Voz


PodCast



Enquete





Blog

Política

Ex-banqueiro e ex-gerente da Petrobras são presos pela Lava Jato

Política  Postado por Anacley Souza - 26/05 11:19h
Ex-banqueiro e ex-gerente da Petrobras são presos pela Lava Jato

O ex-gerente da Petrobras Pedro Augusto Cortes Xavier Bastos e o ex-banqueiro José Augusto Ferreira dos Santos foram presos, na manhã desta sexta-feira (26), por agentes da Polícia Federal durante a 41ª fase da Operação Lava-Jato. As prisões aconteceram no rio de Janeiro, mas a ação, que foi batizada como Poço Seco, também é realizada no Distrito Federal e em São Paulo. No Rio, os agentes cumpriram mandados em três endereços da Barra da Tijuca, na Zona Oeste, e um em São Conrado, na Zona Sul. Contra Pedro Augusto foi cumprido um mandado de prisão preventiva e contra José Augusto um mandado de prisão temporária.

Comente agora

'Fora Temer' e 'Diretas Já' ganham força nas redes sociais

Política  Postado por Anacley Souza - 26/05 10:26h
'Fora Temer' e 'Diretas Já' ganham força nas redes sociais

As manifestações desta quarta-feira, 24, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, tiveram forte repercussão nas redes sociais. Segundo análise da diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro (FGV-RJ), os protestos contra as reformas do governo Temer tiveram mais de 210 mil menções no Twitter nesta quarta, até às 17h. Segundo o levantamento, o volume de menções nas redes sociais a "protestos" na quarta-feira se igualou à quantidade de tuítes feitos no auge da crise política, na última semana, quando veio à tona a gravação de conversa entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, do grupo JBS.

Comente agora

Moro confisca R$ 640 mil de mulher de Eduardo Cunha

Política  Postado por Anacley Souza - 26/05 09:51h
Moro confisca R$ 640 mil de mulher de Eduardo Cunha

O juiz federal Sérgio Moro decretou o confisco de 176,67 mil francos suíços (ou cerca de R$ 640 mil) de Cláudia Cruz, mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB/RJ). A medida foi tomada na mesma sentença em que Moro absolveu Cláudia dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas. O dinheiro está depositado na Kopec, conta que Cláudia mantinha secretamente na Suíça. Os investigadores afirmam que a conta era abastecida com propinas que o marido dela recebia. O saldo chegou a US$ 1 milhão - dinheiro oriundo de repasse ilícito a Eduardo Cunha em um contrato da compra de parte do campo de Benin, na África, pela Petrobras em 2011. "Considerando que, apesar da absolvição de Cláudia Cordeiro Cruz por falta de prova suficiente do dolo, os valores mantidos na conta em nome da Kopek são oriundas de contas controladas por Eduardo Cosentino da Cunha, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, tendo, portanto, origem e natureza criminosa, decreto, com base no artigo 91 do Código Penal, o confisco do saldo de aproximadamente 176.670,00 francos suíços sequestrados na conta em nome da Kopek".

Comente agora

Defesa de Temer pretende adiar julgamento de processo de cassação no TSE

Política  Postado por Anacley Souza - 26/05 09:01h
Defesa de Temer pretende adiar julgamento de processo de cassação no TSE

Com o avanço da crise política, o presidente Michel Temer pretende estender o máximo possível o julgamento do processo de cassação da chapa na qual ele é vice, com a ex-presidente Dilma Rousseff no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ação começa a ser apreciada no próximo dia 6. Segundo informações do jornal O Globo, uma das esperanças seria a separação da chapa e absolvição do peemedebista, mas essa chance pode se dissipar até a data do julgamento. Na contagem do governo, três dos sete ministros já se posicionaram contra Temer – deste modo, para condená-lo, bastaria um dos integrantes da Corte mudar de lado. O plano é adiar o julgamento por meio de questões de ordem, pedidos de discussões preliminares e outros recursos disponíveis aos advogados. No cenário ideal para Temer, algum ministro do TSE pediria vista, o que faz a análise do caso ser interrompida por prazo indefinido. A expectativa do Planalto era de que que o ministro Napoleão Nunes Maia pedisse vista logo no início do julgamento, mas a pressão popular pela queda de Temer já chegou ao tribunal após a divulgação parcial da delação da JBS.

Comente agora

Delator diz que notas do Ibope teriam sido usadas para dissimular propina

Política  Postado por Redação Voz da Bahia - 26/05 00:04h

Ricardo Saud, um dos delatores da empresa J&F, entregou ao Ministério Público Federal notas fiscais e contratos que, segundo ele, teriam sido utilizados para dissimular o pagamento de propina a dirigentes do PMDB. O delator disse que, entre os documentos, estão números de notas fiscais que teriam sido emitidas pelo Instituto Ibope para a JBS. O Ibope declarou que todas as pesquisas foram realizadas e, os relatórios, emitidos na época da realização. O instituto também afirmou que as datas dos relatórios e das notas fiscais estão registradas em seus computadores e que qualquer perícia mostrará que isso é verdade. O Ibope declarou, ainda, que as notas fiscais foram emitidas, e estão contabilizadas e registradas no sistema de arrecadação da Secretaria municipal da Fazenda da prefeitura da cidade de São Paulo. Todo esse material, segundo o instituto, está sendo encaminhado ao Ministério Público para, de acordo com o Ibope, provar que o delator, ao menos nesse caso, mentiu.

Comente agora

Moro absolve Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 20:26h
Moro absolve Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha

O juiz federal Sérgio Moro absolveu nesta quinta-feira, 25, a mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Cláudia Cruz, dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas, em processo na Operação Lava Jato. O magistrado apontou ‘falta de prova suficiente de que (Cláudia Cruz) agiu com dolo’ ao manter conta na Suíça com mais de US$ 1 milhão, dinheiro supostamente oriundo de propina recebida pelo marido. “Absolvo Cláudia Cordeiro Cruz da imputação do crime de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas por falta de prova suficiente de que agiu com dolo”, assinalou Moro.

Leia na íntegra a sentença:

A Procuradoria da República apontou na denúncia contra Cláudia que a elevada quantia abrigada na conta secreta na Suíça lhe garantia uma vida de esplendor no exterior. O rastreamento de seu cartão de crédito revelou gastos com roupas de grife, sapatos e despesas em restaurante suntuosos de Paris, Roma e Lisboa.

Comente agora

Renan Calheiros tem hábito de trair derrotados, diz coluna

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 19:24h
Renan Calheiros tem hábito de trair derrotados, diz coluna

O senador Renan Calheiros é considerado um dos parlamentares que costuma apoiar políticos importantes até sentir que eles correm algum risco. Ou seja, quando Renan percebe que não vale a pena apoiar certos políticos, ele troca de posição e abandona o aliado, é o que indica a coluna Radar Online, da revista Veja. "Ele passa anos navegando e usufruindo de uma embarcação, até surgirem os primeiros sinais do risco de naufrágio. Nesse momento, ele fuzila o casco e pula", descreve a publicação. A habilidade de Renan em agir dessa forma faz com que o senador abandone 'o barco' na hora certa. "Fez isso com Fernando Collor, governo do qual foi líder e que, depois, ajudou a explodir", explica Gabriel Mascarenhas, da Veja. O senador também apoiou a ex-presidente Dilma Rouseff até os 45 do segundo tempo e sabia que se a petista perdesse o cargo, um dos seus correligionários iria assumir o Palácio do Planalto. Antes do impeachment, Renan abandonou o apoio a Dilma e se aproximou de Michel Temer. Recentemente, ao sentir a possível derrocada de Temer, o senador se afastou de Temer. A coluna destaca que Renan chegou a bater boca com seu principal aliado nos últimos anos, Romero Jucá, que se mantém alinhado com o governo. Ao que tudo indica, a história de repete e Renan Calheiros tem se revelado um 'traidor', refere a coluna.

Comente agora

Loures devolve R$ 35 mil que faltavam na mala de dinheiro que entregou

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 18:11h
Loures devolve R$ 35 mil que faltavam na mala de dinheiro que entregou

O deputado afastado Rodrigo da Rocha Loures (PMDB-MG) informou nesta quinta-feira (25) ao Supremo Tribunal Federal que realizou na quarta (24), em uma conta do STF, o depósito judicial dos R$ 35 mil que faltavam entregar à Justiça. Ele entregou comprovante do depósito judicial feito na quarta-feira (24). Loures foi filmado pela Polícia Federal recebendo uma mala de dinheiro em um restaurante nos Jardins, na capital paulista. Na última terça-feira (23), ele comunicou oficialmente ao Supremo que devolveu à Polícia Federal a mala, com R$ 465 mil (em 9.300 notas de R$ 50). O delator Ricardo Saud, diretor da J&F, disse que entregou pessoalmente a Loures a mala com R$ 500 mil. Na petição que protocolou no Supremo, o deputado não explica por qual motivo só devolveu agora a diferença de R$ 35 mil. "Rodrigo Santos da Rocha Loures, por seus advogados, nos autos da ação cautelar nº 4328, vem perante Vossa Excelência informar que realizou na data de ontem o depósito judicial de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais), quantia esta relacionada à investigação conduzida nos autos do inquérito nº 4483, conforme guia de depósito judicial ora apresentada (doc. 1). O referido montante encontra-se depositado na conta nº 86400176-5, agência nº 3133, da Caixa Econômica Federal", diz a petição enviada ao ministro Fachin. Joesley Batista, dono da JBS, que também fez delação, marcou um encontro com Rocha Loures em Brasília e contou sobre uma demanda da empresa no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Pelo serviço, segundo a delação, Joesley ofereceu propina de 5%, e o deputado deu o aval.

Comente agora

Vídeo do deputado Cabo Daciolo que profetizou em Abril de 2016: “Vai sair fora Temer, Dilma, Aécio…..” viraliza nas redes sociais

Política  Postado por Redação Voz da Bahia - 25/05 16:32h
Vídeo do deputado Cabo Daciolo que profetizou em Abril de 2016: “Vai sair fora Temer, Dilma, Aécio…..” viraliza nas redes sociais

Vídeo de um discurso do deputado federal Cabo Daciolo (PTdoB-RJ), no plenário da Câmara Federal em abril de 2016, profetizando que se os líderes não se unissem em nome de Deus, estariam todos fora. Este vídeo está provocando uma verdadeira polêmica entre religiosos e a classe política, pois está se cumprindo na íntegra, após 01 ano. O parlamentar sempre fez pronunciamentos polêmicos na tribuna da Câmara, que misturam profecias e protestos contra os parlamentares do Congresso Nacional. Em um dos seus discursos, Daciolo chegou a pedir o fechamento do Congresso.

Em abril de 2016, antes do impeachment de Dilma Rousseff, o deputado afirmou que a chapa PT e PMDB teria apenas duas alternativas: “se juntarem para pedir direção a Deus ou seriam tirados dos seus respectivos cargos”.

Comente agora

Pesquisa do Planalto aponta que governo Temer tem 5% de aprovação

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 14:21h
Pesquisa do Planalto aponta que governo Temer tem 5% de aprovação

Uma pesquisa encomendada pelo Palácio do Planalto e divulgada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, aponta que o governo do presidente Michel Temer (PMDB) tem apenas 5% de aprovação. A situação do peemedebista, em algumas áreas de região do Nordeste, é ainda pior. Conforme a publicação, Temer despencou para 1%. Sondagens feitas com formadores de opinião, como empresários e executivos, também revelam descrença cada vez maior na continuidade do governo.

Comente agora

Câmara deve instalar CPI para investigar JBS

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 14:12h
Câmara deve instalar CPI para investigar JBS

Deputados protocolaram, nesta quinta-feira (25), na Mesa Diretora do Congresso o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a JBS, empresa cujo dono Joesley Batista firmou acordo de colaboração premiada e delatou o presidente Michel Temer (PMDB). De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, o requerimento teve mais de 200 assinaturas de deputados e 30 de senadores. A inciativa foi do deputado Alexandre Baldy e do senador Ataídes Oliveira. O objetivo é investigar os bilionários financiamentos do BNDES ao grupo J&F, a multa irrisória da delação premiada e a acusação de manipulação do câmbio e das ações da JBS nos dias em que antecederam à publicação da notícia da colaboração premiada dos irmãos Batista. Também deve ser investigada a concessão de benefícios fiscais irregulares ao grupo.

Comente agora

Servidora que seria babá de Michelzinho é nomeada em novo cargo na Presidência

Política  Postado por Redação Voz da Bahia - 25/05 12:42h
Servidora que seria babá de Michelzinho é nomeada em novo cargo na Presidência

Leandra Barbosa dos Santos Brito, que ganhou notoriedade há duas semanas, ao ser apontada como babá do filho do presidente Michel Temer com remuneração bancada pelo Palácio do Planalto, foi nomeada pela Casa Civil da Presidência da República para exercer o cargo de assessora técnica no gabinete pessoal do presidente Temer. A nomeação foi publicada nesta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União. Na época em que o jornal "O Globo" divulgou que a servidora era babá de Michelzinho, o Planalto e o próprio presidente negaram a informação. A edição do DOU não trouxe a exoneração de Leandra do cargo de assessora técnica no Gabinete-Adjunto de Informações em Apoio à Decisão do Gabinete Pessoal do Presidente da República (Gaia), que ela já ocupava. De acordo com reportagem do "Globo", Leandra disse que não é babá do filho do presidente, mas não teria especificado o tipo de trabalho que desenvolvia no Planalto.

Comente agora

Temer revoga decreto que convocou Forças Armadas

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 11:15h
Temer revoga decreto que convocou Forças Armadas

O presidente Michel Temer revogou na manhã desta quinta-feira (25) o decreto de ontem que autorizava o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem no Distrito Federal. O decreto de revogação foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. A revogação foi publicada enquanto o presidente Temer estava reunido no Palácio do Planalto em Brasília com os ministros Raul Jungmman, da Defesa; Eliseu Padilha, da Casa Civil; Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência da República; Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo e com o general Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

Comente agora

Temer reúne ministros para avaliar se revoga decreto que convocou Forças Armadas

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 09:25h
Temer reúne ministros para avaliar se revoga decreto que convocou Forças Armadas

O presidente Michel Temer reúne-se na manhã desta quinta-feira (25), com quatro ministros para avaliar se anula ou não o decreto que convocou as Forças Armadas na véspera para garantir a ordem na Esplanada dos Ministérios - depois que a manifestação contra o governo e as reformas trabalhista e da Previdência ganhou cenas de violência, quebradeira e enfrentamento entre manifestantes e policiais. O presidente e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, ficaram tratando do assunto até tarde da noite de quarta-feira (24). Temer saiu do Palácio do Planalto às 23h. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, escalado na quarta por Temer para anunciar a convocação dos militares, não consta da lista dos ministros que estará na reunião desta quinta, marcada para as 9h. Além do GSI, o encontro contará com a presença dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral) e Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo).

Comente agora

FHC, Lula e Sarney articulam sucessão de Temer após julgamento de cassação no TSE

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 09:08h
FHC, Lula e Sarney articulam sucessão de Temer após julgamento de cassação no TSE

As três principais forças políticas do país estão articulando a sucessão do presidente Michel Temer. Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e José Sarney (PMDB) têm liderado conversas suprapartidárias em busca de um consenso para a formação de um novo governo, caso Temer seja cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com a Folha de S.Paulo, as conversas começaram depois que os detalhes da delação da JBS foram divulgados. As conversas estão pulverizadas e acontecem reservadamente em Brasília e em São Paulo. Segundo a publicação, FHC já abriu contato com parlamentares petistas e é considerado o mais importante interlocutor do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, considerado "peça-chave" para viabilizar a saída institucional de Temer.

Comente agora

Atrelar ‘Fora Temer’ ao movimento ‘Volta Lula’ é erro que a esquerda prefere insistir

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 08:14h
Atrelar ‘Fora Temer’ ao movimento ‘Volta Lula’ é erro que a esquerda prefere insistir

“Fora Temer”. O afastamento temporário da ex-presidente Dilma Rousseff, com a aceitação do processo de impeachment pelo Senado, em maio de 2016, foi a deixa para que os apoiadores da petista transformassem todos os demais em “golpistas”. O mantra de duas palavras, então, se repetiu e se tornou cult, ao ponto de ser exaustivamente ouvido em momentos diversos, desde as manifestações que aconteceram desde a saída de Dilma até o Carnaval de Salvador, com a banda BaianaSystem. Porém, por um erro de estratégia, foi atrelado pelos apoiadores de Dilma – fundamentalmente à esquerda – ao processo encampado, principalmente pelos petistas, do “Volta Lula”. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, réu em cinco processos, é a menina dos olhos desses grupos para ser candidato em 2018 e, do lado diametralmente oposto, objeto de repúdio para aqueles que defendem o afastamento do PT do poder.

Comente agora

Félix Mendonça Junior é eleito coordenador da bancada baiana no Congresso

Política  Postado por Anacley Souza - 25/05 07:05h
Félix Mendonça Junior é eleito coordenador da bancada baiana no Congresso

O deputado federal Félix Mendonça Jr. (PDT) foi eleito nesta quarta-feira (24) coordenador da bancada baiana no Congresso. “Agradeço a toda a bancada federal da Bahia por ter escolhido a mim como novo coordenador em substituição ao deputado José Carlos Araújo (PR). Espero poder representar bem o Parlamento federal”, afirmou o presidente estadual do PDT. O deputado federal João Gualberto (PSDB) chegou a manifestar vontade de ocupar o posto, mas acabou deixando a disputa. (Bahia Notícias)

Comente agora

Aécio entrega passaporte e terá 15 dias para responder a pedido de prisão

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 21:57h
Aécio entrega passaporte e terá 15 dias para responder a pedido de prisão

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, informou à defesa do senador afastado Aécio Neves nesta quarta-feira (23) que o cliente terá um prazo de 15 dias para apresentar uma resposta ao pedido de prisão que a Procuradoria-Geral da República (PGR) voltou a fazer em relação ao senador. Este é o prazo previsto no novo Código de Processo Civil. O prazo dado a Aécio Neves se esgotaria em 6 de junho. Só após a resposta dos advogados de Aécio Neves é que será aberto um novo prazo para manifestação da PGR a respeito do recurso que, por sua vez, a própria defesa do senador afastado apresentou. O advogado Alberto Toron pediu que seja revogada a ordem de afastamento de Aécio Neves das funções públicas e, assim, do exercício do cargo de senador. O procurador-geral Rodrigo Janot poderá apresentar contrarrazões ao recurso da defesa. Apenas após tudo isso, é que poderá haver o julgamento dos dois pedidos, da PGR e da defesa - o que, em tese, deve levar o plenário do Supremo a analisar a questão apenas na segunda semana de junho. A defesa de Aécio Neves informou ao Supremo que cumpriu ordem do ministro Fachin e entregou o passaporte do tucano.

Comente agora

"O dia de hoje sacramentou o fim do governo Temer", diz Rui Falcão

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 21:06h
"O dia de hoje sacramentou o fim do governo Temer", diz Rui Falcão

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, emitiu uma nota nesta quarta-feira, 24, repudiando a resposta do presidente Michel Temer (PMDB) às manifestações na capital federal. Ele afirmou que as atitudes do peemedebista sacramentaram hoje o fim do governo. Falcão disse que Temer usou uma "demonstração de força totalmente injustificada e covarde." Sobre a convocação das Forças Armadas para atuar na segurança das instalações do Planalto e dos ministérios, o presidente da legenda petista disse que o decreto remonta à ditadura militar. Uma "medida desnecessária e desmedida, e que nos remete a retrocessos típicos dos anos de chumbo da ditadura militar", escreveu Falcão "O dia de hoje sacramentou o fim do governo ilegítimo do golpista Michel Temer. Não há mais condições moral e política para que esse usurpador permaneça no poder em Brasília", disse o petista. O presidente da legenda reforçou que o PT é contrário às reformas de Temer e é favorável à convocação imediata de eleições diretas. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, que organizaram o protesto, também emitiram notas repudiando as atitudes do Planalto. (Estadão Conteúdo)

Comente agora

Sem oposição em plenário, Câmara aprova MPs em votação-relâmpago

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 20:36h
Sem oposição em plenário, Câmara aprova MPs em votação-relâmpago

Sem a presença de deputados de oposição no plenário, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (24), em votação-relâmpago, três medidas provisórias em menos de uma hora. Para efeito de comparação, na semana passada, a Câmara levou cerca de 13 horas para concluir a votação de duas medidas provisórias. Em protesto contra a edição do decreto do presidente Michel Temer que autorizou a presença das Forças Armadas nas ruas do Distrito Federal, deputados de oposição, incluindo do PT, PSOL, Rede, PDT, PCdoB e PMB, deixaram a sessão (veja acima o vídeo do momento em que os deputados de oposição deixaram o plenário). Nesta quarta, manifestações contra o governo Temer terminaram em confusão, com prédios de ministérios depredados. Com isso, o presidente decidiu assinar o decreto e permitir o emprego de militares do Exército e fuzileiros navais para garantir a ordem. Até então, os parlamentares de oposição vinham tentando barrar todas as votações no plenário com a apresentação de vários requerimentos de obstrução.

Comente agora

“Candidato: eu? Olha para minha cara, minha idade”, diz FHC sobre Presidência

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 20:27h
“Candidato: eu? Olha para minha cara, minha idade”, diz FHC sobre Presidência

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) negou que esteja disposto a ser candidato novamente ao Planalto em uma eleição com a eventual queda do presidente Michel Temer (PMDB). Perguntado sobre a possibilidade durante evento na sede da Fundação FHC, o tucano afastou estar disposto a concorrer ao cargo. “Eu? Olha para minha cara, minha idade. Tá louco!”, expressou aos jornalistas. Fernando Henrique disse ainda que é preciso aguardar para que o PSDB decida se fica ou desembarca do governo Temer. O ex-presidente considera que a situação está muito “instável” e que há um “esvaziamento do poder” na Presidência da República. Para o tucano, o PSDB não pode dizer simplesmente “eu não brinco mais” quando a situação é avaliar se continua no governo ou não. “No Brasil, eu acho que responsavelmente nós temos que pensar sempre: E amanhã?”, declarou. “Nós ainda estamos elaborando esse amanhã, e não é o PSDB, é o Brasil inteiro.” O ex-presidente disse ainda que o Brasil precisa reconstruir formas efetivas de ações do Estado, ao falar da crise no governo Temer, e considerou que a situação se agravou ainda mais com os atos de violência registrados em Brasília nesta quarta-feira. FHC classificou os atos como “inaceitáveis”. “O Brasil inteiro está inquieto porque está sentindo que há um esvaziamento do poder, não no sentido de repressão, mas do poder daquilo que nós delegamos para que seja feito, de legitimidade”, disse. (Estadão Conteúdo)

Comente agora

Renan Calheiros rechaça decreto de Temer: ‘beira a insensatez’

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 20:12h
Renan Calheiros rechaça decreto de Temer: ‘beira a insensatez’

Líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros rechaçou o decreto do presidente Michel Temer (PSDB), desta quarta-feira (24), que estabelece a presença das forças armadas nas ruas do Distrito Federal até o dia 31 de maio. “Beira a insensatez fazer isso num momento em que o país pega fogo”, disse o senador na tribuna do Senado, segurando a Constituição Federal. Renan afirmou ainda que o decreto foi feito de forma “dissimulada”, uma vez que o ministro da Defesa, Raul Jungmann, estabeleceu a autoria do pedido ao presidente Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que negou a acusação. O peemedebista disse ainda que o governo não se sustenta e que, por isso teria convocado as Forças Armadas. “Se esse governo não se sustenta, é verdade, não serão as Forças Armadas que vão fazê-lo”, disse.

Comente agora

Rodrigo Maia diz que pediu a Temer apoio da Força Nacional e não do Exército

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 19:25h
Rodrigo Maia diz que pediu a Temer apoio da Força Nacional e não do Exército

 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira (24) que pediu ao presidente Michel Temer o emprego da Força Nacional – e não das Forças Armadas – para garantir a segurança em razão dos episódios de violência e depredação durante manifestação de protesto contra o governo na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Ao anunciar a assinatura de um decreto por Temer que autoriza o uso das Forças Armadas, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que a decisão era motivada por pedido do presidente da Câmara. Maia também afirmou que a decisão do Temer de autorizar a presença das Forças Armadas nas ruas do Distrito Federal até o próximo dia 31 de maio "é um excesso". O uso das Forças Armadas para a chamada garantia da lei e da ordem (GLO) foi autorizado por Temer após milhares de manifestantes ocuparem a Esplanada dos Ministérios para pedir a saída dele do governo. FOTOS: Manifestação em Brasília contra governo Temer Em meio ao protesto, que começou pacífico, houve tumulto e alguns manifestantes entraram em confronto com policiais. Mascaradas, algumas pessoas atearam fogo nas imediações de alguns ministérios.

Comente agora

Pedidos de impeachment não serão avaliados como ‘drive-thru’, diz Maia

Política  Postado por Willyam Reis - 24/05 15:14h
Pedidos de impeachment não serão avaliados como ‘drive-thru’, diz Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou, nesta quarta-feira (24), que os pedidos de impeachment não serão avaliados como “drive-thru”. “Não posso avaliar uma situação tão grave como esta num drive-thru. Não é assim. Não é desse jeito”, disse, em entrevista à imprensa, ao chegar à Câmara. O democrata ainda não se manifestou sobre os 12 pedidos de impedimento do presidente Michel Temer (PMDB). Nesta quinta-feira (25), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deve apresentar o 13º requerimento. (Bahia.Ba)

Comente agora

PHS vai discutir expulsão de Kannário na próxima semana

Política  Postado por Willyam Reis - 24/05 14:04h
PHS vai discutir expulsão de Kannário na próxima semana

O presidente estadual do PHS, Júnior Muniz, confirmou ao bahia.ba que o partido vai discutir, na próxima semana, a possível expulsão do vereador-cantor Igor Kannário da sigla, após declarações polêmicas no Carnaval de Salvador e na Micareta de Feira de Santana. O dirigente classificou como “horrível” o fato de o artista-político nomear a Câmara de Salvador de “organização criminosa” e atacar verbalmente uma policial feminina. “Vou para Brasília na terça-feira discutir o assunto com a executiva nacional e na volta debato com as direções estadual e municipal. Ele está passando dos limites. É reincidente. Não cumpre com as obrigações partidárias. Podemos dar uma advertência, mas não está descartada a expulsão”, considerou, ao pontuar que antes ouvirá a versão do vereador. No início de março, o procurador e líder da minoria na Câmara, José Trindade (PSL), chegou a ingressar com uma representação no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra Kannário, na qual pedia a sua prisão. Até o momento, o órgão não se manifestou sobre o caso. (Bahia.Ba)

Comente agora

Rui descarta Presidência em 2018: ‘Sou candidato à reeleição ao governo do estado’

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 10:13h
Rui descarta Presidência em 2018: ‘Sou candidato à reeleição ao governo do estado’

O governador Rui Costa descartou a possibilidade de sair candidato à Presidência da República em 2018, como havia sinalizado o Partido dos Trabalhadores na Bahia (entenda aqui). Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (24), o petista disse que quer “abraçar e apertar” os prefeitos e lideranças da Bahia, e ser candidato à reeleição. “Eu sou candidato, se Deus me permitir, à reeleição ao governo do estado da Bahia. Quem muito abraça, pouco aperta”, resumiu Rui. Questionado sobre um nome capaz de unificar os interesses, o governador evitou especular quem seria a pessoa ideal. Isso porque entre esta semana e a próxima, os governadores do país deverão se reunir para discutir um posicionamento. “Não é fugindo da resposta. Tenho minhas convicções, minhas ideias, mas é porque como eu estou articulando essa reunião, se eu encampar publicamente uma posição, perco a capacidade junto com outros governadores de aglutinar uma reunião”, justificou.

Comente agora

Aécio chorou semanas antes de ser afastado do Senado

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 09:04h
Aécio chorou semanas antes de ser afastado do Senado

Semanas antes de ser afastado do cargo de senador, Aécio Neves (PSDB-MG) chorou na casa do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), de acordo com a colunista Mônica Bergamo. O tucano já era investigado em cinco inquéritos da Lava Jato. O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de cinco inquéritos para investigar fatos relacionados ao senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), presidente do partido. Segundo a Procuradoria-Geral da República, autora do pedido, dois delatores da Odebrecht apontaram, por meio de declaração e prova documental, que, em 2010, "vantagens indevidas" no total de R$ 5,5 milhões, a pedido de Aécio, "a pretexto de campanha eleitoral" ao governo de Minas de Anastasia.

Comente agora

Ex-deputado Sandro Mabel pede demissão e deixa governo Michel Temer

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 08:27h
Ex-deputado Sandro Mabel pede demissão e deixa governo Michel Temer

Um dos assessores que despachavam do terceiro andar do Palácio do Planalto - mesmo pavimento do gabinete presidencial - o ex-deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) pediu demissão na noite desta terça-feira (23) ao presidente Michel Temer. Mabel ajudava o governo na interlocução com o Congresso Nacional e com empresários. Segundo a jornalista Andréia Sadi, do portal G1 e da Globo News, assessores de Temer afirmam que Mabel era um dos interlocutores do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) junto ao governo, principalmente, durante o processo de cassação do ex-presidente da Câmara.

Comente agora

Deputado Rodrigo Pacheco retira PEC das eleições diretas da pauta da CCJ

Política  Postado por Anacley Souza - 24/05 07:05h
Deputado Rodrigo Pacheco retira PEC das eleições diretas da pauta da CCJ

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), retirou da pauta desta quarta-feira (24) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 227, que estabelece eleições diretas para o caso de vacância da Presidência da República. O projeto de autoria do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) foi apreciado pela comissão nesta terça, mas acabou não tendo seu relatório colocado em votação. Isso porque a base aliada obstruiu um requerimento que buscava a inversão da pauta da CCJ. A iniciativa da oposição tinha o objetivo de colocar a PEC 227 como primeiro item para análise. Ao final da sessão, Rodrigo Pacheco convocou nova sessão da CCJ para esta quarta-feira, às 10h, mas não incluiu o item na pauta, o que irritou deputados do PSOL e do PT.

Comente agora

Aécio diz que é 'vítima de armação' e que não ganhou dinheiro com política

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 21:25h
Aécio diz que é 'vítima de armação' e que não ganhou dinheiro com política

senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou um vídeo nesta terça-feira (23), por meio da assessoria de imprensa, no qual diz que é “vítima de uma armação” e que não ganhou dinheiro com a carreira política. Esta foi a primeira declaração de Aécio após a divulgação da delação premiada de executivos do Grupo JBS. Antes do vídeo, Aécio só havia se manifestado por meio de notas de advogados e da própria assessoria. Na delação, o empresário Joesley Batista – um dos donos do frigorífico JBS –, entregou uma gravação de 30 minutos na qual o senador e então presidente nacional do PSDB pede R$ 2 milhões para, supostamente, pagar a defesa dele na Operação Lava Jato. Após a divulgação da delação, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato, afastou Aécio do mandato de senador a pedido do Ministério Público Federal. O MPF chegou a pedir ao Supremo Tribunal Federal a prisão de Aécio, mas Fachin rejeitou o pedido. “Essa armação me tornou, hoje, alvos de acusações e de suspeitas e levou a medidas injustificáveis, como a prisão de meus familiares, que não cometeram nenhum ato ilícito”, afirmou. “Há cerca de dois meses, eu pedi à minha irmã, Andrea, que procurasse o senhor Joesley e oferecesse a ele a compra de um apartamento onde minha mãe vive há mais de 30 anos, herança de seu ex-marido e que havia sido colocado à venda. Com parte desses recursos eu poderia pagar a minha defesa em inquéritos que, tenho certeza, serão arquivados. E fiz isso porque não tinha dinheiro. Não fiz dinheiro na vida pública”, justificou o senador afastado no vídeo divulgado.

 

Comente agora

Vereador do RS diz que nordestinos 'não sabem falar', mas se unem 'para roubar'

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 20:43h
Vereador do RS diz que nordestinos 'não sabem falar', mas se unem 'para roubar'

Uma vereadora da cidade de Farroupilha (RS) afirmou durante a sessão da Câmara Municipal desta segunda-feira (22) que os nordestinos “sabem muito bem se unir para roubar” e não sabem fazer política. A fala de Eleonora Broilo (PMDB) foi proferida durante uma discussão sobre corrupção. Em outro momento do discurso, considerado preconceituoso, a peemedebista diz que os nordestinos “não sabem falar muito bem, mas sabem roubar que é uma maravilha”. “Primeiro, em relação a nordestino saber fazer política, não sei se eu concordo muito. Eu acho que os nordestinos sabem muito bem se unir para roubar. Eles sabem para ganhar propina. Eles sabem se unir para aumentar a corrupção. Isso eu acho que eles são donos. Isso eu concordo, plenamente. Talvez eles até não sabem falar muito bem, mas sabem roubar que é uma maravilha. Isso eu concordo”, declarou.

Comente agora

Após bate-boca, comissão dá como lido relatório da reforma trabalhista e encaminha votação

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 20:12h
Após bate-boca, comissão dá como lido relatório da reforma trabalhista e encaminha votação

O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), considerou como lido na tarde desta terça-feira (23) o parecer de Ricardo Ferraço (PSDB-ES) sobre a reforma trabalhista em que o tucano sugere a aprovação do projeto. A decisão de Jereissati, confirmada pela secretaria da CAE, foi tomada apesar do texto não ter sido lido, por conta de um bate-boca na sessão. Após a apresentação do parecer, houve uma discussão entre parlamentares da base aliada e da oposição, o que fez com que sessão fosse suspensa por Tasso Jereissati por cerca de uma hora. O bate-boca começou depois que a oposição apresentou um pedido para adiar a leitura do relatório de Ferraço, que foi rejeitado por 13 votos a 11. Houve então protestos e os senadores começaram a discutir mais uma vez o adiamento da leitura do relatório. Durante a confusão, enquanto o senador Jereissati se preparava para passar a palavra para Ferraço fazer a leitura, Lindbergh Farias (PT-RJ) foi em direção ao relator dizendo que a oposição não ia permitir a leitura.

Comente agora

Bolsonaro admite ter recebido caixa dois da JBS: 'Qual partido não recebe propina?'

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 19:11h
Bolsonaro admite ter recebido caixa dois da JBS: 'Qual partido não recebe propina?'

Como delatado à Procuradoria-Geral da República (PGR), a JBS fez doações a 28 partidos. Dentre eles, o PP, em que 71% dos deputados e 43% dos senadores foram financiados pelo grupo empresarial. Em alguns casos, de forma ilícita, como confessado pelo deputado federal Jair Bolsonaro. "Partido recebeu propina sim, mas qual partido não recebe propina?", minimizou em entrevista à Rádio Jovem Pan. "Eu sabia que era dinheiro da Friboi. Disse que não queria o dinheiro. (...) Meu partido tem R$ 5 milhões por mês de fundo partidário e me passam R$ 200 mil. Acha que estou na pedalada? Por que você não me responde o que Alberto Yousseff falou na delação? Que dois deputados do PP não pegaram dinheiro da Petrobras. Um fui eu. Queria que eu fizesse o que? Teve mais também, na ação do Mensalão, teve o caso de Joaquim Barbosa. Ele leu seu voto e leu meu nome, disse que fui único da base aliada que não fui comprado pelo PT. Isso não conta?", retrucou o deputado conservador, pedindo para que não fosse rotulado de corrupto. Bolsonaro se elegeu pelo PP do Rio de Janeiro, mas hoje integra o PSC.

Comente agora

Aliados cogitam cassação de Temer e avaliam nomes para Presidência

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 18:13h
Aliados cogitam cassação de Temer e avaliam nomes para Presidência

A cassação da chama Dilma-Temer já é prevista por aliados do presidente Michel Temer. Eles admitem, reservadamente, que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) possa cassar a chapa formada por Dilma e Temer na eleição de 2014. Em entrevista ao Blog da Andreia Sadi, do G1, ministros disseram que Temer não cogita renunciar ao cargo e não está preocupado com a possibilidade de sofrer impeachment, pois cabe ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliado do presidente, analisar os pedidos. No entanto, embora Temer tenha se mostrado resistente ao período de crise em seu governo, aliados do presidente admitem que o "fator Rocha Loures" e a prisão do ex-vice-governador do DF Tadeu Fillipelli (PMDB) complicam a governabilidade do peemedebista. Segundo a avaliação dos assessores de Temer, três dos sete ministros do TSE votariam pela cassação da chapa. Diante da possibilidade de cassação, aliados do presidente discutem nomes para assumir o governo, em caso de eleições indiretas, como prevê a Constituição. Rodrigo Maia e Henrique Meirelles são os principais citados.

Comente agora

MPF pede condenação de Cabral por corrupção e 114 atos de lavagem de dinheiro

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 12:06h
MPF pede condenação de Cabral por corrupção e 114 atos de lavagem de dinheiro

O Ministério Público Federal do Paraná apresentou na noite desta segunda (22) as conclusões dos procuradores sobre processo da Lava Jato que tem como alvo o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB-RJ). O MPF requereu a condenação de Cabral pelos crimes de corrupção passiva e por 114 atos de lavagem de dinheiro. Segundo informações do portal G1, os procuradores acusam o peemdebista de receber propina da Andrade Gutierrez em troca de contratos de obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Os procuradores afirmam que o ex-governador solicitou a propina, em conjunto com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, pediu propina aos empreiteiros e indicou pessoas de confiança para receber os valores. O MPF também recomendou a condenação da ex-primeira dama Adriana Ancelmo e outras três pessoas.

Comente agora

Setores do PT querem permanência de Michel Temer para Lula deixar de ser foco da mídia

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 10:44h
Setores do PT querem permanência de Michel Temer para Lula deixar de ser foco da mídia

A permanência de Michel Temer na Presidência da República é vista como positiva para alguns setores do PT. Embora publicamente o discurso seja outro, há um grupo que veem benefícios para a legenda no desgaste do peemedebista. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, os holofotes sobre a situação de Temer tiram o foco da mídia no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com isso, o partido cresceria nas ruas ao radicalizar o discurso e sugerir eleições diretas. Por outro lado, também é avaliado que com Temer fora do cargo e sem foro privilegiado, a apostaria maior na condenação de Lula. Neste caso, o ex-presidente petista não poderia argumentar que foi perseguido politicamente.

Comente agora

Risco de derrota dita mudança de tática de Temer

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 10:11h
Risco de derrota dita mudança de tática de Temer

A mudança da estratégia jurídica de Michel Temer começou a ser discutida no fim de semana, quando o presidente percebeu que um julgamento desfavorável do pedido de suspender o inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) poderia ser uma sentença de morte e decretar o fim antecipado de seu governo. Depois que as cúpulas do PSDB e do DEM tomaram o veredicto do plenário do STF - antes marcado para esta quarta-feira, 24 - como parâmetro para a decisão de permanecer ou não na base aliada, Temer viu que a tática até então estabelecida havia se tornado uma armadilha.

Comente agora

Perito contratado por Temer diz que gravação é “imprestável como prova”

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 09:01h
Perito contratado por Temer diz que gravação é “imprestável como prova”

O perito Ricardo Molina, contratado pela defesa do presidente Michel Temer, afirmou que a gravação feita pelo empresário Joesley Batista de sua conversa com o presidente, entregue ao Ministério Público Federal (MPF) no acordo de colaboração premiada, é “imprestável como prova”. Ele concedeu entrevista coletiva no fim da tarde de hoje (22) e disse que o áudio entregue pelo empresário “está completamente esburacado”. Molina explicou que a gravação foi feita em qualidade muito baixa e o áudio apresenta descontinuidades. Ou seja, não é possível, segundo o perito, afirmar que não houve edição no áudio.

Comente agora

Rocha Loures entrega mala com R$ 500 mil na sede da PF, em São Paulo

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 08:11h
Rocha Loures entrega mala com R$ 500 mil na sede da PF, em São Paulo

O deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) entregou, na sede da Polícia Federal (PF), na noite de segunda-feira (21), em São Paulo, a mala com R$ 500 mil. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. Na última vez que havia sido vista, a mala estava com Loures em um estacionamento em São Paulo, em 28 de abril. No local, ele entrou correndo em um táxi. A mala com o dinheiro faz parte de uma das ações controladas que decorreram da delação da JBS. Proprietário do frigorífico, Joesley Batista afirma que Loures foi indicado pelo presidente Michel Temer para tratar de assuntos de interesse da empresa junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Comente agora

PF cumpre mandados de prisão contra Arruda e Agnelo Queiroz, ex-governadores do DF

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 07:52h
PF cumpre mandados de prisão contra Arruda e Agnelo Queiroz, ex-governadores do DF

A Polícia Federal cumpre mandados de prisão na manhã desta terça-feira (23) contra os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz e contra o ex-vice-governador Tadeu Filippeli. A operação tem base em delação premiada da Andrade Gutierrez referente a um esquema de corrupção envolvendo as obras do estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). As obras foram orçadas em cerca de R$ 600 milhões, mas custaram R$ 1,575 bilhão em seu encerramento, em 2014. Além de Arruda, Queiroz e Filippeli, agentes públicos, ex-agentes públicos, construtoras e operadores de propina que agiram durante as três últimas gestões estão entre os alvos da operação desta terça. A Polícia Federal acredita que agentes públicos, por meio de operadores de propinas, tenham realizado conluios e simulado procedimentos previstos em edital de licitação.

Comente agora

MPF e J&F retomam negociações para acordo de leniência

Política  Postado por Anacley Souza - 23/05 07:06h
MPF e J&F retomam negociações para acordo de leniência

O Ministério Público Federal (MPF) informou que retomou as negociações sobre o acordo de leniência com a holding J&F, controladora da empresa JBS. O acordo deveria ter sido fechado na semana passada, mas a empresa não concordou em pagar R$ 11 bilhões em dez anos, valor proposto pelo MPF para que o grupo não seja alvo das ações na Justiça. O acordo ocorre no âmbito da Operação Greenfield, da Polícia Federal, que investiga fraudes em fundos de pensão. Durante as primeiras tratativas, a J&F ofereceu duas contrapropostas de R$ 1 bilhão e outra de R$ 1,4 bilhão, mas ambas foram rejeitadas pelos procuradores.A possibilidade de acordo de leniência está prevista na Lei Anticorrupção (12.846/13) e prevê como parâmetro para cobrança de multa o percentual de 0,1% a 20% em relação ao faturamento da empresa.

Comente agora

PT-BA aposta Rui para presidente em 2018 caso Lula e Wagner estejam impedidos

Política  Postado por Redação Voz da Bahia - 23/05 01:22h
PT-BA aposta Rui para presidente em 2018 caso Lula e Wagner estejam impedidos

Bem avaliado pela população baiana e dado como candidato certo à reeleição em 2018, o governador Rui Costa pode alçar voos ainda maiores no próximo pleito. Se depender do PT-BA, Rui pode deixar o Palácio de Ondina para se tornar o mais novo inquilino do Palácio do Planalto. De acordo com o presidente reeleito da sigla no estado, Everaldo Anunciação, o governo realizado pelo petista tem sido tão bem visto pelo PT nacional que já se começa, aos poucos, a aventar-se o nome dele como candidato à Presidência da República, caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador Jaques Wagner estejam impedidos. Lula é réu em cinco processos, enquanto Wagner – o nome dele é considerado como plano B em uma espécie de “linha sucessória” petista para candidatos em 2018 - foi citado na Operação Lava Jato e pode se tornar alvo de investigações. “A forma como ele se relaciona com a base, compõe o governo, que o governo dele funcionando, isso termina refletindo no PT, fazendo com que o impacto da crise do partido aqui na Bahia seja menor. Por isso que o nome dele já vem sendo até falado no partido. Depois de Lula, a candidatura de Jaques Wagner e depois a candidatura de Rui. A influência dele, nacionalmente, já é comentada”, afirmou Everaldo, em entrevista ao Bahia Notícias. Entretanto, o dirigente estadual destacou que as menções ao governador são incipientes e ressaltou que Rui é o candidato petista para o governo do Estado em 2018, enquanto o partido deve apostar no ex-presidente Lula nacionalmente. Nas eleições que confirmar Everaldo como presidente do PT por mais dois anos, a ausência de Rui se tornou alvo de especulações. Diante disso, ele negou um provável afastamento entre o governo e a sigla. “Não há nenhum distanciamento de Rui e PT, de PT com Rui e PT com base aliada. De maneira nenhuma. Nós conversamos. Ele ficou em dúvida, disse que não queria se envolver, não influenciar. Ele tomou o cuidado de buscar unidade e não se envolver”, rebateu.

Comente agora

Eventual candidatura de Cármen Lúcia é vista com reservas pelo STF

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 21:29h
Eventual candidatura de Cármen Lúcia é vista com reservas pelo STF

A eventual candidatura da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, à Presidência da República, por eleições indiretas no Congresso, é vista com ressalvas pelos integrantes da corte. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, com a crise que abala o governo do presidente Michel Temer, após a delação da JBS, o nome dela tem sido considerado como opção por partidos como o PSDB. Em entrevista à coluna, um dos magistrados afirmou que se Temer sair do cargo e Cármen Lúcia vier a ser candidata, poderia passar uma impressão de que houve uma movimentação do Supremo para esse desfecho, o que afetaria a credibilidade do tribunal. Outros dois magistrados acreditam que ela nem mesmo poderia concorrer, devido à regra de desincompatibilização, que exige que candidatos deixem cargos públicos seis meses antes de uma eleição. Não há norma específica, no entanto, referente a uma eleição presidencial indireto após afastamento de dois presidentes, algo inédito na história do país. Um dos integrantes do STF considera também que Cármen Lúcia não teria o perfil e a personalidade adequados para assumir o país em meio à crise atual.

Comente agora

Dilma cancela palestra em Londres sobre “golpe”

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 21:06h
Dilma cancela palestra em Londres sobre “golpe”

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) cancelou na tarde de sexta-feira (19) sua participação em um evento na Escola de Direito do Instituto de Ciências Humanas de Birkbeck, Universidade de Londres, em meio à avalanche de acusações feitas por executivos da JBS em acordo de delação premiada, que levaram o presidente Michel Temer à mais grave crise de seu mandato. Dilma havia confirmado presença em palestras no sábado e nesta segunda-feira sobre o “golpe” do impeachment. A petista justificou à universidade que não poderia viajar para participar do evento – chamado “Foco no funk: golpe sujo” (Focus on the funk: Coup d’ funk) – em razão da crise política no Brasil. Em seu depoimento, Joesley Batista, um dos donos da JBS, disse que comprou por 5 milhões de reais o voto de deputados contra o impeachment de Dilma e revelou a existência de uma conta-propina vinculada a ela e seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, de 150 milhões de dólares em saldo. Surpreendida pelo cancelamento, a organização acadêmica mostrou-se aborrecida ao dar explicações aos estudantes, já que a universidade arcou com as despesas da passagem aérea e acomodação – e Dilma, uma das principais palestrantes do encontro, nem sequer mandou um representante. A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa da ex-presidente, sem sucesso. (Veja)

Comente agora

Lula é denunciado no caso do sítio de Atibaia pela Operação Lava Jato

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 19:19h
Lula é denunciado no caso do sítio de Atibaia pela Operação Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado novamente pela Operação Lava Jato nesta segunda (22). Atingindo a quarta denúncia na força-tarefa, a atual ação do Ministério Público acusa o petista de corrupção e lavagem de dinheiro no sítio de Atibaia (SP). De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, outras 12 pessoas foram denunciadas. Entre elas, Emílio e Marcelo Odebrecht; Leo Pinheiro, da OAS; o pecuarista José Carlos Bumlai e Fernando Bittar, proprietário formal do sítio. A denúncia afirma que o ex-presidente se beneficiou de R$ 1,02 em benfeitorias no sítio. O montante teria sido advindo de contratos das empreiteiras na Petrobras e repassado como vantagem ilícita a Lula. A Procuradoria acredita que o sítio pertence a Lula.

Comente agora

Homem é assassinado a golpes de facão na cidade de Ubaira

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 18:25h
Homem é assassinado a golpes de facão na cidade de Ubaira

Um homem foi assassinado, na manhã desta segunda-feira (22) na comunidade de Mucuri zona rural da cidade de Ubaira. Segundo informações policias, o corpo da vítima identificada pelo prenome ‘Dominguinhos’ foi localizado por populares próximo a uma ponte. O copo da vítima apresentava diversos cortes e membros foram decepados. A autoria e motivação do crime será investigado pela Delegacia de Polícia Civil. O corpo foi encaminhado ao Departamento de Polícia Civil de Santo Antônio de Jesus.

Redação: Voz da Bahia

Comente agora

Análise de áudio citada por Temer tem erro de português e foi feita em programa amador

Política  Postado por Willyam Reis - 22/05 13:13h
Análise de áudio citada por Temer tem erro de português e foi feita em programa amador

Ricardo Caires dos Santos. Esse é o nome do perito judicial responsável pelo laudo citado por Michel Temer (PMDB) no pronunciamento do último sábado (20). Foi Ricardo quem sinalizou supostos cortes na conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, da JBS. No entanto, o jornal O Globo revelou que a ferramenta utilizada é amadora e que o perito não possui total domínio da função. De acordo com a publicação, Ricardo tem participações em programas sensacionalistas e de celebridades e apesar de afirmar que é do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), é um eventual prestador de serviços. Em entrevista ao jornal O Globo, o perito classificou o trabalho como "inicial". "Esse trabalho tem como intuito que outro profissional faça a perícia. E, sobre os pontos que eu mostrei, ele (o outro perito) venha e fale: folha dois é só corte, folha três não dá para ouvir, na folha 33 existe edição. Esse seria o rito para ter a perícia", disse. Ele afirmou ter usado o Audacity.

Comente agora

Testemunha de acusação contra Lula, Delcídio do Amaral será ouvido nesta segunda

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 10:19h
Testemunha de acusação contra Lula, Delcídio do Amaral será ouvido nesta segunda

Ex-senador pelo PT de Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro na tarde desta segunda-feira (22). Ele será ouvido como testemunha de acusação, no âmbito do processo que investiga o suposto pagamento de propina da Odebrecht ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nesse processo, o juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba vai ouvir os depoimentos do ex-presidente da Construtora Camargo Corrêa, Dalto Avancini, e do ex-executivo da construtora Toyo Setal, Augusto Mendonça Neto. Lula é acusado de ter recebido "vantagens indevidas" através da compra de um terreno, em São Bernardo do Campo, e de outro apartamento no mesmo andar do prédio onde já reside. Segundo informações do G1, o terreno seria usado para construir uma nova sede para o Instituto Lula. Já o apartamento é usado como residência para os policiais federais que fazem a segurança do ex-presidente.

Comente agora

FHC aciona Jobim para articular 'sucessão controlada' ex-presidente liga para Temer

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 09:27h
FHC aciona Jobim para articular 'sucessão controlada' ex-presidente liga para Temer

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu neste fim de semana a realização de uma “sucessão controlada”, com um acordo entre todas as forças políticas para chegar a 2018. Segundo informações do jornal O Globo, o tucano afirmou a dois interlocutores ter avaliado que o presidente Michel Temer não conseguirá se manter no cargo. Diante do cenário, ele ligou no último sábado (20) para o ex-ministro e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Nelson Jobim para iniciar a articulação. De acordo com O Globo, a escolha por Jobim, que foi ministro da Defesa nas gestões Lula e Dilma Rousseff, foi feita para permitir uma ponte com o PT. FHC propõe que todos possam se enfrentar nas eleições de 2018, mas que no momento, é necessária a união.

Comente agora

Analista prevê que chance de Temer cair até 2018 é de 100%

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 08:49h
Analista prevê que chance de Temer cair até 2018 é de 100%

A rede de televisão CNBC entrevistou na manhã desta segunda-feira (22) o diretor de pesquisa macro da América Latina da Oxford Economics, Marcos Casarin, que está baseado em Londres, sobre a situação do presidente Michel Temer. "Poucas pessoas acreditam que ele vai ficar até o fim de seu mandato no final de 2018", disse, acrescentando que há uma chance de "100%" de ele sair antes do fim do seu mandato. O canal de notícias salienta que Temer tem estado sob crescente pressão para renunciar desde que novas denúncias de corrupção surgiram, e disse ainda que a nova turbulência política no Brasil reduziu os preços dos ativos, com as estatais de petróleo, Petrobras, e do Banco do Brasil sendo as mais atingidas.

Comente agora

'Renunciar seria admissão de culpa. Se quiserem, me derrubem', diz Temer a jornal

Política  Postado por Anacley Souza - 22/05 07:11h
'Renunciar seria admissão de culpa. Se quiserem, me derrubem', diz Temer a jornal

O presidente Michel Temer, disse, em entrevista à “Folha de S.Paulo”, publicada nesta segunda-feira (22) , que foi ingênuo ao receber o empresário Joesley Batista, dono da JBS, e repetiu que não vai renunciar diante da maior crise de seu governo. “Se quiserem, me derrubem”, afirmou. Segundo ele, renunciar seria “admissão de culpa”. O presidente afirmou que não está politicamente perdido. “Eu vou revelar força política precisamente ao longo dessas próximas semanas com a votação de matérias importantes. Tenho absoluta convicção de que consigo. É que criou-se um clima que vai ser um desastre, de que o Temer está perdido. Eu não estou perdido”. O áudio, gravado por Joesley durante conversa com Temer no Palácio do Jaburu, em março, serviu de base para a abertura de um inquérito para investigar o presidente por suspeita de corrupção passiva, obstrução à Justiça e organização criminosa. Temer afirmou que não sabia que Joesley Batista, que o gravou de forma escondida, era investigado, embora o dono da JBS seja alvo de três operações.

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com