Voz


PodCast



Enquete





Blog

Natureza

Próximos quatro anos serão ainda mais quentes, segundo estudo

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 14/08 14:56h
Próximos quatro anos serão ainda mais quentes, segundo estudo

Foto: dpa/AFP/Arquivos

Os próximos quatro anos podem ser ainda mais quentes que os anteriores, com temperaturas superiores às previsões dos modelos climáticos, alertou um estudo publicado nesta terça-feira sobre as mudanças térmicas decorrentes do aquecimento global. Entre 2018 e 2022, as variações da temperatura média anual dependem da mudança climática provocada pela atividade humana, mas também pela variabilidade intrínseca do clima, o que dificulta as previsões de um ano em relação a outro. Para que as previsões sejam mais exatas, uma equipe científica inventou um novo sistema de previsões batizado ProCast (Probabilistic forecast), baseado em um método estatístico e nos modelos climáticos já existentes. Este algoritmo prevê para os próximos quatro anos “um período mais quente do que o normal”, que “reforçará de maneira temporária” o aquecimento global, segundo o estudo publicado na revista científica Nature Communications que insiste na ideia de que as mudanças climáticas “não são um processo linear e monótono”. Entre 2018 e 2022, o aumento vinculado à variabilidade natural do clima será “equivalente ao aquecimento climático antrópico”. Isso fará que o aumento da temperatura média seja duas vezes mais elevado que o provocado pela atividade humana, explicou à AFP o principal autor do estudo, Florian Sévellec, membro do Laboratório de oceanografia física e espacial do prestigiado CNRS na França.

Comente agora

Itamaraju: Bicho-preguiça é achado por morador

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 14/08 13:33h
Itamaraju: Bicho-preguiça é achado por morador

Foto: Vinicius Almeida/Arquivo pessoal

Um bicho-preguiça foi resgatado na manhã desta terça-feira (14), no bairro Novo Prado, na cidade de Itamaraju, no sul da Bahia, por um morador da região. O animal foi levado até uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município. Agentes do órgão acionaram o Grupo de Apoio ao Desenvolvimento Social (Gads), que entrou em contato com o Ibama de Eunápolis, segundo o G1. O grupo foi orientado pelo instituto a soltar o bicho no Parque Nacional do Descobrimento, no sul do estado.

Comente agora

Prado: Baleia Jubarte é achada morta em praia

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 13/08 13:17h
Prado: Baleia Jubarte é achada morta em praia

Foto: Igor Albergaria/Site Prado Notícia

Uma baleia jubarte foi achada morta na manhã desta sexta-feira (10), na praia Nova Barra, em Prado, no extremo sul da Bahia. O animal teve um ferimento na cauda e estava em meio a uma área de vegetação que se formou na areia. Informações preliminares apontam que ele foi levado pela maré. O instituto Baleia Jubarte foi acionado por populares e integrantes do grupo estão a caminho do local. Segundo o projeto Baleia Jubarte, a região sul já registrou cinco caso de encalhe de jubartes. Em junho deste ano. (Via 41)

Comente agora

Salvador tem quase 700 animais silvestres resgatados em 2018

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 09/08 20:52h
Salvador tem quase 700 animais silvestres resgatados em 2018

Foto : Divulgação/ Guarda Civil Municipal

Cerca de 700 animais silvestres foram resgatados pela Guarda Municipal de Salvador em 2018. Segundo o órgão, o crescimento do número de resgates acontece devido à invasão da área urbana, estimulada pelo desmatamento das áreas verdes da cidade.Dos 689 animais encontrados, 124 eram cobras, das quais 99 jiboias. Segundo o supervisor do Grupo Especial de Proteção Ambiental, Robson Pires, o descarte irregular do lixo também colabora para a presença das serpentes em áreas urbanas, já que o acúmulo dos resíduos atrai roedores, que servem de alimento para a espécie. Ao todo, 74 espécies foram resgatadas. "Grande parte dos nossos atendimentos foi realizada entre a região da Barra e Pituba”, informou o supervisor ao A Tarde. No ano passado, Salvador teve 1021 resgates, contra 597 em 2016. A Guarda Civil orienta que caso um um animal silvestre seja encontrado, a população entre em contato através do telefone (71) 3202-5312.(M1)

Comente agora

Orca está há 17 dias carregando filhote morto e preocupa biólogos

Natureza  Postado por Aline Souza - 09/08 16:27h
Orca está há 17 dias carregando filhote morto e preocupa biólogos

Foto: Michael Weiss/Center for Whale Research via AP

Tahlequah, a mãe orca também conhecida como J35, foi vista na tarde de quarta-feira (8), ainda carregando seu filhote morto. Ela está há 17 dias consecutivos carregando o corpo do filhote. "Estou absolutamente chocada e de coração partido", disse Deborah Giles, pesquisadora do Centro de Biologia da Conservação da Universidade de Washington e diretora de pesquisa da Ong Wild Orca ao jornal "Seatlle Times". “Estou chorando. Não posso acreditar que ela ainda esteja carregando seu filhote ”, disse Giles, acrescentando que está muito preocupada com a saúde e o bem-estar mental de J35. 

Comente agora

Ilhéus: Tartaruga marinha é encontrada morta; ONG aponta mais 12 casos na região

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 07/08 17:56h
Ilhéus: Tartaruga marinha é encontrada morta; ONG aponta mais 12 casos na região

Foto: Arquivo pessoal

Uma tartaruga marinha foi encontrada na manhã desta terça-feira (7), em uma praia de Ilhéus, no sul da Bahia. O animal foi visto por uma mulher que estava caminhando pela areia na mesma manhã. Este não é o primeiro caso de tartaruga encontrada morta na região. Somente no litoral de Serra Grande, no distrito de Uruçuca, foram registrados 12 casos de tartarugas mortas na ultima semana. De acordo com uma bióloga do projeto A-Mar, ONG que trabalha com a conservação dos ecossistemas costeiros e marinhos, o número é considerado alto. Nos 12 casos, as tartarugas morreram presas em redes de pesca. A bióloga também afirmou que foram os próprios pescadores que acionaram a ONG para informar que tinham muitos barcos na região. Segundo o G1, a bióloga explicou que em Uruçuca, há uma área de alimentação das tartarugas da espécie verde. (BN)

Comente agora

Mais de 300 mil pessoas são afetadas por piora da seca no Nordeste

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 30/07 14:19h
Mais de 300 mil pessoas são afetadas por piora da seca no Nordeste

Os indícios de que a seca está implacável é denunciada pela terra rachada. A falta d’água nos reservatórios e a previsão de poucas chuvas agravam o problema. O último mês foi ainda mais crítico. Monitoramento da Agência Nacional de Águas (ANA) mostra que a seca moderada, nível intermediário do problema, aumentou 246% entre maio e junho. São mais de 328 mil pessoas vivendo em áreas extremas e severas, onde as intempéries do tempo são ainda mais duras. Nesta semana, reunião definirá decisões estratégicas, com referência à gestão de reservatórios de água para o abastecimento e para geração de energia. Sem o avanço de frentes frias, a tendência ainda é de chuvas raras e concentradas nas áreas litorâneas. Os reservatórios estão em baixa. Dos 521 aquíferos do Nordeste, quase a metade (214) está abaixo de  30% da capacidade, segundo a ANA. O temor de especialistas é de que estiagem semelhante à que castigou o semiárido brasileiro entre 2012 e 2017, considerada a pior da história pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), volte a afetar os nordestinos. O Maranhão e o Piauí são os que mais tiveram áreas afetadas pela seca. Na região central do Maranhão, por exemplo, a estiagem varia entre nove a 15 meses. No Ceará, mais 26 municípios tiveram situação de emergência decretada pelo Ministério da Integração Nacional. Agora são 66 cidades nesta situação. Em todo o país, o número de cidades em estado de emergência ultrapassa 800. Nos próximos seis meses, as prefeituras podem pedir apoio ao governo federal para  ações emergenciais.

Comente agora

Lua de sangue: Maior eclipse lunar do século será na próxima sexta

Natureza  Postado por Aline Souza - 24/07 20:10h
Lua de sangue: Maior eclipse lunar do século será na próxima sexta

Foto: Reprodução / Papo de TV

O eclipse lunar mais longo do século XXI vai passar pelo planeta Terra nesta sexta-feira (27). Por uma hora e quarenta e dois minutos, o satélite ficará completamente escuro, na chamada "fase total". Depois disso, vai surgir a "Lua de sangue", fenômeno que dá à Lua um tom avermelhado. Segundo informações do G1, esse tom é criado a partir da forma como as cores são "desviadas" ao passar pela atmosfera e também pela posição dos astros. No momento do eclipse, Sol, Terra e Lua ficarão alinhados, bloqueando os raios solares até o satélite. De acordo com a publicação, o eclipse vai começar às 16h30 do horário de Brasília, mas a Lua ainda não terá nascido no Brasil. A fase total poderá ser mais contemplada em Recife, onde aparece das 17h15 às 18h13. Já a fase parcial, que é quando apenas um pedaço da Lua é coberto pela sombra, poderá ser visto em todo o país até 19h19. A dica para acompanhar o fenômeno é conferir o horário em que a Lua vai nascer em cada região e esperar em campo aberto. Em Salvador, a previsão é de que às 17h22, ela possa ser vista no céu. (BN)

Comente agora

Saiba onde e como observar o maior eclipse lunar do século

Natureza  Postado por Aline Souza - 20/07 17:57h
Saiba onde e como observar o maior eclipse lunar do século

Foto:  All Rights Reserved/Youtube/Adrien Mauduit

Na próxima sexta-feira, dia 27 de julho, o Brasil verá aquele que deve ser o mais longo eclipse lunar total deste século 21. No país, o início da fase total do eclipse será às 16h30 e o final será às 18h13, no horário de Brasília. O eclipse lunar vai durar cerca de 1 hora e 40 minutos. De acordo com o Observatório Nacional, a parte leste do Brasil verá o eclipse total -na parte oeste, o eclipse será visto somente como parcial. O Observatório diz que, para ver a Lua ainda no eclipse total, as pessoas devem buscar um local onde seja possível ver o ceú perto do horizonte a leste. A partir das 18h13, a Lua vai começar a sair da sombra mais escura. Nesse momento começará o eclipse parcial, que vai até as 19h19. Nesse instante a Lua começará a entrar na sombra mais clara, o que marca a fase penumbral do eclipse, que vai terminar às 20h29.

O que é um eclipse

Comente agora

Lua de Sangue de 2018 reacende debate sobre sinais do fim do mundo

Natureza  Postado por Redação Voz da Bahia - 19/07 02:07h
Lua de Sangue de 2018 reacende debate sobre sinais do fim do mundo

Entre sexta (27) e sábado (28) de julho, ocorrerá o maior eclipse lunar total do século. Ele terá durabilidade de 103 minutos e visível, total ou parcialmente na Austrália, na Ásia, na África, na Europa e América do Sul (incluindo o Brasil), mas não em todas as fases. Porém, na região que compreende o Oriente Médio e norte da África ele coincide com um fenômeno conhecido como “lua de sangue”, onde o astro ficará com coloração avermelhada, porque a luz do Sol que chega à Lua durante o eclipse, ao invés de atingi-la diretamente, atravessa a atmosfera terrestre, causando o avermelhamento. Além da astronomia, que explica o fenômeno, para alguns pastores e estudiosos, trata-se de uma questão teológica. O assunto divide opiniões, mas vários deles alegam ser um “sinal” ligado às profecias sobre o final dos tempos. Em 2008, o assunto passou a ganhar popularidade por causa do pastor Mark Biltz, que é descendente de judeus. Ele afirmava que teve uma revelação quando estava estudando as profecias sobre o Sol e a Lua desde Gênesis, onde a Bíblia afirma que os luzeiros no céu serviriam “para sinais e para as estações do ano”. “O termo em hebraico implica que não é apenas um sinal, mas um sinal da Sua vinda”, esclarece. Biltz diz ainda que a palavra traduzida como “estações” tem o sentido de “tempo determinado”, implicando na comemoração das festas estabelecidas por Deus no Antigo Testamento e que seguem o calendário lunar adotado pelos judeus. 

Comente agora

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto em praia de Maceió

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 09/07 13:43h
Filhote de baleia jubarte é encontrado morto em praia de Maceió

Um filhote baleia jubarte de 4,5 metros foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (9) na Praia de Ipioca, em Maceió. De acordo com informações do G1, no animal estava encalhado. Biólogos do Instituto Biota foram ao local para realizar a retirada do corpo. Para Bruna Teixeira, coordenadora de monitoramento de resgate do órgão, o filhote pode ter se perdido da mãe e encalhado.  "Está no período da baleia jubarte e será um pouco mais comum ver esse tipo de encalhe, mas no litoral alagoano é mais ocorre é o encalhe de tartarugas", explicou a coordenadora. “A morte é recente porque a pele do animal ainda está bem brilhosa. Agora nós vamos manter esse estado de decomposição para fazer a necrópsia", disse Bruna. (NM)

Comente agora

Caçadores matam rinoceronte por apenas um centímetro de chifre

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 08/07 10:40h
Caçadores matam rinoceronte por apenas um centímetro de chifre

Os rinocerontes-brancos estão entre os maiores animais das savanas e pradarias africanas, alcançando até 3,6 toneladas, mas são cobiçados por caçadores apenas pelos seus chifres. Para tentar conter a matança, alguns parques e reservas ambientais mantém programas de remoção dos cornos, mas nem esta medida drástica impede a ação de criminosos. No Kragga Kamma Game Park, em Porto Elizabeth, na África do Sul, Bella, uma fêmea de 20 anos, foi morta apesar de ter apenas um centímetro de chifre. “Uma tragédia caiu sobre a nossa família de rinocerontes no Kragga Kamma Game Park. Nossa linda matriarca foi brutalmente assassinada por caçadores e seu filhote, Tank, ficou órfão”, escreveu o parque, em comunicado no Facebook. “De forma inacreditável, ela e seus companheiros de rebanho tiveram seus chifres removidos uma semana antes. Está além da compreensão que ela tenha sido morta por apenas um centímetro de chifre”. A carcaça da rinoceronte foi encontrada no fim do mês passado, com o filhote ao seu lado. A preocupação dos veterinários do parque é que Tank tem apenas 16 meses, ainda dependente do leite da mãe. Normalmente, os rinocerontes desmamam apenas após os dois anos. A África do Sul é lar de 80% dos rinocerontes do mundo, mas sofre para combater a caça ilegal.

Comente agora

Inema aponta 33 praias impróprias para o banho no fim de semana no litoral da Bahia

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 15/06 21:16h
Inema aponta 33 praias impróprias para o banho no fim de semana no litoral da Bahia

Um balanço divulgado nesta sexta-feira (15) pelo Instituto do Meio-Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) aponta 33 praias impróprias para banho neste fim de semana, no litoral da Bahia. Além de Salvador, praias da Costa dos Coqueiros, no litoral norte, na Baía de Todos-os-Santos, Costa do Cacau, no sul do estado, e Costa das Baleias foram consideradas impróprias pelo órgão. [Confira abaixo a lista completa] De acordo com o órgão, a rede amostral de monitoramento da balneabilidade no estado atualmente é composta por 133 pontos, distribuídos em toda a costa baiana. As amostras de água para análises da balneabilidade são coletadas semanalmente, no período da manhã, em locais com maior concentração de banhista. No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável, ainda em dias de sol, o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem. A praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresenta resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2.500 coliformes termotolerantes ou 2.000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água.

Comente agora

Itabela: Produtores rurais comemoram alta safra de café deste ano

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 14/06 20:57h
Itabela: Produtores rurais comemoram alta safra de café deste ano

Foto: Arquivo/BAHIA DIA A DIA

Mais de 2 milhões de sacas de café conilon devem sair das fazendas do Sul e Extremo Sul da Bahia este ano. Não é uma super safra, mas os resultados animam os produtores rurais da região, que no ano passado produziram 1 milhão e 800 mil sacas, consolidando a Bahia como segunda maior produtora desta variedade de café no Brasil. O Espírito Santo ainda ocupa a primeira posição no ranking, com cerca de 6 milhões de sacas por ano.  De acordo com Gilberto Borlini, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Itabela, “este ano está sendo um ano de recuperação, devido à seca que a gente passou. As lavouras estão bonitas, mas ainda estamos colhendo e não contabilizamos. Ano que vem promete ser uma boa safra, vai ser um ano ainda mais promissor”. Alguns produtores estão colhendo até 20% a mais do que em 2017. A alta produtividade seria resultado de bons período de chuva, que possibilitaram uma recuperação depois de quase 5 anos de seca, mas sobretudo da tecnificação aplicada no cultivo.  

Tradição

Na fazenda Luciana, em Itabela, os pés carregados de café - com hastes que chegam a pender em direção ao chão - enchem os olhos de quem visita o cafezal mantido pela família Covre. Os frutos de um vermelho-cereja intenso dão um colorido especial nos mais de 1 milhão de pés de café conillon espalhados por 350 hectares.

Comente agora

Estudo revela que golfinhos usam nomes para se comunicar

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 08/06 18:24h
Estudo revela que golfinhos usam nomes para se comunicar

Foto: Alexandre Azevedo / MAQUA / UERJ / Divulgação

Golfinhos adotam nomes individuais para se comunicar uns com os outros e construir um círculo social, aponta um estudo australiano realizado com animais da espécie golfinho-roaz, também conhecida como nariz-de-garrafa. O golfinho macho desenvolve um "apito de assinatura" ou sinal de identidade dentro dos primeiros meses de vida, que é estruturalmente único, de acordo com o estudo divulgado nesta sexta-feira (8) pela revista científica "Current Biology". "Descobrimos que golfinhos machos mantêm seu apito exclusivo de assinatura, permitindo-lhes reconhecer muitos amigos e rivais diferentes em sua rede social, algo que atualmente não é conhecido em qualquer outro animal não humano", escreveu a coautora do estudo, Stephanie King, da Universidade da Austrália Ocidental no portal australiano especializado em pesquisa acadêmica The Conversation. "Foi demonstrado que esses apitos de assinatura são, de alguma forma, comparáveis ​​aos nomes humanos. Os golfinhos os usam para se apresentar ou até copiar outros como meio de se dirigir a indivíduos específicos", acrescenta King.

Comente agora

Ameaçados de extinção, filhotes de harpia são encontrados em Porto Seguro

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 07/06 22:22h
Ameaçados de extinção, filhotes de harpia são encontrados em Porto Seguro

Foto : Jailson Souza

Filhotes de harpia foram encontrados em dois ninhos na Reserva Particular do Patrimônio Natural, em Porto Seguro, no sul da Bahia. A espécie está entre os animais ameaçados de extinção da última lista divulgada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Os filhotes foram encontrados por pesquisadores do projeto Harpia na Mata Atlântica, que vão monitorar os ninhos de agora em diante para garantir a preservação da espécie. A reserva fica dentro de uma empresa de produção de celulose, mesmo assim, de acordo com os especialistas, o local é seguro para a preservação do bicho, que é a maior ave de rapina das Américas. Onze ninhos da mesma espécie já foram encontrados na Bahia, dois deles na região sul do estado, em Camacã e outro também em Porto Seguro, no Parque de Pau Brasil, em 2016. (M1)

Comente agora

Duas áreas protegidas são criadas na Bahia em projeto de reintrodução na natureza de ave rara não vista livre desde 2000

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 07/06 21:53h
Duas áreas protegidas são criadas na Bahia em projeto de reintrodução na natureza de ave rara não vista livre desde 2000

Foto: AFP

O Governo Federal informou que oficializou a criação de duas novas áreas protegidas brasileiras entre os municípios de Juazeiro e Curaçá, ambos na região norte da Bahia, para um projeto de reintrodução na natureza da Ararinha Azul (Cyanopsitta spixii), uma ave exclusiva daquela região, que faz parte do bioma Caatinga. O último exemplar vivo da espécie, um macho, desapareceu do local no ano 2000, restando apenas 128 indivíduos, todos em cativeiro, a maioria vivendo em criadouros no Catar e na Alemanha. A ideia é reintroduzir a Ararinha ao seu habitat natural. As áreas protegidas criadas na Bahia são o Refúgio de Vida Silvestre (Revis), com cerca de 29 mil hectares, e uma Área de Proteção Ambiental (Apa), com aproximadamente 90 mil hectares. A criação das duas áreas na região é o primeiro passo do plano, que prevê também a construção de um Centro de Reintrodução e Reprodução da Ararinha-Azul em Curaçá, onde vivia o último remanescente. O centro deverá custar US$ 1,5 milhão e será construído com apoio de instituições parceiras como a Al Wabra Wildlife Preservation (AWWP), do Catar; a Association for the Conservation of Threatened Parrots (ACTP), da Alemanha; a Parrots International, dos EUA; o Jurong Bird Park, de Singapura; a Fazenda Cachoeira e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Brasil. 

Comente agora

Árvore mais antiga da Europa 'é italiana', diz estudo

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 30/05 20:19h
Árvore mais antiga da Europa 'é italiana', diz estudo

A árvore mais antiga da Europa é italiana, segundo um estudo publicado na revista norte-americana "Ecology", da "Ecological Society of America".  Trata-se de um pinus heldreichii (pinheiro) de 1.230 anos de idade e que fica no Parque Nacional Pollino, entre as regiões da Calábria e Basilicata, no sul da Itália. A árvore foi batizada de "Italus".    A pesquisa foi realizada "com um método inovador, que combina a dendrocronologia [estudo que determina a idade das árvores a partir dos círculos de seus troncos] e a datação com radiocarbono de mostras de troncos e raízes", diz um comunicado do Parque Pollino. Além disso, o parque também informou que, "nos últimos cinco anos, conduziu uma série de estudos sobre o pinheiro para melhorar o conhecimento da espécie". (SI)

Comente agora

Top 5 animais com tempo de gestação mais longas

Natureza  Postado por Fernanda Pinheiro - 15/04 15:00h
Top 5 animais com tempo de gestação mais longas

As mulheres, salvo em casos de nascimento precoce do bebê, vivenciam uma gestação de 9 meses. Esse período em que o feto se desenvolve dentro seu útero pode ser passado sem grandes complicações ou vir acompanhado de cólicas, enjoos e outros sintomas, que podem fazer esse bela experiência se transformar em algo que parece interminável. Agora imagine que no reino animal existe uma espécie cuja gestação leva quase dois anos! Isso nos faz pensar que se não fosse os animais agirem por instinto e fazer conforme a natureza manda, provavelmente muitas dessas fêmeas pensariam duas vezes antes de se dispor a ter um filhote. Confira a seguir o Top 5 períodos de gestação mais longos de animais:

Comente agora

Outono começa nesta terça-feira; veja a previsão para todas as regiões do Brasil

Natureza  Postado por Aline Souza - 19/03 17:22h
Outono começa nesta terça-feira; veja a previsão para todas as regiões do Brasil

Outono deverá ter uma redução gradativa do La Niña (Foto: CadreLuxe/Pixabay)

O outono começa nesta terça-feira (20), às 13h15, e só abre espaço para o inverno no dia 21 de junho. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a estação será marcada pela redução gradativa dos efeitos do La Niña, influenciando as chuvas no Brasil. O instituto informou que o outono geralmente é marcado por uma redução nas chuvas no Sudeste, Centro-Oeste e no sul do Norte. Há também a chegada de massas de ar frio, que são originadas no sul do continente e trazem uma prévia do inverno - a temperatura começa a cair, principalmente no centro-sul. No Norte e no Nordeste, a chuva ainda deve prevalecer. Vale lembrar que com o La Niña, as temperaturas deste verão se mantiveram abaixo da média – tivemos até geada nas serras do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Isso ocorreu porque as águas do Oceano Pacífico Equatorial estavam mais frias. Segundo o Inmet, isso já começou a mudar desde fevereiro e o fenômeno deve ser cada vez menos sentido neste outono.

Comente agora

Vídeo de filhote de chimpanzé sendo resgatado por piloto viraliza

Natureza  Postado por Redação Voz da Bahia - 08/03 01:22h
Vídeo de filhote de chimpanzé sendo resgatado por piloto viraliza

Um centro de proteção animal na República Democrática do Congo publicou, no último dia 1º, um vídeo do resgate de um bebê chimpanzé que comoveu a internet e ajudou a chamar atenção contra o tráfico de animais. O Lwiro Primates é um santuário localizado no país para filhotes de macacos que ficaram órfãos por causa da caça ilegal. No vídeo que viralizou nas redes sociais, o piloto Anthony Caere transporta um bebê chimpanzé chamado Mussa do Parque Nacional Virunga até o santuário. O voo foi todo gravado e mostra o carinho com que Anthony cuidou do animal. Em vez de colocá-lo numa jaula, ele disse que preferiu deixar o animal solto dentro da cabine do avião. Assim, ele ficou no colo do piloto e recebeu mimos como uma soneca e até retirada de piolhos. “Um bebê precisa de abraços e compaixão em vez de ser enjaulado durante um voo estressante”, explicou Anthony. Ao fim do voo, Mussa desceu do avião e já foi aos braços de uma funcionária do santuário. “Isso parece fofo, mas na verdade é uma história triste. Ele deveria estar com sua mamãe”, escreveu o piloto em seu Instagram.

Assista:

Comente agora

Câmera em coleira mostra luta de ursos polares para achar comida no Ártico

Natureza  Postado por Aline Souza - 02/02 20:26h
Câmera em coleira mostra luta de ursos polares para achar comida no Ártico

Foto: BBC

Coleiras com câmeras, sensores e GPS colocados por cientistas em ursos polares revelaram a dificuldade crescente destes animais para conseguir se alimentar em meio ao degelo do Ártico. Os aparelhos gravaram vídeos a partir do ponto de vista dos ursos e registraram seus deslocamentos, níveis de atividade, variação de metabolismo e gasto de energia. Isso revelou que a maioria dos ursos polares observados não conseguiu apanhar presas suficientes para atender suas necessidades calóricas. A equipe por trás do experimento também afirma que a atividade metabólica destes animais é mais intensa do que se pensava.

Comente agora

'Superlua do Ano Novo' foi a segunda mais brilhante desde 2000

Natureza  Postado por Redação Voz da Bahia - 01/01 22:29h
'Superlua do Ano Novo' foi a segunda mais brilhante desde 2000

primeira Superlua de 2018 ocorreu nesta segunda-feira, 1º de janeiro - e foi a segunda mais brilhante desde 2000, segundo os astrônomos. O fenômeno ocorre quando a Lua está cheia e, ao mesmo tempo, em seu perigeu - isto é, quando sua órbita atinge a maior proximidade da Terra e o satélite aparece 14% maior, com um brilho 30% mais forte. Embora em 2017 a Superlua tenha ocorrido uma só vez, no dia 3 de dezembro, o fenômeno não é raro. Além da ocorrência do primeiro dia de 2018, o fenômeno será repetido no dia 31 de janeiro, quando será acompanhado por um eclipse lunar total. De acordo com a a pesquisadora Josina Nascimento, da Coordenação de Astronomia e Astrofísica do Observatório Nacional, a Superlua da primeira noite do ano foi a segunda maior desde o ano 2000 e seu brilho só será superado no ano de 2027.

Comente agora

Cenário apocalíptico: sol consumirá a Terra, destruindo sistema solar

Natureza  Postado por Letícia Oliveira - 15/11 14:57h
Cenário apocalíptico: sol consumirá a Terra, destruindo sistema solar

Ainda resta um longo caminho, mas cientistas já predisseram em que momento o Sol se converterá em um gigante vermelho que consumirá a maioria dos planetas do sistema solar. Apesar de termos uns 5.000 milhões de anos ainda pela frente, astrônomos conseguiram detalhar como brilhará o astro no momento em questão, que também causará estragos radioativos e gravitacionais em corpos celestes exteriores. Com informações do Sputnik

Comente agora

Governo Temer anuncia redução de 16% no desmatamento da Amazônia

Natureza  Postado por Críssia Guedes - 17/10 17:32h
Governo Temer anuncia redução de 16% no desmatamento da Amazônia

(Foto:  Reuters/STRINGER Brazil)

Sob críticas de ativistas e entidades ambientais, o governo Michel Temer anunciou nesta terça-feira (17) que a taxa de desmatamento na Amazônia caiu 16% entre agosto de 2016 e julho de 2017. Os dados oficiais são do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), órgão subordinado ao Ministério de Ciência e Tecnologia, e foram entregues ao presidente em reunião no Palácio do Planalto pelos ministros Sarney Filho (Meio Ambiente) e Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia). A estimativa do Inpe é de que houve 6.624 km² de corte raso na floresta no período avaliado, sendo os Estados do Pará e de Mato Grosso os recordistas em áreas desmatadas: 2.413 km² e 1.341 km², respectivamente.

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com