As comentadas

Boa tarde , Quarta-feira, 23/07/2014









Enquete



Reflita

Blog

Economia

23
Jul
SAJ: Presidente da Fieb visita pela primeira vez as instalações do Grupo Natulab em S. A. de Jesus
Postado por: Redação Voz da Bahia / 12:34h

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia – FIEB, Carlos Farias, visitou nesta terça-feira, 22, as futuras instalações do novo Complexo Industrial do Grupo Natulab (Site2). Acompanhado dos diretores da empresa, o dirigente ficou impressionando com a estrutura do projeto. “Essa é uma indústria importante para a região, responsável por muitos empregos e consequente geração de renda para famílias. Sem dúvida essa empresa dinamiza a economia do município e das cidades ao seu entorno, contribuindo para a fixação da população local e para a qualificação da mão de obra”, disse. Carlos ainda destacou a importância da Natulab para o desenvolvimento do setor industrial da Bahia. “É bom ver uma empresa desse porte no interior do estado, oferecendo exemplo de iniciativa empreendedora e original”. O Superintendente do Sebrae-BA, Edival Passos, também acompanhou a visita ao lado dos diretores Luis Henrique e Lauro Ramos e disse que ficou impressionado com o tamanho do projeto.  “Essa instituição é um grande exemplo. Venceu todos os desafios que as empresas enfrentam quando surgem e hoje é destaque no mercado farmacêutico”.

Comente agora
23
Jul
Arrecadação de impostos federais chega a R$ 91,387 bi em junho
Postado por: Anacley Souza / 11:17h

A União arrecadou no mês de junho R$ 91,387 bilhões de impostos e contribuições federais, em termos nominais. O valor significa uma elevação de 0,13% em relação ao mesmo período do ano passado, corrigida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Divulgado nesta quarta-feira (23), em Brasília, o resultado foi influenciado pela arrecadação extraordinária, em maio de 2013, do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e do PIS/Cofins, que chegou a R$ 4 bilhões,  o que não ocorreu este ano, de acordo com a Receita Federal. Houve também queda na produção industrial e do valor em dólares da exportação. Em compensação, foi registrada uma melhora nas vendas de bens e serviços e na massa salarial. As informações são da Agência Brasil.

Comente agora
23
Jul
Lojistas esperam o pior Dia dos Pais dos últimos 5 anos por causa dos juros altos
Postado por: Anacley Souza / 09:42h

Os comerciantes brasileiros estão pouco otimistas quanto ao resultado das vendas do Dia dos Pais, comemorado no dia 11 de agosto, e aguardam um crescimento tímido de 1% sobre as vendas de 2013. Nos anos anteriores, as expansões foram de 3,78% (2013), 4,75% (2012); 6,86% (2011) e 10% (2010), de acordo com os registros do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). O resultado leva em conta as vendas parceladas realizadas na semana que antecede o Dia dos Pais, entre 3 e 10 de agosto. Na avaliação do presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a retração das vendas a prazo está sendo sentida pelos varejistas brasileiros, que no primeiro semestre de 2014, amargaram desacelerações em todas as datas comemorativas. "Este ano a expectativa é de um crescimento de 1%. Apesar do incremento, estamos projetando um quarto do desempenho que tivemos no ano passado. Fatores como a alta dos juros, que encarece o crédito, e a inflação elevada, que corrói o salário do consumidor, são determinantes para deixar o brasileiro mais cauteloso", explica Roque Pellizzaro Junior. Comemorado no segundo domingo do mês de agosto, o Dia dos Pais tradicionalmente movimenta os setores de vestuário, calçados, eletrônicos, bebidas e perfumaria. (Tribuna da Bahia)

Comente agora
23
Jul
Oi é multada em R$ 3,5 milhões por lesar consumidores
Postado por: Anacley Souza / 09:12h

O Ministério da Justiça multou em R$ 3,5 milhões a empresa TNL PCS, da operadora Oi, por prática abusiva em relação ao consumidor. A decisão, assinada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), vinculado à Secretaria Nacional do Consumidor, está publicada no Diário Oficial da União (DOU). O documento não detalha, no entanto, a conduta-alvo da punição, apenas informa o assunto do processo administrativo aberto contra a empresa: "Prática abusiva. Violação aos princípios da boa-fé e ao direito à privacidade". O valor da multa deverá ser depositado em favor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos. (Estadão Conteúdo)

Comente agora
23
Jul
Petrobras volta a ser a empresa mais valiosa do Brasil
Postado por: Anacley Souza / 07:21h

A Petrobras superou a Ambev e voltou a ser a empresa mais valiosa do Brasil. Com alta de 0,7% no pregão desta terça-feira 22, a petroleira brasileira retoma o posto que perdeu para a maior cervejaria do País em dois momentos: em 2010 e em 2012. A diferença entre ambas, no entanto, é mínima, de apenas R$ 1,4 bilhão. Este é um indicativo de que reviravoltas podem acontecem em curto espaço de tempo. A Petrobras vale R$ 262,9 bilhões. A Ambev, R$ 261,5 bilhões. Neste ano, as ações da companhia comandada por Graça Foster valorizaram-se 31%. A Ambev, por sua vez, viu seu papel cair em 1,6%. O Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, acumula alta de 12,6% em 2014. O que explica essa inversão de posições? Em termos de fundamentos econômicos, nada mudou nas duas companhias. A alta dos papeis da petroleira brasileira está ancorada no rali eleitoral. Suas ações sobem na esteira de pesquisas favoráveis ao candidato a presidente do PSDB, Aécio Neves. Operadores do mercado acreditam que elas podem subir ainda mais caso a oposição vença a eleição. A Ambev, controlada pela AB InBev, maior cervejaria do mundo, sofre com a desaceleração da economia brasileira, aumento de impostos sobre seu produto e pelo medo que possa a fazer um mau negócio em breve. Especula-se no mercado que a AB InBev esteja se preparando para fazer uma proposta de aquisição da SABMiller, uma de suas principais concorrentes. A Ambev, segundo essa tese, seria forçada a comprar as operações da América Latina da SABMiller e pagar muito caro por isso. É esperar para ver. (Revista IstoÉ)

Comente agora
22
Jul
Consumo de energia no mercado livre cai 3,33% com Copa
Postado por: Letícia Oliveira / 17:43h

A realização da Copa do Mundo no Brasil contribuiu para a queda de 3,33% no consumo de energia em junho, na comparação com o mês anterior. Em relação a junho do ano passado, a retração foi ainda maior, de 4,51%, de acordo com o Índice Setorial Comerc. O indicador, elaborado pela gestora independente de energia Comerc, considera dados de consumo de 540 unidades sob administração da empresa no mercado livre de energia. O resultado, segundo o estudo, foi puxado principalmente pelo menor consumo de empresas do setor de eletroeletrônicos (-10,96%) e de veículos e autopeças (-7,32%), considerando a comparação entre junho e maio deste ano. Na comparação anualizada, chamam atenção as retrações de 11,33% no setor de siderurgia e metalurgia, de 13,11% no setor de veículos e autopeças e de 10,50% na área de eletroeletrônicos. "O Índice Comerc revela que o consumo de energia no mercado livre vem caindo nos últimos quatro meses. Houve queda em junho de 2014 e também em maio (-1,55%), abril (-0,35%) e março (-3,27%) em relação ao mês precedente", destacou a Comerc em nota. "No mês de junho, um fator determinante para a redução do consumo de energia nas unidades verificadas pela Comerc foi a realização da Copa do Mundo de Futebol", complementou a empresa em nota. (Estadão)

Um comentário
22
Jul
Governo admite desaceleração e prevê alta de 1,8% para o PIB de 2014
Postado por: Letícia Oliveira / 17:08h

O governo federal admitiu oficialmente que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro sofrerá desaceleração neste ano, ou seja, terá um crescimento menor do que em 2013 – algo que o mercado financeiro já prevê desde agosto do ano passado. Por meio do relatório de receitas e despesas do terceiro bimestre do orçamento de 2014, divulgado pelo Ministério do Planejamento nesta quarta-feira (22), a estimativa oficial do governo de crescimento da economia brasileira neste ano recuou de 2,5% para 1,8%. Em 2013, o PIB avançou 2,5%. O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, e serve para medir a evolução da economia. Apesar de o governo ter revisado para baixo a estimativa de crescimento em 2014, a expectativa oficial ainda está bem acima do que preveem os economistas do mercado financeiro, que estimam uma expansão de 0,97% neste ano. Essa é a mediana de mais de 100 instituições financeiras em pesquisa feita pelo Banco Central na semana passada.

Comente agora
22
Jul
União adia pagamento de dívida de R$ 3,4 bi ao setor elétrico
Postado por: Anacley Souza / 11:46h

O governo segurou por todo o primeiro semestre o pagamento de 3,4 bilhões devidos a empresas do setor elétrico para evitar um resultado ainda pior nas contas públicas. Esse dinheiro deveria ter sido transferido pelos fundos setoriais, administrados pela Eletrobras e bancados pelo Tesouro Nacional, para pagar o combustível usado nas usinas térmicas em sistemas isolados da região Norte e para subsidiar distribuidoras de energia que atendem diretamente consumidores rurais. Os pagamentos atrasados pelo governo serão regularizados entre agosto e setembro, segundo disseram empresas e fontes da equipe econômica de Dilma Rousseff. Este foi o compromisso assumido na sexta-feira pelo secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, em reunião com dirigentes do setor no Ministério da Fazenda. De acordo com fontes, a arrecadação federal deve crescer nestes dois meses auxiliada pelos recursos do Refis, programa de parcelamento de débitos atrasados de empresas com o Fisco. Além disso, é esperado para setembro o pagamento do bônus de 2 bilhões de reais devido pela Petrobras pela exploração dos campos de pré-sal cedidos à estatal. A retenção dos 3,4 bilhões de reais ocorreu em dois fundos setoriais: a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC).

Comente agora
22
Jul
Declaração sobre propriedade rural deve ser apresentada até 30 de setembro
Postado por: Anacley Souza / 10:30h

O Diário Oficial da União publica hoje (22) instrução normativa sobre a apresentação da Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural referente ao exercício de 2014. Está obrigada a apresentar o documento, entre outras, a pessoa física ou jurídica proprietária, titular do domínio útil, possuidora ou usufrutuária do imóvel rural a ser declarado. A declaração deve ser apresentada no período de 18 de agosto a 30 de setembro de 2014, pela internet, por meio do programa de transmissão Receitanet, disponível no site da Receita Federal. O serviço de recepção da declaração será interrompido às 23h59min59s , horário de Brasília, do último dia do prazo estabelecido.(Agência Brasil)

Comente agora
22
Jul
Preço do litro da gasolina tem variação de 28% na Capital do estado
Postado por: Anacley Souza / 08:13h

As promoções realizadas por postos de combustíveis de Salvador fazem o preço da gasolina comum variar até 28% na cidade. Levantamento na segunda-feira (21) em 11 postos encontrou o litro da gasolina de R$ 2,56, no posto Paralela 1, da Menor Preço, a R$ 3,29, no Posto 2, bandeira BR, na Avenida Paralela. Segundo o presidente do Sindicombustíveis (Sindicato do Comércio de Combustíveis da Bahia), José Augusto Costa, a queda de quase 25% na venda de combustíveis entre os meses de junho e julho, quando comparado com igual período do ano passado, pode ter contribuído para as sucessivas promoções que ocorrem há um mês. "Houve uma retração das vendas antes da Copa do Mundo, talvez isso tenha provocado algum revendedor para que entendesse que para vender mais teria que baixar o preço. Automaticamente, ele baixou e fez com que o vizinho também diminuísse o preço", afirma Costa. Para o presidente do Sindicombustíveis, a queda de preços é uma consequência da concorrência e da luta de postos de combustíveis e distribuidoras para conquistar espaço. "Enquanto as pessoas se agridem no mercado, o consumidor agradece".

Comente agora
22
Jul
Distribuidoras de combustíveis criam novo sindicato na Bahia
Postado por: Anacley Souza / 07:54h

Com a criação de um sindicato regional de distribuidoras de combustíveis (Sindicom-Bahia), oficializado em maio deste ano, o consumidor terá mais garantias de adquirir produtos com mais "qualidade", segundo o consultor de gestão de risco de transporte de inflamáveis, Gilson Fonseca. Oito das 21 empresas baianas ou regionais com atuação no estado já estão filiadas. "Pela união há mais possibilidade de ter postos mais sérios, que vão entregar produtos dentro dos padrões exigidos. Quando você consegue ter esse tipo de iniciativa, vai atender melhor ao consumidor", afirma Fonseca, que também é consultor do Sindicom nacional. Segundo o consultor, a criação de um sindicato regional permite mais fiscalização para prevenir fraudes comuns no mercado de distribuidoras. "A fraude na venda de combustíveis, como vender produtos adulterados, sonegar impostos, é uma praxe das empresas menores. Quando você cria um sindicato regional, é mais fácil fiscalizar", afirma. As distribuidoras são responsáveis por transportar o combustível das refinarias para os postos. Pela legislação, não é permitido que distribuidoras operem postos de combustíveis.

Comente agora
21
Jul
Dólar cai 0,31% sob influência de pesquisa eleitoral
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 21:53h

O dólar emplacou nesta segunda-feira, 21, a segunda sessão consecutiva de perdas ante o real, influenciado principalmente por fatores internos. A pesquisa Sensus divulgada no fim de semana, mostrando empate técnico entre Dilma Rousseff e Aécio Neves na disputa presidencial, trouxe um viés de baixa para a moeda americana, assim como os comentários de uma fonte da equipe econômica, na última sexta-feira, de que não se justifica uma mudança “radical” na interpretação do último comunicado do Copom. No fim, o dólar à vista de balcão cedeu 0,31%, para R$ 2,2230. Na pesquisa Sensus, Dilma Rousseff oscilou de 32,2% das intenções em junho para 31,6% agora. O candidato Aécio Neves foi de 21,5% para 21,1%. Já Eduardo Campos passou de 7,5% para 7,2%. Nas simulações de segundo turno, no cenário com Aécio Neves, o placar fica em 36,3% para Dilma contra 36,2% para o tucano, tecnicamente empatados. Em junho, Dilma tinha 37,8% das intenções contra 32,7% de Aécio, uma diferença de 5,1 pontos porcentuais. Profissionais ouvidos pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, também destacaram os comentários, feitos na sexta-feira, por fonte da equipe econômica. Para ela, a evolução da inflação efetiva e da inflação esperada entre as reuniões do Copom de maio e de julho não justifica a mudança radical, por parcela expressiva do mercado, da interpretação dos comunicados idênticos divulgados após as duas reuniões – e, particularmente, da expressão “neste momento” que constou de ambos. Na prática, os comentários dessa fonte foram considerados uma espécie de aviso do Banco Central de que a taxa de juros não tende a voltar a cair tão cedo – como alguns profissionais do mercado interpretaram logo após o comunicado. (Fabrício de Castro, Agência Estado)

Comente agora
21
Jul
Remédios para AVC, infarto e depressão ficam mais baratos
Postado por: Redação Voz da Bahia / 19:45h

A lista de medicamentos com desconto por conta da isenção de imposto PIS/Cofins passa a ter 1.645 produtos a partir desta segunda-feira (21), com a atualização da lista de preços da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A agência reduziu o preço máximo de mais 174 medicamentos, que passam a ter desconto de cerca de 12% nas farmácias por conta da retirada dos impostos. Foram incluídos, por exemplo, remédio para disfunção erétil, prevenção de AVC e infarto e tratamento de depressão, indução de ovulação, antinflamatórios. A lista geral de todos os medicamentos que têm os preços controlados (disponível neste link) é atualizada mensalmente e indica os valores máximos que cada produto pode ter para o consumidor. A lista foi criada em 2001 e desde então é atualizada periodicamente com os medicamentos e outras substâncias que recebem isenção de tributos. A última atualização foi feita em 2007. A chamada “lista positiva”, dos produtos que são isentos dos impostos e tiveram redução de preço, representa 75,4% dos medicamentos comercializados em todo o país, de acordo com o Ministério da Saúde.

Tarja vermelha e preta

Comente agora
21
Jul
Bradesco e Santander estariam interessados em comprar fatia do BES
Postado por: Anacley Souza / 17:24h

O jornal português “Diário Econômico” informou nesta segunda-feira que cinco bancos estrangeiros entraram em contato com o banco central do país, o Banco de Portugal (BdP), para manifestar interesse em investir no Banco Espírito Santo (BES), cujo grupo está em grave crise financeira. Entre os bancos estariam, segundo o jornal, Bradesco e Santander. O BC português está buscando uma solução de mercado para o banco, ou seja, tenta capitalizar o banco para que não seja preciso usar dinheiro público no socorro. Os bancos estrangeiros estariam interessados em comprar participações no banco, após o Banco de Portugal deixar claro que gostaria de investidores privados no banco. A reportagem do jornal português cita ainda o jornal espanhol “El Economista”, que informou na sexta-feira que o Banco de Portugal convidou o Santander a estudar um investimento no BES, além de outros bancos privados, como BPI, BCP e BBVA. Representantes das instituições financeiras não quiseram comentar o assunto. O Santander emitiu um comunicado em que nega contatos com o Banco de Portugal.

Comente agora
21
Jul
Inadimplência do consumidor cai no 1º semestre, diz Serasa
Postado por: Anacley Souza / 15:14h

A inadimplência do consumidor brasileiro registrou uma queda de 1,1% no acumulado do primeiro semestre do ano sobre igual período do ano passado, mostraram dados da Serasa Experian divulgados nesta segunda-feira. Em junho, o índice viu queda de 1,4% ante maio, quebrando uma sequência de três altas mensais. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, porém, houve alta de 3%. "Apesar de o indicador ter acumulado queda no primeiro semestre, dificilmente essa tendência se manterá durante o restante do ano", disse a Serasa. Entre os fatores que deverão puxar o índice para cima estão inflação e juros elevados, além do enfraquecimento da economia e do mercado de trabalho, conforme demonstraram as últimas variações mensais do indicador, completou a Serasa, lembrando que o índice de inadimplência registrou sete altas mensais em nove meses. No detalhamento por tipo de endividamento, as dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas e prestadores de serviço), as dívidas junto aos bancos e os cheques sem fundo foram responsáveis pela queda do índice no semestre, recuando 2,3%, 0,4% e 10,1%, respectivamente, ante igual período do ano passado. Os títulos protestados, no entanto, subiram 16,7% no mesmo período. (Agência Reuters)

Comente agora
21
Jul
BNDES vai socorrer elétricas com R$ 3 bilhões
Postado por: Anacley Souza / 13:48h

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve bancar parte do novo empréstimo de socorro às distribuidoras de energia elétrica, cerca de 3 bilhões de reais, segundo fontes que não quiseram se identificar. Outros 3,5 bilhões de reais deverão ser financiados pelo grupo de bancos que já financiaram o primeiro empréstimo ao setor. O ingresso do BNDES no pool deve ocorrer porque as instituições alegam que não têm margem para arcar com novo financiamento em valores tão elevados. Antes mesmo de concretizada, a participação do BNDES já era criticada por economistas em razão de o banco ter recebido altos empréstimos do Tesouro com taxas subsidiadas. A crítica é de que é o próprio Tesouro que, em última instância, estaria bancando a operação, sem precisar usar recursos orçamentários que teriam impacto nas despesas e na meta fiscal. Na reunião da última quinta-feira entre o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Paulo Caffarelli, e representantes dos bancos, chegou-se à conclusão que seriam necessários mais 6,5 bilhões de reais para ajudar as distribuidoras a pagarem suas contas.

Comente agora
20
Jul
Probabilidade de país estar em recessão é de 90%
Postado por: Letícia Oliveira / 15:35h

A probabilidade de a economia brasileira já estar em recessão é de 90%, aponta estudo entregue com exclusividade ao Broadcast pelo Banco Cooperativo Sicredi. O trabalho tomou como premissa o critério de classificação de recessões do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ou seja, a avaliação de séries econômicas de diversos indicadores que podem identificar o curso de um declínio na taxa de crescimento antes de se confirmar uma recessão técnica de dois trimestres seguidos de Produto Interno Bruto (PIB) negativo. Existem duas ou mais formas de classificar recessões econômicas, afirma o economista do Sicredi, Pedro Ramos. A mais usual é aquela que aceita como tal o registro de dois trimestres consecutivos de PIB negativo. "Nós pegamos uma série de variáveis e indicadores antecedentes e coincidentes para ver se neste momento estamos ou não em recessão", explica o economista.

Comente agora
20
Jul
Governo licitará linhas de transmissão antes de usinas
Postado por: Letícia Oliveira / 11:54h

O atraso crônico que afeta as obras de linhas de transmissão de energia levou a cúpula do setor elétrico a apostar em uma medida de risco, mas que promete amenizar o descumprimento de prazos. Em vez de licitar linhas de transmissão após ter a certeza de que uma usina foi leiloada e que estará pronta para se conectar àquela rede, o governo decidiu inverter essas etapas: blocos de linhas de transmissão serão leiloados e iniciados antes mesmo de se confirmar se existirá, de fato, alguma usina para utilizá-los. O plano já está em execução. O Estado teve acesso ao lote de linhas com cronogramas antecipados, que ficarão à espera de usinas. Sete blocos de transmissão foram selecionados pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e enviados ao Ministério de Minas e Energia (MME). Os empreendimentos se estendem por oito Estados do Nordeste, além do Rio Grande do Sul. Juntos, esses empreendimentos alcançam 4.043 quilômetros de extensão. O investimento total previsto, incluindo subestações de energia, ultrapassa R$ 4,1 bilhões. O presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, afirma que as linhas vão se conectar especificamente a novos parques eólicos. "Estamos invertendo as fases e sabemos que estamos até correndo um certo risco de ter redes ociosas, mas é melhor ter esse risco do que ter usinas prontas, mas que não podem despachar energia porque a rede não chegou."

Comente agora
20
Jul
Fator: desaceleração chega ao mercado de trabalho
Postado por: Letícia Oliveira / 10:50h

A desaceleração da economia brasileira finalmente parece ter chegado ao mercado de trabalho, afirma o economista-chefe do Banco Fator, José Francisco Lima Gonçalves. Ele dá esse parecer com base no baixíssimo saldo líquido de geração de empregos com carteira assinada em junho, de apenas 25.363 vagas, divulgados na última quinta-feira, 17, pelo Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). "Sem a abertura dos dados, o que posso falar por enquanto é isso. Gosto de ver a abertura porque com ela é que podemos ver se a desaceleração no ritmo de criação de empregos se dá por paralisação das contratações ou por demissões" disse o economista. Segundo Lima Gonçalves, o resultado do Caged em junho poderia ter sido pior se não fosse um mês sazonalmente favorável às contratações no segmento da agricultura. Segundo o MTE, no mês passado a agricultura criou 40.818 vagas; o setor de serviços, 31.143. Já a indústria da transformação fechou 28.553 vagas; a construção civil encerrou outros 12.401 postos e o comércio fechou 7.070 vagas.

Comente agora
20
Jul
Brasileiros já pagaram R$ 900 bilhões em impostos no ano
Postado por: Letícia Oliveira / 10:34h

O valor pago pelos brasileiros em impostos federais, estaduais e municipais desde o início do ano alcançou R$ 900 bilhões neste domingo (20), por volta das 2h20, segundo o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Em 2013, a marca foi alcançada mais tarde: em 27 de julho. O painel eletrônico que calcula a arrecadação em tempo real está instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista. O Impostômetro foi inaugurado em 20 de abril de 2005. O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, napágina do Impostômetro. Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando em impostos. Também se pode fazer comparações do que os governos poderiam fazer com o dinheiro arrecadado, como quantas cestas básicas se poderia fornecer e quantos postos de saúde poderiam ser construídos. O Impostômetro encerrou o ano de 2013 com a marca recorde de R$ 1,7 trilhão. (G1)

Um comentário
20
Jul
Economia brasileira tem 90% de chance de já estar em recessão
Postado por: Letícia Oliveira / 08:12h

A probabilidade de a economia brasileira já estar em recessão é de 90%, aponta estudo entregue com exclusividade à Agência Estado pelo Banco Cooperativo Sicredi. O trabalho tomou como premissa o critério de classificação de recessões do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ou seja, a avaliação de séries econômicas de diversos indicadores (produção da indústria, comércio, agropecuária, taxas de inflação, etc.) que podem identificar o curso de declínio na taxa de crescimento antes de se confirmar uma recessão técnica de dois trimestres seguidos de Produto Interno Bruto (PIB) negativo. Quando se expurga do modelo o Índice de Confiança da Indústria (ICI), a probabilidade de a economia estar em recessão cai para 20%; indicativo de que a indústria responde destacadamente pelo arrefecimento da economia brasileira. Existem duas ou mais formas de classificar recessões econômicas, afirma o economista do Sicredi Pedro Ramos.

Comente agora
19
Jul
Consumo de gás na indústria está estagnado desde 2007
Postado por: Letícia Oliveira / 10:29h

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) traçou um panorama crítico da oferta de gás no País. No estudo “Gás Natural: uma alternativa para uma indústria mais competitiva”, a entidade aponta que, apesar de o gás natural ter mais que dobrado a sua participação na matriz energética nacional, seu consumo na indústria segue estagnado desde 2007. Nos últimos sete anos, a expansão média do consumo no País foi de 1,8% ao ano. São duas as causas centrais dessa situação, de acordo com o diagnóstico da CNI: o preço elevado do insumo e a falta de competitividade no setor. “O que nos preocupa, basicamente, é essa situação de estagnação. A indústria busca contratos de longa duração, com preços mais competitivos, mas não é possível”, diz Rodrigo Garcia, técnico de infraestrutura da CNI. “Além disso, há casos de restrição de oferta”, afirma. Ele menciona o exemplo da indústria de cerâmicas da Região Sul do País, que depende do gás natural em seu processo de produção. “Hoje esse setor quer aumentar a produção, mas não avança porque não encontra gás disponível”, diz Garcia.

Comente agora
18
Jul
Avaliada em R$ 90 mi, sede da Vasp em Congonhas vai a leilão
Postado por: Anacley Souza / 15:57h

Um dos ativos mais valiosos da massa falida da Vasp, a sede no aeroporto de Congonhas (São Paul) vai a leilão no próximo dia 31. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, o prédio no meio do aeroporto da capital paulista tem área de 15,2 mil metros quadrados e está avaliado em cerca de R$ 90 milhões. Lances eletrônicos poderão ser feitos através do site Freitas Leilões Online, a partir das 14h de 21 de julho, e concorrerão com os feitos no evento físico marcado para 31 de julho às 14h. Cada lance deverá ter incremento mínimo de R$ 500 mil. Em agosto, serão leiloados outros itens da massa falida. Esculturas, quadros e gravuras têm preços estimados entre R$ 250 e R$ 2.500. Móveis, luminárias e objetos de decoração variam de R$ 200 a R$ 2.200. Em setembro, serão realizados os dois últimos pregões com móveis de escritório e objetos, protótipos de aviões e itens que podem interessar a colecionadores. Neste último leilão, por exemplo, interessados poderão adquirir louças com a marca Vasp, fotos e pôsteres, com preços entre R$ 250 e R$ 3.200. Todos os valores arrecadados com os leilões serão revertidos para o pagamento de credores da empresa aérea, principalmente os de origem trabalhista. A falência da Viação Aérea São Paulo S/A (Vasp) foi decretada pela Justiça paulista em 2008 e confirmada em 2013 pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). (Terra)

Comente agora
18
Jul
Demanda de etanol nos postos cai em junho apesar da Copa
Postado por: Anacley Souza / 14:34h

A demanda por etanol hidratado em junho caiu ao menor nível do ano, apesar da Copa do Mundo de futebol, que levou a um maior deslocamento aéreo e sobretudo rodoviário no País. O mês concentrou a maioria dos jogos. Dados do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom) mostram que foram comercializados pelas associadas 565,13 milhões de litros, volume 3,7% menor ante os 586,7 milhões de litros vendidos em maio. Em 2014, o pico de vendas foi observado em janeiro, com 695,2 milhões de litros. Na comparação com junho de 2013, o volume comercializado foi 1,5% maior, mas esse avanço é resultado, em parte, do aumento da frota de veículos. O diretor de mercado do Sindicom, Cesar Guimarães, disse, em nota, que “o mês de junho, além da Copa, foi um mês menor, ou seja, com menos dias úteis devido ao feriado (de Corpus Christi)”. Para ele, houve retração também nas vendas de gasolina (7%) e de diesel (9%), ante maio. “Outros setores do varejo, não apenas postos, além do setor produtivo, também perderam faturamento, ao passo que os setores que envolviam o turismo tiveram crescimento”, acrescentou no comunicado.(Agência Estado)

Comente agora
18
Jul
Bancos fazem acordo para unificar caixas eletrônicos externos
Postado por: Anacley Souza / 14:09h

Os bancos Bradesco, Banco do Brasil, Itaú Unibanco e Santander Brasil divulgaram nesta sexta-feira (18) um novo acordo de acionistas que prevê a substituição, em cerca de quatro anos, de parte da rede externa de terminais de autoatendimento dos bancos pelos terminais da Rede Banco24Horas. O novo acordo, que também envolve HSBC Brasil, Caixa Econômica Federal e Citibank. Os caixas são e continuarão sendo geridos pela empresa Tecnologia Bancária (TecBan). "Com isso, em linha com a tendência mundial de melhores práticas da indústria, as partes, que constituem os principais bancos de varejo do país, consolidarão suas redes externas de TAAs [terminais de autoatendimento] nos terminais da Rede Banco24Horas, gerando aumento de eficiência, bem como maior qualidade e capilaridade de atendimento a seus clientes", diz o comunicado divulgado pelo Bradesco. De acordo com a TecBan, o acordo deve expandir a marca atual de 15,3 mil terminais de autoatendimento Banco24Horas para 16 mil até o final do ano, e chegar a 20 mil em 2020. "Segundo o acordo, pontos de autoatendimento que hoje são usados por clientes de apenas um banco podem se tornar, em breve, acessíveis a clientes de todos os bancos, com a presença de mais terminais da Rede Banco24Horas. O aumento da participação dos terminais de acesso compartilhado vai permitir que mais pessoas façam suas transações financeiras em um mesmo ponto, ampliando a conveniência para os clientes bancários", diz a empresa em comunicado. (O Globo)

Comente agora
18
Jul
Bahia perde 2.564 vagas com carteira assinada em junho
Postado por: Anacley Souza / 13:39h

A Bahia perdeu 2.564 postos de trabalho com carteira assinada em junho. Mas no acumulado do ano (janeiro a junho), a diferença entre vagas criadas e extintas é positiva em 24.605 postos. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (17) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) - órgão vinculado à Secretaria Estadual do Planejamento - tendo como base os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho (MT), que informou que, no mês passado, o país como um todo gerou 25.363 novos postos formais. Este número representa uma queda de 79,5% em relação ao número de empregos formais criados em junho do ano passado, quando foram abertas 123.836 vagas. Em termos de abertura de postos no sexto mês do ano, o saldo de junho de 2014 só supera o de 1998 (18.097 vagas). No primeiro semestre de 2014, o Brasil apresenta saldo de criação de 588.761 vagas, resultado mais baixo desde o primeiro semestre de 2009 (criação de 397.936 vagas). Ao comentar os números, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse que o governo reviu para baixo as previsões de abertura de novas vagas com carteira assinada neste ano.

Comente agora
18
Jul
Bovespa opera em alta nesta sexta após pesquisa eleitoral
Postado por: Anacley Souza / 13:06h

O empate técnico entre a candidata a reeleição Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) em um eventual segundo turno das eleições presidenciais, apontado pelo instituto Datafolha nesta quinta-feira, impulsiona os negócios na Bovespa nesta sexta. Logo após a abertura da sessão, às 10h15, o Ibovespa já saltava 2,75%, aos 57.167,09 pontos. Por volta de 12h15, o principal índice da bolsa paulista continuava neste patamar, subindo 2,88% (aos 57.237 pontos). As ações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) dispararam quase 9% nesta manhã, ao preço de 11,64 reais cada, após o Conselho de Administração da empresa aprovar a abertura de novo programa de recompra de ações, de até 64,2 milhões de papéis, entre 18 de julho e 18 de agosto deste ano. Prova de que as expectativas sobre o pleito eleitoral estão interferindo nas decisões de investidores é o fato de os papéis da BM&F Bovespa estarem entre os que mais sobem no dia - alta de 6,3%, ao valor de 12,98 reais cada. As ações ordinárias da estatal Petrobras também se destacam, com alta de quase 4,7% (19,03 reais). (Revista Veja)

Comente agora
18
Jul
Inflação que corrige valor de aluguéis cai 0,13 ponto percentual
Postado por: Letícia Oliveira / 11:06h

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou, no segundo decêndio de julho, variação negativa de 0,13 ponto percentual, ficando em 0,51%. No mesmo período do mês anterior o índice havia ficado em 0,64%. Os números relativos à segunda prévia de julho foram divulgados hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas. A inflação calculada pelo IGP-M serve de parâmetro para o reajuste dos preços de aluguéis. Um dos principais componentes do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) ficou em -0,94%, no segundo decêndio de julho. Apesar da deflação, o indicador subiu 0,39 ponto percentual em relação ao -1,33% registrado no mesmo período do mês anterior. Embora com variações superiores ao segundo decênio de junho, todos os componentes do IPA apresentaram variações negativas em julho. Bens Finais passou de -1,32% para -0,64%, com a contribuição do subgrupo alimentos in natura, o de maior contribuição, cuja taxa passou de -12,00% para -6,91%.

Comente agora
18
Jul
BNDES espera até oito aberturas de capital em um ano
Postado por: Letícia Oliveira / 09:53h

Nos próximos 12 meses, entre seis e oito empresas de médio porte devem abrir o capital na Bolsa. A previsão é do superintendente da área de capital empreendedor do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luiz Souto. O braço de participações do banco estatal é acionista direto em 35 empresas que se enquadram nessa categoria. A busca dessas companhias por financiamento no mercado de capitais deverá ser impulsionada pela Medida Provisória 651, publicada há uma semana. Entre outros pontos, a medida isenta de ganho de capital os investidores pessoa física que adquirirem ações. Outro impulso vem do programa lançado recentemente pelo banco de fomento que injetará até R$ 1 bilhão em companhias que se listarem no Bovespa Mais, segmento de acesso da Bolsa brasileira. O executivo do banco de fomento destaca que a primeira oferta não virá necessariamente de uma empresa da carteira do BNDESPar, mas lembrou que duas companhias do Bovespa Mais que fizeram a oferta inicial de ações ( IPO) no ano passado tinham o BNDES por trás: a Linx e a Senior Solution. A Linx listou-se no Novo Mercado, principal segmento de governança corporativa. No Bovespa Mais, segmento de acesso da BM&FBovespa, há hoje nove companhias listadas, sendo que seis delas têm o BNDESPar no capital social: Altus, BIOMM, CAB Ambiental, Nortec Química, Quality Software, além da Senior Solution, de acordo com informações que constam no site da Bolsa.

Comente agora
18
Jul
Telefônica reduz fatia na dona da Tim Brasil
Postado por: Letícia Oliveira / 09:38h

O movimento da Telefônica para reduzir sua fatia na concorrente Telecom Itália pode ajudar o grupo espanhol a aplacar reguladores sobre preocupações antitruste e possivelmente acelerar a consolidação no Brasil. A Telefônica controla a Vivo, principal operadora brasileira, e é a maior acionista da Telecom Itália, dona da TIM Participações, concorrente da Vivo. O Brasil é crucial para a Telefônica por ser o segundo maior gerador de caixa depois do mercado espanhol e por ter potencial de expansão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comente agora
18
Jul
Estudo diz que 10 profissões podem sumir
Postado por: Redação Voz da Bahia / 08:52h
  • Um site americano especializado em carreiras fez uma lista das profissões ameaçadas de extinção. São atividades com previsão de queda na contratação nos próximos oito anos. O site se baseou em estatísticas trabalhistas dos Estados Unidos.
  • Confira as dez profissões mais ameaçadas:
  • 1º. Carteiro
  • 2º. Trabalhadores rurais
  • 3º. Técnico em leitura de medidores de energia
  • 4º. Repórteres de jornais
  • . Agentes de viagens
  • 6º. Lenhadores
  • 7º. Aeromoça
  • 8º. Trabalhadores do setor produtivo industrial
  • 9º. Trabalhadores da indústria gráfica
  • 10º. Agente de cobrança
Comente agora
18
Jul
Estudo aponta dez profissões ameaçadas de extinção
Postado por: Anacley Souza / 07:17h

Um site americano especializado em carreiras fez uma lista das profissões ameaçadas de extinção. São atividades com previsão de queda na contratação nos próximos oito anos. O site se baseou em estatísticas trabalhistas dos Estados Unidos.

  1. Confira as dez profissões mais ameaçadas:
  2. 1º. Carteiro
  3. 2º. Trabalhadores rurais
  4. 3º. Técnico em leitura de medidores de energia
Comente agora
17
Jul
Brasil fica em 16º no ranking das principais economias no quesito energético
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 23:08h

O Conselho para uma Economia Energeticamente Eficiente, organização internacional sem fins lucrativos, colocou o Brasil em penúltimo lugar na lista das 16 principais economias do planeta no quesito eficiência energética em estudo divulgado nesta quinta-feira (17). Enquanto a Alemanha, com rígidas normas de construção, figura a primeira colocação, seguida da Itália, o México foi posto em 16º lugar na lista. Segundo os pesquisadores, o Brasil e o México demonstraram ter poucos investimentos em programas de eficiência energética, embora as usinas térmicas sejam eficientes. No topo da lista, o conselho atribuiu à Alemanha, a maior economia europeia, a melhor pontuação por conta de normas em prédios residenciais e comerciais que visam reduzir em 20% até 2020 o consumo de energia com relação a 2008. As informações são da AFP. 

Comente agora
17
Jul
Criação de empregos formais tem pior mês de junho em 16 anos
Postado por: Letícia Oliveira / 16:40h

A economia brasileira gerou 25.363 empregos com carteira assinada no mês de junho, informou o Ministério do Trabalho nesta quinta-feira (17), com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Isso representa uma queda de 79,5% frente ao mesmo mês do ano passado, quando foram abertas 123.836 vagas formais. Este foi o pior resultado para meses de junho desde 1998, quando foram abertas 18.097 empregos com carteira assinada, de acordo com o Ministério do Trabalho, que começou a divulgar dados do tipo em 1992. O ministro do Trabalho, Manoel Dias, informou que esperava um resultado melhor do emprego formal em junho. "O grande fato causador da diminuição foi a indústria. Em todos os setores da indústria, houve decréscimo. Mas mês que vem já começam as contratações visando o Dia dos Pais e também o fim do ano [Natal]", declarou. Em sua visão, o juro alto, fixado em 11% ao ano pelo Banco Central, embora combata a inflação, não é bom para o ritmo de atividade econômica.

Comente agora
17
Jul
Showroom da Indústria será realizado em Santo Antônio de Jesus nos dias 22 e 23 de julho
Postado por: Anacley Souza / 16:27h

Com o objetivo de mostrar ao novo Presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) o potencial industrial de Santo Antônio de Jesus e região, será realizado, entre os dias 22 e 23, no Mega China Shopping, o Showroom da Indústria. Em entrevista a Recôncavo FM, o gerente do escritório do SEBRAE em Santo Antônio de Jesus, Carlos Henrique Oliveira informou que o evento, que busca também fortalecer o segmento das indústrias Santoantoniense e da região é aberto à população. Contudo, apenas indústrias participantes do evento poderão expor seus produtos nos espaços do showroom. Com chegada prevista para o período da manhã do dia 22, o presidente da FIEB, Carlos Gilberto Farias, junto à comitiva do órgão fará uma visita, no referido turno, às principais indústrias da cidade. No mesmo dia, às 14h, será realizada a abertura oficial do Showroom, em seguida, às 14h30, haverá uma coletiva de imprensa com o Presidente da FIEB e realizadores do evento. Após a coletiva, a comitiva da FIEB e público presente visitarão os espaços onde as indústrias exporão seus produtos. Às 15h, ocorrerá uma palestra com o tema ‘Perspectivas para a Indústria Regional’, ministrada pelo Superintendente de Atração de Investimentos da SICM, Paulo Guimarães. No dia 23, às 14h, o showroom será aberto ao público e, por volta das 20h, ao final do evento, o público confraternizará embalado por um show de encerramento com música ao vivo (voz e violão). O showroom é realizado pelas Entidades Empresariais de Santo Antônio de Jesus, SEBRAE, Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (SUDIC), Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus e Sistema FIEB, “é importantíssima a participação dos estudantes da cidade, das Universidades e Escolas técnicas. Empresários e industriários assim como autoridades públicas”, completou.

Redação Voz da Bahia

Comente agora
17
Jul
Inadimplentes estão menos confiantes, mostra Boa Vista
Postado por: Letícia Oliveira / 16:21h

Pesquisa trimestral com 1.014 inadimplentes feita pela Boa Vista, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), aponta que 40% dos entrevistados entendem que sua situação pessoal no futuro estará melhor, queda de 12 pontos porcentuais ante os 52% que apontavam essa melhora no primeiro trimestre de 2014. Entre os que acham que a situação será pior houve uma alta de 17% para 22% do primeiro para o segundo trimestre de 2014. “É a confirmação do movimento de queda da confiança do consumidor brasileiro com relação às finanças pessoais”, disse Fernando Cosenza, diretor de marketing da Boa Vista. “É uma redução da confiança, mas não do pessimismo, porque não vem acompanhada de desemprego em alta e queda na renda, por exemplo”, ressaltou.

Comente agora
17
Jul
Consumidor diminui procura por crédito, informa Serasa
Postado por: Anacley Souza / 12:43h

O número de consumidores brasileiros em busca por crédito em junho foi 9,8% menor do que em maio e 12,6% abaixo do registrado em igual mês do ano passado, segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito. No acumulado do primeiro semestre, a procura caiu 5,4% sobre o mesmo período de 2013. Os economistas da Serasa Experian avaliam que essa redução ocorreu em parte por causa dos jogos da Copa do Mundo diante dos feriados bancários em algumas capitais, e do expediente mais curto nas instituições financeiras. Outros motivos apontados por esses analistas são: a elevação dos juros sobre os empréstimos e a queda dos níveis de confiança dos consumidores. O maior recuo na comparação de junho com maio último foi constatado nas faixas de renda mensal entre R$ 1.000 e R$ 2.000 (-10,0%). Mas as diferenças de recuos entre as faixas foram bem pequenas, ficando em 9,8% tanto no grupo de consumidores que ganham até R$ 500 quanto nos rendimentos entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais.

Comente agora
17
Jul
'Prévia do PIB' tem retração de 0,18% em maio, pior resultado deste ano
Postado por: Anacley Souza / 09:44h

O nível de atividade da economia brasileira registrou a maior retração mensal deste ano em maio, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (17) pelo Banco Central. O Índice de Atividade Econômica do BC, o IBC-Br – um indicador criado para tentar antecipar o resultado do Produto Interno Bruno (PIB) , registrou retração de 0,18% em maio. Neste caso, a comparação foi feita pelo indicador dessazonalizado, ou seja, sem influência das variações por época do ano. É a primeira queda do indicador desde fevereiro (-0,09%) e a maior retração desde dezembro do ano passado, quando houve um "encolhimento" de 1,37%, de acordo com números divulgados pelo BC. Na parcial dos cinco primeiros meses de 2014, segundo o BC, foi registrada uma alta de 0,58%. Neste caso, a comparação foi feita sem ajuste sazonal, considerada mais apropriada por economistas. Já no acumulado de doze meses até maio, a prévia do PIB registrou alta 1,95%. O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz. No primeiro trimestre, houve uma expansão de 0,2%, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O mercado financeiro prevê um crescimento de 1,05% para todo este ano, segundo pesquisa realizada pelo BC na semana passada, valor que está abaixo do estimado pelo governo federal no orçamento deste ano (+2,5%) e também pelo Banco Central (+1,6%). (Globo)

Comente agora
17
Jul
Falta de registro de domésticas rende multa a partir de agosto
Postado por: Anacley Souza / 07:39h

Quem tem empregada doméstica deve regularizar o contrato na carteira de trabalho até 7 de agosto ou pode pagar multa de pelo menos R$ 805,06, de acordo com o Ministério do Trabalho. A multa está determinada em lei publicada em abril (12.964) e que previa 120 dias para os patrões regularizarem a situação dos empregados domésticos. Com isso, a partir do dia 7 de agosto, deve haver o registro na carteira da data de admissão e da remuneração do empregado doméstico. A falta dessas informações poderá render multa a partir de R$ 805,06, de acordo com o que está previsto na CLT, diz o Ministério. O valor pode ser maior se a situação for considerada mais grave por conta do tempo de serviço, idade, número de empregados ou o tipo de infração. A lei que determina a multa por falta de registro não faz parte da chamada PEC das Domésticas, emenda constitucional que iguala os direitos dos trabalhadores domésticos aos dos demais trabalhadores urbanos e rurais, e que foi aprovada em abril do ano passado. No entanto, também fortalece a categoria, já que pressiona o patrão a cumprir os direitos. "Tudo o que se quer é acabar com essa informalidade de um trabalho que não tem anotação na carteira, sem respeitar as garantias mínimas", diz a professora de Direito do Trabalho da Faculdade Mackenzie Rio, Isabelli Gravatá.

Comente agora
17
Jul
Argentina recebe apoio em reunião do Brics
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 00:38h

A presidente Dilma Rousseff aproveitou seu discurso de encerramento da reunião do Brics com os países da América do Sul para pedir um discurso unificado contra o precedente criado pelo Judiciário dos Estados Unidos, que obrigou o pagamento integral da dívida argentina aos chamados fundos holdouts, a ser levado na próxima reunião do G-20, em novembro, na Austrália. O grupo reúne as 20 maiores economias emergentes do mundo. Em apoio à presidente argentina, Cristina Kirchner, Dilma fez um apelo aos demais presidentes por um “caminho conjunto entre nós” para mostrar que a decisão da Justiça dos EUA poderá ser muito dura para países em desenvolvimento e que as economias mais frágeis vão sofrer muito com procedimentos desse tipo. Dilma passou o recado durante almoço com os chefes de Estado reunidos em Brasília. O Palácio do Planalto, no entanto, não divulgou o conteúdo do discurso da presidente Dilma. Mas o objetivo de um discurso comum na reunião do G-20 foi confirmado por Cristina. “Não é um tema apenas da Argentina, mas que pode afetar todos os países, como afetou o Brasil durante 20 anos”, declarou, ao fim do encontro desta quarta-feira, 16.

Comente agora
16
Jul
Pela 2ª vez seguida, BC mantém juro em 11%
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 20:59h

Apesar da expectativa do Banco Central de mais inflação, a diretoria da instituição decidiu, por unanimidade, manter a taxa básica de juros (Selic) em 11% ao ano. A decisão ocorreu mesmo depois de ter elevado a projeção para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2014 de 6,1% para 6,4%, previsão que mudou entre o Relatório Trimestral de Inflação de março e de junho. O resultado da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) era esperado pelo mercado. Segundo pesquisa da AE Projeções finalizada na última quinta-feira ,10, de 80 instituições consultadas, todas apostavam na manutenção da taxa. O comunicado pós-reunião foi idêntico ao do encontro anterior. O texto, inclusive, manteve o termo "neste momento". "Avaliando a evolução do cenário macroeconômico e as perspectivas para a inflação, o Copom decidiu, por unanimidade, neste momento, manter a taxa Selic em 11,00% a.a., sem viés", disse o comunicado. Para especialistas ouvidos antes do fim da reunião, diante de um quadro que contrapõe baixo crescimento e inflação elevada e acima do limite de tolerância no acumulado de 12 meses, definido em 6,5%, é natural a opção do BC pela manutenção da taxa. A proximidade das eleições de outubro também pode ter tido impacto na decisão.

Comente agora
16
Jul
LAN e TAM são escolhidas melhores aéreas da América do Sul
Postado por: Marcus Augusto DRT 5719 / 18:45h

As companhias aéreas LAN e TAM receberam o primeiro e o segundo lugar na categoria "Melhor Companhia Aérea da América do Sul" dos prêmios World Airline Survey, informou nesta terça-feira a Latam Airlines Group, associação formada pelas duas companhias. Os prêmios foram anunciados durante o Farnborough Air Show, a feira do ar mais importante do Reino Unido. A LAN também recebeu o prêmio de "Melhor Serviço da América do Sul". A Latam Airlines Group, é resultado da fusão entre LAN e TAM, que aconteceu em 2011, quando se tornaram a maior companhia aérea da América Latina. O presidente do diretório da Latam Airlines Group, Mauricio Amaro, afirmou que "os prêmios refletem a opinião de passageiros experientes", e considerou que essa é a maior motivação que podem receber. Os prêmios e a pesquisa World Airline Survey, realizados anualmente pela empresa inglesa de estudo de mercado SkyTrax, são considerados a principal ferramenta de referência sobre os níveis de satisfação dos passageiros das linhas aéreas no mundo. Mais de 18 milhões de usuários de 160 nacionalidades avaliaram a 245 companhias aéreas, segundo o comunicado. A lista também apresenta as preferidas dos passageiros em quesitos como tipos de assento, comida e lounges no aeroporto. Além disso, as empresas de baixo custo também aparecem separadas. Entre as mais baratas, que venceu neste ano foi a Air Asia - na América do Sul, a Azul liderou pelo quarto ano seguido. “Esse prêmio é mais um grande indicador de que os Clientes estão satisfeitos com nossos serviços”, afirmou o fundador e CEO, David Neeleman. Confira as 10 melhores aéreas do mundo, segundo pesquisa da SkyTrax:

  1. As 10 melhores do mundo: 
Comente agora
16
Jul
Inflação pelo IGP-10 recua 0,56% em julho, diz FGV
Postado por: Anacley Souza / 10:35h

Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) caiu 0,56% em julho, depois de recuar 0,67% no mês anterior, diante de uma deflação menor no atacado, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, caiu 1,03%, após ter recuado 1,41% em junho. Já o Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), que responde por 30% do índice geral, avançou 0,24%, desacelerando ante a alta de 0,39% em junho. Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) subiu 0,58%, contra 1,78% na apuração anterior. Em meio a um cenário de inflação elevada no País e de atividade econômica a passos lentos, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decide sobre a taxa básica de juros nesta quarta-feira. Pesquisa da Reuters mostrou que todos os 60 economistas consultados esperam que o BC mantenha a Selic nos atuais 11%. Mas as atenções irão voltar-se para o comunicado da decisão, em busca de sinais sobre os próximos passos. O IGP-10 calcula os preços entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência. (Agência Reuters)

Comente agora
16
Jul
Banco do Brics terá sede na China e 1ª presidência será da Índia
Postado por: Anacley Souza / 07:24h

O grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul anunciou, nesta terça-feira (15), a criação de um banco de desenvolvimento. A sede do banco do Brics será em Xangai, na China, e a primeira presidência será ocupada pela Índia, afirmou a presidente Dilma Rousseff. O nome oficial é Novo Banco de Desenvolvimento (New Development Bank, NDB, em inglês). Os países do Brics também assinaram acordo para criação de um fundo com US$ 100 bilhões, uma espécie de "poupança" que deverá ser usada para manter a estabilidade em momentos de crise mundial ou de ataque especulativo. Na quarta (16), os chefes de Estado do Brics reúnem-se em Brasília, com a presença também de líderes da Unasul (União de Nações Sul-Americanas). A cúpula está prevista para se encerrar após o almoço. Banco de desenvolvimento ficará aberto a outros países As negociações para criar um banco de fomento se arrastaram por dois anos, com alguns membros temerosos do desejo da China de ter uma participação maior no banco, injetando mais capital. O banco terá de ser ratificado pelos parlamentos dos países e poderá começar a realizar os empréstimos em 2016.

Comente agora
16
Jul
Débitos não autorizados lideram reclamações de clientes bancários
Postado por: Anacley Souza / 07:13h

O débito em conta não autorizado continua sendo a principal reclamação de clientes contra as instituições financeiras, registrada no Banco Central (BC). Em junho, essas reclamações chegaram a 299, com redução em relação a maio (382). No total, o BC recebeu no mês passado 1.748 reclamações de correntistas consideradas procedentes, com redução de 7,76% em relação a maio e 27,35% na comparação com junho de 2013. Em segundo lugar na lista de principais reclamações está a restrição à portabilidade de crédito consignado, com 160 casos. Em seguida está a cobrança de tarifa por serviço não contratado (141). No ranking de reclamações com resultado ponderado pelo número de clientes por instituição, Santander lidera a lista, com 316 casos. Em seguida vem HSBC (64), Banrisul (21), Itaú (209) e Banco do Brasil (275). Essa lista é dos bancos com mais de 1 milhão de clientes. Nos bancos com menos de 1 milhão de correntistas, a liderança em número de reclamações é do BMG (195), seguido por BNP Paribas (22), J. Malucelli (13), PanAmericano (26) e Banco Fibra (8). A insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no BC e as reclamações ajudam na fiscalização e regulação do Sistema Financeiro Nacional. Entretanto, o BC recomenda que a reclamação seja registrada, primeiramente, nos locais onde o atendimento foi prestado ou no serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da instituição financeira. Se o problema não for resolvido, o cidadão pode ainda recorrer à ouvidoria da instituição financeira, que terá prazo máximo de 15 dias para apresentar resposta. Os clientes bancários também podem buscar atendimento no Procon e recorrer à Justiça. (Agência Brasil)

Comente agora
15
Jul
Produção de energia eólica aumenta 44,4% em um ano
Postado por: Letícia Oliveira / 17:26h

A produção de energia eólica aumentou 44,4% no último ano, segundo a edição do Boletim de Operações de Usinas da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). A comparação é entre os meses de maio de 2013 e 2014. No mesmo período, a geração de energia termelétrica aumentou 20,7%. Apesar de apresentar uma redução de 5,1%, a energia produzida por hidrelétricas mantém-se predominante, sendo responsável por 66,5% da produção brasileira. De acordo com a CCEE, em maio, fontes eólicas produziram 747 megawatts (MW) médios e térmicas, 17.307 MW médios. O boletim informa que o salto na entrega das térmicas foi impulsionado pelas usinas nucleares: foram produzidos 1.763 MW médios – número 154,1% acima do registrado em maio de 2013. As usinas térmicas a carvão geraram 1.823 MW médios (aumento de 37,3%) e as de biomassa 3.038 MW médios, produção 21,6% superior à registrada em maio de 2013. A capacidade instalada somou 127.026 MW provenientes de 1.118 usinas que estão operando comercialmente no período. Ainda segundo o boletim divulgado hoje (15), a geração total de energia pelas usinas do Sistema Integrado Nacional foi 60.978 MW médios. Apesar de a geração ter sido 2,8% inferior à registrada em abrile, é 1,8% maior do que o resultado obtido em maio de 2013. (Agência Brasil)

Comente agora
15
Jul
Intenção de Consumo das Famílias fica estável após seis meses em queda
Postado por: Anacley Souza / 12:26h

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) fechou junho com indicativo de estabilidade, ao registrar aumento de 0,1% na comparação com o mês anterior, indo a 120,6 pontos, depois de fechar o primeiro semestre do ano em queda. O indicador foi divulgado hoje (15), pela Confederação Nacional do Comércio de Bens e Turismo (CNC), ressaltando, no entanto, que em relação a julho do ano passado, o ICF fechou com queda de 3,5%. Na avaliação da CNC, “a desaceleração recente da inflação de alimentos e os efeitos temporários produzidos pela Copa do Mundo podem ter auxiliado na manutenção geral das perspectivas”. Mesmo que ainda em base tímidas de recuperação, o índice permanece acima da zona de indiferença (100 pontos), indicando, portanto, um nível favorável.Na avaliação da economista da CNC Juliana Serapio, é necessário enfatizar que, apesar do resultado positivo de julho, a percepção das famílias não muda tão rapidamente. “As perspectivas para emprego e consumo seguem desaquecidas. O componente perspectiva profissional teve o menor valor da série histórica (117,8 pontos), e o nível de consumo atual apresentou insatisfação das famílias (abaixo de 100 pontos)”, justificou.

Comente agora
15
Jul
Volume de cheques devolvidos cai em junho
Postado por: Anacley Souza / 10:43h

O volume de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos ficou em 1,85% em junho. O nível registrado no mês passado é 0,22 ponto porcentual menor que o de maio, de 2,07%, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 15, pela Boa Vista Serviços, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). A forte queda do índice na comparação mensal é explicada pela redução mais intensa de documentos devolvidos (15,7%), do que o declínio de movimentados (3,3%). No acumulado dos seis primeiros meses do ano, o porcentual de cheques devolvidos ficou em 2,04%, o que representa estabilidade na comparação com o primeiro semestre de 2013. No período, o volume de cheques devolvidos recuou 9,2%, quase na mesma proporção da retração de 9,1% aferida no total de cheques movimentados entre janeiro e junho de 2014. Na mesma base comparativa, a segunda devolução de cheques de pessoas físicas por falta de fundos caiu 11,6%. No caso das pessoas jurídicas, o declínio foi de 2,7%. (Revista Isto É)

Comente agora
15
Jul
Copa injetou R$ 30 bilhões na economia brasileira, revela estudo
Postado por: Redação Voz da Bahia / 09:06h

A Copa do Mundo deve somar cerca de R$ 30 bilhões à economia brasileira, de acordo com projeções realizadas pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). O estudo foi encomendado à entidade pelo Ministério do Turismo. O valor equivale a cerca de 0,6% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. E está próximo daquilo que eventos de grande porte, como a Olimpíada, trouxeram de incremento à economia de países que sediaram esses torneios. A perspectiva foi baseada no impacto econômico da Copa das Confederações, realizada em junho de 2013, nas cidades de Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador. O torneio do ano passado injetou R$ 9,7 bilhões ao PIB brasileiro. A expectativa para este ano é de que a Copa - disputada em 12 cidades - gere cerca de três vezes este valor, chegando a R$ 30 bilhões. O estudo abrange impactos iniciais, diretos, indiretos e induzidos na economia do país e ouviu 17 mil pessoas. No cálculo, utilizou-se a soma dos investimentos públicos e privados em infraestrutura (R$ 9,1 bilhões), dos gastos dos turistas nacionais (R$ 346 milhões) e estrangeiros (R$ 102 milhões) e dos investimentos do Comitê Organizador Local (COL) no evento (R$ 311 milhões).

Comente agora
15
Jul
Itaú estuda financiar Pequenas e médias empresas do Norte e Nordeste
Postado por: Anacley Souza / 09:01h

O Itaú BBA fez uma captação de US$ 480 milhões no mercado internacional para financiar pequenas e médias empresas localizadas na região Norte e Nordeste do Brasil. Do total, US$ 400 milhões foram levantados com a Overseas Private Investment Corporation (Opic), o banco de desenvolvimento dos Estados Unidos, e os US$ 80 milhões restantes pela instituição financeira americana Wells Fargo, que também estruturou a operação para o banco brasileiro. O desembolso do Opic foi o maior dessa instituição para um projeto financeiro na América Latina, afirmou Carolina de Arruda Camargo, superintendente de instituições financeiras internacionais do Itaú BBA. Essa captação terá prazo máximo de pagamento de seis anos. De acordo com Carolina, o Itaú quer expandir sua atuação nas regiões Norte e Nordeste do País. A estratégia passa por empréstimos para empresas pequenas e médias, com faturamento de até R$ 100 milhões. Esses recursos serão liberados ao longo dos próximos meses. "O Itaú trabalha com vários tipos de 'funding' (linhas de financiamento) e tem como parceiros agências internacionais. É comum o banco fazer captação por meio de diversas fontes, como mercados de capitais, bancos e agências de desenvolvimento para financiar projetos", disse a executiva. A parceria com o Opic já é de longa data, mas, segundo Carolina, essa captação foi a maior já feita pelo banco de desenvolvimento para a região latino-americana. "O Opic quer elevar sua estratégia de desenvolvimento para a região e busca áreas com maior potencial de desenvolvimento", disse. (Estadão Conteúdo)

Comente agora
15
Jul
Abono para quem ganha até 2 salários mínimos começa a ser pago nesta terça-feira (15)
Postado por: Anacley Souza / 07:54h

Os trabalhadores com carteira assinada que recebem até dois salários mínimos começam a receber nesta terça-feira (15) o pagamento do abono salarial referente a 2014/2015. O valor é de um salário mínimo vigente, atualmente em R$ 724. A data do pagamento depende do mês em que o trabalhador nasceu. Têm direito ao benefício os trabalhadores cadastrados no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos; que tenham trabalhado com carteira assinada ou exercido cargo público durante pelo menos 30 dias no ano-base; e que tenham recebido, em média, até dois salários mínimos nos meses trabalhados. O benefício deve ser pago a 23 milhões de trabalhadores, totalizando R$ 17 bilhões, calcula o Ministério do Trabalho e Emprego. O dinheiro deve ser sacado, no máximo, até 30 de junho do ano que vem. Quem não retirar o pagamento perde o benefício.  Para quem é cliente da Caixa, o valor será depositado em conta-corrente nas seguintes datas: 15 de julho (para os nascidos em julho, agosto e setembro), 14 de agosto (para nascidos em outubro, novembro e dezembro), 16 de setembro (nascidos em janeiro, fevereiro e março) e 14 de outubro (nascidos em abril, maio e junho).Para os servidores públicos e concursados, o benefício pode ser sacado nas agências do Banco do Brasil. O pagamento será feito nas seguintes datas: 15 de julho para os beneficiários com final de inscrição 0 e 1; 14 de agosto (finais 2 e 3); 16 de setembro (finais 4 e 5); e 14 de outubro (finais 6, 7, 8 e 9). Os clientes do banco terão o benefício depositado automaticamente.

Comente agora
Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com