Voz


PodCast



Enquete





Blog

Comportamento

Despachos são deixados na porta da igreja e pastor responde: “Jesus te ama”

Comportamento  Postado por TV Voz da Bahia - 24/02 00:37h
Despachos são deixados na porta da igreja e pastor responde: “Jesus te ama”

Nos últimos dias, o pastor Anderson do Carmo de Souza está usando as redes sociais para denunciar os atos de vandalismo feitos na sede do Ministério Cidade do Fogo na cidade de Itaboraí, Rio de Janeiro. Segundo seu relato, cerca de 50 adeptos de religiões afro foram até a sua igreja rasgaram os banners e deixaram 9 galinhas mortas e mais de 20 potes de barro com oferendas a orixás. No vídeo postado por ele no Facebook, há uma denúncia sobre o que considera intolerância religiosa. “Colocaram ali 24 alguidares e sete garrafas de cachaça”, conta ele. Em seguida, mostrou nove galinhas que foram sacrificadas e colocadas em sacos pretos com velas e farofa na porta da igreja. “Isso é para abençoar? É para afrontar”, desabafou. Ele disse que não vai ficar calado. “Quero pedir respeito”, instou repetidas vezes. “Não à intolerância, não à afronta, não à guerra religiosa. Em nome de Jesus te deixo uma palavra: Jesus te ama”, encerrou. O líder religioso enfatizou que as portas da sua igreja estão abertas a todos e que não prega o ódio. Deixou claro ainda que não tem medo desse tipo de intimidação. Ele explica que está “tranquilo do ponto de vista espiritual”, pois acredita que o sangue de Jesus derramado na cruz é muito mais poderoso que o sangue dos animais colocados na porta do templo.

Assista: 

Comente agora

Amizade entre mulheres resiste à distância – entre homens, não

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 20/02 22:19h
Amizade entre mulheres resiste à distância – entre homens, não

Uma pesquisa das Universidades de Oxford e de Chester, na Grã-Bretanha, identificou que mulheres têm mais chances de manterem amizades à distância do que homens. Robin Dunbar, antropólogo, psicólogo evolucionista e professor de Oxford, divulgou os resultados de seu estudo no encontro anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS, na sigla em inglês), em Boston, nos Estados Unidos, no último sábado. De acordo com a pesquisa, as mulheres mantêm o contato, mesmo que distantes, por meio de longas conversas telefônicas. Já os homens, preservam as amizades entre si apenas em encontros presenciais, nos quais fazem algo juntos, como sair para beber e comer, jogar ou assistir futebol. “A diferença entre os sexos foi surpreendente”, disse o pesquisador na palestra. No estudo, foram analisados 12 mulheres e 13 homens que estavam no último ano do Sixth form – curso de dois anos oferecido em algumas instituições de ensino superior ou em colégios especializados na Grã-Bretanha, como forma de acesso à Universidade – em três momentos. No primeiro deles, os 25 jovens entre 17 e 19 anos responderam a questionários detalhados de sua vida social, para que os psicólogos mapeassem todas as suas amizades, incluindo níveis de proximidade. Quatro meses depois, eles deixaram o Sixth form e foram trabalhar ou estudar.

Comente agora

No Brasil, homens fazem mais sexo oral que mulheres

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 19/02 15:52h
No Brasil, homens fazem mais sexo oral que mulheres

Diversas pesquisas são realizadas pelo mundo sobre uma prática comum: o sexo oral. Entre as descobertas mais recentes sobre o tema, tem aumentado o número de pessoas que pratica sexo oral. Porém, alguns estudos estrangeiros mostram uma desigualdade de gênero: os homens fazem menos e recebem mais do que as mulheres. Na última versão disponível da Natsal (Pesquisa Nacional de Atitudes Sexuais e Estilos de Vida), com dados de 2012 de mais de 15 mil britânicos entre 16 e 74 anos, a disparidade aumenta conforme a faixa etária. Entre 33 e 44 anos, 80% dos homens dizem receber sexo oral contra 75% das mulheres. Na idade de 45 a 54, a parcela masculina que desfruta da prática é de 71% em comparação a 63% das entrevistadas do sexo feminino. E apenas 35% das mulheres de 55 a 64 anos ganham o estímulo contra 52% dos homens na mesma faixa etária. A diferença na reciprocidade não se restringe aos mais velhos. Em uma pesquisa com 900 estudantes universitários canadenses, realizada em 2013 e publicada este ano no Jornal Canadense de Sexualidade Humana, mais mulheres (59%) reportaram ter feito sexo oral do que os homens (52%). Além disso, mais do dobro de garotas (26%) do que rapazes (10%) disseram que realizaram a prática no parceiro, mas não receberam o agrado de volta.

Comente agora

Unesco: 758 milhões de adultos não liam ou escreviam uma frase simples em 2015

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 15/02 07:22h
Unesco: 758 milhões de adultos não liam ou escreviam uma frase simples em 2015

Apesar do avanço nas políticas de aprendizagem e de educação de adultos nos últimos anos, 758 milhões de adultos, incluindo 115 milhões de pessoas com idade entre 15 e 24 anos, não tinham capacidade de ler ou escrever uma simples frase em 2015. É o que mostra o 3º Relatório Global sobre Aprendizagem e Educação de Adultos (Grale III), divulgado hoje (15) pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). De acordo com o levantamento, a maioria dos 144 países signatários do Marco de Ação de Belém, assinado em 2009 no Brasil, informou não ter alcançado a meta da Educação para Todos (compromisso global firmado por 164 governos reunidos na Cúpula Mundial de Educação, em Dakar, em 2000), de atingir 50% de melhoria nos níveis de alfabetização de adultos até 2015. Aprovado por ocasião da 6ª Conferência Internacional de Aprendizagem e Educação de Adultos, no Marco de Ação de Belém os países concordaram em melhorar a aprendizagem e a educação de adultos em cinco áreas: políticas, governança, financiamento, participação e qualidade.

Comente agora

Pastor desmente passista evangélica que sairá nua no Carnaval

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 14/02 23:55h
Pastor desmente passista evangélica que sairá nua no Carnaval

O jornal Extra, das Organizações Globo, estampou em suas páginas a manchete “Nudez liberada pelo pastor” na edição desta terça-feira (14). A matéria, abordou o caso da passista Tuane Rocha, 34 anos, que sairá nua na avenida, desfilando a 10 metros de altura, como destaque no carro alegórico que fecha o desfile da Rocinha. Mulher nua não é novidade no Carnaval, mas o “diferencial” seria o fato dela ser evangélica. As fotos sensuais que ilustram o artigo mostram que ela tem uma tatuagem com o Salmo 91 na lateral direita do corpo. A dançarina afirma frequentar há cinco anos os cultos da igreja Projeto Vida Nova, conhecida por ter um bloco carnavalesco dedicado à evangelização de foliões. Ao periódico ela afirmou: “Demorei duas semanas para dar a resposta para a Rocinha. Pensei na minha filha, conversei com meu pastor. Como é um trabalho profissional, todos apoiaram. Não vejo como um simples exibicionismo do meu corpo”. O fato de ser evangélica atraiu a atenção da mídia carioca para Tuane, que depois de 18 anos de Sapucaí afirma ser esse seu último desfile e que pretende se dedicar à carreira de atriz. Em entrevista a um programa matutino da rádio Globo, ela foi questionada sobre a posição da igreja e enfatizou que existia uma liberdade maior, onde não era proibido o uso da bebida alcoólica e que participava do bloco da Vida Nova, o Cara de Leão. Enfatizou ainda que não estará nua na avenida, pois sairia usando uma calcinha. Pediu ainda que as pessoas se divertissem no Carnaval desde que tivessem “muita consciência”, lembrando de usar a camisinha para se prevenir. “Independente de religião, vamos nos divertir”, encerrou. 

Comente agora

Nova moda entre os jovens está causando graves queimaduras

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 13/02 22:06h
Nova moda entre os jovens está causando graves queimaduras

Todos os anos são lançados diferentes tipos de jogos e apostas que ganham repercussão no mundo inteiro. Quem não se lembra do desafio do balde de gelo? Há quase 2 anos, a internet estava recheada desse tipo de vídeo. Inicialmente, a proposta da brincadeira era sensibilizar as pessoas sobre a esclerose lateral amiotrófica. Mas devido a sua proporção, milhares de jovens aderiram à moda. Porém, depois dessa brincadeira, algumas pessoas decidiram criam um novo jogo: o desafio de sal e gelo. A pessoa precisa aplicar gelo com sal no seu corpo. O que pode parecer “insignificante”, na verdade, proporciona ferimentos graves: essa mistura fica a -28°C! Quando o gelo e o sal são misturados, o frio e a dor são fáceis de tolerar. Por esse motivo, o processo acaba resultando em lesões térmicas graves, como queimaduras. Essa moda ficou popular entre os adolescentes e se espalhou pelo Reino Unido. As autoridades já pediram que os vídeos publicados pelos jovens fossem removidos da internet. (Jornal da Ciência)

Comente agora

'Sexo, drogas e rock' estão ligados a mesma área do cérebro, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 10/02 22:11h
'Sexo, drogas e rock' estão ligados a mesma área do cérebro, diz estudo

"Sexo, drogas e rock and roll" não é mais apenas um slogan. Isso porque foi descoberta, no cérebro, uma área que responde exatamente a esses três estímulos, nos quais se adicionam a paixão pela comida. Publicada pela revista "Scientific Reports", a descoberta pode ajudar a combater algumas dependências, não apenas as relativas à droga e ao álcool, mas também aos comportamentos desregulares que envolvem sexo e comida e que podem danificar relações sociais e a saúde. A pesquisa foi conduzida por um grupo dirigido pelo neurocientista Daniel Levitin, da universidade canadense McGill, que há cerca de 20 anos estuda as raízes neuroquímicas do prazer. No passado, os mesmo pesquisadores já tinham desenvolvido um mapa das áreas do cérebro que se ativam quando escutamos nossa música preferida. Agora a pesquisa deu um passo mais à frente, já que as moléculas que se ativam no cérebro quando se ouve a canção favorita foram individualizadas. O experimento contou com a participação de 17 voluntários, que tiveram de tomar um remédio utilizado contra dependências, a naltrexona, utilizada para bloquear as moléculas receptoras ligadas à droga.

Comente agora

Pessoas felizes vivem mais tempo, diz especialista

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 10/02 18:59h
Pessoas felizes vivem mais tempo, diz especialista

Há anos, cientistas de várias partes do mundo vêm realizando pesquisas sobre a relação da felicidade com a saúde. Já existe uma série de estudos que comprovam a influência do bem-estar emocional com a longevidade. “Pessoas felizes vivem mais tempo”, diz o mastologista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Dr. Rubens Prudencio. Para ele o papel do médico cada vez mais é, além de cuidar do corpo, cuidar da mente. “Estar sob estresse, ansiedade ou tristeza significa afetar o sistema imunológico, tornando o indivíduo propenso a doenças”, explica o mastologista. Por isso, é importante saber lidar com os descontentamentos e manter uma atitude positiva diante da vida. Segundo o pai da psicanálise, Freud, somos movidos pela busca da felicidade. Práticas que promovem o bem-estar, como yoga, reike, shiatsu, dança, entre outras atividades são aconselhadas como complemento aos cuidados da saúde. A senhora Dedita Fernandes da Silva, de 74 anos, que convive com a fibromialgia (fortes dores musculares por todo o corpo) afirma que as crises se intensificam quando passa por momentos de tristeza.

Comente agora

Em pesquisa, 49% dos homens dizem que 'carnaval não é lugar para mulher direita'

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 10/02 18:09h
Em pesquisa, 49% dos homens dizem que 'carnaval não é lugar para mulher direita'

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular, como atribuição à campanha Carnaval Sem Assédio, do Catraca Livre, feita entre os dias 4 e 12 de janeiro, com 3,5 mil brasileiros com idade igual ou superior a 16 anos, em 146 municípios, concluiu que 61% dos homens abordados acham que uma mulher solteira que vai pular carnaval não pode reclamar de ser cantada; 49% disseram que bloco de carnaval não é lugar para mulher “direita”; e 56% consideraram que mulheres que usam aplicativos de relacionamento não querem nada sério. Em entrevista ao Agência Brasil, o presidente do Instituto Data Popular, Renato Meirelles, explicou que o homem ainda tem a visão de que a mulher é propriedade dele e que ela é feliz dessa forma, “Como se a mulher tivesse que ser grata pela grosseria dele”. Por fim, a pesquisa ainda revelou que na percepção de 70% dos homens, as mulheres se sentem felizes quando ouvem um assobio, 59% acham que as mulheres ficam felizes quando ouvem uma cantada na rua e 49% acreditam que as mulheres gostam quando são chamadas de gostosa.

Comente agora

Igreja “abençoa” enredo sobre Nossa Senhora e quer evangelizar no Carnaval

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 08/02 20:26h
Igreja “abençoa” enredo sobre Nossa Senhora e quer evangelizar no Carnaval

Pela primeira vez na história um enredo carnavalesco vai mesclar o sagrado e o profano. A escola de samba Unidos de Vila Maria (São Paulo) exaltará os 300 anos de Nossa Senhora Aparecida ao entrar no Anhembi na sexta-feira, 24 de fevereiro. O desfile da Vila Maria conta com a bênção da Igreja Católica e também com apoio para a elaboração de toda pesquisa histórica. Muitos religiosos já estão na torcida pelo título do grupo carnavalesco. De acordo com o UOL uma comissão com cerca de 300 pessoas composta entre padres e funcionários do Santuário Nacional, estão na espera para analisar a homenagem à padroeira do Brasil. A igreja está aproveitando o grande público do Carnaval para alcançar mais pessoas. “Estamos vendo uma oportunidade de evangelização”, afirmou o padre João Batista, reitor do Santuário Nacional, responsável pelo apoio nas consultas históricas para a entidade criar o repertório musical. Em outros tempos a igreja via com maus olhos o envolvimento com o Carnaval, uma festa de origem pagã, mas devido o direcionamento do Papa Francisco, a igreja para querer ser mais acessível e ter um relacionamento próximo com o povo.

Nem todos são favoráveis:

Comente agora

Quem tem muitos grupos no WhatsApp tem mais chances de se divorciar

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 08/02 09:26h
Quem tem muitos grupos no WhatsApp tem mais chances de se divorciar

Ter um dos integrantes do casal viciado nas redes sociais é cada vez mais comum. Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat e, claro, o WhatsApp estão tornando as pessoas cada vez mais vidradas nas telas dos smartphones, provocando diversos fenômenos ainda desconhecidos, mas que já provocam profundas transformações em nossa sociedade, como os jantares nos quais os interlocutores estão de cabeça baixa, conferindo o celular, sem trocarem olhares ou conversarem. Um desses fenômenos recentes é o "phubbing", ou "phone snubbing", algo que pode ser traduzido como ignorar com o celular: ou, em outras palavras, ter uma pessoa ao lado que nos ignora por estar prestando mais atenção no que acontece através da tela de celular. Um estudo recente, conduzido pelo professor James A. Roberts, da Universidade Baylor, nos EUA, descobriu que 46,3% dos 453 adultos entrevistados tinham sofrido phubbing por parte de seu parceiro; e 22,6% declararam que essa prática era fonte de conflito, revela o site El País.

Comente agora

Sem redes sociais e celular, estudante passa em nove vestibulares para medicina

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 07/02 21:25h
Sem redes sociais e celular, estudante passa em nove vestibulares para medicina

O estudante Ângelo Thomaz Duarte Cavalcante, de 20 anos, tomou uma medida drástica para buscar a aprovação no vestibular para medicina. Ele desativou suas contas nas redes sociais, restringiu saídas com os amigo e até parou de usar o celular. O resultado não só foi positivo, como além do esperado: Ângelo foi aprovado em oito universidades, das quais quatro eram públicas – incluindo a Universidade de São Paulo (USP). O aluno acertou todas as questões de biologia e química da Fuvest. Ângelo mora em Suzano, no interior de São Paulo, e é o primeiro de sua família a estudar em uma universidade pública. “Eu resolvi ficar bem focado nos estudos. Não foi fácil, porque eu só estudava. Cortei celular, desativei minhas contas nas redes sociais e quase parei de sair de casa. A rotina era de 14 horas de estudo ou mais, mas valeu a pena”, detalhou ao G1. “Eu já sabia que queria fazer medicina desde os 16. Eu tinha outras opções, mas conforme fui crescendo, fui tendo certeza de que não me vejo fazendo outra coisa. Meus pais me deram condições para que eu só estudasse. Em casa tem um ambiente legal para o estudo, então tudo favorece”, completou. Sua rotina de estudos começava às 7h20 e terminava às 23h30, com pausas para almoçar e descansar entre 13h30 e 15h30. Ele focou nas matérias de física, química e biologia, que são mais cobradas no vestibular de medicina.

Comente agora

Por que os seres humanos ficam irritados quando estão com fome

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 06/02 21:55h
Por que os seres humanos ficam irritados quando estão com fome

Se você já ficou irritado com alguém quando está com fome, você experimentou a sensação de estar “hangry” – nada mais que a união das palavras em inglês hungry (faminto) e angry (bravo). O fenômeno é tão comum, que vários cientistas realizaram pesquisas para tentar entender por que algumas pessoas sentem fome e raiva ao mesmo tempo. A principal explicação para você se sentir assim é o baixo nível de glicose no seu sangue, segundo um estudo da Universidade de Chicago, nos EUA. Tudo que você come, desde carboidratos e proteínas até gorduras, são digeridos em glicose, aminoácidos e ácidos graxos. Tais nutrientes são distribuídos para seus órgãos para a produção de energia. Ao passar do tempo, a quantidade de glicose na corrente sanguínea começa a cair. Com isso, o seu corpo libera hormônios relacionados ao estresse, como cortisol e adrenalina. Por isso, tarefas simples podem se tornar complicadas quando os níveis de açúcar no sangue estão baixos. Além disso, você pode ficar confuso e “estourar” com qualquer pessoa. Outro composto químico, chamado de neuropeptídio Y, também é liberado quando você está com fome. Ele estimula a vontade voraz de comer e atua sobre vários tipos de receptores no cérebro, incluindo um receptor chamado de Y1. Tanto o neuropeptídio Y quando o receptor Y1 são responsáveis por controlar o sentimento de raiva.

Comente agora

Mulheres deveriam trabalhar 39 horas semanais, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 06/02 21:06h
Mulheres deveriam trabalhar 39 horas semanais, diz estudo

Um estudo publicado na revista “Social Science & Medicine” afirma que as mulheres deveriam trabalhar por, no máximo, 39 horas semanais - além disso aumentam as chances de elas desenvolverem doenças como depressão e ansiedade. Até o momento acreditava-se que o máximo deveria ser 48 horas. A pesquisa analisou as rotinas de 3828 homens e 4062 mulheres e foi realizada pela Universidade Nacional Australiana. O estudo conclui ainda que, para as mulheres que acumulam tarefas, pois em muitos lugares as funções domésticas ainda são vistas e delegadas às mulheres, o acúmulo de funções as torna mais suscetíveis aos problemas e que, por isso, elas deveriam trabalhar 34 horas por semana, revela o UOL. “Devido às demandas extras, é impossível que as mulheres cumpram o limite de horas”, diz um dos condutores do estudo, o doutor Huong Dinh.

Comente agora

Por que o barulho de mascar chiclete irrita tanta gente

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 05/02 15:21h
Por que o barulho de mascar chiclete irrita tanta gente

Você já se sentiu tentado a pedir para o seu amigo mascar chiclete de boca fechada, não sugar a sopa da colher ou parar de batucar na mesa? Seu sangue ferve só de pensar nessas situações? Não se sinta sozinho. Seu amigo em questão pode até não ser o mestre das boas maneiras, mas a grande razão para esses barulhos te tirarem do sério é uma anomalia cerebral chamada misofonia. Pesquisadores da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, descobriram que as pessoas que acham ruídos como os citados acima insuportáveis apresentam uma diferença no lobo frontal do cérebro em relação àquelas que não se incomodam – o que faz da misofonia um transtorno cerebral. Até então, a irritação com esses sons era vista com ceticismo pela comunidade médica, que a chamou de “condição” em 2001. Para o líder do estudo, Sukhbinder Kumar, do Instituto de Neurociência da Universidade de Newcastle, a descoberta é uma boa notícia porque é a primeira vez que cientistas demonstram uma diferença na estrutura e no funcionamento do cérebro dos misofônicos. “Este estudo é mais uma evidência para convencer os céticos da comunidade médica de que a misofonia é sim um transtorno genuíno”, afirmou em comunicado à imprensa.  A pesquisa foi publicada recentemente no periódico Current Biology. Para chegar a essas conclusões, os cientistas fizeram exames de ressonância magnética em pessoas que não se incomodavam com os barulhos e outros que não os suportavam. Durante o exame, os voluntários foram expostos a três tipos de sons: neutros (chuva, água borbulhando, um café lotado), desagradáveis (choro de bebê, uma pessoa gritando) e os gatilhos (mastigação, respiração).

Comente agora

Bombeiros fazem 'vaquinha' para pagar casamento surpresa de colega

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 05/02 13:41h
Bombeiros fazem 'vaquinha' para pagar casamento surpresa de colega

Uma bombeira foi surpreendida por 50 colegas de Salvador e Simões Filho, que fizeram uma "vaquinha" para realizar seu casamento. Érica Anjos, de 29 anos, e o carteiro Daniel Neres, de 37, planejavam fazer uma cerimônia para celebrar a união, mas uma gravidez inesperada fez com que as finanças do casal se complicassem. Eles só ficaram sabendo do presente dois dias antes do casamento. "Nós rateamos, cada um colaborou com o que pôde. O dia de noiva, o vestido da noiva, o bolo. Muitas pessoas colaboraram para que esse momento se tornasse real", disse Taíse Rocha, capitã do Corpo de Bombeiros, à TV Bahia. A cerimônia aconteceu no próprio quartel onde Érica trabalha, no Complexo de Ensino e Instrução de Bombeiros, em Simões Filho, com apresentação da banda da Polícia Militar. "Eu entrei já agora de férias, na quarta-feira [1º], aí minha comandante direta ligou na terça [31] à noite me informando que era para eu vim para uma reunião com o comandante-geral dos Bombeiros. Aí eu desconfiei que era um chá de fralda, mas na verdade eu tive essa surpresa linda. Eu estou apaixonada por isso", contou a noiva.

Comente agora

“Se ele seguisse Cristo, estaria livre”, diz pastor sobre Eike Batista

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 03/02 00:21h
“Se ele seguisse Cristo, estaria livre”, diz pastor sobre Eike Batista

Quando Eike Batista foi flagrado em uma visita à Assembleia de Deus de Rocha Miranda, foi questionado se o empresário, até então bilionário, havia se tornado evangélico. Os mesmos questionamentos foram feitos ao pastor Daniel Silva com a prisão de Eike. Durante um culto recente, no entanto, Silva foi categórico acerca do assunto. “Se ele seguisse Cristo, do jeito que o Senhor falou para ele aqui, ele estaria livre”, afirmou. De acordo com o jornal O Dia, o pastor chegou a mencionar que alguém utilizou a prisão de Batista para desqualificar a igreja. E, em seguida, rotulou o sujeito com termos como ‘imbecil’, ‘idiota’, ‘panaca’ e ‘profetinha de araque’. Durante o culto em que Daniel mencionou o caso, estiveram mais de 200 pessoas. A igreja se localiza em um bairro da zona norte da cidade do Rio de Janeiro, caracterizado por um nível socioeconômico diferente do local onde Eike residia. Na ocasião, frases e discursos remetiam ao histórico do ex-bilionário. “Quem estava rico vai ficar pobre e quem estava pobre vai ficar rico. Quem tinha não vai ter, quem não tinha vai ter.” Também disse: “Quem está em cima vai cair. Quem acha que é, não é nada. Porque Deus vai fazer justiça”, concluiu Daniel.

Comente agora

Segundo estudo, meninas começam a duvidar de sua capacidade aos 6 anos

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 01/02 19:09h
Segundo estudo, meninas começam a duvidar de sua capacidade aos 6 anos

Com apenas seis anos de idade, as meninas já começam a duvidar da sua própria capacidade e se sentem pressionadas a ter uma aparência "perfeita", aponta uma pesquisa publicada na revista Science, que ainda revela que os professores dão notas melhores quando não sabem o gênero. PUB De acordo com o estudo realizado por um grupo de cientistas da universidades de Nova York, Illinois e Princeton, e comandado pela médica Lin Bian, da Universidade de Illinois, com pouca idade as meninas já apresentam dificuldades em acreditar que são brilhantes, mas não tem dificuldades em achar isso dos meninos. Ao todo, foram analisadas cerca de 400 crianças americanas de classe média, com idades entre os cinco e sete anos, em sua maioria brancas. O teste consiste em três fases: na primeira, as crianças ouviram uma história sobre alguém "muito, muito inteligente". Quando viam uma foto de um homem e uma mulher, as crianças de cinco anos tendencialmente escolhiam alguém do próprio gênero, mas a partir dos seis começam a escolher o sexo masculino como a pessoa referida, sugerindo que os estereótipos de gênero começam a atuar a partir desta idade: “as meninas eram significativamente menos propensas do que os meninos a associar o brilhantismo com o seu próprio gênero”, disse o estudo. O segundo teste consistia em adivinhar quem, em um grupo de dois meninos e duas meninas, tinham melhores notas na escola.

Comente agora

"Abraçadora" profissional cobra R$ 250 para abraçar homens carentes

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 31/01 20:56h
"Abraçadora" profissional cobra R$ 250 para abraçar homens carentes

Apesar de não se considerar uma pessoa carinhosa, a norte-americana Janet Trevino, 37, está ganhando a vida distribuindo abraços. Uma "abraçadora" profissional, ela cobra cerca de R$ 250 por hora para abraçar e dar carinho para homens carentes. Moradora de San Antonio, nos EUA, Janet começou a trabalhar em agosto como abraçadora para completar a renda. Porém, por causa da alta demanda, ela se tornou profissional por volta de setembro. Atualmente, ela passa de 13 a 20 horas abraçando homens que têm dos 40 aos 70 anos. Nesta "brincadeira", ela junta por volta de R$ 5 mil por semana, de acordo com o tabloide "Daily Mail". Janet, que tem um companheiro chamado Carlos, disse, em entrevista à publicação, que sempre foi naturalmente apoiadora das pessoas que estavam a sua volta e que chegou a pensar, aos 20 e poucos anos, em virar missionária. "Acredito que as pessoas realmente precisam de mensagens de esperança e eu gostaria de espalhar isso". A moça descobriu a profissão, que inclui dormir de conchinha e outras posições que não envolvem relações sexuais, ao participar de um workshop sobre sexualidade. Assim que entrou em contato com a atividade, se inscreveu em cursos livres para aprender como fazer seus clientes se sentirem seguros e amados.

Comente agora

Cientistas usam LSD para descobrir efeito musical

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 31/01 20:39h
Cientistas usam LSD para descobrir efeito musical

Um grupo de pesquisadores do Hospital Universitário de Psiquiatria em Zurique, na Suíça, recorreu ao uso da música junto à droga LSD e um inibidor dos seus efeitos para descobrir como o cérebro atua em situações e momentos considerados importantes para as pessoas. Publicado na revista Current Biology, o estudo dividiu 22 participantes em três grupos. No primeiro, foi utilizado placebo; no segundo, os voluntários tomaram LSD; já no terceiro foi usada uma combinação de LSD com cetanserina, droga antagonista dos receptores de serotonina. Além disso, as cobaias foram convidadas a ouvir uma série de músicas, enquanto os testes eram realizados.

Supervalorização de momentos: De acordo com a pesquisa, os participantes que estavam sob o efeito do LSD, que altera a percepção das pessoas, fazendo com que supervalorizem determinados momentos e situações, ao ouvirem músicas que não tinham significado nenhum para eles, foram influenciados pela droga.

Comente agora

Crianças preferem animais de estimação a irmãos, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 30/01 17:44h
Crianças preferem animais de estimação a irmãos, diz estudo

O cão é mesmo o melhor amigo…. das crianças – ao menos é isso que mostra um estudo coordenado por pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Divulgados semana passada no Journal of Applied Developmental Psychology, os resultados mostram que crianças parecem estar mais satisfeitas com a relação que têm com seus animais de estimação do que com seus irmãos ou irmãs, além de se sentirem melhor na companhia dos bichinhos. A pesquisa traz evidências de que ter animais em casa pode influenciar positivamente o desenvolvimento das crianças, melhorando suas habilidades sociais e seu bem-estar emocional. “Nós queremos saber quão fortes essas relações com os animais são em comparação a outros laços familiares próximos”, afirma em comunicado Matt Cassells, líder do estudo. “Isso pode nos levar a entender como animais contribuem para o desenvolvimento saudável da criança.” Para realizar o estudo, a equipe de pesquisadores entrevistou crianças de 12 anos de 77 famílias, todas com pelo menos um animal de estimação de qualquer tipo e mais de um filho em casa. Os dados mostraram que as crianças parecem ter um relacionamento mais próximo com seus bichinhos do que com seus irmãos. No caso das famílias que possuíam cachorros, os resultados eram ainda mais expressivos. “O fato de que os animais de estimação não conseguem conversar pode até ser um benefício, já que isso significa que eles são completamente acríticos”, afirma Cassells.

Comente agora

Por que os primeiros anos de vida são tão importantes

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 30/01 15:13h
Por que os primeiros anos de vida são tão importantes

São os primeiros anos da infância que, em boa parte, ajudarão a definir quem será o adulto no futuro. Ele foi uma criança bem nutrida de afeto e alimentos? Brincou livremente e se sentiu amparado por pais e cuidadores? As experiências vividas até os seis, sete anos terão muito a ver com o senso de bem-estar e as capacidades morais na vida adulta. Foi uma questão de evolução. “Ao longo de milhões de anos, o ser humano desenvolveu um conjunto de cuidados com seus filhotes para acompanhar sua agenda de amadurecimento”, explica a psicóloga Darcia Narvaez, da Universidade de NotreDame, nos Estados Unidos. É importante que os pais ou cuidadores dediquem tempo para participar de alguns desses momentos de jogos e brincadeiras. Nesse processo, surgiram seis componentes básicos determinantes para o crescimento físico e emocional saudável: aleitamento materno, oferta de conforto e acolhimento, estímulo de experiências sensoriais, respostas às necessidades do bebê – até mesmo antes do choro -, presença física constante com toque carinhoso e espaço e tempo para brincadeira. “Adultos que se recordam de receber essas atenções nas suas infâncias têm menos depressão e ansiedade, maior habilidade de enxergar a perspectiva de outras pessoas e de exercitar a compaixão”, diz Darcia. Esses são apenas alguns dos benefícios que uma infância feliz é capaz de proporcionar.

Comente agora

Cresce número de pessoas que buscam processo transexualizador; homens são maioria, aponta instituto

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 29/01 09:44h
Cresce número de pessoas que buscam processo transexualizador; homens são maioria, aponta instituto

O Dia da Visibilidade Trans, comemorado neste domingo (29), vai ser celebrado com um gostinho diferente por Maria Eduarda. Ela é uma das transexuais que conseguiu atendimento pelo SUS e, há oito meses, se trata no Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE). Maria Eduarda está entre os 85 novos pacientes que buscaram o processo transexualizador em 2016 no instituto. Um número que só cresce, de acordo com o SUS. Segundo o Ministério da Saúde, entre 2015 e 2016, foi registrado aumento de 32% nos atendimentos ambulatoriais do país, passando de 3.388 para 4.467. Atualmente, o Brasil conta com nove centros, dois no Rio de Janeiro: IEDE e Hospital Universitário Pedro Ernesto, que ofertam procedimentos como terapia hormonal e acompanhamentos dos usuários em consultas no pré e pós operatório. Os homens que desejam se transformar em mulher são a maioria, um equivalente a 65% dos transexuais que se tratam no IEDE. Em nível nacional, dados do Ministério da Saúde indicam que o número de mudanças de sexo do masculino para o feminino cresceu 48%, de 23, em 2015, para 34 em 2016.

Comente agora

Ir cedo para escola prejudica aprendizado de adolescentes, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 27/01 15:44h
Ir cedo para escola prejudica aprendizado de adolescentes, diz estudo

Vários estudos já sugeriram que atrasar o horário de entrada na escola melhora o sono e, consequentemente, o desempenho dos alunos durante a adolescência. Um deles, que acaba de ser publicado, contou com dados de 30 mil estudantes canadenses de 362 escolas de todas as partes do país. Os pesquisadores, da Universidade McGill, compararam jovens que entram às 8h com os que começam entre 9h e 9h30 (sim, lá essa possibilidade já foi adotada por algumas escolas para os mais velhos). E a associação entre entrar mais tarde e ter uma boa qualidade de sono foi muito forte. Adolescentes têm o ciclo circadiano, ou seja, o relógio biológico atrasado em cerca de duas ou três horas durante essa fase. Quando chegam ao ensino médio, é quase impossível, para eles, dormir antes das 11h da noite e acordar antes das 8h da manhã. Para cumprir os horários, eles têm que, literalmente, lutar contra o próprio corpo. Os pesquisadores explicam que a privação crônica de sono não só prejudica o desempenho escolar dos jovens, como também os torna mais vulneráveis a problemas de comportamento, ansiedade e depressão. No artigo com os resultados, publicado no Journal of Sleep Research, os autores admitem que mudar o horário de entrada nas escolas não é fácil, já que exige o envolvimento de diversos setores. Mas eles acreditam que o esforço beneficiaria muita gente.

Comente agora

Meninas são menos propensas a acreditar que são ‘brilhantes’

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 27/01 14:33h
Meninas são menos propensas a acreditar que são ‘brilhantes’

A busca pela igualdade de gêneros e quebra de estereótipos entre meninos e meninas/homens e mulheres é um dos assuntos mais comentados da atualidade. Mas apesar de toda discussão e esforço, um estudo publicado na quinta-feira na revista científica Science, mostrou que ainda há muito para se trabalhar neste tema. A pesquisa, sobre estereótipos de gênero, revelou que aos seis anos de idade as meninas são menos propensas a acreditar que elas são “brilhantes“, e mais propensas a achar que os meninos são. O novo estudo se baseou na análise do comportamento de 400 crianças com idade entre cinco e sete anos. No experimento, os participantes receberam uma série de tarefas. Em uma delas, as crianças ouviram uma história sobre alguém que era “muito, muito inteligente”, sem que fosse revelado o sexo da pessoa. Os resultados mostraram que, aos cinco anos , tanto os meninos quanto as meninas eram igualmente propensos a escolher seu próprio gênero como “muito, muito inteligente”. Mas aos seis e sete anos, “as meninas eram significativamente menos propensas do que os meninos a associar o brilhantismo com o seu próprio gênero”, disse o estudo.

Comente agora

Psicopatas têm inteligência abaixo da média, segundo cientistas

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 27/01 13:19h
Psicopatas têm inteligência abaixo da média, segundo cientistas

Sedutores, manipuladores e inteligentes – é assim que psicopatas normalmente são retratados em filmes e programas de televisão. Um estudo publicado este mês por uma equipe de pesquisadores americanos e britânicos, no entanto, revela que a realidade pode não ser exatamente como mostra a ficção. Avaliando estudos que relacionam psicopatia e inteligência, os cientistas descobriram que, na verdade, pessoas que possuem traços psicopatas tendem a apresentar uma inteligência abaixo da média. “Conforme nós entendemos melhor a psicopatia, seremos mais aptos a desenvolver tratamentos e reabilitação para psicopatas”, afirma o pesquisador Brian Boutwell, da Universidade de Saint Louis, nos Estados Unidos, em entrevista ao New Scientist. A verdade é que você provavelmente já conheceu ou pelo menos cruzou com o caminho de algum psicopata na vida – de acordo com Boutwell, eles correspondem a 1% da população. Para ser classificada como um psicopata, a pessoa deve ser diagnosticada por meio de um teste, apresentando traços que incluem insensibilidade, impulsividade e agressividade. Isso, no entanto, não significa que eles necessariamente vão infringir a lei ou machucar alguém, mas as chances disso acontecer são mais altas, explica o pesquisador. O “mito do Hannibal Lecter”, em homenagem ao famoso personagem do filme O Silêncio dos Inocentes, é o nome que psicólogos dão para a imagem amplamente difundida de que psicopatas seriam donos de mentes brilhantes, capazes de planejar meticulosamente cada passo para cometer seus crimes.

Comente agora

Simbólico Relógio do Apocalipse fica mais perto da meia-noite

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 26/01 16:48h
Simbólico Relógio do Apocalipse fica mais perto da meia-noite

As declarações do presidente Donald Trump e o “escurecimento do panorama da segurança global” tornaram o mundo um lugar mais instável, afirmou nesta quinta-feira o Boletim de Cientistas Atômicos, que adiantou seu simbólico Relógio do Apocalipse 30 segundos mais perto da meia-noite. Este relógio, uma metáfora do quão perto a humanidade está de destruir o planeta, tinha mudado pela última vez em 2015, de cinco para três minutos para a meia-noite. Segundo o mecanismo simbólico, quanto mais perto os ponteiros estiverem da meia-noite, maior é o risco de destruição da humanidade. Agora, o relógio está a dois minutos e meio do fim. A decisão de mover ou não os ponteiros do relógio é liderada por um grupo de cientistas e intelectuais que inclui 15 prêmios Nobel. “O aumento dos nacionalismos estridentes no mundo todo, os comentários do presidente Donald Trump sobre as armas nucleares e as questões climáticas” são algumas das razões pelas quais se decidiu mover o ponteiro, disse o grupo em um comunicado.

Comente agora

43% dos brasileiros aceitam ganhar menos se puderem viajar

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 26/01 12:07h
43% dos brasileiros aceitam ganhar menos se puderem viajar

Quase metade da população brasileira aceitaria receber salários mais baixos se isso implicasse a possibilidade de viajar mais a negócios. É o que diz uma pesquisa realizada pelo site Booking.com, que aponta o pensamento de cerca de 43% dos brasileiros. Segundo o blog do Ancelmo, do jornal O Globo, o índice no Brasil é maior do que a média geral, de 30%. O inquérito foi realizado com 12.781 pessoas de 13 países. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Acesso à contracepção no país é influenciado por questões religiosas

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 25/01 13:46h
Acesso à contracepção no país é influenciado por questões religiosas

Embora o Brasil tenha uma das legislações sobre planejamento familiar mais avançadas da América Latina, o acesso das mulheres a contraceptivos no país é influenciado por correntes religiosas e grupos conservadores. A conclusão está no relatório Barômetro latino-americano sobre o acesso das mulheres aos contraceptivos modernos, que levantou dados sobre direitos reprodutivos no Brasil, México, Colômbia, Argentina e Chile. O documento, divulgado esta semana pela Federação Internacional de Planejamento Familiar/Região do Hemisfério Ocidental, aponta que a influência desses fatores na escolha dos métodos contraceptivos se dá porque as mulheres não têm acesso à informação nem a políticas públicas de educação sexual. A pesquisa foi realizada no fim de 2015 e ouviu 20 especialistas de cada país, dos setores público e privado. No Brasil, o estudo foi coordenado pela organização não governamental (ONG) Cepia, que se dedica ao desenvolvimento de projetos que promovem os direitos humanos e a cidadania de grupos vulneráveis.

Comente agora

Redes sociais prejudicam relacionamento com amigos e familiares

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 24/01 14:39h
Redes sociais prejudicam relacionamento com amigos e familiares

As mídias sociais nos dão liberdade de comunicação com pessoas queridas, quando e onde quisermos. Porém, essa liberdade tem seu preço: ofuscados por nossas vidas digitais aparentemente felizes, muitas vezes não percebemos como as redes sociais colocam em risco e prejudicam nossos relacionamentos reais. Uma nova pesquisa da Kaspersky Lab mostrou que um terço das pessoas diminuiu a comunicação ao vivo com pessoas queridas, e 21% dos pais admitem que sua relação com seus filhos foi prejudicada porque foram vistos em situações comprometedoras nas redes sociais. Com a tendência das pessoas de postarem fotos delas mesmas ou de outros sob efeito de álcool, usando algo comprometedor ou mesmo sem roupas com a intenção de receber mais “curtidas”, é evidente que as mídias sociais podem prejudicar os relacionamentos.

Comente agora

Jairo responde: qual orgasmo dá mais prazer à mulher? Assista ao vídeo

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 24/01 00:51h
Jairo responde: qual orgasmo dá mais prazer à mulher? Assista ao vídeo

O Dr. Jairo Bouer, especialista em sexualidade, está aqui para derrubar mitos e fazer com que você entenda e tenha uma vida sexual mais saudável e prazeirosa. Neste programa, ele tira a dúvida de quem pergunta: qual é o orgasmo que dá mais prazer à mulher, o vaginal ou o clitoriano?

Assista ao vídeo abaixo: 

Comente agora

Pastores que compartilham suas falhas têm congregações “mais saudáveis”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 24/01 00:25h
Pastores que compartilham suas falhas têm congregações “mais saudáveis”

Quando os líderes religiosos admitem suas limitações e demonstram fraquezas, isso colabora para a saúde mental da congregação como um todo. Essa é a conclusão de estudos feito com sacerdotes católicos e evangélicos nos últimos anos. Os participantes relataram sentir-se muito pressionados a serem constantemente “modelos” e que só procuram ajuda para lidar com isso como “último recurso”. Peter Hill, da Universidade de Biola, na Califórnia, conta que sentiu-se desafiado a estudar o assunto quando o novo pastor da igreja que ele frequenta passou mais da metade do seu primeiro sermão falando sobre as dificuldades que enfrentava no ministério. No final, pediu paciência e apoio à congregação. “Eu não acho que existe um dom mais poderoso que eles podem oferecer às suas congregações que admitir suas próprias limitações”, disse o estudioso. Hill não é o único a se interessar pelo assunto. Ele compilou várias tentativas de se entender os efeitos dessa postura, em matérias elaboradas por psicólogos. Em 2012, um estudo concluiu que 28% dos pastores sentiram-se em algum momento de sua trajetória, tentados a desistir do trabalho na igreja por causa de cobranças exageradas e críticas severas sobre seu desempenho, mesmo que isso viesse de apenas alguns membros da congregação. Uma fração desses líderes realmente abandonou os púlpitos. Durante um levantamento paralelo, 1500 pastores foram entrevistados pelo departamento de psicologia da Universidade Duke, nos EUA, sobre as dificuldades que sentiam no desempenho de sus profissão. Dez por cento queixou-se de “solidão” e da sensação constante de fracasso.

Comente agora

Jairo Bouer explica: pornografia em excesso atrapalha no sexo? Assista ao vídeo

Comportamento  Postado por TV Voz da Bahia - 22/01 23:28h
Jairo Bouer explica: pornografia em excesso atrapalha no sexo? Assista ao vídeo

(*) Jairo Bouer

Quem vê muita pornografia tende a ser um especialista em sexo ou isso atrapalha na hora do "vamos ver"? O Dr. Jairo Bouer, especialista em sexualidade, explica aqui quando se trata apenas de apimentar a relação e em que situações isso pode ser um problema na relação. Jairo Bouer responde dúvidas dos internautas do @saúde sobre sexualidade feminina. Ele explica por que algumas mulheres têm dificuldade em sentir prazer durante a penetração. Isso é normal? Para começar, ele fala sobre a relação entre inibição e estimulo que podem fazer com que a mulher não consiga chegar ao ápice da relação sexual. E, sim, reforça que preliminares têm tudo a ver com essa questão.

Assista ao vídeo abaixo: 

Comente agora

Mais do que ego, pesquisa diz que há 3 tipos de selfies

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 19/01 14:16h
Mais do que ego, pesquisa diz que há 3 tipos de selfies

Os famosos autorretratos do século 21, as selfies, nem sempre são uma demonstração apenas do narcisismo, afirma um estudo publicado na revista "Visual Communication Quarterly". As fotos pessoais que giram nas redes sociais, não tem distinção de gênero, idade, raça ou religião. Mas, isso não faz com que elas tenham o mesmo objetivo. Por meio de entrevistas, os estudiosos classificaram três tipos de adeptos as selfies: os comunicadores, os autobiógrafos e os promoters de si mesmo. Os comunicadores usam as selfies principalmente para se envolver com amigos, familiares ou conhecidos durante uma conversa. Geralmente, eles usam como forma de iniciar um debate sobre escolhas e ações e para encorajar os outros a realizarem algum ato cívico. Como fez, por exemplo, a atriz norte-americana Anne Hathaway publicando no Instagram uma selfie após votar nas eleições presidenciais com a legenda "Eu votei". Já os autobiógrafos usam as selfies como instrumento para registrar os eventos de suas vidas e conservar momentos importantes.

Comente agora

Homens são mais fofoqueiros que mulheres nas redes, diz estudo

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 19/01 07:26h
Homens são mais fofoqueiros que mulheres nas redes, diz estudo

O conhecido estereótipo que as mulheres são mais fofoqueiras e carentes do que os homens não é verdadeiro – ou, ao menos, não é tão evidente nas redes sociais. De acordo com uma nova pesquisa, o sexo masculino revela mais detalhes sensíveis e se importa mais com a quantidade de likes que ganha nas redes. O levantamento divulgado pela empresa de segurança digital Kaspersky na última semana examinou o uso das redes sociais com base em informações dadas pelos usuários. A pesquisa indica que a maioria das pessoas usa as redes para se sentir melhor – e uma das formas de alcançar isso é através da aprovação social. Esse tipo de validação faz mais falta aos homens: 24% deles se dizem preocupados com a popularidade se recebem poucos likes, contra 17% das mulheres. E é na busca por curtidas que eles se dispõe a contar mais coisas privadas do que elas. Se tiverem certeza que postar alguma coisa embaraçosa sobre um colega de trabalho renderia muitos cliques, 14% deles o fariam (contra 8% delas).

Comente agora

Por que buscamos parceiros parecidos conosco? A ciência explica

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 16/01 13:29h
Por que buscamos parceiros parecidos conosco? A ciência explica

Nós nos apaixonamos por pessoas parecidas com a gente. Essa foi a descoberta revelada por um estudo publicado na semana passada na Nature Human Behaviour. Após analisar 24.662 casais matrimoniados e outros 7.780 parceiros que tiveram suas informações coletadas pelo UK Biobank, um banco de dados do Reino Unido, os pesquisadores encontraram uma relação entre marcadores genéticos e as preferências dos participantes para escolher seus pares, tanto em relação a características físicas quanto à personalidade. Com esse estudo, os cientistas esperam compreender melhor como a forma com a qual as pessoas escolhem seus parceiros pode contribuir para a transmissão de certas características genéticas, incluindo doenças hereditárias, às gerações seguintes. Para conduzir o estudo, Matthew Robinson, da Universidade de Queensland, na Austrália, utilizou um rico banco de dados que inclui informações sobre traços físicos e genéticos de casais. Com os valores disponíveis, ele e sua equipe estimaram a altura e o índice de massa corporal (IMC) que estavam previstos geneticamente pelo DNA de cada um dos parceiros, e compararam com as características físicas que eles de fato apresentavam.

Comente agora

Grupo Gay da Bahia lança campanha de combate à LGBTfobia; assista

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 15/01 17:35h
Grupo Gay da Bahia lança campanha de combate à LGBTfobia; assista

A campanha "Nós, por exemplo", uma iniciativa do Grupo Gay da Bahia (GGB), foi lançada com o intuito de reafirmar as identidade LGBT e combater o ódio. Para o ´presidente do grupo, Marcelo Cerqueira, além de exaltar a diversidade, "a ideia é colocar gente de verdade na campanha, a prioridade é colocar a cara de ativistas". O material da campanha traz o Disque 100, programa de incentivo de denúncias em caso de intolerância ligado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. A publicidade vai circular nasa redes sociais e nos ônibus. A campanha recebeu apoio da Embaixada do Canadá no Brasil. Assista ao vídeo da campanha:

Comente agora

Músico canta e toca violão durante cirurgia cerebral

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 15/01 10:30h
Músico canta e toca violão durante cirurgia cerebral

Um cantor teve que realizar um pequeno concerto durante uma cirurgia para retirar um tumor do cérebro em um hospital de Barretos (SP) na última sexta-feira (13). Conhecido pelo nome artístico de Felipe Reis, o músico Reginaldo Oliveira Santos Junior, 31 anos, tocou violão e cantou durante a operação e agora está se recuperando. Otimista e bem-humorado, ele diz que nunca pensou que fosse passar por um procedimento similar. De acordo com o G1, o músico foi diagnosticado com um tumor no cérebro há aproximadamente 18 meses durante uma consulta a seu médico após passar mal múltiplas vezes por mais de um ano. Assim que ficou sabendo de sua condição, ele foi alertado que deveria ser submetido à cirurgia o mais depressa possível. O tumor que se desenvolveu no cérebro de Reginaldo afeta a parte motora e da fala do paciente. Para auxiliar durante o procedimento, o rapaz de Mogi das Cruzes, que trabalha com música há aproximadamente 13 anos, teve que tocar violão e cantar enquanto os profissionais do Hospital de Câncer de Barretos realizaram a cirurgia em seu cérebro. Inicialmente, Reginaldo diz que a intenção do procedimento é não retirar o tumor por inteiro e o cantor explica que existe a possibilidade de ter que aliar o procedimento a sessões de quimioterapia, mas tudo dependerá de como será sua recuperação nas próximas semanas.

Comente agora

Profecia no púlpito do Gideões causa polêmica; assista aos vídeos

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 14/01 22:28h
Profecia no púlpito do Gideões causa polêmica; assista aos vídeos

Um vídeo bastante compartilhado esta semana tinha o título: “Pr Reuel Bernardino, presidente dos Gideões, foi desmascarado”. Trata-se de uma edição. Qualquer pessoa que assistisse com atenção verá que há um corte claro. A pessoa responsável pela edição usou imagens de um culto realizado na virada do ano, no pavilhão do Gideões Missionários da Última Hora. O pastor Reuel, que assumiu a liderança do ministério depois da morte do seu pai, Cesino Bernardino, aparece falando sobre ofertas e divulgando uma campanha onde desafia as pessoas a doarem mil reais. Em seguida, como se fosse uma resposta divina ao pedido, é possível ouvir um homem, que não aparece na edição, dando uma profecia. O pastor Reuel pede silêncio e toda a igreja ouve uma palavra de repreensão, um aviso de que “a máscara” de alguém iria cair e que Deus estava insatisfeito com as mentiras dessa pessoa. Considerando que o vídeo original, disponível na íntegra no canal da igreja no Youtube, mostra um culto de quase três horas, pode-se concluir que a versão editada tinha o claro propósito de associar Reuel com a profecia dada naquela noite. Quem assiste todo o culto verá que há um grande lapso de tempo entre o momento das ofertas, logo no início, e o momento em que o homem não identificado profetiza, algo que ocorre perto no final da gravação, em 2 horas e 6 minutos do vídeo.

Assista ao vídeo abaixo: 

Comente agora

“Jesus não parecia Messias e nós não parecemos evangélicos”; veja vídeo

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 13/01 12:08h
“Jesus não parecia Messias e nós não parecemos evangélicos”; veja vídeo

A Crash Church, igreja que funciona dentro de uma garagem em São Paulo, tem como objetivo declarado alcançar os jovens que gostam de heavy metal. O louvor tocado nos cultos é no ritmo acelerado dos instrumento e os fiéis acompanham balançando a cabeça. O templo, pintado de preto e decorado com tribais brancos mais parece um espaço para shows de rock pesado. O diferencial não está na forma, mas no conteúdo. As letras das músicas falam de Jesus Cristo e de salvação. O pastor, conhecido como Batista, não usa terno e gravata. Prefere camiseta preta e calça jeans. Ele possui várias  tatuagens – todas com referências cristãs – e brincos nas orelhas. Sua  barba é uma trança acinzentada de uns quatro centímetros. Vocalista da banda de death metal cristão Antidemon, ele decidiu fundar a igreja em 1998, por “necessidade divina”. “Isto faz parte de um plano de Deus para superar barreiras de formatos mais fechados e que deixavam de alcançar muitas vertentes da sociedade”, defende. 

Assista ao vídeo abaixo:

Atrás de um púlpito com ares medievais, o pastor Batista prega usando gírias e intercala as leituras bíblicas com menções a músicas de rock. Falando à agência EFE, explica que está acostumado com o preconceito, incluindo as críticas que recebe de outros evangélicos. “As pessoas não esperam uma Igreja como nós. Não esperam que com esse estereótipo sejam pessoas de Deus. Jesus não parecia o Messias, assim como nós não parecemos evangélicos”, dispara. Batista lembra que em várias partes do mundo existem movimentos similares. Segundo explica, “para levar Jesus de todas as maneiras, de uma maneira que se possa entender”. O religioso acredita que igrejas como a Crash Church contribuem para a conversão  especialmente dos mais jovens. De acordo com dados revelados pelo Datafolha no final de 2016, três em cada dez (29%) brasileiros com 16 anos ou mais atualmente são evangélicos.

Comente agora

Pastora que quebrou imagem de santa pede desculpa pelo vídeo

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 12/01 12:54h
Pastora que quebrou imagem de santa pede desculpa pelo vídeo

Após a repercussão negativa de um vídeo publicado nas redes sociais em que uma pastora de uma igreja evangélica de Botucatu, no interior de São Paulo, aparece quebrando imagens de Nossa Senhora Aparecida com um martelo, a pastora Zélia, responsável pelo ato, pediu desculpas."Peço desculpa pelo vídeo porque eu sou seguidora da palavra. Em nenhum momento eu pensei em ofender o Brasil, mas você sabe como é a internet. Vocês sabem como é o povo", disse a pastora em entrevista à Rádio Municipalista de Botucatu e à Agência 14 News.Ela também contou que se arrependeu pela divulgação do vídeo e pediu perdão. "Peço desculpas a vocês e peço desculpas em nome de Jesus. Como eu tenho Deus no meu coração eu peço desculpas e peço que vocês parem. Porque sou seguidora da palavra e como seguidora da palavra eu tenho que honrar a palavra do meu Deus. E ele diz no livro que nós não devemos fazer para nós imagens de fundição e nem adorá-las", disse a pastora, em referência à repercussão negativa do vídeo.Até quarta-feira (11), o perfil da pastora no Facebook estava ativo, no entanto, nesta quinta-feira (12) a página foi deletada. Na entrevista, ela afirmou que a intenção não era que o vídeo repercutisse negativamente.

Vídeo

Comente agora

Bike ergométrica com tablet para crianças gera polêmica

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 12/01 10:39h
Bike ergométrica com tablet para crianças gera polêmica

A marca de brinquedos infantis Fisher-Price, de olho na geração de crianças viciadas em tablets, criou uma bicicleta ergométrica com o aparelho acoplado, que tem gerado muitas controvérsias. Chamado de Smart Cycle, a ideia do brinquedo é fazer com que as crianças possam se exercitar enquanto ficam conectadas, segundo a empresa. Para acessar os aplicativos do tablet, é preciso atingir uma certa velocidade nas pedaladas e custa em torno de US$ 150 (cerca de R$ 480) no exterior, revela o UOL. A pedagoga e coordenadora do Núcleo de Cultura, Estudos e Pesquisa do Brincar da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Maria Angela Barbato, afirma que o brinquedo pode ter uma boa intenção, mas é limitador. “Pedalar sem sair do lugar é um movimento sem sentido para a criança. É repetitivo. A criança vai brincar cinco minutos e vai se encher, e os pais terão um elefante branco em casa”, afirma a especialista. Para ela, o ideal é que os pais controlem o tempo que os filhos passam com o tablet.

Comente agora

Vídeo que mostra pastora quebrando imagens de santa gera polêmica na internet; assista

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 11/01 13:37h
Vídeo que mostra pastora quebrando imagens de santa gera polêmica na internet; assista

O vídeo de um ritual de uma igreja evangélica tem gerado polêmica nas redes socais. As imagens mostram uma mulher, que apontada como pastora da igreja, quebrando imagens de Nossa Senhora Aparecida. O caso aconteceu em Botucatu, no interior paulista. O vídeo do ritual foi compartilhado por um usuário no Facebook na terça-feira (10) e apagado em seguida, após a repercussão negativa que gerou. Entretanto, outros internautas já tinham salvado o vídeo, que foi compartilhado em grupos de outras redes sociais e por WhatsApp. De acordo com o portal "G1", o autor do vídeo foi um dos obreiros, como são chamado os membros da igreja evangélica. As imagens mostram a mulher apontada como pastora quebrando uma imagem da santa com um martelo. Durante o ritual, um grupo de pessoas presencia a ação da pastora e fazem orações.

Comente agora

Três em cada 4 brasileiros pensam em sair do Facebook, diz estudo

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 11/01 08:26h
Três em cada 4 brasileiros pensam em sair do Facebook, diz estudo

Um estudo feito pela Kaspersky Lab apontou que 73% dos brasileiros pensa em abandonar de vez as redes sociais, principalmente o Facebook. O número está na proporção de quase três para cada quatro pessoas. Entretanto, como destacou o Olhar Digital, a pesquisa ressalta que os usuários que pensam em sair das redes sociais terminam por desistir do abandono quando percebem que podem perder recordações digitalizadas, além do contato com os amigos. O estudo questionou 4.800 pessoas, sendo 887 brasileiros, que acreditam que estão perdendo tempo na internet (37%), cogitando excluir tudo (73%). (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Feira: Deficiente visual quer vender a própria casa para fazer transplante de córnea

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 06/01 13:38h
Feira: Deficiente visual quer vender a própria casa para fazer transplante de córnea

Decidido a realizar o transplante de córnea em São Paulo, o deficiente visual Renato Santos da Silva, que reside na Rua Muritinga número 51, bairro Jardim Santana, em Feira de Santana, está disposto a vender a própria casa. Ele fala que a tentativa de fazer o transplante particular se deve à demora de conseguir o procedimento pelo Serviço Único de Saúde (SUS) e ao sonho de voltar a enxergar. Ele já havia colocado a casa em uma rifa pela loteria federal, mas não obteve sucesso. Agora Renato está confiante de que irá conseguir vender a casa e realizar o seu sonho o mais rápido possível.“A minha casa vale R$ 100 mil , eu já achei R$ 70 mil, mas vou vendê-la por R$ 80 mil. É uma casa que tem sala, dois quartos, quintal, toda forrada e está em dias com a documentação e escritura. Estou vendendo para conquistar meu sonho e voltar a enxergar porque enquanto há vida há esperança”, disse.


Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Renato contou que com a venda da casa conseguirá pagar as suas despesas para a realização do transplante de córnea em São Paulo.

Comente agora

Crianças precisam de atenção para se desenvolver

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 04/01 19:21h
Crianças precisam de atenção para se desenvolver

Hoje em dia, as pessoas, de um modo geral, possuem uma rotina muito agitada. É a preocupação com o trabalho. É o trânsito que dificulta a locomoção. São as contas que precisam ser pagas. São os compromissos familiares, com amigos ou com colegas de trabalho. Por conta disso, os filhos concorrem com diversas coisas que gastam tempo e esforço dos pais. Porém, a falta de atenção às crianças pode comprometer, entre outras coisas, o desenvolvimento cognitivo dos pequenos, é o que alerta Luciana Brites, psicopedagoga. Para exemplificar, a especialista citou dados de uma pesquisa realizada com 34 mil crianças e adolescentes pelo Literacy Trust, uma instituição inglesa dedicada à alfabetização e incentivo à leitura. Conclui-se que conversar durante as refeições ajuda a criar filhos mais confiantes. Ela conta que, para chegar a esse resultado, as crianças responderam como era o momento das refeições em suas casas. No questionário, algumas perguntas ainda avaliaram indiretamente suas habilidades sociais e comunicativas. O estudo apontou que 87% das que sentavam com as famílias durante a refeição, uma em cada quatro não dialogava com os pais ou irmãos.

Comente agora

Segredo da vida longa é ser feliz, diz estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 29/12 21:26h
Segredo da vida longa é ser feliz, diz estudo

O segredo para uma vida longa e sã é aprender a curti-la, o que uma em cada quatro pessoas considera não estar fazendo. É o que aponta um estudo que colocou em confronto a satisfação com a própria vida com o risco de morte, conduzido por pesquisadores da Universidade de Londres, no Reino Unido. A pesquisa britânica, publicada na revista "BMJ", foi feita com 9.365 adultos ingleses com idade média de 63 anos. Os participantes responderam a questionários, com intervalos de dois anos, entre 2002 e 2006 e avaliaram o andamento de seus sentimentos quanto à própria vida. "Eu gosto das coisas que faço", "Eu gosto de estar na companhia de outras pessoas", "Meu passado me traz felicidade" e "Me sinto cheio de energia esses dias" são algumas das opções apresentadas pelo estudo. Respostas negativas a essas afirmações foram reportadas por 2.264 participantes, cerca de 24%. Ou seja, praticamente uma em cada quatro pessoas não está satisfeita com seu destino. Durante o período de acompanhamento, que durou até o fim de 2013, 1.310 pesquisados morreram. A taxa de mortalidade mais alta foi constatada entre aqueles que se disseram menos felizes e satisfeitos.

Comente agora

SSA: Motoristas do Uber realizam segunda manifestação nesta quarta-feira

Comportamento  Postado por Débora Ayane - 28/12 15:42h
SSA: Motoristas do Uber realizam segunda manifestação nesta quarta-feira

Os motoristas de Uber fizeram uma segunda manifestação nesta quarta-feira (28), em frente a Prefeitura de Salvador, contra as apreensões que estão sendo feitas a veículos da categoria. A primeira manifestação aconteceu nesta manhã, na marginal da Av. Magalhães Neto, nas proximidades do Hotel Mercure. A manifestação acabou por volta das 14h. Segundo um motorista da categoria, que não quis ser identificado, um esquema entre a Transalvador e a Polícia Militar tem como foco a apreensão de carros do Uber ao deixarem passageiros em locais de grande movimentação neste fim de ano, como a rodoviária e o aeroporto. Dois aplicativos semelhantes devem chegar em Salvador em 2017. Um destes, o aplicativo Driver, já estaria sendo utilizado em São Paulo. "Quero ver o que o prefeito ACM Neto vai fazer quando esses aplicativos chegarem, com essa postura retrógrada", disse ele. Em novembro, a secretaria de Mobilidade anunciou que já havia apreendido 200 veículos prestando serviço para o Uber, em Salvador. A pasta tinha prometido, inclusive, intensificar “fortemente” o combate ao transporte clandestino na capital baiana. De acordo com a Lei Municipal 9.066/2016, os veículos flagrados fazendo transporte clandestino são apreendidos e pagam multa no valor de R$ 2.500,00 na primeira ocorrência. No caso de reincidência, o valor é dobrado.

Comente agora

40% das pessoas preferem wi-fi a sexo, álcool e chocolate revela estudo

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 26/12 22:31h
40% das pessoas preferem wi-fi a sexo, álcool e chocolate revela estudo

Um estudo realizado pela plataforma iPass, com a participação de mais de 1700 voluntários dos EUA e da Europa, concluiu que 40% das pessoas escolhe a ligação WI-FI como a coisa mais essencial no dia, enquanto 37% escolheu o sexo, 14% chocolate e 9% álcool. Patricia Hume, chefe comercial da iPass, comentou: “Wi-Fi não é apenas o método mais popular de ligação à internet, ele superou muitos outros luxos e necessidades humanas. A ideia de que o Wi-Fi seria considerado mais importante do que o sexo, o álcool e o chocolate seria impensável há alguns anos". O estudo mostra ainda que o WI-FI também influencia as escolhas que as pessoas fazem nas suas viagens e deslocações. Ao todo, 72% dos inquiridos admitiu já ter escolhido hotéis com base na sua experiência de WI-FI e 21% admite fazê-lo sempre.

Comente agora

Nove entre dez brasileiros atribuem a Deus sucesso financeiro, aponta pesquisa

Comportamento  Postado por Anacley Souza - 26/12 11:56h
Nove entre dez brasileiros atribuem a Deus sucesso financeiro, aponta pesquisa

esquisa divulgada pelo Datafolha revelou neste domingo (25), que nove dos dez brasileiros que foram entrevistados, associam o o seu sucesso financeiro a Deus. A porcentagem supera 90% entre os religiosos e 70% entre os sem religião. Outro dado curioso é que para 23% dos que se consideram ateus concordam com a declaração. Ainda de acordo com o instituto, quanto menor a escolaridade e menor a renda, maior a gratidão a Deus pelas conquistas materiais. Apesar dessa realidade, 77% dos graduados atribuem responsabilidade divina às finanças, e 7 entre 10 entre os que têm renda mensal acima de 10 salários mínimos (R$ 8.800, pelo valor atual). Outro contraste é a forma como católicos e evangélicos propõem soluções para aqueles menos favorecidos. Enquanto a caridade é a solução mais citada pelos católicos, para os evangélicos a melhor saída para os pobres é levá-los para a igreja, segundo pesquisa do Instituto Pew.

Comente agora

Brincar estimula a criatividade e o pensamento cognitivo das crianças

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 23/12 12:10h
Brincar estimula a criatividade e o pensamento cognitivo das crianças

O desenvolvimento físico e intelectual de uma criança depende de inúmeros fatores e um dos principais é brincar. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, não precisa de muito para conquistar a criançada. Quando não estão na escola, as atividades preferidas são: jogar bola, com 33% da preferência e brincar de boneca, com 28%. Apesar da forte presença da TV (26%), do videogame (14%) e do computador (9%), no dia a dia, os pequenos preferem andar de bicicleta (19%). Para o Dr. Marcelo Neubauer, médico Infectologista de Merthiolate, as brincadeiras desenvolvem a expressão, lógica e criatividade das crianças. “São nesses momentos que elas interagem com outras crianças e desenvolvem habilidades cognitivas, físicas, sócio-afetivas e morais. Por meio das brincadeiras, elas são capazes de compreender e reelaborar o universo ao seu redor. Também desenvolvem uma vida imaginária mais rica, podendo expressar e representar seus sentimentos e ideias por meio de fantasias, com temas próprios de sua realidade”, explica o especialista.

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com