Voz


PodCast



Enquete





Blog

Comportamento

Como lidar quando o namorado se envolve com drogas

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 15/04 17:04h
Como lidar quando o namorado se envolve com drogas

Foto: Reprodução

O relacionamento está indo muito bem e você e o boy estão superapaixonados. Tudo seria perfeito não fosse por um grande problema: o namorado usando drogas. Essa é uma situação bem difícil de encarar, mas que infelizmente pode acontecer com qualquer casal. Basta entrar na vibe errada para o problema se instalar no namoro. Ver o namorado usando drogas e dependente delas é algo bem doloroso e, com isso, muitas pessoas preferem se enganar e acreditar que trata-se de algo passageiro. No entanto, é preciso encarar a situação de frente, ajudar o gato a sair dessa e tomar cuidado para não se envolver no problema também.

Comente agora

Relacionamento abusivo: saiba como se proteger psicologicamente e judicialmente

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 14/04 17:58h
Relacionamento abusivo: saiba como se proteger psicologicamente e judicialmente

Foto: ThinkStock e Getty Images

Sentimentos como ansiedade, tristeza e baixa autoestima são sinais de relacionamento abusivo. Se você tem a sensação de estar envolvida em uma relação em que o parceiro, na maioria das vezes, não te passa segurança e alegria, vale a pena ficar atenta. Você pode identificar se está se envolvendo em algo destrutivo ou não, e entender como terminar com essa violência psicológica. Muitas vezes, o relacionamento abusivo pode ser confundido com carinho e superproteção, não sendo apenas caracterizado por agressão física. Segundo a psicóloga Thais Santos, o ciúmes excessivo, possessividade e imposição de controle são alguns sinais. Para a profissional, as pessoas que acabam submetendo-se a esse tipo de tratamento podem estar refletindo necessidades inconscientes.

Comente agora

Ciúmes das amigas do seu namorado: veja como lidar com isso

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 14/04 15:58h
Ciúmes das amigas do seu namorado: veja como lidar com isso

Foto: Reprodução/ Instagram

Quando você e o namô estão juntinhos, é tudo sempre maravilhoso, mas é só chegar as amigas dele que você fica morrendo de ciúmes? Miga, isso é mais normal do que você imagina! Afinal, infelizmente a gente tem um pouco de sentimento de posse e as vezes é difícil entender que no coração do gato existe espaço para você e para as amigas dele. Se é o seu caso e você morre de ciúmes das amigas do seu namorado, essa matéria vai te ajudar! Encontrar uma pessoa pra “chamar de seu” é incrível, certo? Mas, você já parou pra pensar que quando alguma garota diz: “ele é meu”, está sendo um tanto quanto possessiva? Esse pensamento é comum em muitos namoros, inclusive entre os meninos. No entanto, tratar o outro como “posse” pode trazer muitos problemas ao namoro, entre deles, o ciúme. Eita! É por isso que quando o garoto costuma ter algumas amigas, a namorada fica morrendo de ciúmes das amigas do namorado, pois no fundo, queria que ele fosse só dela. Mas, não é! As pessoas têm diferentes ciclos sociais e relações em suas vidas.

Comente agora

Edir Macedo repudia as religiões: “criação satânica”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 14/04 15:13h
Edir Macedo repudia as religiões: “criação satânica”

Quem assistiu ao filme “Nada a Perder”, cinebiografia do fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, percebeu que ele mais de uma vez fez críticas aos sistemas religiosos, mesmo os que se dizem cristãos. No texto mais recente de seu blog pessoal, ele declarou novamente seu repúdio às religiões. Fazendo uma série de comparações entre o que Jesus ensinou e o que os movimentos religiosos pregam, foi categórico: “Religião separa pessoas, cria atritos e divide lares e casais. Ela é a criação satânica mais nefasta da face da Terra. A religião católica, a evangélica, a espírita e qualquer outra transforma sua ‘fé’ em território privado”. O texto assinado por Macedo assegura que “as maiores guerras da história da humanidade tinham como pano de fundo a religião” e lembrou aos seus leitores que “a fé cristã não tem nada a ver com religião”. O entendimento do bispo é que “O Senhor Jesus não criou uma religião. Ele instituiu o Reino de Deus, isto é, a Sua Igreja” e “as pessoas que a compõem vivem sujeitas ao senhorio de Jesus. Vivem o padrão da justiça do Reino de Deus”. Uma das bases do seu argumento é que existem dois tipos de fé: uma que não usa a inteligência e seria “fanatismo” e a fé “sobrenatural”, que depende da direção do Espírito Santo. 

Comente agora

Quer chegar com sucesso numa mulher? Trate-a como uma velha amiga

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 12/04 20:39h
Quer chegar com sucesso numa mulher? Trate-a como uma velha amiga

Senhores, o texto de hoje é para aqueles rapazes que estão solteirões e em busca de conhecer novas mulheres: como chegar nelas com sucesso? Essa situação faz a maioria dos homens travarem, por não saberem como puxar e manter a conversa. Aí acabam soltando uma cantada pronta, que destrói todas as chances de sucesso com a garota, porque elas detestam isso. (A não ser que você tenha uma pinta de Ryan Gosling, claro, aí qualquer coisa que disser vai atrair a atenção delas. Mas para nós, meros mortais, não funciona.) Como fazer, então, para chegar numa mulher de maneira agradável e eficaz? Existe um segredo simples, incrivelmente simples, capaz de ajudar qualquer homem a melhorar suas habilidades de interação social com as mulheres. E qual é esse segredo? Tratá-las como velhas amigas.

Comente agora

Qual a idade certa para dar um smartphone ao filho?

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 11/04 18:58h
Qual a idade certa para dar um smartphone ao filho?

Cada adulto tem a sua forma de educar mas, generalizando o caso, podemos dividir os pais em dois grupos: os que deixam os filhos ter o seu próprio smartphone desde cedo e os que adiam ao máximo o uso desta ferramenta. Dos que mais se preocupam com os efeitos deste aparelho – tanto pelos perigos que o fácil acesso à internet acarreta como pelos efeitos da radiação emitida – muitos se uniram a favor do movimento ‘Wait until 8th’ (Espera até ao 8º ano), criado com o intuito de diminuir a pressão social que muitos sentem e que os leva a deixar os seus filhos terem um smartphone porque ‘todos os colegas já o têm’. O movimento foi criado há poucos meses e rapidamente ganhou visibilidade e seguidores através das redes sociais.Foi criada por uma mãe de três crianças de Austin, no Texas, que se preocupou ao ver que as crianças possuíam os seus celulares cada vez mais cedo, havendo até casos de colegas do seu filho mais novo que usavam iPhones ainda na pré-escola. Ainda que o movimento tenha nascido da preocupação natural de uma mãe, a responsável pelo movimento baseou a escolha do oitavo ano (cerca de 13 anos de idade) na leitura de vários estudos sobre o tema, que apontaram problemas provenientes do uso prematuro de smartphone como cyberbullyng, dificuldades de dormir ou falta de concentração. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Qual a idade certa para dar um smartphone ao filho?

Comportamento  Postado por Aline Souza - 11/04 17:27h
Qual a idade certa para dar um smartphone ao filho?

Foto ilustrativa

Cada adulto tem a sua forma de educar mas, generalizando o caso, podemos dividir os pais em dois grupos: os que deixam os filhos ter o seu próprio smartphone desde cedo e os que adiam ao máximo o uso desta ferramenta. Dos que mais se preocupam com os efeitos deste aparelho – tanto pelos perigos que o fácil acesso à internet acarreta como pelos efeitos da radiação emitida – muitos se uniram a favor do movimento ‘Wait until 8th’ (Espera até ao 8º ano), criado com o intuito de diminuir a pressão social que muitos sentem e que os leva a deixar os seus filhos terem um smartphone porque ‘todos os colegas já o têm’. O movimento foi criado há poucos meses e rapidamente ganhou visibilidade e seguidores através das redes sociais.Foi criada por uma mãe de três crianças de Austin, no Texas, que se preocupou ao ver que as crianças possuíam os seus celulares cada vez mais cedo, havendo até casos de colegas do seu filho mais novo que usavam iPhones ainda na pré-escola. Ainda que o movimento tenha nascido da preocupação natural de uma mãe, a responsável pelo movimento baseou a escolha do oitavo ano (cerca de 13 anos de idade) na leitura de vários estudos sobre o tema, que apontaram problemas provenientes do uso prematuro de smartphone como cyberbullyng, dificuldades de dormir ou falta de concentração. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Conheça a regra do 52-17 e seja mais produtivo no trabalho

Comportamento  Postado por Aline Souza - 11/04 14:11h
Conheça a regra do 52-17 e seja mais produtivo no trabalho

Foto:  iStock

Um estudo elaborado pela Draugiem Group, uma organização da Letônia que reúne várias startups, identificou que uma longa jornada de trabalho não melhora seu rendimento. O importante, de acordo com o resultado da pesquisa, é a forma que você divide o seu tempo no trabalho. O estudo propõe a regra chamada '52-17', que basicamente significa trabalhar com máxima dedicação por 52 minutos e descansar 17 minutos. "Não é que a rotina de trabalho de oito horas esteja obsoleta, mas ela simplesmente mudou para um modelo de horas mais flexíveis", explicou à BBC Artis Rozentals, diretor executivo do Draugiem Group à BBC Brasil. A ideia de fazer pausas no trabalho não é nova. Diversos estudos psicológicos fazem essa recomendação - um consultor italiano, Francesco Cirillo, chega a propor que o ideal seria trabalhar 25 minutos consecutivos e descansar cinco, o que chamou de "técnica do tomate". O debate sobre esse tema precisa acontecer de uma forma mais diversa, considerando que os períodos de concentração das pessoas são diferentes. Como explicou a BBC Brasil, para algumas, o esquema do '52-17' pode funcionar bem, mas o mais interessante é que cada um busque a sua maneira ideal de dividir o tempo. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Pastor aposta em fantasia de Batman para atrair pessoas

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 08/04 00:53h
Pastor aposta em fantasia de Batman para atrair pessoas

O pastor Ivan Junio ficou conhecido por usar fantasias no púlpito. Imagens dele vestido de Batman já viraram memes nas redes sociais, mas ele não se importa com isso. Em entrevista ao Gospel Prime, conta que é apenas “um jovem pastor com a imaginação fértil e usando toda a minha criatividade a favor de minha missão para o Reino daquele que me chamou das trevas para a sua maravilhosa Luz, meu Salvador e rei Jesus”. Vê a si mesmo como “um contador de histórias, mas não quaisquer histórias, são histórias que possam tocar e transformar vidas. Insano aos olhos do mundo por escolher as loucuras de Deus que são mais sábias que a sabedoria humana”. O uso da palavra insano o acompanha tanto nos seus perfis de mídia social quanto no site de seu ministério, o Rede Insana. Ao falar sobre o uso de fantasias, traça um paralelo com os profetas bíblicos. “Sempre procuro ilustrar minhas mensagens. Gosto de contar parábolas, mas não apenas contar, gosto de expressar com minha vida a mensagem. Na Bíblia é comum vermos Deus chamando os profetas a fazerem algumas coisas que pareceram insanidade, mas que tinham o propósito de ilustrar verdades profundas”. 

Comente agora

Acalmar bebê com comida pode fazer com que ele crie o hábito de comer sem fome no futuro

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 07/04 20:51h
Acalmar bebê com comida pode fazer com que ele crie o hábito de comer sem fome no futuro

O hábito de oferecer comida ao bebê quando ele está agitado pode estar relacionado ao ganho de peso durante a infância, segundo um trabalho publicado no International Journal of Obesity, feito pela Penn State University, dos Estados Unidos. Os cientistas pediram para que 160 mães de bebês com 6 meses de vida preenchessem questionários sobre a frequência do choro do filho e o que elas faziam para acalmá-los. O temperamento dos pequenos também foi avaliado, tanto pelos pais quanto pelos pesquisadores, que registraram traços de raiva, medo, tristeza, agitação, riso, choro e reações à novas coisas e pessoas. 

Com 18 meses, as crianças voltavam a ser analisadas e pesadas, para saber quanto peso ganharam. No momento em que verificaram a pesagem, os pesquisadores descobriram que, a medida que os pais usavam comida para acalmar os bebês, mesmo que eles não estivessem com fome, as crianças iam ganhando mais peso.

Comente agora

7 truques psicológicos que ajudam a causar uma boa impressão

Comportamento  Postado por Aline Souza - 07/04 16:15h
7 truques psicológicos que ajudam a causar uma boa impressão

Foto: Pixabay

Isso é quase uma unanimidade: a primeira impressão realmente é a que fica. . Os julgamentos iniciais sobre uma pessoa, segundo psicólogos, dificilmente são desfeitos e, mesmo que outras informações contradigam a opinião formada no primeiro momento, ela permanece por muito tempo. Para evitar uma má impressão, a dica é usar alguns 'truques' de comportamento, que na verdade nada mais são do que ter atenção e honestidade com a pessoa que você está se relacionando. Pode ser seu amigo, marido, namorado ou colega de trabalho. Leia as observações abaixo elaboradas pelo site 'Megacurioso' e não falhe nunca mais.

1. Imite a pessoa com quem você está falando

O primeiro truque consiste em imitar de maneira sutil o que a outra pessoa faz. Pesquisadores estudaram esse comportamento em 1999 e o batizaram de “efeito camaleão”. Eles descobriram que os participantes eram mais propensos a dizer que gostavam de alguém se essa pessoa os copiasse. Mas faça isso de maneira discreta: copie com cuidado apenas algumas das expressões corporais, gestuais e faciais. Isso fará com que a pessoa se sinta mais à vontade.

2. Deixe que ela fale mais que você

Ser um bom ouvinte é uma qualidade imprescindível, tanto nas relações pessoais como nas profissionais, e mesmo as pessoas que são naturalmente quietas e tímidas gostam quando têm a oportunidade de falar sobre elas mesmas para alguém que parece interessado. Faça perguntas sobre ela, mas, principalmente, demonstre que você está realmente prestando atenção. Ou seja, esqueça o celular e olhe para a pessoa em questão.

Comente agora

Ciúmes pode desencadear uma relação tóxica

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 05/04 12:11h
 Ciúmes pode desencadear uma relação tóxica

Há quem diga que mulheres são mais ciumentas que os homens, há quem diga o contrário também! O fato é que de forma exagerada o ciúmes é desagradável e muitas vezes só faz afastar as pessoas. Mas este sentimento não aparece simplesmente por que as pessoas querem ser assim... geralmente os ciumentos passaram por alguma situação no passado que desencadeou este sentimento. Segundo o livro Mente Positiva, Como desenvolver um estilo de vida saudável, escrito pelo doutor em psicologia Júlian Melgosa “quem sente ciúme costuma também estar sujeito a outras emoções como ansiedade, insegurança pessoal, desconfiança e suspeita.” 

Além desse sentimento revelar muito mais do que se imagina dos transtornos que uma pessoa tem ou pode ter, é também a maior porta de entrada para violência doméstica, que em sua maioria atinge muito mais as mulheres. 

Comente agora

Kannário visita Pastor Isidório no encontro de acolhimento e tratamento contra as drogas

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 04/04 21:28h
Kannário visita Pastor Isidório no encontro de acolhimento e tratamento contra as drogas

O cantor e vereador de Salvador Igor Kannário, da base aliada do prefeito ACM Neto (DEM), visitou nesta quarta-feira (4) a Fundação Dr. Jesus, no encontro de acolhimento e tratamento gratuito contra as drogas. Em 2015, o deputado estadual Pastor Sargento Isidório (Avante), que preside a fundação, criticou a contratação do artista no Carnaval na época. “Não posso ser a favor de uma contratação de um cara que representa os Bad Boys que faz apologia ao crime e ao consumo de maconha, crack e cocaína”, disse, em entrevista à rádio Sociedade. Durante o encontro com o “Príncipe do Gueto”, Isidório disse “droga é coisa de marginal”. Kannário já foi preso duas vezes com maconha.

Comente agora

Héteros acham que bissexuais são “pessoas confusas e promíscuas”, diz estudo

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 04/04 09:55h
Héteros acham que bissexuais são “pessoas confusas e promíscuas”, diz estudo

(Foto: Reprodução)

Cansado de se sentir julgado e enfrentar muita bifobia na vida, o ativista LGBT e bissexual Alon Zivony, que vive em Tel Aviv, decidiu ir atrás de saber afinal o por quê seus amigos, principalmente heterossexuais, simplesmente não respeitavam sua orientação bissexual e faziam pouco senão piadas, quando este era o assunto da roda. “Ao saberem que eu era bi, meus amigos duvidavam da minha fidelidade ao meu parceiro quem quer que fosse ele ou ela. Decidi ir atrás de saber o motivo.”, disse ele ao Gay Star News. Foi então que ele iniciou uma pesquisa em sua Universidade em Tel Aviv e pôde constatar sua impressão com toda certeza, fazendo algumas constatações bem importantes para se refletir. Após a divulgação, o estudo também foi publicada pelo renomado The Journal of Sex Research. De acordo com os resultados, Zivony acredita que a percepção negativa das pessoas sobre mulheres bissexuais vem principalmente de homens que as encaram como fetiche por possibilitar o sexo com duas mulheres, sendo constantemente ridicularizadas, objetificadas e limitadas a isso: “Lutar contra estes estereótipos de bissexuais é importante.

Comente agora

Vídeo: Pastor Malafaia diz que transexual em liga feminina de vôlei é “uma vergonha”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 04/04 00:04h
Vídeo: Pastor Malafaia diz que transexual em liga feminina de vôlei é “uma vergonha”

O pastor Silas Malafaia se manifestou em vídeo sobre a presença de um homens transexual na liga feminina de vôlei do Brasil. Evitando citar nomes, lembrou de casos recentes que tiveram grande destaque na mídia, como o homem trans que luta no MMA contra mulheres. Para o líder do ministério Vitória em Cristo, esse tipo de situação é “um absurdo”. Disse ainda não entender por que há tanta passividade das mulheres, em especial as feministas que dizem lutar por igualdade para todas. Citando questões biológicas, como a influência da testosterona na formação do organismo na juventude, revelou sua indignação como a sociedade parece aceitar essa situação como natural. Lamentou como o assunto tem de tornado “uma questão de direitos humanos”. “Quem está tendo seu direito solapado são as mulheres. Isso é uma vergonha! Faz uma liga de trans. Eu queria ver uma mulher trans, do feminino para o masculino, querer jogar na liga masculina para ver se é aceita. Claro que não! Aí não tem direitos humanos”, disparou. Malafaia acusou a grande imprensa de ser conivente com essa “aberração”. Dizendo não ter nada contra quem muda de sexo, disse que sua dificuldade é ver a “cultura e o modo de vida da minoria” sendo imposto sobre a maioria. Finalizou pedindo que “Deus tenha misericórdia dessa sociedade louca, que apoia as maiores aberrações”. (Informações: Gospel Prime - Jarbas Aragão)

Veja vídeo:

Comente agora

Dicas para ser mais produtivo no trabalho

Comportamento  Postado por Aline Souza - 03/04 17:17h
Dicas para ser mais produtivo no trabalho

Foto: DR

Desde verificar o celular, a olhar pela janela ou a tagarelar com os colegas do lado da máquina do café, há uma longa lista de coisas que fazemos no escritório quando realmente devíamos estar trabalhando. Mas qual é o mal de, algumas vezes, nos ‘ocuparmos’ com estas pequenas distrações? “Bastante”, diz o cientista computacional Cal Newport, professor na Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos. O cientista explica que durante a jornada laboral temos a tendência de combater aqueles momentos que consideramos de tédio com tarefas “inúteis”, como monitorar as redes sociais ou levantar para fazer um chá ou um café, quando na verdade nem estamos com vontade de beber nada. E, segundo Newport, estas interrupções que não provocam qualquer prazer podem prejudicar severamente a capacidade de concentração dos indivíduos. Esses momentos contribuem para uma redução substancial da produtividade e afetam a habilidade dos trabalhadores para lidarem com tarefas laborais mais exigentes e que exigem um maior foco. Neste sentido, Newport sublinha que, para nos tornarmos mais produtivos, devemos “aceitar os momentos de tédio”.

Comente agora

Criança mimada é falta de educação, sim. E a culpa é dos pais

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 03/04 11:12h
Criança mimada é falta de educação, sim. E a culpa é dos pais

(Foto: Reprodução)

Uma geração de crianças “sem limites” está se formando. São filhos mimados e com baixa tolerância à frustração. Como os pais podem mudar essa situação? Mesmo que você não tenha filhos, provavelmente já presenciou cenas semelhantes: criança se jogando no chão e gritando porque não recebe o que quer na hora que está pedindo; criança gritando (e até batendo) nos pais porque não ganharam o que querem, na hora que querem; criança jogando comida no chão porque não é o que quer comer. Pois esse comportamento é de criança mimada e indica, sim, falta de educação. Para a psicóloga Laurema Suckow de Castro uma geração de “crianças mimadas” está se formando por uma mudança social e até econômica. “O pais e as mães estão muito mais ausentes, trabalhando muito. As crianças ficam muito ligadas em aparelhos tecnológicos e tendo pouco contato com a família. Isso desencadeia um comportamento social sem muitos limites”, explica. Limite aliás, é a palavra chave para lidar com uma criança mimada e também pode ser a “salvação” para esse tipo de comportamento. 

Comente agora

Ansiedade social: estudo dá nova luz sobre possível causa

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 02/04 11:22h
Ansiedade social: estudo dá nova luz sobre possível causa

A ansiedade social. A condição que afeta 6,8% ou 15 milhões de norte-americanos, nas contas da Associação de Ansiedade e Depressão da América, ganha nova luz perante estudo publicado no Jornal da Academia Americana de Psiquiatria Infantil e Adolescente. Segundo pesquisadores internacionais, coordenados pelo professor George Buzzell, da University de Maryland, nos Estados Unidos, o excesso de atenção que o paciente dá aos próprios erros é o principal motivo da ansiedade social. As 107 crianças, com idade de 12 anos, que participaram do estudo foram submetidas a eletroencefalogramas para monitorar a atividade cerebral elétrica enquanto respondiam a testes que mediam a capacidade de concentração. Cada criança foi submetida ao teste duas vezes. Na primeira, elas foram levadas a crer que ninguém as observaria. Na segunda, sabiam que estavam sendo acompanhadas. A atividade cerebral mostrou aos cientistas a conexão entre o medo de errar e a ansiedade social. "Um dos mecanismos pelos quais a ansiedade social surge é através do foco excessivo em si mesmo e nos erros percebidos em situações sociais. Para os indivíduos com ansiedade social, esse foco em erros percebidos diminui a interação social", defendeu o coordenador ao PsyPost." (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Confira dicas para economizar no almoço de Páscoa

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 01/04 09:35h
Confira dicas para economizar no almoço de Páscoa

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Fundação Getúlio Vargas) apontou que o preço do bacalhau caiu 9,67% em relação ao ano passado. No entanto, o preço de outros itens que fazem parte daquele delicioso almoço de Páscoa aumentaram. O mesmo estudo aponta que a cesta de Páscoa, em geral, ficou 2,61% mais cara. Pensando nisso, o Estadão conversou com especialistas sobre dicas para economizar nesta época do ano. Confira: Não deixe para a última hora, já que os preços podem subir às vésperas da Páscoa com a alta procura. Fora isso, a variedade e a disponibilidade de produtos também tendem a diminuir; É importante calcular preços e quantidade da compra. Antes de ir as compras, pesquise preços e procure não se endividar. Também evite usar o cartão de crédito. Compartilhe as compras e divida os preços. Se o orçamento do almoço de Páscoa estiver pesando no bolso, proponha dividir despesas com convidados. Uma boa sugestão é cada um levar um prato. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Pastor que interpreta Jesus em peça na rua revela: “é uma guerra espiritual”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 30/03 23:13h
Pastor que interpreta Jesus em peça na rua revela: “é uma guerra espiritual”

As peças com reprodução do julgamento e crucificação de Jesus na Páscoa são comuns entre católicos, mas em Bonito, Mato Grosso do Sul, é a Igreja do Evangelho Quadrangular que está à frente desse projeto. No papel principal, um homem de cabelos e barba longa, que remetem à imagem mais popular de Jesus. O pastor Ernando Jaques Sanches, 44 anos, diz que essa foi sua aparência desde a juventude. O visual que lhe rendeu, algumas vezes, o apelido de ‘hippie’. Ciente que o objetivo da encenação, por ser evangelístico, traz um pedo maior, ele disse que se preparou muito. Durante cerca de um mês antes de interpretar Jesus em público, ele jejuou e orou com mais frequência que o normal. “É um papel muito forte, por causa da santidade de Jesus. Então, pra mim, é algo pesado, é uma guerra espiritual”, avalia. Este ano, a peça será apresentada no sábado (31) em frente da Igreja Quadrangular, às 18h. A parte da crucificação, momento alto da encenação, será na praça da cidade. Um dos recursos usados por ele é assistir o filme “A Paixão de Cristo”, dirigido por Mel Gibson. “Enquanto o pessoal já está na igreja, eu fico em casa sozinho. Eu assisto, então, ao filme do Mel Gibson”, conta. Já tendo feito o papel nos últimos três anos, ele diz que, embora seja apenas uma simulação, sente uma dor real. “Eu me entrego tanto que tem coisas das encenações dos outros anos que não consigo me lembrar”, acrescenta o pastor. “É como se fosse um êxtase, um parênteses na vida, um desligar-se do mundo.”

Comente agora

Meditação pode melhorar vida sexual das mulheres, diz estudo

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 30/03 18:16h
Meditação pode melhorar vida sexual das mulheres, diz estudo

Se tem uma assunto que sempre aparece como cura de todos os males internos e externos do ser humano, esse assunto é a meditação. E um novo estudo feito com 450 mulheres diz que o mesmo se aplica à vida sexual: em geral, as mulheres que meditam têm uma qualidade de vida maior também nesse setor. A pesquisa comparou três grupos de mulheres, que tinham entre 19 e 70 anos de idade. Um grupo era de moças sem experiência nenhuma em meditação, outro de mulheres com uma experiência curta com a prática e, o último, de voluntárias que meditam há anos.

Comente agora

Pesquisa revela que ir a shows ajuda a aumentar expectativa de vida em quase uma década

Comportamento  Postado por Fernanda Pinheiro - 30/03 14:31h
Pesquisa revela que ir a shows ajuda a aumentar expectativa de vida em quase uma década

(Foto: Divulgação/watsapp)

Ir a um show de música ao vivo vai ajudar a aumentar sua expectativa de vida em quase uma década. É o que diz uma nova pesquisa publicada pela O2, empresa que administra algumas das maiores casas de shows do Reino Unido, em parceria com a Goldsmith University. Segundo o estudo, ficar 20 minutos em um show já é o suficiente para "poder aumentar sua sensação de bem-estar em até 21%", e a experiência "conecta diretamente os níveis de bem-estar com o aumento de nove anos na expectativa de vida". Ou seja: pode existir uma conexão entre ir a shows e o quanto você vai viver. "Nossa pesquisa mostra o profundo impacto que os shows têm nas sensações de saúde, felicidade e bem-estar, com a frequência quinzenal ou regular sendo a chave", afirma Patrick Fagan, responsável pelo estudo. Para determinar os resultados, voluntários passaram por testes psicotécnicos e de frequência cardíaca após fazer atividades como ioga, passear com cachorro e, claro, ir a um show. A conclusão foi que frequentadores de apresentações musicais tiveram um aumento de 25% nos sentimentos de auto-estima e de proximidade com outras pessoas, e um aumento de 75% no estimulo mental. Curiosamente, a pesquisa mostrou também que britânicos preferem ir a shows do que ouvir música em casa. Em 2013, um outro estudo no Finlândia determinou que "crianças que participam de aulas de canto têm maior nível de satisfação na escola". Já um feito pela Universidade do Missouri, publicado no The Journal of Positive Psychology, constatou que "músicas alegres têm um efeito significativamente positivo na saúde". "Combinando toda as nossas descobertas e a pesquisa da O2, chegamos a receita de que ir a um show a cada 15 dias pode abrir o caminho para quase uma década a mais de vida", concluiu Fagan.(O Globo)

Comente agora

Veja como identificar e reagir ao assédio no ambiente de trabalho

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 26/03 07:32h
Veja como identificar e reagir ao assédio no ambiente de trabalho

Embora algumas empresas ofereçam mecanismos de proteção à vítima, a realidade é bastante diferente. A Organização das Nações Unidas (ONU) e o Minsitério Público do Trabalho (MPT) ajudam a esclarecer as principais dúvidas sobre assédio sexual no trabalho. Representantes dos dois órgãos explicaram ao jornal 'O Globo' como vítima de abuso deve proceder nesses casos, e como ir à Justiça.

1 - O assédio sexual no trabalho é qualquer provocação, proposta ou chantagem de natureza sexual manifestada por palavras, gestos ou outros meios, como o WhatsApp, por exeplo, imposta contra a vontade do outro. Também pode ser considerado assédio sexual, a exigência de um favor sexual em troca de benefícios ou para evitar prejuízos no trabalho, como a demissão, por exemplo.

2 - O assédio sexual é crime previsto no Código Penal, quando praticado por alguém com cargo superior à vítima. A pena prevista é de detenção, de um a dois anos.

Comente agora

Apenas 1/3 dos que ‘aceitaram Jesus’ afirmam ter ‘mudado de vida’, revela estudo

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 24/03 22:25h
Apenas 1/3 dos que ‘aceitaram Jesus’ afirmam ter ‘mudado de vida’, revela estudo

Um professor universitário, que vem realizando pesquisas sobre a frequência à igreja nos últimos anos, afirma que as pessoas que “aceitam Jesus” ou respondem a apelos de pastores não mudam significativamente seu hábito de frequentar a igreja ou acreditam terem mudanças significativa de hábitos. Segundo Ryan P. Burge, pesquisador da Eastern Illinois University, a maioria das denominações não possuem um trabalho adequado de acompanhamento após as decisões em cultos. “Dos 9.500 indivíduos que participaram do estudo, 62% relataram a mesma frequência na participação aos cultos após as decisões públicas”, escreveu Burge, que coletou dados entre 2010 e 2014, através do Cooperative Congressional Election Study. “O índice de comparecimento permanece estável, mas o número de pessoas que deixaram de frequentar depois de algum tempo não é uma boa notícia para a igreja local”, acrescentou. Ao concluir o estudo, ele relata que os dados recolhidos “não confirmam a expectativa de um comprometimento maior”, pois 50% afirmam não ter mudado seus hábitos. Apenas 33% dos entrevistados dizem, de fato, ter “mudado de vida” e começaram a frequentar mais a igreja, enquanto 16% na realidade diminuíram a frequência. Ainda que possa haver dúvidas sobre o quanto um levantamento seja representativo dentro de uma estrutura tão ampla quanto a igreja, outras pesquisas sobre a mudança de hábitos em pessoas que “aceitaram Jesus” também encontraram um cenário preocupante. É o caso da realizada pelo Instituto Americano de Cultura & Fé, em 2017. Os dados mostraram que apenas uma minoria (39%) daqueles que tomaram a decisão em público acreditam que sua vida realmente mudou.

Comente agora

Celular é considerado 'melhor amigo' por 49% dos jovens

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 23/03 22:28h
Celular é considerado 'melhor amigo' por 49% dos jovens

Uma pesquisa mostra que 49% dos usuários brasileiros da geração Z, que tem entre 16 e 20 anos, consideram o smartphone “seu melhor amigo”. O estudo foi feito pela Motorola em conjunto com a professora Dra. Nancy Etcoff, especialista em Comportamento Mente-Cérebro e na Ciência da Felicidade da Universidade de Harvard, e faz parte do projeto Phone Life Balance, que incentiva o uso inteligente e equilibrado do smartphone. Para a pesquisa, foram entrevistados 4.418 usuários com idades entre 16 e 65 anos de quatro países (Brasil, França, Estados Unidos e Índia). De acordo com os resultados, 33% priorizam o aparelho em vez de passar mais tempo com amigos, família ou outras pessoas importantes.

Comente agora

“Crivella e Malafaia matariam Jesus hoje”, acusa o pastor Henrique, do PSOL

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 21/03 23:37h
“Crivella e Malafaia matariam Jesus hoje”, acusa o pastor Henrique, do PSOL

Matéria: Jarbas Aragão / Foto: Henrique Vieira

Na noite desta terça-feira (20), milhares de pessoas fizeram uma passeata em memória da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, assassinados na última quarta-feira (14). O evento culminou com um “ato multirreligioso” em frente à Câmara no Rio de Janeiro. Entre os convidados estavam líderes religiosos como Leonardo Boff, o rabino Nilton Bonder, o pastor luterano Mozart Noronha e a mãe de santo IyáWanda de Omolu. Circulam vários vídeos na internet mostrando que o tom foi meramente político. Era possível ver diferentes bandeiras sendo agitadas, incluindo várias com o arco-íris, símbolo do movimento LGBT e até uma usada para representar os Territórios Palestinos. A participação do pastor batista Henrique Vieira chamou atenção pelas colocações que mostram a tentativa de aproximação do partido com os evangélicos. Assim como Noronha, Vieira é filiado ao PSOL. Ele já declarou sua intenção a concorrer a deputado estadual nas eleições deste ano. Assim como tinha feito em suas participações no programa “Encontro” da Rede Globo, o pastor psolista insistiu que Jesus foi um “negro favelado de Nazaré”. Comparando a pessoa de Cristo com a vereadora assassinada, disparou: “A cruz não foi capaz de silenciar a voz de Jesus e aqueles tiros não vão silenciar a voz de Marielle”. Ele também subiu o tom, fazendo ilações e acusações. Usando de ironia, bradou: “Eu quero afirmar, com todo amor e respeito, que os coronéis da fé e vendilhões do templo Crivella, Malafaia e companhia matariam Jesus hoje. Eles não controlam esse povo preto e pobre que usam o nome de Jesus para promover o amor e a graça”.

Assista abaixo:

Comente agora

Ex-preso por tráfico de drogas passa em vestibular na federal

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 19/03 09:35h
Ex-preso por tráfico de drogas passa em vestibular na federal

O ex-preso por tráfico de drogas José Valverde, de 44 anos, deixou a prisão em 2017 e se dedicou para ingressar no mercado de trabalho e mudar a história de sua vida. Morador de Campina do Monte Alegre (SP), sem um braço, mas com muita vontade de estudar. José terminou o ensino médio ainda na prisão, em Junqueirópolis, prestou o Exame Nacional do Ensino Médio e este ano passou no vestibular da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) no curso de Ciências Sociais. “Soube que precisava de uma mudança. Em uma saída temporária, em 2009, vi que estava destruindo minha família. Como filho mais velho, não era esse o exemplo que queria passar aos meus irmãos e sobrinhos. Desde então, eu decidi retomar os estudos e começar minha vida do zero. E deu certo”, contou o ex-detento. Ainda na prisão, entre 2014 e 2016, José se dedicou aos estudos para prestar o Enem, mas em nenhuma das tentativas conseguiu uma vaga em alguma universidade. + Viúva de Marielle se pronuncia pela 1ª vez após morte da companheira.

Comente agora

Vovô de 90 anos realiza sonho de cursar Arquitetura e Urbanismo

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 18/03 13:51h
Vovô de 90 anos realiza sonho de cursar Arquitetura e Urbanismo

Em uma sala de calouros do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Barão de Mauá, cidade de Ribeirão Preto, quem se destaca é o aposentado Carlos Augusto Manço. Aos 90 anos, ele conseguiu se matricular no curso que sempre sonhou: Arquitetura de Urbanismo. O novo aluno chama atenção pelos cabelos brancos e também pelo desejo de aprender e desfrutar ao máximo da experiência acadêmica. “Espero que o curso agregue conhecimento. Vou poder vivenciar minha profissão de desenhista por um outro ângulo, o do Arquiteto”, afirma. O agora estudante trabalhou no Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto (DAERP) e na Universidade de São Paulo (USP), até se aposentar. E teve boas experiências e convivência com engenheiros e arquitetos. E a partir daí nasceu o sonho de entrar para o mundo da Arquitetura e iniciar uma graduação para somar novos conhecimentos. Este ano, o desejo de Carlos pôde se concretizar. Com o incentivo dos seus dois filhos, oito netos e quatro bisnetos, o aposentado resolveu prestar vestibular e frequentar a sala de aula. “Todos adoraram a notícia e me incentivam nessa jornada”, afirma o graduando.

Comente agora

Aos 80 anos, idoso com deficiência vai ao cinema pela primeira vez

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 16/03 18:48h
Aos 80 anos, idoso com deficiência vai ao cinema pela primeira vez

Nascido na zona rural de Landri Sales, a 377 quilômetros ao sul de Teresina, Alexandre José da Silva, de 80 anos, foi ao cinema pela primeira vez nesta semana. O momento foi registrado pela filha do aposentado e publicado nas redes sociais - ele mesmo tem uma página no Facebook. Embora prefira a roça e fique "agoniado" quando passa muito tempo na capital do Piauí, o idoso precisa fazer um tratamento de saúde a cada três meses no município. Quando a rotina de consultas e exames ameniza, a filha Rosany Caetano aproveita para levar ele e a mãe, Hosana Maria de Sousa da Silva, de 68 anos, para alguns passeios. "Ele nem imaginava que existia [cinema]", contou Rosany ao E+. "Mãe ainda sabia que tinha, já trabalhou em casa de médicos em Belo Horizonte, já andou de avião, mas ele não." Dias antes de assistirem à comédia nacional Os Farofeiros, ela levou os pais para conhecer o Zoobotânico de Teresina, onde o pai achou os animais muito menores daqueles que têm na roça. Em novembro do ano passado, ele também foi pela primeira vez ao circo, onde "ficou impressionado". A próxima aventura que Rosany planeja para os pais é conhecer a praia. "Ficou mais fácil, principalmente, depois que ele recebeu a cadeira de rodas", disse. O senhor Alexandre tem uma atrofia nas pernas desde os 15 anos de idade, mas só conseguiu uma cadeira de rodas no último mês de dezembro. Além disso, ele foi diagnosticado com câncer de próstata em fevereiro do ano passado.  

Comente agora

Os detalhes do 1º casamento entre mulheres do Copacabana Palace no Rio

Comportamento  Postado por Aline Souza - 12/03 16:45h
Os detalhes do 1º casamento entre mulheres do Copacabana Palace no Rio

© Divulgação noivas copacabana palace

Terminou às 5h30 da manhã deste domingo (11) o primeiro casamento da história do Copacabana Palace entre duas mulheres. Em cerimônia emocionante e festa animada, a economista Priscila Raab, craque do mercado financeiro, e a farmacêutica Roberta Gradel trocaram alianças diante de 200 convidados, entre eles a modelo Daniela Sarahyba e a empresária Flávia Sampaio, mulher de Eike Batista. Foi como manda a tradição judaica: elas quebraram, cada uma, um copo, tomaram o vinho Kasher e tiveram a tradicional dança da cadeira. Só dispensaram mesmo o casal de bonequinhas no topo do bolo. A celebração foi conduzida pelo hazan David Alhabeff, que comoveu os convivas no Salão Nobre do hotel ao falar sobre a coragem das noivas de enfrentar o preconceito e festejar o amor. Super feminina, a decoração toda em cor de rosa foi assinada por Leonardo Araújo em sintonia com o cerimonialista Ricardo Stambowsky. As noivas usaram vestidos da mesma estilista, Marie Lafayette. Com a DJ Scarlet nas carrapetas e show do saxofonista George Israel, a festança seguiu no icônico Golden Room (haja tacinhas de champanhe Perrier-Jouët), onde as noivas jogaram cada uma o seu buquê do alto de dois balanços decorados com flores. Como lembrança, os convidados levaram para casa velas perfumadas. (Veja-Rio)

Comente agora

A “magia” do toque. Por que o contato físico é tão importante?

Comportamento  Postado por Aline Souza - 12/03 14:35h
A “magia” do toque. Por que o contato físico é tão importante?

Foto: Reprodução

O tato é um dos sentidos que menos prestamos atenção, focando mais na visão e na audição. Contato físico, no entanto, é um dos sentidos mais importantes. De fato, pode ser até o mais importante de todos. Eu considero isso conforme digito essas palavras no meu computador, conforme seguro minha xícara de café em direção à boca, conforme abraço um amigo quando o encontro por acaso passando pela rua. Há muito envolvido em cada uma dessas situações, e apenas uma delas envolve outra pessoa. O toque importa! Eis o porquê:

 Toque físico te ajuda no processo de cura: Massagem, acupuntura e outros tratamentos envolvendo o tato são usados há séculos. A mão de um pai segurando a de um bebê pode acalmá-lo quase que instantaneamente. E o toque pode curar a mente também: psicólogos licenciados podem usar o toque como forma de ajudar seus pacientes.

O toque ajuda a dar e receber energias positivas: Toque positivo – um abraço de um amigo, colocar a mão no ombro de alguém para guia-lo – ajuda a liberar oxitocina, o hormônio do bem-estar. De fato, nos ajuda a nos sentirmos melhor, dando e recebendo energia através do contato físico.

Comente agora

6 lições de filha para mãe sobre o assédio no século 21

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 11/03 07:42h
6 lições de filha para mãe sobre o assédio no século 21

Ainda há muito pelo caminho, e por isso a luta das mulheres no século 21 é uma causa que ainda passa pela questão do assédio. Após a conquista do voto, do divórcio, da liberdade sexual agora (e por toda a história), elas precisam saber que vão andar nas ruas e não serão assediadas e molestadas. As jovens mulheres de hoje, passaram a ensinar suas mães as experiencias daquilo que sofrem nas ruas e baseado nisso, o site 'UOL' listou algumas lições de assédio de filha para mãe. Confira!

1 – Cantadas indesejadas são, sim, assédio. Fiu fiu na rua e agressões verbais –ao contrário do que muitas mulheres acreditavam– não levantam a auto-estima e agridem o sagrado direito de um ser humano transitar e paz.

2 – “Você vem sempre aqui?” é uma cantada burra. “Você está sozinha, vou fazer companhia” é assédio. Mulheres têm o direito de estarem sozinhas em um bar ou em uma balada ou –mais incrível ainda– têm o direito de escolher sua companhia.

Comente agora

Dicas para controlar o ciúmes

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 01/03 12:12h
 Dicas para controlar o ciúmes

Há quem diga que mulheres são mais ciumentas que os homens, há quem diga o contrário também! O fato é que de forma exagerada o ciúmes é desagradável, só faz afastar as pessoas, muitas vezes por mera imaginação. 

Mas este sentimento não aparece simplesmente por que as pessoas querem ser assim... geralmente os ciumentos passaram por alguma situação no passado que fez desencadear este sentimento. Segundo o livro Mente Positiva, Como desenvolver um estilo de vida saudável, escrito pelo doutor em psicologia Júlian Melgosa, “quem sente ciúme costuma também estar sujeito a outras emoções como ansiedade, insegurança pessoal, desconfiança e suspeita.” 

Comente agora

Ansiedade: como namorar quem sofre deste problema?

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 28/02 07:12h
Ansiedade: como namorar quem sofre deste problema?

Estresse, pressão no trabalho, rotina sem descanso… a vida agitada que preenche o dia a dia leva a que muitos sintam pressão por querer chegar a tudo de forma perfeita. O resultado? 25 milhões de pessoas afetadas pela ansiedade por ano, conta o site Tonic. Ansiedade resume-se a uma insegurança em todos os aspectos da vida. Há tendência para se ver tudo de uma perspectiva negativa e um constante foco no “e se?”. Este problema psicológico traz consequências físicas como aperto no peito, mãos suadas, respiração intensa ou até problemas de estômago, desconforto físico que interfere com a capacidade de pensar racionalmente. Uma atitude comum a quem sofre de ansiedade é o isolamento para com amigos e pessoas com quem se relaciona, que procura dar apoio ao companheiro embora nem sempre saiba como.

Comente agora

De usuária de crack a dona de confeitaria: a trajetória da mulher que saiu da cracolândia e virou empresária

Comportamento  Postado por Aline Souza - 27/02 18:22h
De usuária de crack a dona de confeitaria: a trajetória da mulher que saiu da cracolândia e virou empresária

Desirée tornou-se confeiteira e ajuda usuários de crack no tratamento contra o vício | Foto: Gui Christ/BBC Brasil

A biografia da confeiteira Desirée Mendes seria um drama de reviravoltas. O texto poderia começar com uma cena de 11 de janeiro deste ano, uma segunda-feira ensolarada na cracolândia. Vestida com um avental e uma touca branca, ela caminhava pela região onde passou boa parte de sua vida e onde, agora, vai abrir seu próprio negócio. Respondia a mensagens no celular enquanto usuários de crack fugiam do jato de água manipulado por um funcionário da prefeitura. Na calçada da rua Helvétia, ela diz: "Todo mundo pira na minha história, só eu é que não gosto dela". A sequência poderia descrever o mesmo local, mas na noite do dia 17 de janeiro de 2012. Prefeitura e o governo do Estado faziam mais uma operação policial, prometendo acabar com o consumo e venda de crack que ocorre ali desde os anos 1990. Desirée era dependente da pedra havia 22 anos - 16 deles morando na cracolândia -, tinha sido internada para tratamento 19 vezes e presa outras 11. Naquele dia, descobrira que o ex-companheiro, pai do filho que carregava na barriga, estava infectado com o vírus HIV. Para ela, a perspectiva de ter também a doença era uma condenação à morte - e a morte viria por suas próprias mãos. Comprou R$ 100 em pedras de crack.

Comente agora

Quando a perda do emprego - ou um propósito novo - faz o profissional se reinventar

Comportamento  Postado por Aline Souza - 25/02 15:37h
Quando a perda do emprego - ou um propósito novo - faz o profissional se reinventar

Foto: GETTY IMAGES

Seja por aumentar o desemprego ou por criar ambientes profissionais insatisfatórios, a crise econômica acabou forçando muita gente a se reinventar na carreira. inda que essa reinvenção muitas vezes ocorra com a abertura de um negócio próprio, muitos brasileiros encontram, em empregos convencionais, formas de mudar completamente o rumo profissional. Como fazer uma grande virada na carreira? Que cuidados é preciso tomar? A BBC Brasil conversou tanto com especialistas como com gente que, ao descobrir um novo propósito na vida profissional, resolveu arriscar mudanças radicais. Formado em Artes Plásticas, Marcello Passeri, 51 anos, tem décadas de experiência em agências de publicidade. Chegou a ter sua própria empresa, com uma boa carteira de clientes e um retorno financeiro satisfatório. Mas o avanço da internet mexeu com esse mercado, transformando trabalhos manuais em digitais e mudando a configuração de vários departamentos dentro das agências. "A estratégia, o planejamento - tudo mudou. Até agências grandes quebraram ou foram absorvidas", conta.

Comente agora

Hoje foi difícil? Veja 5 maneiras de terminar bem o seu dia

Comportamento  Postado por Aline Souza - 21/02 21:31h
Hoje foi difícil? Veja 5 maneiras de terminar bem o seu dia

Foto: Stock

A forma como escolhe passar os seus dias é a forma como escolhe passar a sua vida. Não use o trabalho como desculpa para não aproveitar os momentos de felicidade que pode ter quando chega em casa. Não esteja sempre à espera que o fim de semana chegue para viver e aproveitar o tempo, comece por aproveitar melhor os pequenos momentos que tem ao fim de cada dia de trabalho. O site Apartment Therapy destaca as cinco atitudes que você deve fazer assim que chega em casa após o trabalho: 1. Colocar as coisas no devido lugar. Não deixe um rastro de trabalho pela casa. Arrume casacos, bolsas, sapatos e pastas no seu devido lugar. Assim terá mais espaço para viver momentos em família sem estar sempre sendo recordado do trabalho; 2. Faça da sua ligação com os outros uma prioridade. Assim que tiver arrumado as suas coisas, aproveite para se relacionar com os seus ente-queridos – família, colega de casa, animais de estimação. Aproveite para relaxar, falar do seu dia e perguntar como foi o dia das pessoas com quem vive; 3. Prepare uma refeição prática. Uma boa alimentação é uma das chaves para uma vida mais feliz e saudável e dedicar-se à cozinha é uma ótima forma de aproveitar o tempo em casa;  4. Tente passar algum tempo dedicado a um hobby, hábito ou objetivo. Nem que sejam só 20 ou 30 minutos, dedique esse tempo a uma coisa que seja importante para você, seja para melhorar o seu currículo, aprendendo algo novo online ou ler mais; 5. Prepare tudo o que conseguir para o dia seguinte. Torne o início de cada dia mais rápido e calmo, deixando tudo preparado na noite anterior. Seja algum trabalho adiantado, a marmita pronta ou a roupa escolhida. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Pastor pede que cristãos não namorem com incrédulos

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 18/02 16:14h
Pastor pede que cristãos não namorem com incrédulos

O pastor Tim Challies da Grace Fellowship Church em Toronto, Canadá, é autor de vários livros, incluindo “Desintoxicação sexual”, já lançado no Brasil. Ele está fazendo um apelo público para que as igrejas voltem a falar sobre o perigo dos relacionamentos amorosos dos cristãos com pessoas que não compartilham da mesma fé. O questionamento que ele levanta é: “O que há de errado com o namoro cristão?” Sua própria resposta para isso foi: “A Bíblia deixa muito claro que um cristão só pode se casar com outro cristão. Você não pode se casar com alguém que é incrédulo. Você não deveria se casar com alguém que você não tem certeza se é crente ou não. A primeira coisa a ser perguntada antes de se pensar em um relacionamento é ‘Esta pessoa crê em Jesus Cristo?”. O pastor lembra que existem alertas na Bíblia para que os cristãos não entrem “em jugo desigual”. “Inevitavelmente, haverá sérias consequências para quem se casar com um incrédulo”, insiste. Acostumado a fazer aconselhamento, Challies diz que a fé em comum é um elemento fundamental para o estabelecimento de famílias sadias, mas os cristãos estão se deixando levar pela maneira que a sociedade vê os relacionamentos, de maneira superficial. Isso inclui deixar se levar pelas emoções, sem pensar nas consequências.

Comente agora

3 em cada 4 pessoas mantêm ‘contatinhos’, mesmo namorando

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 18/02 15:10h
3 em cada 4 pessoas mantêm ‘contatinhos’, mesmo namorando

O Carnaval termina e o celular dos foliões ganha um zilhão de novos contatos. Alguns deles viram contatinhos, aqueles mais interessantes. Você já manteve contato com alguém sem muita intenção de fazer a coisa andar, mas também sem querer perder aquela opção? Se você disser que não, tem 73% de chance de estar mentindo. É que três quartos dos jovens mantêm pelo menos uma pessoa nessa situação – sem deixar esfriar o papo para ter sempre uma alternativa amorosa. Jayson Dibble, pesquisador da Universidade Estadual de Michigan, levou o assunto bem a sério, e quis entender exatamente o quão comum é esse fenômeno, que ele chama de manter uma relação back burner. A expressão é curiosa e bem adequada para a situação: back burners são as bocas de trás do fogão. Um cozinheiro costuma colocar ali as panelas que não precisam de atenção imediata, e deixar nas bocas da frente aquelas a que pretende dedicar mais foco e cuidado. Uma relação back burner é a mesma coisa, só que com pessoas ao invés de frigideir e caldeirões. 

Comente agora

Bloco com passistas de topless faz ação a favor da amamentação

Comportamento  Postado por Aline Souza - 13/02 21:32h
Bloco com passistas de topless faz ação a favor da amamentação

O bloco Não Me Serve Mestre promoveu uma ação a favor da amamentação em público nesta segunda-feira (12) durante seu desfile na Avenida Faria Lima, na Zona Oeste de São Paulo. Com ajuda de duas passistas fazendo topless, uma faixa chamava atenção dos foliões do bloco para a maneira como a nudez feminina é tratada no Brasil. A ideia era mostrar ao público como muitas vezes a nudez no carnaval é permitida e celebrada, mas no dia a dia as mães são repreendidas por expor o seio ao fazer algo tão inerente à maternidade. Entre as duas passistas, uma mãe amamentava seu filho: "Várias vezes a gente quer amamentar em público e as pessoas fazem cara feia. No Brasil, a gente fica de peito de fora no carnaval e para amamentar não pode", disse Gabriela Guedes, que estava com o filho Bento. "Que a nudez pela vida seja mais respeitada", pediu ela. A ação aconteceu diversas vezes durante o desfile do bloco: "Chama atenção que uma mãe amamentando causa indignação e até repulsa. E no carnaval que é tudo liberado, o que é incrível, a mãe sofre com olhares. Queremos mostrar essa contradição", disse Thais Oliveira, uma das organizadoras da ação do bloco. (G1)

Comente agora

Pastor Lucinho: “Carnaval ferra o nosso relacionamento com Deus”

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 12/02 00:22h
Pastor Lucinho: “Carnaval ferra o nosso relacionamento com Deus”

Enquanto muitos evangélicos defendem que o cristão pode participar do Carnaval sem problemas, outros dizem que isso só seria aceitável quando o objetivo é evangelizar. Uma terceira opinião popular é que as igrejas deveriam aproveitar esses dias para fazer retiros espirituais. Mas o pastor Lucinho, da Igreja Batista da Lagoinha, conhecido por suas posições polêmicas, viralizou com um vídeo chamado “3 motivos porque eu detesto carnaval!”  Com quase 800 mil views e mais de 22 mil compartilhamentos, o material com cerca de um minutos assegura que o Carnaval prejudica a economia do país. “A Nação cheia de crise, cheia de corrupção, cheia de problema e para para fazer festa?”, questiona o pastor.

Assista o comentário de pastor Lucinho:

Comente agora

“Onde diz na Bíblia que eu não posso cantar samba?”, questiona intérprete de escola

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 10/02 04:57h
“Onde diz na Bíblia que eu não posso cantar samba?”, questiona intérprete de escola

Como todos os anos, na época do Carnaval, muitos evangélicos participam dos desfiles e da ‘folia’ sem achar que isso contradiga a sua fé. Um exemplo disso é Anderson Paz, 44, que começou a cantar samba na infância, num bloco da favela da Maré, onde foi criado. Ele viveu uma vida conturbada e teve 10 filhos. “Meu único problema espiritual era essa coisa do envolvimento entre homem e mulher, promiscuidade”, relata. Já adulto, se converteu, em uma Igreja Batista. “Quando ouvi o louvor, senti que era aquilo que precisava. Tudo o que vinha do altar parecia falar comigo”, lembra. Ali, o pastor dizia que Carnaval era coisa do diabo. Anderson optou por abandonar o samba e abriu uma venda para se manter. Na igreja, era conhecido por ser um ex-intérprete. Porém, um ano depois, foi para outra igreja, a Cristo Vive, onde o pastor lhe deu apoio para voltar. Este ano entrará na avenida como intérprete da Inocentes de Belford Roxo, escola do grupo de acesso. “Onde diz na Bíblia que eu não posso cantar samba? A palavra de Deus diz que o dízimo vem do salário. Meu dinheiro vem do meu trabalho, então é abençoado”, raciocina.  Para ele, os desfiles podem ser um local para testemunhar. “Nos momentos oportunos, inclusive, levo a palavra aos amigos. Se me procuram, eu falo”, diz. Tatiane Oliveira, 34, tem uma história diferente. Foi musa e passista, mas hoje é secretária do presidente de honra da Grande Rio. Ela diz que não voltaria a desfilar na avenida.

Comente agora

Pastor de S. A. de Jesus revela seu passado: “Antes de aceitar a Cristo, usava calcinhas, batons e tive relações sexuais com muitas mulheres”

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 10/02 03:35h
Pastor de S. A. de Jesus revela seu passado: “Antes de aceitar a Cristo, usava calcinhas, batons e tive relações sexuais com muitas mulheres”

O Voz da Bahia entrevistou na tarde desta sexta-feira (9), no programa “Meio-Dia e Meia”, o pastor, cantor e compositor Norberto Lima, que atualmente se destaca na música gospel baiana. Norberto aproveitou a oportunidade e convidou a população santantoniense para clamar a Deus, em uma caminhada que partirá do bairro São Benedito até a Praça Padre Mateus, no dia 24 de fevereiro, um sábado, “convido todos os santantonienses, não importa sua religião, pegue sua família e vamos adorar a Deus com Norberto Lima e banda.

De onde veio Norberto Lima? Sobre um seu pequeno relato de vida, o pastor conta que veio de Mossoró no Rio Grande do Norte, “eu saí de lá com uma banda fazendo excursão e quando cheguei aqui na Bahia, me apaixonei por Santo Antônio de Jesus. Eu fazia cover das músicas românticas de Michael Jackson. Eu me converti aos 22 anos e hoje eu oro ao Senhor para gravar versões e parodias de músicas deles. Chegamos a orar 5 anos para gravar uma dessas músicas”, declarou.

Deixando de lado os carnavais: Norberto comentou também, como foi sua vida após abandonar toda a sua reputação nos carnavais de todo o Brasil, após se tornar cristão, “eu sempre fui um cantor eclético, ganhei muito dinheiro, mas também sacrificava muito. Eu passei muitos anos servindo aos Orixás. Eu tinha um sucesso muito grande no passado, junto com os carnavais, onde montei grandes bandas como: Bloco Joia, Brilha Aê, Sabor de Mel, Banda Mel e dentre outras. Nunca fui homossexual e não fui de usar drogas, usei maconha uma vez e não gostei, em comparação a outros artistas em cima do palco que cheirava cocaína e outras drogas. Até um dia, onde eu tive uma decepção com meu estúdio em Salvador, e eu cheguei no escritório onde estava um Bíblia aberta, neste dia eu desafiei a Deus e pude ouvir ele me chamando depois que estava lançando meu sexto CD de carreira solo. Deus me avocou no quarto para ser um pregador de rua, um discípulo dele. Os discípulos abandonaram suas redes e nasceram de novo, por isso eu digo que “eu vim de lá”, contudo, não posso mais voltar para os carnavais, onde eu usava calcinha de mulher e batons vermelhos, servindo Orixás, eu tinha minhas mulheres para ter relações sexuais. Quando eu falei para minha esposa que eu ia deixar tudo, ela perguntou, ‘e os shows e micaretas?’. E eu dizia para cancelar todos, aí ela me questionou o que eu seria de agora em diante e eu respondi que queria ser crente. – ‘Tu está doido?’. Ela dizia. E eu colocava, doido por Jesus”, afirmou.

Depois de convertido:

Comente agora

Casais admitem usar redes sociais para espiar parceiros

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 09/02 14:35h
Casais admitem usar redes sociais para espiar parceiros

A confiança é vista como essencial em um relacionamento, tanto quanto o direito à privacidade. Encontrar um equilíbrio não é uma tarefa fácil. Um estudo feito pelo instituto Kaspersky  aponta que 33% das pessoas espiam os seus parceiros nas redes sociais. O estudo contou com 18 mil participantes de 18 países. Verificou-se que, em relações instáveis, os parceiros que usam as redes sociais para saber o que se passa na vida dos respectivos e respectivas chega a 50%. Ainda que 80% dos participantes considere que os membros do casal devem ter direito à privacidade, metade deles admite compartilhar as senhas dos seus dispositivos. O estudo da Kaspersky revela ainda que entre os principais temas ocultados encontram-se mensagens enviadas a outras pessoas, gastos pessoais e sites visitados. (Noticias ao Minuto)

Comente agora

Psicólogo explica porque muitas pessoas se interessam e compartilham imagens de acidentes trágicos

Comportamento  Postado por Aline Souza - 02/02 21:29h
Psicólogo explica porque muitas pessoas se interessam e compartilham imagens de acidentes trágicos

Foto: Reprodução

Ocorre um acidente no centro da cidade e uma pessoa encontra-se gravemente ferida, atropelada por um carro. Logo, curiosos se juntam em torno da vítima e a rua fica tomada de pessoas tirando fotos, ligando para os amigos e outros querendo saber o que aconteceu. Uma cena muito comum de acontecer nos dias de hoje. Recentemente, um caso parecido aconteceu em Guaçuí. Uma idosa de 88 anos morreu atropelada por um ônibus e, em questão de minutos, uma pequena multidão se formou no local do acidente. Curiosos chegaram a deitar no meio da rua para ver e fotografar o corpo da vítima. As imagens circularam em várias redes sociais. Mas por que as pessoas se interessam tanto em ver outras machucadas ou mortas? Por que as notícias ruins de acidentes trágicos ou assassinatos chamam tanto a atenção? Para responder a esses questionamentos, o psicólogo e teólogo, Sérgio Oliveira, de Alegre, enumerou em sete tópicos o que pode levar o ser humano a desenvolver esta curiosidade mórbida.

Comente agora

Pastor Samuel Mariano é ameaçado por ativistas gays

Comportamento  Postado por Redação Voz da Bahia - 01/02 23:58h
Pastor Samuel Mariano é ameaçado por ativistas gays

Um grupo de ativistas homossexuais está ameaçando o pastor e cantor Samuel Mariano. Essa “guerra”, como chamou o artista, começou após ele criticar o drag queen, Pabllo Vittar, em uma de suas ministrações feita na igreja Missionária o Bom Samaritano Cedro, em Pernambuco, no início de janeiro. “Tem um cara aí que nasceu homem e virou mulher e virou cantora. Não canta nada que preste! E sinceramente, se ele fosse sobreviver de música teria fome. Existe uma força demoníaca querendo empurrar na gente que isso é o certo. O resultado disso é que ele ganhou o prêmio como melhor música e melhor cantor do ano”, afirmou ele na ocasião. Semanas se passaram e desde então o cantor tem sofrido ameaças, conforme relatou em uma publicação na sua página oficial do Facebook. “Estamos sendo vitimas de um ataque covarde e sem precedentes. (…) Eles vêm fazendo ameaças contra mim, minha família e meu ministério”, conta. Samuel revela que para denegrir sua imagem o grupo está divulgando fotos falsas nas redes. “Essa madrugada fomos surpreendidos ao saber que, várias montagens com meu rosto começaram a circular em grupos de Whatsapp. Eles prometeram denegrir minha honra, destruir minha família e o projeto Quero Almas e estão tentando cumprir a promessa, mas aquele que nos justifica não dorme”, explica. Segundo o cantor, a polícia já abriu um inquérito e está rastreando a origem dessas imagens para encontrar os responsáveis, tanto aqueles que criaram como os que divulgaram, pois ambos cometeram crime. Por agora, o artista pede oração e também que não compartilhem essas fotos. 

Comente agora

Saiba como lidar com a adaptação das crianças ao mudar de escola

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 01/02 11:11h
Saiba como lidar com a adaptação das crianças ao mudar de escola

O ano letivo ainda não começou, mas à volta as aulas já preocupa alguns pais. Isso porque, para algumas crianças, este retorno significa o início em uma nova instituição de ensino. Para os pequenos entre 4 a 10 anos, a mudança escolar pode exigir um período maior de adaptação. Mariane Santiago, psicóloga do Hapvida, explica que os responsáveis devem iniciar um processo de transição escolar antes mesmo de encerrar o ano letivo anterior, para que a mudança de ambiente não cause tanto impacto. “Os responsáveis devem realizar este processo, ainda no último ano letivo da criança na escola, juntamente com o aluno, o convidando para conhecer a nova instituição e pontuando os fatores positivos da mesma com o objetivo de estimular a socialização ao novo ambiente escolar”, afirma a psicóloga. A transição implica um pouco mais de atenção e paciência dos pais, já que é comum o estranhamento inicial das crianças, que irão “avaliar o novo espaço a partir das emoções e experiências que vivenciaram durante a vida”, afirma Mariane. Ainda assim, a psicóloga do Hapvida ressalta que para superar essa primeira etapa é necessário estabelecer uma parceria com o colégio para acompanhar mais de perto todo o processo de ambientação com os novos colegas e professores. “A escola deve sinalizar aos familiares, caso a criança não esteja se adaptando a instituição, com o objetivo de realizarem um trabalho de observação desenvolvendo intervenções para solucionar a questão”, conta Mariane Santiago.

Comente agora

Tudo o que a ciência tem a dizer sobre a alimentação vegetariana

Comportamento  Postado por Aline Souza - 30/01 20:42h
Tudo o que a ciência tem a dizer sobre a alimentação vegetariana

Foto: DR

Um plano alimentar vegetariano é aquele que faz dos alimentos de origem vegetal protagonistas. O consumo de carne e de peixe é totalmente excluído, mas o ovo-lacto-vegetarianismo permite a inclusão de ovos e produtos lácteos na alimentação diária. Quando se trata de um plano alimentar isento de todo e qualquer produto de origem animal, então estamos perante o veganismo. Por ser um tipo de alimentação com cada vez mais seguidores e por serem já vários os estudos que apontam o dedo ao impacto negativo da carne e do peixe na saúde humana (sendo que no caso do peixe o grande pecado é a forma como é produzido), o vegetarianismo capta cada vez mais a atenção da ciência, que tem estudado o efeito de uma dieta vegetal não só na saúde humana, como também na saúde do ambiente.

Comente agora

“Os ateus não têm o monopólio da ciência”, lembra o teólogo Alister McGrath

Comportamento  Postado por Letícia Oliveira - 30/01 17:11h
“Os ateus não têm o monopólio da ciência”, lembra o teólogo Alister McGrath

O teólogo Alister McGrath, que é formado em biofísica, conhecido por seus livros de apologética, deu uma longa entrevista a um programa de rádio na Inglaterra esta semana. Ele aponta que “sem dúvida nossa cultura se voltou para uma maneira ateísta de pensar”. Em grande parte, isso ocorre por causa das universidades, onde questões de fé geralmente não são bem-vindas. McGrath disse que viveu uma “fase ateísta” quando estudava na conceituada Universidade de Oxford. “Eu acreditava que a ciência e o ateísmo andavam de mãos dadas. No entanto, quando passei a investigar a história e a filosofia da ciência, descobri rapidamente o quanto essa visão era superficial”. Após meses se dedicando à pesquisa das religiões, ele se converteu ao cristianismo e prosseguiu nos estudos, até concluir o pós-doutorado em biofísica molecular. “A ciência simplesmente tenta oferecer uma explicação do mundo natural. Isso não é ateísmo, simplesmente é algo não espiritual, no sentido em que deixa Deus fora das coisas, como uma questão de princípio.”, conta. Para o erudito, que é o professor da cadeira de Teologia, Religião e Cultura, na King’s College de Londres, “Isso não é realmente um problema. Os ateus não têm o monopólio da ciência. Cientistas cristãos podem facilmente colocar Deus de volta em sua percepção do universo, argumentando que isso faz muito mais sentido do que o não teísmo”. Para ele, “Se pudermos pensar apenas em termos de respostas naturais, as melhores respostas científicas às questões sobre o universo acabarão reduzindo-se: ‘É assim que as coisas são’. Ora, não existe um ponto de referência além da natureza, como o que é fornecido por Deus”.

Comente agora

Saiba como reorganizar as suas finanças após os gastos de 2017

Comportamento  Postado por Aline Souza - 29/01 18:06h
Saiba como reorganizar as suas finanças após os gastos de 2017

Foto: Andriano_cz/ThinkStock

Jornalista e economista, Carol Sandler vivia uma fase de desencontro profissional quando, em 2012, decidiu criar o site Finanças Femininas. A ideia era oferecer orientações de gestão do dinheiro de forma simplificada e conectada com o cotidiano das mulheres. Acabou sendo convidada para palestras e eventos como a edição do TEDx São Paulo, em 2016, e lançou Detox das Compras (editora Benvirá). A publicação nasceu após a autora se impor o desafio de passar seis meses sem adquirir roupas, sapatos e acessórios, experiência que classificou como transformadora. Confira a entrevista de CLAUDIA com a Carol e participe desta reflexão sobre como usamos o dinheiro e a nossa relação com o consumo.

Comente agora

Atenção, jovens: agora a adolescência dura até os 24 anos

Comportamento  Postado por Willyam Reis - 28/01 16:48h
Atenção, jovens: agora a adolescência dura até os 24 anos

A adolescência é a fase da vida humana que vai da infância à idade adulta e, até agora, essa fase fixava-se, em média, entre os 12 e os 19 anos, porém, um recente estudo revela que se é adolescente… até os 24 anos, diz a BBC. A conclusão, publicada na revista "The Lancet Child & Adolescent Health", é de um conjunto de cientistas australianos e suecos que destaca a maior “infantilidade” dos jovens dos dias de hoje, infantilidade essa que pode ser justificada pela entrada tardia no mercado de trabalho, pela saída tardia de casa dos pais e pelo matrimônio, também, cada vez mais tardio. Mas, se por um lado, os jovens são 'infantis' até mais tarde, entrando apenas na vida adulta quando já têm 24 anos, a puberdade, por seu turno, é cada vez mais precoce. Segundo a BBC, os cientistas notaram que os jovens de hoje entram na puberdade – momento em que a pessoa adquire maturidade sexual e se torna apta para procriar – quatro anos mais cedo do que o suposto. Por causa dos tempos modernos e da alimentação que se faz nos dias de hoje, a puberdade chega quando ainda têm 10 anos. (Noticias ao Minuto)

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com