As comentadas


Boa tarde , Domingo, 14/02/2016








Enquete



Reflita

Blog

Saúde

14
Fev
Ações judiciais por 'pílula do câncer' travam setores da Universidade de São Paulo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 17:23h

Uma enxurrada de ações judiciais relacionadas à "pílula do câncer" está travando o sistema jurídico da Universidade de São Paulo (USP). Desde o início da polêmica nacional sobre a fosfoetanolamina sintética, em junho de 2015, a instituição já foi citada em mais de 13 mil processos movidos por pacientes que exigem o fornecimento da substância, acreditando tratar-se de uma cura para o câncer. "Caímos numa armadilha", disse ao Estado o vice-reitor da USP, Vahan Agopyan. "Estamos sendo obrigados pela Justiça a fornecer um produto que não sabemos o que é, não sabemos o que pode fazer nas pessoas, e está sendo produzido em condições totalmente inadequadas. É uma situação muito constrangedora". Os processos são tantos, segundo Vahan, que estão interferindo no funcionamento de toda a USP, e não apenas nas atividades do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), onde a substância é produzida de forma artesanal em um laboratório sem qualificação sanitária para produção de fármacos. "Nosso jurídico não está conseguindo atender às necessidades da universidade porque a maioria dos nossos procuradores está ocupada respondendo às demandas judiciais da fosfoetanolamina", relata Vahan. "Vários processos importantes estão sendo prejudicados." A Procuradoria-Geral da USP chega a receber mais de cem processos de fosfoetanolamina por dia, oriundos de quase todos os Estados do País - e a universidade tem obrigação legal de responder a todos eles. Dos 13 mil processos, cerca de 7 mil são liminares concedidas por juízes do Estado de São Paulo, obrigando a universidade a fornecer a substância para pacientes com câncer. Cerca de 70% dessas liminares foram dadas por uma única juíza, Gabriela Müller Carioba Attanasio, da comarca de São Carlos. Segundo a procuradora-geral da USP, Márcia Walquiria Batista dos Santos, 22 procuradores (de uma equipe de 46) estão trabalhando quase que em tempo integral com a fosfoetanolamina. "Outros assuntos importantíssimos para a universidade acabam ficando presos nesse fluxo", afirma.

Comente agora
14
Fev
Há substâncias perigosas nos cosméticos para bebês
Postado por: Débora Ayane / 16:59h

O estudo é da responsabilidade da organização não-governamental Women in Europe for a Common Future (WECF), que examinou 341 produtos cosméticos para bebês vendidos em França em farmácias, parafarmácias, supermercados ou lojas de produtos biológicos. A avaliação dos produtos decorreu entre julho e agosto do ano passado. Com base em estudos científicos e avaliações das autoridades sanitárias da União Europeia (Comitê Científico da Segurança dos Consumidores - SCCS) e da França (Agência Nacional de Segurança do Medicamento -- ANSM), a organização não-governamental classificou as substâncias que compõem os produtos em três categorias: "alto risco", "risco moderado" e "risco baixo ou não identificado". Os resultados deste estudo revelaram que uma grande maioria dos produtos (299) continha substâncias de "alto risco".

Comente agora
14
Fev
Adiamento da gravidez quase dobrou número de parto de gêmeos nos últimos quarenta anos
Postado por: Débora Ayane / 15:48h

O número da taxa de natalidade de gêmeos quase dobrou nos países desenvolvidos nos últimos quarenta anos. Um estudo divulgado, na última segunda-feira (8), mostra que o aumento é devido ao adiamento da gravidez e da assistência médica à procriação. A informação preocupa já que esses bebês são mais frágeis e a gravidez tardia provoca risco. "Revisamos todas as estatísticas vitais de países com quadros detalhados para os nascimentos distinguindo os nascimentos múltiplos: gêmeos, trigêmeos, etc. De 1970 a 2013, 2013 e 2014 segundo os países”, disse Gilles Pison, professor do Museu de História Nacional e pesquisador do Instituto Nacional de Estudos Demográficos (Ined) da França.

Publicidade

Comente agora
14
Fev
Saúde busca apoios para o enfrentamento ao Aedes em Salvador
Postado por: Débora Ayane / 15:32h

O secretário municipal da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, reuniu-se na última quinta-feira (11) com o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, para buscar apoio da Igreja Católica nas ações de enfrentamento do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e febre chikungunya na capital. O objetivo do encontro foi firmar parceria com a Igreja para que seja multiplicadora das ações governamentais e colabore na conscientização dos fiéis sobre a melhor forma de combater o mosquito Aedes Aegypti. "Estamos vivendo uma situação epidemiológica delicada em relação às arboviroses e por isso precisamos do apoio de todos os setores da sociedade. Entendemos que a Igreja é uma ferramenta sensível na defesa, plenitude e integridade da vida, então buscamos essa parceria para somar forças com as estratégias do Município na eliminação dos criadouros", enfatizou Antônio Rodrigues. De acordo com Dom Murilo Krigner, a parceria acontece num momento oportuno já que a Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano traz como tema 'Casa comum, nossa responsabilidade'. "A temática da campanha da Fraternidade prega exatamente isso. É importante que todo cristão reflita nesse período da quaresma que cuidar da casa comum, também é limpar o nosso quintal, evitar água parada e combater o mosquito em nossa casa. Assim a gente estará contribuindo com uma sociedade mais sadia", afirmou o arcebispo.

Comente agora
14
Fev
Diretor das Faculdades Face e Factiva morre vítima de infarto na cidade de Valença
Postado por: Redação Voz da Bahia / 11:28h

Faleceu na noite deste sábado (13) na cidade de Valença no baixo Sul baiano, o filho do professor Dário Loureiro Guimarães, proprietário das Faculdades Face e Factiva. Segundo informações, Daniel Nogueira, 36 anos estava dando banho em seu filho de 4 anos quando sofreu um infarto vindo a óbito. O Jovem que era carinhosamente conhecido como Dã pelos amigos e familiares trabalhava como diretor das faculdades do seu pai e já esteve a frente da Rádio Valença FM, na ocasião de propriedade do professor Dário. O sepultamento está marcado para as 15h30 deste domingo, saindo o cortejo da Segunda Igreja Batista de Valença, na Av. ACM, onde o corpo está sendo velado. A reportagem do Voz da Bahia almeja os profundos e sinceros sentimentos à família enlutada.

Reportagem Voz da Bahia

Comente agora
14
Fev
Deus ajuda quem cedo madruga: 4 dicas para acordar cedo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 11:19h

Em algum momento da vida você provavelmente já se deparou com ditado que diz que Deus ajuda quem cedo madruga. De fato, pesquisas recentes sugerem que, mesmo se não houver diretamente um auxílio divino, levantar nas primeiras horas da manhã pode ser extremamente benéfico para a saúde. Pesquisadores da Universidade de Roehampton, no Reino Unido, detectaram que estar acordado cedo pode ser sinônimo de bem-estar e qualidade de vida. Por meio de um questionário virtual feito com 1.068 adultos, eles verificaram que aqueles com hábitos matutinos eram menos ansiosos e tinham mais disposição ao longo do dia.

Se Deus ajuda quem cedo madruga, como fazer isso?

Talvez o principal desafio para quem deseja acordar cedo seja aprender a adiantar as horas de sono. Diante de tantos estímulos externos, sejam notificações no celular ou os barulhos da televisão, como desacelerar o ritmo e se render mais rapidamente ao estimado tempo de descanso? Parece impossível, mas não é.

Veja quatro dicas valiosas para acordar mais cedo:

Mantenha uma rotina de horários

Comente agora
14
Fev
A Farmácia Santana de Cristina está recheada de promoções. Confira!
Postado por: Redação Voz da Bahia / 09:02h

A Farmácia Santana de Cristina está cheia de promoções. Confira abaixo:

Periogard - R$ 24, 99

Shakelife Milk R$ - 16,49

Kit Sabonete íntimo Kronel - R$ 29,08

Fralda Turma da Mônica mega: P-60. M-54. G-48. XG-42 - R$ 34,99

Tonalizante Soft Calor - R$ 17,99

Desodorante Monange Aerosol - R$ 5,99

Kit promocional Dermaid R$ - 16,99

Veja abaixo fotos dos produtos da promoção:

Comente agora
13
Fev
Microcefalia: Ministério da Saúde defende segurança de larvicida
Postado por: Débora Ayane / 17:56h

O Ministério da Saúde divulgou nota hoje (13) na qual diz que só usa larvicidas recomendados pela Organização Mundial da Saúde na eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika. A declaração veio depois que o Rio Grande do Sul suspendeu o uso do produto pyriproxyfen por suspeita de que ele provoca microcefalia. A pasta ressalta que alguns locais onde o Pyriproxyfen não é usado também registraram casos de microcefalia. “Ao contrário da relação entre o vírus Zika e a microcefalia, que já teve sua confirmação atestada em exames que apontaram a presença do vírus em amostras de sangue, tecidos e no líquido amniótico, a associação entre o uso de Pyriproxifen e a microcefalia não possui nenhum embasamento cientifico”, disse a nota. A pasta também ressalta que o Rio Grande do Sul tem autonomia para utilizar o produto adquirido e distribuído pelo Ministério da Saúde ou desenvolver estratégias alternativas. Boletim divulgado ontem pelo Ministério da Saúde mostra que 462 bebês nasceram com microcefalia. Em 41 casos foi confirmada com exames laboratoriais a relação entre a malformação e o vírus Zika. A pasta ainda investiga 3.852 notificações de malformações em recém-nascidos. Em 2015 mais de 1,6 milhão de pessoas tiveram dengue e mais de 800 morreram em decorrência deste vírus.

Comente agora
13
Fev
Fernando de Noronha tem a confirmação dos primeiros casos de chikungunya
Postado por: Débora Ayane / 16:43h

Os dois primeiros casos de chikungunya foram confirmados em Fernando de Noronha. Os pacientes são uma dona de casa, de 65 anos de idade, e o filho dela, um guia turístico de 30 anos. Eles são moradores da ilha e foram atendidos no Hospital São Lucas há duas semanas com os sintomas da doença. Neste sábado (13) foi confirmado o resultado positivo para chikungunya dos dois pacientes depois da análise no Laboratório Central de Pernambuco (Lacem). Outros 30 casos estão sendo investigados. “Nós recolhemos as amostras sorológicas de todos os casos suspeitos não só de chikungunya como de dengue e zika e enviamos para análise no Recife. Esses resultados positivos reforçam ainda mais a necessidade de se prevenir contra o nascimento do Aedes aegypti”, afirmou o gerente da Vigilância em Saúde de Noronha, Fernando Magalhães.O gerente da Vigilância também informou que na próxima terça-feira (16) será instituído o Comitê Interinstitucional de Combate a Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus. Devem participar do comitê representantes do Governo do Estado, Conselho Distrital, Ministério Público, Policias Civil, Militar e Federal, além da Aeronáutica, projetos Tamar, Golfinho Rotador, Instituto Chico Mendes e associações locais. “Estamos reunindo todos os esforços possíveis para o combate do mosquito transmissor na ilha”, revelou Magalhães.

Comente agora
13
Fev
Doenças graves podem dar primeiros sinais nas mãos
Postado por: Débora Ayane / 13:46h

Elas estão sempre à vista, em movimento, são essenciais para o dia a dia e dizem até que é possível prever o futuro por meio delas. Quanto ao destino, não se sabe ao certo, mas é fato que quando a saúde está fraca e o corpo precisa de cuidados, as mãos dão sinais claros de que algo não vai bem.Inchaço, vermelhidão e coceira em excesso parecem triviais, mas devem chamar a atenção se aparecerem juntos a outros sintomas. O iG Saúde reuniu as principais doenças que podem ser identificadas pelas mãos, veja quais são:

Inchaço

Fique atento se depois daquela festa de aniversário, regada a muitos quitutes e bebidas alcoólicas, a aliança fica apertada no dedo. Exagerar no sal e no álcool pode prejudicar a circulação sanguínea e favorecer o aparecimento da hipertensão, além de ser uma bomba para o coração e, portanto, perigoso para quem tem problemas cardíacos.

Comente agora
13
Fev
Vírus da zika consegue se esconder do sistema imune, sugere pesquisa
Postado por: Débora Ayane / 11:57h

O vírus da zika pode se hospedar em partes do corpo humano que são protegidas da atuação do sistema imunológico, o que torna mais difícil o combate ao patógeno e possivelmente aumenta a janela de tempo durante a qual ele pode ser transmitido, afirmaram especialistas norte-americanos nesta sexta-feira (12). Cientistas informaram que o Zika vírus pode ser detectado no sêmen até 62 dias depois da infecção da pessoa, aumentando as evidências da presença do vírus no tecido cerebral de fetos, na placenta e no fluido amniótico. O trabalho dos pesquisadores é parte de uma corrida internacional para entender os riscos associados ao vírus, que está sendo rapidamente espalhado pelo mosquito Aedes aegypti e pode estar ligado a milhares de caso de microcefalia no Brasil. "Até agora, sabemos que ele fica muito pouco tempo no sangue, de uma semana a dez dias.

Comente agora
12
Fev
Pressão Baixa é doença? médico explica
Postado por: Anacley Souza / 23:55h

A pressão arterial é consequência da força que o sangue exerce contra as paredes das artérias para conseguir circular pelo corpo. Quando o coração se contrai (sístole) para expulsar o sangue de seu interior, a pressão nas artérias atinge o valor máximo (pressão máxima ou sistólica). Quando a musculatura cardíaca relaxa (diástole) para permitir que o sangue volte a encher suas cavidades, a pressão cai para seus valores mínimos: é a pressão mínima ou diastólica. De acordo com os critérios internacionais estabelecidos, os valores de referência desejáveis da pressão arterial estão ao redor de 120mmHg x 80mmHg, ou 12×8. Considera-se que uma pessoa está com pressão baixa, ou hipotensão arterial, quando esses níveis são menores do que 90mmHg X 60mmHg. É preciso ressalvar, porém, que pessoas saudáveis podem ter níveis assim baixos sem manifestar os sinais negativos da hipotensão arterial. Pressão baixa não é considerada uma doença em si, mas pode estar relacionada com doenças graves como infarto do miocárdio, embolia pulmonar, diabetes, doença de Addison e a síndrome de Shy-Drager, por exemplo.

Causas: Quedas de pressão podem acontecer em situações que favorecem a perda do controle do fluxo de sangue e a hipovolemia, ou seja, a diminuição da quantidade de sangue no corpo. Desidratação, jejum prolongado, uso excessivo de medicações contra a hipertensão, de diuréticos e de remédios para emagrecer, entre outros, podem ser os responsáveis por essa condição.

Comente agora
12
Fev
Em meio a surto de Zika, Bahia tem primeiro caso suspeito de dengue hemorrágica em 2016
Postado por: Anacley Souza / 21:49h

A Secretaria de Saúde de Itabuna encaminhou amostras de sangue de Rafael Monteiro Esteves, 23 anos, que morreu na última quinta-feira (11/2), no município. A principal suspeita é de ele tenha sido vítima de dengue hemorrágica. Rafael estava internado no Hospital São Lucas, para onde foi encaminhado em estado grave. O Departamento de Vigilância Epidemiológica vai aguardar a conclusão dos exames sorológicos para se posicionar oficialmente. As amostras foram enviadas ao Laboratório Central (LACEN) da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) e também para um laboratório particular para contraprova, para confirmação da causa da morte do paciente que, ao ser internado na tarde de quarta-feira (10/2), apresentava estado febril e anemia. Em um primeiro momento, ele foi medicado e liberado. Contudo, horas depois seu quadro de saúde se agravou. Por isso, ele retornou ao mesmo hospital, onde ficou internado, tendo a sua morte confirmada por volta das 12h30. A Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna informou, em nota, que adotou procedimento padrão para a investigação de casos semelhantes, ao enviar técnicos ao hospital para análise do prontuário médico do paciente e recolhimento de amostras de sangue para exames laboratoriais através do isolamento do agente ou métodos sorológicos. Segundo o último boletim divulgado pela Sesab, do total de municípios da Bahia, 107 (25,65%) notificaram a ocorrência da doença, entre os quais se destacam 10 municípios, por concentrarem 64,46% dos casos prováveis. Após investigação, 53 dos casos notificados foram classificados como dengue, nenhum caso com sinais de alarme e dengue grave. Foram descartados 47 casos e 1279 permanecem em investigação.

Comente agora
12
Fev
A importância da água para as crianças
Postado por: Anacley Souza / 21:29h

No dia-a-dia, muitas pessoas bebem pouca água, isso inclui as mamães e futuras mamães, esquecendo que seu corpo é constituído por cerca de 65% de água. O que isso representa? Em consequência desse mau hábito, as mamães não oferecem água para seus filhos, ignorando a importância da hidratação diária das crianças. Lembrando que a criança ao nascer é constituída de aproximadamente 79% de água, de 70 a 75% nas primeiras semanas de vida e, no primeiro ano de vida, atinge de 60 a 65%. Um bebê que é amamentado não necessita de água, chá ou suco. O leite materno oferece ao bebê até os seis meses de idade quantidade de água suficiente para sua hidratação. Como o estômago e intestino do bebê até os seis meses de vida ainda estão imaturos, mesmo uma “inocente” água pode provocar diarreia e vômitos, aumentando as chances de desidratação. Por isso, nessa etapa da amamentação, quem precisa de muita água para garantir quantidade de nutrientes suficiente para o leite materno é a mamãe. Para os bebês alimentados com fórmulas, leite de vaca ou então que já passaram dos seis meses e que estão se alimentando de outros alimentos, a oferta de água é extremamente necessária para hidratá-los.

Comente agora
12
Fev
Médicos investigam relação de zika vírus com dois casos de hidrocefalia
Postado por: Anacley Souza / 21:09h

Especialistas do Recife, em Pernambuco, estão investigando dois casos de hidrocefalia infantil que podem estar relacionados ao vírus zika, apontado como o maior causador da microcefalia no Brasil, informa reportagem do jornal O Globo desta sexta-feira (12). A hipótese foi levantada após dois bebês com a malformação congênita apresentarem a doença, que se caracteriza por um acúmulo do líquido no cérebro. De acordo com a neuropediatra Vanessa Van Der Linden, que acompanha uma das crianças desde o nascimento, a hidrocefalia no bebê é "absolutamente incomum", e "não é usual, nos casos infecção congênita que a microcefalia evolua para a hidrocefalia". A hidrocefalia é o acúmulo excessivo de um fluído protetor que circula pelo cérebro e gera pressão intracraniana. As cabeças das crianças sofrem expansão porque suas caixas cranianas ainda não estão completamente consolidas. As atividades cerebrais são afetadas e as vítimas passam por drenagens para que o líquido seja extraído. Em nota, a Secretaria de Saúde de Pernambuco ressaltou, ser "precoce fazer qualquer tipo de avaliação antes de investigação completa dos dois casos". O Ministério da Saúde afirmou que esses não são os primeiros casos relatados e que, até o momento, não há evidência de relação com o zika.

Comente agora
12
Fev
Casos notificados de suspeita de microcefalia chegam a 5.079 no país
Postado por: Débora Ayane / 17:58h

Os casos notificados de suspeita de microcefalia no país subiram de 4.783 para 5.079, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (12) pelo Ministério da Saúde.Segundo o ministério, foram confirmados 24 novos casos em comparação com a semana anterior.Desse total, 3.852 ainda são investigados, 462 foram confirmados como microcefalia, sendo 41 com relação ao vírus da zika, e, em 765 deles, a doença foi descartada.O dado atualizado considera os casos desde 22 outubro de 2015, quando começou o monitoramento de microcefalia no Brasil: 3.174 foram notificados em 2015 e 1.905 no ano de 2016.Os 462 casos confirmados foram registrados em 175 municípios de 13 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.A região Nordeste concentra o maior número dos casos confirmados de microcefalia. Pernambuco lidera, com 167 confirmações, seguido dos estados da Bahia (101), Rio Grande do Norte (70), Paraíba (54), Piauí (29) e Alagoas (21).

Comente agora
12
Fev
População de Valença é beneficiada com reforço no sistema de Saúde
Postado por: Redação Voz da Bahia / 14:49h

O primeiro Centro de Parto Normal do baixo sul da Bahia e um Serviço de Endoscopia, implantados, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na Santa Casa de Misericórdia, foram entregues nesta sexta-feira (12) à população de Valença, promovendo um reforço no sistema de saúde no município. Junto com os equipamentos, o governador Rui Costa também entregou à instituição um veículo comprado com recursos do programa ‘Sua Nota é um Show’ e um tomógrafo adquirido por meio de emenda parlamentar. Ainda no município, Rui está visitando o Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde do Leste da Bahia. Segundo o governador, a construção de hospitais regionais está prevista no planejamento para os quatro anos de gestão. “Estamos também melhorando a prestação de serviço dos hospitais existentes. É o que estamos fazendo aqui em Valença, em Brumado, atuando tanto na rede própria como nos hospitais que não são do estado, mas são contratados por nós, como é o caso desta Santa Casa”. 

Para Rui, a prioridade é implantar consórcios regionais de saúde e construir policlínicas. “O gargalo maior está depois que as pessoas são atendidas nos postos de saúde e precisam de um especialista ou um exame, que não estão disponíveis na maioria das cidades. Por isso, estou conclamando os prefeitos para formarem os consórcios. Já autorizei a licitação de cinco policlínicas e quero fazer isso também aqui no baixo sul".

Comente agora
12
Fev
SAJ: "De 100, 99% dos moradores da Rua da Corrida e do Sossego estão sendo afetados pelo Aedes Aegypti", denunciam moradores
Postado por: Samile Macedo / 12:15h

Os cidadãos residentes na Rua da Corrida, bairro São Benedito em Santo Antônio de Jesus estão sendo atingidos pelo mosquito Aedes Aegypti. Uma senhora de prenome Juliana conta a uma rádio local nesta sexta-feira (12) que tanto ela como seu marido e cunhado contraíram dengue. “Precisamos que o prefeito com urgência providencie uma solução, pois, aqui de 100, 99% dos moradores estão sendo afetados por essa doença, necessitamos de uma ajuda muito grande visto que ninguém está aguentando mais, é de adultos a crianças. Estou de pé pela graça de Deus, pois fui infectado fiquei oito dias de cama, comprei remédios prescrevidos pelo médico no posto de saúde, bebi bastante água, só consegui levantar na quinta-feira e hoje além disso tive desidratação, não sinto fome. Essa doença nos deixa em cima da cama”, disse um morador. Ainda de acordo com o cidadão, as possíveis causas do surto na Rua da Corrida são o acúmulo de lixo nos terrenos baldios, entulho e um matagal. Os cidadãos estão bastante preocupados com a possibilidade de serem infectados pela febre chikungunha e o zika vírus, as quais são causadas pelo mesmo vetor que em índices crescentes vitima um número cada vez maior de pessoas.

Moradores da ‘Rua do Sossego’ também estão sendo afetados: As pessoas estão sem sossego na referida localidade por conta do Aedes. Rosicleide, uma das moradoras comentou que idosos, crianças, gestantes estão sendo vítimas do mosquito. “Teve uma senhora que outro dia passou mal, teve de ser levada ao hospital e acho que ela nem andando direito está ainda, outra vizinha também estava doente meu genro pegou o zika vírus, teve de ficar de cama, até alguns dias sem trabalhar. Acho que o caso deve ser analisado, eles devem colocar o carro fumacê para dedetizar aqui, ou outra coisa, mas, alguma medida precisa ser tomada”, salientou. Dona Bebel diz que também foi infectada pela febre chikungunya e acredita que os focos do vetor contribuem para essa situação. “Praticamente todos aqui foram afetados, sempre que alguém melhora, outro fica doente, eu fiquei tonta, desmaiei por causa disso”, conta. Dona Maria Rosa de 67 anos também disse que precisou ser levada ao hospital ao apresentar os incômodos sintomas da doença. Os moradores acreditam que a falta de infraestrutura, calçamento na via, juntamente com terrenos abandonados estão contribuindo para o Aegypti se proliferar. As pessoas esperam que o poder público tome mais providências a fim de melhorar a situação. 

Redação Voz da Bahia

Comente agora
12
Fev
Sintomas que podem indicar um possível câncer nos ovários
Postado por: Samile Macedo / 11:50h

Todos os anos milhões de mulheres no mundo recebem o diagnóstico de câncer nos ovários, na qual se estima que seja a quinta principal causa de morte de câncer entre as mulheres. O ginecologista e oncologista David Cohn explicou à revista Glamour que apesar de geralmente não haver sintomas específicos de câncer nos ovários, a mulher deve estar atenta aos sinais e sintomas que o corpo pode manifestar e fazer essa informação chegar ao seu médico. A ginecologista Lauren Streicher diz que há dois sintomas particulares que podem ser muito importantes para o diagnóstico: o inchaço abdominal persistente e urinar mais do que o habitual. Apesar de admitir que são sintomas “vagos”, a especialista explica: “se acorda todos os dias e sente muita pressão abdominal e sente-se inchada, se urina com muita frequência, é algo a que deve dar atenção”. “Pode não ser nada mas a maioria das mulheres com câncer nos ovários reportou ter estes sintomas”. Não é preciso entrar em pânico caso tenha estes sintomas. Apenas confirme se são mesmo muito frequentes e fale com o seu médico de família sobre isso. Se ele a aconselhar, faça exames. A detecção precoce da doença é essencial para garantir a cura. 

Comente agora
12
Fev
Brasileira é internada em hospital após ser sequestrada e estuprada na Austrália
Postado por: Samile Macedo / 11:37h

Um homem foi preso após ser acusado de sequestro, estupro e tentativa de assassinato contra duas mulheres, uma brasileira e outra alemã, que acampavam em uma praia na região de Adelaide, na Austrália. Segundo o jornal "The Independent", nua e ensanguentada, uma das jovens de 20 anos conseguiu escapar e encontrou ajuda com um grupo de pescadores, após o ataque ocorreu na última terça-feira (9). "Ela correu direto para nós, gritando. Só conseguia dizer 'me tirem daqui, ele vai matar todos nós", declarou Abdul-Karim Mohammed à rede de televisão "7 news". A outra mulher, que também tentou escapar, foi recapturada pelo sequestrador. No entanto, depois também foi encontrada inconsciente e sem conseguir falar, de acordo com os pescadores. Segundo a imprensa local, uma das jovens foi golpeada com um martelo na cabeça e a outra atropelada por um carro. O australiano, de 59 anos, foi preso no Parque Nacional de Coorong, e as vítimas foram encaminhadas para o hospital com ferimentos graves. Uma delas já foi liberada, mas a outra permanece internada em estado estável. O tribunal de Murray Bridge investiga o caso, e o rapaz deverá ser ouvido novamente em abril. A polícia não informou o nome do acusado e decidiu não divulgar o nome das vítimas para proteger suas identidades. As autoridades também procuram saber se o homem já cometeu é responsável por outros crimes no país. (iG)

Comente agora
12
Fev
Casos de dengue sobem 48% em janeiro em todo o país
Postado por: Samile Macedo / 11:34h

De 3 a 23 de janeiro deste ano foram registrados 73.872 casos prováveis de dengue em todo o Brasil. No mesmo período do ano passado, o número de casos prováveis foi 49.857. Os números, divulgados hoje (12) pelo Ministério da Saúde, mostram um avanço de 48% nas infecções por dengue no país. De acordo com o boletim epidemiológico, o Sudeste registrou o maior número de casos notificados (45.315 casos; 61,3% do total), seguido pelas regiões Centro-Oeste (10.372 casos; 14%), Nordeste (7.862 casos; 10,6%), Sul (6.889 casos; 9,3%) e Norte (3.434 casos; 4,6%). Ao todo, 5.777 casos suspeitos de dengue foram descartados. A análise da incidência de casos prováveis de dengue (número de casos por cada 100 mil habitantes.), segundo regiões geográficas, demonstra que o Centro-Oeste e o Sudeste apresentam as maiores incidências: 67,2 casos/100 mil hab e 52,8 casos/100 mil hab, respectivamente, mantendo a tendência identificada em 2015. Entre os estados, as maiores incidências de casos prováveis estão em Mato Grosso do Sul (114,8 casos/100 mil hab), Tocantins (103 casos/100 mil hab), Espírito Santo (93,5 casos/100 mil hab) e Minas Gerais (93,3 casos/100 mil hab). Já os municípios com as maiores incidências acumuladas de dengue são Rancho Alegre (PR), com 3.609 casos/100 mil hab.; Ubá (MG), com 608 casos/100 mil hab.; Ribeirão Preto (SP), com 338,9 casos/100 mil hab; e Belo Horizonte (MG), com 193,7 casos/100 mil hab. Durante as primeiras semanas de 2016, também foram confirmados nove casos de dengue grave e 137 casos de dengue 'com sinais de alarme' que, conforme classificação do Ministério da Saúde, são casos que exigem mais atenção e cuidados, pois podem evoluir para um quadro grave. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 80 casos de dengue grave e 542 casos de dengue com sinais de alarme.

Comente agora
12
Fev
Suas mãos podem dar alerta a várias doenças; confira quais
Postado por: Samile Macedo / 11:03h

Especialistas mostram que as nossas mãos dão sinais claros de que algo não vai bem com a nossa saúde. Inchaço, vermelhidão e coceira em excesso parecem triviais, mas devem chamar a atenção se aparecerem juntos a outros sintomas. Veja as principais doenças que podem ser identificadas pelas mãos:

1. Inchaço - Fique atento se depois daquela festa de aniversário, regada a muitos quitutes e bebidas alcoólicas, a aliança fica apertada no dedo. Exagerar no sal e no álcool pode prejudicar a circulação sanguínea e favorecer o aparecimento da hipertensão, além de ser uma bomba para o coração e, portanto, perigoso para quem tem problemas cardíacos.O inchaço nos dedos também pode indicar hipotireoidismo, um funcionamento inadequado (deficitário) da glândula tireoide. O metabolismo funciona erroneamente, retendo líquidos em várias partes do corpo. O inchaço aparece principalmente no rosto, nos tornozelos e nas mãos. O hipotireoidismo também causa cansaço excessivo, depressão, lentidão, dor de cabeça e palidez. Um simples hemograma pode detectar se há algum problema no funcionamento dessa glândula.Se o inchaço for concentrado em uma única mão, é possível que um conjunto de artérias, veias e nervos esteja comprimido.

2. Coceira e ardor - Não ignore a coceira nas mãos, principalmente se as palmas estiverem ardendo e vermelhas. Esses são os principais sintomas do eczema (ou dermatite), uma doença crônica da pele que pode se agravar quando você está estressado. Entre as dermatites, a mais comum é a de contato, irritação causada pelo uso de produtos de limpeza, cosméticos e medicamentos, entre outros. É muito comum em donas de casa, pedreiros, padeiros e outros profissionais que fazem uso de determinados produtos por tempo prolongado. Ela tende a desaparecer suspendendo a utilização do produto. Com características similares, a lesão imunológica, apesar de dar sinais nas mãos é uma micose que dá nos pés. 

3. Bolhas - Elas podem ser simplesmente resultado de um atrito intenso entre a pele e uma outra superficíe. Mas, se são persistentes e pequenas, localizadas principalmente nas laterais dos dedos, merecem atenção.A desidrose surge exclusivamente nas mãos e pés e contem um líquido viscoso. Pode ser genético ou ainda ter relação com o estresse. 

Comente agora
12
Fev
Bahia registra mais uma morte sob suspeita de microcefalia, diz Sesab
Postado por: Redação Voz da Bahia / 10:15h

Subiu para 11 o número de mortes sob suspeita de microcefalia na Bahia, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) nesta quinta-feira (11). O 11º óbito foi registrado no município de Presidente Tancredo Neves, a 253 quilômetros de Salvador. As outras dez mortes suspeitas foram nos municípios de Camaçari (1), Campo Formoso (1), Esplanada (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (3) e Tanhaçu (1). O número de casos notificados da doença também aumentou de 618 para 701 (+13,4%) em uma semana. O último boletim do órgão tinha sido apresentado no dia 2 de fevereiro. Os casos registrados compreendem o período entre outubro de 2015 e 9 de fevereiro deste ano. A Sesab explica que nos 701 casos notificados, os bebês apresentaram perímetro cefálico menor ou igual a 32 centímetros. Dos 417 municípios baianos, 115 já notificaram casos de microcefalia. Salvador tem o maior número de ocorrências (360), correspondendo a 51% do total de casos. No último levantamento, a capital tinha 324 registros. (G1/Bahia)

Comente agora
12
Fev
Cardiologista alerta para o perigo de álcool e energético
Postado por: Samile Macedo / 09:50h

Se você brincou o carnaval com a intenção de consumir bebida alcoólica misturada com energéticos é melhor não mais se arriscar a esse ponto, pois essa combinação pode ser “explosiva”. O médico cardiologista Newton Ferreira Rodrigues, da Hapvida, alerta para o perigo que isto representa: “O energético pela sua composição, à base de cafeína e outras substâncias similares, por se só já provoca vários efeitos colaterais. A bebida com álcool, que sozinha gera danos no sistema nervoso central, misturada com o energético os efeitos se acumulam”, alerta o médico. Os energéticos são bebidas ricas em cafeína e taurina, potentes estimulantes. “Taquicardia, palpitação, confusão mental, insônia, piora do nível de pressão arterial e aumento da glicemia, risco maior para diabéticos, são alguns dos efeitos provocados”, relata o doutor Newton Rodrigues, que chama a atenção dos jovens frequentadores de academias para o consumo. “Muitos que fazem uso do energético e álcool, também fazem uso de anabolizantes que têm ação prolongada, mesmo se ele parar de tomar antes do carnaval”, pontua. O cardiologista baiano afirma que pessoas com a idade avançada, “naturalmente já têm incidência maior de hipertensão, diabete, obesidade. Fazendo uso de energético com bebida alcoólica passa a ter risco cardiovascular maior. Além da arritmia pode ter infarto e derrame cerebral – Acidente Vascular Cerebral ( AVC) - “, enfatiza. Dr. Newton Rodrigues assegura que arritmia cardíaca é a reação mais frequente entre os consumidores da combinação álcool com energético.

Comente agora
12
Fev
Posto especializado em dengue fica lotado do dia da inauguração na Bahia
Postado por: Samile Macedo / 08:52h

Inaugurado nesta quinta-feira (11) em Ilhéus, sul da Bahia, o posto de atendimento especializado em dengue, zika e chickungunya ficou superlotado de pacientes. Por causa da demanda, teve gente esperando atendimento do lado de fora do posto, porque já não tinha mais cadeira pra todo mundo sentar, enquanto outros preferiram sentar no chão. O local foi inaugurado às 8h e logo ficou cheio. Um dos pacientes era o cobrador de ônibus Vanderlei de Souza Bulhões, que se queixava de dor de cabeça e febre. Ele ainda contou que não é o único doente em casa. "[São] cinco pessoas dentro de casa com estes sintomas”, disse. O Pronto Atendimento da dengue foi inaugurado mesmo faltando parte da cobertura do corredor, onde os pacientes ficam aguardando o atendimento. No local, duas profissionais faziam a triagem. Contudo, os exames de sangue não estavam sendo feitos. Segundo a enfermeira Naiara Cabral, as coletas foram agendadas para sexta-feira (12). A auxiliar de serviços gerais Tarsila dos Santos Gomes está gravida de dois meses e teve que ficar em observação, tomando soro. Ela sente dores no corpo desde domingo (7) e está preocupada. "As crianças nascendo com problema, então estou muito preocupada", falou emocionada Tarlisa, se referindo à possibilidade dela ter o vírus da zika, doença que está relacionada com a microcefalia nos bebês. O secretário de Saúde de Ilhéus, Antonio Ocké, disse que muita gente procorou o novo posto nesta quinta, porque outros postos não estavam atendendo. Disse ainda que vai apurar o que houve nos outros postos. Ilhéus já registrou este ano 20 casos de dengue, 120 de chikungunya e 102 de zika. (G1)

Comente agora
12
Fev
Consumida há séculos, cevada pode ser benéfica para saúde
Postado por: Samile Macedo / 08:37h

Incrivelmente versátil, a cevada já está inserida na nossa alimentação há centenas de anos. A novidade é que um novo estudo sugere que ela pode ser o ‘novo’ superalimento. Um grupo de pesquisadores da Lund University, na Suécia, revelou que o ‘super grão’ pode melhorar a saúde rapidamente ao reduzir o apetite das pessoas e o seu risco de doenças cardiovasculares. Anne Nilsson, professor no Food for Health Science Centre e uma das cientistas envolvidas no estudo, disse: “é surpreendente e promissor que escolher a combinação certa de fibras dietéticas possa - num curto período de tempo - gerar benefícios para a saúde tão notáveis” , cita o Express britânico. Estes benefícios ocorrem quando a cevada chega ao intestino e incentiva a libertação de bactérias boas e hormônios importantes. O estudo analisou participantes de meia-idade saudáveis que comiam pão majoritariamente feito de grãos de cevada durante três dias – do café da manh, ao almoço e ao jantar. Os pesquisadores notaram numa análise feita cerca de 11 a 14 horas após a última refeição do dia, que os voluntários tinham os níveis de açúcar no sangue e de insulina mais baixos, a sensibilidade à insulina estava maior e o controlo de apetite também.

Comente agora
12
Fev
Infectologista afirma que médicos confundem zika com dengue
Postado por: Redação Voz da Bahia / 06:50h

O elevado número de casos de dengue registrados em um curto período tem mostrado a tendência de uma nova epidemia de grandes proporções no país neste ano. Segundo especialistas ouvidos pela Folha de S. Paulo, isso mostra uma epidemia que não está no início, mas que, em janeiro, já está de vento em popa. De acordo com o infectologista Carlos Magno Fortaleza, professor da Unesp, também ouvido pela publicação, outro cenário possível é que uma parte dos casos já notificados como dengue sejam de zika, doença transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. "Além da dengue, estamos tendo epidemia de zika. Como as doenças causam manifestações semelhantes, pode ser que uma parte seja zika", afirma o infectologista Benedito Lopes da Fonseca. Atualmente, o vírus da zika já tem circulação confirmada em 21 estados do país, além do Distrito Federal. A doença, porém, diferentemente do que ocorre com a dengue, ainda não é de notificação compulsória – o Ministério da Saúde pretende que o modelo, em que todos os casos prováveis da doença são informados ao governo federal depois de avaliação clínica, passe a ser adotado nos próximos dias. 

Comente agora
11
Fev
Itabuna: Jovem de 23 anos morre com suspeita de dengue hemorrágica
Postado por: Anacley Souza / 23:06h

Um jovem com suspeita de dengue hemorrágica morreu no município de Itabuna, no sul da Bahia, nesta quinta-feira (11). A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde da cidade. Rafael Monteiro Esteves, 23 anos, faleceu no Hospital São Lucas, depois de ter sido internado em estado grave, na tarde de quarta-feira (10). Amostras de sangue do jovem foram encaminhadas ao Lacen (Laboratório Central), da Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia), e um laboratório particular, para confirmação da causa do óbito do paciente que, ao ser internado, apresentava estado febril. O Departamento de Vigilância Epidemiológica vai aguardar a conclusão dos exames sorológicos. O paciente também tinha quadro de anemia, constatada depois de ser avaliado pelo médico. O universitário foi medicado e liberado. Contudo, nas primeiras horas da manhã, seu quadro de saúde se agravou. Ele retornou ao mesmo hospital, onde ficou internado, tendo ido a óbito por volta das 12h30. A Secretaria Municipal de Saúde adotou procedimento padrão para a investigação de casos semelhantes.

Comente agora
11
Fev
Vacina contra zika pode ficar pronta para testes em um ano, diz ministro
Postado por: Anacley Souza / 19:01h

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou nesta quinta-feira (11) uma parceria firmada entre o Instituto Evandro Chagas, sediado em Belém, e a Universidade do Texas, nos Estados Unidos, para desenvolver uma vacina contra o vírus da zika. Segundo ele, a experiência das instituições pode encurtar o prazo de formulação do produto em laboratório para um ano. Depois, a vacina deve ser testada em animais e humanos por mais dois anos, antes de o imunizante ser aplicado em grande escala, de acordo com o ministro. "Como o instituto e a universidade têm o mesmo viés, fizemos essa parceria para desenvolver a vacina. Sabemos que é demorada, mas há um grande otimismo de que poderemos desenvolver a vacina em um tempo menor que o previsto. Aproximadamente em um ano, podemos ter essa vacina desenvolvida", afirmou Castro. "Seria um ano para desenvolver e dois anos para testar o produto", acrescentou. O prazo para desenvolvimento não significa que a vacina estará disponível na rede de saúde daqui a um ano. Além dos testes em animais, o produto precisa ser testado em humanos, enviado para laboratórios de outras partes do mundo e registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por exemplo. "O que está previsto no cronograma é dois anos, mas nossos cientistas estão tão otimistas que estão prevendo um prazo inferior. Aí, vai ter que fazer testes em animais, em humanos, e isso demora. A vacina da dengue, por exemplo, está na fase III e ainda vai levar cerca de um ano", diz Castro. No melhor dos cenários, Castro diz que a vacina poderia estar disponível à população dentro de três anos.

Comente agora
11
Fev
Dilma e ministros viajam para participar de ações contra Aedes
Postado por: Débora Ayane / 13:37h

A presidente Dilma Rousseff e 23 ministros do governo viajarão no próximo sábado (13) para participar do dia nacional de mobilização contra o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão dos vírus da zika, da dengue e da febre chikungunya.O dia nacional de mobilização ocorre em meio às medidas do governo para combater o vírus da zika, apontado pelo Ministério da Saúde como responsável pelos casos de microcefalia que têm sido registrados em bebês desde o ano passado.Segundo o Ministério da Defesa, no sábado, cerca de 220 mil militares da Forças Armadas percorrerão 356 municípios do país – as 27 capitais e 329 cidades consideradas “endêmicas” – para informar a população sobre a importância de erradicar os criadouros do Aedes aegypti.

Comente agora
11
Fev
Pesquisa da Embrapa desenvolve bacon e presunto de carne ovina
Postado por: Samile Macedo / 12:28h

Presuntos crus defumados e não defumados, copas, presuntos cozidos, mortadelas, hambúrgueres e até bacon são alguns dos produtos feitos a partir de carne ovina − cordeiros, borregos, ovelhas e carneiros − desenvolvidos pela Embrapa Pecuária Sul (RS) no âmbito do projeto Aproveitamento Integral de Carne Ovina (Aprovinos), que avalia alternativas para levar ao mercado novas opções de consumo deste tipo de carne. De acordo com a coordenadora do projeto, a pesquisadora da Embrapa Élen Nalério, todos esses produtos são feitos com categorias animais com pouco valor comercial hoje, como ovelhas mais velhas e de descarte, porém ainda com bastante qualidade nutricional. A inspiração para o desenvolvimento dos produtos veio de derivados de carne suína, que são muito apreciados pelo consumidor. Para chegar a esses produtos, foram três anos de pesquisas em áreas como processo de salga e de cura. De acordo com Élen, como são inéditos no mercado, foi preciso partir de produtos similares de outros animais para chegar a processos que garantissem a qualidade, sabor e segurança para o consumidor. "No caso do presunto cru, por exemplo, que é uma peça única e com osso, são levadas em consideração as diversas reações bioquímicas que ocorrem durante a conversão da carne em presunto para encontrar as condições de umidade e de calor, além da salga, para chegarmos ao produto final com a qualidade que queríamos e sem riscos de consumo", ressalta. Foi necessário também identificar as cepas de fungos, que dão o sabor e aroma aos embutidos, de forma a certificar que estes não apresentam caráter toxigênico para o consumo. Os presuntos crus, oveicon premium (bacon ovino tipo extra), linguiça light e as copas são alguns dos produtos que compõem a Linha Premium, formada por produtos de alto valor agregado, uma das três linhas concebidas durante o projeto voltadas a diferentes públicos e regiões do País. 

Comente agora
11
Fev
Vacina contra zika pode ficar pronta para testes em um ano, diz ministro
Postado por: Redação Voz da Bahia / 11:52h

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou nesta quinta-feira (11) uma parceria firmada entre o Instituto Evandro Chagas, sediado em Belém, e a Universidade do Texas, nos Estados Unidos, para desenvolver uma vacina contra o vírus da zika. Segundo ele, a experiência das instituições pode encurtar o prazo de formulação do produto. "Como o instituto e a universidade têm o mesmo viés, fizemos essa parceria para desenvolver a vacina. Sabemos que é demorada, mas há um grande otimismo de que poderemos desenvolver a vacina em um tempo menor que o previsto. Aproximadamente em um ano, podemos ter essa vacina desenvolvida", afirmou Castro. Seriam necessários mais dois anos, porém, para testar a vacina em animais e humanos, antes de começar a aplicar o imunizante em grande escala. A parceria prevê investimento de US$ 1,9 milhão pelo governo brasileiro, nos próximos cinco anos. O valor do aporte a ser feito pelos EUA não foi informado. O lado brasileiro do desenvolvimento será coordenado pelo pesquisador Pedro Vasconcelos, do Evandro Chagas. Embora o cronograma de trabalho oficial preveja prazo de dois anos para a vacina, ele também diz que será possível encurtar o tempo pela metade. "Essa vacina vai ser feita da seguinte maneira: após o sequenciamento do vírus zika, que já está acontecendo, a parte que é responsável pelo desenvolvimento de anticorpos no hospedeiro será incorporada a uma molécula sintética, que vai estimular o organismo humano".

Comente agora
11
Fev
EUA acham vírus Zika em tecido de bebês mortos no Brasil com microcefalia
Postado por: Samile Macedo / 09:31h

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) conseguiu identificar o vírus Zika em amostras de tecido de dois bebês com microcefalia que morreram no Brasil. A informação foi divulgada pelo diretor do instituto, Tom Frieden, durante um painel para membros do Comitê de Assuntos Exteriores do Congresso norte-americano. A notícia, publicada pelo jornal USA Today e pela Fox News, afirma que Frieden explicou que novos testes ainda precisam ser feitos para que o CDC consiga confirmar a relação do vírus com a doença. Mesmo assim, para o diretor, “essa é a mais forte evidência, até agora, de que o Zika vírus é a causa da microcefalia [nos bebês cujas amostras foram analisadas]”. O CDC tem recomendado a mulheres grávidas que planejam viajar às áreas infectadas pelo vírus Zika que considerem adiar a ida. Para os demais viajantes, a recomendação é de se proteger contra a picada de mosquitos. Apesar de os Estados Unidos não terem registrado doentes infectados por mosquitos dentro do país, o presidente Barack Obama quer investir U$ 1,856 bilhão nos esforços de combate ao vírus. Na segunda-feira, Obama fez um pedido de reforço orçamentário ao Congresso. O dinheiro será usado em programas de controle de mosquitos, pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina, e também vai servir para ajudar países afetados pelo vírus a combater o mosquito e controlar a transmissão da doença. Com informações da Agência Brasil.

Comente agora
11
Fev
Cinco vítimas de acidente automobilístico deram entrada no HRSAJ nas últimas 24h
Postado por: Samile Macedo / 08:12h

-Juliane Dias Barbosa, 20 anos, moradora da Rua Wellington Figueredo, em Santo Antônio de Jesus, vítima de agressão física deu entrada no Hospital Regional

Vítimas de acidente automobilístico:

-Mateus Melquisedec de Jesus Santos, 18 anos, morador da cidade de Amargosa

-Luís Alberto Oliveira Costa, 38 anos, residente na Rua Valeriano Mota de Almeida na cidade de Varzedo

-Pedro Peixoto da Silva, 50 anos, morador da cidade de Varzedo

-Marisa de Jesus Santos Figueira, 50 anos, residente na cidade de Amargosa

-Edimilson de Jesus Santos, 38 anos residente no Loteamento Sales em Santo Antônio de Jesus

Vítimas de acidente com motocicleta:

-Anataíde Santos Vívia, 25 anos residente no bairro Urbis 4, Santo Antônio de Jesus

-José de Jesus Santos, 40 anos, morador da Rua São Jorge em Santo Antônio de Jesus

Redação Voz da Bahia

Comente agora
11
Fev
Ministério da Saúde confirma 3ª morte por zika no Brasil
Postado por: Samile Macedo / 07:45h

O Ministério da Saúde confirmou a terceira morte pelo vírus da zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, no Brasil. O paciente era uma jovem de 20 anos, do município de Serrinha, no Rio Grande do Norte. Ela ficou internada em Natal durante 11 dias com problemas respiratórios. A morte foi em abril do ano passado, mas o resultado dos exames saiu apenas agora. No final de novembro, o Instituto Evandro Chagas confirmou o primeiro caso de morte pelo vírus da zika no Brasil. A vítima foi um homem que morava no estado do Maranhão. Segundo os especialistas, o paciente tinha lúpus, uma doença que afeta o sistema imunológico, e por isso não resistiu à zika. O segundo caso de morte ligada ao vírus da zika foi o de uma menida de 16 anos, do município de Benevides, no Pará. O comunicado foi feito pelo ministério no dia 28 de novembro. Ela morreu no final de outubro. Os dados mostram que os sintomas começaram em 29 de setembro, e que a coleta de sangue foi feita sete dias depois, quando o caso foi notificado, em 6 de outubro. Ela apresentou dor de cabeça, náuseas e petéquias (pontos vermelhos na pele e mucosas). "O teste foi positivo para o vírus, confirmado e repetido", disse o ministério na ocasião. A doença é transmitida pela picada dos mosquitos da família “aedes”, a mesma que transmite dengue e a febre chikungunya. A prevenção é evitar lixo acumulado e não deixar água parada como criadouro de mosquitos.

Comente agora
11
Fev
Mais grave em crianças, sintomas da dengue passam despercebidos pelos pais
Postado por: Samile Macedo / 07:05h

Identificar se o filho está com dengue e intervir no momento certo pode ajudar a criança a se recuperar mais rapidamente e, no caso de a doença evoluir para um quadro mais grave, conseguir tratá-la logo no início para evitar complicações maiores. Mas, muitas vezes, os sintomas, piores entre os pequenos, acabam passando despercebidos pelos pais, alertam especialistas consultados iG. Coordenadora do Centro de Medicina Fetal e UTI Neonatal do Hospital Samaritano, Teresa Maria Uras Belém destaca ao iG quão diversas podem ser as formas como a doença se manifesta, desde a condição assintomática até a uma manifestação tão grave que pode levar à morte. “30% das pessoas com dengue não apresentarão sintomas importantes. É basicamente tratar a febre com paracetamol – o AAS é proibido –, repousar e se hidratar bastante”, lembra Teresa Maria. “Nos bebês, no entanto, a dengue pode ser mais grave." A pediatra Natasha Slhessarenko, do Delboni Medicina Diagnóstica, detalha que, quanto menor for a criança, menos específicos serão os sintomas. Desta forma, apatia, sonolência e falta de apetite podem ser sinais da dengue, assim como febre alta, de início abrupto. “A criança pode ter dor no corpo e dor forte nas articulações, além do cansaço e fraqueza. Dor no fundo dos olhos também é comum”, lista a pediatra. 

Dor abdominal é sinal de gravidade - Se a criança apresentar dor abdominal, no entanto, os responsáveis devem correr rápido para o pronto-socorro, já que isso é um indicativo de que a dengue está evoluindo para um quadro grave. Natasha alerta que também acontece de a criança passar a sangrar pelo nariz ou ao escovar os dentes. “Normalmente, os sintomas mais críticos aparecem quando a febre cessa. Se, depois de dois ou três dias, a febre passa mas a criança não melhora, é sinal de alerta”, explica ela.

Comente agora
10
Fev
Horário de verão termina dia 20. Veja como acostumar o corpo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 23:15h

No próximo dia 20 de fevereiro, termina o horário de verão e os relógios devem ser atrasados em 1h. Pode parecer pouco, mas estudos revelam que o corpo pode demorar até 15 dias para se adaptar a nova rotina. No entanto, é possível ter algumas atitudes antes do relógio mudar e ajudar no período de adaptação. “O desequilíbrio do organismo se dá nos cinco primeiros dias da mudança no relógio, após esse período e com os devidos cuidados tomados, o corpo se adapta de forma tranquila”, explica ao iG o clínico geral do Hospital das Clínicas da FMUSP, Jacob Faintuch. O profissional analisa que a melhor atitude é preparar o organismo para o novo horário. Isso significa manter uma boa qualidade do sono e dormir o suficiente ao longo do período que antecede a mudança. “Dificuldade para dormir ou acordar podem predispor a problemas cardíacos e outras doenças. O infarto, por exemplo, costuma ocorrer algumas horas depois de acordar e, principalmente, na segunda-feira, dia em que o estresse comumente aumenta”, disse. A alimentação também tem um papel fundamental. Ela deve ser equilibrada e ainda é preciso evitar alimentos pesados e bebidas estimulantes como café, chá preto e pó de guaraná.

Comente agora
10
Fev
Força-tarefa anuncia teste que detecta zika em cinco horas
Postado por: Anacley Souza / 23:04h

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, inicia, na próxima segunda-feira, testes rápidos para detecção do vírus zika. O método é capaz de constatar a presença do vírus em amostras de sangue, saliva e urina, e o resultado sai em cinco horas. Inicialmente, as amostras serão recolhidas somente no Hospital das Clínicas de Campinas e encaminhadas à universidade para análise dos pesquisadores. Atualmente, o exame para detecção do vírus é realizado apenas em amostras de sangue, e o resultado leva, pelo menos, uma semana para ser divulgado. De acordo com a professora do Instituto de Biologia da Unicamp e coordenadora da pesquisa, Clarice Arns, embora o teste seja bastante preciso, ele só consegue detectar a presença do vírus durante a fase aguda da doença, ou seja, quando o paciente apresenta os sintomas evidentes da enfermidade. — Se o paciente estiver na fase aguda, em cinco horas nós temos a resposta. Com isso, você elimina outros diagnósticos, como gripe forte, dengue, chicungunha. Um diagnóstico preciso é sempre importante. Agora, se quisermos saber se esse paciente teve contato com o vírus e não apresenta sintomas nós temos que fazer os testes sorológicos, que ainda é um pouco demorado, leva uma semana. — explica Clarice. A pesquisadora explicou que o teste molecular já existia para a detecção de outros vírus e apenas sofreu modificações para ser capaz de identificar o zika. PUBLICIDADE — A notícia boa é que ele (zika) parece ter só tem um tipo, diferente da dengue, que são quatro. Então, nós temos que ter imunidade para os quatro.

Comente agora
10
Fev
Uso do ar condicionado pode piorar crises de asma no verão
Postado por: Anacley Souza / 20:55h

Com as temperaturas mais quents, é comum que as crises de asma fiquem mais frequentes, já que o uso do ar condicionado é maior. De acordo com o Portal do Governo de São Paulo, as variações de temperatura aumentam as chances de inflamação dos brônquios. "A explicação é que, no calor, muitas vezes, temos diminuição da umidade relativa do ar e maior concentração de poeira e demais poluentes atmosféricos, o que pode causar crises de asma", afirma Maria Vera Castellano, diretora do Serviço de Doenças do Aparelho Respiratório do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE). Afim de evitar crises, recomenda-se cuidados comuns a qualquer pessoa que pratica ou não atividades físicas, como ingestão de água para hidratar, evitar exposição solar em horários de calor excessivo e manter a alimentação indicada para a estação.

Comente agora
10
Fev
Pesquisadores trabalham para detectar se há ligação entre zika e Guillain-Barré
Postado por: Anacley Souza / 20:36h

Pesquisadores brasileiros e americanos trabalham juntos para determinar se há ligação entre o vírus zika e a síndrome de Guillain-Barré, que provoca paralisia temporária e pode levar à morte. A informação foi dada nessa quarta, 10, em depoimento no Congresso dos EUA pelo diretor do Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC), Thomas Frieden. Realizada no Comitê de Relações Exteriores, a audiência foi convocada para discutir a epidemia global de zika, que tem seu epicentro no Brasil. "Atualmente, nós não sabemos se uma infeção pelo vírus zika provoca a síndrome de Guillain-Barré", observou Frieden. Mas ele disse que a doença é uma consequência de vários tipos de infecção, entre as quais as provocas por vírus semelhantes ao zika. Na segunda-feira, o presidente Barack Obama pediu ao Congresso US$ 1,8 bilhão para conter a expansão do vírus dentro e fora dos EUA. Pouco mais de US$ 800 milhões serão destinados ao combate ao mosquito aedes aegypti, ao desenvolvimento de testes e ações educativas. Outros US$ 200 milhões serão usados no desenvolvimento de uma vacina contra o zika. Anthony Fauci, responsável por doenças infecciosas no CDC, disse na mesma audiência no Congresso que a instituição pesquisa diferentes tipos de vacina. Uma delas tem por base vacina contra a dengue desenvolvida em conjunto com o Instituto Butantã no Brasil.

Comente agora
10
Fev
Curitiba registra primeira morte por dengue em 2016
Postado por: Anacley Souza / 17:54h

Um homem de 56 anos morreu em Curitiba nesta quarta-feira (10), vítima de dengue hemorrágica. Confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde, este é o primeiro caso fatal da doença registrado na cidade em 2016. O paciente era curitibano, mas teria contraído a doença durante uma viagem ao Paraguai, que como o Brasil também apresenta alta incidência de dengue. O homem foi internado no Hospital São Vicente no último dia 4 de fevereiro, mas não resistiu após a doença evoluir para a forma hemorrágica. Na semana passada, a Prefeitura de Curitiba divulgou que a cidade já registrou mais de 110 casos de dengue somente em 2016. Todos os pacientes teriam contraído a doença em outras cidades.

Comente agora
10
Fev
Médico alemão diz que Zika não ameaça Olimpíada no Brasil
Postado por: Samile Macedo / 13:00h

O vírus da Zika no Brasil ainda precisa ser monitorado, mas não representa uma ameaça à Olimpiada de 2016. É o que diz o médico responsável por cuidar da delegação da Alemanha. Bernd Wolfarth, da Confederação Alemã de Esportes Olímpicos, diz, no entanto, que cada atleta deve decidir se quer ou não viajar ao Rio de Janeiro. "Independentemente de atletas decidirem livremente se querem competir ou não, é preciso acompanhar o desenrolar [da epidemia] com cuidado", declarou. Transmissível pelo mosquito Aedes aegypti, o vírus Zika se espalhou pelo país e tem forte ligação com problemas congênitos, além de preocupar atletas e outros integrantes de delegações que devem ir aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro de 5 a 21 de agosto. Na última terça-feira (9), o Quênia causou furor quando o chefe do seu comitê olímpico disse que a delegação pode boicotar os jogos em razão da zika, mas autoridades afirmaram mais tarde que ainda era cedo demais para decidir. (Metro1)

Comente agora
10
Fev
Em breve os preservativos poderão ser tão finos quanto fios de cabelos
Postado por: Samile Macedo / 11:40h

Investigadores australianos estão prestes a criar um preservativo com uma espessura “tão fina como a largura de um fio de cabelo” sem comprometer a resistência do látex, conta o Mirror. Este látex será produzido graças a uma nano celulose extraída de uma erva utilizada há vários anos por nativos australianos, um fato que está a dar segurança aos investigadores encarregados do desenvolvimento destes preservativos. Porém, a equipa parece não estar satisfeita com o resultado e pretende continuar a desenvolver estes preservativos ainda mais para que sejam ainda mais finos no futuro.

Comente agora
10
Fev
Ressaca de Carnaval? Aprenda alguns truques para curar
Postado por: Redação Voz da Bahia / 09:58h

As festas acabaram, mas você ainda sente as consequências. Nessa época, a ressaca de Carnaval é normal para quem passa um pouco do ponto e exagera na comemoração. Termina a quarta-feira de cinzas e o primeiro pensamento ao acordar é de que talvez não devesse ter bebido tanto. Mas, como diz o ditado, depois que passa, não adianta chorar sobre o leite derramado. É hora de se recuperar e voltar à rotina. Alguns cuidados podem ajudar você.

Alimentos ajudam a curar a ressaca de Carnaval

Poucas pessoas sabem, mas existem alimentos podem ajudar a curar ou ao menos diminuir os efeitos da ressaca de Carnaval. Isso mesmo. A dor de cabeça, as náuseas, a sensação de boca seca e a tontura não precisam ser suas companheiras de pós-festa. Os famosos sucos detox, por exemplo, ajudam a amenizar os efeitos adversos. Assim como saladas e chás, eles limpam o fígado. Além disso, especialistas recomendam evitar o consumo de carnes durante 48 horas após a folia. Para o endocrinologista especializado em fisiologia do exercício e nutrologia, Mohamad Barakat, a dica é manter o corpo bem hidratado com muita água. Mas ele também destaca alguns alimentos que podem ajudar a segurar os efeitos da bebedeira. 

Comente agora
10
Fev
Aedes aegypti transmite doença que pode causar embolia pulmonar e morte em cães
Postado por: Samile Macedo / 08:20h

Apesar do senso comum, os alvos do mosquito Aedes aegypti não são apenas as pessoas, mas também seres felpudos e de quatro patas. A dirofilariose canina é uma doença que tem entre seus vetores o mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e do chikungunya. E a consequência é uma embolia pulmonar que pode levar à morte. O veterinário André Luís Soares da Fonseca, professor na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), explica que "o Aedes aegypti prefere sangue humano, mas também ataca cães" – momento em que o parasita dilofilaria immitis entra no corpo do animal e passa a se desenvolver em seu coração, podendo atingir até 20 centímetros de comprimento. “É um verme que fica em forma de novelo. O animal infectado chega a abrigar no coração dez larvas ou até mais”, alerta Rodrigo Monteiro, professor do curso de Medicina Veterinária na Universidade Anhanguera. “O parasita se alimenta dos componentes do sangue, nutrientes e proteínas do animal." A partir do momento em que o Aedes aegypti contaminado com a dirofilária pica o cão, o verme é transmitido para o animal, caindo na corrente sanguínea e indo direto ao coração, onde instantaneamente começa a causar danos. Inicialmente de uma dimensão minúscula, capaz de passar pela tromba do mosquito, o verme se desenvolve rapidamente e, em três anos, chega a seu auge, com 20 centímetros, momento em que passa a causar maior estrago ao organismo. Cansaço, dificuldade para se exercitar, tosse e edema pulmonar são alguns dos sintomas. (iG)

Comente agora
10
Fev
Após viagem, grávida é diagnosticada com zika na Austrália
Postado por: Samile Macedo / 07:42h

A Austrália anunciou nesta quarta-feira (10) um caso de vírus da zika em uma grávida que viajou ao exterior e recomendou que as mulheres evitem as áreas afetadas pelo mosquito transmissor do vírus. "Uma mulher foi diagnosticada com a doença no sudeste de Queensland ontem (terça-feira), depois de uma viagem recente ao exterior", anunciou o ministério regional da Saúde do estado de Queensland. "A mulher está grávida. Não é um caso de contágio local do vírus", completou o ministério. Este é o terceiro caso registrado este ano em Queensland, mas as autoridades confirmaram que um deles - o de uma mulher que viajou a El Salvador - foi contraído em 2015. Os cientistas acreditam que o vírus da zika pode ser responsável pelo aumento dos casos de microcefalia em recém-nascidos em vários países da América Latina, em particular no Brasil. Apesar dos casos registrados na Austrália, as autoridades consideram pequeno o risco de uma epidemia em grande escala no país. (G1)

Comente agora
10
Fev
Bengala com sensores instalados detectam obstáculos e alertam usuário
Postado por: Samile Macedo / 07:29h

Vida de deficiente visual exige audição, tato e sentidos apurados. E — por que não? — uma boa injeção de tecnologia? Pensando assim, alunos do Centro Universitário UNA, de Belo Horizonte, pensaram numa nova versão para a tradicional bengala, tornando-a mais sensorial. Com a roupagem moderna, o acessório analisa o ambiente por meio de sensores, que emitem sinais transformados em vibração e proporcionam, assim, mais autonomia e segurança ao usuário. Um manete vibratório e um apito sonoro atuam, então, como sentidos complementares à pessoa com dificuldades visuais. Outros projetos universitários foram desenvolvidos nessa linha e há bengalas importadas com recursos semelhantes à venda. Mas a sugerida pelos mineiros diferencia-se pela facilidade e pelo baixo custo de produção: R$ 300, ante os valores de R$ 10 mil a R$ 20 mil para modelos produzidos fora do Brasil. O preço tende a diminuir com uma possível certificação e fabricação em escala industrial. Há ainda ideias de novas variações da bengala inteligente, com recursos como GPS, conexão com aplicativos como o SIU Mobile — que fornece informações sobre transporte público e o trânsito da cidade — e áudio. O projeto foi desenvolvido por seis alunos na conclusão do primeiro ano do curso de manutenção e automação industrial da UNA Unidade Barreiro, sob coordenação do professor Matheus Gravito. O começo do projeto, conta Wender Cardoso, 24 anos, um dos criadores, veio à cabeça quando ele viu uma idosa deficiente visual se machucar ao cair em um buraco no centro de Belo Horizonte. “Na hora, bateu a ideia, mas não a colocamos em prática. Em meados do ano passado, o professor Gravito nos passou uma demanda de um projeto voltado à comunidade e pensamos, então, em desenvolver a bengala para cegos”, conta o estudante. 

Comente agora
09
Fev
Mulheres bebem mais do que homens no Carnaval de Salvador, segundo secretaria de saúde
Postado por: Anacley Souza / 23:46h

Engana-se quem pensa que apenas os homens cometem excessos alcoólicos na folia. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, durante o Carnaval, do total de 515 ocorrências até a tarde desta terça-feira (9), 57% dos pacientes atendidos por alcoolemia são do sexo feminino. Apesar disso, no geral, houve um decréscimo de 12% do número total de ocorrências nesse quesito quando comparado ao mesmo período do ano passado. Os dados reforçam uma pesquisa do Ministério da Saúde, realizada em 2011, que revelou Salvador como a capital brasileira onde mais se consome bebidas alcoólicas de forma excessiva, principalmente entre as mulheres. As soteropolitanas são as que mais bebem em todo o País e os homens ocupam o segundo lugar deste ranking nacional. O secretário municipal de Saúde, José Antonio Rodrigues Alves, afirmou que os casos de embriaguez estão diminuindo, mas as mulheres ainda são as mais acometidas pelo uso em excesso de álcool. "As mulheres são mais afeitas à utilização de bebidas mais adocicadas e, logicamente, que a indústria também já descobriu isso e começou a comercializar coquetéis gelados com índice de teor alcoólico muito maior que por exemplo as cervejas de um maneira geral. Isso faz com que as pessoas tenham um processo de intoxicação mais rápida". informou.

Publicidade:

Comente agora
09
Fev
Planos de saúde não cobrem exame para detecção do vírus zika
Postado por: Anacley Souza / 22:56h

Além de toda a preocupação com a epidemia do Zika, considerada “explosiva” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), usuários dos principais planos de saúde do país podem enfrentar dificuldades em hospitais e laboratórios particulares para os testes do vírus. Os planos de saúde ainda não são obrigados a cobrir os custos do único teste disponível para diagnóstico. De acordo com informações do jornal 'O Globo', a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS), responsável por regular o setor, afirma que não há no país diretrizes específicas para a utilização do PCR, exame essencial para comprovar a presença do material genético do vírus zika, que custa em média, R$ 350 por pessoa. Os protocolos e diretrizes de atendimento específicos para o tratamento do vírus zika são estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Ainda segundo a publicação, desde 2000, a detecção de dengue tem cobertura obrigatória pelos planos de saúde e já no começo deste ano, testes rápidos para a doença e para a chicungunha passaram a ser exigidos.

Comente agora
09
Fev
Idosos são infectados com bactéria após mutirão de catarata
Postado por: Anacley Souza / 22:44h

Vinte e um idosos foram infectados por uma bactéria nos olhos depois de um mutirão de cirurgias de catarata em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Pelo menos 15 pacientes perderam a visão do olho operado e estão em tratamento para reverter os danos. O mutirão aconteceu no dia 30 de janeiro e atendeu 27 pessoas. O cristalino é a lente natural dos olhos por onde atravessam os raios de luz. A catarata provoca perda de transparência na visão. Na cirurgia, considerada simples, os médicos removem a lente opaca e a substituem por outra artificial. Segundo um especialista, a bactéria que contaminou os pacientes é agressiva e rara nesse tipo de operação. Os atendimentos foram terceirizados, feitos por um único médico - Paulo Barição - contratado pelo Instituto de Oftalmologia da Baixada Santista. A mesma clínica já havia feito outras quase 1000 cirurgias de catarata só em 2015 em São Bernardo do Campo. Segundo a secretaria municipal de saúde, não houve qualquer tipo de complicação. Ainda de acordo com a pasta, o contrato que vigorava desde 2014, foi suspenso. É também teria sido recomendado o afastamento do médico responsável. Um processo de investigação foi aberto e as causas dessa contaminação devem ser conhecidas até o final do mês.

Comente agora
09
Fev
Agência da ONU de energia atômica discute Aedes
Postado por: Anacley Souza / 22:22h

Em resposta à epidemia do vírus Zika na América Latina, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) realiza este mês uma reunião para tratar do uso de técnicas nucleares para o controle de mosquitos. O encontro deve acontecer nos dias 22 e 23 de fevereiro em Brasília, conforme anunciou o diretor-geral da entidade, Yukiya Amano. Uma das medidas a serem discutidas é a adoção da chamada Técnica do Inseto Estéril, um tipo de controle de peste que utiliza radiação ionizante para esterilizar insetos machos, produzidos em larga escala em instalações especiais. Segundo a AIEA, a estratégia tem sido utilizada com sucesso em todo o mundo há mais de 50 anos para o controle de diversos insetos que comprometem a agricultura. Durante o evento, em Brasília, especialistas de países como China, México, Suécia, Tailândia, Trinidad e Tobago, Estados Unidos e Brasil, além de técnicos da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), vão desenvolver um roteiro para o controle da população de Aedes aegypti na região a curto e médio prazo. Até o momento, o vírus Zika foi identificado em 23 países das Américas. Há, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), fortes indicativos de que a infecção esteja associada ao aumento de casos de malformação congênita em bebês e da Síndrome de Guillain-Barré.

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com