As comentadas


Bom dia , Quinta-feira, 27/11/2014









Enquete



Reflita

Blog

Economia

27
Nov
Contribuinte tem até sexta para fugir da malha fina da Receita; saiba como
Postado por: Samile Macêdo / 10:34h

O contribuinte que tem alguma pendência com a Receita Federal, porque incorreu em erros de preenchimento ou de informações inconsistentes tem até esta sexta-feira (28) para acessar e corrigir informações na base de dados para tentar receber a restituição do Imposto de Renda no último lote do ano, que será pago em 15 de dezembro. Segundo o professor de Ciências Contábeis da Faculdade Mackenzie Rio, Edmilson Machado, para saber se sua declaração está com algum problema, é preciso clicar em “restituição e compensação”. Depois, em “Restituição do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF”. Após isso, clique em “Consulta Restituição e Situação da Declaração IRPF”. Basta informar o CPF para ter acesso às informações e corrigi-las. A Receita Federal anunciou em novembro uma novidade que ajudará o contribuinte no preenchimento da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2015. A ferramenta (um aplicativo disponível para PCs, tablets e smartphones) funcionará como um rascunho da declaração. Essa opção possibilitará que o cidadão faça um arquivo, uma espécie de rascunho, ao longo de todo ano para inclusão gradual de informações. O intuito da novidade é facilitar a vida do contribuinte para que não deixe a declaração para última hora e faça a inclusão dos dados gradualmente. A utilização da ferramenta é facultativa, informou a Receita Federal em comunicado. As operações que poderão ser lançadas por meio desse aplicativo são: dependente e despesas dos dependentes, movimentação de bens (venda de carro ou imóvel) e direitos, rendimentos, pagamentos efetuados ao longo do ano. O aplicativo Rascunho IRPF já está disponível para download no site e as informações salvas "poderão, a critério do usuário, ser utilizadas na declaração IRPF 2015".

Comente agora
27
Nov
Brasil e Uruguai já podem fazer comércio com moeda própria
Postado por: Redação Voz da Bahia / 10:17h

Foi publicado nesta quinta-feira (27), no Diário Oficial da União, um mecanismo no qual permite que Brasil e Uruguai realizem trocas comerciais e remessas nas próprias moedas. O mecanismo também será usado para o pagamento de aposentados e pensionistas. De acordo com o Banco Central brasileiro, o acordo vai aumentar o acesso dos pequenos e médios agentes, aprofundar o mercado do real e do peso uruguaio e reduzir custos de transação.Brasil e Uruguai já podem fazer comércio com moeda própria. (Metro1)

Comente agora
27
Nov
Governo tem de economizar R$ 21 bilhões em dois meses
Postado por: Samile Macêdo / 08:35h

Depois de cinco meses seguidos registrando déficit primário, as contas do governo central (Tesouro, Previdência e Banco Central) fecharam no azul em outubro, saldo de R$ 4,1 bilhões. O resultado, porém, é o mais baixo para o mês desde 2002. No acumulado do ano, o déficit é de R$ 11,6 bilhões, o que significa que o governo terá de economizar R$ 21,7 bilhões em novembro e dezembro para cumprir a meta de R$ 10,1 bilhões estabelecida no último relatório de avaliação de receitas e despesas, divulgado na semana passada. Apesar do fraco desempenho, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, disse que a meta deve ser cumprida considerando que o saldo está positivo em R$ 31,9 bilhões no acumulado de 12 meses. Ele informou que a previsão de ingresso de dividendos das estatais caiu de R$ 25,4 bilhões para R$ 18,539 bilhões e a estimativa de receitas com concessões foi reduzida de R$ 15,4 bilhões para R$ 7,2 bilhões. O governo considerou ainda o ingresso de R$ 2 bilhões referentes à cessão onerosa para a Petrobras de quatro áreas de exploração do pré-sal. (Correio)

Comente agora
27
Nov
Nova equipe econômica de Dilma pode acelerar alta do juro
Postado por: Letícia Oliveira / 07:28h

Uma questão interessante é saber como a aparente escolha de um caminho ortodoxo para a política econômica no segundo mandato deve influenciar as próximas decisões do Comitê e Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). Na próxima semana, o Copom reúne-se e uma dúvida do mercado é se elevará a Selic novamente em 0,25 ponto porcentual (como no deslanchar deste ciclo de aperto monetário, ocorrido na última reunião no fim de outubro) ou se vai acelerar o ritmo para 0,5 ponto porcentual. A Selic está em 11,25%. A opção de Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda e de Nelson Barbosa para o do Planejamento significa que deve ser tentado um consistente ajuste fiscal. Levy, com sua aura ortodoxa, encarna essa ideia. Barbosa, um heterodoxo moderado e flexível, deu claras demonstrações nas suas intervenções públicas desde que saiu do governo Dilma Rousseff de que consertar a política fiscal é uma de suas maiores prioridades. (Estadão)

Comente agora
26
Nov
Último Feirão do ano oferece mais de mil carros com taxas e condições especiais
Postado por: Samile Macêdo / 12:42h

De 30 de novembro a 7 de dezembro, o Auto Shopping Itapoan realiza o Último Feirão do Ano. “Esta é uma grande oportunidade de aproveitar o 13º para fazer um excelente negócio ainda neste finalzinho de ano", explica Daniela Peres, gerente comercial do shopping de veículos. O evento conta com a participação das 20 lojas especializadas que atuam no Shopping e oferecem mais de 1 mil veículos semi-novos revisados e com garantia de procedência, além de taxas e condições especiais. Durante o feirão é possível encontrar, por exemplo, um Uno Way 11/12, básico, 2 portas, por apenas R$14.990 reais. Já o Clio 12/13, completo, 4 portas, pode ser adquirido por R$ 22.900 reais. “Esse é um feirão para liquidar todo o estoque neste fim do ano. Mas é bom frisar que o Auto Shopping funciona como um feirão permanente, mas com estrutura de shopping e durante o ano todo’’, completa Daniela Peres. Além disso, na comprar de qualquer carro o cliente sai do Auto Shopping Itapoan com uma bike. A premiação integra a campanha a campanha ‘Agora você vai de Bike’, cujo objetivo é ajudar o meio ambiente e apoiar o transporte alternativo, incentivando seus clientes a adotarem a bicicleta com mais um meio de locomoção. (Bocão News)

Comente agora
26
Nov
Para fugir de armadilhas na Black Friday, serviço reúne 'reputação online' de lojas
Postado por: Letícia Oliveira / 11:24h

Nos Estados Unidos, a Black Friday, que ocorre nesta sexta-feira (28), tem descontos que fazem consumidores transformarem o dia em um feriado, tirarem o escorpião do bolso e irem às lojas para comprar tudo e mais um pouco. No Brasil, a coisa não é bem assim. Tanto que o dia de promoção ganhou um apelido indigesto. Se não tomar cuidado em averiguar a loja onde compra, os consumidores podem cair em armadilhas capazes de fazer o que ficou conhecido como "Black Fraude", a farra de descontos #SoQueNão, em uma doce lembrança. Algumas ferramentas já mapeiam o humor dos clientes em relação a uma loja on-line, mas checar a reputação de um determinado site em todos esses canais pode levar muito tempo –e nessa a promoção foi para o ralo. Para facilitar a pesquisa, o Reclamigão compila em uma plataforma só todas as informações presentes no Reclameaqui, Reclamão, Ebit, Consumidor.gov.br, Denuncio, Mywot e no Procon-SP. Além das notas conferidas por cada serviço, é possível ler reclamações (a maioria) e elogios (poucos e raros) feitos pelos clientes a respeito de uma loja.

Comente agora
25
Nov
Bolsas nos EUA fecham perto da estabilidade nesta terça
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 21:24h

Os principais índices acionários dos Estados Unidos encerraram perto da estabilidade nesta terça-feira, com dados mais fracos sobre a confiança do consumidor e os preços dos imóveis mantendo os investidores cautelosos, mesmo após dados mostrarem que a maior economia do mundo cresceu mais do que o esperado no terceiro trimestre. O índice Dow Jones caiu 0,02%, a 17.814 pontos, enquanto o S&P 500 teve perda de 0,12%, a 2.067 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,07%, a 4.758 pontos. O S&P 500 atingiu pontuação máxima no intradia, perto de 2.075 pontos, e fechou com a 12ª alta das últimas 15 sessões. O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no terceiro trimestre veio muito mais forte do que o esperado, mas dados separados mostrando que a confiança do consumidor caiu para o menor patamar em cinco meses e mais uma moderação nas altas de preços de imóveis limitaram o desempenho dos índices acionários. O volume de negócios foi mais baixo na sessão, com cerca de 6,1 bilhões de ações sendo negociadas, comparado com a média diária deste mês, de 6,36 bilhões. Os mercados acionários dos EUA ficarão fechados na quinta-feira e terão sessão reduzida na sexta-feira. O diretor regional de investimento do U.S. Bank Wealth Management, Jeff Kravetz, disse que o apoio vindo de bancos centrais da Ásia e da Europa está avançando enquanto o do Federal Reserve recua, mas "ainda há preocupações sobre o crescimento global, não só na Europa, mas também em países emergentes".

Comente agora
25
Nov
Aneel aprova corte de 50% no preço teto da energia no mercado à vista
Postado por: Anacley Souza / 19:13h

Uma decisão tomada nesta terça-feira (25) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve contribuir para reduzir o custo da energia no país e, em consequência, aliviar os altos reajustes nas contas de luz esperados para os próximos anos no Brasil. A diretoria da agência aprovou a redução do preço máximo a ser cobrado pela energia negociada no chamado mercado à vista, dos atuais R$ 822,83 para R$ 388,48 o megawatt-hora (MWh). A legislação do país obriga as distribuidoras a terem, sob contrato e a preços fixos, toda a eletricidade que precisam para atender aos seus consumidores. Isso visa evitar que essas distribuidoras precisem recorrer ao mercado à vista, onde os preços flutuam de acordo com a situação dos reservatórios das hidrelétricas e previsão de chuvas, por exemplo. Se o preço da energia no mercado à vista dispara, distribuidoras descontratadas (que usam mais eletricidade que aquela que possui sob contrato) são obrigadas a pagar caro pela energia extra, e essa conta é depois repassada aos consumidores – ou seja, provoca aumento das contas de luz. Isso foi exatamente o que ocorreu no país em 2014: devido à estiagem, o preço da energia no mercado à vista disparou – nesta semana, por exemplo, ele está fixado no limite máximo de R$ 822,83 o megawatt-hora.

Comente agora
25
Nov
Bahia marca presença na III Conferência Nacional de Economia Solidária
Postado por: Anacley Souza / 18:46h

A Bahia estará presente na III Conferência Nacional de Economia Solidária (III Conaes), que será realizada a partir desta quinta-feira (27), até o próximo domingo (30), em Brasília. A delegação baiana terá 100 delegados e mais o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, também presidente do Fórum Nacional de Secretarias Estaduais do Trabalho (Fonset), que participará da solenidade de abertura, representando o governador Jaques Wagner.  Paralelamente ao evento, haverá um Encontro de Mulheres, que será aberto, já nesta quarta-feira (26), e uma Mostra de Economia Solidária com estandes de cada um dos estados da Federação. O da Bahia apresentará experiências de sucesso, além de produtos e publicações relatando tudo o que vem sendo realizado no estado, desde 2007, quando foi criada a Superintendência de Economia Solidária (Sesol).

Representantes baianos: 
Os 100 representantes baianos estão assim constituídos - 25 do poder público, 25 de associações que prestam Assessorias técnicas especializadas e 50 dos Empreendimentos Econômicos e Solidários (EES).

Comente agora
25
Nov
Concentração de vencimentos faz a dívida pública cair 1,29% em outubro
Postado por: Samile Macêdo / 14:27h

A concentração de vencimentos de títulos prefixados fez a Dívida Pública Federal (DPF) cair 1,29% em outubro. De acordo com dados divulgados há pouco pela Secretaria do Tesouro Nacional, a DPF fechou o mês passado em R$ 2,155 trilhões, com queda de R$ 28,2 bilhões em relação à de setembro. A dívida pública mobiliária – em títulos públicos – interna caiu de R$ 2,079 trilhões para R$ 2,051 trilhões. Isso ocorreu porque, no mês passado, o Tesouro resgatou R$ 48,4 bilhões em títulos a mais do que emitiu. Esse resgate foi parcialmente compensado pelo reconhecimento de R$ 20,2 bilhões em juros. O reconhecimento se dá porque a correção que o Tesouro se compromete a pagar aos investidores é incorporada gradualmente ao valor devido. A dívida pública externa fechou outubro em R$ 104,53 bilhões, com leve queda de 0,05% em relação ao valor de setembro, quando tinha atingido R$ 104,58 bilhões. Apesar da volatilidade cambial nos últimos meses, o dólar caiu 0,28% em outubro, mas o motivo principal da queda foi a quitação de cerca de R$ 80 milhões de dívidas federais com credores privados a agências governamentais de outros países. O principal fator que contribuiu para a queda da dívida pública em outubro foi o elevado volume de vencimentos de títulos. Apenas em outubro, R$ 84,4 bilhões foram resgatados.

Comente agora
25
Nov
Passagens estão mais caras para o Réveillon de 2015
Postado por: Letícia Oliveira / 11:02h

O final de ano se aproxima, e junto com ele os planos para as festas de Natal e Ano Novo. Com família, amigos ou até mesmo sozinho, se programar para os festejos é sempre algo prazeroso. Porém visitar a capital soteropolitana tem assustado alguns turistas, por conta do preço das passagens aéreas. Em uma rápida busca por pacotes oferecidos por agências de viagens, é possível constatar que pode ser mais barato visitar outros países do que alguma cidade da região nordeste brasileira. Por se tratar de um período considerado caro, por ser a estação mais quente do ano, viajar em dezembro e janeiro pode trazer surpresas desagradáveis ao bolso. Se o destino for o Nordeste, uma das regiões mais cobiçadas pelos brasileiros durante o verão, o susto pode ser ainda maior. Basta uma rápida visita em sites de agências de viagens para constatar que os pacotes oferecidos, incluído hospedagens com café da manhã, podem variar, e muito, de preço.

Comente agora
25
Nov
Cai distância entre pior e melhor IDH de 16 regiões metropolitanas do país
Postado por: Letícia Oliveira / 10:53h

A diferença entre São Paulo e Manaus, respectivamente o maior e o menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) entre 16 regiões metropolitanas do país, diminuiu de 22,1% para 10,3% entre 2000 e 2010. O IDHM é um índice composto por três das mais importantes áreas do desenvolvimento humano: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda). O Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras foi divulgado nesta terça-feira (25). Ele foi produzido pelo Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (Pnud), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Fundação João Pinheiro. O IDHM vai de 0 a 1: quanto mais próximo de zero, pior o desenvolvimento humano, quanto mais próximo de um, melhor. (G1)

Comente agora
25
Nov
Empresas criam seguro que 'premia' sobrevivente, mas custa até 4x mais
Postado por: Letícia Oliveira / 10:09h
  1. Para atrair quem resiste em fazer um seguro de vida porque não vai ver o dinheiro de volta, as seguradoras criaram uma modalidade que permite que o "sobrevivente" resgate parte do que foi pago  – isto é, que o próprio segurado receba um fatia do que pagou, e não deixe apenas para seus beneficiários após seu falecimento. Mas o preço mais elevado e a complexidade do produto ainda impedem sua massificação, dizem os principais grupos que o comercializam. A proteção pode ficar bem mais salgada que um seguro de vida tradicional, já que ela acumula uma reserva que, mais tarde, é devolvida ao segurado que não morrer ou ficar incapacitado. No perfil mais barato (jovem e saudável), o produto sem resgate é encontrado a partir de R$ 30 por mês no mercado. “Sob medida”, o resgatável não sai por menos que R$ 150 no mesmo perfil – ou quatro vezes mais. É impossível cravar valores exatos para o prêmio (custo do seguro), porque ele é calculado por uma série de variáveis de risco. Parte dos aportes custeiam o seguro, e outra porção é capitalizada para a reserva. “É como comprar um carro popular ou um mais sofisticado. Os dois levam ao mesmo lugar, mas a proteção é diferenciada”, compara a diretora de produtos da Prudential, Elizabeth Bartolo. Na seguradora, primeira a vender a modalidade resgatável no Brasil, o produto preferido pela alta renda. O salário dos consumidores que optam pelo produto varia entre R$ 75 mil e R$ 140 mil por ano.

Comente agora
25
Nov
Comissão Mista aprova projeto que altera meta de superávit para 2014
Postado por: Letícia Oliveira / 08:37h

Após seguidos revezes na tramitação do projeto que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014, a base governista finalmente conseguiu organizar sua tropa e aprovou na noite desta segunda-feira, na Comissão Mista de Orçamento (CMO), o parecer da medida que permitirá ao governo abandonar a meta fiscal para este ano. Já na madrugada desta terça, todos os 38 destaques apresentados ao relatório do projeto foram rejeitados pela comissão. O relator, Romero Jucá (PMDB-RR), manobrou para que os destaques fossem votados em conjunto, contra a vontade da oposição, que queria a análise individual. Para não correr o risco de novamente não alcançar quórum suficiente para a deliberação, como ocorreu na quinta-feira, a base aliada levou à sessão os líderes do PMDB e do PT no Senado e na Câmara, que compareceram acompanhados de correligionários. A oposição usou do regimento o quanto pôde para atrasar a votação, mas, após mais de três horas de discussão acalorada entre as partes, o parecer foi aprovado às 23h25. Grupos organizados levados ao Congresso Nacional por parlamentares de oposição  fizeram muito barulho do lado de fora da sala onde ocorreu a sessão, mas foram impedidos de acompanhar a reunião.

Comente agora
25
Nov
Estudo revela que 8% da riqueza mundial está em paraísos fiscais
Postado por: Letícia Oliveira / 08:18h

Ao menos US$ 7,6 trilhões - 8% da riqueza mundial - estão em contas de particulares em paraísos fiscais, revela um recente estudo publicado no Journal of Economic Perspectives. As contas de europeus são maioria, e somam US$ 2,6 trilhões em Estados que misturam debilidade do sistema fiscal e obscuridade financeira, afirma o francês Grabiel Zucman, professor assistente na London School of Economics. Na segunda posição estão os asiáticos, com US$ 1,3 trilhão, os americanos, com US$ 1,2 trilhão, e residentes dos países do Golfo, com US$ 700 bilhões. O estudo leva em conta apenas os ativos financeiros e não os bens mobiliários ou imobiliários que também possam manter nesses paraísos fiscais. Segundo o estudo, as multinacionais americanas utilizam cada vez mais os paraísos fiscais para reduzir seus impostos. Em 2013, 55% de sua renda no exterior estava localizada nesses Estados, especialmente Luxemburgo e Cingapura, contra pouco mais de 20% há 30 anos. (France Presse)

Comente agora
25
Nov
Aneel redefine redução de preço máximo para compra de energia
Postado por: Letícia Oliveira / 07:44h

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) analisa nesta terça-feira (25) o resultado da audiência pública que definirá os novos limites para o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) de energia elétrica, que é usado no mercado de curto prazo. Os valores propostos são R$ 388,04 por megawatt-hora (MWh) para o PLD máximo, e R$ 30,26/MWh para o mínimo, a partir de janeiro do ano que vem. Em 2014, o PLD máximo foi fixado em R$ 822,83/MWh. O PLD é o valor que as distribuidoras pagam pela energia que têm que comprar fora dos contratos. Neste ano, a medida ficou mais cara por causa da falta de chuva, que fez com que o nível dos reservatórios das hidrelétricas ficassem muito baixos. Por conta disso, as distribuidoras que tiveram que comprar energia no mercado livre precisaram de ajuda financeira do governo.

Comente agora
25
Nov
Salvador: Taxistas passam a cobrar bandeira 2 a qualquer hora do dia em dezembro
Postado por: Anacley Souza / 00:03h

Os taxistas de Salvador passarão a cobrar bandeira 2 a qualquer hora do dia, a partir de 1º de dezembro. Assim como nos anos anteriores, os usuários do sistema de transporte terão de pagar 39,7% a mais pela corrida no último mês de 2014. Durante o mês de dezembro é liberado o uso da bandeira 2 para garantir o 13º salário dos taxistas. O aumento, autorizado desde 2006 por decreto municipal, tem a intenção de beneficiar financeiramente a categoria, que, diferente de outros trabalhadores, não é contemplada com um salário a mais no final do ano. "Além de compensar o não recebimento do 13º salário, o valor adicional serve para os taxistas arcarem com a grande e desgastante demanda de serviço que tem nos finais de ano. A cidade fica mais congestionada, devido à quantidade de pessoas que saem para fazem compras, e, por conta do calor, há desgaste maior do veículo, já que aumenta o uso do ar-condicionado", explica Melo. O valor cobrado da bandeira 1 é R$ 2,04, preço em dias úteis, das 6h às 21h, exceto nas corridas dos táxis convencionais de ida e/ou volta para o aeroporto internacional de Salvador, nesses casos, a bandeira 2 é cobrada independente de dia e horário. Já a bandeira 2, que custa R$ 2,85, é aplicada aos sábados, a partir das 14h e até as 6h de segunda-feira, assim como nos feriados. Com a bandeira 2 fixada em dezembro, os usuários vão pagar R$ 2,85 a qualquer momento do dia, o que representa um acréscimo de R$ 0,81, comparado com a bandeira 1. "O taxímetro multiplica o valor da bandeira pela quilometragem [R$ 0,30 por cada 100 metros] e adiciona o valor da bandeirada, que é de R$ 4 reais. Em dezembro, o que muda nesse cálculo é apenas o valor da bandeira", diz o representante da Getax. (G1 Bahia)

Comente agora
24
Nov
Dólar fecha em alta após quatro quedas seguidas
Postado por: Redação Voz da Bahia / 19:28h

O dólar fechou em alta nesta segunda-feira (24), após iniciar o dia em queda e recuar para o patamar de R$ 2,50 no início dos negócios. Investidores compram a moeda em reação às notícias sobre a equipe econômica do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, que agradou o mercado, segundo a agência Reuters. Na sessão de sexta-feira (21), a expectativa fez com que a moeda caísse mais de 2%. A moeda norte-americana subiu 1,08%, a R$ 2,5488. Ex-secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy se tornou a principal opção para o Ministério da Fazenda. Caso isso se confirme, Nelson Barbosa deve assumir o Planejamento e Alexandre Tombini permanecerá na presidência do Banco Central. "Vimos alguns fluxos de saída grandes aproveitando que a taxa está muito baixa", disse à Reuters o gerente de câmbio da corretora Fair, Mario Battistel. "O dólar vai ter dificuldade para cair muito mais até que a equipe [econômica] seja efetivamente confirmada ou que haja mais detalhes sobre quais medidas vão ser adotadas", disse o operador de câmbio da corretora B&T Marcos Trabbold. Agentes financeiros criticam a atual política econômica por, segundo eles, contribuir para gerar inflação alta e crescimento baixo, de acordo com a Reuters. A alta desta segunda foi a primeira em cinco sessões. No mês e no ano, a moeda acumula valorização de 2,83% e 8,11%, respectivamente.

Comente agora
24
Nov
Dólar em alta provoca queda nos gastos de brasileiros no exterior
Postado por: Samile Macêdo / 13:09h

O dólar em alta contribuiu para a redução dos gastos dos brasileiros com viagens internacionais, conforme informou nesta segunda (24.11) o chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. Em outubro, os desembolsos dos turistas brasileiros recuaram de US$ 2,294 bilhões para US$ 2,124 bilhões, o equivalente a 7,4%. Também houve queda no valor deixado por estrangeiros no Brasil. Os valores cairam de US$ 533 milhões, em outubro de 2013, para US$ 488 milhões no mesmo período deste ano. Isto significa que, em outubro, os gastos líquidos com viagens internacionais ficaram negativos em US$ 1,6 bilhão, com decréscimo de 7%, ante outubro de 2013. Maciel ressaltou que, nos últimos três meses, o dólar teve apreciação de cerca de 15%. Por isso, o reflexo nos gastos com viagens internacionais. O cenário deve se repetir nos dados de novembro, que serão divulgados pelo BC em dezembro. Segundo Tulio Maciel, até o dia 20 deste mês os dados indicavam saldo de viagens negativo em US$ 840 milhões. No período, os brasileiros gastaram US$ 1,162 bilhão, enquanto os estrangeiros deixaram US$ 323 milhões no Brasil. (Tribuna da Bahia)

Comente agora
24
Nov
Feirão do nome limpo é realizado em Santo Antônio de Jesus
Postado por: Redação Voz da Bahia / 11:59h

O Feirão possibilitará aos consumidores a quitação de débitos no comércio santoantoniense. Com o objetivo de recuperar o crédito de consumidores, as Entidades Empresariais de Santo Antônio de Jesus – Associação Comercial e Empresarial, Câmara de Dirigentes Lojistas e Sindicato Patronal do Comércio Varejista –, por meio do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), iniciaram ontem, 20, o Feirão do nome limpo no Comércio mais barato da Bahia. O evento, que integra uma campanha de recuperação de crédito do SPC, ocorre simultaneamente em 16 empresas participantes e possibilita aos consumidores a quitação de dívidas em estabelecimentos com condições especiais. Para regularização de dívidas à vista, os devedores terão descontos de multas e juros sobre o valor total. Confira as empresas participantes do Feirão do Nome Limpo e adquira seu crédito novamente para aproveitar as compras de fim de ano:

Loja Viva Esperança, Cofel, Mib, Dix, Mercadão de Carnes, Sapataria Santo Antonio, Comercial São Luis, Comapel, Loja Santo Antonio, Sibelly Móveis, Matecol, Líder Móveis, Ótica Pupila, Supermercado Rio Branco, Samuka Auto Peças e Passo a Passo. Para quem ainda não compareceu a uma dessas empresas participantes, ainda dá tempo! O Feirão, iniciado ontem, segue até o dia 05 de dezembro. 

Rafael Lopes/Assessoria de Comunicação/Espaço Empresarial

Um comentário
24
Nov
Focus reduz previsão de crescimento em 2014 para 0,20%
Postado por: Letícia Oliveira / 11:30h

Depois do suspiro da semana passada, as estimativas para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2014 passaram de 0,21% para 0,20% no Relatório de Mercado Focus divulgado nesta segunda-feira (24), pelo Banco Central. Há um mês a expectativa mediana para o crescimento do País estava em 0,27%. A perspectiva dos analistas de que haverá retomada da atividade no ano que vem foi mantida em 0,80%, como na semana anterior. Quatro semanas antes, porém, a projeção para 2015 estava em 1,00%. A produção industrial segue como o principal setor responsável pelas previsões para o PIB deste e do ano que vem. No boletim Focus, a mediana das estimativas do mercado para o setor manufatureiro revela uma expectativa de queda de 2,30% este ano - a mesma da semana passada. Há quatro semanas, estava em -2,24%.

Comente agora
24
Nov
Sem reajuste na tabela, IR Pessoa Física subirá em 2015
Postado por: Letícia Oliveira / 09:18h

O contribuinte poderá pagar mais Imposto de Renda (IR) em 2015 caso a tabela progressiva não seja reajustada. A Medida Provisória que corrigia o valor das faixas em 4,5% no próximo ano caducou no fim de agosto e, apesar das promessas, o governo ainda não enviou ao Congresso um novo texto propondo a atualização. O temor é que a mordida do Fisco fique maior e chegue ao bolso de mais brasileiros. O tempo hábil para a aprovação de uma nova MP ou projeto de lei ainda em 2014 é curto: os parlamentares entram em recesso daqui a menos de um mês, no dia 23 de dezembro. A falta de reajuste aumentaria ainda mais a defasagem da tabela em relação à inflação, um descompasso que cresce ano a ano. De 1996 a 2013, a defasagem acumulada foi de 61,42%, segundo cálculos do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional). Uma discrepância que pode subir para 64,36% em 2014, caso a inflação feche o ano em 6,40%, como preveem os economistas consultados pelo Relatório Focus, do Banco Central. “O fato de a tabela do Imposto de Renda estar sendo corrigida por um porcentual inferior à inflação já faz com que o contribuinte pague mais imposto a cada ano. E a situação ficará pior ainda se não houver nenhuma atualização”, afirma Leandro Souza, gerente sênior da consultoria Ernst & Young. (Agência Estado)

Comente agora
24
Nov
Satisfação de consumidor com economia piora, diz FGV
Postado por: Letícia Oliveira / 09:07h

O nível de satisfação dos consumidores com a situação econômica atual registrado em novembro é o pior de toda a série histórica da Sondagem do Consumidor, apurada pela Fundação Getulio Vargas (FGV) desde setembro de 2005. O índice recuou 12,1% na comparação com outubro, para 53,0 pontos, um mínimo histórico nestes pouco mais de nove anos de pesquisa.O resultado foi uma das principais influências para o recuo de 6,1% na confiança do consumidor neste mês, para o menor patamar desde dezembro de 2008. Mas a instituição destaca que todos os cinco indicadores que compõem a sondagem tiveram piora em novembro. (Agência Estado)

Comente agora
23
Nov
Feirão do Nome Limpo recebe inadimplentes entre segunda e sexta-feira
Postado por: Letícia Oliveira / 16:40h

O Feirão do Nome Limpo, que será realizado de segunda-feira (24) até sábado (29), no Centro de Convenções, localizado no bairro do Stiep, em Salvador. Segundo informações do portal G1 Bahia, o evento é promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para facilitar as condições para os inadimplentes quitarem seus débitos. Estarão presentes também representantes dos colégios Nossa Senhora da Soledade, São José, Sacramentinas e Dois de Julho, que oferecerão aos pais dos alunos o parcelamento das dívidas e redução dos juros. Ainda entre instituições de ensino, podem ir ao feirão os alunos das faculdades São Salvador, São Tomaz de Aquino, Dois de Julho e Santo Antonio (Alagoinhas). As Lojas Leader, G Barbosa e a Dacasa Financeira também estarão atenderão clientes durante a próxima semana. Há a negociação ainda da participação de outros estabelecimentos, segundo a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL-BA).

Comente agora
23
Nov
Varejo espera faturar R$ 1,2 bi com Black Friday
Postado por: Letícia Oliveira / 10:44h

Diante do enfraquecimento das vendas, varejistas do comércio eletrônico e também de lojas físicas apostam na Black Friday, a megaliquidação que copia o evento do varejo americano, para antecipar a receita do Natal. A expectativa é de que na 4.ª edição do evento, marcada para sexta-feira, a receita de vendas só das lojas online atinja R$ 1,2 bilhão em um único dia, segundo a E-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico. Se a projeção se confirmar, o resultado será 56% maior em relação ao da megaliquidação de 2013. O que deve impulsionar o faturamento é o maior número de ofertas porque o enfraquecimento das vendas elevou estoques no varejo. As lojas da rede de supermercados Walmart, por exemplo, ampliaram o sortimento de produtos para a Black Friday em quantidade e variedade, conta a vice-presidente comercial, Patricia Alves Nina. A rede incluiu até alimentos no rol de itens em oferta. “As empresas vão aproveitar para rifar os estoques. O consumidor vai ter boas surpresas”, prevê Pedro Eugênio, fundador do site Busca Descontos, que trouxe a Black Friday para o País. Segundo ele, o desconto médio nos preços no evento de 2013 variou entre 20% e 30% e, em alguns itens, chegou a 60%. Além do maior número de produtos em oferta, é esperado para este ano um aumento na quantidades de lojas participantes, tanto no varejo físico quanto no virtual. No comércio eletrônico, a estimativa é que mais de 20 mil estabelecimentos participem da Black Friday, segundo o presidente do conselho de e-commerce da Fecomércio/SP, Pedro Guasti. (Agência Estado)

Comente agora
23
Nov
Tirar eletrodomésticos da tomada representa economia de 20% na conta de luz
Postado por: Letícia Oliveira / 09:18h

Muita gente pode achar que o aparelho desligado no botão é garantia de que o mesmo não está consumindo energia. No entanto, um estudo feito pela a Proteste Associação de Consumidores mostrou que tirar o aparelho da tomada pode reduzir o valor da conta de energia elétrica em até 20%. Para a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci, a pesquisa revelou que o fato de possuir vários aparelhos em casa que permanecem em modo de espera, no final das contas, impacta diretamente no consumo de quilowatts-hora (kWh) e no bolso do consumidor. “É preciso que as pessoas tenham consciência e comecem a aplicar esses procedimentos que irão fazer a diferença na conta de luz e na economia doméstica”, afirma a coordenadora. 

Modo off: Tendo em vista tanto a tendência do aumento do consumo de energia por conta do Verão que se aproxima, quando o novo modo de tarifação mensal na conta de luz que passa a valer a partir de janeiro do ano que vem, o uso do modo espera precisa ser melhor estudado pelas famílias. Aparentemente, ele é apenas uma luzinha vermelha, mas na realidade representa enorme perda de energia. Para a gerente de Eficiência Energética da Coelba (a distribuidora de energia que atende o estado da Bahia), Ana Christina Mascarenhas, o stand by não vale apenas para a televisão, forno micro-ondas, computador, som e ar-condicionado, mas também para os equipamentos de TV por assinatura e de aparelhos que estão conectados à internet via wi-fi. Ela diz que a medida de desligar todas as luzes e todos os botões - e até mesmo tirar o aparelho da tomada - só não vale para geladeiras para não estragar os alimentos.

Comente agora
23
Nov
Para receber restituição no último lote, contribuinte deve consultar extrato
Postado por: Letícia Oliveira / 08:25h

O contribuinte que tem a esperança de receber a restituição no último lote do Imposto de Renda Pessoa Física 2014 deve ficar atento e verificar se a declaração está retida na malha fina. Ainda há uma chance de receber o dinheiro neste ano, se forem adotados alguns procedimentos para fugir das garras do leão do Imposto de Renda. Segundo o supervisor do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir, basta verificar o extrato da declaração para ver se não há pendência ou inconsistências no documento enviado à Receita e corrigi-los. “Se ele encontrar algum problema, basta fazer a correção que ele ainda tem, sim, a chance de receber no último lote”, garantiu à Agência Brasil. Para ter acesso ao extrato do Imposto de Renda, o contribuinte cadastrado deve procurar o Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC). Se não for cadastrado, o contribuinte deve informar os números dos recibos de entrega das declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (Dirpf) dos exercícios referentes às declarações ativas (últimas entregues) das quais o contribuinte seja titular. Em caso de existência de registro de declaração de somente um dos últimos exercícios, destaca a Receita, será obrigatório que o contribuinte informe o número do recibo referente à declaração ativa (última entrega) deste ano.

Comente agora
22
Nov
Dólar em alta afeta a venda de pacotes para o exterior; veja como aproveitar
Postado por: Samile Macêdo / 13:26h

Quem está com viagem programada para o exterior no fim do ano e começo de 2015 tem vivido fortes emoções com as altas diárias do preço do dólar, que passou de R$ 2,43 (em 17 de outubro) para R$ 2,60, um mês depois. A procura neste momento por um pacote internacional ou passagem para o exterior precisa ser feita com mais atenção porque para vender os 30% restantes dessa temporada, segundo dados da Associação Nacional das Agências de Viagens (Abav Nacional), as empresas terão de se desdobrar para oferecer preços e condições atrativas em um cenário de alta da divisa norte-americana.

Com preço na lona, é hora de comprar ações da Petrobras? - “Com a alta do dólar fica impraticável tomar a decisão de ir para o exterior agora. As empresas podem afirmar que seguram o preço do dólar para o cliente, mas podem aumentam o valor do pacote. É preciso atenção redobrada, pois o consumidor não tem valor comparativo e pode, por exemplo, pagar US$ 1,7 mil em um pacote que estava US$ 1,5 mil, mas cuja agência informa que segura o valor do dólar baixo”, alerta Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abef). O especialista estima que se gaste, em média, 50% a mais do que o planejado em viagens para o exterior, em decorrência da compra do dólar e do pagamento de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide sobre transações com cartão no exterior. Reinaldo Domingos ensina que o primeiro passo é o viajante, a família ou o grupo que vai fazer a viagem colocar no papel quanto vai custar toda a viagem, não apenas passagem aérea e hotel, para evitar um rombo nas contas na volta. "O planejamento deve considerar os custos com alimentação, deslocamentos, entradas em parques, compras. Ainda tem de colocar no orçamento possíveis parcelamentos com vencimento depois da viagem", detalha. 

Comente agora
22
Nov
Revendas de carros novos esperam alta de 10% nas vendas em dezembro
Postado por: Letícia Oliveira / 10:24h

O mês de dezembro já costuma ser um período de otimismo para o mercado de automóveis com o aquecimento das vendas deste período, motivadas muitas vezes pelos lançamentos de modelos novos. Porém, com a recente notícia da não-prorrogação da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI – para carros, consumidores de todo o país deverão antecipar a troca de veículo. Na capital baiana, a seccional local da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores – Fenabrave – espera um aumento de 10%, em relação ao mesmo período do ano passado, quando 7.700 novos automóveis foram emplacados em Salvador e na região metropolitana. De acordo com o presidente de entidade, Raimundo Valeriano, a estimativa é justificada justamente pela normalização do IPI, o que ele também define como um percentual “razoável”, devido ao atual momento de instabilidade da economia brasileira de modo geral. E mesmo que haja um aumento nas vendas de dezembro, os números do ano de 2014 devem fechar com uma queda de 7%, em relação a 2013. Nas concessionárias, contudo, o cenário varia de acordo com cada revendedora. Em uma loja da Renault, localizada na região do Iguatemi, a meta para dezembro é conseguir alcançar o percentual do ano passado, quando o estabelecimento vendeu aproximadamente 260 carros. Segundo o gerente de vendas, Eduardo Pontes, a possibilidade de aumento no IPI ainda não gerou o resultado esperado para a concessionária.

Comente agora
21
Nov
Feirão Limpa Nome online da Serasa termina nesta sexta-feira
Postado por: Redação Voz da Bahia / 18:26h
A versão online do Feirão Limpa Nome da Serasa termina nesta sexta-feira (21). Até o término do prazo o serviço, consumidores inadimplentes podem tentar renegociar suas dívidas diretamente com as empresas credoras com descontos especiais. Para participar, é necessário acessar o site do feirão e preencher um cadastro. Depois, é só informar o nome completo da mãe ou o código indicado no comunicado da Serasa e a pessoa então terá acesso à lista das empresas participantes com as quais ele tem alguma pendência. As empresas participantes do feirão online da Serasa são: Banco do Brasil, Bahamas Card, Cetelem, Banco da Amazônia, Banco Industrial do Brasil, Banco Itaucard, Banco Mercantil do Brasil, Banco Pan, Carrefour Soluções Financeiras, Credsystem, Deva Veículos, EDP Bandeirante Energia, EDP Escelsa, Eletrobrás Distribuição Acre, Eletrobrás Distribuição Manaus, Eletrobrás Distribuição Roraima, Financeira Itaú CBD S/A, Hipercard ADM Cartões Crédito, HSBC, Intelig, Itaú, Itaú Unibanco Financeira S/A, Itaucred, Leader Card, Losango, Luizacred S/A, Manaus Ambiental, OI móvel, OI S.A, Omni Financeira, Portocred, Recovery, Santander, Santander Financiamentos, Supermercado Bahamas, Net Serviços de Comunicação S/A, Claro S/A, TIM celular e Vivo.
Comente agora
21
Nov
Etanol hidratado sobe 0,17% e anidro, 0,80% em São Paulo
Postado por: Samile Macêdo / 17:53h

O preço do litro etanol hidratado nas usinas paulistas subiu 0,17% esta semana. O preço médio do litro do combustível variou de R$ 1,2227 para R$ 1,2248, de acordo com o indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq) divulgado na tarde desta sexta-feira, 21.Já o preço do anidro teve alta 0,80% no período, de R$ 1,3349 para R$ 1,3456 o litro, em média. Os preços não incluem impostos. (A Tarde)

Comente agora
21
Nov
BNDES obtém empréstimo para os financiamentos na área de energia
Postado por: Samile Macêdo / 17:35h

Contrato assinado nesta sexta (21.11), em Paris, entre o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, e a diretora-geral da Agência Francesa de Desenvolvimento, Anne Paugam, vai garantir à instituição de fomento brasileira empréstimo de US$ 206 milhões. É a primeira operação entre as duas instituições. O dinheiro será usado no financiamento de projetos de eficiência energética e energias renováveis, que resultem em impactos positivos para o clima. A meta é levar à diminuição da emissão de gases poluentes na atmosfera. Será dada prioridade a projetos de energia eólica, solar, pequenas centrais hidrelétricas, cogeração a biomassa, eficiência energética e de inovação tecnológica. A agência francesa tem como foco a preservação da biodiversidade, e mantém uma representação em Brasília desde em 2007. (Tribuna da Bahia)

Comente agora
21
Nov
Consumidores esperam inflação de 7,5% nos próximos 12 meses
Postado por: Samile Macêdo / 14:18h

A inflação deve ficar em 7,5% nos próximos 12 meses, segundo expectativa dos consumidores medida pela Fundação Getulio Vargas (FGV) em novembro. O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores é o mesmo observado em outubro (7,5%). O indicador também manteve-se no intervalo entre 7,2% e 7,5% que vem sendo registrado desde abril deste ano. Na média móvel trimestral, o indicador ficou em 7,4% em novembro, acima dos 7,3% observados no mês anterior. Segundo o economista da FGV Pedro Costa Ferreira, o indicador está em tendência de alta porque, apesar de ter mantido a média de 7,5% entre outubro e novembro, o número de entrevistados que esperam uma inflação maior do que 7% aumentou, enquanto aqueles que esperam inflação menor do que 7% diminuiram. (Terra)

Comente agora
21
Nov
Governo dá incentivo fiscal para a produção de biodiesel
Postado por: Letícia Oliveira / 11:33h

O Diário Oficial da União publica hoje (21) instrução normativa que suspende a incidência da contribuição para o PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) na aquisição de matérias-primas destinadas à produção de biodiesel. O objetivo, informou a Receita Federal, é dar mais estímulos ao setor. Pela instrução fica suspensa a incidência da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins sobre as receitas decorrentes das vendas de matéria-prima in natura de origem vegetal destinadas à produção de biodiesel, quando efetuadas por pessoa jurídica que exerça atividade agropecuária, cooperativa de produção agropecuária ou pessoa jurídica cerealista. Atividade agropecuária, diz a instrução, engloba a produção e comercialização da produção agropecuária pelas cooperativas, incluindo ainda o beneficiamento da produção; cerealista, de acordo com a mesma instrução, é a pessoa jurídica que limpa, padroniza, armazena e comercializa matérias-primas de origem vegetal destinadas à produção de biodiesel.

Comente agora
21
Nov
Resolução do Conselho Curador define orçamento do FGTS
Postado por: Letícia Oliveira / 07:48h

O Diário Oficial da União de hoje traz Resolução do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que aprova os orçamentos financeiro, operacional e econômico do FGTS para o exercício de 2015 e o orçamento plurianual para o período 2016/2018. Os orçamentos já tinham sido aprovados em reunião do Conselho do último dia 6, mas apenas hoje a resolução foi publicada. No ano que vem, serão aplicados R$ 76,8 bilhões nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana. (Agência Estado)

Comente agora
21
Nov
Descontos em negociação de dívidas com escolas podem chegar a 50% com prazos maiores no cheque ou cartão
Postado por: Letícia Oliveira / 07:33h

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia (FDCL- BA) confirmou, ontem, a lista das oito escolas e faculdades particulares que vão participar da 4ª edição do Feirão do Nome Limpo, que acontece entre 24 e 29 de novembro, no Centro de Convenções da Bahia, no Jardim Armação. A Assessoria Financeira Grupo 1 será responsável pela a realização das negociações no estande que o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado da Bahia (Sinepe) montará no evento. As instituições particulares participam pela primeira vez do Feirão, que promove a negociação de dívidas. Na lista estão os colégios Nossa Senhora da Soledade, São José, Sacramentinas e 2 de Julho. Entre as faculdades participam a São Salvador, São Tomaz de Aquino, 2 de Julho e Santo Antônio de Alagoinhas. (Correio)

Comente agora
20
Nov
Leilão eletrônico da Receita Federal tem carro que custa R$ 2 mil
Postado por: Anacley Souza / 19:14h

A Receita Federal divulgou nesta quinta-feira (20) a abertura para as propostas do leilão eletrônico com mercadorias que foram apreendidas em Salvador. Os lotes variam de roupas, bijuterias, joias, bebidas, eletrodomésticos e veículos. Entre eles, um veículo que tem oferta mínima de R$2 mil. As propostas devem ser registradas até o dia 27. O leilão vai ser realizado no dia 28 de novembro em Salvador, com 54 lotes de mercadorias apreendidas pelo órgão. A lista completa das mercadorias pode ser conferida no edital do leilão, que se encontra disponível para consulta no site da Receita Federal, no link "Leilão" na Seção "Informações", logo abaixo do carrossel de notícias da página. Podem participar do leilão eletrônico apenas as pessoas físicas ou jurídicas que utilizem a tecnologia de Certificação Digital - os certificados digitais são documentos eletrônicos que garantem a identidade das partes envolvidas em transações digitais. (Correio)

Comente agora
20
Nov
PIB brasileiro apresenta descompasso com renda da população
Postado por: Samile Macêdo / 17:36h

Há uma ausência de sintonia entre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e o aumento da renda da população brasileira. De acordo com dados apresentados nesta quinta-feira (20) pelo ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República, Marcelo Neri, entre 2003 e 2013 o desenvolvimento anual da renda per capita ficou em 4,7%, enquanto o PIB per capita cresceu 2,8%. Isso significa, na prática, que a capacidade do Brasil em produzir fica muito quém do potencial de consumo. As informações foram divulgadas durante lançamento do primeiro volume do estudo Produtividade no Brasil - Desempenho e Determinantes, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). De acordo com Neri, entre os anos de 2000 e 2009, o cenário se repetiu, quando a taxa média de crescimento anual do PIB, de 3,42%, teve pouca relação com alta da produtividade. "Apenas um terço desse crescimento [do PIB] pode ser atribuído ao crescimento da produtividade no trabalho. Os dois terços restantes advieram do crescimento do pessoal ocupado (...) Isso explica porque o PIB per capita descola-se da produtividade no trabalho", afirma o texto do estudo. As áreas destacadas como carentes de investimentos para aumentar a produtividade foram tecnologia da informação, infraestrutura, qualificação de mão de obra e ambiente de negócios. (Metro1)

Comente agora
20
Nov
Dólar fecha em queda e volta à marca de R$ 2,57 nesta quarta
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 00:53h

O dólar fechou em queda nesta quarta-feira (19), após ter iniciado o dia operando em alta. O mercado reflete as incertezas sobre o próximo ministro da Fazenda, a condução da política econômica no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff e os desdobramentos da Operação Lava Jato envolvendo a Petrobras. A moeda norte-americana caiu 0,56%, a R$ 2,5757. Na semana, a queda acumulada é de 0,96%. No mês e no ano, há valorização de 3,91% e 9,26%, respectivamente. "O mercado está bastante especulativo e, a cada dia que passa, surgem novas histórias de ministros", disse à Reuters o operador da corretora Intercam Glauber Romano. Rumores sobre o nome do próximo ministro da Fazenda vêm circulando nas mesas de câmbio e afetando os preços dos ativos brasileiros nas últimas semanas. Mais recentemente, e sem citar nomes, os investidores têm reagido à maior possibilidade Merde ser indicado um nome com visão mais em linha com os mercados financeiros.

Comente agora
19
Nov
Taxa de desemprego tem melhor outubro em 11 anos
Postado por: Anacley Souza / 22:49h

A taxa de desocupação, medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) teve a terceira redução seguida em outubro e foi estimada em 4,7%. De acordo com o instituto, a variação não foi significativa em relação a setembro (4,9%). No entanto, na comparação com outubro de 2013, quando a taxa era de 5,2%, houve uma queda de 0,5 ponto percentual. A população desocupada (1,1 milhão de pessoas) ficou estável frente a setembro e caiu 10,1% em relação a outubro de 2013. A pesquisa mostrou ainda que a população ocupada (23,3 milhões) teve alta de 0,8% em relação a setembro e ficou estável na comparação com outubro do ano passado. Já o número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado (11,7 milhões) ficou estável tanto em relação a setembro de 2014 quanto a outubro de 2013. (Record)

Comente agora
19
Nov
Mega-Sena acumula, e prêmio pode chegar a R$ 135 milhões
Postado por: Anacley Souza / 20:40h

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.654 da Mega-Sena realizado nesta quarta-feira (19), em Osasco (SP). No próximo sorteio, que vai acontecer no sábado (22) a previsão é que o prêmio chegue a R$ 135 milhões. As dezenas soreteadas foram: 07 - 16 - 33 - 42 - 50 - 58A quina teve 249 acertadores e cada um vai levar R$ 34.739,50. Já a quadra pagará R$ 630,73 para cada um de seus 19.592 ganhadores. A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

Um comentário
19
Nov
Receita libera aplicativo de adesão ao Refis em dezembro
Postado por: Letícia Oliveira / 19:05h

A Receita Federal informou nesta quarta-feira, 19, que estará disponível no seu site até 1º de dezembro o aplicativo para adesão ao Refis, cujo prazo para pagamento à vista ou parcelamento de débitos foi reaberto pela Lei nº 13.043, publicada na última sexta-feira. O prazo é um pouco maior que o informado pelo secretário executivo adjunto do ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira. Na semana passada, ele disse que as empresas teriam até 28 de novembro para aderir ao parcelamento. Os contribuintes poderão pagar ou parcelar em até 180 meses os débitos tributários junto à Receita Federal e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional vencidos até 31 de dezembro de 2013. A adesão está condicionada ao pagamento de uma entrada, que varia de 5% a 20% do valor do débito, no dia 1º de dezembro. Os contribuintes que fizeram a opção pelo parcelamento ou pagamento à vista quando da primeira reabertura, em agosto passado, não precisam fazer novas adesões para as modalidades às quais já tenham solicitado o benefício. No entanto, podem fazer opções para modalidades que ainda não tenham aderido. (Estadão)

Comente agora
19
Nov
Bolsa sobe 1% e dólar cai com expectativa de equipe econômica
Postado por: Samile Macêdo / 14:31h

A Bolsa operava em alta de mais de 1% nesta quarta-feira (19), enquanto o dólar tinha queda, em meio às expectativas sobre o próximo ministro da Fazenda e a condução da política econômica no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. Segundo o "Valor Econômico", crescem as apostas no mercado pela indicação do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para o Ministério da Fazenda. O nome do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, também estaria sendo cogitado. Por volta das 14h40, o Ibovespa, principal índice da Bolsa, subia 1,21%, a 52.694,13 pontos; o dólar comercial caía 0,33%, a R$ 2,582 na venda. Pela manhã, o BC realizou dois leilões de dólar: um como parte de seu programa diário de atuações no mercado, e outro para rolar os contratos que vencem em novembro. (Uol)

Comente agora
19
Nov
Prévia da inflação desacelera e volta à meta em novembro
Postado por: Samile Macêdo / 13:34h

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15, prévia da inflação oficial, subiu menos que o esperado em novembro, beneficiado pelo ritmo menor na alta dos preços de alimentos e habitação e que o levou de volta para abaixo do teto da meta. O IPCA-15 subiu 0,38% em novembro, depois da alta de 0,48% no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira. No acumulado em 12 meses, subiu 6,42%, depois de ter chegado a 6,62% em meados de outubro e ficar acima do limite da meta do governo, de 4,5% pelo IPCA, com tolerância de 2 pontos percentuais para mais ou menos. Pesquisa Reuters com analistas mostrou que a expectativa era de alta mensal de 0,48% e de 6,54% no acumulado em 12 meses. A variação mensal do IPCA-15 ficou abaixo da menor projeção da pesquisa, de 0,41%. Embora tenham desacelerado, e contribuído para a alta menor do índice, os preços dos alimentos tiveram o maior impacto na alta no mês, com 0,14 ponto percentual. Carnes e frutas foram os destaques do grupo. Também tiveram impacto importante na alta do IPCA-15 de novembro energia elétrica, aluguel e gasolina. Esta última teve aumento anunciado no começo do mês pela Petrobras, após o segundo turno da eleição que reelegeu a presidente Dilma Rousseff. O Banco Central, que corre o risco de descumprir a meta de inflação neste ano pela primeira vez em uma década, subiu os juros em sua última reunião de política monetária no final do mês passado e deve repetir a dose nos próximos meses. Agora, a Selic está em 11,25% ao ano e, pesquisa Focus do BC com economistas mostra que, pela mediana, a taxa básica de juros deve ir a 11,50% até o final deste ano e a 12% no de 2015. (Terra)

Comente agora
19
Nov
Brasil: rendimento médio da população sobe para R$ 2.122,10
Postado por: Letícia Oliveira / 11:42h

O rendimento médio real habitual da população ocupada no Brasil subiu 2,3% em outubro ante setembro, divulgou hoje (19) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A média nas seis regiões metropolitanas pesquisadas foi R$ 2.122,10 contra R$ 2.075,39 anteriormente. Também foi constatada alta no rendimento em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a média era de R$ 2.041,10. Nessa comparação, o crescimento chegou a 4%. A massa de rendimento médio real habitual, total pago à população ocupada, foi R$ 50,1 bilhões em outubro, o que representa um crescimento de 3,1% ante setembro e de 3,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. O grupamento de atividade com o maior rendimento médio real habitual foi a educação, a saúde, os serviços sociais, a administração pública, a defesa e a seguridade social, com R$ 2.883,50. Apesar disso, nesse grupo ocorrreu queda de 0,2% ante setembro. O maior crescimento foi o da indústria extrativa, de transformação e distribuição de eletricidade, gás e água, com 6,4%. A média desse grupo é R$ 2.248,70.

Comente agora
19
Nov
Desemprego tem a menor taxa para outubro desde 2002, diz IBGE
Postado por: Redação Voz da Bahia / 10:44h

A taxa de desemprego ficou em 4,7% em outubro no conjunto das seis regiões metropolitanas, depois de atingir 4,9% no mês anterior, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa é a menor taxa para o mês de outubro desde o inicio da série, em março de 2002. “É [um resultado] estável na comparação mensal. Frente a setembro, não houve variação estatisticamente significativa, porém, na comparação com outubro do ano passado houve queda de meio ponto percentual. Houve de fato aumento de população ocupada na comparação mensal”, disse Adriana Araújo Beringuy, técnica da coordenação de rendimento e trabalho do IBGE. A quantidade de pessoas desocupadas somou 1,1 milhão, mostrando estabilidade em relação a setembro e queda de 10,1% frente ao mesmo período de 2013. Já a população ocupada chegou a 23,3 milhões, indicando uma ligeria alta de 0,8% na comparação mensal e uma estabilidade diante de outubro de 2013. A população não economicamente ativa foi estimada em 19 milhões. Em relação a setembro, houve estabilidade e, frente a outubro de 2013, cresceu 3,3%.

Comente agora
19
Nov
Preços da gasolina e do tomate puxam inflação em Salvador
Postado por: Letícia Oliveira / 08:05h

A inflação calculada semanalmente pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) ficou maior em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) na passagem da primeira para a segunda semana de novembro. A maior aceleração foi registrada em Salvador, de 0,14%. Na capital baiana, o IPC-S passou de 0,38% para 0,52%, puxado pela alta de 2,94% no preço da gasolina e de 21,75% do tomate. Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro também apresentaram aceleração na taxa de variação de preços.Gasolina brasileira é mais cara que no exteriorA gasolina vendida no Brasil pela Petrobras às distribuidoras de combustíveis está agora mais cara do que a média dos valores cobrados no mercado externo, por conta da queda acentuada do petróleo, uma situação que não acontecia há um bom tempo, apontou um relatório do banco Credit Suisse.Segundo analistas do banco, o preço da gasolina no mercado internacional está 1% mais baixo do que os valores no mercado doméstico brasileiro, invertendo dramaticamente uma situação de defasagem que colabora com prejuízos seguidos à divisão de Abastecimento da Petrobras.

Comente agora
18
Nov
Construção de fábrica da JAC Motors em Camaçari começa em janeiro
Postado por: Anacley Souza / 20:14h

A construção da fábrica da Jac Motors em Camaçari, região metropolitana de Salvador, começará em janeiro, de acordo com o vice-presidente da empresa no país, Tarcísio Telles. O executivo se encontrou com o prefeito da cidade, Ademar Delgado (PT), nesta segunda-feira (17), ao visitar o terreno onde será construída a montadora chinesa. De acordo com os executivos chineses e representantes do grupo SHC, faltam apenas alguns detalhes burocráticos para que sejam iniciadas as obras. A fábrica está localizada na Via Atlântica (BA-530), mais conhecida como Estrada da Cetrel. Na primeira fase serão 70 mil metros quadrados de área construída com sete edificações que correspondem, cada uma, ao parque tecnológico e prédios de pintura, estamparia e soldagem, montagem, expedição, tecnológico e um armazém. O investimento será de R$ 1 bilhão. Em pleno funcionamento, a montadora vai gerar 13.500 empregos entre diretos e indiretos. (Bahia Notícias)

Comente agora
18
Nov
Preços da gasolina e do tomate puxam inflação de Salvador em novembro
Postado por: Samile Macêdo / 16:02h

Salvador e quatro capitais brasileiras registraram alta na inflação na passagem da primeira para a segunda semana de novembro, segundo o cálculo do Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S), analisado pela Faculdade Getúlio Vargas. A capital baiana computou a maior aceleração, de 0,14 ponto percentual. O IPC-S passou de 0,38% para 0,52%, puxado pela alta de 2,94% no preço da gasolina e de 21,75% no tomate em Salvador. Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte também registraram alta. Por outro lado, as capitais de Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo sofreram queda no mesmo período. (BN)

Comente agora
18
Nov
Total de cheques devolvidos sobe em outubro, diz Serasa
Postado por: Anacley Souza / 12:38h

O porcentual de cheques devolvidos por falta de recursos disponíveis subiu 1,97% em outubro e superou a taxa de 1,84% apurada em setembro, conforme mostra o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. O resultado do décimo mês deste ano ficou muito próximo do de outubro de 2013, de 1,96%. Tanto nos dez primeiros meses de 2014 (2,06%) como no mesmo período de 2013 (2,01%) a variação ficou perto de 2,00%. O Estado de Roraima foi o líder no porcentual de cheques recusados por falta de fundos no período de janeiro a outubro deste ano com 11,36% de devoluções, de acordo com a Serasa. Já o Amazonas aparece com o menor volume de cheques devolvidos, com 1,22%. Por região, a Norte ocupa o primeiro lugar com 4,45% documentos recusados por falta de recursos. Em contrapartida, a Sudeste registrou o menor porcentual (1,52%).  (Agência Estado)

Comente agora
18
Nov
Governo regulamenta novo parcelamento de dívidas federais
Postado por: Letícia Oliveira / 12:03h

O Diário Oficial da União publica hoje (18) portaria que regulamenta a renegociação de dívidas fiscais (Refis) incluídas na Medida Provisória 651, convertida na Lei 13.043 na última sexta-feira (14). O governo espera arrecadar até R$ 3 bilhões com a possibilidade de quitação antecipada das dívidas. O Refis da Crise constitui programa de renegociação de dívidas de contribuintes com a União. Com ela, as empresas inadimplentes poderão ter uma nova oportunidade para quitação dos tributos federais. A partir do momento em que for publicada a lei resultante da medida provisória, os contribuintes terão prazo de 15 dias para se beneficiar das condições previstas no Refis (Programa de Recuperação Fiscal), como o parcelamento em 180 meses. As empresas com parcelamentos em vigor, informou o Ministério da Fazenda, poderão quitar 30% do saldo devedor e usar créditos tributários de Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, recursos que elas teriam direito a receber do governo, para abater os 70% restantes.

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com