Voz


PodCast



Enquete





Blog

Mulher

Câmara aprova alteração na Lei Maria da Penha que permite afastar agressor da vítima

Mulher  Postado por Aline Souza - 14/08 18:33h
Câmara aprova alteração na Lei Maria da Penha que permite afastar agressor da vítima

Lei completou 12 anos na última terça-feira (7) | Foto: Agência Brasil

O afastamento do agressor do convívio da vítima de violência doméstica é uma modificação na Lei Maria da Penha aprovada nesta terça-feira (14), na Câmara dos Deputados. Segundo o G1, o projeto de lei possibilita a aplicação imediata de medidas de proteção à mulher em casos de violência doméstica e familiar. O texto foi aprovado por consenso entre os deputados e agora segue para análise no Senado. Atualmente, de acordo com a lei em vigor, as medidas protetivas só são aplicadas após a decisão do juiz.

Comente agora

Câmara aprova alteração na Lei Maria da Penha que permite afastar agressor da vítima

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 14/08 17:21h
Câmara aprova alteração na Lei Maria da Penha que permite afastar agressor da vítima

Foto: Agência Brasil

O afastamento do agressor do convívio da vítima de violência doméstica é uma modificação na Lei Maria da Penha aprovada nesta terça-feira (14), na Câmara dos Deputados. Segundo o G1, o projeto de lei possibilita a aplicação imediata de medidas de proteção à mulher em casos de violência doméstica e familiar. O texto foi aprovado por consenso entre os deputados e agora segue para análise no Senado. Atualmente, de acordo com a lei em vigor, as medidas protetivas só são aplicadas após a decisão do juiz. Com a mudança, as autoridades policiais poderão determinar o afastamento do agressor do local de convivência ao receber a denúncia de uma mulher agredida, por exemplo. Em seguida, a polícia aciona o juiz competente e o Ministério Público sobre a decisão. O agressor ainda poderá ser obrigado a devolver os bens indevidamente retirados da vítima e ter porte de arma suspendido. Além disso, o projeto também sugere que a polícia solicite serviços públicos de saúde, educação e assistência social para a vítima e seus dependentes, além do auxílio de qualquer entidade pública ou privada de assistência à mulher. (BN)

Comente agora

Casa nova, prática e organizada

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 10/08 19:39h
Casa nova, prática e organizada

Foto: iStockphoto/iStockphoto

Planejar o casamento é uma delícia. Ainda mais que envolve pensar do zero toda a decoração da casa nova. O lar dos sonhos pode ser diferente para todo casal, mas uma coisa não tem escapatória: ninguém quer morar no meio da bagunça! Como os hábitos adquiridos depois de juntar as escovas de dentes são os que tendem a ficar, o ideal é logo incluir os itens de organização na lista de presentes do casório. Nessa etapa da vida, pode ser uma boa ideia contratar uma personal organizer. Essa profissional ajuda a encontrar o melhor lugar de armazenamento das coisas e ensina a manter tudo sempre em ordem. Conversamos com Nicole Martini, personal organizer de São Paulo, e ela trouxe dicas e indicações de produtos para organizar cada cômodo. Confira:

Quarto

Comente agora

Estudo revela que indução ao parto na 39ª semana reduz risco de cesariana

Mulher  Postado por Aline Souza - 10/08 13:23h
Estudo revela que indução ao parto na 39ª semana reduz risco de cesariana

Foto: Reprodução / Pixabay

A indução ao trabalho de parto na 39ª semana de gravidez pode reduzir o risco de uma cesariana de emergência. Foi o que revelou uma recente pesquisa realizada pelo National Institute of Child Health and Human Development (NICHD), órgão público de saúde infantil do governo americano e publicada no New England Journal of Medicine. Segundo o estudo, em vez de esperar as primeiras contrações naturais da 40ª semana, essa medida pode evitar que a mãe tenha de se submeter a um parto cesáreo. 

Comente agora

'Tive que ter paciência comigo mesma': Iza relembra assédio que sofria na infância

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 09/08 22:30h
'Tive que ter paciência comigo mesma': Iza relembra assédio que sofria na infância

Um dos grandes nomes da música na atualidade, a cantora Iza também chama atenção pelo visual, com cabelão e looks estilosos. No entanto, além de estampar a capa da  "Woman's Health” deste mês, ela fez um desabafo em entrevista à publicação, que já chegou a sentir insegurança e autoestima baixa antes da fama. "Fui me desconstruindo e me dando tempo para evoluir, ver meu corpo mudar. Tive que ter paciência comigo mesma", relatou a intérprete do hit "Pesadão". "Toda capa de revista é uma validação de que eu venci as minhas inseguranças". A cantora abriu o coração e contou sobre as crises de pânico decorrentes do assédio sexual que sofria na infância. "Sempre fui muito assediada na infância. Isso fazia com que me escondesse, com que não gostasse do meu corpo. Tinha medo, crise de pânico quando ia para a rua. Pavor de algum homem me seguir. Acho que todas as mulheres já passaram por isso, né?", relembrou. Iza ainda contou que o racismo também foi um agravante no seu processo de autoaceitação.

Comente agora

Aos 67 anos, chinesa pode ser a mulher mais velha a dar à luz de gêmeos no mundo

Mulher  Postado por Redação Voz da Bahia - 09/08 11:58h
Aos 67 anos, chinesa pode ser a mulher mais velha a dar à luz de gêmeos no mundo

Uma chinesa de 67 anos pode ser a mulher mais velha a dar à luz no mundo. A mulher que está grávida de gêmeos teria rejeitado o conselho dos médicos a abortar e continua levando a gravidez até o fim. De acordo com o Conselho, a gestação pode ser arriscada devido a idade avançada dela. Apesar disso, não há uma idade limite para ser mãe na China. Até agora, a mulher mais velha a dar à luz no país tinha 62 anos. As informações divulgadas na quarta-feira (8), no jornal "Beijing News", revelaram que a mulher, de sobrenome Zhang, e o marido perderam o único filho em um acidente de trânsito há quatro anos. Após a perda, o casal decidiu realizar um tratamento de fertilização in vitro para ter outro filho. Eles conseguiram que um hospital de Taiwan realizasse o procedimento para que ela voltasse a ficar grávida. Atendimentos médicos destinados a ela só devem acontecer com a permissão das autoridades. Diante as críticas sobre a gravidez tardia e de risco, Zhang afirmou que pode viver até os 85 anos para ver os gêmeos alcançarem a vida adulta. No entanto, não garante que um sobrinho, de 40 anos, cuidaria deles caso seja necessário.

Comente agora

Taxa de feminicídios no Brasil é a quinta maior do mundo

Mulher  Postado por Aline Souza - 08/08 13:43h
Taxa de feminicídios no Brasil é a quinta maior do mundo

Foto: Sergio Moraes/ Reuters

Apenas na última semana, foram registrados pelo menos cinco casos de mulheres assassinadas por seus companheiros ou ex-companheiros só em São Paulo. Dado alarmante que reflete a realidade do Brasil, país com a quinta maior taxa de feminicídio do mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de assassinatos chega a 4,8 para cada 100 mil mulheres. O Mapa da Violência de 2015 aponta que, entre 1980 e 2013, 106.093 pessoas morreram por sua condição de ser mulher. As mulheres negras são ainda mais violentadas. Apenas entre 2003 e 2013, houve aumento de 54% no registro de mortes, passando de 1.864 para 2.875 nesse período.

Comente agora

Denúncias de violência contra a mulher chegam a 73 mil em 2018

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 07/08 17:22h
Denúncias de violência contra a mulher chegam a 73 mil em 2018

A Lei Maria da Penha completa 12 anos nesta terça-feira (7) em meio a várias notícias de crimes cometidos contra mulheres, principalmente homicídios. Sancionada em 7 de agosto de 2006, a Lei 11.340 representa um marco para a proteção dos direitos femininos ao endurecer a punição por qualquer tipo de agressão cometida contra a mulher no ambiente doméstico e familiar. Em pouco mais de uma década de vigência, a Lei motivou o aumento das denúncias de casos de violação de direitos. Segundo o Ministério dos Direitos Humanos (MDH), que administra a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, o Ligue 180, foram registradas no primeiro semestre deste ano quase 73 mil denúncias. O resultado é bem maior do que o registrado (12 mil) em 2006, primeiro ano de funcionamento da Central. As principais agressões denunciadas são cárcere privado, violência física, psicológica, obstétrica, sexual, moral, patrimonial, tráfico de pessoas, homicídio e assédio no esporte. As denúncias também podem ser registradas pessoalmente nas delegacias especializadas em crime contra a mulher. A partir da sanção da Lei Maria da Penha, o Código Penal passou a prever estes tipos de agressão como crimes, que geralmente antecedem agressões fatais. O código também estabelece que os agressores sejam presos em flagrante ou tenham prisão preventiva decretada se ameaçarem a integridade física da mulher.

Comente agora

Benetton aborda tolerância e igualdade racial em sua nova campanha

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 04/08 16:25h
Benetton aborda tolerância e igualdade racial em sua nova campanha

Fotos: Divulgação / Benetton

A nova campanha da marca italiana Benetton é um manifesto contra a guerra civil, violência urbana, os conflitos étnicos ferozes, as guerras religiosas, o terrorismo e racismo. A "United Colors of Benetton" traz uma mensagem de diversidade e paz entre as raças ao colocar nove modelos entre eles negros, brancos e asiáticos. Nas fotos, os modelos posaram sem roupa para as lentes de Oliviero Toscani o fotógrafo que é famoso por ter feito imagens icônicas da marca, principalmente nos anos 80 e 90, falando de assuntos ainda atuais como aids, fome, guerra, migração, homossexualidade e racismo. Além das fotos conceituais, a Benetton traz imagens de modelos de caráter multicultural com modelos vestidos com as peças da grife.(BN)

Comente agora

Vídeo mostra agressões de marido indiciado sob suspeita de feminicídio

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 04/08 07:39h
Vídeo mostra agressões de marido indiciado sob suspeita de feminicídio

Foto: Reprodução/Facebook

Imagens de câmeras de segurança obtidas pela polícia mostram a advogada Tatiane Spitzner, 29 anos, sendo espancada pelo marido, o professor Luís Felipe Manvailer, também de 29 anos, antes de cair do edifício onde moravam em Guarapuava, centro-sul do Paraná, no último dia 22 de julho. De acordo com as filmagens, o casal chega no prédio discutindo e Tatiana é várias vezes agredida pelo marido. Antes de entrar na garagem, o professor para o carro no meio da rua e agride a mulher com dois tapas na cabeça. Já no estacionamento, ele usa força para obrigar a advogada sair do veículo. Quando consegue retirá-la, ainda a joga contra o carro, segurando-a pelo pescoço e desferindo mais um tapa no rosto dela. Em seguida, os vídeos mostram Tatiana tentando fugir ao chegar no elevador. Manvailer corre atrás dela e arrasta a advogada até o elevador, que sofre novas agressões. Ao chegarem no quarto andar, onde fica o apartamento, o professor a empurra em direção ao corredor, e ela cai. As câmeras de segurança também registraram o momento em que Tatiana caiu da sacada do prédio. O marido aparece indo ao térreo, pegando a advogada de volta, utilizando o elevador.

Comente agora

Mães amamentam em público para combater a desnutrição na Colômbia

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 03/08 22:25h
Mães amamentam em público para combater a desnutrição na Colômbia

Milhares de mães amamentaram seus filhos em público nesta sexta-feira (3) em praças e parques da Colômbia, em uma campanha a favor da lactância materna e contra a desnutrição crônica que afeta 40.000 crianças no país. As mães se reuniram em 18 municípios e cidades do país em “La Lactatón”, uma iniciativa anual impulsada por autoridades locais e nacionais para quebrar o tabu de amamentar em público. A mobilização coincide com a Semana Mundial do Aleitamento Materno, promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).  “É uma doença silenciosa, assintomática. A desnutrição aguda é iminente e leva à morte”, disse Cristina Vélez, secretária de Integração da prefeitura de Bogotá. A campanha busca reduzir a zero as mortes de crianças por desnutrição crônica até 2030. A mobilização coincidiu também com o debate na OMS sobre a importância da lactância materna, após a defesa do presidente americano, Donald Trump, do leite em pó infantil.  “Os nutrientes do leite em pó não são comparáveis aos do leite materno, além disso o contato fortalece a relação e dá segurança”, explicou Jimena Melo, uma mãe de 23 anos que estava com seu companheiro e seu filho Iker Santiago, de três meses.

Comente agora

Ex-BBB vira diretora de pornô feminista e explica: "Mulheres também gozam"

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 03/08 18:24h
Ex-BBB vira diretora de pornô feminista e explica: "Mulheres também gozam"

Mayara Medeiros participou do Big Brother Brasil 12 e tomou um caminho alternativo da maioria dos ex-BBBs. A ex-sister se tornou diretora de filmes pornográficos na produtora Xplastic. A ideia é fazer um pornô direcionado para um público feminino.

— Não temos medo de pornografia e, desde sempre, sabemos que mulheres também gozam. Até porque hoje somos uma equipe com mais mulheres do que homens — disse em entrevista ao site Uol.

Comente agora

Fantástico terá novidades em programa que celebra 45 anos

Mulher  Postado por Aline Souza - 03/08 14:32h
Fantástico terá novidades em programa que celebra 45 anos

Foto:  Reprodução / Globo

Exatamente neste domingo (5), o "Fantástico" (Globo) celebra 45 anos de vida. Para marcar a data, o programa, além de relembrar o passado, vai anunciar novidades. A começar pela abertura, que estará reformulada. Além disso, as jornalistas Poliana Abritta e Sônia Bridi vão estrear duas séries. Uma curiosidade sobre a história do dominical será, ainda, lembrada em reportagem de Álvaro Pereira Júnior: a primeira edição do programa, exibida em 1973, mostrou detalhes sobre criogenia, técnica de congelamento de corpos. O assunto ainda é atual e está sendo abordado na nova novela do canal, "O Tempo Não Para" (leia ao lado). Pereira Júnior viajou aos Estados Unidos para mostrar novidades e curiosidades sobre o tema. 

Comente agora

Ingerir frutas e verduras pode reduzir o risco de câncer de mama

Mulher  Postado por Aline Souza - 02/08 14:22h
Ingerir frutas e verduras pode reduzir o risco de câncer de mama

Foto: Reprodução / Thinkstock

Além de essencial para uma alimentação saudável, o consumo de frutas e verduras pode oferecer diversos benefícios à saúde das mulheres. Segundo um estudo recente da Universidade de Harvard, esses alimentos  podem diminuir em até 11% o risco do desenvolvimento de um câncer de mama. De acordo com o site da revista Boa Forma, os estudiosos revelam que é necessário ingerir mais de cinco porções por dia em quantidades variadas. No entanto, a pesquisa teve como base uma xícara de vegetais crus ou cozidos e uma xícara de frutas picadas ou cozidas para determinar uma porção de cada item. 

Comente agora

Mulheres e meninas representam 71% das vítimas de tráfico humano, segundo a ONU

Mulher  Postado por Aline Souza - 30/07 20:31h
Mulheres e meninas representam 71% das vítimas de tráfico humano, segundo a ONU

Foto: Agência Brasil

No dia Dia Mundial contra o tráfico de pessoas, comemorado nesta segunda-feira (30), a Organização das Nações Unidas (ONU) alerta para que os países reforcem as formas de combater esse tipo de crime. O relatório divulgado pela entidade, aponta que quase um terço das vítimas são crianças. De acordo com os dados, cerca de 71% das pessoas traficadas são meninas e mulheres. A ONU ainda lança o tema "Respondendo o tráfico de crianças e jovens". O Relatório da Organização Internacional do trabalho (OIT) revelou que o mundo tenha pelo menos 21 milhões de vítimas de trabalho forçado.

Comente agora

Zezé Motta e Gaby Amarantos participam do Mulher com a Palavra no TCA

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 30/07 17:51h
Zezé Motta e Gaby Amarantos participam do Mulher com a Palavra no TCA

Foto: Divulgação

A segunda edição em 2018 do projeto Mulher com a Palavra, iniciativa da Maré Produções Culturais e Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia, acontece nesta segunda-feira (30), às 20h. Subirão ao palco do Teatro Castro Alves, a atriz e cantora Zezé Motta e a cantora Gaby Amarantos, que se encontrarão para uma conversa, com mediação da apresentadora Rita Batista. Gaby Amarantos é considerada a Rainha do Tecnobrega. Atualmente, é uma das participantes do programa semanal "Saia Justa", do GNT. Zezé Motta enfrentou a ditadura política e da televisão brasileira, onde ocupou espaços interditos às atrizes negras. O diálogo entre as duas perpassará as reflexões sobre as diferentes formas de ser feminista na atualidade, dentro das ações na cultura e na arte. O Mulher com a Palavra vai reunir a cada edição dois nomes de peso na cena cultural brasileira, promovendo encontros inéditos entre as personalidades envolvidas. A iniciativa tem se destacado por fortalecer a visibilidade de mulheres negras e a troca com o público.  O projeto já recebeu nomes como Elza Soares, Taís Araújo, Camila Pitanga, Marina Lima, Zélia Dunkan, Márcia Tiburi, Preta Gil, MC Carol e Elisa Lucinda e já contou com a mediação das jornalistas Tereza Cruvinel, Maíra Azevedo (Tia Má), Rita Batista e Vânia Dias. 

Comente agora

Mulheres negras ou pardas são apenas 3% de todos prefeitos, aponta estudo

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 25/07 21:54h
Mulheres negras ou pardas são apenas 3% de todos prefeitos, aponta estudo

Foto: Reprodução / Getty Images

Nesta quarta-feira (25), se comemora o Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha, mas quando se fala em representatividade das mulheres negras na política brasileira, a realidade é preocupante. Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Municípios e divulgado pelo HuffPost Brasil mostrou que das 649 prefeitas eleitas em 2016, apenas 10 são negras e 174 pardas. Os dados apontam que as mulheres negras e pardas representam apenas 28,3% nas prefeituras do país. Das 649 prefeitas eleitas para 5.568 municípios, 459 se declararam brancas (70,7%), 174 pardas (26,8%), 10 negras (1,5%), 5 amarelas (0,7%). A chefe do Executivo em marcação, na Paraíba, Eliselma Silva de Oliveira (PDT), foi a única que se declarou indígena. De acordo com o estudo, a participação de mulheres negras na política nacional e subnacional ainda é extremamente reduzida, assim como a de indígenas. Sobre essas mulheres incide uma dupla discriminação, a racista e a sexista. O Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), criado pela CNM em 2017 cruzou bases de dados dos registros de candidatos e eleitos a prefeitos e vereadores, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), referentes às eleições municipais de 2016 para a conclusão do mapa. Segundo o Huff Post, a falta de uma legislação sobre aspectos raciais no âmbito eleitoral são fatores que corroboram para esse cenário. (BN)

Comente agora

A cientista que escreveu 270 páginas do Wikipedia para enaltecer mulheres

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 25/07 21:11h
A cientista que escreveu 270 páginas do Wikipedia para enaltecer mulheres

Foto: @jesswade/Instagram

Dentro de um dos ambientes tidos como “masculinos”, Jess Wade é uma cientista com um único objetivo. Ela quer que todas as mulheres que atingiram pontos altos na ciência recebam o reconhecimento que merecem. Não satisfeita com o que elas recebem, Jess decidiu começar um novo movimento, pela Wikipedia. Observando a maneira como as mulheres apareciam no campo científico, Jess percebeu que existiam muitas mulheres que mereciam reconhecimento. “Eu fiz cerca de 270 [páginas no Wikipedia] no ano passado. Tinha a meta de fazer um por dia, mas às vezes fico muito empolgada e faço três.” Com certeza ela já recebeu críticas sobre seu trabalho. No Twitter, uma leitora inclusive disse que ela fazia tudo isso para enaltecer amigas de seu círculo social, como se tudo não passasse de interesse. Mas isso não fez com que Jess perdesse o foco. Começou escrevendo sobre Kim Cobb, uma cientista climática dos EUA. “Ela é super interessante, pesquisa muito bem sobre corais e mergulha para coletar amostras”, diz Wade. Em seguida, depois de assistir a uma palestra de Susan Goldberg, escreveu sobre ela, a primeira mulher a ocupar o cargo de editora da National Geographic. Além das muitas mulheres, ela também já escreveu sobre Emma McCoy, a primeira mulher a ser professora de matemática do Imperial College.

Comente agora

Caminhada marca o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha em Salvador

Mulher  Postado por Aline Souza - 25/07 17:28h
Caminhada marca o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha em Salvador

Caminhada em homenagem ao Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha foi realizada no centro de Salvador (Foto: Jordan Veloso/ G1)

Uma caminhada feita para marcar o Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha é realizada mo centro de Salvador, na tarde desta quarta-feira (25). O ato foi iniciado na Praça da Piedade, por volta das 15h, e seguiu em direção ao Terreiro de Jesus, no Pelourinho. A Polícia MIlitar, que acompanha o movimento, estimou que mil pessoas participam do ato. Segundo a Transalvador, por volta das 15h50, o grupo estava na Avenida Sete, na altura do Relógio de São Pedro. Por causa da caminhada, o trânsito foi interditado progressivamente na região, o que deixou o tráfego lento. Foram feitos desvios para ruas tranversais e, à medida que o grupo avança, as vias são desbloqueadas, informou o órgão de trânsito. A marcha é uma ação dos movimentos de mulheres negras na 6ª Edição do Julho das Pretas, e tem por objetivo denunciar o racismo, a violência e visibilizar as lutas dos movimentos de mulheres negras pelo Bem Viver de toda população negra.
 

Data comemorativa

Comente agora

Saiba os melhores tratamentos para incontinência urinária na gestação

Mulher  Postado por Aline Souza - 24/07 21:31h
Saiba os melhores tratamentos para incontinência urinária na gestação

Foto:  iStock

O sonho de viver a maternidade faz parte da realidade de muitas mulheres. Porém, quando este momento tão esperado chega, muitas mamães se deparam com situações diferentes daquelas que imaginaram, entre elas, a incontinência urinária. A condição ocorre por conta da sobrecarga do concepto (feto, placenta, líquido amniótico), do útero e do aumento do peso corporal sobre o períneo. Os resultados são possíveis escapes de urina e conviver com muitas idas ao banheiro. Por isso, a Moviment, marca de cuidados pessoais para incontinência urinária e a fisioterapeuta Juliana Schulze elaboraram uma lista sobre algumas das causas e como tratar a condição: 

 Compressão da bexiga, que fica pressionada pelo útero. Neste caso, a condição tende a ir embora junto com o nascimento do bebê.

Comente agora

Empoderamento feminino, o que é?

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 24/07 13:09h
Empoderamento feminino, o que é?

Empoderamento. Que palavra feia, não é? Ela vem do inglês, é o substantivo do verbo “empower”, sua origem remonta meados do século 17, e o significado é dar poder ou autoridade; autorizar por meios legais ou oficiais; permitir ou habilitar alguém a fazer algo (Thesaurus Dictionary). Com o correr dos anos, o termo “empowerment” passou a ser empregado na área de Administração de Empresas, como uma prática de gestão em que são partilhados informações, recompensas e poder com os empregados, permitindo assim que eles tenham iniciativa e tomem decisões para resolver problemas e aprimorar o serviço e desempenho (Business Dictionary, tradução livre). Já a expressão “empoderamento feminino” ou “women’s empowerment”, em inglês, manteve o sentido de dar poder ou autoridade, mas mais especificamente de fortalecimento das mulheres ou do gênero feminino (considerando-se que sexo é a estrutura biológica e gênero é o papel social que se desempenha), especialmente com o sentido de que tenham efetiva participação econômica e política na sociedade e contribuam para o desenvolvimento sustentável. A ideia geral é boa e bonita, mas o que vem sendo observado é uma grande confusão ou mesmo subversão do conceito para uma simples manipulação das mulheres pelo mercado de consumo. Afinal, se você tem 50 tipos diferentes de xampu à venda para escolher, você tem “poder de escolha” de qual xampu vai comprar, certo? Ou marcas de roupas, bijuterias, cosméticos, calçados, biscoitos, chocolates, óleos, automóveis…

Comente agora

Aplicativo pode ajudar mulheres a escolherem quando devem congelar os óvulos

Mulher  Postado por Aline Souza - 21/07 15:46h
Aplicativo pode ajudar mulheres a escolherem quando devem congelar os óvulos

Foto: Reprodução

Uma clínica de fertilização criou um aplicativo para ajudar as mulheres na decisão de congelar os óvulos, em Toronto, no Canadá. Segundo o site Universa, o app intitulado de FrzMyEggs está disponível para Android e iOS. O funcionamento é realizado a partir de uma calculadora que fornece o período ideal para o congelamento, baseando-se no funcionamento do organismo de cada nulher. Ainda é possível encontrar informações adicionais sobre o procedimento, quais são as taxas e um manual sobre o funcionamento. A calculadora contabiliza a quantidade de óvulos que a mulher produz e quantos deles precisam ser congelados. As estimativas são criadas atráves do perfil clínico oferecido pela usuária ao instalar o aplicativo. Para evitar dúvidas quanto a realização do processo, o FrzMyEggs disponibiliza um questionário dividido em duas partes. A primeira são cinco perguntas para saber as informações da mulher acerca do congelamento de óvulos, enquanto a outra parte são 13 questões para a confirmação e motivação pela busca do congelamento. (BN)

Comente agora

Samara Felippo desabafa sobre a infelicidade nas suas duas gestações

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 20/07 20:23h
Samara Felippo desabafa sobre a infelicidade nas suas duas gestações

Foto: Reprodução / Instagram

Não é novidade que a atriz Samara Felippo tem usado as redes sociais para discutir sobre feminismo, racismo e até maternidade. Nesta sexta-feira (20), ela fez uma publicação desmistificando o "tudo são flores" durante a gravidez. Apesar de aparecer na foto sorrindo, a atriz admitiu que não gostou dos sintomas que sofreu no período em que esteve grávida. "Você amou sua gestação? Fala aí pra mim, ficar grávida pra você foi 'pleno'? Sublime? Delicioso? Para mim, não foi. Ciático, dores, hemorroida, varizes, enjoo, canal, azia. Na foto pareço plena, mas não foi assim. O nome disso é rede social". No entanto, Samara justificou que, mesmo com as dificuldades, ter se tornado mãe foi recompensador. "Amo minhas filhas. Mais que tudo nessa vida. Mato e morro por elas. Porque se eu não disser isso sou o que? Uma bruxa horrorosa do mal que odeia os filhos", afirmou. A atriz também reiterou que falar desse assunto difícil torna as outras mulheres mais humanas. "Falar nos torna mais humanas e nos livra de uma culpa que nem devia existir, ok? Vamos nos fortalecendo uma com as outras”, completou. (BN)

Comente agora

O que é adenomiose, o problema ginecológico 'dez vezes mais doloroso que o parto'

Mulher  Postado por Aline Souza - 20/07 16:33h
O que é adenomiose, o problema ginecológico 'dez vezes mais doloroso que o parto'

Foto: Getty imagens

Segundo a Organização Mundial da Saúde, uma de cada 10 mulheres no mundo pode ter adenomiose. A doença pode afetar qualquer mulher que menstrue, independentemente da idade. Em alguns casos, a doença pode não ter sintomas. Por isso, estima-se que muitas mulheres tenham adenomiose e nem saibam. Mas, quando os sintomas aparecem, podem ser incrivelmente dolorosos. A causa é desconhecida e não há nenhuma forma de evitar a doença.

Sintomas mais comuns
Os dois sintomas mais comuns da adenomiose são menstruação abundante e forte dor pélvica. "Uma vez senti tanta dor que tive de chamar a ambulância", explica Zélie. "Quando vieram, pensaram que eu deveria ter apendicite. Eu falei que tinha adenomiose, mas eles não sabiam o que era isso.

Comente agora

Diferença salarial entre homens e mulheres reduz nos pequenos negócios

Mulher  Postado por Aline Souza - 19/07 14:33h
Diferença salarial entre homens e mulheres reduz nos pequenos negócios

Foto: Reprodução

Embora ainda pequena, a diferença salarial entre homens e mulheres caiu nas micro e pequenas empresas, entre 2006 e 2016. Conforme o Anuário do Trabalho nos Pequenos Negócios, a diferença entre remuneração média real das mulheres e dos homens diminuiu. Os trabalhadores ganhavam quase 20% a mais que as trabalhadoras em 2006. Uma década depois, o percentual caiu para 16,8%. Além disso, a participação feminina no setor também cresceu, segundo o Anuário do Trabalho nos Pequenos Negócios, elaborado pelo Sebrae em parceria com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (Dieese). Segundo o estudo, as mulheres eram maioria entre os trabalhadores com carteira assinada no setor de Serviços, e tinham maior nível de escolaridade. Há dois anos, as mulheres já representavam 58,4% da mão de obra com carteira assinada empregada nos pequenos negócios. As 41,6% estavam empregadas nas médias e grandes empresas. Entre os homens, essa proporção era de 51,9%. 

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com