As comentadas


Bom dia , Terça-feira, 24/05/2016








Enquete



Reflita

Blog

Política

24
Mai
Novo líder da oposição na Câmara será definido nesta terça; aliados querem evitar petista
Postado por: Dulce Santana / 10:07h

Uma reunião agendada para as 11h desta terça-feira (24) deve escolher o novo líder da oposição na Câmara dos Deputados. A minoria deve reunir, inclusive, antigos aliados do PT, como o PSOL, que seguia uma tendência independente durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Após o afastamento da petista e chegada de Michel Temer à presidência da República, há uma expectativa de que a liderança oposicionista seja de outra legenda que não o PT. Estariam circulando como opções os nomes de Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Silvio Costa (PTdoB-PE), porém há um esforço da bancada do PT, maior dentre as forças de oposição, em emplacar um integrante da legenda. O indicado, todavia, não chegou a ser colocado para análise dos demais aliados. Segundo o entendimento de parlamentares, a própria escolha de um membro do PSC, André Moura (SE), para ser líder do governo sinaliza que a Câmara tem como prognóstico não criar em âmbito interno uma polarização, o que serviria como argumento para a escolha de uma pessoa não filiada ao PT para liderar a oposição – além do que o trânsito com novos velhos aliados, como o PSOL, seria menos complicado. (BN)

Comente agora
24
Mai
Jean Wyllys é condenado a indenizar procuradora por ofensa na internet
Postado por: Dulce Santana / 09:40h

O deputado federal Jean Wyllys foi condenado a pagar uma indenização de R$ 40 mil por ter ofendido, nas redes sociais, a procuradora aposentada do DF Beatriz Kicis Torrentis de Sordi. A decisão foi da 5ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, que acatou relatório do desembargador Josaphá Francisco dos Santos. Segundo o site Metrópoles, a inédita sentença no âmbito do Judiciário local abre precedente contra a prerrogativa parlamentar de imunidade quando eles emitem opinião, pelo menos nos casos de danos morais. Beatriz Kicis estava no grupo e em uma imagem postada pelo parlamentar em uma rede social. Ofendida, ela entrou com a ação contra o ex-Big Brother. A Justiça brasiliense determinou, ainda, a retirada da publicação (que teve 20 mil curtidas e 6.454 compartilhamentos) nas redes sociais. 

Comente agora
24
Mai
Deputado quer proibir homenagens a pessoas condenadas por corrupção na Bahia
Postado por: Dulce Santana / 08:54h

Um projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa da Bahia prevê a proibição de homenagens a pessoas que tenham sido condenadas por atos de improbidade administrativa ou crime de corrupção. Se aprovada e sancionada pelo governador Rui Costa (PT), a proposta proibirá não apenas as homenagens como medalhas, títulos de cidadania e similares, mas também a nomeação de logradouros públicos. O projeto de autoria do deputado estadual Euclides Fernandes (PSL) também se estende "a pessoas que tenham praticado atos de lesa-humanidade, tortura, exploração do trabalho escravo, violação dos direitos humanos, maus tratos aos animais, ou deles tenham sido historicamente considerado participante". A matéria estima um prazo de um ano para que o poder público faça um levantamento de quantos logradouros se enquadram nas normas e quais precisam ser renomados. "É certo que não faz sentido algum assistirmos o poder público, o qual deve sempre dar o exemplo, deixar de estabelecer critérios, ou seja, ser mais severo no momento da escolha das pessoas a serem homenageadas, seja com honrarias, títulos, ou mesmo com a denominação de escolas, estradas, viadutos, etc", explica o parlamentar.

Comente agora
24
Mai
Formosa do Rio Preto: TJ afasta prefeito por caso de empresa 'fantasma'
Postado por: Dulce Santana / 08:25h

Uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) afasta por 180 dias o prefeito de Formosa do Rio Preto, no extremo oeste, Jabes Lustosa Nogueira Júnior (PDT). A sentença, publicada nesta terça-feira (24), acata ação que acusa o gestor de atos lesivos à prefeitura ao contratar empresa "fantasma" para serviços gráficos. De acordo com o Portal da Transparência do Município, há existência de gastos de mais de R$ 1 milhão em aquisição de material gráfico. Ainda segundo a decisão judicial, a empresa delegada para o serviço gráfico teria como sede a cidade de Catolândia, no entanto há "fortes indícios de não existir qualquer empresa no endereço fornecido à Junta Comercial". O afastamento de Jabes foi determinado pela Câmara Especial do Extremo Oeste do TJ-BA, com sede em Barreiras.

Comente agora
24
Mai
Temer não participará nesta terça-feira de coletiva sobre novas medidas
Postado por: Dulce Santana / 08:22h

O presidente em exercício Michel Temer não participará da entrevista coletiva que será concedida nesta terça-feira (24), pela manhã no Palácio do Planalto. A entrevista, que terá a participação dos ministros Henrique Meirelles (Fazenda), Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) e Eliseu Padilha (Casa Civil), chegou a constar na agenda de Temer na última sexta-feira (20). A previsão inicial era de que Temer participasse e ela acontecesse no fim da tarde de hoje. Depois, a entrevista passou para esta terça-feira (24), e somente agora foi informado que Temer não participará. Meirelles deve apresentar as medidas do governo para tentar conter o déficit das contas públicas. A expectativa era de que a fala de Temer fizesse um balanço da herança recebida do governo Dilma Rousseff. Hoje, durante a entrega do projeto que altera a meta fiscal no Congresso, assessores disseram que Temer faria uma breve fala e chegaram a organizar os jornalistas para aguardar Temer que, no entanto, saiu tentando evitar o contato com a imprensa. Nesta terça-feira, antes da coletiva dos ministros, Temer vai conduzir, às 10 horas, uma reunião com líderes da base no Congresso Nacional. Segundo sua assessoria, ele falará na abertura da reunião. A imprensa poderá acompanhar por uma transmissão no salão leste ou via NBR, a TV do governo federal. A previsão é que, às 15h, Temer participe da posse do ministro da Cultura, Marcelo Calero. (BN)

Comente agora
24
Mai
Exoneração de Romero Jucá do Ministério do Planejamento é publicada no Diário Oficial
Postado por: Dulce Santana / 07:56h

A exoneração de Romero Jucá (PMDB-RR) do cargo de ministro do Planejamento foi publicada na edição desta terça-feira (24) do Diário Oficial da União (DOU). O afastamento acontece um dia depois da divulgação de áudios de uma conversa entre o peemedebista e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado no qual eles estariam discutindo uma obstrução das investigações da Operação Lava Jato. Ainda nesta segunda-feira (23) Jucá anunciou que deixaria a pasta para aguardar um posicionamento do Ministério Público Federal (MPF) sobre as conversas. "Eu sou presidente nacional do PMDB, sou um dos construtores deste novo governo e não quero de forma nenhuma deixar que qualquer manipulação mal intencionada possa prejudicar o governo. Enquanto o Ministério Público não se manifestar, eu aguardo fora do mistério o posicionamento. Se ele se manifestar dizendo que não há crime, que é o que eu acho, caberá ao presidente Michel Temer me reconvidar", declarou.

Comente agora
24
Mai
Polícia Federal deflagra 30ª fase da Operação Lava Jato
Postado por: Dulce Santana / 07:34h

A Polícia Federal deflagrou na manhã terça-feira (24) a 30ª fase da Operação Lava Jato. A ação foi batizada de "Vício". Policiais Federais e servidores da Receita Federal cumprem 28 mandados de busca e apreensão, dois de prisão preventiva e nove mandados de condução coercitiva nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo a PF, as investigações estão inseridas diretamente no esquema de corrupção e lavagem de ativos decorrentes de contratos firmados com a Petrobras. Também estão sendo investigados pagamentos da diretoria internacional a um executivo da empresa que atuou na aquisição de navios-sonda.

Comente agora
24
Mai
Agenda de Temer vai ter dificuldade no Congresso após saída de 2º homem
Postado por: Dulce Santana / 07:13h

O plano de trabalho do presidente em exercício Michel Temer perderá velocidade no Congresso com a saída de Romero Jucá, segundo homem do PMDB a cair em apenas 18 dias. Sem ele e sem Eduardo Cunha, dois dos principais operadores do presidente interino no Legislativo, ficará mais difícil aprovar uma pauta econômica ambiciosa com os deputados. Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, em conversas com aliados, Jucá reconheceu que terá menos poder para influenciar votações polêmicas. Ainda segundo a publicação, os amigos acreditam que a saída de Jucá não é uma boa estratégia para quem quer ver o impeachment definido no Senado. Depois das quedas de Jucá e Eduardo Cunha, políticos falam em “maldição do impeachment”. “Eles derrubaram Dilma e estão caindo um a um”, brinca um cacique, que completa: “Quem será o próximo?”. (Notícias ao Minuto)

Comente agora
24
Mai
Após recuo, governo deve votar contas de Wagner nesta terça, diz Zé Neto
Postado por: Dulce Santana / 07:06h

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado estadual Zé Neto (PT), garantiu que a votação das contas de 2014 do ex-governador do estado, Jaques Wagner, está mantida para esta terça-feira (24). Mesmo com a promessa da oposição de obstruir a votação, o petista afirmou que não pretende negociar com os oposicionistas para evitar que a apreciação não seja impedida. “A previsão está mantida para amanhã. A gente não pretende negociar mais nada. Se ela obstruir a votação, vai fazer a parte dela”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. Na semana passada, o governo recuou da decisão de votar as contas e adiou a apreciação para esta terça, após a oposição apontar que “diversos erros” foram encontrados na contabilidade da gestão Wagner.

Comente agora
24
Mai
Governo publica exoneração de Jucá no 'Diário Oficial'
Postado por: Redação Voz da Bahia / 06:52h

Foi publicada na edição desta terça-feira (24) do "Diário Oficial" da União a exoneração feita a pedido do ministro do Planejamento, Romero Jucá. Na véspera, o presidente em exercício, Michel Temer, havia informado que o chefe da pasta ficaria "afastado" até que fossem esclarecidas as informações divulgadas pela imprensa. Nesta segunda-feira, o jornal "Folha de S.Paulo" informou que, em diálogo com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, Jucá sugere um "pacto" para tentar barrar a Operação Lava Jato. Ao anunciar a saída do ministério na véspera, Jucá afirmou que entraria em "licença", embora tenha dito que, "tecnicamente", pediria exoneração porque voltará a exercer o mandato de senador pelo PMDB-RR. Segundo o Blog do Camarotti, essa solução foi uma "saída honrosa" porque Jucá não voltará, e o governo já procura um substituto.

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Romero Jucá, solicitou hoje afastamento de seu cargo, até que sejam esclarecidas as informações divulgadas pela imprensa. Registro o trabalho competente e a dedicação do ministro Jucá no correto diagnóstico de nossa crise financeira e na excepcional formulação de medidas a serem apresentadas, brevemente, para a correção do déficit fiscal e da  retomada do crescimento da economia. Conto que Jucá continuará, neste período, auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva, com sua imensa capacidade política.

Michel Temer
Presidente da República em Exercício

Comente agora
24
Mai
Humberto Leite teria usado dinheiro da Praça de S. A. de Jesus em construção de casa, insinua vereador
Postado por: Anacley Souza / 00:28h

O vereador Uberdan Cardoso (PT) ingressou com uma representação no Ministério Público de Santo Antônio de Jesus contra o prefeito, Humberto Soares Leite (DEM) nesta segunda-feira (23). Na sessão da Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus, Uberdan insinua que prefeito utilizou recursos da reforma da Praça Padre Matheus para construir uma casa, avaliada em R$ 1,5 milhão de reais. Na representação, o vereador solicita que a Promotoria Regional de Santo Antônio de Jesus investigue a relação entre o superfaturamento na reforma da Praça Padre Mateus, orçada em R$ 4 milhões, e o imóvel que vem sendo construído pelo gestor, no Condomínio Bosque Itália. Uberdan afirma ainda que em 09 de março, solicitou ao poder público municipal, através de requerimento, a cópia do processo de contratação da empresa especializada para execução de obras de requalificação da Praça Padre Matheus, concorrência Pública 006/2014, bem como o projeto básico com a planta de engenharia, os respectivos processos de pagamentos até a presente data e os termos aditivos que se originariam desse processo. Em seguida, chegou a reiterar a solicitação, mas, não obteve resposta dentro do prazo legal, o que segundo ele, fere a Lei da Transparência.

Vereador revela na Câmara a foto do imóvel da denúncia

Vereador questiona gasto de R$ 1,5 milhão de reais com imóvel: Ainda na representação, Cardoso aponta que em 31 de dezembro de 2014, Humberto Leite declarou em seu Imposto de Renda possuir apenas R$ 49.303,60 em bens, uma renda incompatível com a construção do imóvel avaliado em R$ 1,5 milhão de reais. Outro ponto destacado na denúncia é que o terreno onde está sendo construído o imóvel está em nome de Expedicto Sacramento Filho. “Se a casa é do prefeito, porque o terreno não está em seu nome? Todo mundo sabe de quem é a casa. Essa residência tem sauna, jardim, piscina, não é uma residência simples. Eu só quero que me prestem informações sobre a Praça. Porque é muito difícil compreender como é que a Praça custou R$ 4 milhões, ao mesmo tempo, é construída a mansão do prefeito e ele declarou à justiça eleitoral que possuía apenas R$ 49.303,60? Como alguém que ao longo da vida juntou menos de R$ 50 mil reais constrói uma casa dessas? Um prefeito que tem uma história em nossa cidade e não paga o IPTU?”, questionou.

Na Câmara, edil distribui cópia da Declaração de Bens do prefeito Humberto Leite

Comente agora
23
Mai
Áudio de Jucá deixa claro o caráter 'golpista' do impeachment, diz Dilma
Postado por: Anacley Souza / 22:06h

Para a presidente afastada Dima Rousseff, o vazamento da conversa gravada entre o ministro do Planejamento, agora em licença, Romero Jucá, e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado deixa “evidente” o caráter “golpista” e “conspiratório” do processo de impeachment contra ela. Dilma deu a declaração nesta segunda-feira (23), ao participar da cerimônia de abertura do IV Congresso Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil, em um parque de exposições de Brasília, segundo informa o G1. A petista foi afastada do mandato por até 180 dias no último dia 12, pelo plenário do Senado Federal, que aprovou a admissibilidade de seu impedimento. Diálogos entre Jucá e Machado divulgados pela Folha de S. Paulo indicam que o peemedebista sugeriu na conversa que uma "mudança" no governo federal resultaria em um "pacto" para "estancar a sangria" representada pela Operação Lava Jato. “Agora, mais que nunca, está claro o caráter golpista, e verdadeiramente golpista deste processo de impeachment. A gravação que escutamos hoje [...] mostra o ministro do Planejamento interino Romero Jucá defendendo meu afastamento como sendo parte integrante, fundamental, de um pacto nacional, e tinha por objetivo interromper as investigações da Lava Jato. Deixa evidente o caráter golpista e conspiratório que caracteriza este processo de impeachment”, disse Dilma. Para ela, o episódio mostra que o processo de impeachment, que tramita no Senado, é a "melhor estratégia" para frear a Operação Lava Jato. Dilma afirmou que "Tenho certeza que juntos vamos derrubar esse golpe e os golpistas. Nós vamos voltar, de uma forma ou de outra." “Ele [Jucá] acabou de revelar que o impeachment é a melhor estratégia de paralisação da Lava Jato. Eles, que diziam que era para continuar a Lava Jato, por trás, evitavam e tomavam todas as medidas para paralisar”, completou. “Fui afastada por até 180 dias, para que seja julgado pedido fraudulento. Um dos principais articuladores confessa involuntariamente ‘sou golpista, somos golpistas e o golpe está em curso’, concluiu a presidente afastada.

Comente agora
23
Mai
Lava Jato não foi e não será barrada por ninguém, diz Polícia Federal
Postado por: Anacley Souza / 21:25h

Delegados da Polícia Federal que atuam na Operação Lava Jato reagiram nesta segunda-feira aos indicativos de que o ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB), estaria em busca de um "pacto" para paralisar as investigações e afirmaram que a apuração sobre o propinoduto bilionário instalado na Petrobras continuará independentemente da vontade de agentes políticos e da recente ascensão de Michel Temer ao poder. Reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira revelou diálogo gravado com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em que Romero Jucá sugere que uma possível mudança no governo federal resultaria em um pacto para "estancar a sangria" feita pela Operação Lava Jato, que investiga ambos. A conversa aconteceu em março, semanas antes da votação pelo impeachment de Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. "É preciso tomar cuidado para que a Operação Lava Jato não seja envolvida em um jogo político que não faz parte da atividade policial. Se houver indícios [de tentativa de paralisar as investigações], vão ser apurados no foro adequado. Vamos ter que aguardar para ver se é necessário [tomar] alguma medida aqui [no Paraná, onde tramitam processos de investigados sem foro]. Mas está mais do que claro que a Lava Jato não foi e não será barrada por nenhuma pessoa no país", disse o delegado Igor Romário de Paula, um dos coordenadores da Lava Jato. "Diante do eventual receio de que a gente possa ser prejudicado com uma eventual intenção do ministro do Planejamento, o que temos notado é que a Lava Jato atingiu um patamar republicano no Brasil e que a Polícia Federal, ao lado do Ministério Público Federal e da Receita Federal, não sofre influências políticas", completou o delegado Luciano Flores, responsável pela 29ª fase da Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje.

Comente agora
23
Mai
Publicada medida provisória que recria Ministério da Cultura
Postado por: Anacley Souza / 21:16h

O presidente em exercício Michel Temer revogou hoje (23) a fusão do Ministério da Educação com o Ministério da Cultura, com isso, a Cultura volta agora a ser uma pasta independente. A alteração, que já havia sido anunciada no final de semana, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Temer também nomeou Marcelo Calero, ex-secretário municipal de Cultura do Rio de Janeiro, como ministro da Cultura. A decisão de Michel Temer de unir os ministérios gerou revolta da classe artística e de outros trabalhadores do setor. Ao se apresentar aos servidores da pasta extinta, o novo ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho (DEM), chegou a ser vaiado. Pelo menos 21 edifícios ligados ao Ministério da Cultura foram ocupados no país. Nesta tarde, em coletiva de imprensa, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que a recriação do ministério foi "gesto de larguesa" do presidente interino, que não queria "tensionar algo que estava sendo alvo de muitas críticas por parte dos setores da cultura do Brasil". (Agência Brasil)

Comente agora
23
Mai
Temer afirma que Jucá ficará afastado até que informações 'sejam esclarecidas'
Postado por: Anacley Souza / 20:48h

O presidente interino, Michel Temer, afirmou que o ministro do Planejamento, Romero Jucá, ficará afastado do exercício do cargo até que "sejam esclarecidas as informações divulgadas pela imprensa". Por meio de nota, Temer faz referência à publicação da edição desta segunda-feira (23) do jornal Folha de S. Paulo, que traz trechos de conversas entre Jucá e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, citando um possível pacto para obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Temer divulgou nota afirmando que confia na "dedicação" e no trabalho "competente" do ministro. "Conto que Jucá continuará, neste período, auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva, com sua imensa capacidade política", disse o presidente. Ao anunciar a saída do ministério, Jucá afirmou que entrará em "licença", embora tenha dito que, "tecnicamente", vai pedir exoneração porque voltará a exercer o mandato de senador pelo PMDB-RR.

Comente agora
23
Mai
Temer perde prazo de recurso e não poderá se candidatar em 2018
Postado por: Anacley Souza / 20:24h

O presidente interino Michel Temer (PMDB) está tecnicamente inelegível para as eleições de 2018. O peemedebista perdeu o prazo para recorrer da condenação do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) por doação irregular de campanha. A data limite para que a defesa entrasse com recurso se encerrou na terça-feira (17) da semana passada. Além de ficar impedido de concorrer como candidato pelos próximos oito anos, Temer terá de pagar multa de R$ 80 mil. De acordo com a Zero Hora, o político fez uma doação acima do valor permitido por lei. Ou seja, o presidente em exercício repassou R$ 100 mil para os candidatos a deputado federal Alceu Moreira e Darcísio Perondi, do PMDB do Rio Grande do Sul, valor que equivale a 11,9% do rendimento declarado por Temer em 2013. Segundo a lei eleitoral, as contribuições não podem ultrapassar 10% dos ganhos do ano anterior. Em São Paulo, a decisão em segunda instância do TRE rejeitou recurso da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) para inflacionar o valor da multa. À época, a PRE-SP emitiu nota dizendo que a Lei da Ficha Limpa estabelece a impugnação de candidatos condenados por doações acima do limite em ação proferida por órgão colegiado ou transitado em julgado. Refere-se a um texto genérico, mas no qual se enquadra o caso de Temer. O professor de Direito Constitucional da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) Claudio Preza acredita que hoje Michel Temer não poderia se candidatar, mas pondera que a inelegibilidade poderá ser discutida na Justiça Eleitoral em uma eventual inscrição de candidatura.

Comente agora
23
Mai
Ministro Romero Jucá anuncia que deixa o cargo a partir desta terça
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:10h

O ministro Romero Jucá, do Planejamento, anunciou nesta segunda-feira (23) que vai se licenciar do ministério a partir desta terça-feira (24). Embora tenha anunciado "licença", ele afirmou que "tecnicamente" vai pedir exoneração porque voltará a exercer o mandato de senador pelo PMDB-RR. Jucá disse que, na noite desta segunda, enviará um pedido de manifestação ao Ministério Público Federal, a fim de que o órgão avalie se cometeu algum tipo de crime em relação às conversas gravadas entre ele e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. O jornal "Folha de S.Paulo" informou nesta segunda-feira que, em diálogo com Sérgio Machado, Jucá sugere um "pacto" para tentar barrar a Operação Lava Jato. Mais cedo, em entrevista coletiva, Jucá havia dito que não tinha nada a temer não pretendia deixar o comando do ministério. "Eu vou me licenciar, mas tecnicamente vou pedir exoneração", declarou Jucá. Segundo ele, até que o Ministério Público apresente um parecer, ele permanecerá afastado. Durante a "licença", o secretário-executivo Dyogo Oliveira responderá pelo Ministério do Planejamento. "Como há certa manipulação das informações, eu pedi ao meu advogado, doutor Kakay, que prepare um documento, e nós estamos dando entrada hoje [segunda] à tarde para que tenhamos posição do Ministério Público Federal, se há ou não irregularidade, crime na conversa.

Comente agora
23
Mai
Flagrado em áudios, ministro do Planejamento pede licença do cargo
Postado por: Débora Ayane / 17:20h

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, pediu licenciamento do cargo nesta segunda-feira (23). Aos gritos de golpista, o chefe da pasta fez o anúncio em entrevista coletiva.

Comente agora
23
Mai
Ex-ministro de Dilma pede demissão de Jucá e investigação de ‘relação’ com Temer
Postado por: Débora Ayane / 16:36h

O ex-ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, exigiu nesta segunda-feira (23) a “demissão” do ministro do Planejamento, Romero Jucá, que aparece em um áudio falando em “estancar a sangria” provocada pela Operação Lava Jato, na qual é investigado. Em vídeo publicado na página da presidente afastada Dilma Rousseff no Facebook, Berzoini afirma que o teor dos diálogos demonstrar “a verdadeira razão do golpe praticado contra a democracia e o mandato legítimo da presidenta Dilma Rousseff”. “O objetivo é frear a Lava Jato e empurrar para baixo do tapete as investigações. Eles tentando tramar para encontrar no impeachment uma forma de refrear as investigações”, disse. O ex-ministro ainda classificou as conversas como “um escândalo, uma vergonha” e afirmou que a situação precisa ser “investigada a fundo”. “Precisamos exigir imediatamente a demissão de Romero Jucá e a investigação da relação de Michel Temer com esse diálogo”, bradou. 

Comente agora
23
Mai
Após expectativas, Primeira Dama sai na frente e divulga algumas atrações do São João de S. A. de Jesus
Postado por: Redação Voz da Bahia / 15:55h

Após muitas especulações sobre as atrações do São João de Santo Antônio de Jesus, a primeira dama e secretária de ação social do município, Fracineia Silva, usou sua página em uma rede social na tarde desta segunda-feira (23), para anunciar os primeiros artistas acertados. Em sua postagem, ela aponta as seguintes contratações: Flávio José, Cavaleiros do Forró, Adelmário Coelho, Mano Walter, Luziel Andrade e Luan Santana e diz que em breve o gestor anunciará mais duas bandas de peso. Lembrando, que em entrevista a uma emissora de rádio na manhã de hoje, o seu marido e prefeito Humberto Leite (DEM) comunicou que até quarta-feira desta semana anunciaria as atrações dos festejos juninos. Essa não é a primeira vez que a secretária sai na frente e divulga as ações da prefeitura na dianteira, seja de exonerações e contratos de secretários e até anúncios das bandas para o São João.

Confira a publicação abaixo:

n

Comente agora
23
Mai
Temer avalia situação de Jucá após divulgação de áudios
Postado por: Débora Ayane / 13:51h

O ministro do Planejamento Romero Jucá disse estar "tranquilo" e descartou pedir demissão do cargo por conta do teor das gravações em que conversa com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. No entanto, de acordo com a publicação do jornal O Globo, o presidente interino, Michel Temer, ainda avalia a situação de Jucá. Nos diálogos gravados, o ministro sugeriu que uma “mudança” no governo resultaria em um pacto para “estancar a sangria” atribuída à operação Lava-Jato. "Ainda não há uma avaliação" resumiu um interlocutor presidencial. Temer está no Palácio do Jaburu em reunião com ministros, entre eles, Eliseu Padilha (Casa Civil) para discutir a situação de Jucá. Assim que ficou sabendo do vazamento do áudio, na tarde de domingo, Jucá telefonou ao presidente para comunicá-lo e se explicar sobre a conversa. Segundo pessoas próximas a Temer, ele apenas ouviu o auxiliar e ainda irá analisar o que fazer.

Comente agora
23
Mai
Jucá nega ter sugerido deter avanço da Lava Jato
Postado por: Redação Voz da Bahia / 12:53h

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, negou nesta segunda-feira em entrevista à rádio CBN que tenha sugerido um pacto para deter o avanço da operação Lava Jato em conversa gravada de forma oculta com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado e que se sente em condições de continuar no seu cargo. "Eu não estava me referindo à operação Lava Jato. Nós estávamos conversando sobre a economia do país, a situação de gravidade", disse o senador licenciado à rádio sobre o conteúdo da conversa que teve com Machado em março, antes da votação na Câmara dos Deputados que aprovou o andamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Publicidade "Eu entendia que o governo Dilma tinha se exaurido, que nós tínhamos que ter um novo governo, que o eixo do novo governo não podia ser a operação Lava Jato, que estava paralisando o governo. Essa sangria eu me refiro à situação de gravidade econômica e social do país", acrescentou Jucá, que também é o presidente em exercício do PMDB atualmente. Reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta segunda-feira revelou conversa gravada entre Jucá e Machado, ambos investigados pela Lava Jato, em que o atual ministro sugere que uma troca no governo federal resultaria em pacto para frear os avanços da Lava Jato. Em um dos trechos da conversa, Jucá diz ao interlocutor: "Tem que mudar o governo para estancar essa sangria", em resposta à preocupação expressada por Machado de que sua investigação na Lava Jato saísse do Supremo Tribunal Federal (STF) e fosse parar nas mãos do juiz federal do Paraná Sérgio Moro, segundo o jornal.

Comente agora
23
Mai
Camaçari: Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em casa de vereador
Postado por: Dulce Santana / 11:44h

Nesta segunda-feira (23), a polícia realiza na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, uma operação contra a realização de jogo do bicho. Servidores do Ministério Público da Bahia (MP-BA) também participam da ação. Entre os alvos estão bancas de um grupo conhecido como “O Pinta”, que foram fechadas. Mandados de busca e apreensão também estão sendo cumpridos na residência do vereador e pré-candidato a prefeito, Elinaldo (DEM). (Bocão News)

Comente agora
23
Mai
Senador pedirá cassação de Jucá; Caiado e Pauderney defendem saída do cargo
Postado por: Dulce Santana / 11:25h

O senador Telmário Mota (PDT-RR) vai ingressar com pedido de cassação, no Conselho de Ética do Senado, do mandato do senador Romero Jucá (PMDB-RR), licenciado em maio para assumir o ministério do Planejamento. Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, a motivação são as conversas entre Jucá e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo, de posse da Procuradoria Geral da República. O ministro sugere um pacto para ‘estancar a sangria’ causada pela Operação Lava Jato. O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), também se manifestou sobre o caso na manhã desta segunda-feira (23) e defendeu o afastamento de Jucá no ministério. “A sociedade brasileira saiu às ruas para conter um processo de corrupção, apoiar a Lava Jato e buscar um novo governo. Se no decorrer deste momento problemas surgirem, deverão ser tratados com rigor. Qualquer denunciado tem a obrigação e o direito de se defender das acusações que recaem sobre ele. Mas esses atos individuais deverão ser tratados longe da administração pública para que a reestruturação e a credibilidade do governo não sejam comprometidas. Só assim teremos as mudanças necessárias e desejadas pela população”, argumentou. O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Pauderney Avelino (AM), também defendeu a saída de Jucá do cargo. "Acho que ele poderia dar uma demonstração e sair do governo, para que ele possa se explicar. É uma situação muito complicada a manutenção dele no governo", disse. (BN)

Comente agora
23
Mai
Ex-tesoureiro do PP movimentou R$ 7 milhões em propina, diz PF
Postado por: Dulce Santana / 10:46h

O ex-assessor parlamentar José Claudio Genu, preso nesta segunda-feira (23), movimentou R$ 7 milhões, sem justificativa de origem lícita, entre 2005 e 2013. De acordo com a Polícia Federal, há indícios de que o dinheiro tenha saído do esquema de corrupção e desvio de dinheiro descoberto na Petrobras. Genu foi preso com a deflagração da 29ª fase da Operação Lava Jato. Ele foi assessor do ex-deputado José Janene (PP-PR), morto em 2010. Ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão do PT em 2012. Após recurso, em março de 2014, Genu foi absolvido do crime de lavagem de dinheiro. Ele também tinha sido denunciado por corrupção passiva, mas a pena para o crime prescreveu. A força-tarefa da Lava Jato afirma que Genu seria responsável por receber valores em espécie e repassá-los ao ex-diretor estatal Paulo Roberto Costa. Além disso, Genu seria o beneficiário de até 5% da propina que era paga a partir de contratos firmados no setor de Abastecimento petrolifera. Luciano Flores afirma que a investigação acredita que Genu tenha recebido R$ 2 milhões em propina. A ação foi batizada de "Repescagem" e investiga os crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva a ativa envolvendo verbas desviadas do esquema pelo criminoso descoberto na Petrobras.

Comente agora
23
Mai
Em gravação, Jucá sugere 'pacto' para barrar a Lava Jato, diz jornal
Postado por: Redação Voz da Bahia / 09:29h

Gravações obtidas pelo jornal "Folha de S.Paulo" indicam o novo ministro do Planejamento, Romero Jucá, sugerindo ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado um "pacto" para tentar deter a Operação Lava Jato. As conversas ocorreram em março deste ano. Romero Jucá confirmou à TV Globo a conversa com o ex-presidente da Transpetro. Segundo o ministro, Sérgio Machado o procurou em casa. Jucá é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal que investigam suspeita de que ele recebeu propina do esquema de corrupção que atuava na Petrobras. Já Sérgio Machado foi citado nas delações premiadas do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e do senador cassado Delcício do Amaral (sem partido-MS). De acordo com a reportagem, o titular do Planejamento sugeriu nas gravações com Sérgio Machado que uma "mudança" no governo federal resultaria em um pacto para "estancar a sangria" representada pela Lava Jato. Em uma das conversas, segundo o jornal, Machado diz ao ministro, que à época era senador, que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, queria pegar Jucá e outros parlamentares do PMDB. "O Janot está a fim de pegar vocês. E acha que eu sou o caminho. Ele acha que sou o caixa de vocês", ressalta Sérgio Machado. Ainda conforme o jornal, o ex-presidente da Transpetro fez uma ameaça velada e pediu que fosse montada uma estrutura para protegê-lo. Em outro trecho, de acordo com a "Folha de S.Paulo", Sérgio Machado voltou a dizer: "Então, eu estou preocupado com o quê? Comigo e com vocês. A gente tem que encontrar uma saída".

Comente agora
23
Mai
S.A de Jesus: Grade de atrações do São João será divulgada esta semana, afirma prefeito
Postado por: Dulce Santana / 09:27h

Após muitas especulações sobre a realização da tradicional festa junina na cidade, e a expectativa do público, em entrevista à Rádio Andaiá FM na manhã desta segunda-feira (23), o prefeito de Santo Antônio de Jesus, Humberto Leite (DEM), afirmou que esta semana a prefeitura estará fazendo uma coletiva de imprensa para fazer oficialmente a divulgação da grade de atrações do São João 2016, “terça ou quarta-feira vou fazer uma coletiva para divulgar isso, possivelmente quarta-feira”. Questionado sobre a capitação de recursos e patrocínio para a realização do evento, o prefeito disse: “o pessoal da prefeitura está fazendo isso. Temos uma equipe dentro da Secretaria de Cultura, eu até assinei um decreto aí determinando quem são as pessoas que vão trabalhar, fazendo este tipo de serviço”, disse. O gestor ressaltou ainda que a duração dos festejos este ano, será durante 4 dias de festa.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
23
Mai
'Todo mundo na bandeja para ser comido', diz Jucá sobre integrantes do PSDB
Postado por: Dulce Santana / 08:50h

Em conversa sobre a Operação Lava Jato e investigações sobre políticos, o ministro do Planejamento, Romero Jucá, comentou que o PSDB está 'na bandeja para ser comido'. O diálogo com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, foi revelado pela Folha de S. Paulo nesta segunda-feira (23). O ministro ainda fala em "estancar a sangria" ao comentar a Operação Lava Jato (veja mais). Durante a conversa, Jucá afirma que a situação é de "acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com...". "Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já", complementa Machado. Em resposta, o ministro diz que a ficha já caiu para "todos eles" e cita o ministro das Relações Exteriores, José Serra, além dos ministros Aécio Neves e Aloysio Nunes. "Todo mundo na bandeja para ser co

Comente agora
23
Mai
Em primeira visita oficial, José Serra visita argentina para encontro com Macri
Postado por: Dulce Santana / 08:24h

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, embarcou no domingo (22) para sua primeira visita oficial. Nesta segunda-feira (23), ele se encontra com o presidente da Argentina, Maurício Macri. Segundo a Agência Brasil, os objetivos da visita são fortalecer a parceria econômica, além de assegurar ao país vizinho que o governo de Michel Temer é legítimo e o afastamento de Dilma Rousseff não é golpe. Na noite de ontem, manifestantes contra o processo de impeachment aguardavam o ministro na frente da Embaixada do Brasil em Buenos Aires para protestar. Em seu discurso de posse no ministério, Serra prometeu que iria intensificar as relações com a Argentina, principal parceiro do Brasil no Mercosul.

Comente agora
23
Mai
Operação Repescagem: 29ª fase da Lava Jato tem como alvo ex-assessor de Janene
Postado por: Dulce Santana / 07:50h

A 29ª nova fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã desta segunda-feira (23) em Brasília, Rio de Janeiro e Recife, tem entre os alvos um ex-assessor do ex-deputado federal José Janene, que também era tesoureiro do PP. O assessor é investigado pela suspeita de realizar um saque no valor de R$ 1 milhão na empresa SMB&P, ligado ao publicitário Marcos Valério, destinado a entregas para políticos do PP. Ao todo, são 2 mandados de prisão temporária, 1 de prisão preventiva e 6 de busca e apreensão. A nova etapa foi batizada de Operação Tempestade.

Comente agora
23
Mai
Congresso deve votar nesta semana proposta de redução da meta fiscal
Postado por: Dulce Santana / 07:36h

Com uma semana mais curta em razão do feriado de Corpus Christi, o foco do Congresso Nacional será a votação do projeto de lei que reduz a meta fiscal de 2016 para um déficit (despesas maiores do que receitas) de R$ 170,5 bilhões. A sessão está marcada para terça-feira (24). Se a mudança na meta não for aprovada até o fim de maio, o governo federal precisará cortar vários gastos a fim de se adequar à meta enviada inicialmente pelo governo Dilma Rousseff, o que poderá causar a paralisia de parte da máquina pública e de serviços. A expectativa é que, na tarde desta segunda (23), o presidente em exercício, Michel Temer, vá pessoalmente ao Congresso Nacional entregar a proposta de revisão da meta ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Atualmente, a meta em vigor aprovada no Congresso prevê que o governo feche as contas públicas no fim do ano com superávit de R$ 24 bilhões. No entanto, em março, o governo Dilma Rousseff reconheceu que não conseguiria atingir essa meta e encaminhou ao Congresso Nacional uma proposta que autorizava um déficit de até R$ 96,65 bilhões.

Comente agora
22
Mai
Para evitar manifestação, Michel Temer deixa São Paulo e volta a Brasília
Postado por: Débora Ayane / 18:40h

Para evitar uma manifestação contra ele marcada para esse domingo em São Paulo, o presidente em exercício, Michel Temer, deixou sua residência, em Pinheiros, e foi para Brasília. Ele deixou local às 14h50. Centenas de manifestantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) estão reunidos nesse domingo (22) no Largo da Batata, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, de onde partirão em marcha até a casa de Temer. "O nosso objetivo chegar na casa dele. Acho curioso invocarem a segurança nacional para barrar os manifestantes. Fazia tempo que isso não acontecia", disse Guilherme Boulos, líder do MTST e um dos coordenadores da frente Povo Sem Medo. Um dos motivos do protesto, segundo ele, foi a decisão do governo interino de suspender novas contratações do programa Minha Casa, Minha Vida. "A primeira vítima desse governo, que nós não reconhecemos como legítimo, é o Minha Casa, Minha Vida. Cortaram 11.200 unidades contratadas e anunciaram a suspensão do programa", disse Boulos.

Comente agora
22
Mai
'Aposentada', Dilma Rousseff é alvo de sátira em programa de humor americano
Postado por: Débora Ayane / 17:42h

O programa americano humorístico Saturday Night Live fez uma sátira de Dilma Rousseff em sua edição deste sábado (21). A comediante Maya Rudolph interpretou a presidente afastada e participou do esquete com o jornal 'Weekend Update'. A cena dura pouco menos de quatro minutos e Rudolph aparece com os cabelos curtos, além de segurar um charuto em uma mão e um drink na outra para representar sua aposentadoria. No quadro ela afirma que não se incomoda com o processo de impeachment. "Para mim não tem problema, eu vou para as praias, eu relaxo, aproveito guaraná, moqueca de camarão, feijoada, brigadeiro", brinca. O programa cita alguns dos problemas pelos quais o Brasil passa, como a crise econômica e o vírus da Zika. Perguntada sobre os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, "Dilma" afirma que falta fazer apenas "uma ou duas coisinhas": "tirar 1 milhão de cocôs do rio e construir todos os prédios".

Comente agora
22
Mai
Temer vai ao Congresso nesta segunda pedir nova meta
Postado por: Débora Ayane / 15:31h

Em um gesto simbólico depois que assumiu o cargo de presidente interino, Michel Temer irá ao Congresso Nacional para defender seus projetos, principalmente a aprovação do rombo de R$ 170,5 bilhões das contas públicas em 2016. Ele visa demonstrar a importância do Legislativo para o êxito de seu governo. Temer deverá fazer um discurso no qual pedirá, apenas esta vez, a mudança da meta fiscal e não agirá como a presidente afastada Dilma Rousseff, que encontrou dificuldade para fazer a mesma alteração quando precisou. A semana de Temer começará agitada com o anúncio, nesta segunda-feira, 23, à tarde, de mais corte de gastos e medidas para controlar a dívida pública, um dos principais objetivos da gestão do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Neste sábado (21), Temer se reuniu com os titulares da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Romero Jucá, em São Paulo, justamente para fechar as medidas que serão publicadas na segunda-feira. O novo governo está correndo porque diz ter encontrado resultados piores do que esperava nas contas do governo central, o que assustou analistas do mercado financeiro. Fora isso, a crise política também afetou os indicadores e eventuais planos de investimentos privados. Para recuperar a confiança e melhorar as expectativas, uma boa relação com o Legislativo e aprovação do primeiro projeto prioritário do governo interino são considerados cruciais. 'Shutdown' A ida ao Congresso do presidente interino tem como objetivo a não paralisação da máquina pública com o chamado "shutdown".

Comente agora
22
Mai
Aliados alertam que Temer pode se tornar 'refém' de Cunha
Postado por: Débora Ayane / 14:26h

Pessoas próximas ao presidente interino Michel Temer (PMDB) estão preocupadas com a "sombra" de Eduardo Cunha (PMDB) no governo. Mesmo afastado da presidência da Câmara e do mandato, Cunha teria agido nos bastidores para forçar a indicação de pessoas de sua confiança e despertou críticas tanto de aliados do presidente quanto de senadores do próprio partido. De acordo com a Folha de S. Paulo, o Palácio do Planalto tem se esforçado para minimizar a indicação de pessoas próximas ao deputado. Logo após ser afastado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Cunha teria visitado Temer e deixado claro que não pretendia recolher as armas. Entre as articulações, ele tem demonstrado sua influência sobre o presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA). "Mesmo afastado, Cunha continua usando seu poder para comandar a Casa por meio do presidente interino", avaliou o líder do DEM, Pauderney Avelino (AM). Nesta semana, porém, deu a maior demonstração de que ainda consegue articular os membros da Câmara: conseguiu incentivar o grupo de deputados chamado "centrão" a reunir 300 assinaturas para impor a escolha de André Moura (PSC-CE) como líder do governo na Casa. Temer não ficou satisfeito com a escolha, já que além de investigado na Lava Jato Moura também é acusado de tentativa de homicídio, mas teve que ceder. Agora, senadores e aliados temem que o presidente se torne "refém" de Cunha, enquanto o governo tenta convencer os insatisfeitos de que a tendência é que Moura se afaste do deputado nas próximas semanas.

Comente agora
22
Mai
Senado define na terça-feira novo cronograma do processo de impeachment
Postado por: Redação Voz da Bahia / 13:25h

A segunda etapa do processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff no Senado começa nesta terça-feira (24) com a apresentação do plano de trabalho do relator da Comissão Especial do Impeachment, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG). Até agora, já foi dado prazo de 20 dias, que terminam no dia 31 de maio, para que a presidente afastada apresente uma nova defesa por escrito. Chamada de pronúncia, é nesta fase que também são juntadas ao processo todas as provas consideradas importantes por acusação e defesa. Pode haver ainda audiência de testemunhas, diligências e debates entre a acusação e a defesa. A partir daí, um novo relatório será elaborado por Anastasia, votado na comissão e depois no plenário da Casa. Assim como na fase de admissibilidade, de novo, em ambas as votações (na comissão e no plenário), será exigida maioria simples, ou seja, metade mais um dos senadores presentes a sessão. Se aprovado o relatório no plenário, após 48 horas, será marcado o último julgamento que pode tirar definitivamente a presidente Dilma do cargo.

Comente agora
22
Mai
Ibope: Para 66% dos brasileiros, parlamentares votaram impeachment em causa própria
Postado por: Redação Voz da Bahia / 12:57h

A maioria dos brasileiros acredita que os deputados e senadores que votaram a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff não tinham em mente o futuro do país. De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, uma pesquisa do Ibope questionou: os parlamentares estavam pensando no Brasil ou neles mesmos quando se colocaram como favoráveis ao afastamento da petista? Para 66% dos entrevistados, os políticos votaram "em benefício próprio e de interesses dos partidos e instituições privadas". Outros 23% acreditam que os parlamentares atuaram "em benefício dos interesses do país". O restante não sabia, não respondeu ou respondeu “ambos”. A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 16 de maio em todo o país. (BN)

Comente agora
22
Mai
Dilma Monta gabinete da "pronta resposta"
Postado por: Anacley Souza / 08:44h

Desde que deixou o Palácio do Planalto, há dez dias, Dilma Rousseff montou o gabinete virtual da "pronta resposta" para despachar. É ali, em sua página no Facebook e no Twitter, que a presidente afastada rebate os anúncios e medidas tomadas por ministros da gestão de Michel Temer, chamada por ela apenas de "governo provisório". Tudo funciona no Palácio da Alvorada, transformado em sede da resistência ao impeachment, a seis quilômetros do Planalto. A estratégia é coordenada pelo ex-ministro da Secretaria de Governo Ricardo Berzoini, que faz a "ponte" entre o PT, Dilma e seu padrinho político, Luiz Inácio Lula da Silva. Depois de tomar café na "dimensão humana" do Alvorada, como batizou a parte superior do Palácio, a presidente afastada despacha na biblioteca, no térreo. "Desço, subo, desço", conta ela, quando explica por que o Alvorada, apesar da bela arquitetura de Oscar Niemeyer, não é aconchegante. No gabinete virtual, Dilma atua como uma espécie de "consciência crítica" do governo Temer, respondendo até a perguntas de internautas. Auxiliares dizem que ela está mais "leve" e implica menos com o barulho das emas. Vive só com a mãe, Dilma Jane, de 92 anos, e sente saudade da filha Paula e dos dois netos, que moram em Porto Alegre. "Meninos são sempre mais ingênuos, coitadinhos. As meninas são vivas, maquiavélicas", diz. À noite, gosta de escrever. Faz registros sobre sua rotina e já avisou aos mais próximos que vai preparar um livro. "Sou uma escrevinhadora", brinca Dilma, aos 68 anos. Na terça-feira, após receber o jornalista americano Glenn Greenwald para uma entrevista, ela foi surpreendida por um pedido de abraço de uma integrante da equipe que, ao se aproximar, chorou. "Não chora não, menina! Ainda não acabou. Nós vamos lutar. Quando eu saí da cadeia, achei que tinha parado de lutar, mas olha aí...", comentou a presidente afastada.

Comente agora
21
Mai
Utinga: Aeronave de Rui Costa não consegue pousar por causa de mau tempo
Postado por: Débora Ayane / 18:05h

A aeronave que levava o governador Rui Costa para um evento em Utinga, no sudoeste do estado, não conseguiu pousar por causa do mau tempo na região. De acordo com a Secretaria de Comunicação (Secom), o gestor não pôde seguir viagem por questão de segurança e acabou pousando no município de Castro Alves. Rui participaria de uma cerimônia de entrega de escolas e de uma unidade de saúde na comunidade de Buriti. Sem o governador, a entrega foi mantida e contou com a presença de autoridades da região, do presidente da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Otto Alencar Filho, e do senador Otto Alencar.

Comente agora
21
Mai
Marinha, Aeronáutica e clubes militares repudiam resolução do PT
Postado por: Débora Ayane / 17:06h

A temperatura nos quartéis se elevou ainda mais por conta da resolução do Partido dos Trabalhadores sobre conjuntura política que diz que os petistas foram "descuidados" por não terem modificado os currículos das academias militares e por não terem promovido oficiais que, na avaliação do antigo governo, tinham o que consideram ser compromissos "democráticos e nacionalistas". Na sexta-feira (20), depois de o Comando do Exército ter apresentado sua "indignação" com a declaração dos petistas, a Aeronáutica e a Marinha também repudiaram as afirmações. Os presidentes dos Clubes Naval, da Aeronáutica e Militar, em um artigo intitulado "Democratas e nacionalistas", falam do "cuidado que devemos ter ao ler qualquer documento de partidos esquerdistas, pois a linguagem que empregam é, maliciosamente, deturpada para que concordemos com ela". O trecho contestado por militares da ativa e da reserva diz: "Fomos igualmente descuidados com a necessidade de reformar o Estado, o que implicaria impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; modificar os currículos das academias militares; promover oficiais com compromisso democrático e nacionalista; fortalecer a ala mais avançada do Itamaraty e redimensionar sensivelmente a distribuição de verbas publicitárias para os monopólios da informação".

Comente agora
21
Mai
Governo estuda programa habitacional para quem não está no Minha Casa Minha Vida
Postado por: Anacley Souza / 15:31h

O ministro da Cidades, Bruno Araújo, disse que o governo estuda a criação de um programa habitacional e de saneamento que, por meio de parcerias público-privadas (PPPs), beneficiará parcelas da população que atualmente não são atendidas pelo Minha Casa, Minha Vida. Em entrevista à Agência Brasil, o ministro reiterou que o Programa Minha Casa, Minha Vida vai continuar “firme e forte”, negando que será suspenso. “Ainda Não estamos anunciando um novo programa, mas equipes técnicas estão sendo formadas no ministério para estudar medidas de captação do capital privado em habitações e saneamento. Quando esse desenho de programa estiver pronto e tiver autorização da Presidência da República vamos, em um outro momento, apresentar esse modelo de programa que, apesar de nada ter a ver [diretamente] com o Minha Casa, Minha Vida, poderá funcionar como linha de reforço auxiliar dele, tendo-o como linha mãe”, antecipou à Agência Brasil o ministro. Segundo Bruno Araújo, esse reforço para a construção e entrega de mais unidades habitacionais, com perfil diferenciado do programa original, seria feito por meio de PPPs. “A iniciativa privada seria chamada para receber terrenos e construir unidades para a população.

Comente agora
21
Mai
Temer decide recriar Ministério da Cultura; anúncio deve ser na terça
Postado por: Débora Ayane / 14:10h

O presidente em exercício Michel Temer deverá anunciar na próxima terça-feira (24) a recriação do Ministério da Cultura. O ministro será Marcelo Calero, anunciado na última quarta (18) como secretário nacional de Cultura. Com a decisão, a Cultura deixa de ser uma secretaria e não ficará mais subordinada ao Ministério da Educação. A decisão de fundir as pastas de Educação e Cultura foi tomada com base no princípio adotado por Temer ao assumir de reduzir o número de ministérios. Diante dos protestos de parte dos artistas e de servidores do Ministério da Cultura, Temer já havia anunciado que, mesmo como secretaria, a estrutura da pasta seria mantida. Agora, o presidente em exercício decidiu reverter a decisão e devolver à Cultura o status de ministério.

Comente agora
21
Mai
Temer deve anunciar corte de gastos nesta segunda
Postado por: Débora Ayane / 13:27h

O presidente em exercício, Michel Temer, irá, na próxima segunda-feira (23) anunciar corte de gastos e medidas para melhorar o controle do Estado. No mesmo dia, Temer irá ao Congresso Nacional pedir a aprovação da meta fiscal de um déficit de R$ 170,5 bilhões, segundo apurou o Grupo Estado. Os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Romero Jucá, terão encontros com Temer em São Paulo neste fim de semana para acertar os detalhes. A ida ao Congresso do presidente em exercício tem como objetivo a não paralisação da máquina pública com o chamado "shutdown". Caso o Parlamento não aprove, até o dia 30, a mudança da meta fiscal, o governo precisará contingenciar R$ 138 bilhões para se adequar às previsões de receitas e despesas anunciadas pelo governo. Na avaliação do secretário-executivo do Planejamento, "esse contingenciamento adicional seria inexequível, já que a base contingenciável hoje é de apenas R$ 29 bilhões". Segundo o relatório, divulgado ontem pelo Ministério do Planejamento e da Fazenda, há uma queda de R$ 107,8 bilhões nas receitas estimadas para 2016. Ontem, o ministro do Planejamento afirmou que o rombo maior do que o previsto é para que o governo tenha "efetivamente a condição de voltar a implementar políticas públicas para atender à sociedade". A meta vigente é de um superávit de R$ 24 bilhões para o governo central. Vários ministros empossados por Temer se depararam com cofres vazios em suas Pastas após o afastamento da presidente Dilma Rousseff. O ministro da Fazenda afirmou ainda que a alteração da meta fiscal possibilitará o pagamento de despesas atrasadas, organismo internacionais, fornecedores, despesas com saúde, investimentos da defesa e outros itens.

Comente agora
21
Mai
Para Dilma, Cunha atua às claras e indica ministros para governo Temer
Postado por: Débora Ayane / 08:40h

Em evento com blogueiros em Belo Horizonte, a presidente afastada Dilma Rousseff voltou a criticar o presidente suspenso da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Para ela, o peemedebista continua articulando influenciando a gestão de Michel Temer. "O governo na verdade tem um grande personagem que atua às claras, que indica ministros, indica o líder do Governo, todos os advogados que ficam nas principais posições, que é o presidente suspenso da Câmara", afirmou. "Não cometi crimes de corrupção, não tenho contas no exterior e não tenho tolerância com práticas irregulares com o dinheiro público", disse. Outro alvo de ataques, sem ter seu nome citado diretamente, foi o ministro das Relações Exteriores, José Serra, que anunciou nesta semana uma guinada na política externa. Segundo a petista, a política externa que deu valor à América Latina, que tornou o Brasil respeitado, será deixada de lado. "Querem reduzi-la aos acordos comerciais bilaterais. É diminuir o Brasil ao ponto de não reconhecer que é a quinta economia do mundo", disse. "Todos os países passaram por dificuldades e nem por isso reduziram a política externa ao mero aspecto do mercado." Em mais uma da série de críticas que lançou ao governo Temer, Dilma disse que o governo é provisório, porque é ilegítimo e não é produto de eleição direta. "Como explicar a quantidade de investigados dentro do governo?", questionou. Sobre o processo de impeachment, voltou a dizer que a edição de decretos de crédito suplementar não é crime. "É 'forçação' para achar como me condenar." "Vou lutar no Senado, no Judiciário, não vou ficar presa dentro do Alvorada", disse. "Uma vez, no passado, me chamaram de faxineira. Eu vou mudar de profissão, vou ser zeladora, vou zelar pelas conquistas e pelos direitos, vou zelar pela democracia".

Comente agora
21
Mai
Cunha recua e diz que vai consultar o STF antes de voltar à Câmara
Postado por: Débora Ayane / 08:27h

Afastado do mandato de deputado e da presidência da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirmou, na noite desta sexta-feira, que pretende procurar o Supremo Tribunal Federal (STF) para esclarecer o que pode fazer durante a suspensão antes de voltar a frequentar a Casa. Na quinta, ele havia dito que voltaria ao gabinete na segunda-feira. A decisão foi criticada por parlamentares, e o relator do Conselho de Ética que analisa a denúncia contra ele de quebra decoro parlamentar disse que a atitude poderia configurar uma afronta ao STF. — Obviamente eu não vou à Câmara na segunda-feira — disse Cunha, em entrevista à jornalista Mariana Godoy, da RedeTV. — Como o Supremo não entendeu igual a mim, eu vou querer que o Supremo esclareça. Não quero causar nenhuma afronta. Cunha voltou a dizer que as denúncias contra ele no STF são “ilações” do procurador-geral Rodrigo Janot, a quem acusou, novamente, de celeridade e seletividade em processos contra ele. Negou que tenha indicado Jorge Zelada para a diretoria da Petrobras e afirmou que a única indicação que ele fez a Furnas foi do ex-prefeito do Rio, Luiz Paulo Conde, mas ressaltou que foi uma atitude da “bancada do PMDB do Rio com o ex-governador Sérgio Cabral”. O deputado afastado também rejeitou a afirmação de que tenha indicado nomes para o governo de Michel Temer, entre eles, o novo líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE): — Eu não costumo interferir. Acho que é um bom nome como poderia ser qualquer um dos outros líderes.

Comente agora
21
Mai
Garçom demitido do Planalto seria espião
Postado por: Anacley Souza / 00:00h

Um garçom lotado no Palácio do Planalto foi demitido após ser flagrado relatando a assessores da presidente afastada Dilma Rousseff detalhes da primeira reunião ministerial do novo governo, afirma o colunista Cláudio Humberto, do Metro Jornal. A reunião, realizada na última sexta-feira (13), foi convocada pelo presidente Michel Temer para definir diretrizes. Altas fontes da Presidência da República confirmam que o espião a serviço de Dilma foi flagrado pela segurança presidencial. Discretamente, um dos seguranças do presidente Michel Temer seguiu o garçom, até flagrá-lo relatando pormenores do que ouviu na reunião. Tão logo a nova administração palaciana tomou conhecimento do flagrante, o garçom foi dispensado e devolvido ao órgão de origem. Alguns garçons arapongas, lotados no Planalto, são treinados pela inteligência do próprio governo para ouvir conversas no trabalho.

Publicidade

Comente agora
20
Mai
Dilma é recebida por ativistas em BH e pede que democracia não "seja ferida"
Postado por: Anacley Souza / 22:11h

A presidente afastada Dilma Rousseff foi recebida calorosamente nesta sexta-feira por ativistas e manifestantes em Belo Horizonte, aos quais pediu resistência para evitar que a democracia "seja ferida". "Agradeço a vocês pelo carinho e podem ter a certeza que nós vamos resistir. Não vamos deixar que a democracia seja ferida", declarou Dilma ao ser recebida com flores, cartazes, mensagens de apoio e abraços por cerca de 600 ativistas que se concentraram em uma praça pública do centro de Belo Horizonte. Dilma, que foi afastada do cargo durante 180 dias para enfrentar no Senado um julgamento político que pode cassar seu mandato, participa hoje em um encontro com blogueiros e ativistas digitais em Belo Horizonte, em seu primeiro ato público desde que deixou o poder no último dia 12 de março. "Agradeço a vocês por essa energia e por isso quero dizer: Muito obrigado, queridos", declarou. Os manifestantes se reuniram na tarde desta sexta-feira na praça Alfonso Arinos, no centro da capital mineira, na qual os defensores da presidente afastada levavam cartazes com as mensagens "Volta Dilma" e "Fica Dilma". Os cerca de 400 manifestantes, segundo a Polícia Militar, também realizaram um ato de repúdio contra o presidente interno Michel Temer e depois se deslocaram até a sede da Fundação Nacional da Arte (Funarte), órgão do extinto Ministério de Cultura. A sede da Funarte em Belo Horizonte está ocupada desde o domingo passado por artistas que se manifestam contra a perda de status de Ministério da área da Cultura, que passou com o governo de Temer a ser uma secretaria subordinada à pasta de Educação. (EFE)

Comente agora
20
Mai
Governo Temer deveria se comportar como interino, diz Lula em entrevista
Postado por: Anacley Souza / 20:42h

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em entrevista ao canal russo RT em espanhol, que o governo do presidente em exercício, Michel Temer, "deveria se comportar como interino", argumentando que o Senado pode ainda mudar de ideia e a presidente afastada, Dilma Rousseff, voltar ao poder. Na entrevista disponível no site do canal, Lula criticou o fato de o governo Temer - que na avaliação dele não tem legitimidade - realizar mudanças nesse período em que o afastamento de Dilma não está confirmado. "E se daqui a três meses a Dilma conquista a vitória no Senado, terá que refazer tudo, um país não pode suportar isso", avaliou. "O governo interino está atuando com muita falta de respeito àquilo que o Senado lhe deu: uma interinidade." Lula qualificou o processo de afastamento de Dilma como um "estupro contra a democracia brasileira". Segundo ele, seu desconforto no dia do afastamento ocorreu não apenas porque a presidente deixava o poder de forma abrupta, mas a interrupção de "todo um projeto, de sonhos, de inclusão social". Na entrevista, Lula defendeu seu legado de aumento da classe média e retirada de milhões da miséria. O ex-presidente disse que, caso houvesse um acordo geral, seria possível convocar eleições gerais e também uma assembleia para realizar uma reforma política, mas rechaçou a administração de Temer. "Não se pode conformar é que, em pleno século 21, tenhamos um governo ilegítimo." Lula diz na entrevista que o Brasil "tem uma democracia muito recente, de apenas 31 anos", mas que "para os conservadores parece que era muito tempo".

Comente agora
20
Mai
Roberto Jefferson é internado com quadro de desidratação
Postado por: Anacley Souza / 19:54h

O presidente nacional do PTB e ex-deputado federal Roberto Jefferson foi internado durante a madrugada desta sexta-feira (20) no Hospital Brasília, na capital federal. De acordo com a assessoria de imprensa de Jefferson, ele foi atendido na emergência da unidade, após apresentar febre e um quadro de desidratação. Ainda segundo a assessoria, o delator do mensalão permanece internado e aguarda resultados de exames. Não há previsão de alta. Em janeiro, Jefferson foi internado no Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, onde foi submetido a uma cirurgia para reconstrução do trânsito gástrico. Condenado a sete anos e 14 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ele deixou a prisão no dia 16 de maio do ano passado, autorizado pela Justiça a cumprir o restante da pena em regime domiciliar. Em 2012, o ex-deputado foi operado para retirada de um tumor no pâncreas e de partes de outros órgãos do sistema digestivo. (Agência Brasil)

Comente agora
20
Mai
Ministro das Cidades nega suspensão do programa Minha Casa, Minha Vida
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:29h

Durante entrevista concedida à Rádio Jornal, o ministro das Cidades do governo do presidente interino Michel Temer, Bruno Araújo, afirmou que o programa Minha Casa, Minha Vida será mantido e desmentiu a total suspensão da terceira fase do programa, como havia afirmado reportagem do Estadão, na manhã desta sexta-feira (20). “Vamos ampliar e aperfeiçoar. Já dei entrevista coletiva afirmando que o Minha Casa, Minha Vida será mantido de forma muito firme e na medida do possível que se possa encontrar recursos no Orçamento da União, eventualmente será ampliado. E mais do que isso, pode ser ser aperfeiçoado sem qualquer processo de suspensão”, ressaltou. Mesmo assim, o pernambucano confirmou que fará uma auditoria no programa. “O governo [Dilma] se comprometeu com obras que a sociedade não podia pagar”. Segundo Bruno Araújo, é necessário fazer uma revisão na forma de contratação do Minha Casa Minha Vida, mas isso deve acontecer sem a necessidade da suspensão. Sobre a meta traçada pela presidente afastada Dilma Rousseff de contratar 2 milhões de moradias do Minha Casa Minha Vida até o fim de 2018, Araújo afirmou que não pode se comprometer com o intento.

Comente agora
20
Mai
Nomeado novo presidente da EBC, Laerte Rímoli tem ligação com Cunha e Aécio Neves
Postado por: Anacley Souza / 18:11h

O jornalista Laerte Rímoli foi nomeado pelo presidente interino Michel Temer presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Ele ocupar o lugar de Ricardo Melo, que havia sido nomeado pela presidente afastada Dilma Rousseff no início do mês e tinha um mandato de quatro anos para cumprir, conforme estabelecido em lei. Exonerado, Melo ingressou mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para manter o cargo, mas o recurso ainda não foi analisado pela Corte. De acordo com a coluna Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Rímoli tem ligação com o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele assumiu em dezembro do ano passado o cargo de diretor de comunicação da Câmara dos Deputados, a convite do peemedebista. Em 2014, Rímoli foi um dos coordenadores da campanha de Aécio Neves (PSDB-MG) à Presidência. Contrário aos governos de Dilma e Lula, o novo diretor da EBC posta ou compartilha frequentemente textos com críticas ferrenhas aos dois. Num deles, pouco depois do impeachment, disse: "Dilma não tem vergonha de ser ridícula. Vai à Nova York, capital do mundo, diminuir as instituições brasileiras. Mulher enjoativa".

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com