Voz


PodCast



Enquete





Blog

Mulher

Qual a diferença de climatério e menopausa?

Mulher  Postado por Aline Souza - 22/06 21:10h
Qual a diferença de climatério e menopausa?

 

Confundir menopausa com climatério é muito comum. Afinal, são dois termos parecidos, que se referem à mesma fase da vida da mulher, mas servem para designar momentos diferentes desse mesmo processo. Se você tem 40 anos ou mais, saiba que você pode estar entrando ou já entrou no climatério, período que marca a transição da fase reprodutiva para a não reprodutiva da mulher. O climatério envolve mudanças fisiológicas, psicológicas e sociais, mas que pode ser vivida com tranquilidade com cuidados especiais. “O climatério pode começar por volta dos 35-40 anos e se estender até a menopausa, ou seja, até a última menstruação da mulher, que fecha esse período. A confirmação ocorre se a mulher ficar 12 meses ininterruptos sem menstruar”, explica o ginecologista Dr. Edvaldo Cavalcante.

Diferença

A menopausa é a última menstruação, que geralmente ocorre por volta dos 50 anos. Com a chegada da menopausa, a mulher já não pode mais engravidar de forma natural – é o fim de seu tempo reprodutivo. Já o climatério é o conjunto de sintomas que surgem antes e depois da menopausa, causados, principalmente, pelas variações hormonais típicas desse período, e que podem ocasionar uma série de flutuações no ciclo menstrual.

Que idade ocorre a menopausa?

Comente agora

Comissão do Senado aprova projeto de lei que criminaliza importunação sexual

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 21/06 20:21h
Comissão do Senado aprova projeto de lei que criminaliza importunação sexual

Foto: Agência Senado

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou na quarta-feira (20), um projeto que torna crime casos de importunação sexual e a divulgação de cena de estupro. Além disso, aumenta a pena de crimes de estupro coletivo. Segundo o site Huff Post Brasil, o texto promove mudanças no Código Penal, mas ainda precisa ser analisado pelo plenário do Senado antes de seguir para a sanção presidencial. De acordo com a proposta, a pena para os crimes de divulgação de cena de estupro e de importunação sexual podem variar de um a cinco anos de prisão. O relator do projeto, Humberto Costa (PT-PE) citou episódios ocorridos no transporte público brasileiro em que homens ejacularam em mulheres e o comportamento de outros criminosos que se aproveitam da aglomeração de pessoas no interior de ônibus e metrôs para abusarem das vítimas. O projeto também prevê a mesma pena para quem oferecer, trocar transmitir, distribuir, publicar ou divulgar, por algum meio, cenas de estupro. Outra novidade é a inclusão do estupro realizado por 2 ou mais pessoas, no Código Penal, além do estupro corretivo, que seria com o objetivo de controlar o comportamento social ou sexual da vítima. O projeto de lei ainda presume outros dois agravantes para os crimes contra a dignidade sexual. A pena pode ser aumentada de metade até dois terços, se do crime resultar gravidez e se o autor da infração trasmitir à vítima alguma doença sexualmente transmissível.(BN)

Comente agora

Calvície feminina: um problema mais frequente do que se imagina

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 21/06 18:26h
Calvície feminina: um problema mais frequente do que se imagina

Existem vários tipos de calvície, temporárias ou definitivas. Entre elas está a alopecia androgenética, condição em que pessoas possuem no código genético uma predisposição a terem um afinamento dos fios no decorrer dos anos, devido ao aumento da sensibilidade aos hormônios masculinos. Isto somado a fatores ambientais e ao estilo de vida causa o aspecto de cabelos ralos. Este tipo de alopecia acomete principalmente homens, porém, ao contrário do que muitos pensam, pode também afetar mulheres em diferentes idades. De acordo com pesquisas, 50% das mulheres com mais de 50 anos já sofre com algum tipo de calvície. Dentre algumas das causas para o surgimento do problema estão alterações hormonais como a síndrome do ovário policístico. Neste caso ocorre um aumento da produção do hormônio masculino no organismo, promovendo o afinamento dos fios. No que diz respeito ao aumento da queda de cabelos, nas dietas restritivas são ingeridos menos nutrientes e vitaminas, portanto eles serão enviados para os órgãos que necessitam de maior energia. Já nas doenças autoimunes os fios podem ser vistos no travesseiro ou espalhados pela casa, porém na maioria dos casos não gera uma falha visível no couro cabeludo. No entanto, nem toda queda expressiva representa um quadro de calvície.

Comente agora

Espaço para mulheres negras na política pode aumentar após julgamento no TSE

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 20/06 20:27h
Espaço para mulheres negras na política pode aumentar após julgamento no TSE

Foto: Agência Câmara

A baixa representatividade de mulheres negras ainda é um problema na política brasileira. Isso porque das 66 deputadas e senadoras com mandato federal, apenas 10 se declaram pretas ou pardas, de acordo com dados da Justiça Eleitoral. Apesar disso, o cenário pode mudar graças a uma consulta protocolada na última quinta-feira (14), no Tribunal Superior Eleitoral. O documento pede que metade da cota do fundo eleitoral e do tempo de propaganda estabelecida para candidaturas femininas seja para mulheres negras. Segundo a publicação do Huff post brasil, a consulta foi protocolada pela ONG Educafro e tem apoio de 16 parlamentares, cujas assinaturas foram coletadas no plenário das Casas. "Quanto mais alto o cargo, menor a participação de negros concorrendo e, por consequência, menor a representatividade nas diversas funções políticas, o que faz questionar realmente qual o nível de legitimidade das escolhas possíveis dentro do quadro ora apresentado", diz trecho da consulta. (BN)

Comente agora

Cuidado! Veja o que pode cortar o efeito do anticoncepcional

Mulher  Postado por Aline Souza - 20/06 14:12h
Cuidado! Veja o que pode cortar o efeito do anticoncepcional

Foto: iStock

A pílula anticoncepcional foi criada no dia 18 de agosto de 1960 e de lá pra cá, essa conquista da mulher foi tomando forma, a ponto de descobrirmos os contra do uso deste contraceptivo. Atualmente sabe-se que sua eficiência para tratar pessoas com ovários policísticos ou com a síndrome do ovário policístico, pessoas que queiram dimuir cólicas, fluxos, acnes e até a quantidade de pêlos no corpo, estão comprovadas.  Mas poucas gente sabe que para a pílula ser 100% efetiva é necessário se tomar um grande cuidado com o que ingerimos, pois pode correr o risco de cortar o efeito do anticoncepcional. Veja alguns casos que isto pode acontecer:

Remédios

Infelizmente, alguns remédios da família dos antibióticos cortam o efeito do anticoncepcional. Isso acontece porque a eliminação dos hormônios deixa de ser gradual e torna-se mais rápida. Mas, em relação à interferência somente há a comprovação de que alguns destes remédios tem esse efeito de anular o anticoncepcional. São eles: a rifampicina e rifabutina, utilizados para tratar tuberculose, hanseníase e prevenir a meningite.

Anticonvulsivantes

Comente agora

Plataforma cria 'botão do pânico' em forma de joia

Mulher  Postado por Aline Souza - 19/06 18:16h
Plataforma cria 'botão do pânico' em forma de joia

Foto: Divulgação / Malalai

Uma plataforma colaborativa criou um "botão do pânico" em forma de joia para ajudar as mulheres a pedirem socorro diante de um possível perigo. Segundo o site Universa, a Malalai foi a responsável pela criação do aplicativo. Desde 2015, ela funciona como uma plataforma colaborativa para a segurança das mulheres. O principal objetivo é indicar quais são os melhores caminhos para se evitar o assédio e também denunciar situações de risco. O aplicativo funciona conectado por bluetooth e aciona três contatos de emergência escolhidos previamente pela usuária, enviando a localização com o alerta por SMS. O aplicativo já está disponível para Android e ainda está em aprovação pela Apple para funcionar no iOS. As peças foram viabilizadas por financiamento coletivo, com arrecadação de mais de 20 mil reais. Além disso, foram criadas em formato de anel ou colar, em diferentes cores. As "joias" já estão esgotadas e a Malalai está fazendo novas unidades sob encomenda, por R$ 170. (BN)

Comente agora

Exposição traz representatividade retratando mulheres negras

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 18/06 13:00h
Exposição traz representatividade retratando mulheres negras

Foto: Reprodução / Instagram

Acontece nesta segunda-feira (18) às 20h, a abertura da exposição "Poder", no Foyer Calazans Neto, Teatro Jorge Amado. A exposição retrata mulheres negras amplamente conhecidas: personalidades do mundo da música, cinema, televisão, jornalismo, que lutaram e continuam resistindo às discriminações que lhe são impostas pela sua condição natural. E que também exercem um papel social de representatividade para outras mulheres. São 18 obras criadas pelo ator e desenhista Hyago Matos, que realiza sua primeira exposição. O objetivo do artista é homenagear e enaltecer a figura da mulher que é o pressuposto do ser humano, porém, sendo mais especifico, evidenciar a mulher negra que traz na cor da sua pela a dor e a delícia de ser o que é. São desenhos grafite e no estilo realista. Em algumas obras o artista usa aquarela e lápis de cor para contrastar com o grafite, na busca de uma identidade visual própria. A exposição é produzida e coordenada por Hyago Matos, em parceria com Bruna Lima (Atriz e assistente de produção) e com o Teatro Jorge Amado na figura de Nell Araújo. (BN)

SERVIÇO

O Quê: Exposição “Poder”

Onde: Espaço Calasans Neto – Teatro Joge Amado

Temporada: 18 de junho a 18 de julho.

Visitação: Quarta a domingo das 14h ás 19h.

Valor: Entrada Gratuita  

Comente agora

Martha Vasconcellos celebra jubileu de ouro em cerimônia na ALBA

Mulher  Postado por Aline Souza - 15/06 18:06h
Martha Vasconcellos celebra jubileu de ouro em cerimônia na ALBA

Foto: Reprodução

Miss Universo de 1968, a baiana Martha Vasconcellos, recebeu na manhã desta sexta-feira (15), a Comenda 2 de Julho durante sessão solene no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia. Há exatos 46 anos, ela foi eleita Miss Bahia no Ginásio de Esportes Balbininho, iniciando a carreira vitoriosa que a levou a conquistar a coroa de a mais bela do universo 28 dias depois em Miami, nos Estados Unidos, entre 65 representantes de países dos cinco continentes. A medalha, a mais alta homenagem da ALBA, foi proposta pelo deputado Marcelo Nilo e aprovada por unanimidade.  Martha foi a última baiana a vencer o concurso nacional e a última brasileira a ser eleita Miss Universo. Por isso, vem recebendo homenagens em todo o país, com o carinho de milhares de fãs.

Comente agora

Twitter faz emoji exclusivo para visibilidade das mulheres no futebol

Mulher  Postado por Aline Souza - 15/06 13:02h
Twitter faz emoji exclusivo para visibilidade das mulheres no futebol

Foto: Reprodução / Twitter

Com o objetivo de estimular a participação feminina na Copa, nesta semana , o Twitter anunciou um novo emoji para a hashtag #WomenInFootball. A novidade também visa aumentar a conscientização sobre a crescente influência das mulheres que trabalham na indústria do futebol, seja dentro ou fora dos campos. O emoji mostra uma mulher segurando uma bola de futebol e pode ser ativado pelos usuários da rede social usando a #WomeninFootball em um tweet. A iniciativa faz parte da campanha #WhatIf e foi lançada em parceria com a organização britânica Women In Football, que combate o sexismo no meio esportivo há quase 11 anos. 

Comente agora

Salvador: Hospital da Mulher faz mutirão para procedimentos na tireoide

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 13/06 21:04h
Salvador: Hospital da Mulher faz mutirão para procedimentos na tireoide

Foto: Mateus Pereira/Gov-BA

Desde o mês de março o Hospital da Mulher (HM), no Largo de Roma, em Salvador, oferece procedimentos cirúrgicos de cabeça e pescoço. Para divulgar o serviço, no próximo sábado (16), a partir das 7h, será realizado um mutirão de triagem para cirurgias e punção aspirativa na tireoide. Serão atendidas 250 mulheres que já possuem guia de consulta com um cirurgião. Quem não conseguir atendimento neste dia, será cadastrada e atendida no dia 7 de julho. Além da requisição médica, é necessário levar carteira de identidade (RG), cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e exames de imagem (se houver). “O HM, junto com a Secretaria da Saúde do Estado [Sesab], vem com essa preocupação em ampliar os nossos serviços de atendimento e, durante essa análise, foi proposto que nós tivéssemos um serviço de cirurgia de cabeça e pescoço para tratamento da tireoide”, explicou o diretor médico do HM, Paulo Sérgio Andrade. O mutirão tem o objetivo de divulgar o serviço e acelerar o atendimento dos casos. “Essa já é uma demanda reprimida muito grande que existe ao longo de anos por falta de serviços que pudessem atender pacientes com este tipo de doença. Foi com essa preocupação que o Governo do Estado ampliou este serviço no HM”, acrescentou. (BB)

Comente agora

Assassinatos de mulheres aumentaram 15,4% em 10 anos, aponta pesquisa

Mulher  Postado por Aline Souza - 12/06 21:23h
Assassinatos de mulheres aumentaram 15,4% em 10 anos, aponta pesquisa

Foto: Agência Brasil

Dados divulgados pelo Atlas da Violência mostraram que cerca de 4.645 mulheres foram assassinadas no Brasil, o que representa uma taxa de 4,5 homicídios para cada 100 mil brasileiras. Em 10 anos, o aumento foi de 6,4%, de acordo com a pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Os estados com as maiores taxas de homicídios foram Roraima (10%), Pará (7,2%) e Goiás (7,1%). Já o Rio Grande do Norte e Maranhão tiveram os maiores aumentos, 130% desde 2006. A situação alarmante revela a fragilidade das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste nesse tipo de crime. As menores taxas foram em São Paulo (2,2%), Piauí (3,0%) e Santa Catarina (3,1%). O estado de São Paulo apresentou uma queda de 40,4% durante o período. 

Comente agora

Estudo confirma que as mulheres são 'seres superiores'. Sabe em quê?

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 11/06 14:16h
Estudo confirma que as mulheres são 'seres superiores'. Sabe em quê?

Foto: Alex Holyoake / Unsplash

As mulheres tendem a ser mais generosas e os homens mais egoístas. É neste sentido que elas são superiores, conforme uma investigação feita pela Universidade de Zurique. A maior generosidade por parte do sexo feminino deve-se ao fato do cérebro libertar mais dopamina ao desenvolver atividades de ajuda para com o próximo, o que garante uma sensação prazerosa, como recompensa. Já nos homens, a mesma sensação é sentida ao realizar atitudes egoístas. A pesquisa se baseou na comparação da atividade cerebral de vários indivíduos quando eram postos em situações como partilhar ou não uma quantia de dinheiro. Ao inibir a libertação de dopamina, responsável pela sensação de prazer e recompensa, as mulheres da amostra passaram a optar pelo comportamento mais egoísta, provando que há um controle cerebral para a sua atitude que difere da existente na maioria dos homens. Apesar disso, sabe-se que, independente do sexo, os valores culturais têm tanta relevância quanto a atividade cerebral. Os autores do estudo pretendem agora entender o porquê de tais diferenças entre os sexos. (NM)

Comente agora

Projeto de incentivo à participação da mulher no Esporte marca II Fórum Internacional na Bahia

Mulher  Postado por Aline Souza - 09/06 09:28h
Projeto de incentivo à participação da mulher no Esporte marca II Fórum Internacional na Bahia

Foto: Reprodução

A assinatura de um Termo de Cooperação Técnica para a execução do Projeto ‘Respeita as Mina no Esporte’ marcou o primeiro dia de atividades do II Fórum Internacional de Esporte, iniciado nesta sexta-feira (8), no Centro Pan-Americano de Judô, no município de Lauro de Freitas.  Firmado entre as secretarias do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), de Políticas para as Mulheres (SPM) e a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), o termo visa a capacitação de profissionais que atuam em projetos de cooperação e fomento ao esporte via chamamento público em temas relacionados a gênero, violência contra a mulher, visando a eliminação de desigualdades no segmento esportivo. 

Comente agora

Documentário Chega de Fiu Fiu mostra as dificuldades e medos no dia a dia das mulheres

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 08/06 19:57h
Documentário Chega de Fiu Fiu mostra as dificuldades e medos no dia a dia das mulheres

O documentário relata o dia a dia de três mulheres, Raquel, Rosa e Teresa, em diferentes cidades brasileiras, mostrando algumas situações que, infelizmente, são comuns (o que não deveria ser) na rotina das mulheres, como ser encarada por homens na rua, receber cantadas constrangedoras, ter medo de andar em locais escuros, etc.. E além de mostrar o dia dessas mulheres, o documentário traz entrevistas com especialistas. É muito interessante e já fiquei com muita vontade de assistir só pelo trailer! Duas coisas me marcaram muito no trailer, a primeira foi a cena de uma das mulheres caminhando na rua e levando cantada de todos a sua volta, aí ela começa a questioná-los porque eles fazem isso, e o pior é que eles demonstram se achar no direito, como se nós gostássemos. Já outra é uma frase que uma delas diz que é o seguinte: “A gente não tá pedindo nada, só queremos ocupar o lugar que é nosso”, e é verdade, só queremos o respeito que todo cidadão merece e o direito de andar nas ruas em segurança, sem ser desrespeitada e sermos acompanhadas pelo medo. Eu fico tensa ao estar na rua a pé ou até mesmo dirigindo mais de 22h, porque tudo já começa a ficar muito sinistro, aí já começo a ter mil paranoias.

Comente agora

Novo exame de sangue pode prever parto prematuro, aponta estudo

Mulher  Postado por Aline Souza - 08/06 17:52h
Novo exame de sangue pode prever parto prematuro, aponta estudo

Foto: Agência Brasil

Cientistas americanos e dinarmaqueses desenvolveram um exame de sangue que pode identificar até com 80% de precisão se uma gestante fará parto prematuro. Os especialistas dizem que ele tem o potencial de reduzir fatalidades e complicações de saúde da mãe e do bebê. Além disso, o exame também pode ser usado para estimar a data do nascimento. Segundo a revista "Science", o teste é "tão confiável quanto e menos dispendiosa do que a ultrassonografia". O exame avalia os níveis de RNA livre de células, através da atividade dos genes materno, placentário e fetal. "Descobrimos que um punhado de genes são altamente capazes de prever quais mulheres correm risco de parto prematuro", relatou  Mads Melbye, coautor sênior do estudo. Apesar dos bons resultados, o experimento precisa ser mais estudado antes que esteja pronto para uso geral. (BN)

Comente agora

‘Vai ser uma derrota abrir as urnas e não ter mulheres eleitas’, avalia Olívia Santana

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 07/06 20:15h
‘Vai ser uma derrota abrir as urnas e não ter mulheres eleitas’, avalia Olívia Santana

Foto : Matheus Simoni / Metropress

Pré-candidata a deputada estadual, Olívia Santana acredita que “será uma derrota para todas mulheres abrir as urnas e não ver mulheres eleitas”. A afirmação foi feita em entrevista à Rádio Metrópole, hoje (7). “Ficam dizendo ‘cuidado com as retaliações’, mas o que me move na política são causas. Acho que vai ser uma derrota para todos as mulheres quando abrir as urnas e a gente só reeleger oito mulheres e mais uma vez ter uma representação feminina curta. É muito ruim”, avaliou. A comunista se esquivou ainda de opinar sobre a formação da chapa do governador Rui Costa, que é especulada com quatro homens "sem melanina" – Rui Costa (PT), João Leão (PP), Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD) – e não deve contar com a senadora Lídice da Mata (PSB). “Queria ver na chapa a diversidade, lutamos por isso. Minha resposta foi no sentido que o que se realiza nem sempre é o que desejamos. Quem tem mais acúmulo de força é quem dita as leis”, afirmou, sobre a força do PSD. A ex-secretária lembrou ainda da posição do partido comandado pelo senador Otto Alencar no momento do impeachment da ex-presidente Dilma. “O PSD é um partido que se compareceu e muito e é um aliado desse projeto. No momento do golpe [impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff], o PSD da Bahia estava do lado da preservação do mandato da presidente Dilma”, lembrou. Olívia refutou a tese de que o PCdoB estaria fechado com a candidatura de Angelo Coronel, em detrimento à senadora Lídice da Mata (PSB), em um gesto de gratidão ao apoio do PSD a Alice Portugal. O partido foi o primeiro a anunciar adesão à tentativa da deputada federal de ser prefeita de Salvador. (M1)

Comente agora

Mitos e verdades da pílula anticoncepcional

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 06/06 18:10h
Mitos e verdades da pílula anticoncepcional

O Dr. César E. Fernandes, médico ginecologista e presidente da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia esclarece abaixo para o Bahia Notícias Mulher os mitos e verdades das pílulas anticoncepcionais. Confira:

Pílula anticoncepcional tem outros benefícios além do planejamento familiar? 

Verdade. Com o passar dos anos, médicos e cientistas perceberam benefícios para a saúde da mulher, relacionados ao uso da  pílula, além do planejamento familiar. Após a realização de estudo de comprovação, o medicamento passou a ser utilizado também no tratamento de sintomas como cólicas menstruais, sangramentos irregulares, TPM, acne, aumento de pelos e mesmo como tratamento para algumas doenças, a exemplo da endometriose e da síndrome dos ovários policísticos. Estudos científicos indicam que a pílula anticoncepcional pode reduzir também a incidência das doenças benignas da mama, da artrite reumatoide, da doença inflamatória pélvica (DIP), da anemia por deficiência de ferro e mesmo do câncer de ovário e do endométrio.

Comente agora

Em dez anos, mais de 4,6 mil mulheres foram assassinadas no Brasil

Mulher  Postado por Aline Souza - 06/06 16:45h
Em dez anos, mais de 4,6 mil mulheres foram assassinadas no Brasil

Foto: arquivo/Agência Brasil

No ano de 2016, foram assassinadas 4.645 mulheres no país, o que representa uma taxa de 4,5 homicídios para cada 100 mil brasileiras. O aumento em dez anos foi de 6,4% – em 2006, foram mortas 4.030 mulheres no Brasil e a taxa de homicídio feminino ficou em 4,2 por grupo de 100 mil. Os dados fazem parte do estudo Atlas da Violência 2018, apresentados nesta terça-feira (6/6), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). A situação se agrava quando consideradas apenas as negras, que inclui as mulheres pretas e pardas. Enquanto entre as mulheres negras a taxa de homicídio ficou em 5,3 por grupo de 100 mil em 2016, entre as não negras, englobando brancas, amarelas e indígenas, a taxa foi de 3,1, uma diferença de 71%. “Nos últimos 10 anos a taxa de homicídios de mulheres não negras diminuiu 8% e no mesmo período a taxa de homicídio de mulheres negras aumentou 15%. Ou seja, é necessário que haja uma focalização das ações do Poder Público, no sentido de reverter esse cenário trágico que a gente pode ver a partir do Atlas”, destacou o pesquisador do FBSP David Marques.

Comente agora

Corrimento vaginal: quando se preocupar?

Mulher  Postado por Aline Souza - 06/06 16:15h
Corrimento vaginal: quando se preocupar?

Foto: iStock

Todas as mulheres, desde a adolescência, se preocupam com as secreções vaginais. As mais jovens, principalmente, ficam envergonhadas e com dúvidas sobre a necessidade de procurar um médico. É preciso dizer que esse líquido que sai da vagina nem sempre significa que existe um problema de saúde. Ao contrário, se o líquido for claro e inodoro, não há motivo para preocupação. “É absolutamente normal as mulheres observarem um fluido que se acumula na roupa íntima, de cor clara, sem odor ruim e que varia na quantidade ao longo do ciclo menstrual”, esclarece a ginecologista Silvana Maria Quintana, segunda secretária da SOGESP (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo). Essa secreção, chamada de corrimento vaginal, é um líquido que está ligado ao aparelho genital feminino, constituído por células mortas da vagina, bactérias da flora vaginal e muco, que ocorre em todas as mulheres em idade reprodutiva e acontece devido ao aumento do conteúdo desses fluidos.

Comente agora

Mulheres motoristas de aplicativos se tornam alvo de violência

Mulher  Postado por Aline Souza - 06/06 13:20h
Mulheres motoristas de aplicativos se tornam alvo de violência

Foto: Reprodução

Com o desemprego as pessoas terminam obrigadas a empreender e as vezes o trabalho não é tão seguro. cada vez mais mulheres estão optando por dirigir para aplicativos mas o medo é um problema para a maioria deslas. A incidência de assaltos reflexo da violência urbana se tornou uma preocupação. O que aconteceu, em Brotas, com a fisioterapeuta e motorista de aplicativo Lohanne Nouara Lima, 23, é um triste exemplo. Ela foi assaltada e esfaqueada, meses atrás, por dois homens que se passaram por passageiros.  Muitas motoristas de aplicativo se queixam da insegurança que sentem e temem que algo aconteça quando estão trabalhando. Marcia Bezerra que dirige há quase dois anos, relata que o medo de assalto e sequestro são frequentes no seu ambiente de trabalho. "Receio que haja um assalto e por consequência dele eu perca a minha vida", lamenta. Já Mayra Brito, que deixou o escritório de contabilidade há dois anos para ser motorista, se sente segura na maioria das vezes. Para ela, são poucas situações que a deixam insegura.

Comente agora

Pela primeira vez, ONU terá uma mulher latino-americana na presidência

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 05/06 13:20h
Pela primeira vez, ONU terá uma mulher latino-americana na presidência

Foto : Divulgação/ONU

Pela primeira vez na história, a Organização das Nações Unidas vai eleger hoje (5) uma mulher latino-americana para ser a nova presidente da Assembleia Geral da ONU.  Os representantes dos 193 Estados-Membros vão escolher entre a hondurenha María Elizabeth Flores Flake e a equatoriana María Fernanda Espinosa. A eleita vai substituir, em setembro, o eslovaco Miroslav Lajcak. A votação será secreta e precisa apenas de maioria simples.  Porém, não será a primeira vez que a ONU vai ter no comando uma mulher. Em 1953, a indiana Vijaya Lakshmi Pandit foi eleita; em 1969 a liberiana Angie Brooks; e depois, em 2006, foi a vez de Sheikha Haya Rashed Al -Khalifa (2006), do Bahrein. (M1)

Comente agora

Arábia Saudita começa a emitir carteira de motorista para mulheres

Mulher  Postado por Aline Souza - 04/06 20:19h
Arábia Saudita começa a emitir carteira de motorista para mulheres

Foto: Reprodução

A Arábia Saudita emitiu carteiras de motorista para mulheres pela primeira vez em sua história nesta segunda-feira, 4. Dez sauditas receberam suas habilitações, enquanto o país se prepara para suspender a lei que proíbe as pessoas do sexo feminino de dirigirem.  Um comunicado transmitido pelo governo saudita informou que as dez mulheres que receberam os documentos já tinham habilitação em outros países, como Estados Unidos, Reino Unido, Líbano e Canadá. Elas fizeram exames de direção breves e exame oftalmológico antes de receber as licenças do Departamento- Geral de Trânsito da capital, Riad.  O veto será retirado no dia 24 e muitas se preparam para exercer o direito conquistado fazendo cursos de direção. Algumas sauditas estão até mesmo fazendo treinamento para se tornarem motoristas de empresas, como a Uber. Mulheres sauditas se queixam, há muito tempo, de serem obrigadas a contratar motoristas homens ou depender de parentes do sexo masculino para ir ao trabalho ou cumprir tarefas.

Comente agora

Produtora escreve livro contando casos de assédio na indústria musical

Mulher  Postado por Fernanda Pinheiro - 04/06 13:39h
Produtora escreve livro contando casos de assédio na indústria musical

Foto: Reprodução / Pinterest

Após a série de denúncias de assédio na indústria do cinema, chega a vez das artistas da música relatarem casos de assédio sexual. De acordo com o site da revista Claudia, a produtora Dorothy Carvello está escrevendo um livro com relatos de abusos sexuais em grandes gravadoras, como a Warner, Sony e Universal. A obra intitulada "Anything For a Hit: An A&R Woman's Story of Surviving the Music Industry" (Tudo por um hit: a história de uma mulher que sobreviveu a hisória da música, tradução livre) é o primeiro trabalho após a era #MeToo, esse movimento foi criado por mulheres vítimas de violência sexual. Em entrevista à Variety, Dorothy contou que trabalhava na Atlantic Records há mais de 25 anos. "Trabalhando 12 horas por dia e atendendo a todos os telefonemas de Ahmet Ertegun [ex-diretor da gravadora], vi tudo o que acontecia ali", afirmou. O conteúdo ainda não foi revelado e é mantido em sigilo por revisores da editora responsável pela publicação. No entanto, já se sabe que importantes nomes do cenário musical serão citados. Dentre eles, o ex-diretor da Warner Doug Morris e o vocalista do Rolling Stones, Mick Jagger. A previsão é de que o livro seja lançado no dia 4 de setembro, nos Estados Unidos. (BN)

Comente agora

Frequência de calores da menopausa alerta para risco de doença cardíaca, diz estudo

Mulher  Postado por Willyam Reis - 04/06 11:05h
Frequência de calores da menopausa alerta para risco de doença cardíaca, diz estudo

A frequência dos calores sentidos durante a menopausa pode indicar risco de problemas cardíacos, de acordo com estudo da Sociedade Norte Americana da Menopausa (NAMS). Segundo a revista Super Interessante, os pesquisadores explicaram que, entre os efeitos da menopausa, está o envelhecimento vascular, o que torna as artérias mais rígidas. A partir da avaliação de 138 mulheres na menopausa, a pesquisa concluiu que a intensidade dos sintomas está relacionada. Dessa forma, quanto maior a frequência de calor, maior o prejuízo para as artérias e maior o risco de morte por doenças cardíacas. Os cientistas associam a questão ao estrogênio, que tende a afetar positivamente o colesterol. (BN)

Comente agora

22% das pessoas conhecem seus parceiros no trabalho, aponta pesquisa

Mulher  Postado por Willyam Reis - 03/06 14:53h
22% das pessoas conhecem seus parceiros no trabalho, aponta pesquisa

Normalmente costumamos passar grande parte do nosso tempo no ambiente de trabalho, se você tiver um trabalho tradicional, por exemplo, isso pode contabilizar até 20 horas semanais. O que nos faz conviver muitas vezes mais com os colegas de trabalho do que com os familiares e amigos. Segundo um estudo divulgado pelo site Universa, cerca de 22% dos trabalhadores britânicos se apaixona por alguém da mesma empresa. A pesquisa foi realizada pelo portal Total Jobs e mostrou que o resultado é quase o dobro das pessoas que encontram parceiros no Tinder e em outros aplicativos de paquera (13%). O estudo ainda revelou que duas em cada três pessoas entrevistadas não veem problema em namorar um colega de trabalho e até fariam isso. (BN)

Comente agora
Veja mais

As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com