audi sendo dirigido pelas ruas com uma voz que diz: "Uma decisão importante deve ser feita com muito cuidado".  O anúncio termina mostrando um certificado usado em veículos Audi usados, com o narrador dizendo: "Apenas com certificado oficial você pode ter certeza".  A propaganda não foi bem recebida no país. De acordo com a CNN, no Weibo, rede social chinesa semelhante ao Twitter, centenas de usuários criticaram a marca pelo anúncio considerado sexista. Muitos ainda disseram que vão boicotar a marca.  "Isso é inaceitável", disse um internauta, enquanto outros comentaram o quão "nojenta" a campanha é. O termo 'Propaganda da Audi de carros usados' foi visto mais de 300 mil vezes nesta quarta-feira, 19. "A maioria das empresas não sabem o conceito de equidade de gênero e nem os reguladores de publicidade da China", disse Li Maizi, uma ativista feminista chinesa à CNN.  A responsável pelo comercial é a FAW-Volkswagen, divisão de carros usados da empresa que controla a Audi na China. Até o momento, a empresa não se pronunciou sobre o anúncio.

Comente agora

"Assistir Game of Thrones é crucificar Jesus novamente", afirma pastor

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 20/07 10:29h
"Assistir Game of Thrones é crucificar Jesus novamente", afirma pastor

A série Guerra dos Tronos [Game of Thrones, no original] é o maior sucesso do canal HBO em audiência e uma das mais populares do mundo no momento. Baseado em uma série de livros de George R R Martin, chega a sua quarta temporada mostrando a luta dos clãs de Westeros pelo poder. Recheada de cenas de sexo, com muitas mortes e imagens violentas, o roteiro é cheio de reviravoltas, incluindo alianças políticas, traições e assassinatos. Porém, é aí que reside o problema moral para alguns cristãos. Tanto que alguns pastores e teólogos já se pronunciaram contrários ao show. A maioria dos críticos lembra que em obras similares como “O Senhor dos Anéis”, de JRR Tolkien, há uma clara batalha onde o bem triunfa sobre o mal. Mas em GOT parece que só existe o mal triunfando. John Piper disparou suas críticas no artigo “12 Questions to Ask Before You Watch ‘Game of Thrones’”, onde levanta 12 questionamentos que o cristão deveria se fazer antes de assistir Game of Thrones. Nele, o teólogo pede que cada cristão se questione sobre o pecado de “assistir nudez” e lembra que a morte de Jesus foi para purificar seu povo. Portanto, “se escolhermos apoiar, abraçar, desfrutar ou prosseguir na impureza, equivale a pegarmos uma lança e perfurar o corpo de Jesus novamente toda vez que fazemos isso. Ele sofreu para nos libertar da impureza”, asseverou. Esse material reascendeu o debate sobre os hábitos televisivos dos seguidores de Cristo. Tempos atrás, a versão americana da revista Cristianismo Hoje dedicou várias páginas na análise dessa questão. Uma das questões mais lembradas pelos pastores ouvidos é que a magia negra desempenha um papel importante na trama, validando um aspecto sobrenatural condenado pelas Escrituras. A maneira como a religião é tratada em Guerra dos Tronos coloca deuses cínicos e sem amor vendo mortais do mesmo modo como gatos observam ratos: algo para se brincar até que morra.

Comente agora

Pastor afirma que suicídio é pecado, mas “não separa da graça”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 18/07 23:36h
Pastor afirma que suicídio é pecado, mas “não separa da graça”

Em um vídeo divulgado na Conferência Fiel para Jovens, o pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Augustus Nicodemus, tratou de um tema delicado na história da humanidade, envolvido por tabus: O suicídio. Questionado por alguém, Nicodemus respondeu. “Eu acho que todos nós temos que concordar que o suicídio nunca deveria ser a saída. É um dos pecados proibidos no mandamento ‘Não matarás’”, introduziu. “Interpretado pela comissão de fé de Westminster, ele diz que esse pecado não só proíbe que a gente tire a vida dos outros, mas que tire a nossa própria. Então, o suicídio é pecado”, disse Augustus. Em seguida, o líder iniciou sua argumentação. “Todavia ele não é um pecado sem perdão. O único pecado sem perdão, que tem na Bíblia é a blasfêmia contra o Espírito Santo. E provavelmente esse pecado não é cometido por alguém que é crente”. “Então pode acontecer com todos esses fatores, como pressões externas, problemas psicológicos, problemas existenciais que um crente em um momento de fraqueza ele ceda”, disse o líder. No entanto, Augustus não concorda com a visão comum de que o suicídio é um pecado “suficientemente forte” para que um cristão não seja salvo. “É pecaminoso? De fato é. Mas, não será isso que irá separá-lo da graça de Deus e do perdão que é dado em Cristo Jesus”, disse. “Se a nossa salvação vai depender de na hora da nossa morte a gente ter colocado em dia todos os nossos pecados, então pouca gente vai escapar, não é?”, questionou o líder presbiteriano.

Assista:

Comente agora

Ciúme pode ser saudável para o casamento?

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 18/07 19:19h
Ciúme pode ser saudável para o casamento?

Há quem diga que o ciúme é necessário para o casamento, já que é uma maneira de demonstrar preocupação e interesse pelo outro. Por outro lado, pode ser difícil dosar esse sentimento de forma tão equilibrada. Portanto, até que ponto o ciúme é normal e em que momento ele se torna patológico? Segundo Marina Simas de Lima, psicóloga, terapeuta de casais e cofundadora do Instituto do Casal, o ciúme pode ter significados diferentes para cada pessoa. “Para alguns pode representar falta de confiança, para outros pode representar cuidado um pelo outro. Em alguns casos pode aumentar a libido ou, contrariamente, produzir raiva e afastamento. O mais importante é compreender a relevância dele para a relação, se está baseado em fatos reais e se sua função é positiva, gerando aproximação do casal e reconexão, ou afastamento e destruição”, comenta Marina.

Ciúme patológico é sempre ruim:  Para Denise Miranda de Figueiredo, psicóloga, terapeuta de casais e cofundadora do Instituto do Casal, quem apresenta o ciúme patológico quer ter absoluto controle sobre o outro. “Há emoções e pensamentos irracionais, assim como comportamentos inaceitáveis. O medo de perder o (a) parceiro (a) é constante, assim como a desconfiança excessiva.

Comente agora

Homem bate em carro e deixa bilhete com telefone; ato viraliza

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 18/07 17:39h
Homem bate em carro e deixa bilhete com telefone; ato viraliza

Ao desviar de outro veículo, o escrevente de cartório Sandro Moraes acabou batendo seu carro contra o espelho retrovisor de um automóvel, na saída de um estádio de futebol, no último domingo (16), em Itararé, interior de São Paulo. O acessório foi arrancado com o impacto. Sem encontrar o dono do carro danificado, Moraes deixou um bilhete com seu telefone no para-brisa e foi para casa. O que seria um gesto trivial, ganhou contornos de um grande feito, depois que o caso foi parar nas redes sociais. Dono do carro avariado, o policial militar Cristiano Borges fez um relato em sua página no Facebook. "Voltava para meu carro estacionado perto da Associação Atlética Itararé e deparei-me com o retrovisor quebrado, aliás, sem retrovisor. Mas o que de fato me impressionou foi um bilhete no para-brisa. A pessoa que quebrou teve uma atitude de civilidade, deixou seu nome e o telefone, pedindo-me para entrar em contato. Eu não deveria estar impressionado, pois esta era uma atitude que deveríamos entender por natural, mas nos tempos de 'Moro', ser honesto chama a atenção."

Comente agora

Pais devem acompanhar o acesso de crianças à internet, alertam especialistas

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 17/07 08:35h
 Pais devem acompanhar o acesso de crianças à internet, alertam especialistas

Julho é o mês das férias escolares e, com elas, vêm a preocupação de muitos pais sobre como os filhos aproveitam o tempo livre. O acesso à internet e às redes sociais é uma das formas de passar o tempo, mas deve ser feito com cuidado para não prejudicar as crianças e adolescentes.Especialistas concordam que o acesso à rede mundial é um caminho sem volta, e a proibição do uso não é a melhor opção para os pais. O presidente da organização não governamental Safernet, Thiago Tavares, diz que a melhor estratégia continua sendo o diálogo, a conversa franca e a relação de confiança que deve existir entre pais e filhos.“Da mesma forma que você conversa com seus filhos sobre os riscos que existem ao sair na rua, na escola, no cinema, você diz para ele não aceitar bala de estranhos, você também deve orientá-lo em relação ao uso seguro da internet”, diz.

Comente agora

No Brasil, 28 milhões têm algum familiar dependente químico, revela pesquisa

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 14/07 10:27h
No Brasil,  28 milhões têm algum familiar dependente químico, revela pesquisa

No Brasil, 28 milhões de pessoas têm algum familiar dependente químico, por conta do vício em álcool e outras drogas. O dado é do Levantamento Nacional de Famílias dos Dependentes Químicos, realizado pela Universidade Federal de São Paulo. Pesquisas ainda revelam que o consumo do crack tem crescido no país, principalmente entre jovens, que é um público mais vulnerável, pois está na fase de novas descobertas. Essa realidade, no entanto, pode ser revertida, se o paciente estiver disposto a mudar de vida e, principalmente, se tiver a atenção e o apoio da família para abandonar o vício.  De acordo com a assistente social e terapeuta familiar da Clínica Fênix, Maria Portugal, o papel da família é fundamental no processo de reabilitação. “Sem o apoio dos familiares, as chances de recaídas são muito maiores. Para isso, cada um precisa rever seu comportamento e atitudes, como também promover mudanças, fazendo com que as chances de recaídas de seus familiares em tratamento sejam reduzidas”, afirma a terapeuta.

Comente agora

Cor do seu gato indica personalidade dele - e fêmeas brancas têm pior temperamento

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 13/07 21:07h
Cor do seu gato indica personalidade dele - e fêmeas brancas têm pior temperamento

Donos de gatos percebem no dia a dia que seus animais são cheios de personalidade e, muitas vezes, podem ser bem temperamentais, mesmo se criados repletos de mimos e carinhos. O que os “pais humanos” desses pets podem não saber é que a cor do pelo pode influenciar no comportamento do felino.

Cor do pelo do gato: De acordo com um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, EUA, a aparência de um gato guarda informações sobre seu comportamento. Através de uma série de experimentos, foi descoberto que os felinos que têm pelos brancos misturados com pretos, cinzas e marrons costumam ser mais selvagens e podem exibir maior agressividade. Os animais foram submetidos a diferentes situações, com estímulos positivos e negativos, durante interações diárias em tratamentos e em visitas ao veterinário. Os resultados permitiram criar um estereótipo de gato agressivo e levaram a conclusão de que os gatos pretos, contrariando o mito popular, são os mais pacíficos, assim como os cinzas e os malhados. O estudo, que contou com a avaliação de 1.274 gatos domésticos e seus donos, também constatou que as fêmeas de cor branca, alaranjada, preta e branca ou cinza e branca tendem a serem mais temperamentais. De acordo com os pesquisadores, a maior agressividade observada em gatos que não são de uma cor só pode ser resultado de modificações genéticas que ocorreram ao longo de milhares de anos com a mistura entre as raças. A pesquisa ressalta, no entanto, que somente a cor do pelo do gato não é fator determinante de comportamento dócil ou agressivo. Trata-se de uma observação estatística que também está relacionada a diversos outros fatores, como o ambiente em que os animais vivem, por exemplo.

Comente agora

Ciência prova que cuidar dos filhos cansa mais do que trabalhar

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 12/07 21:11h
Ciência prova  que cuidar dos filhos cansa mais do que trabalhar

Ajudar na lição de casa, administrar as atividades extracurriculares, preparar a lancheira... criar um filho não é uma tarefa fácil mas, por amor aos pequenos, muitos pais acabam descobrindo habilidades que nem imaginavam que possuíam. Entretanto, de um modo geral, ser mamãe ou papai em tempo integral ainda não é reconhecido pela sociedade como uma atividade complexa que, assim como outros trabalhos exercidos fora de casa, exige muita dedicação. Quem assume esta responsabilidade ainda ouve questionamentos do tipo: “Por que está cansado? Você não trabalha, só cuida das crianças!”.

Cuidar dos filhos cansa mais do que trabalhar: Rebatendo esse questionamento, um estudo da Universidade Católica de Lovaina, na Bélgica, apontou que cuidar dos filhos cansa mais do que trabalhar. Nesta pesquisa, 2.000 pais foram ouvidos, e 1 a cada 10 deles afirmaram que cuidar dos filhos compromete a saúde emocional e física. 

Comente agora

Após 36 anos, mulher é liberta das drogas

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 11/07 22:47h
Após 36 anos, mulher é liberta das drogas

A Junta de Missões Mundiais compartilhou a história de Marisol de Fátima Ribeiro da Silva, de 53 anos e natural da cidade de Pouso Alegre, localizado no sul de Minas Gerais. De acordo com a instituição, Marisol começou a se envolver com drogas ainda aos 17 anos, quando passou a consumir álcool, cigarro e, mais tarde, cocaína. Quando completou 43 anos de idade, passou a consumir crack nas ruas do Rio de Janeiro, onde morou pelas ruas. A vida de Marisol começou a mudar quando sua família soube de sua situação e a encaminhou para a unidade da Cristolândia localizada em Governador Valadares, no estado de Minas. Desde 2016, a mulher recebe cuidados médicos. Neste ínterim, se converteu e irá se batizar.

Comente agora

Estresse no trabalho pode ser aliviado; confira 4 dicas

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 11/07 17:09h
Estresse no trabalho pode ser aliviado; confira 4 dicas

Problemas cardiovasculares, dores musculares e de cabeça, quadro de transtorno de ansiedade e disfunção erétil são algumas das doenças associadas ao estresse. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o estresse atinge cerca de 90% da população do planeta. Já o Brasil, de acordo com a Associação Internacional do Controle do Estresse (ISMA-BR, sigla em inglês), ocupa a segunda posição do ranking mundial com maior nível de estresse. Ainda de acordo com a ISMA-BR, de cada dez trabalhadores, ao menos três sofrem da chamada Síndrome de Burnout, o esgotamento mental intenso causado por pressões no ambiente profissional. A psicóloga do Seconci-SP, Ludmila Pereira de Andrade, corrobora a estimativa da entidade e explica que o ritmo de trabalho acelerado, o alongamento das jornadas e o acúmulo de funções são os principais gatilhos desencadeadores dessa síndrome.

Comente agora

“Era como um zumbi. Hoje sou um milagre”, diz pastor ex-usuário de drogas

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 10/07 22:26h
“Era como um zumbi. Hoje sou um milagre”, diz pastor ex-usuário de drogas

Júlio César Ferreira dos Santos (42) nem sempre foi pastor. Durante 23 anos foi usuário de crack, cocaína e maconha. “A minha vida passou a ser apenas para comprar e consumir crack. Eu não tinha noção do tempo, não trabalhava, não estudava e me isolei dos meus familiares”. Graças ao apoio de membros de uma igreja em Praia Grande (SP) ele se recuperou. Atualmente Santos lidera a Igreja Evangélica Bola de Neve em Itapetininga (SP) ajudando usuários de drogas a se recuperarem. Em entrevista ao G1 ele conta que sua vida passou a girar em torno das drogas. “Era como um ‘zumbi’ e perambulava pelas ruas sem rumo atrás de droga. Passei a assaltar e furtar para comprar droga”, comenta Júlio. O primeiro contato com as drogas foi aos 14 anos quando morava em São Paulo. De família de classe média, ele fala que as drogas surgiram através das amizades. “ Nunca tive problema familiar. Foi que, aos 14 anos, passei a andar com uns primos e uma galera que morava no Jardim São Luiz e Capão Redondo. Foi onde comecei a usar maconha”, conta. Após o contato com a maconha ele passou usar cocaína. “Meu círculo de amizade era só com viciados. Aos 18 anos, na minha juventude, cheguei a entrar em três faculdades, mas não conseguia finalizar os cursos por conta das drogas”. Sem trabalhar, seus pais tentaram interná-lo. “Eles tentaram de tudo, mas nada dava certo. Eu queria continuar naquela vida”, comenta Júlio. Aos 25 anos, Júlio conta que se mudou para Praia Grande, no litoral paulista, onde passou a ter contato com o crack. “De repente me vi viciado em crack e o mundo então ficou só nele. Foram mais de cinco anos só usando crack”. Para comprar e consumir as drogas, o pastor afirma que começou a traficar para comprar crack. “Depois, assaltava comércios e também furtava veículos, pois é mais rápido para vender e pegar o dinheiro”.

A libertação:

Comente agora

Chocolate ajuda a melhorar a 'memória do trabalho', diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 10/07 12:55h
Chocolate ajuda a melhorar a 'memória do trabalho', diz estudo

Os amantes do chocolate podem comê-lo sem culpa. Segundo uma pesquisa realizada por uma equipe de estudiosos italianos, comer chocolate pode não ser apenas um "prêmio" delicioso que as pessoas concedem a si mesmas no fim de um dia difícil como também uma possível ajuda para melhorar as suas performances cognitivas.  O estudo, realizado pela Universidade de Áquila com colaboração da Sapienza de Roma e publicado na revista científica "Frontiers of Nutrition", indica que o elemento-chave está nos efeitos neuroprotetores dos flavonoides, uma classe de compostos naturais encontrada em vários tipos de vegetais e frutas, como o cacau. Após consultar o material acadêmico existente sobre o assunto e realizar testes com um grupo de italianos, os pesquisadores Valentina Socci, Daniela Tempesta, Giovambattista Desideri, Luigi De Gennaro e Michele Ferrara descobriram que o consumo de chocolate pode ajudar a melhorar a chamada "memória do trabalho", fundamental para a resolução de problemas de cálculos e de raciocínio e na elaboração de informações visuais.

Comente agora

Cinco conselhos simples para criar bons filhos, segundo Harvard

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 09/07 10:21h
Cinco conselhos simples para criar bons filhos, segundo Harvard

Todos os pais sonham ter filhos bem comportados, simpáticos, respeitadores e responsáveis. O Independent conversou com Richard Weissbourd, psicólogo de Harvard. O profissional partilhou cinco conselhos que podem ajudá-lo a conseguir educar os seus filhos nesse sentido:

1. Faça da empatia uma prioridade. As crianças precisam aprender a cuidar dos outros de uma perspectiva parental. Elas devem equilibrar as suas necessidades com as dos outros e a ajudar os outros.

2. Providencie momentos e espaços próprios para a criança praticar a preocupação e a assistência que deve ser capaz de dar aos outros à sua volta. As crianças não se tornam mais empáticas sem que tenham a oportunidade para o ser, é preciso praticar. Seja com uma responsabilidade ou uma tarefa, é importante dar esse tipo de oportunidades aos seus filhos.

Comente agora

Mulher abandona crack com a ajuda do evangelho

Comportamento  Postado por Marcus Augusto Macedo - 07/07 23:36h
Mulher abandona crack com a ajuda do evangelho

A Missões Mundiais divulgou uma história de final feliz. Raquel, 43, já foi uma usuária de drogas e, hoje, vive uma rotina totalmente diferente da situação crítica de seu passado como viciada. De acordo com as informações divulgadas, a mulher teve uma infância difícil e perdeu a mãe durante a adolescência. Por fim, conheceu o crack aos 22 anos e, embora não tivesse experimentado outras drogas psicoativas, acabou por se viciar com a influência dos amigos. Depois do seu contato com o crack, Raquel teve três filhos, no entanto, perdeu a guarda dos dois. A situação piorou em sua vida, quando morou nas ruas com o filho caçula. Na época, chegou a sofrer abuso sexual e psicológico e teve risco de morte. A vida de Raquel começou a mudar no ano de 2013, quando com 29 kg e residindo numa casa abandonada, Raquel pediu ajuda a uma vizinha, que a conduziu à Cristolândia. Depois, a vida da mulher começou a mudar, com o tratamento feito na Casa Rosa, em São Paulo. Anos depois, Raquel mora com o filho caçula e trabalha.

Comente agora

Estudo mostra que meninas negras são consideradas menos inocentes

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 07/07 18:27h
Estudo mostra que meninas negras são consideradas menos inocentes

Uma pesquisa realizada nos Estados unidos, na Faculdade de Direito da Georgetown University, identificou que as meninas negras entre 5 e 14 anos são vistas como "com menos inocência e mais maduras" que as garotas brancas da mesma idade. Participaram 325 pessoas de diferentes raças, classes sociais e níveis educacionais. A partir do questionamento em que eram mencionadas impressões e ideias como “o quanto as crianças devem ser reconfortadas”, “receber apoio”, entre outras, chegou-se à conclusão de que esta parcela de crianças e adolescentes está mais exposta a julgamentos preconceituosos. Rebecca Epstein, Jamilia J. Blake e Thalia Gonzalez, as autoras do estudo, interpretam essa visão estigmatizada como um empecilho para a maneira como essas garotas vivem e são tratadas na infância. De acordo com o site da revista Cláudia, elas afirmam que o estereótipo contribui para acelerar o processo de sexualização dessas crianças. “Já nos primeiros anos, a escola pode considerar que elas precisam de menos proteção e menos estímulo do que as garotas brancas”, diz Rebeca. Estima-se que as meninas tenham uma chance cinco vezes maior de receber advertências e suspensões neste ambiente. O estudo identifica ainda que a vulnerabilidade desta parcela diante da violência de gênero e devido aos exemplos de racismo evidenciados pela pesquisa, as jovens são mais culpabilizadas pelas agressões físicas e estupros que sofrem.

Comente agora

Crianças que vivem em igualdade de gênero têm visão menos estereotipada de homem e mulher

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 07/07 11:42h
Crianças que vivem em igualdade de gênero têm visão menos estereotipada de homem e mulher

As desigualdades entre homens e mulheres podem ser vistas ainda na infância, quando, geralmente, meninos ficam soltos para brincar na rua enquanto meninas precisam ficar dentro de casa 'como uma mocinha'. Mas é também nessa fase da vida que se pode quebrar com os paradigmas e mostrar para as crianças, e futuros adultos, que gênero não define o que a pessoa é.  Essa é a principal contribuição da pedagogia neutra em termos de gênero, método aplicado em uma escola na Suécia e analisado por pesquisadores da Universidade de Uppsala. O estudo, publicado recentemente no Journal of Experimental Child Psychology, avaliou crianças de 3 a 6 anos de idade de uma escola cujas práticas incluem usar pronomes neutros e evitar a diferenciação de brinquedos para meninos e meninas. 

Comente agora

Especialista de S. A. de Jesus tira dúvidas sobre sexo no ‘Meio-dia e Meia com Marcus Augusto’, acompanhe!

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 06/07 19:55h
Especialista de S. A. de Jesus tira dúvidas sobre sexo no ‘Meio-dia e Meia com Marcus Augusto’, acompanhe!

Na tarde desta quinta-feira (6), O Voz da Bahia entrevistou através do programa ‘Meio-Dia e Meia com Marcus Augusto’, a fisioterapeuta pélvica e a terminando especialidade em sexologia Carine Oliveira, onde tirou dúvidas dos internautas do site. A especialista que trabalha na Clínica Fisiocorpore, localizada na Praça Pirajá, Centro de Santo Antônio de Jesus, conversou sobre disfunções sexuais, fsioterapia pélvica e dúvidas gerais sobre sexo.

Confira:

O que é fisioterapia pélvica?

Carine: “Esse tipo de fisioterapia atua nos músculos pélvicos, que costumam ter muitas funções como: assoalho pélvico, que dá sustentação; esfíncter anal e urinário, que tem como objetivo segurar a urina, fezes e gases, além da função sexual. Se este músculo não estiver bem, o paciente pode ter disfunções sexuais, perder fezes e flatos, além da urina. A fisioterapia pélvica trabalha em conjunto com a obstetrícia, dando apoio as gravidas em prevenção de algum tipo de disfunção, na urologia, que trabalhamos em incontinência urinaria coloproctologia, trabalhando com a constipação, incontinência fecal. Dependendo da disfunção, elas podem ser acarretadas por questões emocionais, física, psicológica e até hormonal”, falou.

Como funciona a fisioterapia pélvica com homens?

Carine: “Com os homens aparentemente é mais fácil, pois, quando eles chegam procurando essa especialidade, ele já está com a disfunção. Chegam bem vulneráveis e acabam passando mal: a pressão sobe devido ao constrangimento. Um homem com disfunção sexual, para os pacientes, é muito difícil”, declarou.

Como a fisioterapia pélvica trabalha em relação a disfunções sexuais?

Carine: “Trabalhamos embasados com evidencias cientificas solidas, com aparelhos como, eletroestimulação, biofeedback, terapias manuais e muita cinesioterapia. Nosso trabalho é realizado em equipe e dependendo do paciente, o uso de medicamentos, pois cada paciente tem uma necessidade, não usamos o mesmo tipo de protocolo”, disse.

Como funciona a fisioterapia pélvica com mulheres?

Carine:“No mundo, há muitos casais com problemas de disfunções sexuais, principalmente as mulheres. Sentindo dores, por exemplo, sendo que o problema é na musculatura, um medicamento não vai ajudar a tratar o problema. Uma mulher com dispareunia, que é uma dor na relação sexual, vai tomar um analgésico, mas só vai camuflar. Há mulheres que não consegue se lubrificar na relação sexual, às vezes não é um problema de ordem física, mas sim emocional ou hormonal. O órgão genital do homem é bem mais superficial do que o da mulher, para o homem ‘entrar no clima’, é muito mais rápido, então para a mulher ‘chegar lá’, os meninos têm que ter paciência. As mulheres precisam de preliminares, muitos beijos, muitas carícias, bem mais demoradas. Há outros problemas, como, há homens que tratam mal a mulher o dia todo e querem ter uma boa relação durante a noite, mas não conseguem. As preliminares começam logo após acordar, o sexo começa desde pela manhã. Vocês acordam e não dão um bom dia, um beijo, tchau ou até logo e as noites querem sexo. Um relacionamento não é somente sexo, além disto, sexo não é só a penetração. Geralmente, o homem precisa fazer sexo para ficar bem, mas a mulher precisa estar bem para fazer sexo, e para isso, seus companheiros precisam fazer com que durante o dia, ela se sinta bem na transa”.

O homem que quer fazer sexo todos os dias é normal?

Carine:

Comente agora

Após 'Baleia Azul', desafio de costurar a pele preocupa os pais

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 05/07 17:49h
Após 'Baleia Azul', desafio de costurar a pele preocupa os pais

Após o jogo "Baleia Azul", que assustou e levou centenas de jovens a cometerem suicídio, um novo desafio surge e tem preocupado os pais ao redor do mundo. Desta vez, os adolescentes são influenciados a costurarem a própria pele e, algumas vezes, os lábios. O objetivo é copiar um personagem de desenho japonês e, claro, “levar vantagem” entre os amigos, ficando popular no grupo. A animação que inspirou os jovens, principalmente da China, a iniciarem o desafio chama-se "Tokyo Ghoul" e foi lançado pela primeira vez em setembro de 2011 em formato de mangá. O personagem principal chama-se Juuzou Suzuya. Ele é visto com costuras nos lábios, pescoço e braços, em uma tentativa de ter o corpo modificado. Os jovens têm postado suas fotos nas redes sociais e muitas delas têm "viralizado"  pelo mundo. Em um site de relacionamento popular na China,  chegaram a divulgar dicas de como replicar os pontos pelo corpo. Um dos adeptos que costurou o próprio corpo disse, em entrevista, que os seus amigos foram sua inspiração. " Eu olhei todos os meus amigos fazendo e decidi fazer também para sentir como era e experimentar", confidenciou.

Comente agora

Por quanto tempo o cachorro pode ficar sozinho em casa?

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 05/07 17:34h
Por quanto tempo o cachorro pode ficar sozinho em casa?

Sair de casa bem cedo e chegar só na hora do jantar é a rotina diária mais comum entre os trabalhadores. No entanto, para um animal de estimação isso é sinônimo de mais um dia por conta própria e sem companhia. Deixar o animal sozinho em casa ao longo do dia é a solução encontrada pela grande maioria dos donos. Só que essa longa jornada não é muito tempo por conta própria? A questão foi colocada em uma publicação do jornal britânico Metro, que revela que a solidão pode até não ser um problema para os gatos, mas que pode ser verdadeiramente penosa para os cães. Então, por quanto tempo deve um cachorro ficar sozinho em casa? Entre três a quatro horas, aconselha Tamsin Durston, especialista na Dogs Trust Dog School. Contudo, salienta, o tempo que o animal deve ficar sem ter nenhum ser humano por perto depende, claro, da sua personalidade e da forma como foi educado e treinado, afinal, "assim como os humanos, alguns cães ficam bem quando estão sozinhos enquanto outros precisam de mais companhia".

Comente agora

Pessoas com pensamento positivo vivem mais 7,5 anos

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 04/07 19:56h
Pessoas com pensamento positivo vivem mais 7,5 anos

As pessoas que têm pensamento positivo vivem mais 7,5 do que as que não têm, disse nesta terça-feira (04) o pesquisador José Pinto da Costa em uma sessão sobre a psicologia do medo que decorreu na cidade do Porto, em Portugal.  O professor catedrático e médico legista explicou que em causa está "a harmonia biológica da funcionalidade cerebral" e que "os aspectos que são positivos libertam determinadas substâncias químicas que aumentam a capacidade de sobrevivência das células".  "Quando estamos com prazer, temos um aumento de libertação da dopamina. Portanto, queremos repetir o mesmo comportamento para termos dopamina que vai dar prazer. Numa harmonia, isso leva a que a probabilidade de lesão das várias estruturas da célula diminui", disse.  Por isso, acrescentou, o pensamento positivo "leva a uma sobrevivência maior".  O investigador, que falava em uma sessão dedicada à psicologia do medo, inserida em um dia de atividades promovido pelo CRIAP - um instituto ligado a áreas como a terapia da fala, o serviço social, a criminologia ou os recursos humanos -, também afirmou que "as pessoas que já experienciaram situações de medo e que conseguiram resolvê-las têm capacidade de sobrevivência maior".  O fenômeno deve-se à "capacidade para ultrapassar o medo", disse José Pinto da Costa que, em declarações à agência Lusa, à margem da sessão, enfatizou que "estas temáticas deviam ser mais discutidas pela sociedade".  

Comente agora

Oito alimentos que se deve comer todos os dias

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 04/07 15:49h
Oito alimentos que se deve comer todos os dias

A alimentação saudável deve ser equilibrada, colorida e variada. Quanto mais diversificada for a alimentação, maior é o leque de nutrientes obtidos diariamente. Porém, se você pensa que não é permitido fazer algumas repetições, se engana. Embora se deva apostar na diversidade, existem alimentos que podem (e devem) ser consumidos diariamente, pois não só possuem poucas calorias, como são verdadeiras 'bombas' nutricionais para o organismo, reforçando-o e acelerando o metabolismo, o que faz com que a acumulação de gordura seja menor assim como os problemas associados com o peso. No leque de alimentos que podem ser repetidos encontram-se alguns que têm o rótulo de superalimentos, como é o caso do espinafre, um vegetal pobre em calorias, mas extremamente importante para o organismo. Isso porque ele possui ácidos gordos ômega 3 e ainda folatos, que se assumem como 'amigos' da saúde cardiovascular.

Comente agora

Pesquisa afirma que as propagandas são mais machistas do que imaginamos

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 04/07 10:28h
Pesquisa afirma que as propagandas são mais machistas do que imaginamos

Estudo sobre gênero e mídia feito pelo Instituo Geena Davis mostra que as propagandas também são um espaço que as mulheres são marginalizadas. A organização sem fins lucrativos, fundada pela atriz que dá nome à instituição em 2004, em parceria com a empresa de marketing J. Walter Thompson realizou uma pesquisa para examinar como as mulheres são retratadas em diversos tipos de propagandas e o resultado não foi promissor.  Segundo o site da revista Elle, a pesquisa foi apresentada durante o festival de criatividade de Cannes Lions, que premia iniciativas de comunicação. A pesquisa é intitulada "Unpacking Gender Bias in Advertising” e analisou mais de 2000 propagandas dos arquivos do festival e chegou a conclusão que nelas, existem até duas vezes mais personagens homens que mulheres.  

Comente agora

Vício em games pode ser classificado como distúrbio psiquiátrico

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 03/07 09:37h
Vício em games pode ser classificado como distúrbio psiquiátrico

Atividades de lazer favoritas de boa parte dos jovens do Brasil e do mundo, os videogames e demais jogos eletrônicos estão agora na mira das autoridades sanitárias internacionais. Pressionada por médicos e acadêmicos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) deverá passar a classificar o vício em games como um transtorno psiquiátrico. A proposta está em discussão nos comitês que cuidam da revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID), manual publicado pela OMS que traz a definição e os códigos das patologias e que serve de parâmetro para o trabalho de médicos de todo o mundo. A 11.ª edição do documento já está sendo elaborada e deverá ser lançada no próximo ano. Sua versão preliminar lista o transtorno do jogo (ou gaming disorder, em inglês) como distúrbio psiquiátrico. Hoje, por não ser reconhecido como doença, esse tipo de comportamento seria classificado no grupo de "outros transtornos de hábitos e impulsos".

Comente agora

Por que as viúvas vivem mais do que os viúvos?

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 01/07 14:28h
Por que as viúvas vivem mais do que os viúvos?

A perda de uma esposa ou de um marido costuma ser dolorosa e mexe com a saúde das pessoas. O período mais cruel dura duas semanas, mas os desafios podem ir além. Estudos já demostraram que a chance de a viúva ou de o viúvo morrer logo após o falecimento do parceiro aumenta bastante nos três meses seguintes.  O que pouca gente sabe é que os dois sexos reagem de maneiras diferentes a esse acontecimento.  Um estudo da Universidade Johns Hopkins dos anos 1980, em que 4000 viúvos e viúvas foram acompanhados durante doze anos, mostrou que os viúvos com entre 55 anos e 65 anos têm uma chance 60% maior de morrer do que os homens que seguem casados. Com as mulheres, não chega a tanto.  Pesquisas mais recentes até já mostraram um efeito positivo para as mulheres que perdem o marido. Segundo médicos da Universidade de Pádua, na Itália, as viúvas italianas sofriam menos de stress e de fraqueza muscular do que as mulheres que continuavam com os maridos vivos. A fraqueza muscular é medida pela pressão do aperto de mão e pela velocidade ao andar.  Entre as razões para a mortalidade masculina maior está que os homens, com a idade, deixam o cuidado da própria saúde com a esposa.

Comente agora

Problemas de sono podem sinalizar agravamento de tendências suicidas em jovens

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 30/06 08:26h
Problemas de sono podem sinalizar agravamento de tendências suicidas em jovens

Os problemas de sono podem sinalizar o agravamento de tendências suicidas em adultos jovens, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira (28) pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, na revista "Journal of Clinical Psychiatry".  O estudo aponta que o tratamento dos problemas relacionados à falta de sono pode aliviar a tendência suicida, a segunda causa de morte entre adultos jovens no país, segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).  "O suicídio é o resultado trágico de doenças psiquiátricas que interagem com múltiplos fatores de riscos biológicos, psicológicos e sociais", destacou Rebecca Bernert, professora de Psiquiatria e Ciências do Comportamento de Stanford e uma das autoras da pesquisa.  "As alterações do sono se diferenciam de outros fatores de risco porque são visíveis como um sinal de alarme, ainda que não estigmatizem e sejam altamente tratáveis", enfatizou Rebecca.  

Comente agora

Igrejas celebram festas juninas com “crentão” e “Sem João”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 28/06 21:18h
Igrejas celebram festas juninas com “crentão” e “Sem João”

É pecado uma igreja evangélica realizar uma festa junina?  Para muitas denominações do Nordeste ao Sul do Brasil essa barreira já foi rompida, e as celebrações atraem muitos fiéis. Excluindo os elementos que remetam aos santos e ao catolicismo, surgiram muitas versões da festa pagã, só que com uma ‘cara’ gospel. As fogueiras nem sempre são acesas. Os santos não existem (a Festa de São João virou a de “Sem João, com Cristo”) e as bebidas não incluem álcool. O quentão (cachaça fervida com gengibre) virou o “crentão” (suco fervido com gengibre). Há até o vinho crente, feito com suco de uva. Pastor Cristiano Mendes (34) da Congregação Luterana São Paulo, de Curitiba, é favorável a celebração pela igreja. “Aproveitamos uma festa boa e tiramos aquilo que pode ter erro e fazemos a festa apenas para a congregação”, disse o pastor. Ele ainda defende a realização do evento, pois não vê pecado em se caracterizar de caipira e comer os pratos típicos do período. “Foi criada a pedido do movimento jovem da igreja para arrecadar fundos para os departamentos de jovens, atrair vizinhos e ter o seu lucro”. É uma oportunidade de confraternização, sem estar ligado aos santos. “Falam em festa de são João, mas não são para o santo em si”, declara Cristiano.

Comente agora

Igreja católica desmente pastor Claudio Duarte sobre pregação contra Maria; assista vídeo

Comportamento  Postado por Wilyam Reis - 27/06 17:33h
Igreja católica desmente pastor Claudio Duarte sobre pregação contra Maria; assista vídeo

Desde que começou a circular pela internet um vídeo de uma pregação do conhecido pastor Cláudio Duarte sobre uma palestra dele em uma igreja católica – há cerca de uma semana – o assunto vem gerando polêmicas. Ele conta que falou sobre o perigo da idolatria para os fiéis católicos, de maneira específica, referindo-se à Maria. Embora ele não diga textualmente onde foi essa pregação, fiéis católicos apontavam para a paróquia Nossa Senhora Rainha, em Belo Horizonte. Com a quase onipresença dos smartphones com câmaras, de fato surgiu um vídeo, gravado nesse local, mostrando que Duarte fez ali uma palestra em agosto de 2016. Contudo, a paróquia veio a público agora para esclarecer que, nessa ocasião, o pastor não abordou os dogmas marianos. Em um comunicado divulgado pela paróquia nas redes sociais e assinado por Flávio Campos, da equipe de Comunicação da Arquidiocese de Belo Horizonte. O texto afirma que o pastor esteve ali, mas mostrou “cordialidade e respeito aos católicos” e que “não houve qualquer menção aos dogmas marianos”. Após as primeiras reações contrárias, numa campanha que pedia que igrejas católicas não convidar mais pastor Claudio para pregar, ele gravou um vídeo onde pedia perdão por ter causado polêmica e ter “ofendido” os católicos. Entretanto, não diz claramente em que igreja católica pregou contra a idolatria a Maria nem quando isso ocorreu.

Assista abaixo:

Comente agora

“Pastor Michael Jackson” faz sucesso em igrejas cantando e dançando; assista ao vídeo

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 25/06 19:28h
“Pastor Michael Jackson” faz sucesso em igrejas cantando e dançando; assista ao vídeo

O cantou Michael Jackson, falecido em junho de 2009 é uma das inspirações do pastor Silvio Maia, que lidera em uma igreja em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Após ter investido todas as economias na gravação do seu primeiro CD, passava por momentos difíceis. O disco não obteve o sucesso esperado no concorrido mercado gospel. Mas tudo mudou após um vídeo com uma de suas apresentações fazer sucesso no YouTube. Enquanto cantava e dançava, o pastor acabou deixando o sapato escapar. A apresentação, que aconteceu três dias antes da morte de Michael, viralizou rapidamente. “Ninguém me chamava de Pastor Michael Jackson. Durante uma apresentação em uma igreja, entrei no palco para cantar uma música que compus, “Dia de alegria”, fui fazer um passo e o sapato voou. Três dias depois, Michael morreu. Alguém gravou e postou o vídeo assim: ‘Michael não morreu, virou crente’ “, explica. Maia se declara fã do cantor americano e em sua casa coleciona objetos com o rosto do astro.  Ele admite que nem todos entendem seu “estilo”. Para muitos evangélicos, afinal, dança e religião não se misturam. “Deus é alegria. E Ele fez essa maravilha na minha vida, no momento em que mais precisava. Só tenho a agradecer ao sapato que saiu, aos passos do Michael e a essa alegria que é Jesus”, assevera. O pastor faz várias apresentações pelo Brasil desde a morte de Michael Jackson, unindo a pregação do Evangelho com os passos do cantor (incluindo o famoso moonwalk).

Assista ao vídeo abaixo:

Hoje conhecido como “Pastor Michael Jackson”,

Comente agora

5 estratégias para lanchar de forma saudável e não engordar

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 25/06 11:44h
5 estratégias para lanchar de forma saudável e não engordar

Os lanches são essenciais para quem adota uma dieta de perda de peso, uma vez que eles reduzem a fome durante as refeições. Há quem prefira comer de três em três horas ou quem prefira mais ou menos tempo, o importante é driblar a fome nas refeições principais. Quando bem escolhidos, os lanches são excelentes opções nutritivas e conseguem manter os níveis de energia durante todo o dia. Confira cinco estratégias para driblar a fome, de acordo com o blog My Fitness Pal:

1. Tenha consciência se você está realmente com fome. Antes de comer qualquer petisco, pergunte-se se você comeria uma fruta ou vegetal. "Se a resposta for não, então você provavelmente não está com fome", afirma a dietista Amy Gorin. Neste caso, o melhor é fazer um chá ou beber um copo de água.

Comente agora

Ex-gay, pastor defende que é possível abandonar a homossexualidade

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 23/06 19:41h
Ex-gay, pastor defende que é possível abandonar a homossexualidade

Darryl Foster é o fundador e líder do ministério cristão Witness Freedom [Testemunho de Liberdade], voltado para alcançar homens e mulheres que lutam contra a atração por pessoas do mesmo sexo. Vindo de uma família pentecostal, que vivia no interior do Texas, ele frequentava a igreja e conhecia a Palavra, mas desde muito novo acreditava que algo estava errado em sua vida. “Eu tinha essa estranha atração por outros meninos”, relata em um vídeo postado no YouTube onde conta seu testemunho de vida. “Intrinsecamente, eu sabia que aquilo era errado, mas não sabia o que fazer”. Aos 13 anos, Foster foi molestado sexualmente por um rapaz mais velho, que pertencia à sua igreja. A prática se arrastou por anos e aquilo fez com que ele ficasse ainda mais confuso sobre sua identidade sexual. Seguidamente, conta, ele buscava em Deus as respostas que precisava. “Eu ia muito à igreja”, explica. “Eu jejuava, orava, ia até o altar do templo. Fiz quase tudo o que as pessoas da igreja diziam que iria me deixar bem com Deus”. Mesmo assim, sentia-se sozinho. Até que um dia decidiu contar à liderança da igreja sobre o abuso sexual. Para sua surpresa, ao invés de receber ajuda, acabou sendo culpado por isso. “Aquilo me despedaçou por dentro”, desabafa Darryl. A decepção com seus líderes e com a igreja fez com que o jovem decidisse “sair do armário”.   “Decidi que não tentaria mais ser o que eu acreditava que Deus queria que eu fosse. Decidi me assumir homossexual”, lembra.

Comente agora

Pediatras fazem alerta sobre a prevenção de acidentes com crianças e fogos

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 23/06 17:06h
Pediatras fazem alerta sobre a prevenção de acidentes com crianças e fogos

Neste são João a Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape) reforça o alerta aos pais e responsáveis sobre os cuidados e a prevenção de acidentes com fogos de artifícios envolvendo crianças e adolescentes. A pediatra Kátia Baptista Falcão orienta: “Não deixe seu filho manusear fogos de artifício sem a supervisão restrita, mesmo que já tenha feito isto outras vezes sem problemas”. Kátia Baptista  ainda adverte, “Esses fogos têm pólvora que podem se acumular nos dedos, vão aos olhos e narinas e podem causar queimaduras caso entrem em contato com o fogo. Uma ‘cobrinha’ pode fazer um estrago muito grande caso suba para o rosto ou entre pela perna da calça”. De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), em 2016 foram registradas 108 internações nas unidades hospitalares do estado decorrentes de acidentes com a queima de fogos de artifício. Em janeiro e fevereiro deste ano foram 18 casos. Em caso de acidente com queimaduras, a recomendação é lavar apenas com água limpa corrente.

Comente agora

Pesquisa americana revela que 61% das mães são criticadas pelo modo como criam os filhos

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 22/06 08:55h
Pesquisa americana revela que 61% das mães são criticadas pelo modo como criam os filhos

Mais da metade das mães de crianças pequenas relatam ouvir críticas sobre o modo como criam seus filhos, principalmente em relação à disciplina, alimentação, sono e amamentação. Os autores da crítica são, em grande parte, as pessoas mais próximas a ela. Essas são algumas das conclusões de um estudo do Hospital Infantil CS Mott, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, que ouviu 475 mulheres com ao menos um filho de até 5 anos de idade. Os resultados foram divulgados nesta semana.  O excesso de criticismo, segundo especialistas, aumenta a tensão envolvida na criação dos filhos e traz mais prejuízos do que benefícios. "Nossas descobertas abordam as tensões que as mães enfrentam quando os conselhos sobre maternidade levam a mais estresse do que tranquilização e as fazem se sentir mais criticadas do que apoiadas", diz Sarah Clark, uma das líderes da pesquisa.  Ao todo, 61% das mães entrevistadas relataram já terem sido criticadas por suas escolhas enquanto mães.

Comente agora

Sem beijo e sexo, jovens mantêm santidade para casar

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 21/06 22:27h
Sem beijo e sexo, jovens mantêm santidade para casar

Um casal no Amazonas chamou a atenção nas redes sociais nesta semana. Entrevistados pelo G1, Gabrielly Mendes, 20, estudante de Engenharia Civil e Arquitetura, e Caique Leon, 20, formado em Sistemas de Informação, são adeptos da ideia de evitar envolvimentos sexuais antes do casamento. Eles, que se relacionam há mais de 4 anos, ficaram metade deste período sem beijos. A decisão partiu, a princípio de Gabrielly, que diz ter recebido uma revelação divina para que o relacionamento se mantivesse saudável. “Depois de um ano que a gente começou a namorar estava ficando bem difícil de manter a santidade e não transar. Ela teve uma revelação com Deus e chegou comigo e falou que não queria mais me beijar”, afirmou Caique. Ele também falou sobre seus envolvimentos anteriores. “Eu nunca tinha namorado, mas já tinha ficado com outras garotas. Para mim era normal beijar, eu tinha o meu limite. Mas, estava ficando difícil porque estávamos criando muita intimidade”. O processo, segundo Caique, foi difícil. “Nos primeiros dias foi bem ralado. Mas, aí parei para pensar que a base do nosso relacionamento não é isso, é o companheirismo. Aceitei e ficamos dois anos sem nos beijar. Já teve dias que não fui pra casa dela, e falei que não ia porque se não ia agarrá-la. Já desmarcamos cinema. Eu foco em ler a bíblia, estudar”. O casamento está previsto para 2018, e depois do matrimônio, o casal pretende desfrutar das relações sexuais sem restrições. “Não vai existir nenhuma regra para isso”, disse Gabrielly.

Comente agora

4 dicas para conseguir voltar aos treinos

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 20/06 15:08h
4 dicas para conseguir voltar aos treinos

Até os viciados em academia podem perder a paixão pelo exercício e afastar-se dos treinos durante uma temporada. No entanto, todos sabemos que praticar exercício físico diariamente é importante para a saúde e, claro, também para a boa forma. Por isso, Nicola Addison, personal trainer de várias celebridades, revelou ao Independent quatro dicas para conseguir reconciliar-se com o exercício e voltar aos treinos: Peça ajuda. Não faz mal não conseguir fazer tudo sozinho. Tente saber onde precisa de ajuda e procure-a. Pode ser contratando um persona, mas também pode ser fazendo as aulas ou na musculação, ou ainda levando uma companhia para os treinos. Comece em algum lugar. Não importa se só teve tempo para uma corrida de 10 minutos ou uma caminhada de meia hora, o que importa é começar. Mais vale começar e fazer pouco do que adiar até à semana que vem e passar dias sem fazer nada. Faça uma boa gestão do seu tempo e seja realista. 

Comente agora

Yoga melhora vida sexual e amorosa; entenda

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 20/06 12:56h
Yoga melhora vida sexual e amorosa; entenda

Quando incluída na rotina diária, o yoga pode ser um hábito muito benéfico para a saúde física e mental. Além de acalmar e reduzir os níveis de estresse, esta prática ajuda a ter uma melhor consciência do próprio corpo, melhora a flexibilidade e até ajuda a perder quilos extras. Mas há um plus.  Segundo o site Food Matters, a prática do yoga pode ser ainda um 'santo remédio' para a vida a dois. O yoga (quando feito por ambos, mesmo que em momentos separados) consegue reduzir o número de discussões entre o casal, pois vai aumentar a calma e a capacidade de controle, algo que ajuda a frear atitudes impulsivas.  Uma vez que o yoga ensina muito sobre consciência, a honestidade se torna um fator comum na comunicação do casal, de acordo com o site, destacando que a aceitação passa a ser também maior quando a yoga é uma prática rotineira.

Comente agora

9 dúvidas esclarecidas sobre sexo pós-parto

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 19/06 16:02h
9 dúvidas esclarecidas sobre sexo pós-parto

O momento do puerpério é muito delicado para muitas mulheres. Os dias seguintes ao parto são dias de adaptação, repletos de dúvidas, novas sensações e muitos conflitos internos, principalmente na retomada da vida sexual. Afinal, é normal sentir o que você está sentindo? Há algo de errado com seu corpo? O que você está sentindo é comum entre outras mulheres? Em quanto tempo o sexo volta ao normal? Para solucionar estas e outras dúvidas, o site UOL entrevistou Alberto Guimarães, ginecologista, obstetra e um dos criadores do programa Parto Sem Medo; Cecilia Pereira, ginecologista da All Clinik, do Rio de Janeiro (RJ); Cristina Carneiro, ginecologista e obstetra, de São Paulo (SP); Domingos Mantelli, ginecologista e obstetra, autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra” (Segmento Farma), e Vamberto Maia, ginecologista e especialista em reprodução humana assistida da Clínica Mãe, de São Paulo (SP), para desmistificar as nove maiores dúvidas das recém-mães.

Comente agora

Os motivos que fazem a Nova Zelândia ter o maior índice de suicídio entre jovens em países desenvolvidos

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 16/06 11:17h
Os motivos que fazem a Nova Zelândia ter o maior índice de suicídio entre jovens em países desenvolvidos

Quando você pensa na Nova Zelândia, o que vem à mente provavelmente são as belezas naturais - fiordes, montanhas, paisagens remotas e paradisíacas - em um país distante.  Mas, há alguns anos, o país vem lutando contra outra forma de isolamento - depressão e suicídio.
Relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) ​​revela um dado alarmante. A Nova Zelândia tem, disparado, a maior taxa de suicídio de jovens entre países desenvolvidos.  São 15,6 suicídios por 100 mil pessoas - duas vezes maior que a taxa dos Estados Unidos e quase cinco vezes a da Grã-Bretanha.  O índice é preocupante, mas não surpreende. Não é a primeira vez que o país lidera o ranking, que contabiliza a taxa de suicídios de jovens entre 15 e 19 anos em 41 nações, da União Europeia (UE) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Porque Nova Zelândia? Há diversos motivos. E, segundo o Unicef, os dados não devem ser analisados isoladamente.  A elevada taxa de suicídios está ligada a outras estatísticas, como pobreza na infância, altas taxas de gravidez na adolescência ou famílias em que nenhum dos pais trabalha.  

Comente agora

São Paulo é estado com maior número de uniões estáveis homoafetivas

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 14/06 19:04h
São Paulo é estado com maior número de uniões estáveis homoafetivas

São Paulo é o estado brasileiro com maior número de registro de união estável entre pessoas do mesmo sexo, indica o levantamento do Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB/SP). Foram lavradas 735 escrituras no país de janeiro a maio deste ano, segundo dados Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec). O estado paulista é responsável por 20% deste total. Foram celebradas 144 uniões homoafetivas. No domingo, dia 18, a cidade de São Paulo receberá a 21ª edição da Parada do Orgulho LGTB.  O Rio de Janeiro é o segundo estado com mais lavraturas: são 94 uniões, que representam 12,8% do total. A publicitária Júlia Reis, 34 anos, que reside em Rio das Ostras, disse que em um relacionamento anterior, celebrou um contrato de união estável com a então companheira, o qual foi desfeito com a ajuda de um advogado. Neste sábado (10), ela vai casar com a hair stylist Nayara Camargo, de 32 anos. “Vou realizar um sonho. É a vitória dos nossos direitos. Queremos direitos iguais, não somos diferentes. É a vitória do amor”, afirmou.  Andrey Guimarães Duarte, presidente do CNB/SP, entidade que congrega os cartórios de notas paulistas, explica que atualmente, nos aspectos substanciais do direito, não há mais distinção entre o casamento e a união estável. “Há uma questão ainda cultural. O casamento tem uma carga maior, de formalidade. É uma instituição secular. Está enraizada nas pessoas. E tem todo um cerimonial”, disse. Ele destaca que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em reconhecer o direito sucessório também nos casos de união estável torna as diferenças ainda mais tênues.

Comente agora

Sorrir faz pessoas parecerem mais velhas, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 13/06 11:21h
Sorrir faz pessoas parecerem mais velhas, diz estudo

Dizem que sorrir é o melhor remédio. Mas não quando alguém quer parecer mais jovem. Segundo um estudo das universidades Ben-Gurion (Israel) e Western (Canadá), quem sorri parece um a dois anos mais velho do que realmente é.  O motivo são as rugas no canto dos olhos, que surgem por causa da movimentação dos músculos no momento do sorriso. Na percepção de quem observa o rosto risonho, as pequenas linhas sugerem mais idade do que o mesmo rosto com expressão de surpresa ou sério.  Os resultados do estudo, publicado na edição de maio da revista médica "Psychonomic Bulletin and Review", surpreenderam participantes do experimento. Eles foram apresentados a imagens de pessoas e tiveram que classificá-las das mais velhas à mais moças. Havia imagens de rostos sorridentes, expressões neutras e aparências surpresas.  Os participantes classificaram as faces sorridentes como as mais envelhecidas, seguidas pelos mesmos rostos com expressões neutras e de surpresa.  Para os pesquisadores, o mais interessante foi notar que os próprios voluntários acreditavam ter classificado os sorridentes como mais moços. O estudo foi explicitamente projetado para julgar se há realmente uma discrepância entre percepção e crença. 

Comente agora

Dia de Santo Antônio: solteiros apelam em busca do amor

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 13/06 08:17h
Dia de Santo Antônio: solteiros apelam em busca do amor

Atualmente existem 89,6 milhões de solteiros no Brasil. Muitos desses ainda buscam um amor. Quem ainda não perdeu as esperanças busca ajuda com o Santo Antonio, considerado  o santo casamenteiro. Em Salvador, na paróquia Santo Antonio Além do Carmo, muitas moças e rapazes buscam na fé em Santo Antônio arrumar um (a) companheiro (a), numa tradição milenar, que passa de pais para filhos.   Segundo o frei Ronaldo Marquês Magalhães, ontem (Dia dos Namorados) muita moças solteiras foram até a igreja pedir ao santo para conseguir um marido. “A fé move montanhas, elas pedem com tanta força que são atendidas. Coleciono muitas histórias de relacionamentos que começaram na trezena chegaram ao matrimônio e perduram por anos”, contou, explicando que, as trezenas, missas e procissões acontecem ao longo dos 13 dias que antecedem a festa.  Este ano, o tema escolhido foi Santo Antônio: missão e misericórdia. “Considerado como ‘pai dos pobres’, o santo também tem a missão de ajudar os mais necessitados, ainda mais nessa difícil crise econômica que enfrentamos. São muitos os desempregados que apelam para ele em busca de arrumar um emprego”, ressaltou o pároco.

Comente agora

Mulheres acima de 36 anos atingem pico sexual com mais frequência, afirma pesquisa

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 12/06 20:13h
Mulheres acima de 36 anos atingem pico sexual com mais frequência, afirma pesquisa

Sexo não tem idade, mas de acordo com uma pesquisa realizada pelo aplicativo de contracepção Natural Cycles, seis em cada dez mulheres acima dos 36 anos conseguem atingir o ápice da relação com maior frequência.  O levantamento foi feito com 2.600 mulheres, usuárias do aplicativo, que responderam um questionário com perguntas sobre orgasmo, sensação de atratividade e performance sexual. As participantes da pesquisa foram divididas por faixa etária, menos de 23 anos, dos 23 aos 35 e maiores de 36 anos.  Entre as pesquisadas, seis em cada dez mulheres acima dos 36 anos afirmam chegar ao orgasmo com facilidade. Enquanto entre as mais novas, o número cai para cinco. Cerca de 86% das mulheres mais experientes garantiram ter feito um "bom sexo" nas últimas quatro semanas, já entre as mais novas o número reduz para 56%.  O único dado em comum entre as mulheres entrevistadas se deu em relação a durabilidade da atividade sexual. Uma em cada três entrevistadas, independente da idade, desejariam um sexo mais longo.

Comente agora

Namoro ou união estável? Como identificar as diferenças

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 12/06 17:08h
Namoro ou união estável? Como identificar as diferenças

Duas pessoas que têm uma relação afetiva e moram em casas separadas vivem um namoro ou uma união estável? Por não se fazer tal questionamento, principalmente no início da relação, muitos ex-parceiros conquistam direitos como pensão alimentícia e patrimônio, seja na dissolução em vida, seja na dissolução por morte da relação. “As confusões entre namoro e união estável ocorrem em razão do fato de esta poder caracterizar-se sem que o casal more na mesma casa. Tanto o namoro quanto a união estável dão-se no plano dos fatos. Porém, apenas a união estável tem efeitos jurídicos e gera direitos”, explica Dra. Regina Beatriz Tavares da Silva, advogada especialista em direito de família e presidente da ADFAS (Associação de Direito de Família e das Sucessões). A especialista explica que, para que seja considerada uma união estável, a relação precisa atender a quatro critérios, que devem ser verificados ao mesmo tempo: tratar-se de uma união pública, reconhecida socialmente, contínua e com a constituição de família. Se algum desses requisitos não for identificado durante a vigência da relação, o juiz pode considerar que o relacionamento caracteriza-se apenas como um namoro, não gerando quaisquer obrigações jurídicas em caso de separação. No entanto, a lei não estabelece como requisito da união estável a moradia na mesma casa, e aí é que surgem as dificuldades de identificar o que é mero namoro do que é efetivamente uma união estável. As trocas econômicas, como viagens e jantares propiciados por um dos parceiros, e o auxílio em alguns cuidados domésticos, comuns em muitos relacionamentos de namoro, são pontos que tornam ainda mais difícil identificar a natureza da relação, conforme aponta a advogada. As pessoas, via de regra, sabem se vivenciam um namoro ou uma união estável, mas, quando dissolvem a relação, levando a questão ao Juiz, um deles pode querer se locupletar às custas do outro, alegando que viveram uma união estável quando na verdade era apenas namoro.

No caso da aquisição de bens em conjunto por um casal de namorados, Dra. Regina Beatriz recomenda que sejam tomados cuidados para impedir prejuízo a uma das partes, principalmente no que se refere à titularidade de automóveis ou imóveis, por exemplo. “Se o bem foi adquirido em nome dos dois será de ambos. No entanto, se ficar apenas em nome de um deles haverá necessidade da prova do montante do capital empregado pelo outro, para que se comprove a chamada sociedade de fato e direito de cada um sobre o bem”. Embora reconheça a dificuldade em definir quando a relação evolui de um simples namoro para a união estável, a presidente da ADFAS ressalta a importância dessa constatação. “É preciso que saibamos distinguir um namoro entre pessoas que não moram juntas e não formam uma família, das relações estáveis que se constroem por meio do tempo e não realizam uma celebração formal. Para isto, a declaração de namoro deve ser realizada pelos namorados e o pacto de união estável deve ser realizado entre os companheiros. Assim, evitam-se as confusões com os direitos e deveres”, conclui Dra. Regina Beatriz. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Campanha na internet alerta para sinais de relacionamentos abusivos

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 10/06 08:58h
Campanha na internet alerta para sinais de relacionamentos abusivos

A Secretaria de Políticas para as Mulheres aproveitará a proximidade do Dia dos Namorados (12) para lançar a campanha #NãoéAmorQuando. Divulgada nas redes sociais – Facebook, Twitter e YouTube – a ação destacará gestos e comportamentos que indicam que a relação caminha para violências. “Muitas mulheres sofrem violência, e não se dão conta. Quando são xingadas, são expostas em grupos, têm sua autoestima ferida ou até mesmo perdem a autonomia sobre seu patrimônio”, explica a secretária especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes. De acordo com a Lei Maria da Penha, é considerado crime contra a mulher a violência psicológica, moral, sexual, patrimonial ou física. Há uma vasta literatura que aponta sinais clássicos de comportamentos abusivos e violência psicológica. As mulheres podem se identificar com algum ou alguns deles. As informações são do Portal Brasil. Alguns exemplos de atitudes consideradas abusivas:

Comente agora

Segundo estudo, amigos podem ser mais importantes do que família

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 09/06 19:52h
Segundo estudo, amigos podem ser mais importantes do que família

Os amigos são muito importantes na vida, mas diria que são mais fundamentais do que a família? Um estudo publicado na revista Personal Relationships diz que sim. De acordo com a pesquisa realizada por William Chopik, investigador e professor de psicologia na Universidade do Estado do Michigan, ter amigos que apoiem na idade avançada é um indicar mais forte de bem-estar do que ter relações familiares fortes. A revista Time revelou que essa pesquisa é baseada em dois estudos que envolveram mais de 270 mil pessoas em cerca de 100 países. Neles, se verificou que tanto as relações de amizade como de família estavam associadas a uma melhor saúde e a mais felicidade. No entanto, quando mais velho, mais esta associação passou a ser verificada em pessoas que diziam ter amizades fortes.

Comente agora

Estudo revela que quem come chocolate tem mais propensão a amar

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 09/06 12:43h
Estudo revela que quem come chocolate tem mais propensão a amar

Embora os antigos Astecas acreditassem fortemente que o chocolate era um afrodisíaco, a ciência sempre foi cética. No entanto, agora temos razões para acreditar que exista uma conexão entre chocolate e amor, ou entre amor e doces em geral, graças a um estudo do Journal of Social and Personal Relationships. Em uma série de experiências intitulada “Sweet Love: The Effects of Sweet Taste Experience on Romantic Perceptions”, os pesquisadores consideraram se uma variedade de alimentos provocaria sentimentos de romance entre os participantes do estudo. No primeiro experimento as pessoas foram alimentadas ora com mini biscoitos, ora com batatas fritas. Então, eles fizeram o mesmo com refrigerante e água com gás. De acordo com os pesquisadores, as pessoas solteiras que acabavam de receber a escolha açucarada eram mais propensas a começar a imaginar relacionamentos amorosos hipotéticos. Além disso, eles descreveram essas relações como comprometidas e satisfatórias.

Comente agora

Casamento contribui para uma vida mais longa

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 07/06 22:07h
Casamento contribui para uma vida mais longa

A ciência já mostrou diversas vezes benefícios associados ao casamento, como proteção da saúde cardíaca, redução de dores e melhora no tratamento contra o câncer. Agora, um novo estudo sugere que aqueles que tem um parceiro na saúde e na doença podem ter uma vida mais longa e saudável.  A pesquisa, realizada pela Escola Médica da Universidade de Aston, no Reino Unido, mostrou que pessoas casadas que possuem algum dos três fatores mais comuns de risco cardíaco – pressão alta, alto nível de colesterol e diabetes tipo 2 – têm mais chances de viver mais do que pessoas solteiras com esses problemas. Segundo os especialistas, o apoio entre os parceiros contribui para um bom estilo de vida e melhor adesão ao tratamento.

Redução de riscos: Para chegar a esse resultado, os pesquisadores analisaram um banco com dados de mais de um milhão de pacientes entre 2000 e 2013. Os participantes tinham, em média, 60 anos de idade e cada um deles foi rastreado por cerca de cinco anos. Os resultados mostrara que os participantes com alto nível de colesterol, mas que eram casados,  tinham 16% mais chance de sobreviver a esse período do que os solteiros.  O matrimônio também foi benéfico para pessoas com diabetes e pressão alta. No primeiro grupo, o aumento da sobrevida foi de 14% e no segundo, de 10%.  O estudo é um dos maiores do gênero e foi apresentado durante a conferência da Sociedade Cardiovascular Britânica, realizada em Manchester. “Nossa pesquisa sugere que o casamento tem um efeito protetor, que se deve provavelmente ao apoio no controle dos principais fatores de risco para doenças cardíacas“, disse Paul Carter, principal autor do estudo, ao Daily Mail.

Comente agora

Aquecimento global pode prejudicar sono da população

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 07/06 18:31h
Aquecimento global pode prejudicar sono da população

As mudanças na temperatura causadas pelo aquecimento global vão inundar cidades, causar a extinção de muitos animais, espalhar doenças tropicais e, também, tirar o nosso sono.  É o que mostra uma pesquisa publicada na semana passada por um pesquisador do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.  Já é estabelecido na medicina que muito calor ou muito frio prejudicam o sono - aliás, você deve saber isso a cada verão e inverno enfrentados. Mas esta é a primeira vez em que surge um estudo que relaciona o aumento da temperatura causado pelo aquecimento global ao prejuízo no descanso noturno.   A pesquisa, publicada na semana passada no periódico Science Advances, também aponta que os mais atingidos serão populações de menor renda, por terem menos dinheiro para se proteger com ventiladores e ar-condicionado, e os idosos, que regulam menos a temperatura do corpo.   A hipótese veio após o doutorando em Ciência Política na Universidade da Califórnia e líder do estudo, Nick Obradovich, enfrentar, em outubro de 2015, uma onda de calor inesperada em San Diego. À época, ele e seus colegas passaram a dormir mal e ficar letárgicos ao longo do dia. 

Comente agora

Divórcio conflituoso de pais prejudica saúde de filhos por décadas, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 06/06 11:52h
Divórcio conflituoso de pais prejudica saúde de filhos por décadas, diz estudo

Quando as crianças vivenciam um divórcio ou separação conflituosa de seus pais, a situação parece prejudicar sua saúde por décadas, até a idade adulta, disseram pesquisadores nesta segunda-feira (5).  O estudo, publicado na revista científica americana "Proceedings of the National Academy of Sciences" (Pnas), foi feito com 201 adultos saudáveis que concordaram em ser colocados em quarentena, expostos a um vírus que causa o resfriado comum e monitorados por cinco dias.  Aqueles cujos pais se separaram e não se falaram durante anos eram três vezes mais propensos a adoecer, em comparação com aqueles cujos pais se separaram mas permaneceram em contato durante o crescimento das crianças. 

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com