As comentadas


Boa noite , Segunda-feira, 20/04/2015









Enquete



Reflita

Blog

Política

20
Abr
Filho de Eduardo Campos descarta seguir carreira política: 'prematuro'
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:16h
O ex-candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) foi homenageado no Fórum de Líderes Empresariais realizado em Comandatuba, no município de Una, no litoral da Bahia. Dois dos quatro filhos do ex-governador pernambucano estiveram presentes no evento: o jovem João Henrique, de 21 anos, e Maria Eduarda, de 22. Eduardo Campos morreu em agosto de 2014, nas vésperas da eleição presidencial, em um acidente envolvendo um jato particular. Em entrevista ao portal iG, João afirmou que é muito cedo para se pensar em seguir os passos do pai na política. "Tenho só 21 anos. Primeiro tenho de me preocupar em terminar minha faculdade. Me formo no ano que vem", afirmou ele. 
Comente agora
20
Abr
PT teme até extinção da legenda após Lava Jato, diz jornal
Postado por: Samile Macedo / 17:08h

Qual a pior consequência que o PT pode ter com a Operação Lava Jato? Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, desta segunda-feira, a cassação ou inviabilização da legenda do partido não é descartada por integrantes da legenda ouvidos pelo jornal. De acordo com a Folha, o partido pode ser penalizado financeiramente e teria que ressarcir os cofres públicos pela corrupção da Petrobras. O valor da multa ainda não foi divulgado, mas pode chegar à cifra de 200 milhões de dólares. O montante, de acordo com a Folha, é calculado pelos próprios petistas com base nos valores que Pedro Barusco, ex-gerente de Engenharia da Petrobras, divulgou em um depoimento de delação premiada à Justiça. Ainda segundo petistas ouvidos pela Folha, se realmente for aplicada, a multa teria o poder de destruir o partido.

A propina - Entre os anos de 2003 a 2013, o PT teria recebido entre 150 a 200 milhões de reais em propina de 90 contratos firmados com a Petrobras, segundo estimativa de Barusco. O cálculo foi feito tendo em vista o que ele mesmo recebeu no esquema de corrupção da estatal. De acordo com o ex-gerente, João Vaccari Neto, ex-tesoureido do partido preso na última quarta-feira, seria o responsável pelo recebimento da propina destinada ao PT. 

Comente agora
20
Abr
Levy diz que medidas fiscais têm como objetivo também melhorar o mercado de trabalho
Postado por: Samile Macedo / 16:38h

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, ressaltou que o ajuste fiscal que foi enviado para o Congresso tem também algumas medidas estruturais que são importantes para o Brasil e incluem discussões sobre o mercado de trabalho. "O que enviamos não é apenas para aumentar receitas, ou cortar gastos, mas também para melhorar o mercado de trabalho", disse ele em um evento nesta segunda-feira (20), em Nova York. "Podemos melhorar o foco do gasto público? Sim, isso é um dos motivos porque estamos mudando os benefícios previdenciários", ressaltou o ministro. Levy afirmou ainda que o objetivo do governo é levar o nível nominal de gasto público para o patamar de 2013, ressaltando que o ano passado não foi um ano bom para as despesas públicas. "É preciso melhorar cada vez mais quais as métricas que temos para medir os gastos e quais são os resultados finais deles", disse o ministro. "Assim, as pessoas podem avaliar como o dinheiro público é gasto." O ministro citou ainda que tem havido importante transferência de renda no Brasil nos últimos anos para as classes mais baixas.

Comente agora
20
Abr
S. A. de Jesus: Dalva nega ter recebido convite do prefeito para assumir secretaria e diz: "Estou na oposição"
Postado por: Samile Macêdo / 16:11h

Recentemente houve rumores de que Dalva Mercês (PSB), a ex- Secretária de Assistência Social na gestão do ex-prefeito de Santo Antônio de Jesus Euvaldo Rosa teria recebido um convite do atual gestor Humberto Leite (PDT) para formar uma aliança política, para assumir a pasta da Secretaria de Educação no município, inclusive um dos edis componentes do grupo de oposição, Délcio Mascarenhas (PP) tomou conhecimento das especulações e relatou que tudo não se passava de fofocas para desgastar Dalva, acrescentando de forma irônica, que tal articulação seria comparada ao senador Aécio Neves (PSDB) de assumir um ministério no governo Dilma (PT) e que ex-candidata a vice-prefeita não colocaria sua reputação nem seu patrimônio político na lata do lixo por se juntar à gestão atual.

Dalva afirma que é oposição: Em entrevista Andaiá FM nesta segunda-feira (20), Dalva negou quaisquer comentários ou diálogos com Humberto Leite sobre a sua suposta ida para a Secretaria de Educação. “Respeito o gestor do município, mas temos projetos políticos diferentes e garanto que não houve nenhum convite. As especulações são mentiras e eu estou cuidando da minha vida”, declarou. A entrevistada relatou que o grupo de oposição, ao qual pertence está abordando aspectos internos e descartou a possibilidade de concorrer nas disputas de 2016 à candidatura de vice-prefeita com o antigo administrador Euvaldo Rosa. Contou ainda, que às vezes é necessário se resguardar e cuidar da própria vida, entretanto, declarou não saber se sairá candidata à prefeita do município em 2016. “O futuro a Deus pertence, esclareço a comunidade que não recebi nem aceitei proposta alguma e faço um pedido: não procurem terceiros para esclarecer aspectos sobre Dalva Mercês, por favor, procurem a Dalvinha e esta estará pronta para dizer se é verdade ou não”, finalizou.

  1. Redação: Voz da Bahia - Samile Macedo

 

Comente agora
20
Abr
Michel Temer, sobre o impeachment: "é impensável"
Postado por: Samile Macêdo / 15:58h

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), disse nesta segunda-feira, em Lisboa, capital portuguesa, que é "impensável" a hipótese do impeachment da presidente Dilma Rousseff. "Eu acho impensável, porque nós temos que ter tranquilidade institucional no nosso país", disse o peemedebista após o encerramento do Seminário Empresarial Brasil-Portugal. "Não podemos abalar as nossas instituições democráticas falando desse assunto. Volto a dizer: é matéria impensável." O vice-presidente disse ainda que suas relações com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), são "as melhores possíveis" e que o correligionário fez uma declaração "extremamente útil" quando disse que não cabe a hipótese de impedimento da presidente da República. No domingo, ao participar de evento empresarial na Ilha de Comandatuba (BA), Cunha afirmou que não aceitaria um pedido de abertura de processo de impeachment com base em fatos ocorridos no mandato anterior de Dilma. "Isto [aceitar o pedido de impeachment] é uma tarefa, digamos assim, do PMDB", afirmou Temer. "O PMDB está nessa posição, e o Eduardo Cunha está retratando precisamente essa posição." 

Comente agora
20
Abr
Bolsonaro busca partido e pretende sair candidato à presidência em 2018
Postado por: Redação Voz da Bahia / 15:50h

O deputado Jair Bolsonaro, conhecido pelas declarações homofóbicas e por ser contra a igualdade salarial entre homens e mulheres porque "elas engravidam", pretende se lançar candidato à presidência em 2018. Porém, para isso, o deputado procura agora um novo partido para se filiar, já que deixou o Partido Progressista. Segundo a Época, ele já recebeu convite do PRB e de uma leva de nanicos. (Metro1)

Comente agora
20
Abr
Jorge Solla chama empresário que deu "bronca" em deputados petistas de "covarde"
Postado por: Redação Voz da Bahia / 15:17h

O deputado federal Jorge Solla (PT) usou a sua conta no Twitter nesta segunda-feira para rebater o presidente do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), João Dórea Jr. Durante fórum no sul da Bahia, neste final de semana, Dórea disse que os senadores e deputados federais do PT que não compareceram ao evento "fugiram do debate". Solla afirmou o que o empre?ario nunca "o convidou para nada" e que "para o debate que eles querem, meus argumentos não parecem interessar". "Seu @jdoriajr é tão covarde na execração que fez em sua festinha para amigos que me ofende por faltar a um evento que sequer fui convidado". Ainda segundo o deputado, não é "elegante partir para a ofensa", já que Dória "assume posição de líder e seria prudente deixar predileções partidárias em 2º plano". (Metro1)

Comente agora
20
Abr
Em críticas à administração atual, empresário diz que S. A. de Jesus é a cidade do ‘faz de conta’
Postado por: Samile Macêdo / 15:09h

O empresário e proprietário dos Postos Uirapuru em Santo Antônio de Jesus, Clóvis Machado que inclusive teve seu nome comentado para se candidatar à prefeitura do município em 2016 e também houve especulações nas quais se afirmava que ele assumiria a presidência do PMDB municipal no lugar do atual ocupante Geraldo Reis, situação que foi descartada pelo vice-presidente do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) da cidade santoantoniense Ernesto Aravena. Clóvis também não deixou de colocar sua opinião acerca da administração atual, expondo várias críticas.

Presidência do PMDB - O empresário relatou que está conversando com o atual dirigente do partido, Geraldo Reis, conhecido como Géo de Peu e num encontro regional da filiação pretenderá falar sobre o assunto, mas afirmou que continua ainda com o PSDB (Partido Social da Democracia Brasileira), reconhecendo a necessidade do diálogo com o Dr. Leonel Cafezeiro a fim de tomar uma decisão. Clóvis não deu muita ênfase ao vereador Albino Martins, membro do partido, visto que segundo ele não tem compromissos de dar satisfações ao edil, pois quem lhe levou para a filiação foi Dr. Leonel, “Bino não me levou para lugar nenhum, me relaciono bem com ele como amigo e como político, a decisão dele não me influenciará em nada”, declarou.  

Avaliação do governo Humberto Leite - O entrevistado, opositor do governo do atual prefeito Humberto Leite (PDT) não deu um bom relato sobre a gestão. “Santo Antônio de Jesus é uma cidade do ‘faz de conta que tô fazendo’ e o povo se contentam com o pouco que é feito. Tenho todo respeito pelo prefeito que aí se encontra, mas esperava mais da administração e a população também, a não ser que a situação venha mudar agora nas eleições, pois o mal dos políticos, incluindo o que administra a cidade neste momento, é deixar para trabalhar nos últimos dias e não logo no começo, pois de início todos ficam de ‘camarote’, fazendo de conta que estão arrumando a casa, sendo que há dinheiro nos cofres para ser aplicado. Se eu me prontificar a ser o prefeito da cidade, vou trabalhar imediatamente após integrar o cargo”, disse. Machado alegou a demora na reinauguração do Centro Cultural, fator que segundo ele contribui para deixar os cidadãos sem cultura, educação e saúde, alegando que critica a administração quando é necessário, a qual precisa também de mais cobrança por parte do gestor para com suas secretarias, e orientou que Humberto descarte o pensamento de que uma reeleição vai servir para melhorar. “Não adianta trabalhar agora pensando em reeleição, pois até hoje não vi gestão de prefeito reeleito que desse certo, em sua maioria os administradores passam a pensar na saída, sabendo que não vai se candidatar mais e não fazem o que deveriam fazer. Acredito que o gestor deve correr e trabalhar muito a fim de que o povo possa agradecer e ficar na história aquilo que o passado não deixou”, concluiu.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
20
Abr
Empresariado dá "bronca" em parlamentares petistas durante fórum no sul da Bahia
Postado por: Samile Macêdo / 14:52h

Os deputados federais e senadores petistas levaram um verdadeiro "pito" do presidente do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), João Dória Junior, durante seu discurso no 14º Fórum de Comandatuba, evento realizado desde sábado (18) em um resort de luxo no sul da Bahia. De acordo com reportagem do Terra, o empresário fez questão de citar os nomes dos 13 senadores e 18 deputados federais do PT que, convidados, não compareceram ao evento. "[Os petistas] Não vieram, fugiram do debate, deixaram de discutir o PT neste fórum com outros que vieram discutir o PT", disse. "A nossa repulsa e o nosso agravo por não estarem aqui - e faria sentido estarem, já que seis partidos estão presentes". Para o presidente do Lide, os parlamentares do PT poderiam ter aceitado o convite "no mínimo para tentar defender o governo da presidente Dilma Rousseff. Não tiveram esta coragem, e isso é grave, se tratando de Poder Legislativo; tem que aceitar o contraditório", argumentou. 

Um comentário
20
Abr
Prefeito promete anunciar medida para ampliar oferta de ônibus 24h em Salvador
Postado por: Samile Macêdo / 12:33h

O prefeito de Salvador, ACM Neto, informou, em entrevista à Tribuna da Bahia, que a administração anunciará nos próximos dias "uma medida que vai avançar muito na oferta do transporte 24 horas". "Eu não posso antecipar porque existem detalhes que estão sendo ultimados, porém é uma decisão que já está tomada", afirmou. Segundo Neto, a medida ainda está sendo afinada com as concessionárias que administram os ônibus coletivos. Neto também disse que espera que, nesta semana, seja resolvido um entrave para o início da licitação das obras do Bus Rapid Transit (BRT), sistema de ônibus mais rápido, na cidade. "Agora nós estamos aguardando a publicação do orçamento geral da União, que foi aprovado há poucos dias. Há uma expectativa que ele seja publicado ainda esta semana. Uma vez publicado, iremos de imediato licitar a obra do BRT", acredita. (Metro1)

Comente agora
19
Abr
Vice-presidente do PMDB de S. A. de Jesus nega que Clóvis Machado irá assumir a presidência do partido
Postado por: Anacley Souza / 22:45h

Ernesto Aravena, conhecido “Chileno”, vice-presidente do PMDB de Santo Antônio de Jesus concedeu entrevista ao repórter Marcus Augusto Macedo do Portal Voz da Bahia e falou a respeito do meio político municipal e da possível mudança do empresário Clóvis Machado, do Posto Uirapuru do PSDB para a nova sigla. Especulou-se que além da mudança do empresário, o mesmo assumiria a presidência do partido no município no lugar de Geraldo Reis, conhecido Géo de Peu e se manter como oposição ao prefeito Humberto Leite (PDT). Sobre esses assuntos, Ernesto disse que tomou como surpresa a informação que de Clóvis seria o novo chefe do partido, “informado como deveria eu não fui e fiquei impressionado ao ler uma matéria onde afirmava que o empresário assumiria a presidência no município no lugar de Geraldo”, disse. Chileno salientou que após o comunicado, reuniu-se com a cúpula Pemedebista para discutir o assunto e que no evento ficou claro que, pode ser que alguns nomes, além de Carlos Machado, conhecido Coque venha integrar a sigla, “recepcionaremos de braços abertos quem vier. Existe a intenção de Clóvis entrar no partido e foi confirmado. Só que a informação de que ele assumiria a presidência não é verdadeira. Ele irá seguir a militância mais não está predisposto a assumir algum cargo ou pré-candidatura”, rebateu. Ainda de acordo com o vice, ele conversou bastante com Geraldo Reis e esclareceu todas as dúvidas sobre o assunto, “o partido é uma sigla importante. O maior partido a nível nacional e temos que ter responsabilidade. Continuo sendo Beija-flor, na oposição ao prefeito Humberto e milito no PMDB sendo leal a legenda”, declarou. 

Quem disse que Clovis assumiria a presidência do PMDB de SAJ? Indagado se ele conhecia o autor do boato e de sua repercussão, Aravena informou que nos últimos dias, um jovem, o qual não identificou, abandonou o partido para seguir o PSDB, partido qual Clóvis Machado segue, “de fato o empresário foi convidado para integrar nossa sigla. Pode ser que haja conflitos internos e que a notícia tenha sido espalhada de forma maldosa. O PMDB passará sim por mudanças em sua diretoria, mas não há nada definido. Não iremos lançar uma pré-candidatura de Machado com apenas um ano e cinco meses para a próxima eleição. Não sabemos qual será as regras do jogo. Ninguém sabe o que vai acontecer”, afirmou. Ainda em entrevista, Chileno comentou a respeito da indisposição de Geraldo Reis com a política.

Géo sem interesse a candidaturas: Citando as qualificações de Reis e de sua articulação, Aravena disse que apenas o esfriamento de Géo de Peu é caso ele venha assumir uma candidatura a prefeito ou vereador afastando a ideia de que este, por sua vez abandone o cargo de presidente da sigla, “ele não vai abandonar o partido, isso já foi esclarecido. Só não posso permitir que ele deixasse seu cargo para alguém que esteja chegando já condicionando qual sua posição na casa. Se o Geraldo decidir não ser mais o presidente irá conversar com todo o diretório para encontrar outra solução”, concluiu.

  1. Reportagem e Foto: Voz da Bahia
2 comentários
19
Abr
Na Bahia, FHC diz que movimento por impeachment de Dilma é precipitado
Postado por: Redação Voz da Bahia / 22:07h

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse neste final de semana que seria uma "precipitação" abrir processo de impeachment contra Dilma Rousseff neste momento. A fala do ex-presidente aconteceu no Fórum de Comandatuba, no sul baiano. "Como um partido pode pedir impeachment antes de ter um fato concreto? Não pode!", criticou FHC, segundo a Folha. "Impeachment não pode ser tese. Ou houve razão objetiva ou não houve razão objetiva. Quem diz se é objetiva ou não é a Justiça, a polícia, o tribunal de contas. Os partidos não podem se antecipar a tudo isso, não faz sentido", complementou, sem citar diretamente seu partido, o PSDB. O PSDB encomendou pareceres de juristas sobre a viabilidade de se pedir o impeachment de Dilma Rousseff. Um dos motivos poderia ser possíveis irregularidades em manobras fiscais feitas pelo governo em 2014, para "fechar as contas" do ano. FHC também rebateu afirmação do ministro Luís Inácio Adams, da advocacia-geral, de que essas manobras também foram feitas pelo governo tucano. "Eu não sei essa mecânica do dia a dia, mas duvido que tenha havido alguma coisa desta magnitude. Certamente não. E, se foi feito, foi errado. Um erro não justifica o outro", disse FHC. (Correio)

Comente agora
19
Abr
Provas são suficientes para manter Vaccari Neto preso, afirma MPF
Postado por: Redação Voz da Bahia / 19:06h

De acordo com uma avaliação do procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, chefe da força-tarefa de nove integrantes do MPF na Operação Lava-Jato, responsável por investigar esquemas de corrupção na Petrobras, há provas documentais e indícios que comprovem que o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto deva permanecer preso. Segundo uma reportagem do jornal Correio Braziliense, Lima refuta a tese de que as acusações contra o ex-chefe do caixa do PT se baseiam apenas na palavra de criminosos. Segundo o MPF, após realizarem o acordo para reduzirem suas penas, cinco delatores disseram que Vaccari sabia que o dinheiro recebido como doação eleitoral oficial vinha de esquemas de corrupção na estatal. Seriam eles os executivos Eduardo Leite, da Camargo Corrêa; Augusto Mendonça, da Setal; o ex-gerente da estatal Pedro Barusco; o ex-diretor da petroleira Paulo Roberto Costa; e o doleiro Alberto Youssef. "Temos cinco colaboradores independentes e que não participam das mesmas relações e mesmos esquemas", disse Lima, na semana passada, quando a Polícia Federal prendeu Vaccari e o colocou na carceragem ao lado de acusados do núcleo político do caso: os ex-deputados André Vargas, Luiz Argôlo e Pedro Corrêa.

Comente agora
19
Abr
FHC ironiza PT sobre decisão de não aceitar doações privadas
Postado por: Anacley Souza / 15:46h

Principal estrela do Fórum de Comandatuba – evento que reúne políticos e empresários, anualmente, em um hotel de luxo no sul da Bahia -, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) distribuiu farpas ao PT e classificou como “jogada política” o anúncio do partido de que não aceitará mais doações de empresas privadas . “Depois da porta arrombada, querem fechá-la? Não dá, né?”, ironizou. O anúncio de que as doações de pessoas jurídicas não serão mais aceitas foi feito pela executiva nacional petista na última sexta-feira – quando o PT também anunciou o novo tesoureiro, o ex-deputado Marcio Macedo, depois de o ex-ocupante do cargo, João Vaccari Neto, ser preso pela Polícia Federal dentro da Operação Lava Jato. Para o tucano, que é também presidente de honra do PSDB, o fim das doações empresariais não pode ser entendido como forma de se acabar com casos de corrupção como o petróleo, alvo da Lava Jato, nem como o mensalão, pelo qual outro tesoureiro petista, Delúbio Soares, também acabou preso. “É uma proposta fora de momento; eles [petistas] têm que primeiro explicar se teve um abuso no uso de recursos públicos nas campanhas”, opinou. “Isso é jogada politica”. Por outro lado, indagado se o PSDB também adotaria o fim de recursos empresariais, o ex-presidente foi lacônico: alegou não participar “do dia do partido”, na condição de presidente de honra.

Comente agora
19
Abr
Aécio Neves usou helicóptero do governo para escapar de engarrafamento em Minas
Postado por: Redação Voz da Bahia / 12:14h

O senador tucano e ex-candidato à presidência do país, Aécio Neves, usou helicópteros do governo de Minas Gerais, ao menos cinco vezes, para fugir do engarrafamento em Belo Horizonte. De acordo com a revista Época, ele pegou carona em um avião também do governo mineiro para viajar para Brasília. De acordo com a publicação, as caronas na primeira classe começaram após Aécio deixar o governo de Minas e se estenderam até 2012. Questionado sobre a atitude, o senador afirmou que está tudo dentro da normalidade. (Metro1)

Comente agora
19
Abr
Sem paciência, Dilma não grava programa de rádio oficial há dez meses
Postado por: Anacley Souza / 10:26h

A presidente Dilma Rousseff (PT) não grava o programa de rádio “Café com a Presidenta” há dez meses, desde junho do ano passado. De acordo com a coluna Expressso, da revista Época, isso acontece porque ela não tem paciência para o programa. A última vez foi para defender o “Mais Médicos” das críticas. O padrão é diferente do de Lula, que gravava sempre que tinha uma oportunidade.

Comente agora
18
Abr
PT anuncia que não receberá mais doação de empresas privadas
Postado por: Samile Macêdo / 22:59h

Após dois dias inteiros de reuniões realizadas na sede nacional do partido em São Paulo, o PT anunciou, no fim da tarde desta sexta-feira, que não receberá mais doações de empresas privadas. A medida, de acordo com o presidente nacional Rui Falcão, terá vigência imediata e servirá para "por fim à interferência do poder econômico nas decisões políticas". "Está na nossa resolução: ao mesmo tempo em que lutamos pelo fim do financiamento empresarial, decidimos que os diretórios nacional, estaduais e municipais não mais receberão doações de empresas privadas, devendo essa decisão ser detalhada, regulamentada e referendada pelos delegados e delegadas no 5º Congresso Nacional do PT (previsto para junho)", afirmou o presidente, lendo um trecho do documento produzido nesta sexta. "O partido revitalizará a contribuição voluntária individual de filiados, simpatizantes e amigos. Tais definições são coerentes com nosso estatuto e condizem coerentemente com nossa defesa de uma reforma política democrática que ponha fim à interferência do poder econômico nas decisões políticas. Até hoje vinhamos nos pautando pela lei em vigor. Resolvemos, para combatê-la, deixar de fazer", completou. 

Comente agora
18
Abr
Presidente Dilma publica decreto de homologação de terras indígenas
Postado por: Redação Voz da Bahia / 20:13h

Por meio de decreto da presidente Dilma Rousseff, o Governo Federal irá homologar na próxima segunda-feira (20) três terras indígenas na região norte do país, que totalizam 232.544 hectares. A medida atende a reivindicação de quatro etnias, localizadas nos estados do Amazonas e Pará. Nesta semana, o governo recebeu representantes da Articulação Nacional dos Povos Indígenas. O ministro da secretaria-geral da Presidência, Miguel Rossetto, reafirmou o compromisso com os direitos dos povos indígenas.

Comente agora
18
Abr
Deputados ameaçam deixar PTB em caso de fusão com DEM
Postado por: Redação Voz da Bahia / 00:14h

Os deputados federais do PTB ameaçam uma debandada em massa caso o partido insista em levar adiante uma fusão com o DEM; neste caso, a tábua de salvação está junto ao Solidariedade, que está disposto a abrir as portas para os 23 insatisfeitos com a fusão; caso a debandada geral seja concretizada, o Solidariedade, que integra o bloco de oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff, passará a ter a quinta maior bancada da Casa, agregando 39 parlamentares, enquanto o PTB ficaria reduzido apenas a presidente nacional do partido, Cristiane Brasil (RJ), e ao seu antecessor, Benito Gama (BA). (OGlobo)

Comente agora
17
Abr
Sobre provável convite do prefeito de SAJ a Dalva, vereador diz: “Ela não jogaria sua reputação no lixo”.
Postado por: Anacley Souza / 23:58h

Está sendo divulgada nos bastidores políticos possível aliança ente o prefeito da cidade de Santo Antônio de Jesus, Humberto Soares Leite (PDT) e a ex-vice-prefeita Dalva Mercês (PSB). Especula-se que Dalvinha como é conhecida no meio político vá dirigir uma secretaria. Há pouco mais de um ano para o fechamento da gestão, Leite tem tomado para si vários nomes que antes eram oposição, como o atual secretário de Agricultura, Marcos Có (PP) e Luís do Alto (PP), como presidente da Câmara é agora principal aliado da Administração. Tudo indica que é uma tentativa do gestor de fortalecer o grupo para um embate político nas eleições de 2016, Humberto deve está cooptando peças chaves.

Vereador Délcio rebate as especulações sobre a ida de Dalva para o grupo do prefeito: Em entrevista a Andaiá FM, o vereador Délcio Mascarenhas (PP), que é o principal articulador da oposição diz que a divulgação não passa de boatos infundados e que Dalva jamais aceitaria tal aliança, “Tenho quase certeza absoluta que isto é fofoca para tentar desgastar a Dalva. Ela jamais abandonaria uma trajetória por 11 meses de gestão”, declarou. O edil foi mais fundo em sua prerrogativa e salientou que quando um grupo está depurado sofre desgastes e perde suas forças, mas o fato não ocorre, que para ele, as lideranças se mantém forte e consolidadas. Délcio recordou à última e trágica gestão de Leite e pontuou que, na época foi o único que ficou do lado de Humberto, “ninguém seguiu com ele, todos se afastaram. O único a permanecer e lhe acompanhar por dez anos fui eu”, salientou. Questionado sobre a ida de Joanito Barbosa (PP), que foi vice na gestão Euvaldo Rosa, Mascarenhas disse que vice não ganha voto e que Dalva, diferente de Joanito já foi candidata a prefeita da cidade e perdeu por muito pouco, “Dalvinha teve mais de 20 mil votos no município. Uma articulação como essa seria o mesmo que Aécio Neves (PSDB) assumir um Ministério na administração Dilma (PT). É impensável. Ela não colocaria sua reputação, nem seu patrimônio político na lata do lixo”, concluiu.

  1. Redação: Voz da Bahia
3 comentários
17
Abr
Diretório decide que PT não mais receberá doação de empresa privada
Postado por: Anacley Souza / 20:16h

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, anunciou nesta sexta-feira (17), após reunião do diretório nacional da legenda, em São Paulo, que partido não mais receberá doações de empresas privadas. Falcão afirmou que, antes de implementada, a decisão ainda terá de ser referendada pelo 5º Congresso Nacional do PT, entre 11 e 14 de junho, em Salvador. Segundo o presidente do PT, o partido passará a estudar novas formas de financiamento em substituição às doações de empresas privadas, parcela representativa da arrecadação de fundos da legenda. Entre essas formas, ele falou em ampliar as contribuições voluntárias individuais de filiados e simpatizantes. “Ao mesmo tempo que lutamos pelo fim do financiamento empresarial, decidimos que os diretórios nacional, estaduais e municipais não mais receberão doações de empresas privadas, devendo esta decisão ser detalhada, regulamentada e referendada pelos delegados ao 5º Congresso Nacional do PT”, diz texto da resolução aprovada nesta sexta-feira pelo diretório nacional. "Estamos dizendo que, naquilo que nós controlamos, que são os diretórios do PT, não mais receberemos doações. A maneira como isso vai se dar vai ser feita em junho", declarou Rui Falcão. O presidente do PT disse que foi apresentado nesta sexta-feira um projeto da Secretaria de Finanças que deve ser lançado em 1º de Maio que permite estimular a contribuição de pessoas físicas a partir de R$ 15 e até R$ 1 mil. Para essa campanha serão disparadas mensagens por celular, e-mails e telefonemas.

Comente agora
17
Abr
Baiano é o novo tesoureiro do PT
Postado por: Anacley Souza / 18:26h

O Partido dos Trabalhadores (PT) definiu, na tarde desta sexta-feira (17/4), quem substituirá João Vaccari Neto na função de tesoureiro da sigla. O nome escolhido foi Márcio Macedo, ex-deputado federal pelo Estado de Sergipe. "É o homem certo para a hora certa", elogiou o deputado federal José Guimarães (PT-CE). Apesar de o político ser pouco conhecido, ele afirmou que a ideia foi bastante discutida entre os colegas para se chegar à decisão. "É um nome novo, uma escolha ponderada." Na véspera da escolha, na quinta-feira (16), o PT chegou a convidar duas figuras importantes dos quadros do partido para a função, da qual Vaccari foi afastado após ser preso pela Polícia Federal, acusado de envolvimento em corrupção na Operação Lava Jato. Vice-presidente da sigla, Alberto Cantalice foi o primeiro a ser convidado para assumir a tesouraria, posto que recusou, segundo fontes ouvidas pelo iG, por aconselhamento da mulher. Após a recusa, o deputado estadual José Américo (PT-SP) se tornou o nome mais indicado. Entretanto, ele também optou por não aceitar o posto. Nascido em Esplanada, interior da Bahia, Macedo tem 44 anos e, além de deputado federal, foi diretor do PT Estadual em Aracaju (SE). Graduado em Ciências Biológicas, ele foi eleito legislador em 2010 com pouco menos de 60 mil votos. Assessor especial da presidência e presente à reunião, Marco Aurélio Garcia não comentou a indicação do tesoureiro, mas defendeu que o PT coloque em prática o fim das doações empresariais. "Um partido que tem um milhão e 700 mil filiados e alguns milhões de eleitores pode perfeitamente se auto financiar", disse ele Garcia ainda comentou a ofensiva tucana de usar manobras fiscais do governo com vistas ao impeachment de Dilma Rousseff. "Isso nem é problema do PT. E um problema do governo. O Advogado Geral da União já disse que não tem procedência isso. Eles estão esperneando. Isso é normal."

Comente agora
17
Abr
A pedido de Feliciano, comissão da Câmara vai ouvir nove "ex-gays"
Postado por: Redação Voz da Bahia / 16:36h

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, composta em sua maioria por parlamentares considerados conservadores, propôs uma audiência pública para ouvir nove pessoas que teriam mudado a orientação sexual com o tempo, deixando de ser homossexuais. A proposta, de autoria do Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), foi aprovada na comissão por 10 votos a 6 e ainda não tem data para ocorrer. Como justificativa, Feliciano afirma que os chamados "ex-gays" são alvos de discriminação e apontados, por seus antigos "pares homossexuais", os companheiros, como fingidores e, os heterossexuais, dizem que eles estariam se "dissimulando". "Assim, os homossexuais e os heterossexuais consideram os ex-LGBTTs mentirosos, dissimulados e até mesmo doentes mentais", afirmou o parlamentar. Dos nove convidados a participar da audiência, cinco são homens e quatro mulheres. O grupo é composto por três pastores, um cantor evangélico, uma missionária, uma psicóloga e um estudante de psicologia. Para o deputado, programas de TV vêm tratando os ex-homossexuais como pessoas caricatas e que enganam a sociedade, sobretudo os seus respectivos cônjuges.

Comente agora
17
Abr
Bico premiado: fala de Argôlo na Operação Lava Jato deixa políticos baianos apreensivos
Postado por: Redação Voz da Bahia / 16:35h

O depoimento do ex-deputado federal Luiz Argôlo (SD-BA), iniciado nesta quinta-feira (16) e finalizado nesta sexta (17), está deixando amedrontada a cena política baiana. Segundo informações chegadas ao Bahia Notícias, Argôlo teria contado muito além das expectativas iniciais, demarcando ligações entre figurões da política baiana – prioritariamente ligados ao PP – e o escândalo de desvios de recursos por intermédio do doleiro Alberto Youssef. A revolta do ex-progressista (hoje solidário) seria resultado de uma promessa não cumprida: em troca do silêncio, Argôlo não seria preso na Operação Lava Jato. Além dele, outros ex-deputados baianos, a exemplo de Mário Negromonte, atual conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), e João Leão, vice-governador da Bahia, e o deputado federal Roberto Britto (PP-BA) foram arrolados no processo, encaminhado pelo juiz Sérgio Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF). (BN)

Comente agora
17
Abr
Governador assina ordem de serviço para ampliação do sistema de água em Conceição da Feira
Postado por: Samile Macêdo / 15:20h

O governador do estado, Rui Costa (PT), assinou na manhã desta sexta-feira (17) a ordem de serviço para o inicio das obras de ampliação do sistema de abastecimento da cidade de Conceição da Feira, na região de Feira de Santana. Segundo o governo, mais 1.920 moradores serão beneficiados com a medida. A implantação da rede de dez mil metros atende 455 ligações domiciliares nas localidades de Gravatá, Baixinha da Pindobeira e Onze Mil Virgens. De acordo o Executivo estadual, o investimento é superior a R$700 mil, com recursos próprios da Embasa, empresa vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS). A previsão é que a obra seja finalizada em seis meses. Na comunidade de Cajazeiras, foram investidos R$ 228 mil no novo sistema de distribuição de água do povoado, que tem cinco mil metros de rede de distribuição e 100 ligações. (Metro1)

Comente agora
17
Abr
Procuradoria afirma que Argôlo colocou mandato à disposição de doleiro
Postado por: Samile Macêdo / 14:37h

A força-tarefa de procuradores da República e delegados da Polícia Federal na Operação Lava Jato afirma que o ex-deputado Luiz Argôlo (SD-BA) colocou seu cargo de deputado à disposição do doleiro Alberto Youssef no esquema de corrupção da Petrobras. De acordo com a Procuradoria da República, o ex-parlamentar recebeu bens, propina e teve contas pagas pelo doleiro, personagem central da Operação Lava Jato. Em documento anexado aos autos da Lava Jato, o Ministério Público Federal diz que Argôlo ‘efetivamente colocou seu cargo à disposição de Alberto Youssef, podendo-se falar em uma verdadeira parceria entre ambos’. Segundo o MPF, na relação havia ‘a constante solicitação de vantagens indevidas por Luiz Argôlo, as quais eram adimplidas por Youssef em troca de uma promessa de influência do ex-parlamentar em favor do doleiro’. Um dos casos investigados fruto da relação do ex-deputado com Youssef é um suposto desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro por meio da empresa Malga Engenharia. Nesta quinta-feira (16), acompanhado por dois advogados, Argôlo iniciou seu depoimento à Polícia Federal. Ele é o primeiro dos três ex-parlamentares presos na 11ª fase da Lava-jato a ser ouvido. (BN/Foto: Agência Câmara)

Comente agora
17
Abr
Vereadora propõe banco de emprego para vítimas de violência doméstica em Salvador
Postado por: Samile Macêdo / 13:42h

Um Projeto de Lei apresentado pela vereadora Cátia Rodrigues (Pros) na Câmara Municipal de Salvador propõe a criação de um banco de empregos para mulheres vítimas de violência doméstica. Conforme a redação do projeto, publicado no Diário Oficial do Legislativo (DOL) desta sexta-feira (17), a estrutura seria ligada à Prefeitura de Salvador. O acesso aos serviços do banco de emprego estaria condicionado à apresentação do boletim de ocorrência expedido pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) e do exame de corpo de delito, em caso de prova material do crime de violência. De acordo com a vereadora, grande parte das mulheres violentadas são economicamente dependentes dos agressores e, por isso, "não procuram o auxílio dos órgãos competentes". "A iniciativa visa a permitir que as mulheres vítimas de violência encontrassem uma nova saída de modo a reestruturarem suas vidas através do trabalho, de uma atividade que permita sua independência financeira e uma forma de sustentarem a seus filhos", justificou a Rodrigues. Caso seja aprovado, o projeto será regulamentado em um prazo de 90 dias pelo Executivo Municipal, após sua publicação. (Bahia Notícias)

Comente agora
17
Abr
‘Rolo compressor’ de Cunha emperra na votação da terceirização
Postado por: Marcus Augusto Macedo DRT 5719 / 11:23h

Desde que virou presidente da Câmara, derrotando em fevereiro a candidatura de Arlindo Chinaglia, patrocinada pelo Palácio do Planalto e do PT, Eduardo Cunha reina absoluto no Congresso Nacional. Até esta semana. Cumprindo uma de suas principais promessas de campanha na disputa pelo cargo, o peemedebista descolou a pauta legislativa do Palácio do Planalto e desengavetou projetos de lei sobre temas como a redução da maioridade penal e a regulamentação da terceirização, evitados há anos pelo Governo petista. Tudo ia bem até o "rolo compressor" do peemedebista encontrar seu limite na complexidade de uma alteração legislativa. Enquanto presidente, Cunha conseguiu imprimir às votações da Câmara um ritmo que há muito não se via na Casa, mesmo contra a vontade do Governo Dilma Rousseff, como ocorreu na aprovação de reajuste a servidores e do orçamento impositivo. A força do peemedebista levou a Câmara a bater seu recorde de votações em 20 anos, com 29 projetos de lei aprovados, segundo levantamento da Folha de S.Paulo. Tudo ia bem até a semana passada, quando o texto-base da regulamentação da terceirização foi aprovada. O presidente da Câmara só não esperava que as emendas ao projeto fossem dar mais trabalho do que o texto principal. O início da votação das emendas já havia sido adiado em um dia, quando os parlamentares começaram a perceber que a pauta não conseguiu reunir apoio popular. Ao EL PAÍS, o deputado Domingos Sávio (PSDB) admitiu que "vários colegas" de partido consideram a medida boa para o país, mas "de maneira patética, afirmam que irão votar contra a proposta por pressão das redes sociais e pelas acusações de estarem ferindo os direitos do trabalhadores”. Segundo o líder tucano na Câmara, Carlos Sampaio, o PT, que se posicionou junto com o PCdoB e PSOL contra o projeto, "venceu a guerra da comunicação" e teria colocado os trabalhadores brasileiros contra a regulamentação.

Comente agora
17
Abr
Vereador do PT de Stº. Antº. de Jesus diz que Prefeitura não respeita os Conselhos Municipais
Postado por: Letícia Oliveira / 10:36h
É preciso haver uma boa relação entre a Prefeitura Municipal e os conselhos dos municípios, porém em Santo Antônio de Jesus parece que os conselheiros têm uma certa dificuldade em conversar e conseguir projetos através do Executivo. Diante dessa situação, o Vereador do PT, Uberdan Cardoso, comentou sobre o fato, em entrevista a Rádio Recôncavo FM, afirmando que há problemas muitos sérios a cerca desse assunto, pois os Conselhos não se sentem contemplados. “Há alguns que nem resposta de ofício tem”, disse, citando como exemplo o Conselho da Mulher, que tem como presidente Ionara Peixoto, que foi até a tribuna da Câmara falar sobre o Pacto de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, e, segundo ela, desde 2013 o documento foi enviado à Prefeitura, mas ainda não foi assinado. Uberdan salientou que os Conselhos se veem órfãos dessa discussão, acrescentando que a Secretária de Ação Social garantiu que terá a Casa da Mulher em maio, mas sentar para discutir com o Conselho ninguém senta. “O poder público não tem discutido com o Conselho da Mulher. Com relação ao Conselho de Cultura é a mesma coisa, temos agora uma dotação orçamentária de R$ 10mi para a Cultura e vai tudo para o São João e o Conselho não é ouvido”, salientou, perguntando: “Será que vão pagar R$ 45mil por noite para limpar banheiro público igual ao ano passado e vão contratar bandas por mais de R$ 150mil ?”. O petista frisou que isso mostra um desrespeito por parte do Município, completando que não é verticalizando a ação que se resolve tudo, pois o aspecto da democracia é se fazer democrático, ou seja, ouvindo a pessoa.
Posição da Câmara de Vereadores:
8 comentários
17
Abr
Líderes da oposição dizem que decisão do TCU abre caminho para impeachment
Postado por: Redação Voz da Bahia / 10:08h

Lideranças dos dois principais partidos de oposição defenderam nesta quinta-feira, 16, que o entendimento do Tribunal de Contas da União (TCU) de que governo incorreu, de fato, em crime de responsabilidade fiscal abre caminho para que seja aberto um processo de impeachment contra presidente Dilma Rousseff. Para o líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), a decisão do TCU é a "fundamentação jurídica" que faltava para que a oposição pudesse entrar com o pedido de afastamento da presidente. "Durante esses últimos meses se discutiu na boca do povo o impeachment e sempre se argumentou que não havia fundamentação jurídica. Essa fundamentação jurídica passou a existir com a decisão do TCU, onde ficou caracterizado o crime de responsabilidade fiscal, que está previsto na Constituição e que é razão para o impedimento do mandato presidencial", afirmou. O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), também defendeu essa tese na tribuna da Casa. "Fica claro que não é a oposição e somente as ruas mostrando suas insatisfações. É o TCU que disse: a presidente praticou crime de responsabilidade. Com esse fato, há espaço para que seja aberto processo contra a presidente na Câmara dos Deputados e haja seu julgamento no Congresso", afirmou. (Estadão)

Comente agora
16
Abr
Mudanças em benefícios trabalhistas estão 'na mão do Congresso', diz ministro
Postado por: Anacley Souza / 22:32h

O ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse nesta quinta-feira, 16, que as alterações envolvendo as Medidas Provisórias 664 e 665, que dificultam o acesso a direitos trabalhistas e previdenciários, estão na "mão do Congresso", que vai encontrar a "melhor forma para o Brasil e para o governo". O texto original que trata do seguro-desemprego aumentava de 6 para 18 meses o mínimo necessário de permanência no trabalho antes da primeira solicitação do benefício. No "meio-termo" acertado com o governo, o tempo mínimo ficou em 12 meses. "Não se trata de dizer que é uma boa ou má proposta, é uma negociação. E a negociação é o possível. Agora está na mão do Congresso", disse Manoel Dias a jornalistas, antes de participar de solenidade no Palácio do Planalto de posse do novo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. "Estamos lá (no Congresso) discutindo, negociando, e a melhor forma que o Congresso encontrar será a melhor forma para o Brasil e para o governo", completou o ministro do Trabalho. Na avaliação do ministro, o adiamento da votação do projeto de terceirização vai permitir "avanços na negociação". Nesta quarta-feira, 15, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não conseguiu valer sua vontade e foi obrigado a adiar a votação para a próxima semana. "Acho que foi bom o adiamento, vai permitir avanços na negociação. Nós podemos melhorar ainda mais o projeto no sentido que precarize o mínimo possível o trabalho", comentou Manoel Dias. Mais cedo, o presidente da Câmara disse que, "sem dúvida", o projeto de terceirização será votado na próxima quarta-feira, 22.

Comente agora
16
Abr
Imbassahy critica Wagner por apoiar Vaccari: "Acobertando os companheiros"
Postado por: Samile Macêdo / 17:59h

O deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB), vice-presidente da CPI da Petrobras, criticou a declaração que Wagner fez sobre o tesoureiro do PT, João Vaccari. O ex-governador da Bahia pregou a permanência do tesoureiro do PT no cargo e no partido, mesmo estando preso, na última quarta-feira(15). Para Imbassahy, o ministro da Defesa deveria ter outra postura. "É impensável que um ministro de Estado defenda alguém que há tempos vem sendo investigado; sobre quem pesam indícios fortíssimos de participação em um grande esquema de corrupção, além de ser apontado pelos principais delatores da Operação Lava Jato como um agente da roubalheira na Petrobras, dentro do PT. Assim funciona esse governo, acobertando os companheiros independentemente da sua culpabilidade", disse o vice-presidente da CPI. (Metro1)

Comente agora
16
Abr
'Galã do Instagram' usava internet para roubar mulheres no AM, diz polícia
Postado por: Redação Voz da Bahia / 17:11h

Um homem de 26 anos foi preso nesta quinta-feira (16) em Manaus, suspeito de aplicar vários golpes. Identificado pela Polícia Civil como "galã do Instagram", Laércio Castro de Oliveira seduzia mulheres em conversas em redes sociais com o objetivo de roubá-las. Segundo a polícia, ele já havia sido preso em São Paulo em novembro de 2014, por documentação falsa. Na capital, ele foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz Henrique Veiga Lima, titular da 9ª Vara Criminal, por volta das 8h30 desta quinta, em uma pizzaria situada no Conjunto Cidadão, bairro Nova Cidade, Zona Norte. Conforme o delegado Titular do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rodrigo de Sá, Laércio Oliveira utilizada a internet e aplicativos com o objetivo de seduzir as vítimas. As mulheres abordadas tinham sempre idades acima de 30 anos. "Laércio levava as vítimas para um determinado local, no veículo dele. Em algum momento do encontro, surgia um outro homem pela porta de trás do passageiro, dizendo que estava armado. Ele ameaçava as vítimas e roubava seus pertences. O golpe era planejado por Laércio com um tio dele, que foi preso em fevereiro de 2014", disse.

Comente agora
16
Abr
Dilma nomeia ex-presidente da Câmara para Ministério do Turismo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 17:07h

Na cerimônia de posse de Henrique Eduardo Alves, no Ministério do Turismo, realizada nesta quinta-feira (16), Dilma Rouseff declarou que o Brasil tem tudo para ser um dos maiores destinos turísticos do mundo e "um dos maiores destinos do próprio povo", disse. Entusiasmada, a presidente acrescentou que o governo já beneficiou mais de 180 mil jovens em 54 cursos no eixo turismo, lazer, hospitalidade e idiomas. "O turismo é uma indústria não poluente, rentável e de imensa importância para a geração de emprego". (Metro1)

Comente agora
16
Abr
Aécio Neves defende fim da reeleição, financiamento misto e parlamentarismo
Postado por: Samile Macêdo / 16:42h

O presidente nacional do PSDB e candidato derrotado à Presidência na última eleição, senador Aécio Neves (MG), defendeu o financiamento misto de campanhas, o fim da reeleição e a ampliação dos mandatos políticos de quatro para cinco anos nesta quinta-feira (16). As propostas foram apresentadas pelo partido na audiência pública da Comissão Especial de Reforma Política, na Câmara dos Deputados. Aécio também defendeu o sistema parlamentarista de governo e apresentou seis itens de consenso do partido sobre a reforma política. "Fomos, no nosso nascimento, e continuamos sendo, um partido parlamentarista. Acredito no sistema parlamentarista de governo como o mais estável e mais avançado", disse. Ele lembrou que a população decidiu pelo presidencialismo em um plebiscito, mas acredita que em algum momento essa discussão amadurecerá e será abordada no Congresso Nacional. Os seis itens apresentados são o fim da reeleição, o posicionamento favorável ao financiamento misto de campanhas, ao voto distrital misto, o fim das coligações proporcionais, a adoção da cláusula de barreira e mudanças na divisão do tempo para propaganda eleitoral nos meios de comunicação. (Metro1)

Comente agora
16
Abr
Avesso a entrevistas, Lula foi capa de revista publicada por editora alvo da Lava Jato
Postado por: Redação Voz da Bahia / 16:33h
Avesso a entrevistas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi capa da edição número 100 da "Revista do Brasil", produzida pela Editora Gráfica Atitude que passou a ser investigada na 12ª fase da Operação Lava Jato. O tesoureiro licenciado do PT João Vaccari Neto é acusado de usar a firma para lavar dinheiro de propina repassada para o PT de empresas com contratos na Petrobrás. Uma fornecedora da Petrobrás repassou ao menos R$ 1,5 milhão para a gráfica a pedido de Vaccari. A revista editada pela Gráfica Atitude também já colocou a presidente Dilma Rousseff na capa na véspera da campanha de 2010. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) puniu a gráfica e a CUT por propaganda ilegal da petista na época quando a disputa era contra o tucano José Serra.  A entrevista exclusiva com o ex-presidente Lula foi publicada a cinco dias do segundo turno da eleição presidencial de 2014. Com a disputa acirrada, o ex-presidente fez críticas ao adversário da então candidata Dilma Rousseff, o senador Aécio Neves (PSDB). Lula não foi questionado pela publicação sobre temas incômodos ao PT ou à campanha de Dilma. 
Comente agora
16
Abr
Aécio: PSDB apresentará auditoria no sistema da urna eletrônica no 2º semestre
Postado por: Samile Macêdo / 14:43h

O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), disse nesta quinta-feira, 16, durante audiência pública na Câmara sobre a reforma eleitoral, que seu partido vai apresentar no segundo semestre o estudo realizado por 30 técnicos contratados pelo partido sobre os dados fornecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Não estamos dando alarde muito grande (ao estudo), porque o objetivo não é questionar o que ficou para trás”, disse o senador, candidato derrotado da última eleição presidencial. Segundo ele, o PSDB quer entender se existem vulnerabilidades no sistema eletrônico de votação para apresentar aos demais partidos. “Nossa ideia é convidar os demais partidos para, a partir do segundo semestre, fazer um grande debate e a apresentação desse trabalho e das eventuais vulnerabilidades constatadas. Isso para que possamos avançar para um sistema que preserve ao eleitor um avanço (a urna eletrônica), mas que garanta minimamente a sua conferência quando a Justiça Eleitoral achar que é necessário”, disse.

Comente agora
15
Abr
"Não quero uma frase em defesa do Vaccari", decreta Dilma
Postado por: Anacley Souza / 22:59h

No fim do ano passado, em uma reunião na Granja do Torto com Rui Falcão, Dilma Rousseff falou, pela enésima vez, cobras e lagartos de João Vaccari Neto. Dilma nunca confiou em Vaccari e, naquela ocasião, reforçou que, por ela, Vaccari devia ser imediatamente retirado da Secretaria de Finanças do partido. Preocupado com a veemência da presidente, Rui Falcão argumentou que a defesa de Vaccari era, no fundo, a defesa do partido – postura que Falcão mantém até hoje e que ficou explícita na nota em defesa do tesoureiro divulgada à tarde. Falcão fez, em seguida, na mesma reunião, um apelo a Dilma. Pediu que ela evitasse criticar Vaccari, mesmo que reservadamente, para que ele não se enfraquecesse ainda mais. Até hoje de manhã, o apelo de Falcão foi atendido. Após ser avisada por José Eduardo Cardozo da prisão de Vaccari, Dilma reuniu os ministros do PT mais próximos a ela e orientou qual seria a postura do governo, "Não quero uma frase em defesa do Vaccari", decretou. (Coluna Lauro Jardim)

Comente agora
15
Abr
'Não cabe a mim', diz Renan ao evitar opinar sobre nomeação de Alves
Postado por: Anacley Souza / 22:16h

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse na noite desta quarta-feira (15) que a nomeação de ministros "é uma decisão da presidente". Ao ser indagado sobre se estaria "satisfeito" com a escolha do ex-presidente da Câmara, o ex-deputado Henrique Alves (PMDB-RN) para o Ministério do Turismo no lugar de Vinicius Lages, apadrinhado político de Renan, o presidente do Senado afirmou: "Não cabe a mim". Ao final da sessão do Senado desta quarta, Renan foi questionado sobre o que achava da indicação de Alves. "Não estou sabendo, não estou sabendo", disse o peemedebista. Diante da insistência dos jornalistas, Renan afirmou que a nomeação de ministros é uma decisão "unicamente" da presidente. Ele disse ainda que o Congresso Nacional não pode ser confundido com "uma ocupação fisiológica de cargos". "Eu tenho defendido menos ministérios. Como pode alguém que defende menos ministérios estar pensando em nomear ministro ou autorizar a nomeação de ministro? Seria uma incoerência e essa incoerência não dá", afirmou. "A decisão da nomeação de ministros é uma decisão da presidente, unicamente dela. É ela que faz uma avaliação e a partir de critérios que ela estabelece, ela nomeia", completou. (Globo)

Comente agora
15
Abr
Dilma nomeia ex-deputado Henrique Alves para o Ministério do Turismo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 21:08h

A presidente Dilma Rousseff nomeou nesta quarta-feira (15) o ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para o comando do Ministério do Turismo. A nomeação foi divulgada por meio de nota oficial. Alves, 66 anos, assume no lugar de Vinicius Lages, que havia sido indicado para o cargo pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Derrotado na eleição para governador do Rio Grande do Norte, Alves era um nome cotado para figurar no ministério que tomou posse junto com a presidente Dilma Rousseff, em 1º de janeiro, mas ele acabou ficando de fora. Ao longo das duas últimas semanas, o vice-presidente da República Michel Temer, presidente nacional do PMDB, disse em diversas ocasiões que Alves seria anunciado ministro. Segundo Temer, Vinícius Lages será “aproveitado” em algum cargo, mas ele não disse em qual. Segundo o Blog do Camarotti, Renan Calheiros teve uma reunião com a presidente Dilma nesta terça, e não fez pedido para acomodar Lages em outro posto. Esta é a sexta troca ministerial da presidente Dilma desde o início do segundo mandato. Roberto Mangabeira Unger assumiu a Secretaria de Assuntos Estratégicos no lugar de Marcelo Néri; Edinho Silva substituiu Thomas Traumann e passou a comandar a Secretaria de Comunicação Social; e Renato Janine Ribeiro assumiu o Ministério da Educação no lugar de Cid Gomes. Além disso, Pepe Vargas deixou o comando da Secretaria de Relações Institucionais – que passou a ter suas funções atribuídas à Vice-presidência – e assumiu a Secretaria de Direitos Humanos no lugar de Ideli Salvatti.

Comente agora
15
Abr
Rui Costa coordena reunião entre governadores do NE e bancada no Congresso Nacional
Postado por: Letícia Oliveira / 21:05h

Os governadores dos estados do Nordeste vão promover, nesta quarta-feira (15), em Brasília, um encontro com os 151 deputados e os 27 senadores que formam a Bancada do Nordeste no Congresso Nacional. Sob coordenação do governador da Bahia, Rui Costa, a reunião, marcada para 8h30, no auditório Nereu Ramos, na Câmara, deve estreitar o posicionamento dos chefes do Executivo com os parlamentares da região. O objetivo é unir forças em torno de projetos em tramitação que são de interesse comum entre os estados. Com o alinhamento, os governadores acreditam que a pauta do Nordeste no Legislativo terá grandes vitórias, dado o peso da bancada.

Comente agora
15
Abr
"Aumento de luz é para pagar conta de eleição de Dilma", diz Aleluia
Postado por: Redação Voz da Bahia / 21:00h

O deputado federal e presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, afirmou nesta quarta-feira (15) que o aumento na conta de luz serve "para pagar a conta da eleição" da presidente Dilma Rousseff (PT). No próximo dia 22, o reajuste de 11,43% passará a valer para todos os baianos. "Os baianos que estão querendo aproveitar o feriadão para relaxar devem se preparar para na volta sofrer mais esta maldade da discípula de Lula", disse Aleluia. Para o democrata, os aumentos consecutivos da energia previstos para este ano são consequência das "barbeiragens" da presidente Dilma na condução do País. "Demagogicamente ela anunciou que baixaria o preço da luz para se eleger e acabou desarrumando todo o setor elétrico num momento crítico. Agora Dilma está impondo um racionamento velado que sacrifica o bolso do pobre cidadão brasileiro", afirmou o democrata. (Metro1)

Comente agora
15
Abr
Ministro das cidades defende novo pacto federativo para ajudar municípios
Postado por: Anacley Souza / 20:04h

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, defendeu nesta quarta-feira (15) a aprovação de um novo pacto federativo como meio de fazer com que os municípios enfrentem suas dificuldades financeiras e possam cumprir metas relacionadas às áreas de saneamento, habitação e desenvolvimento urbano. De acordo com a Agência Câmara Notícias, ele participou da audiência pública da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia. Kassab admitiu que, diante das atuais dificuldades, muitas prefeituras têm recorrida à ajuda federal. “É preciso um pacto federativo, não só com elevação de carga tributária, mas com modelos de parcerias com o capital privado, formas de integração que eliminem a duplicidade de gastos e otimizem os investimentos”, argumentou. O ministro também anunciou para “breve” o lançamento da terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida, que é o carro-chefe da pasta comandada por ele. A previsão é que sejam entregues 6,7 milhões de unidades habitacionais até 2018. Kassab ressaltou, no entanto, que, para o cumprimento dessa meta, é necessária a retomada da estabilidade econômica do País, com a aprovação do ajuste fiscal.

Comente agora
15
Abr
Ministro afirma que Dilma não vetará projeto de terceirização
Postado por: Anacley Souza / 19:46h

O ministro da Secretaria da Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB), afirmou nesta quarta-feira (15) que, se o projeto que regulamenta a terceirização no Brasil passar no Congresso, levando em conta as negociações que vêm sendo feitas com o Executivo, a presidente Dilma Rousseff (PT) não precisaria "se preocupar" com um possível veto integral. Em entrevista coletiva concedida antes de participar de evento na capital gaúcha, o ministro - que compõe o conselho político do governo - praticamente descartou a possibilidade de que Dilma rejeite o projeto de lei integralmente. "Por óbvio, aquilo que a presidente autorizou ser negociado ela não vai vetar. Lá (no Congresso) a palavra tem que ser honrada, então tudo o que for objeto de negociação, que tenha as lideranças do governo envolvidas, por certo não deverá ser objeto de veto", disse. Ontem, em São Paulo, Lula fez um apelo para que Dilma não aprove o projeto de lei 4330, que libera a terceirização para atividades-fim das empresas. Segundo o ex-presidente, esta é uma "questão de honra da classe trabalhadora". "A opinião do ex-presidente Lula sempre é muito respeitada, mas o Congresso Nacional pode ter opinião diferente, e hoje a presidente está negociando com o Congresso Nacional", comentou Padilha ao ser questionado por jornalistas. Ele não descartou que ocorra veto a destaques ou artigos específicos do projeto. "(A presidente) tem na concepção dela as questões, causas e princípios que são inderrogáveis. Nestes casos ela vai vetar sempre", falou. Em outro momento, no entanto, Padilha disse que não é prudente tratar da terceirização baseado em hipóteses e que preferia esperar o assunto "se materializar", depois que passar pelo Legislativo.

Comente agora
15
Abr
Deputado nega saída do PDT da bancada governista
Postado por: Anacley Souza / 19:01h

O PDT pode estar de malas prontas para sair do governo Dilma Rousseff (PT). De acordo com a coluna Expresso, da Época, o partido disse que se o Planalto mantiver os termos atuais das medidas provisórias que dificultam o acesso aos direitos trabalhistas, a sigla deixará a base do governo no Congresso. Segundo o presidente do PDT na Bahia e deputado federal, Félix Mendonça Jr. a conversa é “só boato”. “Hoje mesmo eu estava em um café da manhã com o presidente do partido, Carlos Lupi, e com a bancada em Brasília e não ouvi nenhum comentário assim”, afirmou, em entrevista nesta quarta-feira (15). De acordo com Félix, alguns senadores pediram a retirada do apoio, mas isso não foi discutido. O PDT, atualmente, ocupa o ministério do Trabalho com Manoel Dias. As informações são do Site Bahia Notícias.

Comente agora
15
Abr
Prisão de Vaccari foi também 'prisão preventiva' do PT, diz Aécio
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:16h

Na saída do encontro entre os líderes das manifestações anti-Dilma e presidentes de partidos de oposição, o senador Aécio Neves, revelou que o partido encomendou vários pareceres jurídicos para embasar o possível pedido de impeachment da presidente no Congresso Nacional. O senador evitou, porém, defender imediatamente essa tese, mas sinalizou que os tucanos avançam nesse sentido. "Estamos estudando todas as alternativas possíveis", afirmou. Aécio voltou a comentar a prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, na manhã desta quarta-feira pela Operação Lava Jato. "A prisão de Vaccari foi também a prisão preventiva do PT", disse o senador mineiro e presidente do PSDB. A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados defende majoritariamente que o partido já protocole o pedido de impeachment no Congresso. Mas a proposta ainda encontra resistência por parte dos senadores tucanos. O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) disse que o partido pretende pedir na Justiça a extinção do PT caso seja comprovado que o tesoureiro João Vaccari Neto usou recurso de caixa 2 na campanha presidencial petista de 2014. (MSN)

Comente agora
15
Abr
Padilha ignora apelo de Lula e afirma que Dilma não deve vetar o projeto de terceirização
Postado por: Samile Macêdo / 16:58h

Eliseu Padilha (PMDB), ministro da Secretaria da Aviação Civil, afirmou nesta quarta-feira (15) que se o projeto que regulamenta a terceirização no Brasil passar no Congresso, a presidente Dilma Rousseff (PT) não deve "se preocupar" com um provável veto integral. O ministro que compõe o conselho político do governo, descartou a possibilidade de que Dilma rejeite o projeto de lei integralmente. "Por óbvio, aquilo que a presidente autorizou ser negociado ela não vai vetar. Lá (no Congresso) a palavra tem que ser honrada, então tudo o que for objeto de negociação, que tenha as lideranças do governo envolvidas, por certo não deverá ser objeto de veto", disse Padilha. Em São Paulo, Lula fez o pedido para que Dilma não aprove o projeto de lei 4330, que regulamenta a terceirização para atividades. Conforme o ex-presidente é uma "questão de honra da classe trabalhadora". Entretanto, Padilha ao ser questionado por jornalistas retrucou: "A opinião do ex-presidente Lula sempre é muito respeitada, mas o Congresso Nacional pode ter opinião diferente, e hoje a presidente está negociando com o Congresso Nacional". E acrescentou: "A presidente tem na concepção dela, as questões, causas e princípios que são inderrogáveis. Nestes casos ela vai vetar sempre". (Metro1)

Comente agora
15
Abr
Novo presidente do PTB em S. A. de Jesus será o atual coordenador da Defesa Civil
Postado por: Samile Macêdo / 16:07h

A presidência do Partido Trabalhista Brasileiro em Santo Antônio de Jesus sofrerá alterações. Anteriormente, o PTB local era comandado por Tenison Reis, mas agora pertencerá a Edinaldo Teles dos Santos, popular 'Nadinho Cabelereiro', coordenador de Defesa Civil do município. O novo dirigente do partido relatou que o dirigente regional do PTB e prefeito de Sapeaçu Jenival Lucas, o convidou para assumir o cargo e após reuniões ele aceitou a proposta. "Temos pretensões de somar forças com o grupo para alavancá-lo e conferir uma boa visibilidade ao mesmo por apresentar grandes nomes", disse. O novo chefe do partido relatou que Dr. Tenison ainda não tem conhecimento acerca do fato, mas afirma que ele continuará unido ao partido contribuindo para melhorar o município. Nadinho declarou ainda que o PTB não terá candidatos à Prefeitura Municipal, mas sim concorrentes ao cargo de vereador para ajudar na atual gestão e descartou a possibilidade de deixar do setor de Defesa Civil. "Nadinho não é coordenador, mas está coordenador e quando o Prefeito disser que não ocupo mais o cargo, terei de acatar, mas até o presente momento o gestor tem gostado de nosso trabalho, estamos ajudando a administração e a comunidade carente com novos projetos para trabalhar mais pela cidade", concluiu. 

Redação Voz da Bahia

Um comentário
15
Abr
Mesmo com prisão de Vaccari, Wagner 'não vê' motivo para afastamento dele do PT
Postado por: Samile Macêdo / 15:41h

O ex-governador da Bahia e ministro da Defesa, Jaques Wagner, afirmou que não vê necessidade de afastamento do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, preso na manhã desta quarta-feira (15) pela Operação Lava Jato. De acordo com o jornal O Globo, Wagner não é “a favor da tese que basta uma denúncia para afastar as pessoas”. “Eu não vejo motivo (do afastamento de Vaccari), a não ser se ele for impedido de exercer o cargo dele, até que tenha uma conclusão definitiva do caso. Não sou muito do estilo de que, na suspeita, a gente vá logo afastando as pessoas”, afirmou, ao ressaltar que dava sua opinião como petista e não como governo, uma vez que avalia que há uma independência dos poderes já que a investigação está sendo feita pelo Ministério Público Federal e pela Justiça Federal.

Comente agora
15
Abr
Governo Dilma gastou R$ 9,12 milhões com cartões corporativos em três meses
Postado por: Samile Macêdo / 13:33h

O gasto com cartões corporativos no governo Dilma Rousseff (PT) chegou a R$ 9,12 milhões nos três primeiros meses de 2015. De acordo com o Diário do Poder, a Presidência da República gastou R$ 2,8 milhões, dos quais 90% são sigilosos, sob a desculpa de "garantia da segurança da sociedade e do Estado". A Abin gastou R$ 1,14 milhão em segredo. Os Ministérios da Justiça (com a Polícia Federal) e do Planejamento (com IBGE) gastaram R$ 1,9 milhão e R$ 1,3 milhão, respectivamente. O gabinete do articulador-geral do governo, Michel Temer (PMDB), gastou R$ 130 mil de janeiro a março. Os mais de R$ 9 milhões gastos pelo governo em 2015 representam despesas de apenas 24 dos 39 ministérios do governo Dilma. (BN)

Um comentário
15
Abr
PF diz que há indícios concretos de prática criminosa pelo tesoureiro do PT
Postado por: Samile Macêdo / 13:16h

A prisão preventiva do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi motivada, de acordo com a Polícia Federal (PF) e com o Ministério Público Federal (MPF), pela existência de “indícios concretos” de reiterada prática criminosa assim como pela “comprovação clara” de crimes como lavagem de dinheiro e fraude contra o sistema financeiro. Vaccari nega as acusações. O tesoureiro também é suspeito de operar um esquema criminoso que desviava recursos de publicidade de órgãos públicos por meio de gráficas. Segundo as investigações, essas empresas eram forçadas a emitir notas fiscais falsas para dar legalidade a pagamento de altos valores. “Verificamos o pagamento para uma gráfica com a ausência da prestação de serviço. Isso nós já temos comprovado. São notas bem genéricas, em que constam apenas serviços gráficos”, explicou o procurador Carlos Santos Lima, em entrevista coletiva em Curitiba.

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com