Voz


PodCast



Enquete





Blog

Três vereadores ligados ao prefeito de S. A. de Jesus entram com uma representação no TCM e MP contra o presidente da Câmara

28/02/2018 00:38

Pedro de Têca, Altemir Dias e Irmão Gerson / Foto: Voz da Bahia

Pela 2ª vez consecutiva na Tribuna da Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus nesta terça-feira (27), em sessão, o vereador policial Altemir Dias (PTN) - 1º Secretário da Casa, voltou a protocolar denuncias contra o vereador Antônio Nogueira, o popular Tom (PSD), presidente da Câmara de Vereadores (relembre a primeira denúncia). Desta vez, o “fogo amigo” aumentou, Altemir trouxe reforços também inseridos na Mesa, os vereadores: Pedro Lopes Ribeiro, conhecido ‘Pedro de Têca’ (PSD) - Vice-presidente da Casa Legislativa, e Gerson Pereira da Silva, popular ‘Irmão Gerson’ - 2º Secretário, todos ligados na mesma conjuntura política do prefeito Rogério Andrade (PSD), juntos com Tom. Em alta voz, Altemir, Pedro e Gerson confirmaram na sessão que entraram com representação contra o presidente no TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) e no MP (Ministério Público). 

Leia o que foi dito pelo vereador Altemir na Tribuna da Câmara: "Senhor presidente, só posso dizer ao senhor e aos demais colegas aqui presente nessa Câmara que o fato está ai, nós colocamos lá no Tribunal de Contas a documentação e lá na Promotoria de Justiça. Ontem eu juntamente com o vereador Pedro de Têca,  pegamos os dados da empresa 'Vieira Santos", e fomos visitar essa empresa, chegamos lá na zona rural do Firme do município de Jaguaripe e lá não encontramos nenhuma empresa 'Vieira Santos’. Não existe, gente, lá. A gente não encontrou essa empresa. Não encontramos gente essa empresa, não tem lá a logomarca da empresa, é uma residência, gente. Quem tiver achando que é mentira eu mostro as fotos, é uma residência eu passo as fotos para quem quiser eu mostro a foto", garantiu.

O vereador Altemir seguiu destemido e "desafiou" a qualquer vereador ir com ele ao local: “Se algum vereador estiver duvidando da fala do vereador Altemir, nós vamos agora, vou levar até lá pra ver que o vereador Altemir não está mentindo. Se algum quiser ir eu levo até lá, pra vocês verem que no endereço documental não existe empresa nesse local. Eu levo qualquer vereador aqui, ou qualquer pessoa ai se quiser ir comigo depois da sessão nós vamos lá. Então vossa excelência, esse tipo de transparência que nós queremos aqui pra levar pra população, a população nos cobra desse valor exorbitante de R$ 1 milhão, o povo quer saber gente, isso é o papel do vereador: fiscalizar." bradou na tribuna. 

Reportagem: Voz da Bahia


Veja Mais + Blog



As 5+ comentadas












Todos os direitos reservados a Marcus Augusto Macedo | vozdabahia@hotmail.com