Voz


PodCast



Enquete





Blog

Força-tarefa ameaça abandonar Lava Jato após votação na Câmara

30/11/2016 16:20

Os procuradores que integram a força-tarefa da Operação Lava Jato ameaçaram abandonar as investigações caso os pacote de medidas anticorrupção aprovado pela Câmara dos Deputados nesta madrugada seja aprovado pelo Senado. Em votação que começou na noite desta terça (30) e acabou por volta das 4h15 (horário de Brasília), os parlamentares retiraram seis das dez medidas propostas pelo Ministério Público Federal e alteraram os textos das demais, incluindo temas polêmicos como a punição de juízes e membros do MP por crime de responsabilidade. Em coletiva realizada com os principais nomes da Lava Jato (leia mais aqui), o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima sugeriu que eles podem deixar as investigações caso o Senado mantenha as modificações. "Nós temos responsabilidade em outros locais, e vamos simplesmente voltar para nossas atividades normais", garantiu. Para Lima, não será mais possível manter os trabalhos caso as alterações sejam mantidas pelo Congresso. O procurador acredita que os parlamentares fizeram as mudanças por medo de serem envolvidos na Lava Jato. "Aproveitaram um projeto de combate à corrupção para se protegerem. O motivo é porque estamos investigando, estamos descobrindo fatos, iríamos chegar muito mais longe. O instinto é de preservação", acusou Carlos Fernando.


Veja Mais + Blog



As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com